8 de setembro de 2016

Olympic National Park, em Washington State, Estados Unidos - modo de usar

No último post, contei como fomos do Canadá para os Estados Unidos, cruzando de Victoria, em Vancouver Island, para Port Angeles, em Washington State

Veja aqui: como é a travessia de ferry do Canadá para os EUA (com motorhome)

De lá, seguimos viagem por Washington State, onde tivemos muita sorte de pegar dias incríveis e ensolarados, tornando esta parte da nossa viagem a mais bonita e fotogênica! 

Neste post, vou contar sobre a nossa visita ao Olympic National Park, incrível parque nacional americano que visitamos neste mesmo dia, no trecho entre Port Angeles e Port Townsend


Olympic National Park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park

Olympic National Park
'binóculos' em Hurricane Ridge, no Olympic National Park

Olympic National Park
a caminho de Hurricane Ridge, no Olympic National Park

Olympic National Park

Desembarcamos do ferry em Port Angeles, como já contei, e foi lá que passamos pela vigilância sanitária. 

Port Angeles é uma típica cidade ‘de fronteira’. 

O visitor center da cidadezinha fica no próprio porto, onde desembarcamos do barco. 


washington
Port Angeles

Olympic National Park Visitor Center

Nossa primeira parada, já no lado de cá do Estreito Juan de Fuca (que separa os EUA e o Canadá, distantes apenas 18 milhas), foi no excelente Olympic National Park Visitor Center, que mais parece um museu.  

O endereço do centro de visitantes é: 3002 Mt Angeles Road. Fica bem perto do porto de Port Angeles.

Eles têm exibições de história natural, sala kids com todo tipo de brinquedos educativos e toda informação do mundo sobre o parque, além de ranger talks, banheiros, wifi, etc. 

Acho o máximo esses visitor centers de parques nacionais americanos. Que inveja que dá! São sempre excelentes!

Foi uma luta tirar o Lipe de lá!

Instalamos novos chips da Red Pocket/Travel Mobile nos nossos celulares (aproveitando o wifi do visitor Center para fazer os ajustes necessários), e na Race Street, imediatamente ao lado do visitor center, pegamos a Hurricane Ridge Road


Olympic National Park
chegando ao centro de visitantes do Olympic National Park

Olympic National Park

Olympic National Park

Olympic National Park


Olympic National Park

Olympic National Park
área kids do centro de visitantes do Olympic National Park

Olympic National Park
enquanto eu buscava informações, o Lipe fazia amigos kkk...


Hurricane Ridge

A nossa ideia, para conhecermos o parque nacional, foi ir até Hurricane Ridgea 17 milhas de distância dali (mais ou menos 45 minutos) que, pelo que pesquisei, é o lugar que tem as melhores vistas panorâmicas do parque nacional, acessíveis de carro, é claro. 

Além disso, é um ótimo lugar para quem visita o parque com crianças, pois a primeira meia milha das trilhas, ali, é acessível para carrinho (e para cadeirantes). 

A trilha mais recomendada para famílias é a Meadow Loop Trail, segundo me explicou o ranger no visitor center

Pegamos um dia sensacional, céu azulão sem uma nuvem. 

Vale a pena visitar também o centro de informações que fica lá em cima em Hurricane Ridge, onde existem banheiros, lancheria, lojinha e "binóculos". 

O estacionamento lá é enorme e existem vagas exclusivas para motorhomes


Olympic National Park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park

Olympic National Park

Olympic National Park

Olympic National Park
olha a criançada nas trilhas em Hurricane Ridge

Hurricane Ridge
estacionamento em Hurricane Ridge

Olympic National Park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park

Olympic National Park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park



hurricane_ridge_olympic_national_park

Nossas dicas

A estrada para chegar até lá em cima é nada menos que sensacional, de tirar o fôlego mesmo. 

No meio do caminho (são apenas 17 milhas, mas sempre subindo montanhas), há um mirante de onde se pode ver até The Dungeness Spit, uma das mais longas "línguas" de areia mar adentro naturais do mundo. 

A área foi declarada refúgio de vida selvagem nacional em 1915 por causa da abundância de espécies de pássaros que você encontra lá - mais de 250 - é um paraíso para quem gosta de observar pássaros. 


hurricane_ridge_olympic_national_park
mirantes a caminho de Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park

Nós paramos dezenas de vezes no caminho, em todos os mirantes e também todas as vezes que vimos 'bambis' na estrada!

Foram tantos veados que vimos naquele trechinho de estrada que até perdi as contas! 

Nós nunca alimentamos nenhum deles - além de ser totalmente proibido por lei, é um mal terrível para os animais - simplesmente não faça! - mas acho que muita ente o faz, porque nós descíamos do motorhome, estendíamos a mão (vazia, claro), e eles vinham até nós! 

Estão super mal acostumados com esses turistas cretinos que alimentam veados na estrada :(

Aliás, o Lipe ficou tão empolgado que deixou um deles chegar bem pertinho e aí fez um movimento brusco e o veadinho deu um pulo - quase matou o Felipe de susto! 

Veja o vídeo com algumas cenas que gravamos lá (e também no Mt. Rainier National Park):


E as fotografias:

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park
muitos veadinhos no caminho para Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park

A entrada no parque nacional custa U$ 20 por veículo, e é paga numa cabine no meio do caminho. 

O ticket é válido por 7 dias em todo o parque, e você deve deixá-lo no pára-brisa do veículo, num lugar bem visível. 

O parque abre o ano inteiro, mas algumas estradas ficam fechadas no inverno. 

Voltamos pelo mesmo caminho que fomos, cheio de túneis, passando novamente pela frente do visitor center, e seguimos depois para as fazendas de lavanda, outro passeio espetacular na região, sobre o qual contarei todos os detalhes no próximo post.  


hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park
não deixe de pegar um mapa do Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park
muitos túneis no caminho para Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park

O parque nacional

Eu sou a maior fã dos parques nacionais americanos - conheço muitos e não saberia dizer qual o meu preferido - amei todos. 

O Olympic National Park estava na minha lista, junto com o Mt Rainier National Park e o North Cascades National Park, todos os 3 no Estado de Washington, no noroeste dos EUA, há muito tempo. 

Quando montei o nosso roteiro para esta viagem, dei um jeito de incluir os 3 parques nacionais que estavam na minha "lista de desejos", e fiquei super satisfeita com o nosso trajeto, embora o tempo disponível não tenha sido nem perto do suficiente.  

Veja aqui nosso roteiro (que você pode separar e fazer "por partes"): roteiro de 26 dias pelo oeste do Canadá, das Montanhas Rochosas a Vancouver Island, incluindo Seattle e arredores


hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park
Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park


Se eu pudesse, teria feito a volta no parque nacional inteiro, que é feita pela chamada loop highway 101, que circunda toda a Olympic Peninsula

São 330 milhas, ou 531Km, e eu tenho certeza que devem ser espetaculares, mas o ideal é fazer isso em, no mínimo, 3 dias inteiros, parando para conhecer todas as atrações do caminho, e nós infelizmente não tínhamos tanto tempo. 

O roteiro sugerido pelo meu guia Lonely Planet, que inclui toda a volta no parque pela 101 e mais algumas esticadinhas a Port Townsend e Olympia (onde nós estivemos nos dias seguintes), é de 700Km e 4 dias

Para ter um aperitivo, faça como nós e vá direto a Hurricane Ridge, especialmente se você estiver com crianças. 

Se tiver mais tempo, não deixe de ir até Neah Bay e Lake Crescent

Não estivemos nessas áreas do parque mas, pelo que pesquisei, é a região que mais vale a pena conhecer, além da Floresta Tropical Hoh, que também parece espetacular, pelas fotos que vi. 

Para entender tudo bem direitinho, veja o mapa do parque nacional


hurricane_ridge_olympic_national_park
mapa do Olympic National Park

Claro que, para nós, as montanhas são sempre o maior atrativo, já que vivemos numa planície sem fim aqui no RS, e por isso seguimos direto para Hurricane Ridge

Montanhas cobertas por glaciares, vales tapados de florestas e prados recobertos de florzinhas do campo multicoloridas são tudo o que eu preciso para ficar feliz. Mas as áreas do parque que ficam no litoral (Neah Bay) e as florestas (Hoh) também são famosas pela beleza selvagem. 

A Olympic Peninsula foi explorada por "homens brancos", ou seja, não nativos, pela primeira vez, apenas de 1890, quando um jornal de Seattle mandou uma expedição até lá. 

Até então, apenas 8 tribos indígenas chamavam a península de lar, que acabou sendo protegida como parque nacional em 1938. Hoje, o parque é reconhecido internacionalmente como Reserva da Biosfera e Patrimônio Natural da Humanidade.

Talvez por isso, a península, de 9.324Km2, seja ainda tão selvagem e inexplorada. Até hoje não existem estradas atravessando o interior do parque nacional, que é totalmente montanhoso e recoberto por florestas antigas e elks.   


a cara da felicidade em Hurricane Ridge, no Olympic National Park

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park

Para aprofundar suas pesquisas:

* Olympic Peninsula Visitor Bureau 
É possível ver os picos nevados das Olympic Mountains desde Seattle, mas eu recomendo muito que você vá até lá para ver aquela paisagem espetacular de pertinho. 

Garanto que você não vai se arrepender!

Leia também: 



No próximo post, continuamos viagem com o nosso diário de bordo em Washington State, nos EUA - não saia daí! 

Você já esteve no Estado de WashingtonConte para a gente como foi a sua viagem, deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!


hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park

hurricane_ridge_olympic_national_park

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas nossas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só clicar na # e ver tudo o que postamos sobre cada lugar:

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!

* Agradecemos aos órgãos oficiais de turismo de Port Townsend e Seattle pelo apoio na nossa viagem.


Veja o vídeo com o resumo desta viagem aqui:



Não vai viajar de motorhome? Precisa reservar um hotel em Seattle?

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:


 

Nós recomendamos a Rentalcars para aluguel de carros:



Dicas gerais, planejamento e organização da viagem


Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante.

Você também nos encontra aqui:


3 comentários:

  1. Demais! Fiquei com vontade de conhecer ������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena, Lili! O Estado de Washington inteiro é lindo!
      Bjos e obrigada pela visita <3

      Excluir
    2. Vale muito a pena, Lili! O Estado de Washington inteiro é lindo!
      Bjos e obrigada pela visita <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...