18 de março de 2016

Canyon Itaimbezinho, em Cambará do Sul, nos Campos de Cima da Serra do RS

Eu já havia estado outras vezes no Itaimbezinho, mas nunca havia escrito sobre este passeio incrível que os gaúchos precisam fazer e os outros brasileiros também não deveriam perder. 

Como voltamos lá este final de semana, para conhecer o Parador Casa da Montanha, desta vez sai o post!

O Cânion Itaimbezinho é o mais famoso da região dos Campos de Cima da Serra, e fica localizado no Parque Nacional Aparados da Serra, unidade de preservação mantida pelo ICMBio e criada em 1959.


A sede do parque fica a 18km do centro de Cambará do Sul, a cidade-base para visitar os canyons

Leia também: Cambará do Sul - guia de passeios, restaurantes, hospedagem e dicas.

Na sede você vai encontrar um centro de visitantes com exposiçãozinha, um monitor explicando as trilhas e seus atrativos com o auxílio de uma maquete e fotos do que você encontrará pelo caminho, além de banheiros e bebedouros. 

Há estacionamento logo após o acesso.




As paredes do canyon têm 5,8km de extensão, 720 metros de profundidade e 600 metros de largura. 

O nome é de origem tupi-guarani, língua indígena dos primeiros habitantes do local, e significa 'pedra afiada' (ita=pedra e aimbé=afiada). 

Chegamos lá por volta de 9:30am e saímos às 11:30am - programe no mínimo 2hs para a visita. 

Leia também o post que escrevi há tempos atrás sobre o outro cânion famoso da região (e o único outro que pode ser visitado por conta própria, sem guias, assim como o Itaimbezinho) - Canyon Fortaleza, com dicas de hospedagem BBB



Vídeo 1

Para começar, um pequeno aperitivo do que vocês verão por lá - imagens que fizemos com o nosso drone, de coração apertado! 

Imagina se o drone despenca com GoPro e tudo canyon adentro?!?


Vídeo 2

E, abaixo, um outro vídeo, um pouquinho mais longo (menos de 2 minutos) e mais informativo - vale a pena assistir, pois você terá uma boa ideia do passeio:



Informações práticas

Preços

Brasileiros: R$ 8,00 (por pessoa)
Estrangeiros: R$ 15,00 (por pessoa)
Estacionamento: R$ 5,00 (para carros pequenos) e R$ 3,00 (para motos)

Menores de 12 anos e maiores de 60 não pagam. 



Localização

No centro de Cambará, dobre à direita no Supermercado Pionner e siga 18km (estrada de chão batido) até a entrada do Parque Nacional, que fica na rodovia RS 429, km 18.

Da cidade até lá levamos 40min. Da sede do parque até o Parador Casa da Montanha, onde nos hospedamos, levamos apenas 20min, pois o Parador fica no meio do caminho entre o centro da cidade e a sede do parque. 

Leia mais sobre o Parador aqui

Se você vem de Santa Catarina, pela BR 101, entre no acesso a São João do Sul e Praia Grande e siga 21km pela SC 290 até Praia Grande e mais 23km (não pavimentados) até a entrada do parque, subindo pela Serra do Faxinal (RS 427).

Segundo nos informaram, há uma linha de ônibus entre Criciúma (Santa Catarina) e Caxias do Sul (no RS) que passa bem na frente da guarita de entrada no Parque Nacional às 10h30min. Informe-se. 




Horário

De terças a domingos, das 8 às 17hs (segunda-feira o parque fica fechado para manutenção)



Trilhas

Existem 3 trilhas no Itaimbezinho: 2 delas na parte alta, onde fica a sede do Parque Nacional Aparados da Serra, em Cambará do Sul, e uma na parte de baixo, no interior do canyon, partindo de Praia Grande, Santa Catarina

Na parte alta, onde fica a sede do parque, as opções são a Trilha do Vértice (1,5km) e a Trilha do Cotovelo (6 km). Os trajetos destas 2 trilhas podem ser percorridos a pé ou de bicicleta. 

Se você quiser fazer as 3 trilhas, faça as 2 da parte alta no 1º dia (Vértice e Cotovelo) e a Trilha do Rio do Boi no 2º dia. 

Na parte alta (Trilhas do Vértice e do Cotovelo) não precisa ter um guia - as trilhas são fáceis e autoguiadas

Já na parte baixa (Trilha do Rio do Boi), cuja trilha começa em Santa Catarina, é obrigatório o acompanhamento de um guia credenciado. 

É proibido acampar, acender fogueira, levar bichos de estimação e alimentar animais silvestres, como o graxaim e a gralha-azul.





Dicas do pequeno viajante

Use roupas leves e confortáveis e um bom tênis para a caminhada, bem como protetor solar, boné e óculos de sol. 

Leve repelente, água e máquina fotográfica. 

Ah, e muitos cartões de memória! 



Trilha do Vértice

Essa trilha tem 1,5km de extensão, com um percurso cheio de mirantes, passarelas e placas, sem aclives ou declives acentuados, o que a torna muito fácil, mesmo para crianças. 

Uma parte da trilha é pavimentada, mas não recomendo fazer com carrinho de bebê, pois existem partes bem ruins de transpor com carrinho.

Eu lembrava de ter ido ao Itaimbezinho outras vezes e de ter achado essa trilha meio perigosa, sem proteções, mas desta vez fiquei positivamente surpresa com a segurança, pois a trilha atualmente tem proteções suficientes, o que não significa que você não precise ficar de olho grudado no seu pequeno viajante!


olha eu lá, provavelmente com a idade do Lipe, na borda do cânion -
pelo visto a minha mãe não era muito preocupada com segurança hahaha...

No primeiro mirante é possível ver a Cascata das Andorinhas, que possui uma queda de aproximadamente 300m de altura, com águas vindas do Arroio Perdizes. 

No segundo mirante você vê a Cascata Véu da Noiva, com uma queda de 500m. As águas são formadas pelo Arroio Preá, que forma o Rio do Boi. 

No terceiro mirante dá para ver 30% do canyon, sendo possível ver as 2 cascatas de lá e também o início do Cânion Itaimbezinho, que é em forma de vértice e dá origem ao nome da trilha.












 Trilha do Cotovelo

Essa trilha tem 6km de extensão, e nós a fizemos há alguns anos atrás em 3hs.

A maior parte da trilha é em uma antiga estrada do parque, e o resto do trajeto é pela borda do canyon

Do mirante você vê a imagem clássica dos paredões do Itaimbezinho, com o caminho do Rio do Boi no meio. Também dá para ver de perto 2 cascatas e ainda uma outra, chamada Seu Marçal.



Trilha do Rio do Boi

Nós nunca fizemos esta trilha, mas eu adoraria! É a mais longa e também a mais difícil do Parque Nacional, uma verdadeira expedição pelo interior do canyon

O acesso é por Praia Grande, em Santa Catarina, e só é possível fazê-la com o acompanhamento de um guia.

São 8km de trilhas, passando por dentro do rio. A caminhada leva de 5 a 7hs

No verão, dizem ser possível tomar banho de cachoeira e em piscinas naturais. Já imaginou que delícia??? 




E aí, deu vontade de conhecer o Itaimbezinho? Já conhece? Qual trilha você fez? Conte pra gente o que achou!

No próximo post, mais sobre a Serra Gaúcha! Não perca!

Flashback Aparados da Serra (Cambará do Sul)

Leia todos os nossos posts sobre a Serra Gaúcha :)

Para ler sobre as nossas viagens aqui pelo Estado, clique em Rio Grande do Sul

Veja mais fotografias das nossas viagens à Serra Gaúcha na hashtag #LipenaSerra no Instagram

Leia mais sobre esses lugares lindos também nos seguintes blogs:



Quer conferir os preços e reservar a sua hospedagem no Parador Casa da Montanha? Clique aqui!

Vai conhecer Gramado e Canela também? 

Veja algumas opções de hospedagem por lá:

       


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante. 

Você também nos encontra aqui:


8 comentários:

  1. Oi, pessoal. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelas filmagens com o drone, ficou muito legal. Ernesto, o pato

    ResponderExcluir
  3. Boa Tarde,
    Para chegar a sede do parque nacional do itaimbezinho, vale a pena contratar um passeio ou ir com o proprio carro? A estrada ajuda?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo do carro, dá pra ir. A estrada é bem ruim (mas melhor do que a do Fortaleza). Nós fomos num Peugeot 307 :)

      Excluir
  4. olá, tudo bem? saindo de Gramado, já voltando de carro para SP, dá pra fazer um dos canions _ Itaimbezinho ou Fortaleza _ pela manhã ou é melhor reservar um dia da estadia em Gramado para isso, em bate-e-volta? qual sugere? somos um casal e uma criança de 6 anos! obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bianca, eu faria como uma parada na viagem, e não um bate e volta! Se vocês pudessem dormir lá, melhor ainda, tem muitas pousadinhas e opções de restaurantes com preços ótimos, melhores do que em Gramado! Eu iria no Itaimbezinho, que tem a estrada um pouco melhor, mas é bom sempre se informar antes de sair, porque às vezes um deles está com nevoeiro e o outro não!
      Bjokas

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...