3 de outubro de 2015

Peyto Lake, free camping e o perrengue do ano

Como comentei no post anterior, escrevi um Guia da Icefields Parkway, conhecida como "a estrada mais bonita do mundo", nas Montanhas Rochosas do Canadá, e é lá que fica um dos lagos mais incríveis que nós já conhecemos, o Peyto Lake

Como é impossível colocar detalhadamente todas as atrações desta estrada maravilhosa em um único post, resolvi escrever um post só para contar da nossa visita ao Peyto Lake, tão maravilhosa quanto assustadora - porque foi neste passeio que nós levamos um dos maiores sustos das nossas vidas, e certamente vivemos o perrengue do ano: um encontrinho em close up com um urso pardo numa trilha! 

Fizemos muitos passeios e trilhas ao longo desta estrada maravilhosa, sobre os quais eu contei em (muitos) detalhes no Guia da Icefields Parkway, mas como esta história é do time daquelas que queremos que cheguem aos nossos tataranetos, ela merece um post especial, não é?

Veja abaixo o vídeo que fizemos com a "versão do Peg" desse encontro fatal (fatal para as cuecas dos participantes, digamos...):



Vindos de um dia cheio de aventuras em Lake Louise, seguimos viagem para o norte, pela Icefields Parkway (Highway 93 North), em direção ao Columbia Icefield Jasper, no Jasper National Park

Passando o Bow Lake, chegamos àquele que, eu já sabia, seria um dos lagos mais bonitos da viagem, e eu estava empolgadíssima para vê-lo!

Em Bow Summit, entramos na estrada à oeste (esquerda) e seguimos até o estacionamento do Peyto Lake Viewpoint


Esse é o melhor local de onde ver esse lago impressionante, e trata-se de uma caminhada pavimentada de 15 minutos desde o estacionamento, bem fácil. 

Ok, até tem uma subida, mas é light

Recomendo usar repelente, tinha muitos mosquitos na trilha, que é em meio à floresta.  



Depois de um dia cheio de passeios (lembre-se que começamos o nosso dia lá em Lake Louise), já estávamos cansados, mas eu não queria esperar até o dia seguinte para ver o Lago Peyto (leia-se "pee toe"). 

E valeu a pena: o mirante fica localizado em uma posição estratégica de onde se vê praticamente o lago inteiro e as montanhas e florestas ao redor. 

Chegamos lá no final da tarde, momento do pôr do sol, e era uma visão do paraíso, como vocês podem comprovar nas (muitas) fotos abaixo:







pronuncia-se 'pee toe'

Depois de ficar quase uma hora lá no mirante, tirando muitas fotografias e curtindo aquela paisagem dos Deuses, o Peg e o Lipe resolveram voltar para o motorhome, pois fazia muito frio (em pleno verão!), enquanto eu decidi ficar mais um pouquinho ali terminando um time lapse que eu estava fazendo. 

Olha o time lapse (que ficou bem curtinho) aqui

Como alguns de vocês, que acompanham as nossas redes sociais (pô, não acompanha ainda???), já sabem, no retorno para o motorhome o Peg e o Lipe tiveram um encontrinho na trilha com urso pardo (o 5º da viagem)! 

Não preciso dizer que foi o maior susto da vida, né?!?

Eu, lá do mirante, a uns 10 minutos de distância, só escutei os urros de horror do Peg, e não sabia se corria para alcançá-los ou se fugia para o outro lado!

Claro que, depois de uma hesitação de alguns segundos, saí correndo atrás deles, apavorada com o que podia ter acontecido com o Lipe - sério, maior perrengue da vida, gente!

Por sorte, como falei, a trilha era de 15 minutos apenas - e eu fiz em uns 3 minutos na volta kkkkkk...quando cheguei no estacionamento, estavam os dois bem trancados dentro do RV, brancos e em estado de choque. Bem, pelo menos o Peg estava em choque hahaha...

Ou, melhor ainda, veja este vídeo, em que o nosso pequeno viajante conta como foi o seu encontro em close-up com um urso pardo de 300Kg - sim, sobrou pro Lipe contar a história, porque o Peg ficou umas 2 horas speechless, olhos vidrados, como eu nunca tinha visto ele antes. 

Teve que jogar a cueca fora, em resumo :(


eles bem que avisam...

A nossa idéia inicial, para aquele dia, era seguir viagem até os arredores de Saskatchewan River Crossing, que fica a, aproximadamente, 80Km de Lake Louise, mas, depois deste "encontrinho", ninguém tinha mais condições de pegar a estrada. 

Além disso, já havia anoitecido quando nos recuperamos do choque inicial, e nem sabíamos se seria possível encontrar um bom local para free camping mais adiante, então resolvemos ficar ali mesmo, no maravilhoso estacionamento de Peyto Lake (sim, maravilhoso para free camping, bem planinho kkkkk). 


Logo na chegada, eu já havia "inspecionado" o local e não havia NENHUMA placa proibindo o free camping ali - o que é bem estranho, porque sempre há uma placa proibindo camping nestes estacionamentos que ficam dentro de parques nacionais. Daí, concluímos que, se neste raro estacionamento não havia uma placa proibindo, poderíamos ficar tranquilos ali. 

Olha bem - não estou recomendando que você passe a noite ali no seu RV - nem sei se realmente não é proibido (afinal, é um parque nacional!). Só estou relatando a NOSSA experiência, ok? 

Deu tudo certo e, no dia seguinte, quando nos acordamos, mais calmos (embora os pesadelos), espiei pela janela e haviam outros 2 motorhomes dormindo ali também :)


Não preciso dizer que, embora o cansaço, passamos toda a noite alertas e pensando no que faríamos se, numa hipótese muito remota e improvável, o maldito urso viesse xeretar no nosso RV durante a madrugada...

Aí vocês devem estar pensando: "mas porque eles não se mandaram logo de lá?"

Ora gente, simplesmente porque não tem pra onde correr! Ao longo destes parques nacionais, em qualquer lugar em que você esteja, certamente haverá um urso por perto. Eles estão por todo lado, é o habitat deles - nós é que somos os "intrusos" por lá! Em apenas 2 dias de viagem, já havíamos visto nada menos que 5 ursos! Tenha sempre isso em mente quando for pra lá. 

#secorrerobichopegaseficarobichocome

imagina encontrar um fofinho desses tête-a-tête?

Uma última coisa, pra ninguém ficar pensando que somos loucos idiotas irresponsáveis: sim, nós havíamos estudado direitinho o que deveríamos fazer no caso de um encontro com um urso - só não tínhamos tido oportunidade ainda de comprar um spray - mas fala sério, gente! Parece até piada pensar que é possível ver um animal daqueles e "ficar em silêncio", "deitar-se no chão" e "fingir-se de morto"! 

Se você quiser saber direitinho como se comportar em habitats de ursos, leia esse post dos Nerds Viajantes

Para mim, a melhor dica é muita reza e dedos cruzados!!!

No dia seguinte, fomos de novo ao Peyto Lake Viewpoint - desta vez, pelo estacionamento de cima, que é só para ônibus

Como estávamos cagadinhos de medo, digo, um pouco temerosos de pegar a trilha maldita de novo, sabendo dos ursos que nos espreitavam por lá, achamos por bem nos revezar e ir um de cada vez, pela trilha de cima, enquanto o outro ficava lá no estacionamento de ônibus, caso fosse necessário tirar o RV de lá (não queríamos arriscar ter o RV guinchado e ficarmos lá à deriva, abraçados nos peludões, né?!?). 

Por ali, a trilha é pavimentada também, perfeita para cadeirantes (e carrinhos!), e são apenas uns 50 metros. É a trilha feita sob medida para os ônibus de excursão :)

Esse "retorno no dia seguinte" foi bom por 2 motivos - eu sou da tese que, se tu cai do cavalo, tem que subir de novo imediatamente. Não dá pra deixar essas coisas assustadoras te marcarem e te amedrontarem de forma definitiva. Mesmo com "medinho", foi bom voltar lá e vencer o cagaço. 

Em segundo lugar, o dia estava espetacular e foi muito bacana ver o mais bonito de todos os lagos que eu já vi na minha vida inteira em 2 momentos do dia completamente diferentes: no dia anterior, vimos o sol se pondo lá; no dia seguinte, o sol nascendo. 

Não tem como dizer que momento foi o mais deslumbrante - quem vai arriscar um free camping lá?? Só assim você saberá!

Veja aqui o vídeo que eu fiz no day after!

 sunset

sunrise



Observações importantes

Não deixe de confirmar todas as informações acima antes da sua viagem. Todas as informações que pus no post são relativas ao mês de julho de 2015, quando estivemos lá.

Nos próximos posts, continuamos viagem com os nossos diários de bordo da Icefields Parkway e do Jasper National Park - não saia daí! 

E o mais importante - não deixe de ler os outros 5 posts que já escrevi sobre o Banff National Park - além de encontrar lá um resumo de todos os passeios que nós fizemos, você também encontrará como bônus dicas de atrações que nós não pudemos visitar, por falta de tempo!

Quem sabe você não vai lá e conta pra gente o que foi que perdemos?!?



Você já esteve no Canadá? Conheceu as Montanhas Rochosas? Foi ao Peyto Lake? Conte para a gente, deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas nossas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só clicar na # e ver tudo o que postamos sobre cada lugar:

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!


E aí, pronto para reservar a sua estadia nas Montanhas Rochosas Canadenses

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:


 

Nós recomendamos a Rentalcars para aluguel de carros:



Dicas gerais, planejamento e organização da viagem


Montanhas Rochosas


Vancouver e arredores 
Vancouver Harbour Tour da Harbour Cruises - as melhores vistas da cidade Stanley Park Horse-Drawn Tours - como é o passeio de carruagem no parque de Vancouver

Victoria e Vancouver Island


Seattle e arredores


Todos os posts sobre os Estados Unidos.

Todos os posts sobre o Canadá.

Todos os posts sobre o Alaska

Todos os posts sobre esta viagem estão em Pacific NorthWest, como é conhecida essa região do mundo!


Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante.

Você também nos encontra aqui:

7 comentários:

  1. Esse certamente é o maior perrengue das galáxias!! Fala pro Peg que ele está devendo um vídeo contando a versão dele para os "ouvintes da Globo". Agora, a vista valeu o susto! Parada imperdível!

    ResponderExcluir
  2. Gente, que louco isso!!! Não sabia que tinha sido naquela trilha o encontro!! hahhaha
    A gente passou por ali logo depois que tinha nevado, a trilha tava toda branquiiiinha... Acho que os ursos já tinham partido pra um lugar mais quentinho!!! hahahaha

    Demais esse free camping, hein? Bom, eu já aprendi com vocês que se não tem placa proibindo RV, é porque pode RV!! hehheheh Ótimo lugar pra dormir, já to considerando pra próxima aventura!!

    E por mais que a gente saiba de todo o blá blá blá de não assuste o urso, fale alto, não corra, se finja de morto, OI? Duvido que alguém faça isso na hora, POR ÓBVIO que seus instintos fazem você gritar e correr desesperadamente! hahahahahha

    O Peg tá mesmo devendo o depoimento dele!

    :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Estou rindo até agora com seu relato kkkkkkkkk e abismada com tamanha coragem de vocês :) Parabéns !!!!! Já ia esquecendo de dizer que o lugar vale TUDO até lavar a cueca suja do meu marido rsrsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...