Sobre

Sobre

Recentes

Menu

Tsunami Photo Museum e Memorial: relembrando o tsunami no Sri Lanka

Visitamos no sul do Sri Lanka o Tsunami Photo Museum em Telwatta, Hikkaduwa e a Tsunami Honganji Vihara em Peraliya e contamos neste post como foi relembrar o tsunami de 2004 no Sri Lanka
Tsunami Photo Museum
Tsunami Photo Museum

Visitamos no sul do Sri Lanka o Tsunami Photo Museum em Telwatta, Hikkaduwa e a Tsunami Honganji Vihara em Peraliya, e contamos neste post como foi relembrar o tsunami de 2004 no Sri Lanka.

No nosso último dia de viagem pelo Sri Lanka, em dezembro de 2018, já estávamos entristecidos pelo clima de despedida, mas ainda queríamos conhecer alguns lugares que estavam no topo da nossa wishlist da viagem, localizados bem ali pertinho da praia de Hikkaduwa, no sudoeste da ilha: a Tsunami Honganji Vihara e o Tsunami Photo Museum.

Os filmes foram feitos na Tailândia e, na televisão, vimos muitas imagens da Indonésia, mas o que pouca gente sabe é que o 2º país mais afetado pelo tsunami mortal de dezembro de 2004 foi o Sri Lanka, que contabilizou mais de 30 mil mortos nesse horrível evento da natureza.

Na época, lembro o quão impressionados ficamos com as notícias do tsunami que resultou de um terremoto no Oceano Índico, com epicentro na Indonésia, em 26 de dezembro de 2004, porque a onda gigantesca destruiu a ilha-paraíso tailandesa de Ko Phi Phi, e havíamos estado naquele paraíso apenas alguns meses antes.

Quando soube que havia um Memorial em Peraliya e um Tsunami Photo Museum em Telwatta, pertinho de Hikkaduwa, imediatamente quisemos ir lá conhecer. O que eu não esperava é que fosse ficar tão abalada com o que vimos. E o Lipe, mais ainda.

Como a natureza dá tudo e tira tudo também!

Sobre o Sri Lanka, veja também:

Sri Lanka: roteiro de uma semana e as principais atrações turísticas do país
Sri Lanka: tudo o que você precisa saber antes de ir
Orfanato de Elefantes de Pinnawela no Sri Lanka: a nossa experiência
Os pescadores sobre estacas do Sri Lanka
Sri Lanka: como tirar o visto
Como é uma viagem de volta ao mundo com uma criança
Minhas férias de volta ao mundo: uma viagem vista pelos olhos de uma criança


Tsunami Photo Museum
os efeitos do tsunami na mesma praia em que havíamos pernoitado na noite anterior, Hikkaduwa:
na foto, ao fundo, à direita, o Coral Rock Hotel, onde nos hospedamos 😡

Tsunami Honganji Vihara

Tsunami Honganji Vihara é um memorial muito bonito erguido pelos japoneses no local onde aconteceu o pior acidente de trem da história, durante o tsunami de 2004 no Sri Lanka, no povoado de Peraliya.

Um trem com todos os seus vagões descarrilou com o impacto da onda gigante, que jogou os vagões lotados como se fossem caixinhas de fósforos, matando 1500 passageiros.

Eles fizeram uma estátua de um Buda gigante que é uma réplica idêntica daqueles que foram explodidos pelo Talibã no Afeganistão.

Um lugar que te enche de paz, apesar da história trágica.

Tsunami Honganji Vihara
Tsunami Honganji Vihara

Tsunami Honganji Vihara



nos trilhos do trem onde aconteceu o maior acidente da história, durante o tsunami de 2004 no Sri Lanka,
no povoado de Peraliya

Tsunami Photo Museum

O "Museu" de Fotos do Tsunami é a casinha de uma das vítimas, a Kamani, uma mulher fantástica que exala uma calma incrível e nos contou tudo o que aconteceu com ela e com o povoado dela naquele dia horrível e nos meses terríveis que se seguiram, enquanto eles cavavam covas rasas para enterrar 30 mil vizinhos e familiares que perderam a vida.

É muito triste que o governo cingalês não tenha construído um memorial para essas vítimas (o memorial existente foi construído com $$ japonês), e que não haja um museu "oficial" para contar essa história.

A casa da sobrevivente que visitamos tem fotos, desenhos de crianças e lembranças de cortar o coração - a Kamani parece realmente determinada a contar a história desse dia fatídico. Tudo muito, muito simples, e talvez por isso mesmo tão comovente - comovente como um museu com ar condicionado nunca seria.

Dá para sentir perfeitamente a imensidão dessa tragédia e o profundo impacto na vida das vítimas desse desastre natural que mais mortes provocou na história da humanidade.

É comovente perceber a coragem e a adaptabilidade dos sobreviventes, que continuam levando suas vidas ali mesmo, pois dependem do mar para viver - pelos arredores de Hikkaduwa, vimos vários moradores locais de muletas, sem pernas.

A entrada no museu é grátis, mas existe uma caixa de doações ali - deixe o que puder. O máximo que puder. Seja generoso.

E vamos torcer que ninguém tenha que passar de novo pelo terror de um tsunami.

Para ler mais sobre o tsunami no Sri Lanka, recomendo esse post do blog Alma de Viajante.

Tsunami Photo Museum
Tsunami Photo Museum

Tsunami Photo Museum

Tsunami Photo Museum
o Museu de Fotos do Tsunami fica na casinha da Kamani, uma das vítimas



Tsunami Photo Museum

Tsunami Photo Museum
Tsunami Photo Museum

De lá, seguimos para Colombo. De Hikkaduwa até Colombo são 115Km, 2hs de viagem - pegamos a auto-estrada pedagiada até lá e foi ótimo!

Você já esteve no Sri Lanka? Nós adoraríamos ter as suas contribuições no blog! Deixe as dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

Fiz 2 pastas de "destaques" do Sri Lanka lá nos stories do Instagram - espia lá que tem muitas dicas úteis!

O Lipe também escreveu um post contando o que ele achou da nossa viagem, veja aqui: Minhas férias de volta ao mundo - uma longa viagem vista pelos olhos de uma criança

Para ver os melhores momentos desta viagem de volta ao mundo, assista este vídeo - se quiser, pode ir direto à parte sobre o Sri Lanka, clicando no minuto 6:25:


Nos próximos posts, continuamos contando sobre a nossa viagem de volta ao mundo - não saia daí!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook/Twitter/Instagram - é só procurar na # e ver todas as muitas dicas que já postamos: #LipenoSriLanka #LipeVoltaaoMundo

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - muitas dicas desta viagem por lá!


Precisa reservar hospedagem para a sua viagem ao Sri Lanka?

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:



Você também nos encontra aqui:


Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: