Menu

Étretat e Le Havre, na Normandia: o que fazer

Descubra tudo sobre Étretat e Le Havre, seja para fazer um bate e volta desde Paris, seja para incluir estes 2 destinos num roteiro maior pela Normandia, na França.
Etretat_Normandia
Neste post, vou contar tudo sobre a nossa visita a Étretat e Le Havre, seja para fazer um bate e volta desde Paris, seja para incluir estes 2 destinos num roteiro maior pela Normandia, na França, como nós fizemos 😏
Comecei esta série de posts sobre o nosso Roteiro pela Normandia em setembro passado com a Casa e os Jardins de Monet em Giverny, bem pertinho de Paris. 

De lá, seguimos viagem para Rouen, passando pelo lindinho vilarejo de Vernon no caminho. 

Depois de conhecermos as belezas da capital da Normandia (Rouen), e nos encantarmos com esta cidade mundialmente conhecida por ser o local onde Joana d'Arc foi queimada viva na fogueira em praça pública, com um centro histórico super fácil de explorar a pé, seguimos viagem para Étretat e Le Havre.

Vem comigo que eu vou te dar todas as dicas de Étretat e Le Havre!

Leia mais sobre a França aqui no blog:

Saint-Malo, França: a cidade murada mais linda da Bretanha
Chartres, na França: destino imperdível nos roteiros pelo Vale do Loire e pela Normandia
Normandia e o Dia D: 5 lugares da 2ª Guerra Mundial para conhecer na França
Deauville e Trouville-sur-Mer, na Normandia: tudo o que você precisa saber
Honfleur, França: o vilarejo mais charmoso da Normandia
Étretat e Le Havre, na Normandia: o que fazer
Rouen, França: o que fazer na capital da Normandia
Giverny: como visitar a Casa e os Jardins de Monet
Como voar grátis de Amsterdam para Londres e Paris
Como é voar na classe econômica da Air France
Estrasburgo: viajando de motorhome pela França
11 lindas aldeias francesas na Alsácia: viajando de motorhome pela França
França: o que você precisa saber antes de ir
Como é um passeio bate e volta de Paris ao Vale do Loire, na França
Roteiro para uma viagem de motorhome de 30 dias pela Europa
Mercados de Natal na Europa

Guia de bolso de Paris: do tamanho certo para levar na sua mochila
Os 10 museus mais populares do mundo
Filminhos que inspiram viagens para os pequenos viajantes

Viagens dos nossos amigos pela França

Paris com crianças: guia e dicas
Roteiro de 7 dias pelo norte da França: Vale do Loire, Saint Malo e Mont Saint Michel
Vale do Loire na França: roteiro de 4 dias
6 dias em Paris e Normandia
Relato de viagem de motorhome de 2 semanas pela França, Suíça e Itália
Relato de viagem de motorhome pela França, Bélgica e Suíca, com todos os custos e perrengues
Relato de viagem pela Rota dos Contos de Fadas na Alemanha e Alsácia Francesa

Etretat_Normandia
os famosos penhascos de calcário em Étretat, na Costa de Alabastro

Etretat_Normandia
Praia de Étretat, na Normandia, França

Etretat_Normandia
vilarejo de Étretat, no litoral da Normandia

Como chegar em Étretat

Depois de curtir muitos museus e ruelas charmosas de cidades lindas em Giverny, Vernon e Rouen, seguimos nosso roteiro pela Normandia para Étretat, porque a França não é só cultura, história, arte e gastronomia, mas também beleza natural!

Na minha opinião, o roteiro ideal pela Normandia seria sair bem cedinho de Paris, ir a Giverny pela manhã, e passar a tarde em Rouen. Pernoite num apartamento no centro histórico de Rouen e, no dia seguinte, siga viagem para Étretat, Le Havre e Honfleur. Roteiro maravilhoso pela Normandia francesa!

Se você escolher a estrada pedagiada, que é mais rápida, serão 146Km de Paris a Rouen, incluindo a parada em Giverny no meio do caminho, 2h30min.

De Rouen até Étretat, pela rota mais rápida (com pedágio), são apenas 83Km, 1h20min.

O caminho é lindo, com campos cheios de vaquinhas, passando por vários vilarejos fofos, repletos de casas lindas de tijolinhos e um ar mais praiano.

Se você decidir ir até Étretat e Le Havre de carro alugado como nós, é só colocar os destinos no GPS ou no Google Maps, que não tem erro. Como viajamos com um chip de celular da EasySim4U no plano 4G Europa, tínhamos internet ilimitada o tempo todo, e usamos o Google Maps como nosso guia de viagens!

A Barbara também foi até Étretat e Honfleur, num bate e volta desde Paris com a família, e contou tudo aqui: 6 dias em Paris e Normandia

Etretat_Normandia
lindas cidadezinhas a caminho de Étretat

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia
a caminho do litoral da Normandia

O que fazer em Étretat

Étretat é um pequeno balneário no litoral da Normandia, na chamada Costa de Alabastro (em francês, 'Cote d'Albétre'), com cerca de 1.400 habitantes.

Nesta costa existem numerosos 'penhascos de giz', os mais famosos dos quais estão localizados justamente em Étretat - um cenário único e deslumbrante que se transformou numa das paisagens mais conhecidas da França.

Famosa pelos seus arcos de calcário e pela 'Agulha', ou 'Aiguille', esta parte do litoral da Normandia é realmente cheia de paisagens espetaculares.

Algumas das falésias têm até 100m de altura!

Se você olhar para a 'Agulha', no alto dos seus 70m sobre o mar, com um pouco de imaginação, conseguirá até ver a cabeça de um elefante mergulhando a tromba nas ondas, paisagem maravilhosa que inspirou Claude Monet e outros pintores impressionistas.

Etretat_Normandia
a paisagem que inspirou Claude Monet em Étretat

Etretat_Normandia
pouco tempo antes de ver a paisagem ao vivo, eu havia fotografado a pintura de Monet, na sua casa-museu em Giverny
Indo até a beira do mar pelo centrinho de Étretat, você chegará à Praia Galet, onde fica a Promenade Perrey, um calçadão bem lindo, com muitos restaurantes, lojinhas e vistas inacreditáveis das famosas falésias de Étretat.

Onde estacionar no centro de Étretat?

O principal estacionamento público do centro fica no canto esquerdo da Praia de Galet (Rue Mathurin Lenormand), é pago por hora (€ 3,50 por hora) e só permite até 2hs de estacionamento.

No centrinho, para estacionar nas vagas de calçada com parquímetro, após as 19hs, não é necessário pagar - depois desse horário, o estacionamento é grátis.

Para cada lado da praia, você encontrará as trilhas que levam ao alto das falésias.

De frente pro mar, à esquerda, fica a trilha da Falésia d'Aval, de onde se vê a Porte d'Aval, arco de pedra que enfeita todos os cartões postais da região.

Para o lado direito, fica a Falésia d'Amont, que é acessível de carro, bastando colocar no GPS 'Notre Dame de la Garde', nome da igrejinha que fica lá em cima, e seguir pela estradinha até o alto da falésia. De lá, se vê o famoso arco Porte d'Amont.

Lá em cima tem estacionamento grátis, com várias vagas, e um pequeno museu 😉

Perto do estacionamento, fica o memorial 'White Bird' (em francês, L'Oiseau Blanc), homenagem a 2 aviadores franceses que desapareceram em 1927, enquanto tentavam cruzar voando o Atlântico Norte pela 1ª vez, de Paris a Nova York. Quem de fato conseguiu a façanha foi Charles Lindbergh que, menos de 2 semanas depois, fez a travessia Nova York - Paris no 'Spirit of St. Louis'.

Para mim, a vista mais linda de Étretat é a que se tem do alto da Falésia Amont - um ótimo local para fotografar a 'Agulha', pertinho da capela de Notre-Dame de la Garde.

Etretat_Normandia
Capela de Notre-Dame de la Garde, em Étretat

Etretat_Normandia
fotografando a 'Agulha' do alto da Falésia Amont

Etretat_Normandia
museu no alto da Falésia Amont, em Étretat

Etretat_Normandia
Etretat_Normandia

Etretat_Normandia
do alto da Falésia Amont, é possível ver todo o charmoso vilarejo de Étretat

Etretat_Normandia
arquitetura típica normanda em Étretat
Há ainda um 3º arco famoso em Étretat, o Manneporte, que é também o maior dos 3, mas ele não é visível do centro da cidade.

Num post recente que escrevi sobre 14 lugares para conhecer na Inglaterra, escrevi sobre Dover. Não sei se isso é só minha imaginação fértil, ou se faz algum sentido, pois nunca li nada sobre esta 'coincidência' em nenhum lugar, mas achei as falésias de Dover muito parecidas com as de Étretat, e sei que, em Dover, do lado ingês do Canal da Mancha, as falésias também são de calcário...o que me deixou cogitando se um dia, há alguns milhões de anos, aquilo ali não era tudo uma coisa só, que depois se separou...será que algum geólogo poderia nos iluminar??

Primeiro passeamos um pouco pelo centrinho da cidade, depois fizemos um piquenique no alto da Falésia Amont com queijos, baguetes, patês e outras delícias locais que compramos num mercadinho no centro, tiramos dezenas de fotos lá de cima e descemos para ver o por do sol na Praia Galet.

Como comentei antes, depois das 19hs, não precisa pagar para estacionar nas vagas de parquímetro ali ao lado da praia.

Vimos o por do sol mais lindo na beira da praia - que não é de areia, e sim de seixo rolado (aquelas pedrinhas arrendondadas que são muito comuns nas praias ao norte e ao sul da França) - tomando um vinho branco gelado.

Se você for no verão, e tiver intenção de aproveitar a praia, a dica é levar um isolante térmico, senão ninguém aguenta sentar naquelas pedrinhas!

Etretat_Normandia
fazendo piquenique no alto da Falésia Amont, em Étretat

Etretat_Normandia
Falésia Amont, em Étretat

Etretat_Normandia
a vista mais linda de Étretat é a que se tem do alto da Falésia Amont - um ótimo local para fotografar a 'Agulha'

Etretat_Normandia
curtindo um por do sol maravilhoso na Praia Galet, em Étretat
Como vocês já perceberam, teremos overposting de fotos das paisagens de Étretat por aqui, porque aquele lugar é simplesmente 'too good to be true'! Um lugar com uma luz mágica que, se não fosse eu mesma por trás destas fotos, diria que é filtro ou 'Photoshop'!

Não é por nada que esses cenários encantaram Monet: ele era o rei dos estudos de luz e sombras e cores, e as falésias de Étretat são incríveis, elas vão mudando de cor a cada minuto que passa, conforme o sol vai incidindo de um ângulo diferente.

Observando como as luzes mudam rapidamente, conforme a incidência solar, fica fácil entender a paixão dos artistas impressionistas pelas cores do céu e do mar da Normandia.

Veja na sequência de fotos abaixo, que eu fotografei no decorrer de uns 20min:

Etretat_Normandia
as falésias de Étretat vão mudando de cor a cada minuto que passa, conforme a incidência da luz solar

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Pensamento do dia em Étretat e uma lição sobre como enfrentar perrengues de viagem

Eu não sei se foi o vinho, se foram as cores daquele final de tarde, ou o próprio perrengue que tínhamos passado na véspera, mas, assistindo aquele por do sol na praia de Étretat, me emocionei.

Juntas, nós 3 (eu, minha mãe e minha irmã, com quem fiz esta roadtrip pela Normandia) passamos 2 meses numa UTI, e acabamos perdendo meu pai 'praquela' doença horrível que começa com 'C' (eu não gosto nem de falar essa palavra em voz alta). Foi assim que aprendemos, à força, que só o que importa na vida é ter SAÚDE.

Na véspera deste fim de tarde, tinham furtado a mala da minha mãe no metrô em Londres, quando estávamos a caminho do aeroporto, para embarcar pra Paris e, desde o primeiro momento, tudo o que nós fizemos foi rir da nossa situação calamitosa!

Já estávamos viajando as 3 só com uma malinha de bordo para cada uma de nós, e agora eram só 2 malinhas para nós 3!

A gente seguiu em frente, dividindo calcinhas, meias e escovas de dentes, e não houve perrengue brabo que uma garrafa de vinho branco gelado e um por do sol em Étretat não curassem.

Sim, a mãe ficou sem NADA, um FDP levou TODAS as roupas dela (e o pior, os souvenirs recém comprados!), e um monte de gente viu a história toda lá nos stories e comentaram que, na nossa situação, ficariam desesperados, passando drama...

Acho que houve até quem achasse que éramos meio doidas, por fazer piada da nossa situação horrorosa...

Mas não seria (bem) pior, além de perder a mala, perder também o humor e a alegria de estar viajando pela Europa? 😝

Acho que foi a maldita doença do pai que nos ensinou que tudo é passageiro nessa vida, que não vale a pena chorar por bobagem, por pouca coisa...e que só o que importa de verdade na vida são os momentos felizes que a gente VIVE!

Fizemos vários brindes à vida e ao Gordinho, que mesmo numa UTI nos ensinou tanto, e que certamente esteve lá em Étretat rindo muito conosco naquele fim de tarde!

Etretat_Normandia
Miminha deixando a tristeza e a raiva para lá em Étretat!

Etretat_Normandia
éramos 4 neste fim de tarde inesquecível em Étretat
Hoje, quase um ano depois daquele episódio, tenho certeza que as recordações que nós temos de uma viagem feliz são muito mais fortes e mais importantes pra mãe do que qualquer roupa ou bens materiais que ela tivesse naquela mala...se tivéssemos nos deixado abater por aquele perrengue, provavelmente não teríamos tantas boas lembranças! 😉

Foi uma boa lição que aprendemos, sobre como enfrentar perrengues de viagem, e achei que valia a pena compartilhar aqui com vocês: sempre que acontecer um drama assim numa viagem (ou na vida em geral), pense se aquilo que você perdeu era tão valioso assim, a ponto de te fazer perder a alegria de viver.

Se não for um poblema grave de saúde de alguém que eu amo, hoje em dia muito poucas coisas me fazem perder o sono e o riso - aprendam a lição que o Gordinho nos deixou, e vocês vão ver como as bobagens sobre as quais a gente faz drama são pequenas!

Etretat_Normandia
por do sol em Étretat, na França

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Le Havre

Já era noite quando partimos de Étretat em direção a Le Havre, mas eu queria muito passar por lá!

Entre Étretat e Le Havre são apenas 28Km, 30min de carro.

Primeiro, queríamos passar na loja Primark no centro comercial das Docas Vauban, porque, afinal de contas, nossas calcinhas não seriam suficientes para as 3 até o fim da viagem, e a Miminha precisava comprar pelo menos umas calças, já que as nossas ficam enormes nela, que é muito mais baixinha hehehe...

Eu também queria ver a famosa instalação feita de containers, que é praticamente um cartão postal de Le Havre, cidade que foi muito bombardeada e quase que completamente destruída durante a 2ª Guerra Mundial e que, por isso, não tem muitos edifícios históricos bonitos, como a quase unanimidade das cidades francesas.

Le Havre é a maior cidade da Normandia, com 190 mil habitantes, e está localizada na foz do Rio Sena, no Canal da Mancha.

É um Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2005, por ser o único conjunto urbano do século 20 na Europa - como falei antes, a cidade foi seriamente destruída na 2ª Guerra Mundial e depois  totalmente reconstruída de acordo com os planos do arquiteto Auguste Perret, com uma equipe de outros 60 arquitetos. Assim, Le Havre é um dos raros conjuntos contemporâneos de cidades no mundo, e a reconstrução foi um grande feito urbano, arquitetônico e social.

A paisagem urbana é caracterizada por linhas limpas, muito espaço, apartamentos inundados de luz e muito concreto, que foi compensado ​​com tintas coloridas - se você olha Le Havre como turista, não é uma cidade particularmente bonita, e é difícil entender o porquê do título de Patrimônio Mundial da Humanidade - esta é a explicação.

Passamos pela Place General de Gaulle, vimos a Igreja Saint-Joseph, e seguimos para a instalação de conteiners de Vincent Ganivet na avenida à beira-mar.

A instalação artística La Catène, do artista Vincent Ganivet, é uma obra de arte urbana monumental que forma 2 arcos de conteiners, criados para celebrar o aniversário de 500 anos da cidade.

Um dos únicos pontos turísticos históricos que eu tinha na minha lista de lugares a conhecer em Le Havre era a Catedral de Notre Dame, que estava sendo restaurada e totalmente coberta por tapumes.

Depois de um longo passeio de carro pela cidade, resolvemos continuar viagem e seguir para dormir em Honfleur, próximo destino no nosso roteiro.

Para cruzar a ponte entre Le Havre e Honfleur tem que pagar um pedágio de € 5,40. Mas isso já é assunto para o próximo post, que será sobre a lindíssima cidade de Honfleur.

Para mim, Le Havre lembrou as antigas cidades comunistas do leste europeu, que são cheias de blocos de concreto. Infelizmente, não tivemos tempo suficiente para explorar a cidade, pois já estava ficando tarde e queríamos seguir viagem para dormir em Honfleur - se houvesse mais tempo, talvez tivéssemos descoberto outros encantos em Le Havre.

Le_Havre_Normandia
instalação artística que se tornou o cartão postal de Le Havre

Onde dormir em Étretat e Le Havre

Se você tiver a sorte de poder pernoitar em Étretat, para continuar a sua viagem pela Normandia no dia seguinte, existem várias opções de hospedagem na cidade, de várias faixas de preços, com ou sem estacionamento incluído.

Veja algumas opções de acomodações que eu selecionei em Étretat - no centrinho tem um monte de apartamentos charmosos que você pode escolher - adorei estes:

La Famiglia

Em Le Havre, onde as tarifas de hotéis são muito mais baixas, veja estas outras opções:

Campanile Le Havre Centre
Citotel Le Carmin

Etretat_Normandia
centro histórico de Étretat, na Normandia

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia
se você tiver a oportunidade, não deixe de passar uma noite em Étretat, na Normandia

Etretat_Normandia
Étretat é tão charmosa à noite quanto durante o dia

Etretat_Normandia
vilarejo de Étretat, na Normandia

Chip de celular para usar na França

Durante a nossa viagem pela França, Inglaterra, País de Gales e Holanda, usamos o chip de celular da EasySim4U no plano 4G Europa o tempo todo, e funcionou super bem - vocês viram a quantidade de stories que eu fiz, né!!

Recebi o chip em casa pelo correio (levou uns 4 dias para chegar), coloquei no celular dentro do avião, ativei os dados móveis e já chegamos na Europa conectadíssimas, usando o Google Maps desde o aeroporto!

Nós não vendemos chips de celular através do blog - nem nenhum outro produto ou serviço, pois o pequeno viajante é um blog que não visa lucro, é apenas um passatempo nosso mesmo - então dê uma olhada direto lá no site deles - EasySim4U - para ver como comprar esses simcards e recebê-los em casa no Brasil antes de viajar. 

No site tu encontras os preços dos planos que eles oferecem de acordo com o destino e com os planos de dados e voz que forem mais apropriados para a tua viagem.

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Etretat_Normandia

Você conheceu o interior da França? Nós adoraríamos ter as suas contribuições aqui no blog! Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

Durante a nossa viagem, usamos a hashtag #PVnaEuropa nas nossas redes sociais 😊

Fiz várias pastas de "destaques" desta viagem lá nos stories do Instagram - espia lá que tem muitas dicas úteis da França!

Veja também esse vídeo das nossas aventuras numa viagem anterior a Paris:


Saint-Malo, França: a cidade murada mais linda da Bretanha
Chartres, na França: destino imperdível nos roteiros pelo Vale do Loire e pela Normandia
Normandia e o Dia D: 5 lugares da 2ª Guerra Mundial para conhecer na França
Deauville e Trouville-sur-Mer, na Normandia: tudo o que você precisa saber
Honfleur, França: o vilarejo mais charmoso da Normandia
Étretat e Le Havre, na Normandia: o que fazer
Rouen, França: o que fazer na capital da Normandia
Giverny: como visitar a Casa e os Jardins de Monet
Como voar grátis de Amsterdam para Londres e Paris
Como é voar na classe econômica da Air France
Estrasburgo: viajando de motorhome pela França
11 lindas aldeias francesas na Alsácia: viajando de motorhome pela França
França: o que você precisa saber antes de ir
Como é um passeio bate e volta de Paris ao Vale do Loire, na França
Roteiro para uma viagem de motorhome de 30 dias pela Europa
Mercados de Natal na Europa

Guia de bolso de Paris: do tamanho certo para levar na sua mochila
Os 10 museus mais populares do mundo
Filminhos que inspiram viagens para os pequenos viajantes

Viagens dos nossos amigos pela França

Paris com crianças: guia e dicas
Roteiro de 7 dias pelo norte da França: Vale do Loire, Saint Malo e Mont Saint Michel
Vale do Loire na França: roteiro de 4 dias
6 dias em Paris e Normandia
Relato de viagem de motorhome de 2 semanas pela França, Suíça e Itália
Relato de viagem de motorhome pela França, Bélgica e Suíca, com todos os custos e perrengues
Relato de viagem pela Rota dos Contos de Fadas na Alemanha e Alsácia Francesa


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos vídeos no YouTube - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!


Veja fotografias e dicas das nossas viagens no Instagram.


Você também nos encontra aqui: Facebook / Twitter / Instagram / Pinterest / YouTube

Étretat

Étretat

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: