10 de agosto de 2018

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de LuandaAntes de embarcarmos num voo para a Namíbia com a TAAG, li críticas péssimas a respeito da companhia aérea angolana, com a qual voamos para Luanda, capital de Angola, e onde fizemos conexão para Windhoek, na Namíbia, nosso destino final. 

Compramos as passagens assim mesmo, porque a outra opção que tínhamos para chegar à Namíbia era voando South African Airways por Joanesburgo ou Capetown, e as passagens estavam mais do que o dobro do preço, com horários e conexões bem ruins (compramos em uma promoção do Viajanet por R$ 6.179,92 para 2 adultos e 1 criança a partir de São Paulo, com horários ótimos).

Antes de comprar na promoção, ainda liguei para o Consulado de Angola para conferir se não precisava visto de trânsito para fazer a conexão lá e não, não precisava. Então batemos o martelo: mesmo com as críticas horríveis, iríamos de TAAG para a África. 

Agora que fomos e voltamos, vou contar aqui para vocês a nossa experiência voando TAAG, já que a companhia aérea é uma das poucas opções que nós brasileiros temos para chegar ao continente africano, e as passagens são quase sempre muito mais baratas do que as da South African Airways - a propósito, quando fomos à África do Sul, foi de SAA, e foi ótimo. 

Também vou contar aqui o que achamos do Aeroporto de Luanda, já que ele é o hub da companhia aérea e todos os voos deles fazem escala/conexão lá. Isso mesmo, você tem que ir até Luanda, que fica bem ao norte da Namíbia, para voltar para Windhoek, que fica ao sul. Ossos do ofício...ou do viajante mão de vaca!

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda
Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda
voo da TAAG de São Paulo para Luanda, em Angola

chegada em Luanda

ele acha que ainda é pequenininho...

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda
voo da TAAG do Brasil para a África

Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda

procurando alguma coisa que não existe na programação de bordo da TAAG hehehe

se valeu a pena? muito!

Sobre os voos com a TAAG


Não sei se eu que sou super "Poliana viajante" ou se o povo é que é cricri demais. Eu achei a TAAG bem ok.

Na verdade, a única crítica que eu teria é que a programação de bordo é praticamente inexistente. Levem tablet com filminhos para as crianças (e fones de ouvido, óbvio) - não dá para contar com os joguinhos do avião. Para vocês terem uma ideia, o filme mais "novo" que encontrei foi "Marley e Eu", e óbvio que chorei tudo de novo, de sair do avião com a cara inchada. 

o tal Palanca, nome do programa de bordo da cia aérea, é uma verdadeira desgraça kkkk...

No restante, foi tudo ótimo. 

O check-in online deu problema, mas o check-in no balcão foi tranquilo (não tinha assentos para nós 3 juntos na mesma fila, e fomos colocados em filas separadas, mas um passageiro trocou conosco bem tranquilamente). 

Eles pedem passaporte com 6 meses de validade contados da data da passagem de volta e carteira de vacinação para febre amarela

O embarque foi super tranquilo, com um atraso mínimo - havia umas angolanas mal-educadas furando fila, mas isso não é culpa da TAAG e nem exclusividade deles, certo? 

tudo em português...na África!


adooooro os modelitos!



O avião é BEM espaçoso e confortável. Mais espaço para as pernas do que tenho visto em outras empresas que voamos ultimamente. 

O banheiro da aeronave estava razoavelmente limpo. 

A comida e bebidas estavam deliciosas (opções de frango com vegetais ou carne com purê de batatas na ida, e na volta opções de carne ou peixe), com direito a jantar com vinho gaúcho na ida e cerveja angolana e sobremesa muito boa. 

O Lipe ganhou refeição especial para pequenos viajantes que veio bem antes da nossa - um luxo para pais viajantes, poder comer em paz depois que a criança já comeu, e são poucas as companhias aéreas que têm essa delicadeza 😏

O café da manhã também foi ótimo, com omelete, salsichas, espinafre, frutas, pão, iogurte, etc. 

Nos voos Luanda - Windhoek - Luanda, embora fossem voos bem curtos, eles também servem refeição boa, então não precisa se desesperar para comer algo no Aeroporto de Luanda (cujo ponto fraco são justamente as opções de restaurantes). 

Em resumo, a comida a bordo foi o ponto alto do nosso voo com a TAAG, muito melhor do que estamos acostumados a receber. 

refeição especial e antecipada para crianças no voo da TAAG


Como é voar para a África com a companhia angolana TAAG e o Aeroporto de Luanda
jantar a bordo no voo da TAAG




café da manhã da TAAG

ele adorou a "comida de avião" de TAAG


Ah, outra reclamação: não tinha entrada USB no avião no voo de ida! Leve seu próprio powerbank, você vai precisar para a sua viagem pela África. 

Os comissários são bem simpáticos. Tinham me falado de comissários grosseiros - não vi nada de grosseria. E o melhor: falam um português super fofo, cheio de sotaque angolano hehe...

O voo de ida foi muito tranquilo, com pouquíssima turbulência. Já na volta foi um saco, com o avião sacudindo sem parar - o que mostra que turbulência não tem nada a ver com companhia aérea, se é que alguém ainda não sabia disso. 

Os horários dos voos são bem razoáveis (vide print abaixo) e o fuso é de apenas 4hs (o voo de SP até Luanda dura 7h25min). 




Agora o melhor: o Lipe esqueceu o tablet dele no avião em Windhoek e nós só percebemos na fila da imigração, e não é que os queridos funcionários da TAAG foram lá correndo dentro do avião buscar o maldito para ele e nos entregaram de volta na fila - não é uma simpatia?? 

Dica: no embarque em SP, vimos que eles (os passageiros angolanos) empacotam beeeem as malas despachadas - perguntei o porquê a alguns angolanos na fila e me disseram apenas que 'é mais seguro'. Então "empacotamos" as nossas duffel bags ali na fila mesmo, improvisando com fita crepe.

as bagagens vão beeeem empacotadas nos voos da TAAG


Sobre o Aeroporto de Luanda, Angola


O Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro é o aeroporto de Luanda, capital de Angola, hub da TAAG, o que significa que, como eu já mencionei, todos os voos da companhia aérea fazem escala/conexão lá. 

De novo, eu tinha lido péssimos reviews deste aeroporto, mas, honestamente, quem reclama daqui nunca esteve no Aeroporto Internacional de Kathmandu, ou mesmo em alguns aeroportos brasileiros...

O Aeroporto de Luanda é bem direitinho gente, e tudo em português!! 




Um ônibus nos trouxe (e nos levou) do avião ao terminal, passamos pelo controle de cartões de embarque (tem que mostrar os cartões de embarque do voo de conexão) e nem precisamos fazer imigração, fomos direto para a área de conexões. 

Não pediram nem passaportes! Passamos no raio-x e pronto: era só esperar nosso voo seguinte! 

O aeroporto tem televisões informando os portões de embarque, banheiros relativamente limpos, área de free shops com ar condicionado e lojinhas, praça de alimentação...

Agora senta que vêm as 2 reclamações do aeroporto: 

1. tem várias opções de restaurantes, mas é tudo super caro (sabia que Luanda é uma das cidades mais caras do mundo??) e, nos que nós tentamos comprar um refri pro Lipe, não aceitaram cartão de crédito nem dólares; 
 
2. não tem wifi. 

Na ida, como era super cedo quando chegamos lá, muitos restaurantes estavam fechados e não encontramos nenhum com wifi. Uma amiga tinha me dito que a senha do wifi do Restaurante Taberna Velha é "boaviagem", mas ele estava fechado. Na volta, estava aberto, e compramos umas bebidas ali só para sentar e usar o wifi (aceitaram notas pequenas de dólares, sem troco). 

cardápio do Taberna Velha no Aeroporto de Luanda

Li que o aeroporto tinha pernilongos, banheiros fedendo a xixi e "pessoas fedorentas"...sério, não vi nada nem parecido com isso! Ou seja, para mim, quem reclama é fresco pra caramba.

E mais: gostei tanto das lojinhas do Aeroporto de Luanda que a ÚNICA compra que fizemos na viagem - sério, não comprei mais nem um ímã de geladeira! - foi em Angola, acredita? Se vocês olharem as fotos, verão que, na ida, fotografei numa vitrine de uma loja de artesanato do aeroporto uma cabeça de zebra que havíamos nos apaixonado, mas era super cara (U$ 108), tinha até número de série e selo de Patrimônio Cultural. Ficamos só namorando...

Pois na volta, com os dólares que sobraram, depois de muito negociar enquanto eu fui ao banheiro, não é que o Peg me aparece todo faceiro com a tal cabeça de zebra?? Conseguiu um bom desconto e agora ela está me encarando aqui em casa, me lembrando do quanto eu amei nossos safaris no Etosha e no Kruger Park e do quanto quero voltar logo para conhecer o Chobe, Serengeti, Masai Mara...



na loja do aeroporto de Luanda
me trazendo boas lembranças aqui em casa





não é chique comprar artesanato com selo de Patrimônio Cultural?!

Nossa passagem por Angola foi curta, mas suficiente - é um país que nunca esteve na minha wishlist, então não faço questão de voltar e explorar mais...embora acredite que, depois desta boa experiência, a TAAG e o Aeroporto de Luanda podem acabar se tornando nosso hub na África (já que os preços são beeem melhores que os da SAA!). 

Veja muito mais sobre esta viagem lá no nosso Instagram.

 esteve em Angola? Voou TAAG?? O que você achou do Aeroporto de Luanda??? Conte para a gente! Deixe a sua dica nos comentários!

Você também nos encontra aqui:

4 comentários:

  1. "O Aeroporto de Luanda é bem direitinho gente, e tudo em português!!"
    Isso é óbvio, dado que é a lingua oficial do país....

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nunca voei com a TAAG, mas bom saber que não é tão má como dizem (têm muitas vezes preços fantásticos) :)))

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...