28 de julho de 2013

avião e aeroporto com bebê ou criança: a nossa experiência

Resolvi fazer uma lista de todas as viagens aéreas do Felipe - para guardar de recordação para ele, porque eu gostaria de ter a minha própria listinha kkkk - e ainda hoje alguns dos posts mais visualizados do blog são aqueles em que falei das nossas experiências em aviões e aeroportos com o pequeno viajante.

Creio que toda mamãe/papai de primeira viagem ainda tem uma grande preocupação sobre como será a parte aérea da viagem com o filhote, isso quando não tem o próprio medo de voar do adulto envolvido na questão.  

Já disse em outras ocasiões e repito que, na maioria das vezes, pelas dúvidas que aparecem e perguntas que me fazem, os pais parecem estar mais preocupados com o que os vizinhos de poltrona irão pensar/dizer do seu pequeno voador do que efetivamente com o que a criança vai fazer/sentir!

Claro que o respeito aos outros passageiros é importante e não existe nada pior em um avião do que ter uma criança na poltrona de trás chutando as suas costas, mas às vezes o choro do bebê é inevitável e sinto muito, mas quem nunca teve filho (ou nunca foi bebê) que jogue a primeira pedra. Crianças choram, ponto. 

O primeiro vôo do Lipe foi aos 3 meses de vida, até New York e, hoje, o pequeno viajante já tem bem mais de 100 viagens aéreas no seu currículo, isso com apenas 7 anos de idade.

Então, se você resolveu ler este post para saber, como diz o título, da "nossa experiência", o que eu tenho para dizer é o seguinte: já passei perrengue com o Lipe em ônibus, em viagem de carro, de trem e de barco. Já andamos com o Felipe em tuktuks, riquixás, lanchas, motos, bicicletas, llamas, carrinhos de golfe, carroças, chivas, elefantes e busetas, e garanto que, de todos, o melhor meio de transporte é o avião!

Adoro viajar de trem, de carro e de motorhome também, mas uma viagem transatlântica de trem, carro ou motorhome é inviável, né? Também gostei de fazer cruzeiro (pelo Rio Nilo, no Egito), mas nunca entrei num navio com o Felipe (garanto que ele vai gostar!). Então, em resumo, de todos os meios de transporte que conhecemos com o nosso pequeno, o eleito ainda é o avião, ainda mais quando se trata de cobrir grandes distâncias em pouco tempo!

Quer saber quais são as nossas dicas para desfrutar melhor das próximas viagens aéreas com o seu pequeno viajante? Dê uma olhada nos nossos outros relatos sobre esse assunto:

o bebê no avião

o bebê no avião - número 2 (agora mais experiente)

no aeroporto com o bebê

Espero que a lista que segue, assim como as nossas fotografias, incentivem os leitores a carregar os pequenos na próxima aventura aérea familiar - porque voar é muito bom, e não existe motivo nenhum para ter medo de levar o seu pequeno viajante junto!

1. Montevidéu – São Paulo (TAM)



2. São Paulo – New York (American Airlines)



3. New York – Buenos Aires (American Airlines)
4. Buenos Aires – Montevidéu (American Airlines)
5. Porto Alegre – São Paulo (TAM)


6. São Paulo – Bogotá (TAM)



7. Bucaramanga – Cartagena (Avianca)



8. Cartagena – San Andres (Copa Airlines)


9. San Andres – Bogotá (Copa Airlines)
10. Bogotá – São Paulo (TAM)
11. São Paulo – Porto Alegre (TAM)
12. Porto Alegre – São Paulo (Gol)
13. São Paulo – Natal (Gol)

14. Natal – Fernando de Noronha (Trip)



15. Fernando de Noronha – Recife (Trip)
16. Recife – São Paulo (Gol)
17. São Paulo – Porto Alegre (Gol)
18. Porto Alegre – São Paulo (TAM)
19. São Paulo – Lisboa (TAP)



20. Lisboa – Londres (TAP)


21. Londres – Edimburgo (EasyJet)
22. Edimburgo – Tallin (Ryanair)
23. Beijing – Kunming (China Eastern)



24. Kunming – Katmandu (China Eastern)
25. Kathmandu – Pokhara (Yeti Airlines)



26. Pokhara – Kathmandu (Yeti Airlines)
27. Katmandu – Nova Délhi (Royal Nepal Airlines)



28. Bagdogra – Nova Délhi (Spice Jet)


29. Nova Délhi – Bangkok (Air Asia)
30. Bangkok – Yangon (Air Asia)


31. Yangon – Bagan (Air Bagan)
32. Mandalay – Yangon (Air Bagan)


33. Yangon – Bangkok (Air Asia)
34. Luang Prabang – Chiang Mai (Lao Airlines)


35. Bangkok – Denpasar (Air Asia)
36. Denpasar – Surabaya (Lion Air)


37. Yogyakarta – Jakarta (Lion Air)
38. Jakarta – Cingapura (Lion Air)


39. Kuala Lumpur – Ko Samui (Firefly)


40. Bangkok – Mumbai (Jet Airways)
41. Mumbai – Londres (Jet Airways)
42. Londres – Amsterdam (EasyJet)


43. Amsterdam – Londres (EasyJet)
44. Londres – Lisboa (TAP)


45. Lisboa – Porto Alegre (TAP)
46. Montevidéu – Santiago do Chile (LAN)


47. Santiago do Chile – Auckland (LAN)


48. Christchurch – Auckland (Jetstar)
49. Auckland – Sydney (Qantas)


50. Sydney – Santiago do Chile (LAN)
51. Santiago do Chile – Montevidéu (LAN)
52. Porto Alegre  Foz do Iguaçu (WebJet)



53. Foz do Iguaçu  Porto Alegre (WebJet)
54. Porto Alegre  Rio de Janeiro (Gol)


55. Rio de Janeiro  Porto Alegre (Gol)
56. Montevidéu  Buenos Aires (Aerolíneas Argentinas)




57. Buenos Aires  Ushuaia (Aerolíneas Argentinas)
58. Ushuaia  El Calafate (Aerolíneas Argentinas)



59. El Calafate  Buenos Aires (Aerolíneas Argentinas)
60. Buenos Aires  Montevidéu (Aerolíneas Argentinas)


61. Porto Alegre  Rio de Janeiro (TAM)
62. Rio de Janeiro  São Paulo (United Airlines)
63. São Paulo  Washington D.C. (United Airlines)
64. Washington D.C.  Orlando (United Airlines)



65. Orlando  Houston (United Airlines)
66. Houston  São Paulo (United Airlines)
67. São Paulo  Porto Alegre (TAM)
68. Porto Alegre – Panama City (Copa Airlines)



69. Panama City – Las Vegas (Copa Airlines)
70. Las Vegas – Panama City (Copa Airlines)


71. Panama City – Rio de Janeiro (Copa Airlines)
72. Rio de Janeiro – Porto Alegre (TAM)
73. Porto Alegre – Natal (TAP)
74. Natal – Lisboa (Lufthansa)
75. Lisboa  Frankfurt (Lufthansa)



76. Frankfurt – Zagreb (TAP)


77. Zagreb – Lisboa (TAP)
78. Lisboa – Porto Alegre (TAP)




79. Porto Alegre – São Paulo (TAM)
80. São Paulo – Salvador (TAM)




81. Salvador – São Paulo (Avianca)
82. São Paulo – Florianópolis (Avianca)
83. Florianópolis – Porto Alegre (Avianca)
84. Porto Alegre – São Paulo (Gol)


85. São Paulo – Toronto (Air Canada)
86. Toronto – Calgary (Air Canada)




87. Calgary – Seattle (Delta)
88. Seattle – Anchorage (Delta)
89. Anchorage – Seattle (Alaska)


90. Seattle – Calgary (Delta)


91. Calgary – Toronto (Air Canada)
92. Toronto – Barbados (Air Canada) 
93. Barbados – São Paulo (Air Canada)



94. São Paulo – Porto Alegre (TAM)
95. Porto Alegre – Rio de Janeiro (TAM)
96. Rio de Janeiro – São Paulo (Gol)
97. São Paulo – Porto Alegre (Gol)


98. Porto Alegre – Florianópolis (Gol)
99. Florianópolis – Porto Alegre (Gol)




100. Porto Alegre – São Paulo (LATAM)
101. São Paulo – Frankfurt (LATAM)
102. Frankfurt – Londres (British Airways)




103. Londres – Seul (British Airways)
104. Seul – Osaka (Peach)


105. Tóquio – Helsinki (Finnair)
106. Helsinki – Madrid (Finnair)



107. Madrid – Marrakesh (Ryanair)
108. Marrakesh – Madrid (Ryanair)
109. Madrid – São Paulo (Iberia)



110. São Paulo – Porto Alegre (LATAM)
111. Porto Alegre – Curitiba (LATAM)
112. Curitiba – Rio de Janeiro (LATAM)
113. Rio de Janeiro – São Paulo (LATAM)
114. São Paulo – Porto Alegre (LATAM)



E você, tem alguma experiência em viagens aéreas com bebês ou crianças para nos contar? Faça a sua listinha também, garanto que o seu filhote vai gostar de saber de todos os vôos que fez na infância quando crescer!

Deixe as suas dicas para viajar de avião com bebês e crianças em nossa caixa de comentários abaixo, e não esqueça de enviar uma fotografia de seu filhote voando, para publicarmos na nossa Fan Page do Facebook!

Post atualizado em julho de 2017.

Você também nos encontra aqui:

10 comentários:

  1. Claudia, amei o post, realmente acho q nós brasileiros nos preocupamos muito com a cadeira ao lado ne? Até que com a minha mais nova dei uma relaxada, criança chora e fala sem parar mesmo ne? Fazer o que...
    Dessa última vez, voltando de Lisboa (voltamos junto com uma galera que vinha para JMJ) o vôo estava inflamado de gente e acabei ficando separada do marido, impossível viajar sozinha com duas crianças, sendo uma de 4 e outra de 01 ano, a aeromoça ficou em pânico com medo da minha vizinha de poltrona não querer trocar de lugar mas nem foi preciso pedir, acho q tem gente que corre de sentar ao lado de crianças, kkk Ela na mesma hora se ofereceu p/ sentar lá na última fila, kkkk

    ResponderExcluir
  2. Roberta, taí uma coisa que nunca consegui entender: como é que as companhias aéreas conseguem essas façanhas d ecolocar os pais separados dos filhos??? Se eles sabem que aquela passagem é INFANT??? Já aconteceu de colocarem eu e o Peg juntos e o Lipe separado, é sen-sa-cio-nal! Sabe o que eu fiz, fui lá, coloquei o Lipe no assento e avisei para a aeromoça que estava deixando ele ali, sozinho, kkkkk
    A aeromoça ficou que nem louca até achar alguém que quisesse trocar para nos juntar, foi fantástico, a-do-rei deixar eles na saia justa!
    Bjokas, Claudia

    ResponderExcluir
  3. Oi Cláudia, muito legal!!! Preciso fazer um post recordando todas as viagens dos meninos também! Este ano devemos terminar com umas 40 e eles ainda não completaram 3 anos :-)
    No nosso caso é diferente,´pois até os 2 anos éramos OBRIGADOS a viajar separados pq só há 4 máscaras de oxigênio numa fileira de 3, e 3 adultos e 2 crianças de colo não podem sentar. Agora, como os meninos pagam e têm direito ao assento, estamos no paraíso!!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paraíso caro esse, né Erica! Nem posso imaginar o que seja pagar 5 passagens aéreas em cada viagem!!!!
      E tô adorando ver teu blog indo de vento em popa! É um mega estímulo para quem tem medo de viajar com UM filho!
      Bjokas,
      Claudia@pequenoviajante

      Excluir
  4. O meu nome é Tiago,

    Escrevo de Lisboa.

    Como vocês estudam o tipo de berço do avião para crianças/bebes?
    Que idade tinha o seu filho quando foram ao Nepal?

    Obrigado

    Tiago Borges

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Tiago!
      Não entendi direito a tua pergunta...como assim "estudam o tipo de berço"? A gente usava o que as cias aéreas ofereciam, quando o Lipe era bem pequeninho, porque aqueles bercinhos são apenas para bebês bem pequenos, com poucos quilos...
      Quando chegamos ao Nepal o Lipe tinha acabado de completar 2 aninhos (ele fez 2 quando estávamos na ferrovia transiberiana, na Rússia)!
      Abraço

      Excluir
  5. Oi Claudia, tudo bem.
    Vc pode nos contar quais as melhores companhia em sua opinião para viajar. Qual as mais confortaveis? e quais tem apoio para os pes. tv individuais. quais tem um inclinaçao de cadeira melhor. e o lanche e varios outro detales que vc acha relevante.

    Obrigado
    Gilmara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gilmara!
      Não tem como garantir nada disso, porque às vezes a gente pega um voo da Copa maravilhoso e outras vezes o mesmo voo, na volta, é péssimo, por exemplo! A gente nunca sabe exatamente em que avião vamos voar quando compramos a passagem, não tem muita garantia de que vamos ter, ou não, telas individuais, apoio para os pés, enfim...
      De um modo geral, para a Europa, eu gosto de ir com a TAP, porque tem voo direto de Porto Alegre e uma ótima relação custo-benefício! Mas, ao fim e ao cabo, para nós, voo bom é voo barato! A gente sempre compra a passagem que estiver mais barata para o nosso destino, independente da cia aérea...

      Excluir
  6. Ano passado qdo fomos viajar com a nossa pequena de cinco meses, a Cláudia me inspirou muito e viramos fã de carteirinha desse pessoal animado! Hoje com 1 aninho a Maitê vai para a décima viagem de avião daqui uns dias, vamos atravessar o Atlântico, e estamos cheios de fé q tudo vai dar certo! Bem como diz a nossa blogueira querida, o avião é o meLhor meio de transporte para uma criança, pq ela tem liberdade para caminhar, sentar, brincar, alimentar-se e ficar como quiser. A Maitê detesta viajar de carro, pq ficar preso em uma cadeirinha é o Ó mesmo. Acho q deixar de viajar por medo do q a poltrona ao lado pode pensar é um crime e fosse no meu caso, daria separação eheheheh. Bjos Cláudia e já estamos esperando a próxima viagem de vcs! Helenara e Maitê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helenara, concordo com tudo, mas cuida uma coisa: tirar o cinto no avião é super perigoso! A gente só tira para ir ao banheiro e olhe lá, ainda mais depois dos últimos voos turbulentos que pegamos! Existem turbulências violentíssimas que chegam de repente, sem avisar, e já vimos gente saindo quebrada do avião 2x! Cuidado!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...