Sobre

Sobre

Recentes

Menu

Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha: 25 motivos para conhecer a capital brasileira do espumante

Garibaldi: 25 motivos para conhecer a capital brasileira do espumante
Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha
Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha

Quem nos acompanha nas redes sociais já viu que passamos o último final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha - uma cidadezinha que eu amo, aliás, meu sonho de consumo sempre foi morar lá!

Como nós fomos com uma turma grande e fizemos um roteiro excelente, resolvi dividir esse roteiro de final de semana em Garibaldi aqui com vocês - para facilitar, primeiro vou colar aqui o roteiro que fizemos e depois, abaixo, comento cada uma das atrações que visitamos e deixo mais umas dicas  de atrações, passeios e experiências na região para quem puder ficar mais tempo, ok?

Afinal, Garibaldi merece muito mais do que um final de semana!

Dia 1 Sexta-feira


17h30min - Check-in no Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi (já escrevi um post completo sobre o hotel, clique no link para ler)

19h - Garibaldi Vintage (se você for a Garibaldi num final de semana que não seja o do Vintage, recomendo que você vá jantar na Hostaria Casacurta)

Garibaldi
Garibaldi Vintage, a melhor festa de rua da Serra Gaúcha

Dia 2 Sábado


10h - Visita à fábrica de chocolate da Devorata

11h15min - Experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi (agendar - veja o post completo aqui)

12h15min - Almoço na Cooperativa Vinícola Garibaldi (eles normalmente não servem almoço, então recomendo demais que você vá almoçar na Osteria della Colombina)


15h30min - Visita à Cervejaria Leopoldina

16h45min - Passeio de Tim Tim (agendar)

19h - Happy hour com drinks à base de espumantes de Garibaldi na piscina do hotel Dall'Onder Ski com vista para a cidade

20h30min - Jantar na Galeteria Casa Di Paolo

Passeio de Tim Tim em Garibaldi, na Serra Gaúcha
Passeio de Tim Tim em Garibaldi, na Serra Gaúcha

Dia 3 Domingo


10h - Visita à Vinícola Peterlongo

12h - Almoço na Vinícola La Cantina (agende - grupo mínimo 30 pessoas - se o seu grupo não for grande, recomendo outros 2 restaurantes onde você poderá ir almoçar: o La Fermata, bistrô anexo à Vinícola Courmayeur, ou a Osteria Del Valle, na Peculiare Vinhos, no Vale dos Vinhedos)

Ainda, se você puder chegar mais cedo na sexta-feira, ou esticar a sua estadia até o final do domingo, recomendo muito outros 3 lugares de Garibaldi que conhecemos em outras viagens e gostei muito, e que não fizeram parte do roteiro deste final de semana: a Tabacaria Benvenuto para jantar, a visita guiada à Vinícola Chandon e, claro, o passeio de Trem Maria Fumaça.

Vinícola Peterlongo em Garibaldi
Vinícola Peterlongo em Garibaldi

1 Passeio de Tim Tim


Passeio de Tim Tim custa R$ 15,00 e dura 45min. Acontece todos os sábados às 11h da manhã e, para outros dias e horários, o grupo mínimo deve ser 10 pessoas.

A partida é na Avenida Independência, bem na frente da Cooperativa Vinícola Garibaldi e da loja da Devorata Trufas Artesanais - 2 lugares que também vale a pena conhecer em Garibaldi.

O famoso Tim Tim é um caminhão GMC de 1944, reformado do exército para o transporte de turistas, que serviu durante a 2ª Guerra Mundial e hoje leva os viajantes para passeios pelo centro histórico de Garibaldi, que tem um conjunto incrível de prédios centenários super bem conservados.

O guia Jones De Paoli sabe tudo sobre a história da região e torna o tour ainda mais interessante! As crianças se divertem e, no final, todo mundo se empolga cantando e fazendo a "coreografia" de 'La bella polenta'! Ah, e se você não conhece essa música, PRECISA aprender nesta viagem! Quem não cantou 'La bella polenta' definitivamente não esteve na Serra Gaúcha!! 

Outro ícone da Serra Gaúcha é o motorista do Tim Tim, Renato Corbelini, um gringo com pinta de gaúcho. Quando o vi, tinha certeza de que já o conhecia de algum lugar e, depois de pensar um pouco, lembrei de onde: ele é o 'gaúcho da cuia de chimarrão', que fica lá na estação da Maria Fumaça em Garibaldi tirando fotos com os turistas durante o famoso passeio de trem! Lembrei que eu já tinha uma foto com ele e com a cuia gigante, veja abaixo hehehe...

Os passeios são agendados pela Secretaria de Turismo e Cultura de Garibaldi, e são sempre conduzidos por um guia de turismo que conta a história do Município.

Informações e agendamento pelo telefone (54) 3462-8235.

o que fazer em garibaldi
o motorista do Tim Tim já era nosso conhecido do passeio de Trem Maria Fumaça

Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra GaúchaRoteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha

Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha

Passeio de Tim Tim
 
Passeio de Tim Tim em Garibaldi
Passeio de Tim Tim em Garibaldi

2 e 3 Cervejaria Leopoldina e Vinícola Domno


O único da turma que não gostou das cervejas da Cervejaria Leopoldina foi o Lipe - porque ainda precisa esperar pelo menos mais 9 anos para fazer essa degustação 🍻

No último sábado fomos finalmente conhecer essa cervejaria que produz as cervejas que o Peg mais toma na Serra Gaúcha! A visita à Cervejaria Leopoldina é super conveniente para quem vai turistar naquelas bandas pela localização - às margens da rodovia (BR 470 Km 224), entre Bento Gonçalves, o Vale dos Vinhedos e Garibaldi, e pelo fato de que, no mesmo complexo (que tem estacionamento), está também a sede da Domno, que produz o espumante Ponto Nero e importa vários outros rótulos.

Você une o útil ao agradável visitando uma cervejaria e uma vinícola no mesmo espaço, degusta um monte de vinhos e cervejas por preços excelentes, e sai de lá trocando as pernas 😂

Isso acontece porque os 2 negócios são parte da Casa Valduga, então as 2 sedes ficam no mesmo local, e lá você também encontra, no varejo, vários produtos de outras marcas do grupo Famiglia Valduga, como as delícias orgânicas (sucos, geleias gourmet, antepastos, molhos, chás, cremes de balsâmico, etc) da Casa Madeira Delicatessen e os produtos de beleza e cométicos à base de sementes de uva da Vinotage.  

Na Leopoldina eles oferecem visitas guiadas que custam R$ 30,00, com explicação sobre o processo de fabricação e degustação, de segunda a sábado, das 9:30 às 16h. A degustação inclui 9 rótulos e ainda ganha o copo lindo! 

No varejo, as cervejas custam entre R$ 17,00 e 22,00. 

Na visitação na Domno, que dura 1 hora, você conhece o processo de elaboração de espumantes pelo método Charmat, e a degustação inclui pelo menos 8 rótulos de espumantes - o Ponto Nero, que eles produzem, e vários outros que são importados. Custa R$ 30,00 também, e ganha uma taça. 

As visitas, tanto na cervejaria quanto na Domno, têm que ser agendadas pelo telefone (54) 3388-3999 ou email.

Ah, e uma vez por mês eles ainda promovem um evento nos jardins chamado Leopoldina Beer Garden, com bandas de rock, foodtrucks e charutos. Quero muito ir no próximo!

Cervejaria Leopoldina
degustação na Cervejaria Leopoldina em Garibaldi

Domno Importadora em Garibaldi

produtos Vinotage do grupo Valduga

4 Vinícola Peterlongo


Começamos o domingo na Vinícola Peterlongo, localizada no centro de Garibaldi, um lugar lindo, lindo, lindo!

Cada dia mais eu me espanto com a quantidade de atrações turísticas que essa região esconde! E cada dia mais me indigno de estar há um ano morando tão pertinho e ainda hoje não ter conseguido desbravar metade desses lugares incríveis!

A Peterlongo é o maior exemplo dessa barbaridade: não acredito que até agora eu não tinha ido lá! Mas o problema foi resolvido: fizemos o Tour Armando Peterlongo completo, com direito a uma degustação maravilhosa nos jardins, conhecemos o novo varejo, a área interna do castelo (que em breve será reformado para dar lugar a um lindo hotel), as caves e a área de produção, e já decidi quando voltarei: dia 13/4 tem "Como eu era antes de você" no Wine Movie Peterlongo, e desta vez não perco essa sessão de cinema ao ar livre nos jardins da vinícola de jeito nenhum!

Sobre a vinícola: a Peterlongo é a própria história centenária do espumante no Brasil - e a única que pode usar a denominação "champagne", sabia?? Sim, porque eles já elaboravam a bebida antes mesmo da denominação de origem da França.

A cantina e a cave em basalto são lindas, e a residência da família Peterlongo, ali ao lado, lembra um pequeno castelinho francês ❤

Eles têm lá a primeira cave subterrânea do Brasil, um ambiente charmoso com um túnel criado especialmente para armazenar os vinhos de forma ideal, com a umidade, temperatura e iluminação perfeitas para a elaboração dos espumantes pelo método Champenoise.

Entre as pedras em basalto e as pipas da cantina, há um interessante museu, que conta as histórias e exibe as ferramentas e maquinário rudimentares usados na criação do primeiro espumante comercializado no Brasil.

Mostrei tudo lá nos stories - e, atendendo a pedidos, criei 2 pastas com os destaques dos stories de Garibaldi, espia lá 😉

O endereço da vinícola é Rua Manuel Peterlongo Filho, 216, e o atendimento no varejo é de segunda a domingo, das 9 às 17h30min. A visitação é das 9 às 16h.

Para informações, o telefone é (54) 3462-1355.

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em GaribaldiVinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi

Vinícola Peterlongo em Garibaldi
Vinícola Peterlongo em Garibaldi

5 Vinícola La Cantina


O nosso almoço de domingo foi na Vinícola La Cantina, que hoje é um local de eventos - imagino que lindo deve ser fazer um casamento ou formatura lá!

Eles têm uma loja com produtos bem diferentes daqueles que se vê em outras vinícolas: além dos sucos de uva (maravilhoso), espumantes e vinhos, experimentei um bitter delicioso!!

Sabe aquelas bebidinhas tipo Vermute, Campari, que servem de aperitivo, digestivo, ou até para fazer uns drinks? Eles têm lá (e não se encontra essas bebidas em outras vinícolas maiores).

Amei a aguardente de cana, que é envelhecida 8 anos em barricas de carvalho 😋

A La Cantina surgiu em 1993, e foi criada pelo seu Sérgio, um descendente de italianos que chegaram ao Brasil em 1883. O almoço, feito pela esposa dele, deixou todo mundo babando!

E nossos pequenos viajantes se divertiram ao ar livre - um fim de semana com 'desintoxicação tecnológica', no lugar perfeito para isso.

Localização: entre Garibaldi e Carlos Barbosa, na Rodovia Rota do Sol, RS 453 Km 90,5. Eles abrem diariamente, das 9 às 17h30min. 

Para almoços, exigem um grupo de, no mínimo, 30 pessoas. O preço é de R$ 55,00 a R$ 65,00, sem bebida incluída.

Vinícola La Cantina

 
Vinícola La Cantina
Vinícola La Cantina em Garibaldi

6 Cooperativa Vinícola Garibaldi


Já imaginou uma degustação que mistura chocolates e espumantes, as 2 melhores coisas da vida? 

Pois esse é justamente o propósito da experiência "Taça e Trufa", que tivemos no último sábado, na Cooperativa Vinícola Garibaldi 😁

Escrevi um post completo sobre essa harmonização e sobre a Vinícola Garibaldi aqui:

Como é a experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi

A experiência "Taça & Trufa" custa R$ 35,00, dura aproximadamente 45 minutos e precisa ser agendada. São 5 rótulos de vinhos e espumantes e 5 trufas artesanais com diferentes recheios degustados - e a gente ainda ganha uma taça linda. 

Além da loja bem grande, eles têm um museu muito bonito, com o maquinário que era usado antigamente na produção vinícola e umas pipas de vinho gigantescas! Fizemos a visita guiada e foi super interessante!

Além do 'Taça & Trufa', o complexo enoturístico oferece também uma outra experiência que deve ser muitooo legal - já fiquei louca para voltar lá e fazer a Desperte seus Sentidos, uma degustação às cegas dentro de uma grande pipa de vinho!
 
A degustação às cegas custa entre R$ 40,00 e 60,00, dependendo da linha de vinhos escolhida.

No final da visita, não deixe de levar umas garrafas para casa: os preços dos vinhos e espumantes da Cooperativa Vinícola Garibaldi são excelentes - a maioria dos que degustamos custa R$ 30,00 no varejo!

É a melhor relação custo/benefício que já encontrei na região da Serra Gaúcha! 

O agendamento pode ser feito pelo telefone (54) 3464.8104.

Horários: de segunda-feira a sábado, das 9h às 17h; domingos e feriados das 10h às 15h.

Outra dica: eles têm banheiros limpinhos - aproveite para usar antes de embarcar no passeio de Tim Tim!

experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi

experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi

experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi

experiência Taça e Trufa na Cooperativa Vinícola Garibaldi

7 Vinícola Chandon


Gostei tanto das vinícolas de Garibaldi que conheci no fim de semana passado que resolvi explorar mais um pouco: fui conhecer a Adega Chandon, que oferece visitas guiadas e degustação gratuitas com duração de 1h.

A Chandon fica entre Garibaldi e Bento na BR 470, Km 224.

É uma vinícola diferente das outras - achei mais 'profissa', mais com jeito de 'indústria' e, claro, menos charmosa...é um tour super interessante para quem de fato se interessa em conhecer mais detalhes da produção do espumante - a guia Bruna é excelente e super didática, explica tuuudo mesmo!

Na Adega Chandon, o espumante é menos experiência e mais ciência, foi a impressão que eu tive.

Achei interessantíssimo conhecer o laboratório (nunca tinha visto laboratórios em outras vinícolas, com exceção da Salton, que acho que tinha um também), a linha de engarrafamento super moderna, experimentar o espumante direto de um dos tanques e a degustação foi maravilhosa: 5 dos melhores espumantes da casa! Alguns deles no varejo são bem carinhos, como o Chandon Excellence Rosé Cuvée Prestige - não tenho coragem de pagar R$ 126,50 por um espumante.

Em resumo: a visita à Vinícola Chandon, na minha opinião, é para quem já conheceu outras vinícolas mais charmosas e turísticas e agora quer explorar mais (daqui a pouco vou estar sabendo tudo de terroir, assemblage, viticultura...me aguardem 😂).

É necessário agendar com antecedência pelo site ou no telefone (54) 3388-4400, e chegar com 10 minutos de antecedência para apresentar os documentos na portaria.

Vinícola Chandon

Vinícola Chandon
 
Vinícola Chandon

Vinícola Chandon

Vinícola Chandon
Vinícola Chandon em Garibaldi, na Serra Gaúcha

8 Vinícola Battistello


Para quem anda passeando pelo Vale dos Vinhedos, existem 3 vinícolas de Garibaldi por lá, e uma delas é a Battistello

Sim, para quem não sabe, eu explico: o Vale dos Vinhedos não é uma área DE Bento Gonçalves, como muitos pensam. O Vale dos Vinhedos é uma famosa região vinícola que se localiza na divisa entre 3 municípios: Bento, Garibaldi e Monte Belo do Sul. 

Eu entrei na Vinícola Battistello só para "ver como era" e fui atendida por um dos proprietários, super simpático. 

Eles não oferecem visitas ou degustações, apenas o varejo mesmo, e o que foi mais interessante lá foi que conheci uma uva que eu nunca tinha visto antes: a 'ancellotta'. Vocês já conhecem?

Comprei uma garrafa para experimentar e gostei, embora não tenha se tornado a minha uva preferida - custa R$ 40,00. 

Outra curiosidade da Battistello: eles foram os pioneiros no uso do sistema de condução em espaldeira, que melhora demais a qualidade das uvas (diminuindo muito a quantidade de frutas produzidas). 

É uma cantina familiar, que tem atendimento de segunda a sexta, das 8 às 12h e das 13 às 17h45min. Sábados, domingos e feriados, das 9 às 12h e das 14 às 17h.

Vinícola Battistello

Vinícola Battistello
descobrindo novas uvas na Vinícola Battistello em Garibaldi

Vinícola Don Laurindo


Nós experimentamos uns vinhos da Vinícola Don Laurindo num jantar harmonizado maravilhoso na Hostaria Casacurta e, desde então, queríamos ir conhecer a vinícola e comprar umas garrafas. 

Eles oferecem visitas guiadas por R$ 60,00 com degustação e, se você fizer compras, esse valor não é cobrado. Mas, se quiser, você também pode chegar lá e dar uma volta na vinícola por conta própria, sem participar da visita guiada com degustação. 

Como eu estava dirigindo e não queria podia beber, foi isso que eu fiz: dei uma volta pelo lindo parreiral, tirei fotos, vi a área onde eles produzem os vinhos, as barricas de carvalho para amadurecimento, a cave com vinhos históricos e a cave de evolução. 

Depois, fui na loja, comprei os vinhos que eu queria e fui embora, feliz da vida. 

Faço questão de dizer isso porque muita gente pensa que, para visitar uma vinícola, é necessário participar de uma visita com degustação, e isso não é verdade: existem muitas vinícolas - principalmente as pequenas e familiares - onde você pode chegar, passear, conhecer, tirar fotos, comprar o que quiser (ou não comprar nada) e ir embora, sem tomar uma gota de vinho ou sem gastar um centavo. 

Para os curiosos como eu, fica a dica. 

O atendimento lá é de segunda a sexta, das 8 às 11h45min e das 13:30 às 17h30min. Sábados e feriados, das 10 às 16h e domingos das 10 às 15h.

Vinícola Don Laurindo

Vinícola Don Laurindo

Vinícola Don Laurindo

Vinícola Don Laurindo

Vinícola Don Laurindo
cave de evolução da Vinícola Don Laurindo em Garibaldi

10 Vinícola Milantino


Nós nunca tínhamos ouvido falar na Vinícola Milantino, mas, passeando pelo Vale dos Vinhedos, passamos lá na frente e decidimos dar uma chegadinha. 

O parreiral deles é bem bonito e a loja também. 

Se você quiser degustar um ou 2 vinhos, eles oferecem grátis. Se quiser fazer uma degustação mais completa, os valores começam em R$ 30,00, com a degustação de 5 rótulos, e vão aumentando de acordo com os vinhos que quiser degustar. 

O atendimento lá é de segunda a sexta, das 8 às 11h30min e das 13:30 às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 9:30 às 17h.

Achei os vinhos muito caros para o meu paladar pouco refinado, mas quem entende do assunto diz que os vinhos deles são realmente superiores, fora do comum. 

Vinícola Milantino

Vinícola Milantino

Vinícola Milantino

Vinícola Milantino

11 Madelustre


Madelustre Mundo do Vidro - Magia da Luz é uma famosa vidraria artesanal italiana que nós fomos conhecer no último fim de semana em Garibaldi.

Eles seguem as técnicas de Murano, na Itália (vidro soprado e moldado manualmente). Eu tinha estado em Murano no século passado hehehe, e não lembro de ter feito lá uma visita a uma vidraria tão legal quanto essa que eles oferecem em Garibaldi. 

Vale muito a pena ir conhecer a Madelustre para conhecer a maior taça de espumante do mundo (sim, está no livro dos recordes!), ver o memorial do vidro e entender como funciona uma vidraria.

Tenho certeza que ninguém diria que uma visita a uma vidraria pudesse ser tão divertida! O Lipe adorou! Eles oferecem visitas guiadas em que nos mostram a técnica de fazer arte soprando vidro.

Não precisa agendar para ir lá. O horário de funcionamento é de terça a sábado, das 10 às 16h, sem fechar ao meio dia (última visita às 15h).

O custo do ingresso é de R$ 20,00. A loja tem coisas lindas!

Madelustre em Garibaldi
soprando vidro na Madelustre em Garibaldi

Madelustre em Garibaldi
Madelustre em Garibaldi

Madelustre em Garibaldi

12 Devorata Trufas Artesanais


Devorata Trufas Artesanais faz parte da Rota de Compras de Garibaldi e é a única fábrica de chocolates 100% artesanal da Serra Gaúcha aberta à visitação - é possível ver a produção do corredor que leva à loja. 

O melhor de tudo é que a Devorata fica no centro de Garibaldi, numa das principais ruas da cidade, exatamente na frente da Cooperativa Vinícola Garibaldi - quando escrevi sobre a nossa experiência Taça e Trufa lá na Vinícola Garibaldi, expliquei que essa harmonização maravilhosa de espumantes, vinhos e chocolates é feita justamente com as trufas da Devorata.

São as melhores trufas artesanais de chocolate que eu já experimentei. Elas incentivam o consumo do chocolate fresquinho - as trufas, barras trufadas, barrinhas de leite condensado e pirulitos de chocolate saem da produção diretamente para consumo - o que aumenta a cremosidade e o derretimento na boca.

Ah, e é ali da frente da Devorata que saem também os passeios de Tim Tim, então fica super conveniente unir esses 3 passeios imperdíveis: comprinhas de chocolate para levar para casa, passeio turístico de Tim Tim e visita à uma das maiores produtoras de espumantes do Brasil!

O atendimento é de terça a sábado das 9 às 17h. Domingos, das 10 às 16hs.

Ahhhh, e eu já ia esquecendo de dizer que elas abriram um segundo local em um container no Vale dos Vinhedos, onde você pode experimentar a já tradicional trufa com sorvete, um dos doces mais maravilhosos que eu conheço!

Devorata Trufas Artesanais
container da Devorata no Vale dos Vinhedos

Devorata Trufas Artesanais

 

Devorata Trufas Artesanais

Devorata Trufas Artesanais
Devorata Trufas Artesanais em Garibaldi

13 Bistrô La Fermata


Eu nunca fui lá no bistrô - e nem conheço a Vinícola Courmayeur, mas, no último fim de semana em Garibaldi, participamos de uma happy hour no Hotel Dall'Onder Ski, promovida pelo pessoal do La Fermata, bistrô anexo à vinícola Courmayeur, e os drinks com espumantes estavam maravilhosos, assim como as tábuas de frios que eles fizeram.

Já fiquei com vontade de ir lá conhecer!

Bistrô La Fermata em Garibaldi
delícias do Bistrô La Fermata em Garibaldi


14 Osteria Del Valle


Essa osteria fica localizada num ambiente aconchegante na Peculiare Vinhos, no Vale dos Vinhedos, e tem uma comida de se lamber lembrando, preparada pela família da Silva.

Todo mundo que escolhe esse restaurante para almoçar no Vale dos Vinhedos adora - vale a pena conhecer, para experimentar o melhor da gastronomia italiana!

Além da osteria, a Vinícola Peculiare tem degustação, loja e parreiral. O suco de uva de 1l custa R$ 13,00 lá.

Quando estive lá na Osteria Del Valle, o almoço estava custando R$ 77,00 - e sextas e sábados tem janta também.

No último fim de semana, o almoço servido lá na Vinícola Garibaldi foi da osteria, e não teve quem não gostasse!

Se tiver oportunidade, não deixe de experimentar a focaccia de torresmo, os cogumelos frescos com ervas, o risoto de alho-poró e o ravioli de pochetta com molho de laranja.

De sobremesa, recomendo o maravilhoso mousse de queijo branco com goiaba brulèe.

Osteria Del Valle

Osteria Del Valle
Osteria Del Valle

15 Casa Di Paolo


Galeteria Casa Di Paolo é um clássico da Serra Gaúcha que já completou 25 anos e se espalhou pelo Brasil.

Eles servem na mesa, à vontade, os pratos típicos da Serra Gaúcha de gastronomia italiana (galeto, polenta, massinhas, salada de maionese, folhas, sopa de capeletti, etc). 

O galeto Di Paolo figura há mais de 10 anos consecutivos no Guia Quatro Rodas como o “Melhor Galeto do Brasil”.

Eu amo o queijo à dorê e o sagu, clássicos. Nesta última visita, no fim de semana passado, provei lá uma massa chamada nero bianco, com o molho noccioli, e nem sei descrever para vocês o quão bom foi!!!

A experiência gastronômica é fartíssima - vá de barriga vazia 😜

Casa Di Paolo Garibaldi é a original, na Rodovia BR 470, Km 221,6.

O horário de funcionamento é de segunda a sábado das 11:30 às 15h e das 19 às 23h.

Ah, e se você gostar, aproveite e compre pra levar para casa: eles vendem vários produtos lá no restaurante:

Galeteria Casa Di Paolo
produtos da casa à venda na Galeteria Casa Di Paolo de Garibaldi

Galeteria Casa Di Paolo

Galeteria Casa Di Paolo

Galeteria Casa Di Paolo

Galeteria Casa Di Paolo
Galeteria Casa Di Paolo

16 Osteria della Colombina

Eu recomendo a Osteria della Colombina a todo mundo que vai à Serra Gaúcha e quer experimentar a comida típica feita pelos descendentes de imigrantes italianos da região.

É, sem dúvida, o melhor programa para um almoço em família na zona rural, mais especificamente no roteiro turístico Estrada do Sabor de Garibaldi.

Já publiquei um post completo sobre esse restaurante: Osteria della Colombina - uma experiência completa na Estrada do Sabor de Garibaldi.

A Estrada do Sabor é um dos roteiros turísticos na zona rural de Garibaldi, junto com a Rota dos Espumantes e a Via Orgânica.

Além da Osteria della Colombina, da família Odete Bettú Lazzari, você vai encontrar diversos outros pontos de interesse nessa rota (uma parte é de estrada de terra), como as propriedades das famílias Jorge Mariani, Olir Brugalli, família Vaccaro e o turismo enológico do Vilmar Bettú.

O almoço na osteria não é apenas uma refeição, mas uma experiência completa e muito autêntica na Serra Gaúcha, com direito a passeio pelas trilhas na propriedade da dona Odete, brincadeiras nos balanços, arquitetura histórica, cachacinhas, soneca nas almofadas no gramado (antes ou depois da comilança) e, principalmente, muita comida e doces deliciosos. Perfeito para quem viaja com crianças!

Funciona somente nos finais de semana, e tem que fazer reservas antecipadas (telefones (54) 3464-7755 ou (54) 9121-1040) e chegar no horário marcado! Imprescindível!

Chegamos 12:10 e só saímos de lá, a contragosto, depois das 3 da tarde - como eu disse, não é apenas um almoço, é um programa completo!

Preço médio: R$ 65 por pessoa.


Osteria della Colombina

Osteria della Colombina
Osteria della Colombina

17 Tabacaria Benvenuto


A Tabacaria Benvenuto é um restaurantezinho super simpático, com ambiente agradável e preços justos, no centro de Garibaldi - um gastrobar que abre para o almoço, jantar e happy hour.

No cardápio, saladas, massas, risotos e carnes na parrilla, além de pizzas, empanadas e bolinhos de bacalhau. 

Para acompanhar, a dica é pedir algum dos vinhos e espumantes da Serra Gaúcha que eles oferecem, ou um Aperol Spritz. O Peg sempre vai de cerveja artesanal. 😏

O restaurante fica na Rua Dante Grossi, 249, e o telefone é (51) 3464-0635.

Funciona para almoço de quinta a domingo, das 11:30 às 13h30min, e para jantar de terça a sábado, das 18:30 à meia-noite.

Tabacaria Benvenuto

Tabacaria Benvenuto

Tabacaria Benvenuto
Tabacaria Benvenuto em Garibaldi

18 Hostaria Casacurta


Hostaria é o restaurante do Hotel Casacurta e, diferente da maioria dos restaurantes da região, serve uma comida contemporânea, e não a gastronomia regional que é tão comum por lá - é quase que um alívio a chance de variar de tanto galeto com polenta que se come na Serra Gaúcha! 

Já escrevi um post completo sobre esse restaurante, veja aqui: Hostaria Casacurta em Garibaldi - restaurante na região dos vinhedos.

Eles misturam a sofisticação da gastronomia francesa com a tradição da cozinha italiana, e com uma inspiração na culinária da Serra Gaúcha - é uma experiência gastronômica que você não vai esquecer tão cedo!

O local é super bacana, a apresentação dos pratos é de dar água na boca, e a comida é deliciosa. Setiver oportunidade, não deixe de experimentar o ravioli de vitela com molho de Shitake. 

Pelo que notamos, todas as pessoas que chegaram lá conosco por volta de 20:30h (horário da nossa reserva), ainda estavam lá quando saímos bem depois das 22hs - ou seja, não há rodízio de mesas! Se você não tiver reserva, nem vai adiantar esperar por uma - provavelmente vai ficar só na vontade!

A dica então é fazer reservas com pelo menos 3 dias de antecedência pelo telefone (54) 3462-2166 ou no site da Hostaria Casacurta.

Hostaria Casacurta

Hostaria Casacurta
Menu Experiência da Hostaria Casacurta

19 Valle Rustico


Nunca fui no comer restaurante Valle Rustico (preciso corrigir isso em breve!), mas já provei a comida deliciosa deles várias vezes, e por isso me sinto à vontade para recomendar.

O Valle Rustico é uma pequena propriedade rural orgânica no interior de Garibaldi que está prestes a completar 10 anos como uma referência da ecogastronomia no Brasil, defendendo uma culinária sazonal e da terra, que valoriza a agricultura familiar e os ingredientes locais. 

Além do já famoso 'choripan' que eles apresentam no Garibaldi Vintage - o Lipe ama, na última edição do evento repetiu 3 vezes! - também já estivemos lá no restaurante, localizado no Vale dos Vinhedos, num evento super descontraído que eles promovem nos jardins, o tradicional Burger & Beer.

Nestes eventos, o chef Rodrigo Bellora abre o jardim do restaurante, reunindo atrações musicais, bandas, competição de chopp por metro, espaço kids, comida na grelha e muita cerveja artesanal. 

Normalmente os ingressos custam R$ 30,00 antecipados (inclui um copo + chopp Pilsen) e R$ 40,00 na hora (inclui um copo). 

Para comer, burgers, costelinha no menarosto e sonho com doce de leite. 😜

O telefone para reservas é (54) 3067-1163 ou (54) 8123-0080. O restaurante funciona de quarta a sábado, das 19:30 às 22h, e domingos das 12 às 15h.

Valle Rustico
choripan do Valle Rustico no Garibaldi Vintage

Valle Rustico
Burger & Beer no Valle Rustico

20 Garibaldi Vintage


Já escrevi outras vezes sobre o Garibaldi Vintage aqui no blog, então vou colocar aqui os links para vocês lerem os posts onde eu conto com detalhes sobre essa festa de rua maravilhosa que acontece 2x por ano em Garibaldi, em março e novembro, quando o charme das décadas de 1920 a 1960 toma conta do centro histórico da capital brasileira do espumante e a gente se veste a caráter para desfrutar da melhor gastronomia, cervejas artesanais e espumantes da região, além de prestigiar um encontro de carros antigos.

Garibaldi Vintage: o evento de rua mais charmoso da Serra Gaúcha
Como é o Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi

Garibaldi Vintage
Garibaldi Vintage

21 Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi


Neste último final de semana em Garibaldi, nos hospedamos no novíssimo Hotel Dall'Onder Ski - que estava justamente inaugurando no fim de semana - e eu não poderia recomendar mais!

É um hotel temático que celebra os espumantes que fazem a fama da região, localizado na antiga estação de esqui de Garibaldi, com vistas lindíssimas e um por do sol deslumbrante, além, é claro, do café da manhã maravilhoso, que já é marca registrada da rede.

Para mim, um hotel digno de entrar na lista de motivos para conhecer a cidade.

Contei e mostrei todos os detalhes neste post: Como é o Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi.

Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi
Hotel Dall'Onder Ski Garibaldi

22 Passeio de Trem Maria Fumaça


Uma das atrações mais famosas da Serra Gaúcha é o passeio de Trem Maria Fumaça entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, o chamado Trem do Vinho.

Esse passeio é operado com exclusividade pela agência de viagens Giordani Turismo, e é bem caro, mas, na minha opinião, é uma das experiências mais legais da região, e deve fazer parte de qualquer roteiro pela Serra Gaúcha! 

Você pode fazer de trem o trecho de Bento a Carlos Barbosa ou de Barbosa a Bento - o outro trecho será feito de van. Em ambos os casos, há uma parada no meio do caminho, na Estação Férrea de Garibaldi

O passeio inclui degustações de espumante moscatel e suco de uva tinto na Estação de Garibaldi, no meio do caminho, e de vinho tinto (Miolo) e suco de uva branco em Bento Gonçalves, na chegada. 

Já escrevi outros posts bem completos sobre esse passeio:

Epopeia Italiana: o parque temático de Bento Gonçalves

Passeio de Trem Maria Fumaça em Garibaldi
Passeio de Trem Maria Fumaça em Garibaldi

Estação Férrea de Garibaldi
Estação Férrea de Garibaldi

23 Rua Buarque de Macedo


O centro histórico de Garibaldi situa-se nos arredores da Rua Buarque de Macedo, uma rua linda, cheia de casarões históricos, cada um deles com uma placa na fachada que conta um pouco da história de cada prédio.

A gente passa por essa rua no passeio de Tim Tim, mas achei que devia incluí-la na lista porque vale a pena fazer um passeio a pé ali pelo centrinho.

A Buarque de Macedo já foi considerada uma das principais estradas do sul do país, por onde italianos, franceses, sírios, tropeiros mascates e artesãos realizavam o comércio. Essa rua era o principal acesso das levas de imigrantes às suas terras, e uma das mais importantes vias de ligação das colônias do oeste da serra com a capital do estado.

Hoje, os 35 exemplares de construções da época fazem parte do Roteiro Passadas, uma das rotas turísticas de Garibaldi.

Quando fizemos o passeio de Tim Tim, o guia lembrou que um dos edifícios históricos têm características parecidas com aquelas do Museu Carlos Barbosa, em Jaguarão (minha cidade natal), e eu fiquei pensando (e invejando) como seria bom se em Jaguarão houvesse o cuidado e a valorização com o patrimônio histórico que há em Garibaldi!

Maior exemplo: toda a fiação elétrica do centro histórico é por cabeamento subterrâneo! Imagina se todos os centros históricos de cidades brasileiras fossem assim? Muito amor por Garibaldi!

Rua Buarque de Macedo

Rua Buarque de Macedo à noite
Rua Buarque de Macedo à noite

24 Ermida Nossa Senhora de Fátima


O legal de subir até a parte mais alta da cidade não é a Ermida em si - edificação que faz parte da Rota Religiosa de Garibaldi, mas sim a vista linda da cidade que se tem do mirante ali em frente e, para quem viaja com pequenos viajantes, o melhor de tudo: uma pracinha para gastar as energias.

Fiz questão de elencar este atrativo nesta lista porque, diferente das outras edificações históricas de Garibaldi, que são percorridas durante o passeio de Tim Tim, você não passará por lá durante o tour de caminhão, então o jeito é subir até lá de carro mesmo, porque para subir a pé tem que ter muitooo fôlego!

O que eu acho mais bacana em Garibaldi é que eles estão sempre com novos projetos que movimentam a cidade e o turismo local durante o ano todo. O último de que tive notícia foi o projeto Cinema de Rua, em que apresentam um filme mensalmente em diferentes pontos da cidade: e a última apresentação foi justamente na Ermida Nossa Senhora de Fátima.

As sessões são gratuitas e abertas à toda a comunidade.

Eu já assisti a um filme ao ar livre em Garibaldi, em plena Buarque de Macedo, e foi muito legal!

cinema de rua em Garibaldi

Ermida de Garibaldi

pracinha para os pequenos viajantes

25 Passeio da Barragem


Garibaldi não cansa de surpreender!

Ainda ontem vi uma foto deste lugar num folheto turístico da cidade e fiquei louca para ir lá conhecer pessoalmente! Aí hoje vi o mesmo lugar nos stories da Ivane, do blog @viajantemaduro, e perguntei a ela que lugar era esse, afinal!

Claro que tivemos que ir lá conferir, né!

É o lindo Passeio da Barragem, bem pertinho do centro de Garibaldi.

O trem Maria Fumaça passa por cima desta ponte incrível todo dia, por volta das 10hs da manhã e, às vezes, também às 15hs. Programe o seu passeio para estar lá nestes horários - imagina como a foto deve ficar linda com o trem passando sobre a ponte?!

O lugar tem trilhas pelo mato e é ótimo para uma caminhada - adorei!!

Só não esqueça de levar repelente, porque os borrachudos são famintos lá! 

Passeio da Barragem em Garibaldi

Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha
Roteiro de final de semana em Garibaldi, na Serra Gaúcha

o que fazer em garibaldi
Passeio da Barragem em Garibaldi, na Serra Gaúcha

Dá para fazer um bate e volta?


Nãooooo!

Sempre repito isso, porque muita gente - até gaúchos! - ainda confunde Gramado e Canela com Bento Gonçalves e Garibaldi. 

Quando se fala em "Serra Gaúcha", muitos pensam que "é tudo a mesma coisa", que as cidades ficam todas bem pertinho umas das outras, o que está muito longe da realidade. 

Sei que muitos fazem passeios bate e volta de Gramado a Bento Gonçalves, o que eu não recomendo de jeito nenhum - além de as 2 cidades serem distantes quase 2h uma da outra (são 4h ida e volta, com trânsito bom, em estradas de serra!), o "lado de Bento" tem muitas e muitas atrações turísticas, que merecem vários dias de passeios! 

Só em Garibaldi você precisa ficar no mínimo 2 dias para ver o básico de passeios turísticos que a cidade tem a oferecer. 

São mais de 15 vinícolas, entre elas algumas das maiores do Brasil, como a Chandon, a Peterlongo e a Cooperativa Vinícola Garibaldi - isso só em Garibaldi - sem contar as vinícolas de Bento Gonçalves, no famoso Vale dos Vinhedos, o roteiro dos Caminhos de Pedra e outras atrações famosas, como o passeio de Maria Fumaça, a Casa da Ovelha, etc. 

Veja mais aqui:


Entendeu porque você precisa se hospedar em Garibaldi ou Bento, não bastando um bate e volta desde Gramado?

E, entre se hospedar em Garibaldi ou Bento, eu recomendaria sem piscar o Dall’Onder Ski Garibaldi, onde ficamos nesta última viagem, como o hotel com o melhor custo-benefício da região.

Entre Garibaldi e Bento Gonçalves, são apenas 10Km, e o Vale dos Vinhedos se localiza exatamente entre as 2 cidades, o que significa que tanto faz se você se hospedar em uma cidade ou na outra, entendeu? 

O importante é escolher o hotel que seja melhor para você, porque em qualquer das 2 cidades você estará bem localizado para passear pelas rotas turísticas da região (e Garibaldi tem várias rotas turísticas!).

Já esteve em Garibaldi? Conte para a gente! Deixe a sua dica nos comentários!

Mais dicas das nossas viagens e passeios pela Serra Gaúcha nas #LipenaSerra e #LipeemBento no Instagram.

Visitamos a cidade e fizemos os passeios do roteiro de 3 dias a convite do Turismo Garibaldi.

Garibaldi: 25 motivos para conhecer a capital brasileira do espumante
Garibaldi: 25 motivos para conhecer a capital brasileira do espumante

o que fazer em garibaldi
nos trilhos do trem Maria Fumaça em Garibaldi

o que fazer em garibaldi
rotas turísticas de Garibaldi: atrativos não faltam nesta cidade!


Precisa reservar um hotel para a sua viagem a Garibaldi? 

Nesta viagem, nos hospedamos no recém inaugurado Hotel Dall’Onder Ski Garibaldi, que eu recomendo muito! Leia o post completo sobre o hotel clicando aqui

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:





Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:


Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

1 comentários: