6 de outubro de 2016

Mt. Revelstoke, Glacier e Yoho National Parks - os parques nacionais menos conhecidos que são o filé das Montanhas Rochosas Canadenses

Quando se fala das Montanhas Rochosas Canadenses, quase sempre as pessoas estão tratando de BanffLake Louise, a Icefields Parkway ou Jasper, as "jóias da coroa" dos parques nacionais canadenses, que já protagonizaram muitos filmes, documentários, programas de tv e inclusive posts aqui no blog

O que muita gente não sabe, contudo, é que o verdadeiro filé das Montanhas Rochosas Canadenses são justamente os parques nacionais menos conhecidos da região: Mt. Revelstoke, Glacier e Yoho National Parks, além de Kootenay e Waterton Lakes National Parks - estes 2 últimos nós infelizmente não tivemos tempo de visitar e certamente teremos que voltar ao Canadá em razão deles!

Eu mesma comecei esta (interminável) série de posts denominada Pacific NorthWest escrevendo sobre esses parques mais famosos: 

Banff e Lake Louise - as 5 melhores atrações pagas no Banff National Park
Banff e Lake Louise - 20+ atrações gratuitas no Banff National Park
Agora que todos nós já nos satisfizemos com o aperitivo, chegou a hora de experimentar o filé, e neste post eu vou contar a vocês o que nós vimos e aprendemos na nossa rápida passagem por lá. 

Mt. Revelstoke national park

rv

mt revelstoke

motorhome canada

Quanto tempo?

Desde já, aviso que o ideal seria ter no mínimo 3 dias para passear pelas principais atrações dos 3 parques nacionais mencionados neste post (um dia para cada um deles) - além de Banff Jasper que, imensos que são, merecem pelo menos uma semana para que se possa vê-los decentemente (os dois). 

Para fazer uma viagem pelos 7 parques nacionais das Rochosas Canadenses - Banff, Jasper, Yoho, Kootenay, Glacier, Mt. Revelstoke e Waterton Lakes - você precisa de no mínimo 2 semanas, sem qualquer exagero! 

E veja que eu nem mencionei ainda os parques provinciais, que também abundam na região! 


Diário de bordo

Feitas essas observações iniciais, vamos às minhas anotações do diário de bordo? 

Quando voltamos ao Canadá, depois do nosso "tour" por Washington State, nos EUA, que envolveu 3 incríveis parques nacionais, tínhamos a idéia de ir pernoitar em Revelstoke, para encurtar a Km do dia seguinte (que seria longo), num total de 400Km de Omak, nos EUA, até Revelstoke, no Canadá. 

Leia também:

Olympic National Park, em Washington State - modo de usar
North Cascades National Park - nosso guia para sua visita ao parque nacional

Mas, como no dia anterior já tínhamos nos atrasado na programação e saímos do North Cascades National Park, muito antes de Omak (que era o planejado), não deu para chegar até Revelstoke

Acho que este foi um dos dias de viagem de motorhome em que fizemos uma das maiores quilometragens - no total, deu mais de 450Km entre Washington Pass, nos EUA, onde começamos o dia, e Sicamous, no Canadá, onde pernoitamos esta noite, passando por Winthrop (a cidade de faroeste), a fronteira, e ainda as cidades do Vale do Okanagan, que foram uma bela surpresa! 

okanagan valley



Revelstoke

Acabamos pernoitando então em Sicamous, como contei no post anterior, mas seguem, de qualquer modo, as informações sobre dump stations (esgotamento sanitário) que eu havia pesquisado para Revelstoke, que fica alguns quilômetros adiante e é considerada a "porta de entrada" para o parque nacional de mesmo nome: 

Revelstoke Municipal Public RV Dump Station – Free, on the Business Frontage Road, 300 meters east of the entrance to the Shell Gas Station and Super 8 Motel. 

Latitude: 51.009 - Longitude: -118.213. 

Easy access pull through; garbage disposal - potable and rinse water (non-potable) available.

BC Frontier Restaurant and Gas Station – Free with fuel fill up, Trans Canada Hwy (Hwy 1) and Hwy 23 North.

Latitude: 51.012 - Longitude: -118.212.

Estávamos muito felizes por voltar à região dos parques nacionais nas Montanhas Rochosas Canadenses, embora a nossa viagem de motorhome estivesse quase acabando! 

Veja aqui nosso roteiro (que você pode separar e fazer "por partes"): roteiro de 26 dias pelo oeste do Canadá, das Montanhas Rochosas a Vancouver Island, incluindo Seattle e arredores




Passe para visitar os parques nacionais

Ali nós voltamos a usar nosso Parks Pass

Já escrevi sobre ele, mas não custa explicar novamente como funciona:

As cidades de Banff, Lake Louise, Jasper, Field, Golden e Revelstoke, dentre outras, estão dentro de parques nacionais, e é preciso pagar tarifas diárias para circular por estas áreas. 

Só é dispensado das tarifas quem passa direto nas estradas dentro dos parques, sem paradas, mesmo porque uma boa parte dos parques é cortada pela rodovia TransCanada, que atravessa o país de um lado a outro!! 

Os passes podem ser adquiridos online ou nas portarias do parques. A grande vantagem de comprar online é passar reto nas portarias, sem pegar filas. Você vê as cabines de cobrança e passa pela pista ao lado. 

Eles dão um comprovante que você tem que colar no para-brisa do motorhome (ou carro), válido para todos os parques nacionais (BanffJasperYohoKootenayGlacier Mt. Revelstoke). 

As tarifas custam CAD$9.80 (adulto), CAD$4.90 (6 a 16 anos), CAD$8.30 (+ de 65 anos) e CAD$19.60 (para até 7 pessoas no mesmo carro ou motorhome). 

valor é multiplicado pelo número de dias que você fica no parque. Se você planeja permanecer em áreas dos parques 7 dias ou mais, compre o passe anual, que dá direito a entrar em atrações operadas pela Parks Canada, como por exemplo a Cave and Basin, em Banff. 

Os preços são CAD$67.70 (adulto), CAD$33.30 (6 a 16 anos), CAD$57.90 (+ de 65 anos) ou CAD$136.40 (para até 7 pessoas no mesmo carro ou motorhome).

Os lugares onde verificaram nosso passe foram na chegada em Lake Louise (tinha um fiscal no estacionamento do lago) e numa cabine na estrada, logo que saímos de Lake Louise e pegamos a Highway 93 - Icefields Parkway. Mas saiba que, em tese, você pode ser interpelado a qualquer momento e em qualquer lugar por um fiscal solicitando seu Parks Pass.

Nós agradecemos à Parks Canada e ao escritório de turismo Banff & Lake Louise pela gentileza de nos concederem um passe válido por um mês para circularmos por todos os parques da região. 

Foi ali que iniciamos a nossa volta para Calgary - de Revelstoke ao Stoney Nakoda Resort e Casino, onde pernoitamos, são 335Km, e contando os desvios dos passeios que fizemos dá mais de 400Km rodados!

Leia também sobre as 2 opções de hospedagem que utilizamos para a região de Calgary:

HI Calgary City Centre - hospedagem BBB em Calgary, Canadá
Stoney Nakoda Resort e Casino - entre Banff e Calgary, um hotel com atrações para crianças e adultos

canada parks


1. Mount Revelstoke National Park 

Saímos do nosso free camping em Sicamous no posto de combustíveis 'Husky' e andamos uns 70Km por uma estrada linda, cheia de lagos refletindo as montanhas ao redor, até chegar à cidadezinha de Revelstoke

A cidadezinha tem um centrinho fofo e a placa indicando a Meadows in the Sky Parkway fica bem pertinho da entrada da cidade. É uma estrada de 26Km cuja entrada fica 1,5Km a leste de Revelstoke, off Hwy 1. 

Acredito que esse "desvio" seja a principal atração do Mt. Revelstoke National Park, uma daquelas estradinhas de tirar o fôlego. 

Mount Revelstoke National Park



Giant Cedars Boardwalk

A placa de entrada/saída no parque nacional fica mais adiante, e logo vocês encontrarão 2 boardwalks (passarelas) de árvores gigantes. 

Paramos para conhecer a segunda, Giant Cedars Boardwalk, linda! 

É uma passarela (com degraus) entre as árvores gigantes, com uma vegetação incrível que cresce na sombra dessas árvores, formando um carpete verde. Avisos da presença de ursos por todos os lados, fique ligado! 

Logo tem a placa de entrada/saída do parque nacional, que nos pareceu ser bem pequeno. 

Rodamos no máximo uns 20Km dentro do parque, pela Highway 1. 

Baita movimento de carros e motorhomes na estrada, que é linda, com montanhas muito verdes e riachos lindos correndo ao lado (da estrada). 

Giant Cedars Boardwalk




Giant Cedars Boardwalk

Giant Cedars Boardwalk

Giant Cedars Boardwalk


2. Glacier National Park

Poucos Kms depois de sair do Mt. Revelstoke National Park, aparece a placa que anuncia a entrada/saída no Glacier National Park

Sim, como falei antes, essa região é "tapada" de parques nacionais!

Picos lindos nevados na estrada. 

As principais atrações são Hemlock Grove BoardwalkRogers Mountain Pass - um mirante com placas comemorativas da inauguração da Rodovia Transcanadense. 

Neste ponto da estrada, muda o fuso horário, e ali nós adiantamos o relógio em uma hora! 

Depois de sair do Glacier National Park, andamos muitos Kms até Golden, e depois de passar pela cidadezinha de Golden, mais muitos Kms até a entrada do Yoho National Park

Aliás, vale dizer que Golden é considerada uma ótima base caso você queria visitar estes parques nacionais. 

A maioria das pessoas fica em Banff e faz daytrips até estes parques, mas esta definitivamente não é a melhor opção, pois Banff é mais longe deles e mais cara que Golden










Glacier National Park




3. Yoho National Park

Yoho, na língua indígena local, significa "deslumbrante", e esse é um adjetivo adequado para descrever a região, cheia de lagos, cachoeiras, animais selvagens, montanhas e formações rochosas inesperadas. 

Mais alguns Kms circulando pelo Yoho National Park e finalmente chegamos à tão esperada entrada da estrada que vai até o Emerald Lake - outro desvio de 20Km roundtrip a norte da Hwy 1, que vale muito a pena! 




Ponte natural no Rio Kicking Horse

No caminho para o lago, não deixe de parar para ver a ponte natural sobre o Rio Kicking Horse, um rio que corta todo o parque nacional, margeando a estrada de ferro construída em 1880. 

É um lugar espetacular, resultado de séculos de erosão das rochas - veja as fotos abaixo:

   
 



Kicking Horse river


Kicking Horse river natural bridge
 
yoho

Kicking Horse river yoho park
 


Emerald Lake 

Mas, ainda mais espetacular, é o Emerald Lake, um dos lugares mais estupidamente bonitos que jamais imaginei ver! Um daqueles lagos que é um colírio para os olhos e para a alma - ou, eu diria até, daqueles lugares que fazem os olhos doer, de tanta "verdura" :)

Aliás, acho que nem preciso explicar o porquê do nome do lago, né?

Nós conhecemos, nesta viagem, todos os lagos mais famosos do CanadáLake Louise, Peyto Lake, Lake Minnewanka, Moraine Lake - e claro que não dá para dizer qual é o mais bonito, já que são todos bem diferentes entre si e igualmente fantásticos, mas o Emerald Lake certamente está entre os top 3!

Emerald Lake Canada




 
 
Emerald Lake Canada


Emerald Lake Canada
 


 
foto de casamento!

amei a beca do noivo!




 


 



 
Field

Volta-se de Emerald Lake pela mesma estrada que você foi e, logo adiante - uns 800 metros, está Field

Nós paramos ali para almoço no playground na beira da praia (laguinho) no Visitor Centre, que fica bem na entrada da cidadezinha. 

É uma cidade bonitinha que vale uma voltinha e o Visitor Centre é excelente e tem wifi

Trata-se de um bom lugar para parar como nós, para um piquenique, ou então, assim como Goldené considerada uma ótima base caso você queria visitar o Yoho National Park - é mais perto e mais barata do que Banff














field_canada_visitor_centre




Spiral Tunnels - Túneis em espiral

Pouquinhos Kms depois, paramos nos espetaculares Spiral Tunnels, onde você pode assistir os trens passando pelos túneis a partir da principal plataforma de observação, no lado norte - esquerdo - da estrada. 

Demos sorte de chegar bem na hora que um trem estava passando! 

Pena que não lembrei de descer do motorhome com uma máquina com um bom zoom, e acabei tirando fotos apenas com celular sem um zoom decente, que ficaram péssimas! 

É uma obra de engenharia inacreditável!

Mais adiante, vocês ainda encontrarão a Takakkaw Falls Road, a leste de Field, na Hwy 1, que leva a uma cascata de 254m de altura.  

No caminho para a cascata, tem um outro Spiral Lookout e o Meeting of the Rivers, onde se encontram as águas dos rios Kicking Horse e Yoho


a foto ficou ruim, mas dá para ver o trem entrando num dos túneis encravados na montanha!



Túneis em espiral

Túneis em espiral

De volta a Alberta

Poucos Kms depois, você sai do Yoho National Park e chega em Alberta e ao Banff National Park

Ali é a divisa entre as províncias de British Columbia Alberta: os parques nacionais de Mt. Revelstoke, Glacier, Yoho e Kootenay ficam em BC, e os parques de Banff e Jasper ficam em Alberta. 

Passamos novamente por Lake Louise e seguimos pela Highway 1, a Trans-Canada, com suas passarelas para os animais cruzarem por cima da estrada! De novo o tempo estava muito nublado por lá!

De volta às Montanhas Rochosas Canadenses, de volta ao tempo nublado, de volta às paisagens escandalosamente lindas (como se todo o resto do nosso roteiro não tivesse sido escandalosamente lindo!!!). 

Pouco antes de chegar em Banff, ainda paramos no mirante dos Vermillion Lakes

Tínhamos planos de esticar até o Marble Canyon, que é a grande atração do Kootenay National Park, mas a estas alturas já estávamos cansados e decidimos seguir viagem direto até o Stoney Nakoda Resort e Casino, onde íamos pernoitar antes de pegar o voo, no dia seguinte, que nos levaria ao Alaska

Continuamos até Canmore - onde paramos para comer no McDonald's e descobrimos por acaso que, exatamente ali ao lado, tem um Municipal Camping com uma ótima dump station grátis. 

De lá, continuamos então direto até o nosso hotel daquela noite, o Stoney Nakoda Resort e Casino, que fica 72Km/50min ANTES de chegar a Calgary.



Observações importantes

Não deixe de confirmar todas as informações acima antes da sua viagem. 

Os preços mudam (para cima, infelizmente!), e os horários variam muito dependendo da época do ano - todas as informações que pus no post são relativas ao verão canadense de 2015, quando estivemos lá. 

Na época, a cotação do dólar canadense era de R$ 2,49 = CAD$ 1. A maioria dos preços informados não inclui taxas.  

No próximo post, continuamos viagem com o nosso diário de bordo no Canadá - não saia daí! 

Você já esteve em British Columbia ou AlbertaConte para a gente como foi, deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas nossas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só clicar na # e ver tudo o que postamos sobre cada lugar:

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!

* Agradecemos aos órgãos oficiais de turismo de Banff e Lake LouiseJasperWhistlerVancouverVictoriaPort TownsendSeattleBC Ferries e Parks Canada pelos ingressos cortesia, passes, passagens, diárias de campings e todo apoio na organização da nossa viagem.


Veja o vídeo com o resumo desta viagem aqui:



Não vai viajar de motorhome? Precisa reservar um hotel?

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:


 

Nós recomendamos a Rentalcars para aluguel de carros:



Dicas gerais, planejamento e organização da viagem


Montanhas Rochosas


Vancouver e arredores 

Victoria e Vancouver Island


Seattle e arredores


Todos os posts sobre os Estados Unidos.

Todos os posts sobre o Canadá.

Todos os posts sobre o Alaska

Todos os posts sobre esta viagem estão em Pacific NorthWest, como é conhecida essa região do mundo!


Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante.

Você também nos encontra aqui:


6 comentários:

  1. Lindo! Mágico, e a água desses lagos, que coisa mais maravilhosa. Viajo através das tuas fotografias e comentários! Obrigdo por dividir com a gente. Abraço

    ResponderExcluir
  2. Emerald, o meu preferido de todos!! Lembro até hoje que naquele dia pegamos sol, chuva, neve... hahaha
    Aí quando chegamos saiu um baita solzão, já era fim de tarde e quase não tinha ninguém lá. Alugamos o barquinho e passamos umas das horas mais incríveis de toda a viagem!!

    Os outros não conhecemos, vai ficar pra quando a gente voltar lá...
    :)
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o clima lá é bem assim mesmo, Marcela, cada 10 minutos muda!

      Excluir
  3. Sensacional.
    Obrigado pelas informações e belas imagens.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...