10 de setembro de 2015

Air Canada - tudo sobre a nossa primeira experiência com a melhor companhia aérea canadense

Logo que decidimos viajar pelo Canadá e norte dos EUA (Washington), nas últimas férias, fomos pesquisar passagens aéreas, até porque dependíamos delas para terminar de organizar o nosso roteiro.

Depois de muitas pesquisas, simulações de preços e comparações, acabamos descobrindo que os voos mais baratos, desde o Brasil, não eram nem para Seattle, nem para Vancouver, mas sim para a menos conhecida Calgary, na Província de Alberta, com escala em Toronto, pela ótima Air Canada

Não é fácil encontrar passagens aéreas com preços bons na alta temporada, mas tivemos a sorte de a Air Canada apoiar a nossa aventura pelo Canadá, então estou aqui agora para contar a vocês como foi a nossa primeira experiência com a maior e melhor companhia aérea canadense!



Pré-viagem

O atendimento pré-viagem foi excelente, parcelamos em 10 vezes no cartão de crédito, e ainda pudemos acumular milhas no programa da TAP (Victória), que faz parte da Star Alliance, assim como a Air Canada.

Air Canada tem também o seu próprio programa de milhagens, o AEROPLAN, mas nós preferimos acumular no Victória porque já tínhamos milhas lá, de viagens anteriores.  

Caso você queira se inscrever no AEROPLAN, faça pelo site, antes do início da viagem, pois eles não fazem inscrições nos aeroportos. 

E guarde sempre os canhotos das passagens, caso precise solicitar o crédito das milhas depois que voltar da viagem!



Uma coisa que eu gostei: embora tenhamos comprado nossas passagens muitos meses antes da data do embarque, não houve nenhuma alteração nos horários dos nossos voos

Em outras viagens cujas passagens foram compradas com antecedência, as empresas chegaram a alterar 4 ou 5 vezes os horários dos nossos voos (caso das Aerolíneas Argentinas e Delta), o que pode atrapalhar bastante o planejamento!

Também achei razoavelmente bons os horários e as escalas dos nossos voos:

Voo de ida: POA – Calgary (saindo as 13:30 de Porto Alegre e chegando em Calgary na manhã seguinte as 10:15, com escalas em São Paulo e Toronto) 

Voo de volta: Calgary  POA (saindo de Calgary as 16:10 e chegando em Porto Alegre no dia seguinte as 16:20, com escalas em Toronto e São Paulo)



Sobre a Air Canada

Nunca havíamos voado com a Air Canada antese a expectativa era alta, porque já tínhamos ouvido ótimas referências deles! 

A Air Canada é a maior companhia aérea nacional e internacional do Canadá, voando para mais de 180 destinos em 5 continentes. A empresa é uma das 20 maiores companhias aéreas do mundo e atendeu mais de 35 milhões de passageiros em 2013. 

Foi a única empresa aérea internacional na América do Norte a receber a classificação de Quatro Estrelas do instituto de pesquisa britânico independente Skytrax, que, numa pesquisa mundial com mais de 18 milhões de passageiros, classificou a companhia aérea como a Melhor da América do Norte em 2014, pelo 5º ano consecutivo. 

A companhia oferece voos regulares diretos para 60 cidades canadenses, 49 destinos nos EUA e 73 cidades na Europa, Oriente Médio, Ásia, Austrália, Caribe, México e América do Sul. 

Vou começar então contando a vocês sobre os voos de ida, e depois conto sobre os de volta, certo?



Voo de ida POA - Calgary 

13:30 POA – GRU 15:10 – 20:25 GRU – Toronto 5:35 – 8:00 Toronto – 10:15 Calgary

A nossa última providência pré-embarque, que deixamos sempre para fazer já no aeroporto, de preferência já na fila do check-in (pois sempre lembramos de pegar ou colocar nas malas a serem despachadas alguma coisinha de última hora!): colocar os lacres da SealBag na mala e fotografar os números de série dos lacres.

Não esqueça de unir os fechos, usando o fio do lacre, a uma parte fixa da mala - só assim ela fica realmente lacrada e o lacre se torna efetivo para evitar golpes. 

E use também um cadeado - precaução nunca é demais, né? Nem no Canadá!



Embora nosso primeiro trecho, até São Paulo, fosse um voo doméstico da Gol, viajamos com os passaportes e eles pediram um documento - RG ou certidão de nascimento - para conferir a filiação do Felipe (que não tem no passaporte dele), assim como a Copa Airlines já havia nos pedido também. 

Leia mais sobre isso aqui

Nos passaportes mais novos, que já vêm com filiação, não precisa...é que o Lipe é "das antigas"!

A Air Canada voa para Toronto de São Paulo ou do Rio de Janeiro, em voos diretos. Como nossa viagem começou em Porto Alegre, o primeiro trecho, até São Paulo, foi com a Gol

Não tinha entrada USB no avião da Gol e só ofereceram água - nem bala ou barrinha de cereal não tem mais! Leve um lanchinho pro seu pequeno viajante! Eu sempre levo um pirulito pro Lipe chupar, e ele nunca teve dor no ouvido num voo! 






Em Guarulhos, São Paulo, passamos no Terminal 2, onde almoçamos. 

A novidade lá é o Restaurante Red Lobster, que eu adoro, mas existem várias outras opções de restaurantes (Vivenda do Camarão, Mac, Pizza Hut, Starbucks) e até um food truck fofo! 

Ah, e tem uma Livraria Saraiva também!

Leia mais sobre o Red Lobster em Las Vegas e sobre o Red Lobster em São Paulo



O Terminal 3 de Guarulhos foi reformado há pouco tempo (eu ainda não havia estado lá depois da reforma) e tá lindão, agora sim! 

É lá que fica o check-in da Air Canada e tem até um Restaurante Olive Garden.

Na área de embarque, encontrei um MargaritaVille - pelo menos a gente esperou pelo nosso embarque ouvindo boa música. 

internet wifi grátis dura apenas 1 hora. 





Nós despachamos as malas em PoA e elas foram direto até Toronto

Só em Toronto que nós tivemos que pegar as malas na esteira, passar no raio-x, despachar novamente e fazer imigração. 

Em São Paulo eu fui no balcão da Air Canada na área de embarque e eles pediram nossos passaportes (para conferir se tínhamos vistos) e reimprimiram os cartões de embarque dos voos SP-Toronto-Calgary, além de fazerem uma nova etiqueta pro carrinho do Lipe, que foi conosco até a porta do avião. 

Também pedi para conferirem se as milhas haviam sido creditadas no nosso programa de milhagem.  

Se os seus carregadores de bateria (celular, tablets, máquina fotográfica, etc) têm a flecha quadradinha, leve adaptador, pois as entradas das tomadas, em todos aeroportos, são apenas redondinhas! 



O embarque para Toronto, em São Paulo, foi super tranquilo, sem atropelos, e nas poltronas do avião da Air Canada existem tomadas redondas, quadradas e entradas USB

Adoro!




Olha que linda é a primeira classe

Fui lá só para conhecer, é claro, mas que deve ser uma delícia voar aí, ah deve!




O avião é enorme. Tem bastante espaço para as pernas, mas as poltronas reclinam pouco. 

O Lipe assistiu "Noite no Museu", um dos (não muitos) filmes que eles oferecem em português na programação de bordo, e eu vi "Cinderela". 





Teve jantar com vinho (branco e tinto) e café da manhã com cogumelos e omelete. Achei a comida bem boa e os comissários simpáticos, principalmente os brasileiros hehehe...

Houve inclusive desejos de boa sorte da tripulação aos muitos atletas brasileiros no nosso voo, que estavam indo para os Jogos Panamericanos!




Acho que faltou um agradinho para as crianças - é sempre tão simpático quando oferecem um livrinho ou algo assim - mas, como um todo, a Air Canada foi aprovadíssima, nada a reclamar. 



Chegando em Toronto Pearson International Airport ficamos super bem impressionados. 

Que aeroporto lindo e organizado! 

O carrinho do Lipe demorou apenas 5min para chegar na porta do avião, na imigração não tinha quase fila, as malas chegaram rápido, despachamos para Calgary, passamos pelo raio-x e logo estávamos no nosso portão de embarque! 

Tudo funciona, rápido e eficiente! Fiquei louca para passear em Toronto! 

Adoro aeroporto cheio de esteiras, com internet wifi grátis, banheiros família e prioridade em filas para quem anda com crianças - sim, eles ainda nos mandam entrar em filas de prioridade, mesmo estando o Lipe com 6 anos! 

Será por causa do carrinho?








Na imigração, ainda em Toronto, muitassssss perguntas! 

Não sei se foi curiosidade ou é padrão, mas o agente nos encheu de perguntas! 

Para quem não fala inglês, essa hora deve ser meio punk...ou eles veem que a pessoa não fala inglês e desistem de puxar assunto? 

Fato é que, mesmo com nossos passaportes carimbadérrimos e cheios de vistos, quiseram saber:

- aonde íamos, 
- porque estávamos no Canadá, 
- qual o nosso roteiro, 
- de onde tiramos a ideia de viajar de motorhome
- quanto dinheiro tínhamos conosco, 
- quando voltaríamos para o Brasil,  
- nossas profissões, 
- se conhecíamos alguém no Canadá e 
- se estivemos na África recentemente ou tivemos contato com alguém com ebola! 

Um interrogatório como há tempos eu não via, mas com toda simpatia. Eu até anotei todas as perguntas para depois poder lembrar para contar a vocês :)

Na primeira vez que estivemos no Canadá, cruzamos a fronteira terrestre na costa leste do país e foi sem perguntas! 

Igualmente, depois de viajar pelos EUA de motorhome, voltamos ao Canadá pela fronteira terrestre em Osoyoos, no Vale Okanagan, e a entrada foi bem mais simples, sem tantas perguntas. 

Por último, depois da nossa viagem pelo Alaska, voltamos novamente ao Canadá, voando de Seattle para Calgary, e não houve stress na entrada. 

Assim, só posso concluir que o "pente fino" é em Toronto mesmo! Prepare-se!

Em Toronto, o fuso horário é de 1 hora a menos que no Brasil. Em Calgary, são 2 horas a menos do que em Toronto; 3 horas a menos do que no Brasil. 



No voo para Calgary ofereceram só bebidas. 

Nós ficamos na janela do lado esquerdo do avião e não deu para ver a famosa Torre de Toronto na decolagem - tente ficar do lado direito do avião, quem sabe você dá mais sorte?!?

Em compensação, na chegada em Calgary, estávamos do lado certinho para ver os prédios de downtown e a Torre de Calgary

O que deu para ver da paisagem entre Toronto e Calgary, neste voo de ida, foram muitas e muitas pradarias. 

A cidade de Calgary é grande e toda com prédios baixos, de no máximo 2 ou 3 andares, e aí de repente tem aquele conjunto de prédios enormes, concentrados num espaço bem pequeno em downtown



Assisti "A idade de Adeline". 

Muitos brasileiros foram no mesmo voo que nós até Calgary!

O Aeroporto de Calgary é muito childfriendly! Nos poucos momentos em que estivemos ali, vi não um ou dois, mas vários playgrounds

E outra coisa que chamou a atenção por ali foi a temática cowboy, tanto na decoração quanto nos locais - vimos vários circulando pelo aeroporto com seus típicos chapéus, até funcionários de companhias aéreas!

O carrinho do Lipe chegou rápido na porta do avião e as malas vieram rápido numa esteira super legal, toda enfeitada

Como já havíamos feito a imigração em Toronto, foi só pegar as malas e ir atrás de um táxi bem grande para levar a nós e nossas malas para a sede da Cruise Canada em Calgary, onde pegaríamos o nosso motorhome para dar início à grande aventura, mas isso já é outra história. 







Voo de volta Calgary - POA 

Na volta, o nosso voo era idêntico ao da ida: Calgary (YYC) – Toronto (YYZ)  São Paulo (GRU)  Porto Alegre (POA). 

Saía de Calgary 16:10, chegando em Toronto 21:52. Saía de Toronto 23:10, chegando em São Paulo 10:05. E saía de SP 14:40, chegando em Porto Alegre 16:20. 

Mas não saiu tudo exatamente como o planejado...

Chegamos super cedo no aeroporto, fizemos check-in e fomos almoçar no Sbarro

Novamente me impressionou como é childfriendly o Aeroporto de Calgary

Além de todos os mini-playgrounds espalhados pelo aeroporto, há uma área chamada SpacePort perto da praça de alimentação que tem até videogames de Lego para as crianças!!! Tudo de graça!! 

Dureza foi tirar o Lipe dali para passarmos pela segurança. 








Na chegada em Calgary, na véspera, vindos dos EUA (Seattle e Anchorage), havia sido tudo super tranquilo na imigração, para entrarmos no Canadá novamente (pela terceira vez nesta viagem!), e achei que "sairíamos" do Canadá também em Calgary, mas pelo jeito não há um controle de imigração na saída do país, pois também não foi feito em Toronto. 

Em Calgary, passamos apenas pela revista de segurança e já estávamos na área de embarque. 

O voo de Calgary para Toronto saiu no horário previsto, e os assentos que havíamos marcado meses atrás foram devidamente mantidos - tudo ótimo! 




O avião tinha monitores de tv individuais e entradas USB para carregar equipamentos eletrônicos. 

Assisti 'Woman in Gold', filme maravilhoso sobre as obras de Gustav Klimt que foram roubadas de famílias judias na Segunda Guerra pelos nazistas e a luta para devolvê-las aos verdadeiros proprietários. 

O voo é curto e o fuso horário é de 2 horas a mais em Toronto. 

Só serviram bebidas e houve bastante turbulência. 

Neste voo de volta foi impressionante ver do alto a imensidão dos Grandes Lagos! O Lake Superior parecia um mar!




Toronto é uma mega cidade! Vista de cima, à noite, parece São Paulo. 

Uma dica que eu sempre dou, e sempre se comprova útil: em conexões curtas, de menos de uma hora entre 2 voos, despache o carrinho da criança junto com as malas, no check-in

Não deixe para despachar na porta do avião, porque você vai ter que esperar pelo carrinho para levá-lo consigo na sua conexão, e às vezes ele demora um bom tempinho para vir lá de baixo! 

Uma vez, em Frankfurt, na Alemanha, quase perdemos o voo de conexão esperando pelo carrinho que não havia jeito de aparecer na porta do avião. 

Em Toronto, tivemos uma conexão apertada assim, e demos graças a Deus que tínhamos despachado o carrinho do Lipe com as malas e não tivemos que esperar por ele!

O avião chegou no Aeroporto Internacional Toronto Pearson no horário previsto, mas ficamos uns bons 30min esperando que houvesse um lugar disponível para estacionar a aeronave, para que finalmente pudéssemos desembarcar, e o nosso tempo de conexão, que já era curto, ficou minúsculo! 

Na hora em que finalmente conseguimos desembarcar do avião, já devíamos estar embarcando no nosso voo seguinte (Toronto - São Paulo). Mas nós ainda tínhamos que fazer um trajeto enorme dentro do aeroporto para ir até a área de embarques internacionais, onde ficava o nosso portão! 

Nessas horas, só fico pensando "ainda bem que o Lipe já está grande e corre junto conosco!" Quando ele era pequenininho e tínhamos que carregá-lo no colo, era beeem mais complicado!

Levamos no máximo uns 15 minutos para fazer um trajeto que, em circunstâncias normais, sem correria, levaria no mínimo 30! 

E a mesmíssima coisa aconteceu novamente em São Paulo, onde por muito pouco não perdemos a nossa última conexão para Porto Alegre. 

Foi uma viagem cheia de correrias, mas no final tudo deu certo! 

Nosso medo de perder o voo Toronto - São Paulo se devia ao fato de que só haveria outro na noite seguinte - teríamos que ficar 24 horas em Toronto esperando (o que não seria nada mal, se não tivéssemos que voltar ao trabalho no dia seguinte ao da nossa chegada em Porto Alegre, pois as nossas férias estavam terminando!).


por sorte, desta vez despachamos o carrinho do Lipe no check-in

Em Toronto, eu já estava pronta para declarar que, pela primeira vez na vida, havíamos feito uma viagem de mais de um mês com pouquíssimos perrengues (exceção do close encounter com o urso pardo...) para contar história! Mas cantar vitória antes do tempo nunca dá certo, né??? 

Pois não é que os pés-frios aqui conseguiram, de novo, pegar um voo onde, desta vez, uma comissária, coitada, passou muito mal e, diante da emergência médica, ao invés de São Paulo, acabamos passando a madrugada num pouso emergencial em BARBADOS??? 

Foi a segunda vez que acabamos num destino diferente daquele para onde embarcamos - não tô recomendando pegar voo conosco não - ano passado um senhor passou mal no nosso voo de Porto Alegre para Lisboa e voltamos dos Açores para fazer um pouso de emergência em Natal - RN, como contei aqui!

O avião em que voltamos de Toronto para São Paulo foi exatamente o mesmo "modelo" daquele da viagem de ida, inclusive com as mesmas refeições: massa ou frango no jantar e omelete ou panqueca no café da manhã. 

Vi vários filmes e dormimos muito pouco. 

Com a função do pouso de emergência em Barbados de madrugada, onde ficamos um tempão dentro do avião, enquanto a equipe médica entrava para desembarcar a comissária doente (ficamos sem saber se ela sobreviveu!), e depois abastecendo, o voo, que já era longo, ficou interminável, e acabamos pousando em São Paulo exatamente no horário em que deveríamos estar embarcando para Porto Alegre!

Como Deus ajuda os perrengueiros, nos deixaram furar a fila na imigração, nossas mochilas chegaram super rápido na esteira, na Receita Federal nem nos olharam, na TAM novamente furamos a fila para despachar as mochilas, passamos voando pela fiscalização da segurança e, 20 minutos depois de pousar num avião, no terminal internacional, estávamos embarcando em outro, no terminal de voos domésticos! 

Sem correria e enfrentando as filas, esse trajeto levaria mais de uma hora, certamente!!!!



Conclusão 

Não temos reclamações. 

Sim, rolou perrengue, mas a companhia aérea não teve culpa nenhuma e agiu da melhor forma possível na situação - aliás, a atitude do Comandante foi louvável e exatamente aquela que eu esperaria. 

Afinal, se um dia você tiver a infelicidade de passar mal em um avião, com certeza vai querer que o piloto aterrise no primeiro aeroporto em que isso for possível com segurança, não é verdade? 

Com a Air Canada, pode ter certeza que é isso mesmo que eles vão fazer ;)

Você já esteve no Canadá? Voou Air Canada? Que cidades conheceu? Conte para a gente, deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas nossas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só clicar na # e ver tudo o que postamos sobre cada lugar:

#LipenoAlaska
#‎LipeemWA
#‎LipeinNorthAmerica
#LipenoCanada

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - já tem muitas dicas desta viagem por lá!

* A Air Canada apoiou a nossa viagem. 


1) roteiro de 8 dias pelo Alaska

Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 


Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!


Você também nos encontra aqui:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...