4 de abril de 2010

Canyon Fortaleza, em Cambará do Sul, nos Campos de Cima da Serra do RS, com dicas de hospedagem BBB

Fomos passar 2 dias em Cambará do Sul, que nós já conhecíamos, para levar o Lipinho para ver os canyons.

O Canyon Fortaleza está situado a 23Km de Cambará do Sul, no Parque Nacional da Serra Geral, com acesso pela CS-012, Km22.

É revoltante ver o estado de abandono do parque nacional - as estradas são de chorar, levamos mais de uma hora para percorrer 23Km, parecia que estávamos na Índia :(






Leia também: Cambará do Sul - guia de passeios, restaurantes, hospedagem e dicas.

O nome Fortaleza deve-se à configuração do terreno, talhado de tal forma que lembra as muralhas de um forte brotando da terra, com suas pontes e torres. Suas escarpas atingem, em alguns lugares, 980m de altura.

A vegetação verde-escura que se vê agarrada às rochas, ao fundo, é constituída de colossais folhas chamadas de "abóboda do diabo", que chegam a medir 1,50m de diâmetro.









O cânion se estende por cerca de 7.500m de extensão, 2.000m de largura e tem uma altitude de 1.240m sobre o nível do mar.

Para uma melhor visibilidade, é necessário percorrer uma trilha de 1.700m no Morro Fortaleza.

É possível observar cerca de 95% do cânion e as praias que fazem limite entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina de cima do morro.



O Felipe percorreu todo o trajeto na mochilinha, nas costas do papai, tirou muitas fotos, fez poses, cruzou rios, e curtiu cada minuto!

A vista é maravilhosa, e vale a pena, mesmo com a péssima estrada que leva até lá.

Por causa da altitude, faz friozinho, então é bom levar um casaquinho...



A Cachoeira do Tigre Preto forma a mais bela queda d´água do conjunto de cascatas e pode-se ver num ângulo bastante raro.

As pedras permitem que se vá até o meio das águas.

No Cânion Fortaleza, as principais atrações são o Mirante do Fortaleza, a Cachoeira do Tigre Preto e a famosa Pedra do Segredo.




Não esqueça de usar um tênis bom para trilhas, protetor solar, boné, óculos de sol, repelente e de levar máquina fotográfica e água para beber.

O parque funciona diariamente, o acesso é gratuito e não há estrutura nenhuma.

O telefone é 54-3251-1320.

Dicas de hospedagem



Ficamos na Estalagem da Colina

É charmosa, com ótimo atendimento. 

São umas cabanas em uma pequena colina, bem na entrada da cidade, super bonitinhas, bem decoradas, com sofá-cama para o Felipe, um luxo! 

Tem tv a cabo, internet, frigobar, café da manhã colonial, banheira, eles encomendam pizza e levam no quarto e o melhor: uma super Jacuzzi, só para nós 3, com uma vista linda - a-do-ra-mos!!! 

Pagamos em torno de R$ 217,00 a diária para casal.











Outra opção muito boa e barata, que nós também já testamos, é a Pousada Bela Vista, com lareira, wifi e um bom café da manhã. 

O estacionamento é incluído e pagamos R$ 185,00 pelo quarto triplo - não pagamos nada a mais pelo Lipe :)


















E, por último, a opção mais top da região, que é o Parador Casa da Montanha

Clique no link em vermelho acima para ver detalhes sobre esse lugar de sonhos no post que escrevi sobre o hotel. 

Serra do Faxinal

Na hora de ir embora, resolvemos descer a Serra do Faxinal, que passa pela entrada do Itaimbezinho e vai dar lá no litoral: é um pouco melhor do que a estrada que vai até o Fortaleza - até porque no Cânion Itaimbezinho tem bem mais infraestrutura, mas mesmo assim é péssima - legal é a vista, em determinados pontos da estrada, com dia bonito, se vê até o mar!

Itaimbezinho é um nome de origem tupi-Guarani, "ita" significa pedra e "Ai'be" afiada. 

Está localizado entre Cambará do Sul e Praia Grande, no Parque Nacional dos Aparados da Serra, a 18Km da sede do Município. 

O acesso ao parque é possível através de uma estrada de chão batido.

O Parque Nacional dos Aparados da Serra é administrado pelo ICMBio, cuja sede está localizada no Parque.

Lá é possível encontrar banheiros, estacionamento, centro de informações, bebedouro e guias que auxiliam os turistas a realizarem as trilhas do local.

Leia também nossos posts sobre o Cânion Itaimbezinho e sobre Cambará do Sul - guia de passeios, restaurantes, hospedagem e dicas.


Este vídeo é um pequeno aperitivo do que vocês verão por lá - imagens que fizemos com o nosso drone no Cânion Itaimbezinho:


E, abaixo, um outro vídeo, um pouquinho mais longo (menos de 2 minutos) e mais informativo - vale a pena assistir, pois você terá uma boa ideia do passeio:



Abaixo, fotos da Serra do Faxinal:



Deu vontade de conhecer o Fortaleza e o Itaimbezinho? Já conhece? Qual trilha você fez? Conte pra gente o que achou!

No próximo post, mais sobre a Serra Gaúcha! Não perca!

Flashback Aparados da Serra (Cambará do Sul)

Leia todos os nossos posts sobre a Serra Gaúcha :)

Para ler sobre as nossas viagens aqui pelo Estado, clique em Rio Grande do Sul

Veja mais fotografias das nossas viagens à Serra Gaúcha na hashtag #LipenaSerra no Instagram



Quer conferir os preços e reservar a sua hospedagem no Parador Casa da Montanha? Clique aqui!

Nossas dicas de hospedagem BBB:


Vai conhecer Gramado e Canela também? 

Veja algumas opções de hospedagem por lá:

       


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante. 

Você também nos encontra aqui:


6 comentários:

  1. Claudia, que delícia essas fotos do Lipe pequenininho!!!!! :)

    ResponderExcluir
  2. Post de 2010. Sabe se as estradas no Fortaleza continuam podres até hoje?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão ainda piores, Alberto :(
      Tanto que voltamos a Cambará recentemente (2016) e nem fomos lá - fomos só ao Itaimbezinho!
      Boa sorte!

      Excluir
  3. Oi Claudia! Realmente é tranquilo fazer o cânion Fortaleza sem o acompanhamento de um guia? Dá para fazer os principais atrativos: Mirante do Fortaleza, Cachoeira do Tigre Preto e a Pedra do Segredo por conta? É seguro? Estarei na região com duas crianças, uma de 7 anos e um bebê de 1 ano, agora em julho...Antes passarei em São José dos Ausentes e como li seu post sobre as condições da estrada, acredito que seja melhor fazer o Fortaleza quando do deslocamento de São José para Cambará...para não ter que voltar...o que vc acha?

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca fui a São José, nem sei se é na mesma estrada mas, se for, acho uma boa ideia, para evitar ao máximo essas estradas! Quanto a passear no Fortaleza sem guia, é tranquilo sim, só tem que dar sorte de estar aberto no momento em que vocês estiverem lá :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...