Menu

Quanto custa o Trekking ao Everest Base Camp no Nepal

Quanto custa fazer o trekking ao Everest Base Camp, no Nepal? Todas as suas dúvidas sobre os custos desta viagem dos sonhos respondidas aqui!

everest_trekking_quanto_custa

Quanto custa fazer o trekking ao Everest Base Camp, no Nepal? Todas as suas dúvidas sobre os custos desta viagem dos sonhos respondidas aqui!

Durante a nossa viagem ao Nepal, a pergunta mais frequente, sem dúvidas, foi "quanto custa uma viagem assim?"

Aliás, essa é SEMPRE a maior dúvida dos nossos leitores: quanto custam as viagens! Acho que a maior parte das pessoas que acompanham as nossas aventuras tem #medo dos custos de uma viagem assim, e ficam se perguntando se terão condições de colocar (mais) esse sonho na wishlist - não é mais ou menos isso?

Pois então, para responder aos questionamentos de vocês logo, vou deixar absolutamente todos os custos da nossa viagem ao Nepal e do trekking até o acampamento-base do Everest registrados aqui!

Leia mais:


everest_trekking_quanto_custa
vista do nosso hotel de U$ 8,50 em Namche Bazar, com direito a tomada, banho e banheiro no quarto

everest_trekking_quanto_custa
um banheiro com vista para o Ama Dablam 💓

Quanto custa o Trekking ao Everest Base Camp no Nepal

Antes de começarmos, contudo, é necessário fazer um esclarecimento aos recém chegados, que ainda não me conhecem bem: eu NUNCA somo o valor total que gastamos numa viagem. 

Acho isso um sofrimento totalmente desnecessário! E também sigo à risca aquela regrinha básica de que "quem converte não se diverte"!

Então o que vocês vão encontrar aqui neste post são os valores de tudo o que gastamos nesta viagem - ou quase tudo, pois provavelmente esqueci de anotar alguns gastos menores, especialmente em cervejas!😜

Fui anotando tudo o que a gente gastava, não porque eu quisesse somar os custos, mas simplesmente para poder passar essas informações pra vocês (sim, eu sou uma querida) - mas não esperem que eu faça a soma - e muito menos a conversão para reais. 

Se vocês quiserem saber o custo total de uma viagem ao Nepal com direito a Trekking ao Everest Base Camp, é só somar todos os gastos que listarei abaixo...mas, por favor, não me contem - EU NÃO QUERO SABER, ok?

everest_trekking_quanto_custa
eu não só anotei, como também fotografei os preços de tudo!

everest_trekking_quanto_custa
mas devo ter esquecido de anotar algumas cervejas Everest...

Trekking ao Everest Base Camp no modo econômico

Outra advertência que preciso fazer aos marinheiros de primeira viagem neste blog: nossas viagens são econômicas. 

Claro que é possível gastar bem menos do que nós gastamos, especialmente se você comer em lugares mais baratos, não tomar cervejas, ficar hospedado em pulgueirinhos mais econômicos, etc. Mas, de um modo geral, viajamos de forma bem econômica. 

Além disso, é importante ressaltar que fizemos essa viagem totalmente por conta própria, sem apoio de nenhuma agência, de modo completamente independente. 

Eu sei que a maioria das pessoas que faz o Trekking ao Everest Base Camp vai com expedições, na maioria das vezes organizadas por agências brasileiras que, por sua vez, têm como parceiras agências nepalesas, que organizam tudo por lá. E essas expedições são BEM caras. 

Quando fui pesquisar os preços, quase caí pra trás! 

Se eu fosse uma viajante menos experiente, teria até me assustado e acreditado que não teríamos condições nunca na vida de fazer o Trekking ao Everest Base Camp. Ainda bem que já tínhamos estado no Nepal 2 vezes antes (em 2004 e em 2011), e sabíamos bem como as coisas funcionam por lá. 

Existem muitas agências de viagens brasileiras (eu conheço pelo menos 7) que organizam essas expedições ao Everest Base Camp, e eu adoraria ter tido a experiência de ser guiada por alguns dos montanhistas brasileiros incríveis que lideram essas viagens em grupo, mas, por outro lado, sei bem que não somos pessoas talhadas para viagens em grupo - preferimos fazer tudo por nossa conta - e logo ficaríamos de saco cheio de conviver diariamente, durante mais de 2 semanas, com um grupo grande de pessoas, tendo que seguir o roteiro planejado por eles e, especialmente, seguir o ritmo de um grupo. 

everest_trekking_quanto_custa
nós adoraríamos ter tido o prazer de compartilhar esta trilha com o Manoel Morgado, que tivemos a felicidade de encontrar por lá e dispensa apresentações...

everest_trekking_quanto_custa
...ou com o Pedro Hauck, que estava lá também guiando um grupo da Gente de Montanha - agência brasileira especializada em expedições de trekking - mas esse luxo tem seu preço 

Então o custo altíssimo dessas expedições foi o primeiro fator que nos fez optar por fazer o Trekking ao Everest Base Camp sozinhos e de forma independente, mas não foi o único. 

Ainda planejo escrever um outro post explicando melhor as razões pelas quais optamos por ir sozinhos até o acampamento base do Everest (e as vantagens e desvantagens disso), mas, aqui neste post, o que importa é deixar bem claro que estes valores que menciono aqui se referem aos custos de uma viagem INDEPENDENTE, feita por nossa conta, e não aos valores cobrados por essas agências que organizam expedições - que são infinitamente mais altos, a começar pelo fato de que você estará pagando comissões à agência brasileira, à agência nepalesa, e mais custos com guias, etc, etc, etc. 

Se você pesquisar os preços cobrados por estas expedições e comparar com o custo da nossa viagem, ficará abismado com a diferença de valores envolvidos!

Mas, para sermos bem transparentes, é importante ressaltar o que eu disse no início: nossa viagem foi econômica! 

Por exemplo: nós não pagávamos por água engarrafada (purificávamos a nossa própria água, como expliquei aqui), não contratamos um guia (mas apenas um carregador para nos ajudar carregando a maior parte da bagagem, como expliquei aqui), e tomamos apenas 2 banhos em 15 dias de trekking - banhos no Himalaia são um luxo que custa caro e são tão desconfortáveis em temperaturas negativas que realmente não compensam! 

Se você optar, por exemplo, por ficar tomando refrigerantes, se não tiver um powerbank para carregar suas baterias, ou quiser tomar banho todo santo dia, certamente vai gastar (bem) mais do que nós. 

No Himalaia é como em qualquer outra viagem - você pode sobreviver bem com U$ 30/dia ou pode gastar U$ 300/dia com facilidade - tudo a depender do seu grau de Nutellice.

everest_trekking_quanto_custa
cada um com suas prioridades...espero, pelo bem do seu bolso, que refrigerantes não sejam uma prioridade pra você!

everest_trekking_quanto_custa
banho morno num banheiro com temperatura abaixo de zero não é meu sonho de consumo, por sorte

everest_trekking_quanto_custa
num lugar onde ter uma tomada no quarto é luxo, não deixe de levar (pelo menos) um powerbank, carregadores, apaptadores e um "T"

Cotação do dólar no Nepal

Nós levamos dólares americanos nesta viagem e fizemos câmbio várias vezes, por várias cotações diferentes da rúpia nepalesa

Inicialmente, chegando lá, trocamos apenas U$ 20 no Aeroporto de Kathmandu, apenas para poder pagar um táxi até o hotel. A taxa de conversão no aeroporto nem era ruim - U$ 1 = rúpias 118 - mas eles cobram taxa de 2%. Por U$ 20, nos pagaram 2320 rúpias. 

Depois, no Thamel, à noite, trocamos apenas U$ 100, pois achamos a taxa de câmbio muito ruim: U$ 1 = 116 rúpias. Nos pagaram 11.600 rúpias por U$ 100. 

No dia seguinte, pesquisamos em mais 3 casas de câmbio e, finalmente, encontramos uma cotação boa: trocamos U$ 1000 por 118.500 rúpias, a uma cotação de 118,5 rúpias por dólar. 

Depois, antes de seguirmos para Lukla, trocamos mais U$ 500 por 58.500 rúpias (cotação de 117 rúpias por dólar).

Importante: não deixe para trocar dólares ou tentar pegar dinheiro em ATMs em Lukla ou Namche Bazar - as cotações certamente serão piores do que em Kathmandu, isso SE você encontrar um ATM funcionando! Organize toda a questão do dinheiro ANTES de sair da capital Kathmandu. 

Então, em resumo, trocamos U$ 1620 em Kathmandu e a média das cotações que fizemos foi de U$ 1 = 118 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
a cotação do dólar em Namche Bazar sempre será muito pior do que na capital Kathmandu

everest_trekking_quanto_custa
essas casas de câmbio abundam em Kathmandu - pesquise a cotação em pelo menos 3 delas antes de trocar a maior parte do seu dinheiro

everest_trekking_quanto_custa
procure por placas de 'money changer' ou 'money exchange' no Thamel, o bairro turístico de Kathmandu

everest_trekking_quanto_custa
rúpias nepalesas

Quanto gastamos no Trekking ao Everest Base Camp

Antes de listar todos os nossos custos, é importante lembrar que a nossa viagem teve algumas peculiaridades que envolveram gastos que a viagem de vocês provavelmente não terá!

Para início de conversa, nossa viagem não foi apenas para o Nepal, e sim Nepal + Maldivas. Então, por exemplo, não pudemos comprar um voo de ida e volta São Paulo - Kathmandu, o que teria sido mais barato. 

Nossos voos da Emirates Airlines foram de São Paulo para Dubai; de Dubai para Kathmandu (Nepal) e, na volta, de Malé (Maldivas) para Dubai; e, por fim, de Dubai para São Paulo. Ou seja, voamos para Kathmandu e voltamos de Malé. E esses voos assim - chamados open jaw - que não são ida e volta pro mesmo lugar, são sempre mais caros do que um voo ida e volta normal.

Se você comprar um voo ida e volta SP - Kathmandu, com certeza pagará mais barato do que nós pagamos. 

everest_trekking_quanto_custa
voos open jaw - que vão para um lugar e voltam de outro - são sempre mais caros que voos de ida e volta pro mesmo destino

Além disso, tivemos que comprar passagens de Porto Alegre para São Paulo ida e volta, e mais as passagens de Kathmandu para Malé da Fly Dubai, que custaram R$ 4.382,25 + IOF R$ 279,58 (com bagagens de 23Kg despachadas). 

Claro que, se você for apenas para o Nepal, não terá esse gasto extra também!

everest_trekking_quanto_custa
voamos para as Maldivas com a Fly Dubai, low cost da Emirates Airlines

Também optamos por um voo que tinha uma longa conexão em Dubai (mais de 15hs durante a madrugada), o que nos levou a reservar uma noite no Dubai International Hotel - hotel no aeroporto de Dubai. 

Se você escolher um voo com conexão mais curta, não terá esse gasto extra. 

Na volta para o Brasil, chegamos à tardinha, não conseguimos antecipar nosso voo seguinte para Porto Alegre, e tivemos que passar uma noite extra em Guarulhos, pagando uma diária no hotel Hampton by Hilton Guarulhos Airport.

Se você mora em São Paulo, por exemplo, não terá nenhum destes custos extras que nós tivemos. 

Isso para não começar a falar das comprinhas que nós fizemos durante a viagem!

Dei todos esses exemplos acima para você entender que cada viagem tem as suas peculiaridades, que, às vezes, dependem do seu grau de conforto, mas, outras vezes, dependem apenas de onde você mora, de onde vai voar, das compras que vai fazer na viagem, etc. 

everest_trekking_quanto_custa
se não quiser bancar uma diária no Dubai International Hotel, sempre é possível passar a noite nessas cadeiras do aeroporto!

everest_trekking_quanto_custa
se você já quiser começar com as comprinhas na conexão em Dubai, vai precisar de uma mala de dinheiro!


everest_trekking_quanto_custa
hoje em dia compramos muito pouco nas nossas viagens - mas algumas coisas são paixão à primeira vista

Custos do Trekking ao Everest Base Camp

everest_trekking_quanto_custa
cada um com suas prioridades...para uns, a prioridade nº 1 é banho; pra mim, a maior prioridade eram os 'hot lemons'!

Passagens aéreas

Foram compradas online por nós mesmos com cartão de crédito uns 40 dias antes da viagem, depois de muito pesquisar quais os valores, companhias aéreas e combinações de rotas eram mais em conta no Google Flights:

  • 2 Voos LATAM PoA - SP: R$ 821,90 (com bagagens de 23Kg despachadas)
  • 2 Voos Emirates: R$ 12.492,52 (com bagagens despachadas)
  • 2 Voos Fly Dubai (KTM - Malé): R$ 4.382,25 + IOF R$ 279,58 (com bagagens de 23Kg despachadas)
  • 2 Voos Yeti Airlines (ida KTM - Lukla): U$ 306 (R$ 1.758,00) + IOF (R$ 112,00)
  • 2 Voos Summit Air (volta Lukla - KTM): U$ 300 (R$ 1.717,56) + IOF (R$ 109,58)
  • 2 Voos Azul SP - PoA: R$ 948,64 (com bagagens de 23Kg despachadas)

everest_trekking_quanto_custa
na ida para Lukla, os voos mais baratos que encontramos eram da Yeti Airlines; na volta de Lukla para Kathmandu, encontramos voos da Summit Air mais em conta - sempre pesquise em todas as companhias aéreas que fazem a rota que você quer antes de comprar as passagens!

Kit de medicamentos para o Trekking ao Everest Base Camp

Com exceção dos purificadores de água (como já expliquei aqui), o melhor é comprar tudo o que você vai precisar para o seu kit de medicamentos e primeiros socorros no Brasil, antes de viajar. 

O seu custo vai depender do que você já tem de medicamentos em casa e do que pretende levar. Esses foram os remédios que eu tive que comprar para completar o meu kit farmácia:

  • Vonau Flash: R$ 58,20
  • Tylenol DC: R$ 22,81
  • Diamox: R$ 15,79
  • Dexametasona 4mg: R$ 10,80
  • Azitromicina: R$ 25,97

Para ver a lista completa de equipamentos, roupas e kit de medicamentos que nós levamos na viagem: Trekking Everest Base Camp: o que levar na mochila

E mais:


É possível, sim, encontrar farmácias em Kathmandu, e até em Namche Bazar, mas não recomendo deixar para comprar remédios lá, pois, muito provavelmente, você não vai encontrar os medicamentos com os quais está acostumado. É o tipo de coisa que eu acho melhor levar de casa!

everest_trekking_quanto_custa
farmácia em Namche Bazar - use apenas em último caso!

Preparativos para a viagem ao Nepal

  • Guia de viagem Lonely Planet: R$ 107,00
  • Oxímetro: R$ 50,00
  • 2 exames PCR no Aeroporto GRU no Laboratório CR Diagnósticos: R$ 700,00 (R$ 350,00 cada). Quem é da área da saúde tem 10% de desconto nos exames. E pudemos parcelar em 3x no Visa. 

Saiba todos os detalhes aqui: Como é fazer o exame de Covid no Aeroporto de Guarulhos

everest_trekking_quanto_custa
não coloquei nesta lista os valores dos trocentos livros que eu li sobre o Everest antes de viajar hehehe...

Seguro viagem para trekkings acima de 3.000m de altitude

Fizemos o seguro viagem da World Nomads com direito a resgate de helicóptero até 6.000m. Para 2 pessoas (eu e o Peg), pagamos R$ 666,71 no plano Explorer.

Sobre o seguro de viagem, preste atenção na hora de comprar, pois é indispensável que você tenha um seguro que te dê cobertura com direito a resgate de helicópetro em caminhadas até 6.000m de altitude, e a imensa maioria dos seguros dá cobertura apenas até 3.000m de altitude. 

Pelo fato de comprarmos passagens aéreas da Emirates Airlines, automaticamente já tínhamos ganho da companhia áerea o seguro viagem, mas, lendo as letras miúdas, verifiquei que a cobertura não incluía trekkings acima dos 3.000m de altitude. 

A única seguradora de confiança que eu indico é a World Nomads, pois sempre usamos os seguros deles (foi a que usei nesta viagem), e eles têm um plano (Explorer) que inclui cobertura para trekkings até 6.000m.

Para economizar, fiz este seguro "especial" apenas para o período de 2 semanas que realmente estaríamos acima dos 3.000m de altitude! Se o período da sua viagem passar de 2 semanas, o valor já aumenta bastante! Para o restante da viagem, incluindo o período que estaríamos em Kathmandu e nas Maldivas, teríamos o seguro da Emirates Airlines (gratuito) e o seguro do cartão Visa. 

Mais uma advertência: na hora de fazer o seguro, preste atenção no fato de que algumas coberturas, como esta do resgate de helicóptero na altitude, têm um período de carência (se não me engano, são 3 dias), então leia tudo direitinho e faça o seu seguro para que de fato tenha validade nos dias em que você estará acima dos 3.000m de altitude!

everest_trekking_quanto_custa
esportes cobertos pelo seguro viagem da World Nomads

everest_trekking_quanto_custa
riscos excluídos da cobertura do seguro que você ganha da Emirates ao comprar passagens áereas 

Hotéis

everest_trekking_quanto_custa
o hotel Flying Yak em Kathmandu era bem baratinho e sem café da manhã

everest_trekking_quanto_custa
já o Arushi Boutique Hotel era bem mais caro (e de um padrão consequentemente bem melhor)

everest_trekking_quanto_custa
na volta para Kathmandu, depois do trekking, ficamos no excelente Arushi Boutique Hotel 

Viagem ao Nepal

Uber aeroporto PoA: R$ 19,90 (ida) + R$ 34,00 (volta)

Refeição no restaurante Olive Garden no Aeroporto GRU: R$ 243,00

Café no Starbucks em GRU: R$ 10,00

Impressão de 1 folha em GRU: R$ 5,00

Dubai (viagem de ida): Starbucks AED 31,25 = R$ 54,00 (café + croissant de queijo)

Dubai (viagem de volta): Lanche AED 49 = R$ 84,00

everest_trekking_quanto_custa
a diferença entre o preço de um café no Starbucks em GRU (R$ 10,00)...

everest_trekking_quanto_custa
...e o valor do mesmo café no Starbucks do Aeroporto de Dubai é assustadora!

Kathmandu

Vistos nepaleses: U$ 50 cada um = U$ 100

20 GB de internet válidos por 1 mês + SIM card = U$ 8 (compramos 2 pacotes) - pagamos em dólares

Táxi do aeroporto ao hotel no Thamel: 700 rúpias 

Jantar no restaurante Black Olives: 2.440 rúpias (com gorjeta e cervejas) 

Almoço na Fire and Ice Pizzeria: 1.530 rúpias 

2 garrafas de água 1L: 40 rúpias (20 cada)

2 entradas Pashupatinath: 2.000 (1.000 cada)

Táxi de Pashupatinath ao Thamel: 400 rúpias 

Jantar no New Orleans Café: 1.740 rúpias 

Café da manhã na French Creperie: 1.640 rúpias

2 entradas Swayambunath: 400 rúpias (200 cada)

Táxi do Buddha Park até o Thamel: 300 rúpias 

1 água: 30 rúpias 

Jantar no Roadhouse Cafe: 3.240 rúpias 

Táxi do Thamel ao aeroporto: 500 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
os vistos nepaleses podem ser comprados no aeroporto, na chegada a Kathmandu

everest_trekking_quanto_custa
e não são baratos: U$ 50 cada um

everest_trekking_quanto_custa
em compensação, 20 GB de internet, válidos por 1 mês, mais o SIM card, custam apenas U$ 8 

everest_trekking_quanto_custa
as entradas para visitar Swayambunath são as mais baratas: apenas 200 rúpias por pessoa

Comprinhas em Kathmandu

Imagem de Buda: 1.500 rúpias 

Pendente de colar: 200 rúpias 

Pilgrims Bookhouse: 1.550 rúpias (compramos 2 livros + 1 ímã) 

2 camisetas North Face: 5.000 rúpias 

2 jaquetas: 42.000 rúpias = U$ 356

Jaqueta Lipe: 5.300 rúpias 

Bandeirinhas de orações e incensos em Boudhanath: 800 rúpias (50 cada bandeirinha x 10 e 300 rúpias pelos incensos)

Para ler mais sobre as nossas comprinhas em Kathmandu, o que vale a pena deixar para comprar/alugar lá, e o que não vale a pena, veja este post: Trekking Everest Base Camp: o que levar na mochila

everest_trekking_quanto_custa
assumindo derrota na Pilgrims Bookhouse - livrarias são a minha perdição!

Preparativos para o Trekking ao Everest Base Camp

Purificadores de água: 250 rúpias + 160 rúpias 

Mini bandeirinhas de oração: 150 rúpias por 2 bandeirinhas

Mapa do trekking ao EBC: 200 rúpias

Depósito de U$ 100 pelos sacos de dormir - o aluguel é 100 rúpias por dia (menos de 1 dólar). Na volta do trekking, pagamos 3.000 rúpias pelo aluguel de 2 sacos de dormir para temperaturas de -20ºC durante 15 dias e pegamos nosso depósito de U$ 100 de volta.

Para ler mais sobre esta questão do aluguel do saco de dormir em Kathmandu, purificadores de água, lavanderia, etc: Trekking Everest Base Camp: o que levar na mochila

everest_trekking_quanto_custa
os mapas do trekking ao EBC custam apenas 200 rúpias e são o melhor souvenir que você vai encontrar!

Carregador para o trekking ao acampamento-base do Everest

Pagamos 12 dias x U$ 15 por dia = U$ 180 + U$ 40 do seguro do carregador, totalizando U$ 220 por 12 dias, o que ficou em U$ 18,33 por dia para nós. 

O normal é pagar 50% do valor combinado no 1° dia de trilha e os outros 50% no final.

No final, nós pagamos mais 2 dias de U$ 15 pro carregador (já que ele ficou conosco 14 dias no total) e demos pra ele 13.000 rúpias de gorjeta, o que dava um pouco mais de U$ 110.

Então, em resumo, o serviço de carregador custa U$ 15 por dia de trilha, e o seguro do porter custa U$ 40, mas você tem que ir preparado para dar uma gorjeta no final de, pelo menos, U$ 100.

Para ler TUDO sobre essa questão da contratação do carregador, veja aqui: Trekking Everest Base Camp: como contratar carregador para fazer a trilha por conta própria

everest_trekking_quanto_custa
o gasto que tivemos com o Bipin - nosso carregador - foi o dinheiro mais bem investido da viagem!

Hospedagem no Trekking ao Everest Base Camp

Durante todo o trekking até o acampamento-base do Everest, nos hospedamos no que eles chamam "lodges" (alojamentos), "guesthouses" (pousadas) ou "teahouses" (casas de chá) - na prática, é tudo a mesma coisa: alojamentos simples em antigas casas de famílias Sherpas que, ao longo do tempo, foram sendo reformadas, aumentadas e melhoradas, e hoje em dia são pousadinhas bem decentes, melhores do que muitos albergues onde já me hospedei mundo afora. 

Sim, são todas bem simples, em algumas as paredes divisórias são de madeira bem fininha, nenhuma tem aquecimento nos quartos (eles só fazem fogo nos restaurantes que existem em todas as pousadas), raras são as que têm tomadas nos dormitórios e, às vezes, não há água corrente, pois é comum a água congelar nos canos. Mas encontramos algumas que tinham bons banheiros com vasos sanitários e pias (sem chuveiro) dentro dos quartos, algumas que tinham tomada no quarto e todas, sem exceção, eram suficientemente limpas e tinham colchões bons, travesseiros e edredons quentes. 

Todas as teahouses (casas de chá) em que nos hospedamos ao longo da Trilha ao Everest Base Camp tinham camas boas com travesseiros, lençóis limpos e um edredom fofo. 

everest_trekking_quanto_custa
o Hotel Waterfall em Benkar custa apenas 500 rúpias e é super simples, mas o nosso quarto tinha uma vista incrível para uma cachoeira linda

everest_trekking_quanto_custa
nosso quarto gelado no Paradise Lodge em Deboche tinha banheiro incluído e custou apenas 500 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
alguns quartos são realmente bons e ensolarados, como este, que tinha banheiro e tomada - luxo dos luxos!

Mas o que realmente importa explicar, aqui neste post, é que vocês perceberão (na lista de preços que vou colocar abaixo) que as pousadas custam MUITO barato no Trekking ao Everest Base Camp! 

Pagávamos, pelos quartos duplos (para 2 hóspedes), entre 350 rúpias (U$ 3, nas pousadas mais simples), 500 rúpias (é o valor médio cobrado) e 1.000 rúpias (U$ 8,50, naqueles que incluíam tomada e banheiro dentro do quarto).  

Mas como eles sobrevivem cobrando tão pouco assim?? Vocês devem estar se perguntando...eles lucram com os restaurantes que existem em todas as pousadas!

Nós éramos praticamente "obrigados" a tomar café da manhã e jantar sempre nos lugares onde estávamos hospedados, pois, do contrário, o valor da hospedagem seria muito maior. Por exemplo: eles nos cobravam 500 rúpias pelo quarto duplo, isso SE nós jantássemos e tomássemos café da manhã na 'teahouse'. Se não fizéssemos as refeições lá, o valor da diária subiria para 4.000 rúpias!

É assim que as coisas funcionam no Trekking ao Everest Base Camp: você paga uma ninharia - entre U$ 3 e U$ 8 - pelos quartos para 2 pessoas nas casas de chá, mas fica no compromisso de fazer as 2 refeições (café da manhã e jantar) no local, e assim eles faturam um pouco mais no restaurante. 

Os almoços, contudo, são sempre "livres" (ou seja, podemos escolher um lugar ao nosso gosto para almoçar no caminho).

everest_trekking_quanto_custa
você paga uma ninharia pelos quartos nas pousadas, mas fica no compromisso de fazer as refeições no local

everest_trekking_quanto_custa
os cardápios de todas as teahouses ao longo do Trekking ao Everest Base Camp são praticamente iguais 

everest_trekking_quanto_custa
e a disposição dos restaurantes é sempre muito parecida também, com mesas e assentos em toda a volta e o fogo no centro do ambiente

everest_trekking_quanto_custa
absolutamente todos os restaurantes oferecem o prato típico nepalês: dal bhat (sopa de lentilhas com arroz)

everest_trekking_quanto_custa
todas as pousadas têm um livro assim, onde vão anotando os seus pedidos - não deixe de conferir item por item no final, e fazer a soma, pois não é raro eles acrescentarem algo que você não consumiu, ou errarem na conta (sempre para mais), infelizmente

Lukla

Café da manhã em Lukla (Shangrila): 1.000 rúpias 

2 águas em Lukla: 200 rúpias (100 cada)

Trekking permits em Lukla: 2.000 rúpias cada (total: 4.000)

Buff em Lukla: 300 rúpias

Almoço Namaste Restaurant em Phakding: 1.300 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
para fazer o Trekking ao Everest Base Camp você gasta, no total, 5.000 rúpias por pessoa (U$ 42), referentes ao trekking permit (acima) e às entradas no parque nacional (mais abaixo)

everest_trekking_quanto_custa
cardápio de um dos primeiros restaurantes onde comemos ao longo da Trilha ao Everest Base Camp - conforme você vai avançando na trilha, os preços vão aumentando

everest_trekking_quanto_custa
conta do restaurante em Phakding

everest_trekking_quanto_custa
um dos check points do Parque Nacional de Sagarmatha

Benkar

1 noite no Hotel Waterfall em Benkar: 500 rúpias

Jantar, café da manhã e carregamento baterias em Benkar: 3.300 rúpias

1L de água fervida em Benkar: 150 rúpias 

Entradas no parque nacional: 3.000 rúpias (por pessoa - total: 6.000)

2 chás em Jorsale: 240 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
cozinha do Hotel Waterfall em Benkar

everest_trekking_quanto_custa
na portaria do Parque Nacional de Sagarmatha

everest_trekking_quanto_custa
entradas para o parque nacional

everest_trekking_quanto_custa
depois de comprar as entradas para ingressar no parque nacional, você ainda precisa se registrar com o exército

everest_trekking_quanto_custa
muitas vezes comprávamos água fervida (quente) e fazíamos nosso próprio café, para economizar (levamos café solúvel e adoçante)

Namche Bazar

2 noites no Hotel Hill-Ten em Namche Bazar e 2 banhos + carregamento de baterias incluído: 2.000 rúpias

Jantar + café da manhã + jantar + café da manhã em Namche Bazar: 

  • Jantar em Namche Bazar: 120+120+790 (pizza) = 1030 rúpias
  • Café da manhã em Namche Bazar: 120+120+70+595+595 = 1500 rúpias
  • Jantar em Namche Bazar: 120+120+590+790 = 1620 rúpias
  • Café da manhã em Namche Bazar: 120+120+70+595+595 = 1500 rúpias

Total no Hotel Hill-Ten em Namche Bazar = 7.650 rúpias 

Água: 350 rúpias

2 hot lemon em Phungi Thenga: 300 rúpias 

2 cafés em Tengboche: 400 rúpias 

Visita ao Monastério de Tengboche é grátis. Deixamos doação. 

everest_trekking_quanto_custa
vista da janela do nosso quarto no Hotel Hill-Ten em Namche Bazar 

everest_trekking_quanto_custa
se o seu orçamento for (bem) mais alto, você vai gostar de passar uma noite no Hotel Everest View, com uma vista incrível para a montanha mais alta do mundo

everest_trekking_quanto_custa
parada para um necessário hot lemon em Phungi Thenga

everest_trekking_quanto_custa
a visita ao Monastério de Tengboche é grátis - deixe uma pequena doação (100 ou 200 rúpias, por exemplo)

Deboche

1 noite no Paradise Lodge em Deboche: 500 rúpias 

  • Jantar no Paradise Lodge em Deboche: pizza 700 + momo 650 + 2 hot lemon 170 = 1.690 rúpias
  • Café da manhã no Paradise Lodge em Deboche: fried rice 750 + 2 hot lemon 170 = 1.090 rúpias

Total no Paradise Lodge em Deboche: 3.280 rúpias

Água: 200 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
no Paradise Lodge, em Deboche, o banho custa o mesmo que uma diária: 500 rúpias

Pangboche

Ingressos no Monastério de Pangboche: 500 rúpias (250 cada)

1 noite no Wind Horse Lodge em Pangboche: 500 rúpias 

  • Almoço em Pangboche: fried noodles 650 + 2 cafés 300 rúpias
  • Jantar em Pangboche: momos 450 + pizza 600 + 2 hot lemon 300 rúpias
  • Café da manhã em Pangboche: chapati 350 + momo 550 + 2 hot lemon 300 rúpias

Total no Wind Horse Lodge em Pangboche: 4.000 rúpias 

2 hot lemon na Hermann Bakery: 200 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
ingressos para visitar o Monastério de Pangboche

everest_trekking_quanto_custa
ficamos hospedados no Wind Horse Lodge em Pangboche

Dingboche

2 noites no The Mount Heritage Lodge em Dingboche - 1.000 rúpias por noite com banheiro e tomada no quarto (tem lodges mais baratos - 500 rúpias - mas sem banheiro e sem tomada): 2.000 rúpias 

2 cartões de internet Everest Link: 4.000 rúpias 

  • Almoço em Dingboche: fried rice 550 + 2 hot lemon 280
  • Jantar em Dingboche: 2 hot lemon 280 + momos 650 + fried noodles 500 
  • Café da manhã em Dingboche: veg omelete 450 + chocolate pancake 550 + 2 hot lemon 280
  • Almoço em Dingboche: fried rice 500 + 1 hot lemon 140 
  • Jantar em Dingboche: 2 hot lemon honey 300 + pizza 650 + Sherpa stew 500
  • Café da manhã em Dingboche: 2 chocolate pancake 1100 + 2 hot lemon honey 300

Total no The Mount Heritage Lodge em Dingboche: 11.530 rúpias 

Café 4410 em Dingboche: 1.600 rúpias + 1.900 rúpias (cada torta custa 500 e cada café americano 300 rúpias)

Almoço em Tukla: momo 600 + 2 hot lemon 300 = 900

everest_trekking_quanto_custa
após Namche Bazar, a única internet que realmente funciona bem é a Everest Link, cujo cartão de 10 GB custa 2.000 rúpias (U$ 17)

everest_trekking_quanto_custa

everest_trekking_quanto_custa
encontrar o Café 4410 em Dingboche foi uma alegria - lá comemoramos nosso aniversário de casamento!

everest_trekking_quanto_custa
comemorando aniversário de casamento com tortas de chocolate e cafés a 4.410m de altitude

everest_trekking_quanto_custa
momos para o almoço em Tukla

Lobuche

1 noite no Oxygen Lodge em Lobuche: 500 rúpias 

Powerbank charge: 500 rúpias

1 cartão de internet Everest Link: 2.000 rúpias

  • Jantar no Oxygen Lodge em Lobuche: ginger tea 160 + hot lemon 170 + Rara noodle soup veg 650 + veg fried noodle 700
  • Café da manhã no Oxygen Lodge em Lobuche: ginger tea 160 + pancake 650 + coffee 180 + veg fried rice 700 = 1.690 rúpias 
  • 2 ginger tea: 320 rúpias

Total no Oxygen Lodge em Lobuche: 6.500 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
nosso ótimo quarto no Oxygen Lodge em Lobuche

Gorak Shep

1 noite no Himalaya Lodge em Gorak Shep: 350 rúpias 

  • Almoço em Gorak Shep: momos 750 + 2 hot lemon 360 
  • Jantar em Gorak Shep: omelete 700 + Sherpa stew 750 + 2 hot lemon 360 + água quente 100
  • Café da manhã em Gorak Shep: 2 pancakes 1.200 + 2 hot lemon 360

Total no Himalaya Lodge em Gorak Shep: 4.930 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
o Himalaya Lodge, em Gorak Shep, não é um lugar de Deus, a 5.164m de altitude 😖

Pheriche

1 noite no Himalayan Lodge em Pheriche: 500 rúpias 

Unlimited battery charge: 1.000 rúpias 

  • Almoço em Pheriche: Sherpa stew 420 + pizza 680 + chocolate quente 200 + café 180
  • Jantar em Pheriche: 2 pizza 1360 + chá de menta 180 + hot lemon 180
  • Café da manhã em Pheriche: 2 veg momo 1100 + hot chocolate 200 + café 180

Total no Himalayan Lodge em Pheriche: 6.150 rúpias 

Almoço em Upper Pangboche: 900 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
já no caminho de volta, passamos uma boa noite no Himalayan Lodge em Pheriche

Phortse

1 noite no Tashi Friendship Lodge em Phortse: 500 rúpias

  • Almoço em Phortse: Rara soup 450 + potato soup 400 + 2 hot lemon 220
  • Jantar em Phortse: Rara soup 450 + hot lemon 110 + ginger honey lemon tea 150 + Dal bhat with papad 650
  • Café da manhã em Phortse: 2 hot lemon 220 + jam toast 350 + momos 500

Total no Tashi Friendship Lodge em Phortse: 3.920 rúpias 

2 hot lemon em Kyanjuma: 200 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
nosso quarto no Tashi Friendship Lodge em Phortse

everest_trekking_quanto_custa
 hot lemon com vista em Kyanjuma

Namche Bazar 

2 noites na Shangri-La Guest House em Namche Bazar: 1.000 rúpias pelas 2 diárias com free battery charge

2 banhos na Shangri-La Guest House em Namche Bazar: 1.000 rúpias (500 rúpias cada banho)

1 água mineral: 100 rúpias 

1 papel higiênico: 200 rúpias

  • Almoço em Namche Bazar: spring roll 600 + 2 cafés 240
  • Jantar em Namche Bazar: 1 coca-cola 300 + 1 hot lemon 120 + spring roll 600 + fried rice 500
  • Café da manhã em Namche Bazar: spring roll 600 + 2 cafés 240
  • Jantar em Namche Bazar: 1 coca-cola 300 + spring roll 600 + Snickers roll 500
  • Café da manhã em Namche Bazar: 2 spring rolls 1200 + 2 hot lemon 240

Total na Shangri-La Guest House em Namche Bazar: 8.050 rúpias 

Sherpa Barista Café: 3 cafés e 2 tortas - 1.700 rúpias 

Sherpa Barista Café: 1 café + 1 pizza + 1 coca - 1.820 rúpias 

Sherpa Barista Café: 2 brownies + 1 café + 1 hot chocolate + 1 coca + 1 blueberry pie - 2.560 rúpias 

Lenços umedecidos: 200 rúpias 

Sherpa Museum: 500 rúpias 

Fleece na North Face: 8.500 rúpias 

Café no Waterfall Lodge em Benkar: 150 rúpias

 Almoço na Hermann Bakery em Phakding: 3.000 rúpias (+ biscoitos e doces para levar)

everest_trekking_quanto_custa
na nossa 2ª passagem pela capital Sherpa, ficamos hospedados na Shangri-La Guest House

everest_trekking_quanto_custa
finalmente, depois de quase 10 dias nos virando apenas com lenços umedecidos, finalmente tomamos banho novamente, na Shangri-La Guest House em Namche Bazar

everest_trekking_quanto_custa
o Sherpa Barista Café em Namche Bazar foi, possivelmente, o lugar onde mais gastamos nesta viagem hehehe...

everest_trekking_quanto_custa
tortas e cafés deliciosos em Namche Bazar no Sherpa Barista Café

everest_trekking_quanto_custa
o Sherpa Barista Café também vende os cartões de internet da Everest Link, mas, em Namche Bazar, ainda funcionavam os dados móveis que havíamos comprado em Kathmandu, bem mais baratos! 

everest_trekking_quanto_custa
ingressos para visitar o Sherpa Museum em Namche Bazar

everest_trekking_quanto_custa
lojas de roupas de aventura em Namche Bazar

everest_trekking_quanto_custa
incrível encontrar uma loja The North Face perdida no meio do Himalaia!

everest_trekking_quanto_custa
lojas que vendem marcas de roupas esportivas são comuns em Namche Bazar

Lukla

1 noite no Sherpa Lodge em Lukla: 500 rúpias 

Jantar no Sherpa Lodge em Lukla: 1 hot lemon + 1 spring roll + 1 coca-cola + 1 lemon honey tea + 1 sopa = 2.150 rúpias

Café em Lukla: 500 rúpias

Excesso de bagagem no Aeroporto de Lukla: 500 rúpias (eles cobram 100 rúpias por Kg extra, além dos 15Kg permitidos por pessoa)

everest_trekking_quanto_custa
ainda não entendi como não tivemos excesso de peso na bagagem do voo de ida para Lukla, quando estávamos cheios de comidas nas mochilas, e pagamos excesso no retorno, quando já estávamos com as mochilas bem mais leves, sem toda a comida!

Kathmandu

Táxi do aeroporto de Kathmandu ao hotel no Thamel: 500 rúpias 

Lavanderia em Kathmandu: 100 rúpias por Kg de roupa suja (lavamos 3Kgs e pagamos 300 rúpias)

Almoço Himalayan Java Café em Boudhanath: 1.700 rúpias

Jantar Roadhouse Café em Boudhanath: 1.525 rúpias 

Água mineral: 20 rúpias 

Ingressos Durbar Square em Patan: 2.000 rúpias 

Almoço Café du Temple em Patan: 1.200 rúpias 

Jantar na Fire and Ice Pizzeria em Kathmandu: 3.155 rúpias 

Almoço no restaurante OR2K no Thamel: 1.855 rúpias

Jantar no Himalayan Java Café em Boudhanath: 1.100 rúpias

Testes Covid com amostras coletadas no Hotel Arushi: 2.000 rúpias cada teste (total: 4.000 rúpias)

Lanche no Tandoori Food Land em Durbar Square: 350 rúpias 

Ingressos Durbar Square: 1.000 rúpias por pessoa (total: 2.000 rúpias) 

Almoço na French Bakery: 1.750 rúpias 

Sabonete: 120 rúpias 

Jantar no Rosemary Kitchen: 2.420 rúpias 

Almoço no Mitho Restaurant: 1.700 rúpias

Chocolates para viagem: 700 rúpias 

Táxi Pathao (aplicativo) para aeroporto: 500 rúpias

everest_trekking_quanto_custa
as lavanderias de Kathmandu cobram 100 rúpias por Kg de roupa suja

everest_trekking_quanto_custa
lavamos 3Kgs de roupas sujas e pagamos U$ 2,50

everest_trekking_quanto_custa
os testes de Covid com amostras coletadas no Hotel Arushi em Kathmandu foram os mais baratos que nós já fizemos durante toda a pandemia: U$ 17

everest_trekking_quanto_custa
o Himalayan Java Café em Boudhanath é um dos nossos restaurantes favoritos no Vale do Kathmandu

everest_trekking_quanto_custa
o Tandoori Food Land é um restaurante baratíssimo de comida indiana deliciosa na Durbar Square de Kathmandu

Aluguel de moto em Kathmandu

Aluguel da scooter por 3 dias e 1/2: 2.700 rúpias (800 rúpias por dia e + 300 rúpias por 1/2 dia)

Gasolina: 500 rúpias. A gasolina é cara. U$ 1 = 118 rúpias e 1L de gasolina custa 136,25 rúpias, o que significa que cada litro custa + de 1 dólar. Ainda bem que a moto/scooter gasta uma miséria de gasolina e 4L dá pra rodar uns 100Km 🤣

Estacionamento para moto em Durbar Square: 90 rúpias (por 4hs)

everest_trekking_quanto_custa
1L de gasolina custa 136 rúpias em Kathmandu, o que significa que cada litro custa + de U$ 1 (118 rúpias)

everest_trekking_quanto_custa
local onde alugamos nossa scooter em Kathmandu

2 coisas irritantes sobre custos de uma viagem ao Nepal

Acho que vocês já perceberam que eu amo o Nepal, né? Não fosse assim, não teria "repetido" o destino de viagem pela 3ª vez! 🤣

Mas existem coisas no Nepal que são realmente detestáveis (mesmo que sejam compreensíveis), e acho que vale a pena avisar aos marinheiros de 1ª viagem:

1. Costumo dizer que o Nepal é o único lugar no mundo - pelo menos o único que nós conhecemos - onde você tem que pagar para visitar as praças principais das cidades

É realmente assim. 

Você não está pagando para visitar um museu, um ponto turístico específico - você tem que pagar para atravessar uma praça que, ok, é onde estão os principais templos e palácios da cidade, mas continua sendo apenas uma praça, já que você não pode entrar nos templos e palácios. 

Ah, dirão alguns, mas o $$ arrecadado pelo menos servirá para restaurar os prédios históricos, muitos deles completamente destruídos no terremoto de 2015! 

Quem dera!! 

Se vê muito pouca reconstrução, mesmo 6 anos após os desastres, e sou capaz de apostar que a maior parte do $$ está indo para bolsos corruptos. Bem triste! 

E a pior parte é o seguinte: como é um lugar aberto, se você não está bem avisado, vai caminhando pela rua bem tranquilo, sem sequer saber que está entrando na zona "paga". 

Claro, existem alguns quiosques de venda de ingressos, mas nada é sinalizado como deveria, e existem vários lados das praças por onde é possível ir entrando sem nem saber que aquela é a tal Durbar Square...daí vêm os fiscais te cobrar o ingresso e ferrou: tem que pagar as 1.000 rúpias por pessoa, que, afinal, não são pouco dinheiro (em torno de U$ 8,50). 

Então fique avisado: entrou na Durbar Square de uma dessas cidades, mesmo desavisado, terá que pagar a entrada! 

Isso acontece tanto em Kathmandu, quanto em Patan e Bhaktapur. Se não quiser pagar, nem se aproxime! 

O único local que visitamos sem que ninguém nos cobrasse para simplesmente caminhar pela cidade foi Kirtipur (e eu adorei!).

Os outros pontos turísticos, como Pashupatinath (1.000 rúpias, bem caro) e Swayambunath (baratinho), também são pagos. E acho que Boudhanath também é pago, só não nos cobraram porque estivemos lá 2x já mais pro fim da tarde, quando os fiscais de ingressos já deviam ter ido embora. 

Acho essa prática de cobrar ingressos dos turistas para simplesmente circularem pelas praças horrível. Ainda se no ingresso estivesse incluída a visita a algum museu, ou algo assim, seria mais justo...mas não! Quando há algum museu por ali, eles ainda têm o desplante de cobrar à parte! 😓

Isso só espanta os turistas que, se pudessem passear por ali livremente, comeriam nos restaurantes, beberiam nos bares, fariam compras nas lojinhas e mercados de artesanato situados ali, e acabariam deixando muito mais $$ do que o valor do ingresso em si.

everest_trekking_quanto_custa
entradas para passear na praça principal de Patan

everest_trekking_quanto_custa
ingresso que você precisa pagar para poder circular pela praça principal de Kathmandu

everest_trekking_quanto_custa
os ingressos para visitar Pashupatinath são bem caros para os padrões nepaleses (U$ 8,50)

2. Mas a coisa não fica por aí: além de cobrar ingressos, e ingressos bem caros, para tudo, o Nepal, assim como vários outros países da região, tem uma prática de cobrar ingressos absurdamente mais caros dos turistas estrangeiros do que dos turistas locais e daqueles vindos de alguns países membros da SAARC. 

Pois é, quando você ver essa sigla, já sabe: significa South Asian Association for Regional Cooperation. 

É uma organização regional do sul da Ásia que inclui o Afeganistão, Bangladesh, Butão, a Índia, as Maldivas, o Nepal, o Paquistão e o Sri Lanka. Turistas desses países pagam valores de ingressos bemmmmm baixinhos, enquanto que os demais turistas (nós) pagam os ingressos caros. 

Passamos por essa raiva no Sri Lanka, na Índia, nas Maldivas, e no Nepal é a mesma coisa 💩

everest_trekking_quanto_custa
o Nepal cobra ingressos absurdamente mais caros dos turistas estrangeiros do que dos turistas locais e daqueles vindos dos países membros da SAARC

everest_trekking_quanto_custa
a diferença de preços dos ingressos para turistas estrangeiros e para turistas vindos de países da SAARC é enorme

everest_trekking_quanto_custa
e essa diferença existe em todos os pontos turísticos do Nepal

E aí, fez as contas? Vai dar para encarar essa aventura? O que você achou - afinal, o Trekking ao Everest Base Camp custa MAIS ou MENOS do que você imaginava??

Deixei muitas dicas desta viagem salvas lá nos destaques dos stories no Instagram em @claudiarodriguespegoraro, espia lá!

Veja todas as fotos que publiquei na #PVnoEverest no Instagram!

Por favor, deixe as suas dicas nos comentários abaixo aqui no blog, assim você ajuda outros viajantes, inclusive para que tenham outras opiniões além da minha!

everest_trekking_quanto_custa
os valores que gastamos com chocolates, frutas secas, castanhas e barras de proteína para levar para o Nepal também não foram contabilizados neste post 😜 

Leia mais



Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: