Menu

Férias do Covid na África: como a Tanzânia está lidando com a pandemia por Coronavírus

Veja como a Tanzânia, na África, está lidando com a pandemia por Coronavírus.
Covid na Tanzânia

Veja como a Tanzânia, na África, está lidando com a pandemia por Coronavírus.

Durante a nossa viagem pela Tanzânia, na África, muita gente estava ner-vo-sa - alguns até meio raivosos - pelo fato de não estarmos usando máscaras...então resolvi explicar aqui como a Tanzânia está lidando com a pandemia de Covid. 

Também falei bastante sobre isso nos stories do Instagram, e fiz várias pastas de destaques desta viagem pela Tanzânia lá nos stories, então dê uma espiada lá!

Como tem muita gente que não assiste aos stories, e continuam me perguntando sobre o porquê de não termos usado máscaras na Tanzânia, vou tentar explicar a situação aqui.

Leia também:






Covid na Tanzânia

A Tanzânia e o Covid

Quando fiz as malas para a nossa viagem pela África, coloquei um pacote de 50 máscaras descartáveis na mochila, crente que íamos gastar tudo e mais um pouco na nossa viagem pela Tanzânia 😷

No Quênia, país vizinho, viajamos todo o tempo de máscaras, usando muito álcool gel, e testemunhamos que eles estão tomando todos os cuidados possíveis, desde tirar a temperatura dos turistas em todos os pontos turísticos, até colocar pias móveis com sabão líquido em inúmeros locais e um toque de recolher à noite em Nairobi.

Covid no Quênia
no Quênia, país vizinho da Tanzânia, todos usam máscaras

Covid no Quênia
Covid no Quênia

Covid no Quênia
mesmo no Quênia, se vocês prestarem atenção, eu sou a única na foto usando máscara...

Covid no Quênia
as máscaras não são usadas corretamente, mas pelo menos os quenianos tentam...

Covid no Quênia Covid no Quênia    
Covid no Quênia
vimos estas pias móveis espalhadas por diversos pontos turísticos no Quênia

Covid no Quênia

Covid no Quênia
distanciamento social nas filas de banco no Quênia

Covid no Quênia
a negociação no Maasai Market de Nairobi, no Quênia, envolve mímica, muitos gestos, papel, caneta e máscaras

Chegando na Tanzânia, contudo, já no primeiro táxi, os tanzanianos insistiram que não usássemos máscaras ao viajar pelo país, alegando que elas eram completamente desnecessárias, pois "não existe Covid na Tanzânia".

Eu não sou negacionista - muito pelo contrário! Minha irmã, @analiafrodrigues, que vocês já conhecem das nossas #girlstrips, inclusive estava apanhando para esse vírus odioso desde a semana anterior ao nosso embarque para a África - passando bem mal, com náuseas, desidratação e terríveis enxaquecas. 

Eu mesma ainda não me contaminei, mas até gostaria de saber que já tenho anticorpos...ao fim e ao cabo, deve ser bom saber que você já teve essa doença e que ela não te matou! Eu já fiz o exame PCR de Covid 3x esse ano e sempre deu negativo!

Mas, voltando à Tanzânia...

É claro que pode ser tudo uma baita enganação. Ou o Governo está enganando o povo, afirmando que não existem casos de Covid na Tanzânia, ou o povo está num conluio para enganar os turistas, mas o fato é que realmente é como se não existisse Coronavírus na Tanzânia! 

Ninguém lá usa máscaras, não existe álcool gel, é difícil encontrar lugares com sabão disponível para lavar as mãos e ninguém está nem aí para o assunto!

Covid na Tanzânia
já no Maasai Market de Arusha, na Tanzânia, ninguém usa máscaras

Covid na Tanzânia
em Zanzibar também não vimos uma alma sequer de máscara

E mais: eles se ofendem se tu usas máscaras! Fomos viajar prontos para usar máscaras o tempo todo e, já no 1º dia, fomos praticamente coagidos a desistir do uso, pois eles insistem, repetidamente, que tu os estás ofendendo ao usar máscaras.

E o mais incrível é que TODO MUNDO afirma que os hospitais lá estão vazios, que não conhecem ninguém que tenha tido Covid e muito menos que tenha morrido! Eles não estão tomando NENHUM cuidado.

Não é possível que tenhamos tido a coincidência de encontrar pela frente apenas negacionistas na nossa viagem inteira, né? Se pelo menos UM tanzaniano tivesse nos contado que conheceu alguém com Covid na Tanzânia...mas não - lá não existe polarização neste sentido: eles são unânimes em negar a existência de Covid no país! 😳

Covid na Tanzânia
conversamos com muita gente, desde os mais jovens até os mais idosos que encontramos, e ninguém conhecia alguém que tivesse se contaminado por Covid na Tanzânia

Covid na Tanzânia
as aglomerações são a regra por lá e, mesmo nestes tempos de pandemia, nada mudou...

Quando estávamos lá, conversando com eles, os tanzanianos inclusive riam do fato de os EUA, que tinham na época 270 mil mortes e 13 milhões de infectados, terem emitido um alerta aos cidadãos americanos para não viajarem à Tanzânia, pelos riscos do Covid. 

Só rindo, né? Para os tanzanianos, o medo dos americanos de contraírem Covid na África é até ridículo, e encarado até com sarcasmo. 

Embora a África tenha alguns dos sistemas de saúde menos desenvolvidos do mundo, quase todos os 54 países do continente tiveram menos mortes pelo Covid em 9 meses do que os EUA estão atualmente registrando por DIA!

Algumas pessoas me perguntaram se eu não tinha medo de viajar para a Tanzânia por causa do Covid - o que vocês acham? No Brasil, tivemos quase 200 mil mortes, por enquanto. Na Tanzânia, o número de mortos contabilizados por Covid não passou de 21. Onde será que eu estava mais segura? Medo eu tive foi de voltar ao Brasil! 

Covid na Tanzânia
casos de Covid na Tanzânia em dezembro/2020

casos de Covid no Brasil em dezembro/2020

As pessoas podem até dizer que as estatísticas baixíssimas de infectados na Tanzânia se devem ao fato de que eles não testam, e por isso os casos não são detectados. Mas aí eu me pergunto: cadê os sinais mais óbvios de uma pandemia, que foram observados no resto do mundo? Os milhares de mortos? Cadê os hospitais e UTIs lotados como aqui? Cadê as valas coletivas e os familiares chorando seus mortos, como na Itália? 

Na Tanzânia não se vê nada disso...

Pesquisas feitas pela OMS concluíram que houve um aumento de mortalidade insignificante na maioria dos países africanos, reduzindo muito a suspeita de que as mortes por Covid 19 não são contabilizadas.

Mesmo que os testes tenham sido comparativamente limitados, a Tanzânia aparentemente contrariou todas as previsões apocalípticas dos especialistas em saúde global e nós realmente ainda não conseguimos entender a situação. 

Talvez a população tanzaniana seja jovem e sem muitas comorbidades, por isso lá ninguém morre de Covid...ou talvez eles já tenham tanta imunidade de outras doenças que o vírus simplesmente não "pega". Talvez um povo que tem preocupações como malária, ebola e cólera realmente não leve o Covid tão a sério como nós.

Covid na Tanzânia
o que realmente preocupa as autoridades sanitárias na África

Um amigo médico que trabalhou na África comentou um outro fato: os africanos, de um modo geral, são casca-grossa, e não procuram os serviços de saúde por pouca coisa. Outra razão para que o Covid não apareça nas estatísticas da Tanzânia.

Há poucos dias, li um artigo da BBC que discutia justamente algumas possibilidades pelas quais o Coronavírus está devastando o mundo inteiro, mas a vida parece quase normal em grande parte da África.

Um dos epidemiologistas entrevistados dizia que é muito improvável que haja uma razão única e definitiva para o baixo número de casos na África, comparativamente com outros lugares. Provavelmente a razão para o 'sucesso' africano ao lidar com a doença se deve a um conjunto de fatores. 

Ele listava várias possibilidades:

  • População jovem (quase 60% das pessoas na África Subsaariana têm menos de 25 anos e apenas 3% têm mais de 65 anos)
Covid na Tanzânia
a população tanzaniana é muito jovem, e muitos andam de pés descalços, adquirindo anticorpos desde pequeninhos

Covid na Tanzânia
não se vê idosos na Tanzânia 😞
  • Climas quentes
  • Menos tempo dentro de ambientes fechados
  • Menos obesidade e diabetes (estudos feitos pela OMS mostram que os africanos têm 2x mais probabilidades de contrair Covid 19 sem complicações e que mais de 80% dos casos no continente foram assintomáticos - uma % muito maior do que em outras partes do mundo)
  • Imunidades derivadas de outras doenças e até mesmo de outros Coronavírus (a exposição a outras doenças infecciosas, que são comuns na África, ou suas vacinas, que muitos africanos recebem ao nascer, poderia ter conferido a eles um nível maior de imunidade contra o novo Coronavírus - eles são frequentemente expostos a um grande número de insetos e patógenos: malária, febre tifoide, meningite e muito mais)
Covid na Tanzânia
quando chove, essa água dos esgotos transborda e corre pelas ruas de Stone Town, em Zanzibar - quem cresce num lugar assim tem que ter mais imunidade, ou não??

Covid na Tanzânia
vocês realmente acham que pessoas que compram seu bife de cada dia num açougue desses, a 35ºC, vão se preocupar com Covid?!
  • Experiência com surtos e epidemias há décadas (uso de métodos para lidar com epidemias que os epidemiologistas aprenderam depois de sofrer repetidos surtos de doenças altamente mortais, como Ebola e febre de Lassa - eles aprenderam a lidar com doenças melhor do que países que não passam por esse tipo de coisa)

Ou talvez seja tudo uma grande mentira e eles estejam todos jogando os mortos por Covid dentro de um grande buraco negro, ou numa vala coletiva no meio da savana, e fazendo um pacto nacional de silêncio sobre os casos de Covid para que o resto do mundo e os turistas não descubram o grande segredo deles.

Para que fique bem claro, não conversamos com 1 ou 2 tanzanianos - falamos com mais de 50 pessoas diferentes sobre esse assunto ao longo de toda a nossa viagem de mais de 20 dias pela África! E todos os tanzanianos foram unânimes em negar a existência do Covid na Tanzânia.

Eu realmente não entendi o mistério - e me sentia estranhíssima apertando as mãos das pessoas como fazíamos antigamente, abraçando o povo para fotos, me aglomerando nos mercados como nos velhos e bons tempos, e conversando de pertinho com a mulherada sem máscara - mas posso dizer a vocês uma coisa: o mundo sem Covid é maravilhoso! 

Eu já nem lembrava mais como é BOM viver num tempo/lugar livre de Covid!

A verdade é que foi maravilhoso tirar férias do Covid! No começo nos sentimos super estranhos de falar com as pessoas sem máscaras, mas a gente acostuma rápido com as coisas boas...difícil mesmo foi nos acostumar novamente com as malditas quando retornamos para casa no Brasil!

Covid na Tanzânia
foi tãooo bom me aglomerar de novo...especialmente com essa mulherada Maasai!

Covid na Tanzânia
pegar um ônibus lotado novamente sem nos preocuparmos com EPIs...

Covid na Tanzânia
no nosso safari, que fizemos com franceses, ingleses e espanhóis, em nenhum momento ninguém cogitou em usar máscaras

Covid na Tanzânia
e nos convidaram até para uma grande aglomeração, que eu nem lembrava mais que existia: uma super festa de casamento!

E não pense que éramos os únicos 'não-empáticos' sem máscaras na África - muito pelo contrário: não vimos um único turista sequer de máscara na Tanzânia inteira! 

Me disseram que, em alguns safaris muito chiques, eles obrigam os guias tanzanianos a usarem máscaras, só para "parecer" que estão adotando medidas sanitárias de prevenção ao Covid para gringo ver...mas a verdade é que vimos muitos gringos nesses safaris chiquérrimos, e nenhum deles estava de máscara! 

O único tanzaniano que vimos de máscara foi justamente numa situação destas, na portaria de um hotel 5 estrelas onde fomos pedir informação - mas, pelo jeito, o uso de máscara era tão incomum para ele, que ela estava do avesso e de cabeça para baixo!!! 😜

Covid na Tanzânia
o único tanzaniano que vimos de máscara: porteiro de um hotel 5 estrelas, usando uma máscara pelo avesso e de cabeça para baixo 😕

Covid na Tanzânia
neste passeio de barco lotado de europeus, ninguém usou máscara em nenhum momento

Covid na Tanzânia
e é tão bommmm voltar a abraçar as pessoas e conversar sem máscaras!

Covid na Tanzânia
prestem atenção em todos estes veículos de safari, vejam se vocês encontram algum turista de máscara...

Covid na Tanzânia

Covid na Tanzânia

Covid na Tanzânia
mesmo nos safaris mais chiques, não se via ninguém de máscara...

Sei que o assunto é mega polêmico e não quero polemizar aqui - só estou repassando a vocês o que nós experimentamos durante a nossa viagem pela Tanzânia. 

Não quero teorizar sobre o que é certo ou errado no que diz respeito ao Covid - se nem os cientistas concordam, que autoridade teria eu para teorizar!? Estou apenas relatando fatos e descrevendo o que nós vimos e vivemos nos nossos maravilhosos dias de férias do Covid na Tanzânia. 

A única recomendação que eu faço a quem está pensando em viajar para a Tanzânia é a seguinte: se você tem medo do risco, não saia de casa. Não faz sentido ir para a Tanzânia ofender seus anfitriões usando máscaras. Simples assim. 

Já me disseram "mas se as mulheres usando burcas não me ofendem, porque eu estaria ofendendo alguém usando uma simples máscara?" Eu realmente não sei explicar, mas cada lugar tem suas regras. 

No Brasil, se uma mulher usar uma burca na rua, as pessoas vão no máximo achar estranho, mas ninguém vai se ofender; já em Teerã, nenhuma turista se atreveria a sair na rua sem cobrir a cabeça, ora bolas! Em Londres, se você sair na rua com uma cueca rosa pink enfiada na cabeça, ninguém vai te dar a menor bola...cada lugar tem os seus costumes, e na Tanzânia, se você insistir em usar máscaras, eles vão ficar constantemente insistindo que não precisa, pedindo que tu tires a maldita máscara. 

Covid na Tanzânia
lenços e burcas são muito comuns na Tanzânia, especialmente em Dar Es Salaam e em Zanzibar, com grandes populações muçulmanas, mas máscaras são muitooo incomuns!

Covid na Tanzânia
vocês não imaginam como foi estranho voltar a frequentar lugares como este - uma sala de embarque - sem máscaras

Covid na Tanzânia
mesmo nos mercados cobertos, ambientes fechados, não se via ninguém de máscara

Covid na Tanzânia

Covid na Tanzânia
e aglomerações não faltam!

Veja bem: isso NÃO é apologia ao não-uso de máscaras (no Brasil, onde o uso de máscaras é obrigatório, eu defendo que todos usem máscaras), mas é, sim, apologia ao respeito aos costumes dos seus anfitriões

Nunca a regrinha simples "na Tanzânia, faça como os tanzanianos" fez tanto sentido. 

Ou tu achas que é divertido passar as férias inteiras ouvindo sermão dos locais sobre como é desnecessário usar máscaras na Tanzânia? Essa é a tua ideia de diversão - ficar discutindo com os tanzanianos, querendo 'ensinar' a eles o que é certo, na TUA concepção???

Deve haver algum motivo pelo qual NENHUM turista insiste em usar máscaras depois de 1 ou 2 dias no país, né?! Mas se, mesmo assim, você quiser insistir, depois me conte quantos dias - ou melhor, quantas horas - durou a sua determinação em usar máscaras na sua viagem de férias pela Tanzânia hehehehe...

Vou replicar aqui também algumas mensagens que recebi sobre o assunto e que achei pertinentes:

"O povo aí já nasce imune a doenças futuras...coitados! É triste, mas pra quem convive com risco de cólera e ebola...covid 19 é frescura!"

"Realmente, na África foi onde teve menos casos de covid 19, a população é vermifugada de tempos em tempos, não sei ao certo quantas vezes ao ano, com ivermectina."

"Ninguém sabe por que, mas o covid não fez estrago na África subsaariana."

"Existem algumas teorias de uso da invermectina ou de outros medicamentos regulares que eles fazem para doenças comuns da região que previnem, já ouvi sobre estes estudos que estão sendo feitos sim, porque realmente há uma percepção de que a África está sendo menos infectada do que os demais continentes..."

"Tenho uma amiga que está morando um tempo no Quênia e sobre isso ela me disse uma coisa que faz muito sentido: esses países estão acostumados com surtos de doenças muito piores e mais perigosas, como a malária, AIDS, ebola, então é como se um vírus desses, pra eles, realmente não é grande coisa! Acho que também eles podem ser mais resistentes/terem mais preparo, por estarem mais acostumados com todas essas outras doenças."

Covid na Tanzânia
no início da viagem pela Tanzânia, o Peg bem que insistiu em usar máscara, mas as mulheres Maasai ficavam insistindo que ele tirasse, que não precisava usar, que não queriam falar com ele de máscara...e então a máscara acabava passando mais tempo na mão do que no rosto 😞

Turismo na Tanzânia em tempos de Covid

É óbvio que cada um é livre para decidir se deve viajar ou não em tempos de pandemia. 

Se nós pudéssemos adiar o período das nossas férias, teríamos adiado, mas essa não era uma possibilidade: ou viajávamos agora, ou passávamos as férias em casa. Por essa razão, decidimos assumir os riscos, para não 'perder' as férias trancados em casa. 

E também por isso escolhemos um lugar para viajar onde os riscos relativos ao Covid fossem mínimos - sentíamos que estaríamos certamente mais seguros na Tanzânia do que no Brasil. 

Foi complicado no pre-viagem, como eu contei aqui - como é fazer o exame de Covid no Aeroporto de Guarulhos - mas durante a viagem foi tudo muito tranquilo!
 
E é claro que todo mundo é livre para criticar e pensar o que quiser - eu só fico chateada mesmo quando brasileiros sem a menor noção da vida real na África fazem críticas típicas de pessoas ignorantes. 

Se me criticam, tudo bem, mas criticar os tanzanianos por estarem tentando sobreviver é ridículo - mais ainda quando a crítica vem de gente que nunca colocou o pezinho na África Oriental!

É muito diferente a situação de pessoas que recebem auxílio do governo e estão conseguindo sobreviver assim à pandemia - como acontece nos EUA, Europa ou até no Brasil - dos povos africanos que não têm esse "luxo" e precisam trabalhar hoje para comer hoje

Desculpem a minha irritação, mas é sério...ouvi tanta bobagem inbox durante esta viagem que preciso falar...fico impressionada com a "empatia" (ironia 'mode on') de quem critica os tanzanianos por estarem ignorando o Covid - lá, a preocupação maior é o que comer hoje, e não a possível doença de amanhã.

E, sem o turismo, muitos deles não comem 😒

O Charles, excelente cozinheiro do nosso safari (em novembro), depois que demos a gorjeta, no final do safari, nos contou que era a 1ª vez que ele conseguia trabalhar desde março, e que esse $$ teria que render até eles conseguirem o número de turistas suficientes para formar um novo grupo de safari 😟

É uma situação desesperadora. 

Covid na Tanzânia
quando a preocupação é só sobreviver ao dia de hoje...

Covid na Tanzânia

Covid na Tanzânia
os mercados não podem fechar, as cenouras precisam ser vendidas

Covid na Tanzânia
para quem depende do turismo para sobreviver ao dia de hoje, ficar em casa não é uma opção...

Antes de abrir a boca para criticar, é mais adequado ir conhecer a vida real de quem depende do turista de hoje para jantar hoje

Porque nem tudo na África é "safari bacaninha de rico" (expressão que inventei com algumas amigas para distinguir os safaris chiques e caros dos safaris 'baratinhos' acampando, como o que nós fizemos). 

E eu espero ter mostrado suficientes doses de realidade durante a nossa viagem para não deixar ninguém com a impressão equivocada que se tem quando se acompanha aquelas viagens estilo super luxo de alguns blogueiros e Instagrammers que pagam U$ 1500 por uma noite de 'lodge' e vivem numa realidade paralela no continente africano. 

Muitas pessoas me dizem que as nossas viagens parecem divertidas, cheias de aventura...e, de fato, cada um faz a sua viagem, não é? Dá bem para ir à Tanzânia e praticamente nem VIVER a Tanzânia, dependendo do tipo de turismo que a pessoa fizer...

Conheço várias pessoas que foram a Fez (Marrocos) e ficaram hospedadas fora da Medina, só entrando lá dentro com guia! Conheço pessoas que viajaram pela Índia praticamente "imunes" à Índia, sem ter sequer uma diarréia (o famoso 'Delhi belly'), se hospedando em palácios de marajás e comendo apenas em restaurantes internacionais. Já teve até gente que me disse ter viajado pela Ásia sem nunca usar um 'squat toilet'!

Cada um faz a sua viagem, é verdade, mas eu espero não ter contribuído para uma ideia equivocada de que tudo na África é mar em 50 tons de azul e girafas e elefantes pelas estradas, por que a realidade do dia-a-dia no continente africano não pode estar mais distante disso 😬

A vida lá é muito - mas muitoooo - difícil, e eu entendo perfeitamente que eles tenham escolhido sobreviver 1º à miséria, para depois, eventualmente, se preocupar com mais um vírus, de tantos que eles já enfrentam. 

Antes de criticar pelas redes sociais - e fazer um papel ridículo - se faça um favor e vá conhecer ao vivo, e de perto. Até porque só se pode criticar o que se conhece. 

Covid na Tanzânia
as escolas estão funcionando normalmente na Tanzânia

Covid na Tanzânia
na Tanzânia, faça como os tanzanianos - essa é a minha regra, em qualquer lugar onde eu esteja

Precisa exame negativo de Covid para entrar na Tanzânia?

Apesar de tudo o que escrevi acima, sobre como a Tanzânia está praticamente ignorando a existência da pandemia de Covid, uma coisa é certa: as autoridades da vigilância sanitária estão sim exigindo exames de Covid com resultados negativos dos turistas que chegam ao país!

Embora o governo diga que não exige, embora as embaixadas e consulados da Tanzânia afirmem não ser necessário, embora os sites informem que não precisa apresentar teste de Covid negativo para entrar no país, nós 'entramos' na Tanzânia 3 vezes, por 3 pontos diferentes, e nas 3 vezes nos pediram para ver nossos exames PCR de Covid negativos! 

Primeiro desembarcamos no Kilimanjaro Airport na Tanzânia, vindos de Doha, no Catar, depois fomos ao Quênia e voltamos à Tanzânia pelo posto de controle fronteiriço terrestre de Namanga e, por último, desembarcamos no Aeroporto de Zanzibar - nestas 3 oportunidades as autoridades de vigilância sanitária nos solicitaram passaportes, comprovantes de vacinação de febre amarela, exames negativos de Covid, cartões de desembarque preenchidos com informações de saúde e nos tiraram a temperatura!

Covid na Tanzânia
formulário de saúde que deve ser preenchido no desembarque na Tanzânia

Covid na Tanzânia
ao cruzar a fronteira da Tanzânia para o Quênia, a gente começa a ver as primeiras pessoas usando máscaras


Covid na Tanzânia
nos aeroportos da Tanzânia, eles até tentam fazer de conta que estão tomando medidas sanitárias de precaução à pandemia...

Covid na Tanzânia

Então, como eu disse acima, embora TODO MUNDO diga que não é necessário apresentar exame negativo de Covid para entrar na Tanzânia, eles nos exigiram a apresentação dos testes 3 vezes, em 3 lugares diferentes, então simplesmente não dá para confiar nessas informações 'oficiais' - o mais garantido é ter sempre os exames em mãos!

E mais: não exigiram de nós por sermos brasileiros! 

Eles estavam exigindo de todos os turistas na fila! Inclusive o alemão que estava na nossa frente não tinha o exame de Covid e foi levado para uma salinha - se deixaram ele passar ou não, eu não fiquei sabendo, mas eu não queria ter sido levada para aquela salinha...

Covid na Tanzânia
de acordo com o site da IATA, que é o utilizado por todos os agentes de viagens, e considerado super confiável e bem atualizado, para entrar no Quênia é necessário apresentar um certificado médico com resultado negativo para o teste PCR de Coronavirus

Covid na Tanzânia
conforme esse mesmo site, não seria necessário apresentar o exame para entrar na Tanzânia - e mesmo assim exigiram de nós, não apenas uma, mas 3 vezes! 

Covid na Tanzânia
as agências de viagens da Tanzânia também afirmam nas redes sociais que os exames de Covid não são necessários para entrar no país - #sqn

Aí, se exigirem de você, o que você vai fazer? 

Vai ficar batendo boca nos aeroportos com os médicos da vigilância sanitária da Tanzânia, dizendo que 'os sites oficiais' afirmavam não ser exigido o exame negativo?? 

Não, né...melhor se garantir e já levar os exames de Covid na mochila!  

Expliquei aqui como fizemos os nossos exames de Covid no Aeroporto de Guarulhos antes de embarcar: Como é fazer o exame de Covid no Aeroporto de Guarulhos

Covid na Tanzânia
quem embarca na Tanzânia nos voos da Qatar Airways não precisa apresentar testes negativos de Covid-19 - nesse momento realmente não nos pediram testes para embarcar

Alguém aí esteve recentemente na Tanzânia? Conte pra gente como foi, se conseguiu usar máscara e quais foram as suas impressões!! Deixe as suas dicas nos comentários!

Para mais dicas da nossa viagem pela Tanzânia, Zanzibar e Quênia, veja #LipenaAfrica#PVnoQuenia e #PVnaTanzania nas redes sociais. 

Também fiz várias pastas de destaques desta viagem lá nos stories do Instagram, dê uma espiada lá!

Veja aqui nosso 1º vídeo desta viagem maravilhosa pela Tanzânia para despertar o seu apetite viajante:



Para ler mais sobre as nossas viagens pelo continente africano, clique em África.



Não esqueça de curtir a nossa fan page no Facebook para acompanhar nossas aventuras!

Assista todos os nossos mini vídeos neste link do Facebook, e os vídeos completos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:


coronavírus Tanzânia

coronavírus Tanzânia


Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

2 comentários:

  1. Excelente seu relato. Obrigado por dispor do seu tempo para compartilhar suas experiências.
    Concordo com cada palavra sua sobre covid na Tanzania.
    Tive apenas uma dúvida: como você fez o PCR para voltar ao Brasil?
    Estou com viagem marcada prá lá, e estou devorando seu conteúdo. Obrigado. 😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denis, felizmente nós não precisamos fazer o PCR para voltar, pois viajamos em novembro, e essa exigência só passou a existir no final de dezembro. Sei de pessoas que já fizeram o teste em Arusha, em Dar Es Salaam, em Stone Town e até no Ngorongoro! Vais ter que descobrir qual lugar é o melhor pra ti e pesquisar laboratórios que façam! Depois me conta!

      Excluir