3 de agosto de 2016

Como chegar ao Alaska - com direito a um perrengue que veio para o bem

avião para alascaRetomando os posts sobre a nossa viagem ao Alaska, vou contar como foi que chegamos lá, voando Delta + Alaska Airlines

Já expliquei em outros posts sobre a nossa opção de voar até o Alaska, e então não vou repetir tudo aqui - se você ainda não leu, leia antes os seguintes posts para entender direitinho como as coisas funcionam por lá:


O nosso voo, comprado com a Delta Airlines (só porque era o mais barato que encontramos para esse dia, horário e trajeto), saía de Calgary, no Canadá, onde entregamos o motorhome que havíamos alugado para fazer a nossa longa viagem pelos EUA e Canadá. Fizemos uma escala em Seattle e logo chegamos a Anchorage, no Alaska

Na volta, a mesma coisa: Anchorage - Seattle - Calgary.


Detalhes técnicos

Os voos eram assim:

* Calgary YYC - Seattle SEA: saindo 5:35PM - chegando 6:15PM
* Seattle SEA - Anchorage ANC: saindo 7:45PM - chegando 10:15PM
* Anchorage ANC - Seattle SEA: saindo 1:20PM - chegando 5:45PM
* Seattle SEA - Calgary YYC: saindo 6:55PM - chegando 9:30PM

Entre Calgary e Seattle os voos são de apenas 1h40min. Já entre Seattle e Anchorage, são voos de 3h30min


Comprando os voos 

Já contei aqui que, quando fui pesquisar os preços dos voos para Anchorage, no Google Flights, os mais baratos que eu encontrei foram os da Delta Airlines.

Nunca fui muito fã das cias. aéreas americanas que já voei (DeltaUnited American) - em todas os aviões eram apertados e as comissárias meio antipáticas, mas, como somos do estilo que, se for mais barato, voamos até junto com as malas, no bagageiro, nem pensamos 2 vezes e de Delta fomos. 

Só preciso fazer uma ressalva que me surpreendeu negativamente, mesmo sendo macaca velha: a Delta cobra pelas malas despachadas nos voos entre Canadá e Estados Unidos! 

Como eu já tinha voado para os EUA (do Brasil) com a Delta sem cobrança pelas bagagens, nem pensei em verificar essa questão. Em algum momento até li algo no sentido de que eles cobravam por bagagens nos voos domésticos, mas um voo Canadá -> EUA é tudo menos "doméstico", né?!?

Ledo engano! Eles consideram os voos entre os EUA e o Canadá como voos domésticos, e cobram U$ 25 por cada bagagem de até 23Kg!

Claro que eu não fiquei nem um pouco contente ao descobrir isso depois de comprar as nossas 3 passagens, mas mesmo assim concluímos que pagamos menos do que se fôssemos comprar as passagens da Alaska Airlines, mesmo porque a Alaska também cobrava pelas bagagens. 

Eu fiquei meio chateada porque teria preferido 1000 vezes voar com a Alaska Airlines, mas a mão de vaquice economia falou mais alto e, no final, a sorte nos acompanhou até nos perrengues, como sempre nos acontece, quer ver?

alaska_airlines
queríamos muito voar Alaska Airlines - e não é que deu certo???

Ah, o programa de milhagens da Delta é o Smiles

Para pagamento, a única opção disponível era pagar à vista no cartão de crédito. 

Todos os voos entre Calgary e Anchorage fazem conexão na ida e na volta em Seattle - não existem voos diretos entre as 2 cidades.  

Para ficar por dentro de todas as promoções de passagens aéreas, o melhor a fazer é se cadastrar no site Melhores Destinos, que aí você recebe tudo por e-mail! 

Leia mais sobre o assunto: milhas: voar de graça é bom demais!

delta_airlines

Aeroporto de Calgary

Chegamos ao meio dia no ótimo Aeroporto de Calgary, que é super childfriendly

Como já havia comentado quando publiquei o post sobre a Air Canada - nossa experiência com a melhor companhia aérea canadense, na nossa chegada ao Canadá, nos poucos momentos em que estivemos ali, vi não um ou dois, mas vários playgrounds

Além de todos os mini-playgrounds espalhados pelo aeroporto, há uma área chamada SpacePort perto da praça de alimentação que tem até videogames de Lego para as crianças!!! Tudo de graça!! 


Aeroporto de Calgary

Aeroporto de Calgary

E outra coisa que chamou a atenção por ali foi a temática cowboy, tanto na decoração quanto nos locais - vimos vários circulando pelo aeroporto com seus típicos chapéus, até funcionários de companhias aéreas!

É um aeroporto com muitas lojas, free wifi e olha só que maluquice legal: você faz a imigração americana lá, em pleno Canadá! 

Quando chegamos lá nem entendi direito, mas é exatamente isso: passamos pela imigração americana em solo canadense! Quando chegamos em Anchorage, era só pegar as bagagens na esteira e...hello Alaska!!!! A imigração já estava feita :)

Os procedimentos de revista de segurança foram completíssimos - o Peg passou até pelo body scan - nem a água que estava no copinho do Lipe pode passar :(

Aeroporto de Calgary

Aeroporto de Calgary

Aeroporto de Calgary

Aeroporto de Calgary

Aeroporto de Calgary

Pagando pelas bagagens no balcão

Como já contei, as bagagens despachadas são pagas à parte no momento do check-in - separado da passagem aérea. 

Cada uma custou CAD$ 25, e tem que ter dinheiro trocado, eles não aceitam nos balcões cartão de crédito e nem notas grandes. Lá fui eu conseguir troco nos cafés!

Ah, vale lembrar que CAD$ 25 é o preço da 1ª mala despachada. Se você precisar despachar uma 2ª mala, vai pagar CAD$ 35 - sim, a 2ª mala custa mais caro para despachar! 

A regra para o tamanho das bagagens de mão é a seguinte: limite de 114cm entre altura, largura e comprimento - e elas precisam caber no compartimento que fica ali pertinho do check-in para testar (56 x 35 x 23 cm). 

Não tente se fazer de louco com eles que você vai se dar mal e ter que pagar mais CAD$ 35 para despachar a sua bagagem de mão! A Lei de Gérson, do brasileiro malandrinho que quer se dar bem, não está vigente no Canadá :)

delta_airlines

Vendo o Mt Rainier pela janelinha

O avião da Delta no voo entre Calgary e Seattle era bem pequeno, com direito a salgadinho (pretzels) e bebidas. Não tinha televisão e nem lugar para carregar baterias. Atrasou uns 30min. 

Se você puder, neste trecho, sente do lado esquerdo do avião para ter uma visão espetacular do magnífico Monte Rainier pela sua janelinha. 

mt rrainier
Monte Rainier

mt rrainier


Aeroporto de Sea-Tac

A conexão em Seattle, com o atraso do voo desde Calgary, ficou muito curta, e teve correria, o que já não é novidade pra nós! 

Ainda tivemos que pegar o trem no Sea-Tac (Aeroporto de Seattle - tacoma) para ir até outro terminal, mas no final deu tempo!

Dava para ver o Monte Rainier da sala de embarque! Nós havíamos estado no parque nacional na nossa viagem de motorhome pelo estado americano de Washington, e estávamos completamente apaixonados por esta montanha maravilhosa. 

De qualquer lugar que estivéssemos, nós conseguíamos avistá-la! Estou para dizer que é uma das minhas montanhas preferidas no mundo!

O Aeroporto Sea-Tac é moderno e bacana, com muitas lojas. 

A Delta ofereceu U$ 1000 em crédito de passagens para 2 passageiros (U$ 500 para cada um) que se voluntariassem a pegar um voo 1h depois do nosso, por overbooking. Ahhhhh, quando a gente viajava sem criança...


dava para ver o Monte Rainier da sala de embarque!



Voando para o Alaska

O avião já era bem maior neste 2º voo, com 6 poltronas em cada fileira, e tinha tela de tv individual para cada passageiro com um monte de filmes lançamentos. 

O Lipe viu Big Hero e comeu pretzels e peanuts até não poder mais!

A comissária foi bem bacana e deu uns 7 saquinhos de pretzels pra ele kkkkkk...imagina a faceirice do guri!

Também tinha café Starbucks - também, num voo decolando de Seattle seria até uma heresia servir outro café, não é?!? Sabia que essa marca/rede de cafés é originária de lá?

delta_airlines

delta_airlines


delta_airlines

A decolagem em Seattle também teve vista esplendorosas. 

Vimos todo o Lake Washington, com Mercer Island no meio e as duas 2 pontes, onde havíamos estado poucos dias antes, e depois, logo em seguida, as lindíssimas San Juan Islands

Lake Washington - Mercer Island
Lake Washington - Mercer Island

san juan islands
San Juan Islands

Em seguida, estávamos acima das nuvens, e só fomos ter vistas maravilhosas de novo já na chegada ao Alaska, onde pegamos um fim de tarde arrasador nas montanhas com picos nevados por volta das 10PM. Sim, eram 10hs da noite e o sol de agosto ainda brilhava no céu!

A paisagem pela janela do lado direito do avião era de chorar de tão linda. 

Primeiro, mais ao sul, só montanhas e mais montanhas com neve no topo. Depois, mais perto de Anchorage, tudo muito verde e ilhas e mar, uma paisagem desolada, diferente de tudo o que eu já vi. 

Foi interessante acompanhar no mapa de bordo o nosso trajeto e ver o quão perto da Rússia (e o quão longe dos EUA) nós estávamos!!!

alaska
chegando ao Alaska

alaska

alaska

alaska

Chegando em Anchorage

A chegada em Anchorage é muito simples - como já tínhamos feito a imigração americana em Calgary, fomos direto para as esteiras recolher as bagagens e estávamos prontos para desbravar a última fronteira!

Quer dizer, prontos, prontos não...ainda precisávamos pegar o nosso carro alugado no aeroporto!

Leia aqui sobre o carro que alugamos no Aeroporto de Anchorage para a nossa roadtrip pelo Alaska: 

Para ler sobre os hotéis onde nos hospedamos em Anchorage, clique nos links abaixo:



anchorage
chegando a Anchorage

'moose' empalhado que está no livro dos recordes por ter o maior chifre já encontrado

anchorage

Se não desse perrengue, não era nós...

Na volta, o nosso voo de Anchorage para Calgary com a Delta era 1:20PM - 9:30PM, com conexão em Seattle, como contei lá no início:

* Anchorage ANC - Seattle SEA: saindo 1:20PM - chegando 5:45PM
* Seattle SEA - Calgary YYC: saindo 6:55PM - chegando 9:30PM

Mas aconteceu que a Delta resolveu, sem nenhuma explicação, atrasar o nosso voo de Anchorage para Seattle em 2hs e, com isso, perderíamos a conexão em Seattle (que já era apertada!), com hotel e carro alugado nos esperando em Calgary. 

Veja aqui o post sobre o excelente albergue onde nos hospedamos em Calgary:


Nem precisei dar piti no balcão para eles nos colocarem no próximo voo disponível, ainda mais cedo do que o nosso, que era, coincidentemente, da Alaska Airlines!

Acabaram nos colocando no seguinte voo da Alaska: saindo de Anchorage 12:30PM, chegando em Seattle 4:54PM. 

E o mais incrível é que só recebi o e-mail avisando da mudança no horário do voo quando já estávamos no aeroporto, na fila do check-in!

Ainda bem que tínhamos chegado no Aeroporto de Anchorage com bastante antecedência, depois de devolver nosso carro alugado na Hertz com mais de 900 milhas rodadas! 

Se não tivéssemos chegado tão cedo, não teria dado tempo de embarcar no voo da Alaska Airlines!

Depois que a Delta trocou as nossas passagens, ainda tivemos que ir ao balcão da Alaska correndo fazer check-in e despachar as nossas bagagens. 

A Alaska também cobra U$ 25 por mala de 23kg, igualzinho à Delta

alaska_airlines

alaska_airlines

alaska_airlines
ainda bem que chegamos cedo ao aeroporto!

alaska_airlines
Aeroporto de Anchorage

A volta com a Alaska Airlines

Como falei lá no início, somos tão sortudos que a sorte nos acompanha até nos perrengues - afinal, esse mini-perrengue veio para o bem (sim, há perrengues que vêm para o bem, não duvide!), e consegui voar com a Alaska Airlines, que eu tanto queria :)

O avião da Alaska Airlines em que voamos era um 737-700, sem entradas para carregar eletrônicos e nem monitores de vídeo. O Lipe ficou 'de cara' porque havíamos prometido que ele ia poder ver filminhos no avião! 

Serviram um pacotinho de salgadinhos e uma latinha de refrigerante durante o voo, que foi de 3hs. 

Serviu para matar a minha vontade de voar na companhia aérea do Bob Marley kkkkk...vocês já viram aquela figura estampada nos aviões da Alaska? Não é a cara do rei do reggae?? Ou seria um esquimó? Mais provável, né? kkkkk...

alaska_airlines
esquimó ou Bob Marley?

alaska_airlines

alaska_airlines

Sobrevoando glaciares e fiordes

O dia estava simplesmente maravilhoso e que foi praticamente um voo panorâmico do início ao fim!

Na Nova Zelândia, sobrevoamos o Glaciar Fox de helicóptero e foi emocionante pela proximidade - dava para ver os detalhes da geleira, e até pousamos nela. Mas a cena que vimos sobrevoando de avião as geleiras do Alaska foi igualmente impressionante: é simplesmente espetacular ver um rio de gelo inteirinho descendo de uma montanha e terminando no mar. 

Pareciam línguas de gelo lambendo as montanhas, com laguinhos muito verdes salpicados aqui e ali, nos vales entre os picos!

Bem que a vista da minha janelinha podia ser sempre assim! Glaciares e mais glaciares! 

Quando a gente vê a face de uma geleira - num passeio de barco - por exemplo, não consegue ter a dimensão do que são de gigantescos esses rios de gelo, né?? Lá de cima, dá para ver os glaciares inteirinhos, de onde começam até onde terminam!

glaciares no Alasca
glaciares no Alaska

glaciares no Alasca

glaciares no Alasca

Depois de ver o Kenai Fjords National Park num tour de barco, foi incrível vê-lo assim, lá do alto, com aqueles enormes braços de terra invadindo o mar e formando fiordes lindos! 

Kenai Fjords National Park
Kenai Fjords National Park

Kenai Fjords National Park

Kenai Fjords National Park

E ainda sobrevoamos British Columbia inteira, Vancouver, vi Vancouver Island, as Olympic Mountais, e Seattle com a Space Needle, o EMP Museum e até a roda gigante!!!

Foi espetacular. 

Sentamos na última fileira do avião (onde as poltronas não reclinam), do lado direito, com direito à janela, porque um skatista foi legal e trocou de lugar comigo para que eu pudesse ir ao lado do Lipe - estávamos separados - com um empurrãozinho da comissária.

Originalmente, no voo da Delta, havíamos marcado assentos do lado esquerdo, que eu pensava que seria melhor, pois parece que é possível ver Sitka lá do alto, mas a nossa vista do lado direito foi tão sensacional que eu já nem sei dizer o que é melhor. 

Se você sentar numa janela e pegar um dia claro e sem nuvens no Alaska, qualquer lado do avião vai ser incrível, isso é garantido!!!

Olympic Mountains


Seattle
Seattle

Seattle

Seattle


De volta a Seattle

Pousamos em Seattle com tempo suficiente para a conexão - ainda bem, porque tivemos que pegar nada mais, nada menos que 3 (três!!!) trens dentro do aeroporto para sair do terminal da Alaska e ir até o da Delta!! 

Almoçamos (no Sbarro) no Sea-Tac (Aeroporto de Seattle - Tacoma) e lá fomos nós para o nosso último trecho, desta vez com a Delta

Aconteceu uma coisa nesse aeroporto digna de nota: esquecemos da nossa bagagem de mão no restaurante onde almoçamos, com todos os apetrechos da GoPro e mais um monte de coisas de valor que carregamos ali ao invés de despachar na mochilona. 

Aquela coisa: eu achei que o Peg havia pego e ele achou que eu havia pego! É sempre bom ter alguém responsável por cada item para evitar acontecimentos assim. 

Quando percebemos que a bagagem de mão não estava conosco, mais de uma hora depois que já havíamos saído do restaurante, voei lá e ela estava exatamente onde havíamos deixado! 

Pontos para Seattle! Mais um (grande) motivo para declarar meu amor pela cidade!

Leia mais sobre Seattle: Seattle - 6 passeios que valem a pena

leve sempre uma revistinha nova para os aeroportos!

Dicas do pequeno viajante

4 coisas que eu gosto de conferir sempre que possível, de preferência com funcionários diferentes, sempre que há algum tipo de mudança/confusão nos nossos voos - afinal, perrengueiros de carteirinha que somos, já estamos mais do que acostumados com essas confusões de voos desmarcados, adiados, conexões perdidas, etc...

1. Pergunto para vários funcionários se as nossas bagagens efetivamente foram despachadas pro destino final e confiro o nome do aeroporto de destino na etiqueta que eles colocam na mala durante o check-in. Por enquanto, a chateação tem dado certo, pois até hoje, depois de centenas de viagens de avião, nossas malas sempre chegaram junto conosco ao destino, milagrosamente (melhor nem me exibir, né?!);

2. Pergunto para vários funcionários se as nossas milhas foram efetivamente creditadas;

3. Peço para checarem se os nossos cartões de embarque estão ok - sempre que dá confusão é bom checar se não precisa refazer os boarding passes no portão de embarque - já aconteceu conosco várias vezes; e

4. Pergunto se precisa colocar tag no carrinho do Lipe no portão de embarque - quase sempre precisa! 

conferindo etiquetas das bagagens

Voltando aonde tudo começou

O voo da Delta entre Seattle e Calgary foi igualzinho ao da ida: avião bem pequeno com salgadinho e bebidas. Sem tv e sem lugar para carregar baterias. 

Teve turbulência das brabas na descida para Calgary - já estava até estranhando a calmaria dos voos anteriores... 

O tempo não estava muito bonito, e desta vez infelizmente não deu para ver as Montanhas Rochosas de cima! 

Esta foi a 90° viagem de avião do Lipe, de Seattle para Calgary. 

Não importa quantas vezes a gente viaje, nunca vamos deixar de ser turistas, de tirar fotos em aviões e de curtir muito esses momentos. Viagens aéreas nunca vão ser rotina, ou apenas um meio de chegar ao destino - elas são sempre prenúncio de momentos inesquecíveis nas nossas viagens em família.

Saiba mais sobre as viagens aéreas do Lipe: avião e aeroporto com criança

90° viagem de avião do Lipe, de Seattle para Calgary

Desta vez, estávamos chegando em Calgary - pela 3ª vez - para finalmente ver um pouco mais da cidade e passar uma noite confortável lá, no HI Calgary City Centre.

Na 1ª vez, passamos correndo por Calgary, a caminho de Banff e, na nossa 2ª vez na cidade, só deu tempo de devolver o motorhome e pegar um táxi para o aeroporto, a caminho do Alaska! 

Sobre a nossa viagem de motorhome, veja:


Ainda bem que, nesta 3ª vez na cidade, deu tempo de ver os principais pontos turísticos de Calgary e descansar um pouco antes de seguir viagem aérea de volta para o Brasil. Teria sido um caos voltar direto do Alaska pro Brasil!!!


Foi uma ótima pedida fazer essa "escala" em Calgary, tanto para descansar à noite, como por questão de "segurança": se desse qualquer problema de atraso (mau tempo, por exemplo) no nosso voo de volta de Anchorage para Calgary, teríamos tempo de sobra para contornar eventuais imprevistos. 

Como o voo de volta para o Brasil, desde Calgary, era de outra empresa (Air Canada), num bilhete separado, eles não tinham nenhuma responsabilidade conosco caso nos atrasássemos voltando do Alaska com a Delta. Acho sempre melhor ter essa "margem de erro"!


Dica extra

Para planejar uma viagem de carro ao Alaska, não tem guia melhor do que The Milepost, que ganhei da querida Adriane. 

Encontrei dicas nele que não estão em nenhum outro lugar. Como diz o nome, ele detalha estrada por estrada, milha por milha. Tipo "na milha 248 tem um restaurante assim assado".


E não é só o Alaska, mas todas as estradas que levam até lá, em Yukon, Alberta, British Columbia e Northwest Territories. Em inglês. 750 páginas. 

Agora, se vocês quiserem tudo resumido, mastigadinho, em português, bom...aí vão ter que esperar pelos nossos posts mesmo! Eles já estão no forno :)

Para ver nossos posts com dicas mastigadinhas da viagem pelas Montanhas Rochosas do Canadá, clique nos links em vermelho abaixo:



Clique abaixo para assistir ao vídeo dos melhores momentos da nossa viagem ao Alaska:





Observações importantes

Não deixe de confirmar todas as informações antes da sua viagem. 

Os preços mudam (para cima, infelizmente!), e os horários variam muito dependendo da época do ano - todas as informações que pus no post são relativas ao mês de agosto de 2015, quando estivemos lá. 

Você já esteve no AlaskaConte para a gente, deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas nossas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só clicar na # e ver tudo o que postamos sobre cada lugar:

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!


Precisa reservar também um hotel em Seattle?

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:



Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante!

Você também nos encontra aqui:


Nós recomendamos a Rentalcars para aluguel de carros:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...