Menu

África: o que você precisa saber

África: o que você precisa saber

África: o que você precisa saber para planejar uma viagem pelo continente
A ideia desse post não é fornecer informações gerais sobre a África - porque o continente demandaria não apenas um post no blog, mas sim um livro inteiro.

A minha intenção é apenas facilitar as pesquisas de vocês, fazendo um índice de tudo o que já publicamos sobre a África aqui no blog. Estão listados aqui os principais posts que já escrevemos sobre as nossas viagens pela região.

Nós já estivemos em 8 países africanos (muito em breve essa lista aumentará para 11 países), e temos dicas sobre 17 países do continente aqui no blog - incluindo alguns posts de autoria de amigos que foram e escreveram sobre países que (ainda) não conhecemos. 
África
um gremista e sua shisha no norte da África

África
quem diria que eu encontraria na África o mar mais cristalino e turquesa que já vi na vida!?

África
o espírito do povo africano contagia, e nos faz querer voltar sempre

África: conhecer para amar

Eu sempre acreditei muito no famoso ditado (que aprendi em inglês, quando fiz intercâmbio nos EUA) "you care more about what you know", que, traduzindo pro português, significa algo como "você se preocupa mais com o que você conhece". 

Aprendi esse ditado num contexto de conhecer pessoas do mundo inteiro - porque esse era o objetivo do Rotary ao criar um programa de intercâmbio mundial: ao proporcionar que adolescentes conhecessem (e entendessem) pessoas dos 4 cantos do mundo, eles passariam a amar, e se preocupar, e ter cuidado, com pessoas do mundo inteiro, o que, ao fim e ao cabo, evitaria guerras. 

Você não quer guerra com a Rússia, ou com Israel, ou com o Irã, quando você tem grandes amigos russos, ou israelenses, ou iranianos, e sabe, no seu coração, que o povo russo, e o povo israelense, e o povo iraniano não são seus inimigos, não são essencialmente "os malvadões". 

Quem diria que a missão de um programa de intercâmbio não tem NADA a ver com aprender outra língua, e sim contribuir para a paz mundial? 

Estou fugindo do assunto, mas é porque eu acredito firmemente no ditado 'você se preocupa mais com o que você conhece' que eu acho que todo mundo deveria ter a oportunidade de, um dia, pisar no continente africano

Você só vai dar a devida importância pra preservação da vida selvagem e das tribos nativas, pra conservação da natureza, no momento em que puser os pés na África e passar a amar esse continente. 
É só quando você CONHECE que entende a importância de conhecer ainda melhor e preservá-lo para as futuras gerações. 
Se você não pisar na África com seus próprios pés, nunca vai entender o quanto os conhecidos estereótipos de guerra e fome no continente são equivocados - por mais que eu gaste o meu verbo aqui tentando explicar.

África
girafa contando piada pro Peg em Nairobi no Quênia

África
a África é conhecida pelos estereótipos mais equivocados

Como você captura a essência da África sem usar um monte de clichês? 

Nenhum outro continente chega perto da África em termos de escala, variedade cultural e impacto puro e bruto. 

A África oferece aos viajantes uma experiência de viagem muito distante dos destinos de mochileiros do Sudeste Asiático ou da América do Sul.

A história natural da África, por si só, já justificaria uma dúzia de visitas. Onde mais no mundo se pode adormecer ao som dos uivos de hienas ou roncos de hipopótamos? Estremecer ouvindo o rugido de leões ou assistindo um leopardo caçar um impala? Observar milhares de gnus migrando na savana ou uma família de elefantes tomando banho num rio?
Partes da África apresentam paisagens tão espetaculares que vão fazer teu queixo cair, mas a essência deste incrível continente não está em nenhum deserto, montanha ou lago. É o espírito das pessoas - Damaras, Himbas, Masai, Marroquinos, Egípcios, Hererós, Africâners - suando, gritando, dançando, cantando e gargalhando - que contagia os visitantes com um vírus tão poderoso que nunca mais paramos de voltar, às vezes contra todo o sentido ou razão.
Começamos pelos mais conhecidos MarrocosÁfrica do Sul e Egito, e fomos logo fisgados por essa febre africana que nos faz querer voltar e voltar a cada tanto. 

Visitamos a Suazilândia, voltamos para explorar a Namíbia acampando no teto de uma camionete 4x4, depois foi a vez do QuêniaTanzânia e Zanzibar

Passaram-se alguns anos e, de novo, estamos sentindo o chamado do continente africano. Desta vez, nosso plano é explorar a EtiópiaRuandaUganda África do Sul

África
explorando a Namíbia acampando no teto de uma camionete 4x4

África
uma cheetah encontrando seu almoço

África: o que você precisa saber

Barganhando com comerciantes nas ruelas de uma medina árabe, dançando reggae numa praia da África Oriental, visitando templos de faraós, fazendo safari na savana, ou conversando com pescadores sob as palmeiras do Oceano Índico, você ficará impressionado, mais do que qualquer coisa, pela honestidade, cordialidade e vitalidade do povo africano.

A África nem sempre é um lugar fácil para viajar. Às vezes pode ser frustrante e desafiador. Sempre será intenso. Dificuldades e desastres logísticos podem acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar. Mas não acredite em tudo o que você vê na televisão: a África não é um inferno cheio de pestes, doenças, miséria, crianças desnutridas, malária, conflitos armados e crimes violentos. Etiópia não é sinônimo de fome. Ruanda não é sinônimo de guerra civil.

É um continente fantástico, surpreendente e intrigante. Um lugar para ir se você estiver preparado para ver as pessoas com outros olhos e rever os seus conceitos. Experimente uma vez e nós te garantimos que, depois de picado pela mosquinha africana, você sonhará em voltar para o resto da vida, assim como nós, que, pelas minhas contas, estamos voltando à África pela 7ª vez!
Pra mim, hoje, tendo pisado já em 8 países do continente, a África é sinônimo de tecidos coloridos, sorrisos, cheiro de temperos, batuque, mar azul turquesa e natureza verde, muito verde!
No Brasil a gente tem esse estereótipo muito forte de que a violência e insegurança estão intimamente relacionados à pobreza, o que não condiz em nada com a realidade africana. Tanto que o único lugar no continente em que nos sentimos inseguros em alguns momentos foi justamente em Johannesburgo, na África do Sul, que, no imaginário do brasileiro, é a porta de entrada para o continente africano, pois nos dá a impressão de ser o país mais desenvolvido, rico e "civilizado" da África. 

Não tivemos quaisquer problemas em Dar Es Salaam, Nairobi, Marrakesh ou no Cairo, por exemplo.
 
A sensação de insegurança é baseada no medo, e o medo é fruto da ignorância. Então, quanto mais você vai se familiarizando com o continente, mais seguro passa a se sentir. 

África
barganhando em Marrakesh no Marrocos

África
explorando as pirâmides de Gizé no Egito

África
a África, pra mim, é sinônimo de tecidos coloridos, sorrisos, batuque, mar azul turquesa e muita vida selvagem

África
o continente africano é sinônimo de temperos diferentes e novos sabores

Tribos remotas que o mundo parece ter esquecido, vestígios monumentais de impérios desaparecidos, manadas de animais selvagens atravessando planícies salpicadas de acácias e, sim, as terríveis realidades de doenças como HIV, guerras civis e fome - a África é tudo isso e muito mais. 

A África é um continente cheio de vida selvagem, paisagens extraordinárias, aventuras empolgantes e culturas fascinantes, aonde apenas uma viagem nunca conseguirá abarcar toda a magia do lugar. 
Do moderno Victoria & Alfred Waterfront na Cidade do Cabo até os mais remotos vilarejos nas margens do Lago Tanganyika, a minha intenção nesse post (e no blog) é reunir uma coleção de paisagens, imagens, sons e sabores deste continente maravilhoso, para te inspirar nas tuas próximas aventuras. 
Comece a desbravar a África clicando em qualquer link abaixo e iniciando a tua própria jornada. 

Flutue pelo Rio Nilo em uma felucca, visite os gorilas nas montanhas de Ruanda, aprenda sobre Freddie Mercury em Zanzibar, conheça o Saara montado num camelo em Merzouga no Marrocos.

👉 Deixe que a gente te conduza por 17 países africanos e te inspire a embarcar na jornada da tua vida.

Não existem regras rígidas e dicas rápidas e pasteurizadas para viajar pela África. O clima e os costumes variam de norte a sul no continente. Uma camiseta e Havaianas em janeiro na Cidade do Cabo? Perfeito. Camiseta e chinelos de dedo em janeiro em Marrakesh? Você pegará um resfriado terrível.

Em resumo, não importa o quão preparado você pense que está, nada irá realmente te blindar o suficiente para a esmagadora experiência sensorial e cultural que é uma 1ª visita à África. 

Mas não é justamente para viver isso que você está indo?

Estão listados aqui os principais posts que já escrevemos no blog sobre as nossas viagens pela região. São mais de 70 textos! Clique nos links abaixo para ler o que lhe interessar, e bom divertimento!

Os 17 países que estão "cobertos" nos posts que seguem são:
África
navegando pelo Rio Nilo em uma felucca

África
conhecendo os costumes dos Masai numa aldeia na Tanzânia

África
aprendendo sobre as origens de Freddie Mercury em Zanzibar

Esses tempos comentei lá no Instagram que, na última vez que fomos à África, despertamos o ÓDIO de muitos viajantes de poltrona - essa gente que tem preguiça de sair de casa, mas adora ficar nas redes sociais maldizendo e agourando as viagens dos outros. 

Se eu conto o tanto de ódio que chegou aqui, ninguém acredita. Foi um show de horrores - e de blocks da minha parte kkkk... 

Há pouco tempo AINDA recebi um comentário de uma leitora que - até hoje, 4 anos depois - não nos "perdoou" por termos viajado à África em plena pandemia - sendo que centenas de médicos estavam viajando à Tanzânia na mesma época, com passagens grátis que a Qatar Airways estava distribuindo ao pessoal da saúde!

O que a maioria desses viajantes de rede social não entendem é que, em países pobres como a Tanzânia e o Quênia, que dependem quase que exclusivamente do turismo para a sobrevivência de muita gente, o sumiço repentino de turistas durante a pandemia poderia ser muito mais perigoso do que o próprio vírus.

👉 A falta de turistas representava mais perigo aos tanzanianos - de morte de fome, mesmo - do que a própria pandemia. 
Mas isso a poltrona não mostra. Isso as redes sociais não ensinam. Como disse Amyr Klink há bastante tempo atrás, pra entender isso, um homem precisa - sair da poltrona e das redes sociais e, de fato - viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender 🤷‍♀️

África
os tanzanianos estavam mais preocupados com a falta de turistas do que com a pandemia

África
ajeitando o turbante no deserto do Saara, Marrocos

África
eu e o Lipe num vilarejo da tribo Himba no interior da Namíbia 

África em geral

Vou colocar aqui abaixo links de posts sobre a África em geral - são textos com dicas úteis e genéricas para quem vai viajar para qualquer país na África:

África do Sul

Angola


África

Botswana, Lesoto, Malaui, Zimbabwe e Zâmbia

Egito


África

África

África

África

África

África

Etiópia, Ruanda e Uganda

Marrocos


Marrocos

Marrocos

Marrocos

Marrocos

Marrocos

Marrocos

Marrocos

África

África

África

África

África

África

Suazilândia

Tanzânia e Zanzibar


África

África

África

África

África

África

África: um destino de sonhos

A África é um destino cheio de sonhos para o viajante: culturas misteriosas e coloridas, vida selvagem icônica, paisagens vastas e diferentes e uma energia definida por extremos de beleza e por profundas dificuldades.

O continente, pra mim, ainda é largamente inexplorado. Até agora, conhecemos apenas 8 países (em breve serão 11), de um total de 54 nações individuais

Se você visitou o Egito ou o Marrocos, por exemplo, mas não conheceu as imagens eternas da vida selvagem numa savana, já percebeu que é uma característica do continente africano que, de alguma forma, ele exista na dualidade, dividido entre a África que nós "imaginamos" - uma série de impressões que temos no imaginário popular - e a África "real", formada por povos com culturas e tradições muito diversos, que alargaram suas raízes e espalharam sua influência pelo mundo inteiro.
Admitimos ter uma série de sonhos sobre a África: um lugar para ver as criaturas mais icônicas e raras do planeta, montanhas nevadas deslumbrantes, florestas tropicais, desertos e deltas, e um conjunto infinito de povos tribais, cada um com as suas próprias línguas e culturas.
E, para o viajante, a África representa uma oportunidade única de ver e vivenciar uma mistura de todas essas coisas.

👉Há muitos anos que sonhamos em explorar mais a África e vamos, aos poucos, visitando países africanos aqui e acolá. Estamos atualmente naquela fase gostosa de planejamento da nossa grande viagem deste ano: minha mesa está repleta de livros e guias de viagens e esta aventura é o meu único assunto de conversa no momento - infelizmente para meus amigos, família e todos com quem eu convivo. 

Nossa próxima jornada africana inclui Uganda, onde faremos um trekking para conhecer os gorilas das montanhas na chamada "Floresta Impenetrável", no Parque Nacional de Bwindi. De lá, viajaremos depois também por Ruanda, não sem antes passar pela Etiópia e pela África do Sul.

Correndo o risco de soar um pouco como os guias que estão na minha mesa, preciso dizer que as opções de viagens pela África são ilimitadas, e planejar uma viagem pelo continente é, ao mesmo tempo, emocionante e doloroso - porque escolher um destino implica inevitavelmente em excluir outros tantos.

Já estive 6 vezes no continente - esta será a nossa 7ª viagem à África - e ainda me sinto uma iniciante:
O que eu espero é que esse post te proporcione um ponto de partida para te inspirar a começar a descobrir a África.

Aqui eu tentei reunir, além dos links de todos os textos já publicados no blog sobre a África, também uma seleção de imagens que dessem vida a cada país que visitamos, sabendo que, para os viajantes, a experiência em cada um destes países é única, com paisagens, línguas, pessoas, cheiros, sons e surpresas próprias, seja numa viagem profunda pela cultura e tradições espirituais da África; seja numa viagem rápida cheia de aventuras e adrenalina; seja numa experiência para se maravilhar com a enorme diversidade e majestosidade da vida selvagem do continente.
Em suaíli, a palavra para viagem é safari. Muitas viagens foram feitas para que eu pudesse escrever hoje esse post - e esperamos que ele te inspire a planejar o teu próprio safári neste lugar incrível, onde os sonhos e a realidade se encontram.
África
onde mais, senão na África, você vai encontrar animais selvagens numa paisagem salpicada de acácias?

África
 onde mais no mundo se pode observar milhares de gnus migrando na savana?

África
onde mais seria possível adormecer ao som dos roncos de hipopótamos?

África ontem, hoje e amanhã

A África foi apelidada de Continente Negro por Henry Stanley - aquele da famosa frase "Dr. Livingstone, eu presumo?" - no final do século 19.

Se você ainda não conhece essa história, eu contei mais sobre ela aqui: Trekking com chimpanzés na Tanzânia: safari no Gombe Stream National Park

Stanley escolheu esta 'alcunha' para o continente naquela época não porque a África fosse vista como hostil, mas sim porque era um lugar onde poucos estrangeiros haviam se aventurado, e ninguém da "sua turma" compreendia totalmente. 

Ainda hoje, apesar da grande importância que a África ocupou na consciência global nas últimas décadas, à medida em que os seus desafios são cada vez mais conhecidos mundialmente e abertamente discutidos nos meios de comunicação, o continente continua sendo muito incompreendido. 
Para quem gosta de aventura e de documentários sobre a vida selvagem, a África é o sonho de uma vida inteira: rastrear os 'Big 5' nas planícies do Serengeti ou na Cratera Ngorongoro e descobrir culturas tribais como os Himba ou os Masai. 
Já para os que estão mais focados no hype apocalíptico das mídias sociais, a África é um lugar de pesadelos infinitos: fome, miséria, corrupção, doenças e guerras civis. 

E, para aqueles que de fato optam por explorar o continente, sem pré-conceitos e esquecendo os estereótipos - incluindo aí inclusive os viajantes mais experientes - cada passo no 'Continente Negro' é uma nova descoberta sobre a natureza desse lugar fascinante.

Considerando a imensa extensão do continente africano - sabia que só o Saara poderia engolir grande parte dos EUA? - e a sua enorme variedade de vida selvagem, paisagens e culturas - dá para imaginar 1800 línguas faladas? - a única certeza que se tem sobre a África é que existem inúmeras realidades no continente.

África
paisagens hostis no deserto da Namíbia

África
 paisagens férteis na Cratera Ngorongoro

África
 rastreando 'Big 5' nas planícies do Serengeti

Os grandes shopping centers de Cape Town abraçam os ricos, mas a miséria e a desigualdade social permanecem intocadas ​​nos subúrbios. 
As tribos mais remotas do continente perseveram em alguns dos ambientes mais hostis do planeta, sobrevivendo a cada ciclo de colheita nas suas vidas familiares em aldeias rurais que continuam vivendo no mesmo ritmo de luta que seus antepassados - embora exibam um orgulho e uma felicidade que fariam corar de vergonha pessoas que vivem em sociedades materialmente ricas e abastadas. 
Sim, a pobreza é generalizada, mas a tristeza e a carência não.

As terríveis realidades da fome e das guerras civis ainda assolam partes da África, mas são tudo menos lugar-comum. Os acordos de cessar-fogo das últimas décadas trouxeram paz a antigos locais problemáticos - como Ruanda e Angola - que devem seguir por esse caminho.

Entretanto, a fome na África ao longo dos anos alcançou tamanha notoriedade que muitos países permanecem marcados pelas imagens de fome e seca hoje em dia - muito depois que a fome já terminou. 

A maior vítima deste fenômeno é a Etiópia. Apesar de ser uma das nações africanas mais tradicionalmente férteis e bem irrigadas (que fornece mais de 80% da água do Nilo), os viajantes, com imagens do concerto Live Aid ainda em mente, continuam telefonando para a companhia aérea Ethiopian Airlines para perguntar se haverá comida disponível durante o voo 🙈

As paisagens da África, como as dunas do deserto do Namibe, o Monte Kilimanjaro e o Vale do Rift, por exemplo, não são menos empolgantes do que as variadas culturas africanas. E, embora uma infinidade de paisagens da África sejam verdadeiras obras de arte por si só, muitos ainda consideram-nas simplesmente como 'cenários' para a verdadeira obra-prima do continente: a sua fabulosa vida selvagem.

África
a pobreza é generalizada, mas a tristeza e a carência não

África
a verdadeira obra-prima do continente africano é a sua fabulosa vida selvagem

África
o Monte Kilimanjaro já se apresentou para nós ainda dentro do avião!

África
explorando as dunas do deserto do Namibe

A história do povo africano é longa e célebre, sendo a África considerada o Berço da Humanidade, lugar onde o homem-macaco evoluiu para caminhar sobre 2 pernas.

Desde os primórdios da humanidade, muitas civilizações floresceram e sofreram derrocadas no continente. 

Embora a influência dos antigos Egípcios seja a mais conhecida, existiram diversas outras civilizações - como os Axumitas na Etiópia - que ajudaram a moldar as atuais culturas da África, deixando vestígios físicos da sua grandeza, como as pirâmides do Egipto, as estelas e igrejas escavadas na rocha na Etiópia e as ruínas do Grande Zimbabué, por exemplo. 

A história moderna da África tem sido super turbulenta - os séculos 16 a 19 não foram os melhores para o continente, com o comércio de escravos e o colonialismo mostrando seus horrores. 

E, mesmo com a independência trazida à maioria das nações africanas no século 20, as tristes realidades econômicas que se seguiram, muitas vezes derivadas de antigas políticas coloniais, mostraram que muitos países permanecem mais financeiramente acorrentados ao Ocidente do que estavam durante os tempos coloniais. 

Pior ainda, o próprio vácuo de poder criado pelo fim do colonialismo levou a intermináveis guerras civis, algumas das quais continuam ocorrendo até hoje. 

E ainda não se pode esquecer da maior praga africana dos séculos 20 e 21: a epidemia de HIV/AIDS, que afetou o continente mais do que qualquer outro lugar do planeta, com 5.500 africanos chegando a morrer da doença a cada 24hs.

Embora o povo africano pudesse facilmente se desesperar com a catástrofe representada pelo HIV, muitos olham para o futuro com otimismo.
Alguns africanos ainda estremecem com a ideia de crescimento econômico, globalização e ocidentalização das suas culturas tradicionais, mas outros sabiamente questionam por qual razão deveriam ser afastados da mesma prosperidade financeira vivida por muitas nações ocidentais. 
Em algumas áreas, como o Quênia, comunidades tribais remotas mais pioneiras estão provando que é possível misturar - e conciliar - os 2 mundos, prosperando graças a novos projetos de ecoturismo criados para preservar tanto a cultura vibrante como a vida selvagem local, que, de outra forma, estaria ameaçada.


Pode ser que o ecoturismo sustentável seja justamente a solução para reter a essência das culturas locais numa África que está se tornando cada vez mais consciente e participativa no mundo.

Afinal, não seria muita hiprocrisia do resto mundo querer manter a África no passado para o nosso prazer, enquanto o resto do mundo desfruta do crescimento econômico e das benesses da globalização e da prosperidade financeira?!?

África
a civilização egípcia é uma das mais conhecidas do planeta, e deixou muitos vestígios da sua grandeza

África
a África é considerada o Berço da Humanidade

África
os séculos 16 a 19 não foram os melhores para o continente africano, com o comércio de escravos e seus horrores

africa
alguns africanos ainda estremecem com ideias de ocidentalização das suas culturas tradicionais

África
mas o futuro da África é promissor

África
comunidades tribais remotas mais pioneiras provam que é possível prosperar graças a novos projetos de ecoturismo

África
ecoturismo sustentável como solução para reter a essência das culturas nativas locais

Está planejando uma viagem para a África? Conta aí se este post ajudou a tirar as tuas dúvidas!

Já esteve na África? Deixe as suas dicas nos comentários abaixo aqui no blog!

Acompanhe nosso Instagram para ver muitas fotos e dicas das nossas viagens na #LipenaAfrica!


Veja mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, nas hashtags #LipenaAfrica e Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos vídeos no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal.

Você também nos encontra aqui:


Share
Próximo
Este é o post mais recente.
Anterior
Postagem mais antiga

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: