21 de julho de 2016

Holic Pâtisserie, em Canela - você vai ficar viciado nestes doces

"Holic" é o nome dessa confeitaria; "Vício", em bom português - e o nome não poderia ser mais adequado! 

A Holic Pâtisserie fica em Canela, na frente da Catedral de Pedra, e o único 'porém' do lugar é que você vai viciar depois da primeira visita! 

Laranja spice, pistache com amarenas, manjericão, bergamota ou mojito, qual o seu macaron preferido? Eu provei todos e não consegui eleger meu favorito, que baita problemão!

Vem comigo que vou te contar como foi a nossa visita a esta autêntica pâtisserie francesa localizada no miolo da Serra Gaúcha :)

Na nossa última viagem a Canela, estávamos com um grupo de amigas que também escrevem sobre as suas viagens em família, e a Amanda Selbach, proprietária da Holic, nos convidou para uma happy hour




Foi um prazer - em todos os sentidos - conhecer a Amanda, um pouco da história dela, e experimentar todossssss aqueles doces inacreditavelmente suaves, delicados e sofisticados. Tão lindos que dava até pena de desmanchar na boca! 

A Amanda abriu a Holic em Canela já há algum tempo, depois de passar anos morando na França, trabalhando em lugares como Pain de Sucre, no Marais, e estudando no Institut Paul Bocusemergulhou no mundo da confeitaria para tentar entender os segredos e minúcias dessa arte. A gente vê que, como ela mesma diz, ela coloca o melhor dela em cada doce que faz. 

apresento a vocês a fada (ou seria bruxinha?) que faz estas maravilhas 

Diz a Amanda:

"Sempre amei doce e me perguntava como os franceses conseguiam fazer os doces de vitrine, como conseguiam chegar em tal forma, tal textura. Uma curiosidade que me matava e que eu precisava aprender.

O macaron foi o meu maior desafio levei quase 3 anos para chegar ao que apresento hoje, usando ingredientes naturais para buscar sempre o melhor sabor. O de bergamota é nossa maior obra de arte, porque a fruta tem tudo a ver com a nossa região.

Aprendi isso com o Chef Fillat, ele sempre me dizia que pâtisserie francesa é feita do início ao fim com produtos feitos pelo próprio confeiteiro. Ao invés de abrir um pote de creme de avelã e rechear um macaron, faça sua própria pasta de avelã. 

Mãos à obra então, é assim que vivo a confeitara e procuro criar sabores que marquem mais do que o açúcar ou o leite condensado, que mascaram muito a delicadeza de uma fruta, por exemplo.

É um prazer poder dividir com vocês um pouco da minha história, espero imensamente que gostem dos meus doces, porque aqui tem o melhor de mim.​"






Experimentamos quase todos os sabores de macarons, e posso confirmar que um dos destaques, que realmente atrai muitos curiosos, é de fato o de bergamota ou, como é mais conhecida no norte do Brasil, tangerina ou mexerica. 

Ele é incrível - a gente sente mesmo o gosto da fruta no doce!

Mas, entre os sabores disponíveis, também adorei o laranja spice, o de pistache com amarenas, o exótico manjericão, e o mojito, uma delícia! 

Se você é mais tradicional, experimente os macarons de avelã, coco, framboesa, banana caramelada e chocolate.

Detalhe importante: já provei macarons na Europa e nos Estados Unidos, em New York e, como vocês sabem, é um doce sofisticado e, por isso mesmo, caro. Em New York, lembro de pagar U$ 2 ou 3 por cada macaron. Na Holic, cada um custa R$ 3,50, ou seja, o equivalente a pouquinho mais de U$ 1 (pelo câmbio de hoje) - é comparativamente muito barato, gente!






E, se a sua perdição não são os macarons, a Amanda também faz a sua bruxaria com outros doces - não lembro de ter provado uma mil folhas (massa folhada com creme de baunilha) tão leve na vida! 

Ela faz uma versão com baunilha e nozes e outra só com o creme pâtisserie mesmo - a diferença é que o doce da Holic não leva aquele glacê por cima, ele é só caramelizado :)

O éclair (massa de carolina e recheio cremoso) custa R$ 10,00 e vale cada centavo. 

No cardápio, muitos outros doces - eu destacaria o 220Volts, com chocolate belga, o tartelette de limão siciliano (R$ 4,50) e, para quem gosta de framboesa, recomendo o French Kiss, com chocolate branco. 






Para acompanhar, café expresso, água, chás e champanhe - a legítima Veuve Clicquot

Nós fomos de champa e confesso a vocês que foi uma noite memorável entre amigas, regada a macarons, tartelettes, o melhor cenário imaginável - a Catedral de Pedra de Canela - e nenhuma culpa na consciência, porque, vocês sabem, né? Nas férias, doce não engorda ;)

A Holic abre suas portas encantadas de terças a domingos, das 10 às 22hs.

Você gosta de macaronsDeu vontade de conhecer a Holic? Já provou as delícias da AmandaConte pra gente como foi a sua experiência! 







No próximo post, mais sobre Gramado & Canela! Não perca!

Veja mais fotografias das nossas viagens à Serra Gaúcha em #LipenaSerra no Instagram.


Flashback Aparados da Serra (Cambará do Sul)
Feijoada do Hotel Laje de Pedra, em Canela
Estação Canela - restaurante temático de trens em Canela
Hotel Alpestre em Gramado


Leia todos os nossos posts sobre a Serra Gaúcha :)

Para ler sobre as nossas viagens aqui pelo Estado, clique em Rio Grande do Sul      


Em dúvida sobre onde se hospedar na Serra Gaúcha? 


Mais dicas de hotéis que já experimentamos em Gramado e Canela aqui

Nossas dicas de hospedagem em Cambará do Sul:


Veja algumas outras opções de hospedagem por lá:

       


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante. 

Você também nos encontra aqui:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...