6 de junho de 2015

Lima - roteiro com orçamento, nossas dicas e os 5 passeios imperdíveis

Como contei no último post, sobre Bogotá, nós compramos as nossas passagens para Curaçao numa promoção da Avianca que vimos no site Melhores Destinos por um preço excelente e 2 "plus a mais": tínhamos a possibilidade de fazer stopovers em Lima, Peru, na ida, e em Bogotá, Colômbia, na volta. 

Já escrevi um post sobre o nosso roteiro, dicas e passeios imperdíveis em Bogotá, a interessante capital colombiana, e agora é a vez de compilar aqui tudo o que nós mais curtimos nas nossas duas visitas à capital peruana, que nós já havíamos conhecido numa viagem em 2004! 

Neste post, vocês encontrarão as nossas dicas para uma visita a Lima, com um roteirinho perfeito para 2 dias na cidade, inclusive com orçamento, e os 5 passeios que nós consideramos imperdíveis por lá!


Voo direto PoA -> Lima

Saímos de Porto Alegre às 6:30hs e chegamos em Lima às 11:20hs (para nós) - em Lima, eram 9:20hs, pois são 2hs a menos no fuso. 

Excelente o voo direto da Avianca Porto Alegre --->> Lima: 4h50min de voo, 2hs de fuso, poltronas espaçosas e super reclináveis! Só faltou a entrada USB para carregar as baterias...teve lanche no avião e bobeia dava pra ver até as linhas de Nazca




Quanto você vai gastar


Trocamos U$ 100 por 284 soles no aeroporto e foi exatamente o que gastamos em um dia, incluindo transporte de táxi e ônibus, entradas nos passeios e alimentação. 

Não jantamos - se tivéssemos jantado teríamos gasto mais. Tivemos que pagar U$ 62 de taxas no aeroporto, mas, não fosse esse contratempo (explico melhor no fim do post), dá pra dizer que um orçamento de U$ 150 por dia seria bem adequado para 2 pessoas, com todos os passeios incluídos, se você não quiser pegar ônibus e se for fazer 2 refeições, mais um lanchinho. Tudo na economia, claro, e sem contabilizar hospedagem!


Quanto tempo ficar

Nós ficamos apenas 1 dia, desta vez, mas já conhecíamos Lima de outra viagem - se é a sua primeira vez, e você quiser ver tudo com calma, o melhor mesmo é ficar 1 noite, 2 dias - embora seja possível sim ver as principais atrações da cidade em um único dia (que certamente será longo e cansativo)!




Onde se hospedar

Já comentei que, na nossa primeira vez em Lima, há mais de 10 anos, ficamos num cafofo daqueles assustadores, que a gente só encara antes dos 30 anos e da chegada dos filhos, sabe?

Desta vez, decidimos que queríamos um hotel BBB, estilo "família", que pudéssemos recomendar para vocês depois, e fomos à caça no Booking

De cara, na primeira página da pesquisa - eu sempre filtro pela avaliação dos hóspedes - encontrei exatamente o que buscava: o Casa Fanning Hotel, avaliado como "fabuloso" pelos hóspedes, e com uma pontuação de 8,7 baseada em 150 avaliações

Minha pesquisa terminou no momento em que vi o preço: as diárias, com reservas canceláveis, giram em torno de U$ 70 para o quarto duplo, com café da manhã incluído, e crianças até 5 anos são hospedadas gratuitamente! Mesmo quando o Lipe não viaja conosco, eu gosto de privilegiar hoteis childfriendly...

Mas, além do preço, o Casa Fanning Hotel tem vários outros pontos positivos, em especial para quem viaja com a família, com um bebê, ou quer um local para ficar por uma temporada maior, já que o local, na verdade, é um apart hotel, com sala e minicozinha - um lugar perfeito para férias em família, bem espaçoso e limpo!

O post completo que eu escrevi sobre o nosso hotel, com todos os detalhes e muitas fotografias, está aqui

O melhor bairro para ficar

O nosso hotel ficava na Calle Juan Fanning, nº 211, no Bairro Barranco de Lima.  

Na outra vez que estivemos no Peru, ninguém falava nesse tal bairro "Barranco", e nós nem estivemos lá. Ele virou o bairro "da moda" há pouco tempo, com a restauração de vários casarões históricos, inauguração de alguns museus sensacionais e vinda de vários bares e restaurantes para lá, que tornaram o Barranco o centro da boemia de Lima. 

Dá para ficar um dia inteiro em Lima só visitando as principais atrações do Barranco, sem nem sair do bairro do hotel: a uma quadra de distância da Casa Fanning fica o MAC - Museo de Arte Contemporaneo de Lima, e ali perto ficam também 2 outros museus importantes da cidade, o MATE - Museo Mario Testino, e o Museo Pedro de Osma, bem ao lado do MATE. 

À noite você também não terá qualquer dificuldade para encontrar bons bares e restaurantes perto do hotel - a vida noturna bomba no Barranco, e a pracinha central do bairro é um lugar excelente para um passeio à pé de noite, cheia de casarões históricos restaurados nos seus arredores. 

Como chegar lá

Segundo nos informaram, a rodoviária fica a 500 metros do hotel (não conferi).

Do aeroporto até o Bairro Barranco o preço do táxi é 40 soles, depois de barganhar. Considerando que U$ 1 equivale a 2,84 soles, na cotação que nos fizeram no aeroporto, faça suas contas...

Nem pense em contratar os serviços de táxi oferecidos dentro do aeroporto - tiveram o desplante de nos pedir abusivos 150 soles por uma corrida até o nosso Hotel Casa Fanning

O valor justo Aeroporto - Barranco é entre 35 e 40 soles, não mais do que isso! Na volta de Barranco para o Aeroporto, às 3hs da madrugada, pagamos os mesmos 40 soles pelo táxi. 

Se você for do hotel até o centro ou até Miraflores, as corridas de táxi ficam beeem mais baratas, entre 5 e 20 soles, no máximo!

Roteiro e passeios

Vou contar aqui para vocês como foi o nosso roteiro de 1 dia na cidade, acrescentando passeios que fizemos na nossa viagem de 2005 também, então não tente fazer tudo o que eu vou sugerir em um dia só - não dá! Ou você foca apenas nos programas que mais lhe agradarem ou fica 2 dias, se quiser ver tudo o que nós vimos. 

1 Museus do Bairro Barranco

Deixamos as mochilas no hotel e, por volta de 11h30min, chegamos ao MATE - Museo Mario Testino, nosso primeiro passeio na capital peruana, que eu estava louca para conhecer. 

Entrada: 15 soles por pessoa. 

Táxi dentro do Barrio Barranco: 5 soles - do hotel ao MATE.

Horário de funcionamento: 11AM - 8PM, de terça a domingo.

Endereço: Avenida Pedro de Osma, 409, Barranco. 

Para mais informações, olhe no site

O MATE foi um dos meus passeios preferidos em Lima! Pena que o acervo ainda não é muito grande...mas para quem gosta de fotografia, e também para quem curte moda e cultura pop, é um prato cheio, sem falar que o lugar é lindo e agradabilíssimo, num dos maravilhosos casarões históricos restaurados do Bairro Barranco (de 1898).

É um passeio rápido, em 30min você vê tudo, porque o museu é pequeno, mas pra mim foi emocionante! As fotos da Lady Di são incríveis. O Mário Testino é um artista fantástico!

As fotos mais bonitas, sem dúvida, são as dos modelos em trajes típicos peruanos - a riqueza de cores é inacreditável!

Mas também achei muito lindas as fotos da Kate Moss, Madonna, Gisele, Brad Pitt...para quem não sabe, Mario Testino é um importante fotógrafo peruano nascido em Lima. 

Há também um café e uma loja bem legais no local. 







 




Ao lado do MATE, fica o Museo Pedro de Osma, que também merece uma visita!

Se tiver tempo e interesse, você poderá dar um passeio a pé pelo Bairro Barranco, para ver alguns dos lindos casarões restaurados. 

No mesmo bairro, como eu falei, fica também o MAC - Museo de Arte Contemporaneo de Lima, super bonito!

 MAC - Museo de Arte Contemporaneo

Museo Pedro de Osma

2 Centro Histórico

Depois, pegamos um ônibus coletivo de Barranco (na frente do Museo Pedro de Osma) até a Plaza Mayor: 3 soles por pessoa. Não tem direto, tem que fazer baldeação. 

Pegamos o ônibus porque, além da economia, a verdade é que a gente gosta de passear como os locais, fazer as coisas do jeito que eles fazem. Mas se você não tem muito tempo e não se importa de gastar um pouquinho mais, sempre vale a pena pegar táxi, que não são tão caros em Lima. 



também dá pra pegar um riquixá!

A Plaza Mayor é, na minha opinião, o principal ponto turístico de Lima, centro histórico da cidade, onde o charme colonial ainda está presente. 

É lá que ficam a Catedral de 1555, reconstruída em 1746 depois de um terremoto (lindíssima), o Palácio do Governo, o Palácio do Arcebispo, a Prefeitura e os principais prédios governamentais da cidade. 










No Palácio do Governo, informe-se para saber quando será a próxima ceremônia de troca da guarda

Nós assistimos um pouco antes do meio-dia - vale a pena ficar para ver se você estiver passeando pelo centro histórico!





















Ali perto também fica o Convento de Santo Domingo, que merece uma visita, e o Mercado Central

Era um domingo, e vimos uma procissão linda na Igreja e Monastério de São Francisco, famoso por suas catacumbas, que nós visitamos em 2005. 

Nós já tínhamos conhecido todos esses pontos turísticos históricos da cidade na nossa primeira visita a Lima, então desta vez aproveitamos para sentar na praça e curtir o movimento de limeños aproveitando o domingo de sol e, claro, tirar muitas fotografias! 

Se for a sua primeira visita à cidade, você certamente passará HORAS passeando por ali, olhando as lojinhas de artesanato, almoçando em um dos antigos restaurantes do centro histórico...é uma delícia de passeio!











Nós almoçamos por 36 soles num destes restaurantes, o El Cordano (Ancash 202, aberto das 9:30AM às 9PM), que fica na esquina do Palácio do Governo - arroz com mariscos para 2, cuzqueña e coke.





E não deixe de subir ao Mirante San Cristobal, gratuito, no alto do Cerro de mesmo nome - é o melhor lugar para ver a capital peruana do alto. 

Dá para ir com ônibus turísticos, que saem do centro histórico, ou de táxi.  

A Plaza Mayor é ligada à Plaza San Martín pelo calçadão Jirón de La Unión, lotado de lojas. Mais adiante fica o Paseo de La República, onde está o imenso Palacio de Justicia








3 Huaca Pucllana

O sol estava queimando, e então pegamos um táxi por 20 soles da Plaza de Armas para o sítio arqueológico de Huaca Pucllana, que fica em Miraflores, já perto do mar. 

A entrada custou 24 soles (2×12 soles por pessoa) e você é obrigado a acompanhar um tour guiado, que pode ser em inglês ou espanhol e dura cerca de 1 hora o "recorrido". É bem interessante para quem vai ao Peru pela primeira vez e ainda não esteve em Cuzco. 

Você tem oportunidade de ver alpacas, llamas, cuy (porquinho da Índia), uma plantação de coca, maíz, quínoa e árvores nativas, além de aprender muito sobre como viviam os povos que habitaram essa região muito antes dos incas pensarem em existir: os Lima, Wari e Ychsma

O melhor lugar para ver todo o complexo cerimonial de templos é de cima da pirâmide, toda construída de tijolos feitos de adobe e conchas trituradas. Nesse lugar eles adoravam o mar e a lua. 

O local tem um pequeno museu com cerâmicas encontradas nas escavações, um bom restaurante/bar e banheiros. 

Eles estão escavando desde 1981 e planejam levar mais 20 anos para terminar o trabalho. 

Vá de boné, sapato confortável, protetor solar e leve água. 

Eu não sou muito fã de fazer tours guiados, mas neste lugar foi bem interessante - mesmo porque, sem um guia, o sítio arqueológico é apenas um amontoado de tijolos - a guia foi quem deu vida ao lugar. 

Mais informações no site













4 Malecón de Miraflores

De lá, pegamos um táxi até o Shopping Larcomar por 8 soles. 

O shopping também fica no Bairro Miraflores, na beira do Pacífico, pendurado em um barranco debruçado sobre o oceano. 

É um lugar perfeito para um passeio no fim de tarde, com muitas lojas bacanas, como Banana Republic, e a praça de alimentação é ótima, com vistas sensacionais. 

Recomendo a chicha frozen na cafeteria Juan Valdez - custa 8 soles. 

O lugar é lindo, limpo, bem cuidado, moderno. Está completamente diferente do shoppingzinho simplinho que existia ali quando estivemos em Lima pela primeira vez. Tem um playground ótimo para as crianças gastarem as energias. 










Fomos caminhando até a Ponte Villena Rey, que rende boas fotografias e, passando a ponte, chegamos ao famoso Parque del Amor, onde você assiste ao melhor por do sol de Lima

O pequeno parque, que está mais para uma "praça" do que para um "parque", fica no Malecón Cisneros, o lindo calçadão do Bairro Miraflores, onde os locais se exercitam, caminham, andam de patins e de bicicleta. 

Aliás, uma boa dica é alugar uma bicicleta para um passeio pelo Malecón!



O Parque do Amor é famoso por seus bancos e muros de mosaicos coloridos, que lembram as obras de Gaudí em Barcelona. Além de uma estátua imensa de um casal se beijando, o mais interessante são mesmo os mosaicos, que homenageiam o Parque Güell

O lugar é lindo, mas talvez porque fosse domingo e estivesse cheio de limeños aproveitando o fim de tarde e o magnífico por do sol, estava muito sujo, cheio de lixo, o que destoou do resto da cidade e me decepcionou um pouco. 







Caminhamos mais um pouquinho pelo Malecón (que significa "avenida beira-mar") de Miraflores e chegamos ao Parapuerto de Miraflores, local onde o pessoal pula de para-pente. 


Dali já se vê o bonito Farol de Miraflores, com listras preto e branco. Vimos ali o sol se por no Oceano Pacífico, e foi maravilhoso, uma bola de fogo afundando no mar. 



Se você nunca colocou o pé no Oceano Pacífico, pode aproveitar a oportunidade para descer até lá embaixo e riscar esse item da sua lista! 

As falésias de Miraflores têm, de longe em longe, escadarias por onde você pode descer até a beira do mar, o que nós fizemos na nossa primeira visita a Lima, já que foi lá que o Peg viu o Pacífico pela primeira vez! 

As falésias protegem a cidade de Lima de possíveis tsunamis e, lá embaixo, você vai encontrar restaurantes, surfistas, muitas praias, quadras de esportes e pracinhas - a orla da cidade está linda e super bem cuidada!







5 Parque de La Reserva

Pegamos depois um táxi até o Parque de La Reserva, onde fica o Circuito Mágico de Águas, que fica bem longinho e pagamos 12 soles. 

A entrada custa 4 soles por pessoa e é um passeio imperdível para se fazer à noite em Lima. 

Chegamos pouco antes das 19hs. Há uma apresentação na fonte principal muito bonita, que dura cerca de 30 minutos, às 19h15min. São projeções em uma cortina de água, acompanhadas por um espetáculo de luzes e som, como já tínhamos visto no Museu Imperial de Petrópolis e na Disney

Além do show, você também pode fazer o circuito pelas 14 fontes e chafarizes do parque, um mais bonito e colorido que o outro. 

Uma avenida atravessa o parque, separando-o em duas partes. Não deixe de cruzar pelo túnel que passa por baixo desta avenida e ir até o outro lado do parque. 





As minhas fontes preferidas foram a "de los niños", onde dezenas de crianças brincavam na àgua, e o túnel vermelho, bem fotogênico. Já pensou em caminhar por um túnel de água?? Essa é uma das lindas fontes do circuito - a gente anda sob a água, literalmente!

A fonte principal é super imponente, e tem um lugar lindo para a gente sentar um pouco e descansar as pernas. 

Muita gente toma banho em algumas das fontes, onde é permitido, e saem de lá encharcados. Se quiser, basta levar uma muda de roupas, pois eles têm banheiros e vestiários próprios para isso. 

Já aviso: leve roupa para trocar as crianças - para os pequenos, as brincadeiras na água são irresistíveis!!!

Você vai passar no mínimo 2 horas no parque. 








Depois pegamos outro táxi, desta vez por 20 soles, de volta ao Bairro Barranco

Já eram mais de 20hs e o bairro da boemia limeña já estava super animado, com muitos bares e restaurantes cheios de gente, especialmente por ser domingo. 

A pracinha do bairro Barranco é um lugar excelente para um passeio à noite, cheia de casarões históricos restaurados nos seus arredores. 

Impressões gerais

Lima me surpreendeu muito. Eu lembrava da cidade colonial latino-americana bem descuidada e decadente da nossa visita de 2005, mas, nos últimos 10 anos, vê-se que a capital teve bons governos, que a modernizaram e a tornaram uma cidade limpa, bonita, bem cuidada, cheia de largas avenidas bem pavimentadas e parques. 

Além do desenvolvimento que chegou ao Bairro Barranco, o centro antigo está lindo, com a pintura dos prédios históricos tinindo de novinha, e o Bairro de Miraflores também, cheio de banheiros públicos limpos, internet wifi em vários lugares, parques com bancos novos, preocupação com acessibilidade para cadeirantes, pracinhas novas para crianças...muito progresso e modernização em 10 anos, especialmente na avenida costanera

Conversamos com diversos taxistas e todos nos pareceram bem contentes com o governo. 

Perrengue

Como contei no último post, a Avianca se comportou muito bem, com comidinhas boas a bordo e tudo, até chegarmos ao Aeroporto de Lima, onde nos esperava uma surpresa desagradável: nos fizeram pagar U$ 62 (!!!) de taxas que não estavam incluídas no valor do bilhete aéreo! Não adianta nada vender passagem promocional e depois ficar cobrando as taxas separadamente nos aeroportos, né?!
E o pior é que não avisam no check-in e tu só vai descobrir lá no momento do embarque! Quase perdemos o avião correndo pra lá e pra cá até descobrir onde tínhamos que pagar a tal taxa! Imagina se a gente não tivesse dinheiro na mão??

Essa tal taxa é cobrada para passageiros que não estão em trânsito. Qualquer passageiro que vá sair da sala de embarque em Lima e entrar de novo tem que pagar. Agora imagina uma conexão de quase 24hs, como foi a nossa, com pernoite, em que é permitido o stopover, quem é que vai ficar na sala de embarque?? Só que eles não avisam nada, queria ver se a gente não tivesse cash! Até as funcionárias do check-in e do aeroporto estranharam que essa taxa já não tivesse sido cobrada nos nossos bilhetes, disseram que normalmente vem incluída!


Você já esteve em Lima? Qual foi o seu programa imperdível? O que não pode faltar em um roteiro pela cidade? Onde se hospedou? Conte pra gente, deixe a sua dica de ouro!

Nos próximos posts, mais dicas das nossas operações #PVemCuraçao#PVemLima #PVemBogota

Acompanhe as hashtags acima no nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro. Você pode ver muitas dicas de Lima em #PVemLima


E aí, pronto para reservar a sua estadia em Lima? Clique aqui para conferir as tarifas na data da sua viagem e fazer a sua reserva:







Todos os nossos posts sobre Barbados



Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 


Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebooke os vídeos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal!


Você também nos encontra aqui:


2 comentários:

  1. Olá pessoal!
    Eu recomendo viajar ao peru e conhecer uma das maravilhas do mundo "machu picchu" a cidade perdida dos incas, o ultimo refugio inca e muitos outros lugares turisticos como nazca, paracas, arequipa, cusco, lago titicaca y muitos outros mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Victor, nós já estivemos nestes lugares numa viagem que fizemos em 2005, quando fizemos a Trilha Inca e fomos a Arequipa, Titicaca, Nazca, Cuzco, etc :)
      Nosso roteiro está publicado aqui no blog!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...