Menu

O que fazer em Windsor, na Inglaterra

Descubra tudo o que você precisa saber sobre Windsor, na Inglaterra: o que fazer, onde comer, comprar, ficar, estacionar, como chegar e um pouquinho da história da Terra da Rainha!
O que fazer em Windsor, na Inglaterra

Descubra tudo o que você precisa saber sobre Windsor, na Inglaterra: o que fazer, onde comer, comprar, se hospedar, estacionar, como chegar lá e um pouquinho da história da Terra da Rainha!

Windsor é uma cidade bem pertinho de Londres, super charmosinha, famosa pelo seu castelo medieval do século 11, que leva seu nome. 

Aqui vou contar tudo o que vocês precisam saber para aproveitar um dia em Windsor - a maioria das pessoas conhece Windsor como um bate e volta de Londres, ou no meio de um tour pelo interior da Inglaterra, mas, se você tiver mais tempo, eu diria que vale a pena passar pelo menos uma noite lá! Existem várias opções de acomodações!

Existem também várias atrações na cidade e nos arredores (vou contar tudo neste post), além do imenso Castelo de Windsor, que domina totalmente a paisagem, e um centrinho bem gostoso para passear, com muitas lojinhas, pubs, ruelas com calçamento de pedras, bequinhos e arquitetura de vários períodos históricos. 

Há muito o que fazer em Windsor...vambora?

Leia também:

Escócia: cartões postais de Edimburgo

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra
Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra

Como é Windsor, a Terra da Rainha

Windsor fica localizada a aproximadamente 25 milhas a oeste de Londres e, na minha opinião, é o melhor passeio bate e volta de Londres. 

Assim como Londres, Windsor também fica situada nas margens do Rio Tâmisa. 

A cidade é pequena e tem pouco mais de 30 mil habitantes. 

A atração turística mais importante é obviamente o Castelo de Windsor, aberto aos visitantes durante todo o ano. 

O castelo, que já tem quase 1000 anos de história, foi lar de 39 reis e rainhas, e é o lugar onde a Rainha da Inglaterra passa a maior parte dos seus finais de semana - dizem que é o lugar preferido dela, o castelo que ela efetivamente chama de 'lar' - inclusive foi lá que ela decidiu se isolar durante a pandemia de Covid-19, junto com um número pequeno de funcionários que estão lá fazendo quarentena com ela! 

Há poucos dias, vi no jornal fotos da Rainha Elizabeth II passeando a cavalo pelos bosques de Windsor!

Dizem até que o Castelo de Windsor não é o lugar favorito apenas da rainha, mas também de toda a família real britânica - não é por nada que foi escolhido como lugar do casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle em 2018!

Windsor, na Inglaterra
Windsor, na Inglaterra, é o lugar que a Rainha Elizabeth II chama de lar

Windsor, na Inglaterra
há bastante segurança nas ruas de Windsor, especialmente nos momentos de troca da guarda real

Windsor, na Inglaterra
muitos grupos escolares visitam o Castelo de Windsor, vindos de todas as partes da Inglaterra

Windsor, na Inglaterra
e a emoção de visitar um castelo que já tem quase 1000 anos de história!?

Castelo de Windsor, Inglaterra

Um pouco da história de Windsor

O Castelo de Windsor foi construído no século 11, depois da conquista normanda da Inglaterra, a mando do novo rei, William, o Conquistador, que foi coroado em 1066 na Abadia de Westminster  e determinou a construção do castelo em 1070, com função de proteção do novo reino. 

Eles escolheram o local para a construção do castelo tendo em vista os bosques ali existentes e as boas oportunidade de caça, esporte que os nobres adoravam (e ainda praticam). 

Se vocês prestarem atenção, verão que existem muitas semelhanças arquitetônicas entre o Castelo de Windsor e a Torre de Londres: isso se deve ao fato de que ambos foram construídos pelo mesmo Rei William, no mesmo período histórico (a Torre de Londres foi construída por volta do ano de 1078).

Desde o reinado de Henrique I (de 1106 a 1135), o Castelo de Windsor passou a ser utilizado por todos os reis e rainhas britânicos, sendo o castelo mais antigo ainda ocupado na Europa.

Na Idade Média, Windsor era uma cidade rica, associada diretamente à família, real e muitos comerciantes que ali se estabeleceram justamente em função do castelo, que foi ampliado no reinado de Eduardo III, no século 14, naquele que foi considerado o maior projeto de construção da Inglaterra na Idade Média. 

A Capela de São Jorge foi construída no estilo gótico inglês no século 15, e transformou Windsor num destino de peregrinação. Mas, com a criação da Igreja Anglicana, o fluxo de peregrinos acabou, e a cidade se tornou decadente nos séculos 16 e 17.

Já no fim do século 18, George III retomou o desenvolvimento de Windsor, e o castelo foi remodelado para se tornar uma das residências oficiais da Rainha Victoria a partir de 1840. 

Com a chegada de novas linhas férreas, Windsor voltou então a se tornar uma cidade importante, sendo hoje um dos destinos turísticos mais conhecidos da Inglaterra. 

Houve um incêndio enorme no Castelo de Windsor em 1992. A reconstrução das áreas danificadas já foi concluída, embora eles estejam sempre fazendo algum trabalho de restauração - quando estivemos lá, em setembro de 2019, era possível ver vários andaimes e tapumes de obras! 

O Castelo de Windsor é hoje o maior e mais antigo castelo ainda em uso no mundo, uma mistura de fortificação, palácio e cidadela - atualmente, mais de 500 pessoas vivem e trabalham em Windsor, tornando-o também o castelo mais habitado do mundo.

Castelo de Windsor, Inglaterra
há sempre algum trabalho de restauração em andamento em Windsor

Castelo de Windsor, Inglaterra

Castelo de Windsor, Inglaterra
o Castelo de Windsor é o mais antigo ainda em uso na Europa

Castelo de Windsor, Inglaterra
mais de 500 pessoas vivem e trabalham no Castelo de Windsor

Castelo de Windsor, Inglaterra
visitando Windsor, você vai perceber quantos diferentes estilos arquitetônicos estão presentes no castelo!

Castelo de Windsor, Inglaterra
quando visitamos o Castelo de Windsor, era possível ver vários andaimes e tapumes de obras

Castelo de Windsor, Inglaterra
todos os jardins e gramados do Castelo de Windsor são excepcionalmente bem cuidados

O que fazer em Windsor

Meu plano inicial era ir conhecer Windsor e dar uma olhada no famoso castelo pelo lado de fora, já que os ingressos para o tour interno do Castelo de Windsor são super caros - eu achava que já ficaria bem feliz com uma 'selfie' na frente da Capela de São Jorge (aquela onde aconteceram tantos casórios reais). Mesmo porque não são permitidas fotografias da área interna do castelo, e eu gosto tanto de fotografar que já desanimo de tours onde as fotografias são proibidas...

Ledo engano!

Chegando a Windsor, entretato, entendi imediatamente que a minha estratégia não daria certo: o Castelo de Windsor é daqueles castelos no melhor estilo 'fortaleza': cercado por muralhas enormes e, se você não paga o ingresso para entrar para o lado de dentro daqueles paredões, não consegue sequer enxergar a famosa Capela de São Jorge, que fica lá dentro das muralhas! 

Sendo assim, minha sovinice foi por água abaixo e o primeiro passeio que fizemos em Windsor foi justamente a visita interna ao castelo! 

Depois de conhecer este lugar incrível, você vai entender que realmente não vale a pena ir a Windsor e não fazer o tour pela parte interior do castelo, seja por falta de tempo ou pão durice - sendo curta e grossa, se você não tem tempo ou libras suficientes para visitar o interior do castelo, não vá a Windsor hehehehe...

Não é que não existam outras atrações interessantes na cidade - existem, e vou escrever sobre todas elas abaixo (esse post é justamente sobre tudo o que há para fazer em Windsor!) - mas o Castelo de Windsor é a cereja do bolo...seria mais ou menos como ir ao Vaticano e não entrar na Basílica de São Pedro!

Pelo lado de fora das muralhas a gente já percebe o quanto o castelo é grandioso e imponente, com suas muralhas gigantes e muita proteção policial. É até estranho ver um lugar tão dramático e suntuoso cercado por áreas verdes e ruazinhas tranquilas no miolo do centro histórico de Windsor. 

Bom, espero que eu já tenha te convencido da importância de investir as tuas suadas libras na visita  interna do castelo. Abaixo vou contar todos os detalhes do tour interno no Castelo de Windsor, e o que mais tem para fazer em Windsor. 

Vem comigo!

Castelo de Windsor, Inglaterra
imagem aérea do Castelo de Windsor, que mostra direitinho as muralhas gigantes que o circundam

Castelo de Windsor, Inglaterra

Castelo de Windsor, Inglaterra
minha ideia de economizar não durou muito, afinal, qual é a graça de ir a Windsor e não visitar sua principal atração turística?

Castelo de Windsor

O Castelo de Windsor é uma residência real com áreas abertas ao público durante o ano inteiro. 

Fica aberto diariamente das 9h30min às 17h15min de março a outubro (a última entrada é às 16hs no Castelo, nos Salões de Estado e na Casa de Bonecas é às 16h30min, e na Capela de São Jorge é às 16h05min). 

De novembro a fevereiro, o horário de abertura é das 9h45min às 16h15min (última entrada no Castelo às 15hs, nos Salões de Estado e na Casa de Bonecas é às 15h30min, e na Capela de São Jorge é às 16h05min).
Os ingressos, como mencionei antes, têm valores salgados: adultos pagam £ 22,50 e menores de 17 anos pagam £ 13. O valor para idosos e estudantes é £ 20,30. Crianças com menos de 5 anos não pagam. 

Deixamos para comprar os ingressos lá e as filas estavam bem pequenas, mas, se quiser evitar filas, é possível comprar online, no site da Royal Collection.

Esses preços incluem o tour guiado multimídia, que é simplesmente excelente, depois que você entende como ele funciona. E tem uma versão em 'português brasileiro'! As informações são super interessantes - não fosse por esse audio-guide, a visita não seria tão legal! Aproveite!

É possível a readmissão gratuita por até um ano, se você comprar o ingresso diretamente no site da Royal Collection ou lá no local - é só pedir para carimbar o seu ingresso no final da visita para convertê-lo em um passe válido por 1 ano 😏

A visita ao castelo leva em torno de 2 a 3 horas, dependendo da sua pressa/interesse/paciência. 

Você fará longas caminhadas, pois o castelo é enorme, então use sapatos confortáveis! 

Como falei antes, fotografias e filmagens são proibidas dentro dos Salões de Estado e na Capela de São Jorge; permitidas apenas nas áreas externas.

Algumas áreas são fechadas em determinados dias da semana ou épocas do ano, como os Salões de Semi-Estado e a Capela de São Jorge - se você tem dúvidas, verifique no site da Royal Collection. O Castelo fica fechado nos dias 25 e 26 de dezembro e em algumas outras datas, quando é usado para eventos oficiais. Os Salões de Estado ficam fechados em algumas datas - nesses dias, há desconto nos valores dos ingressos.

Além disso, eles também oferecem alguns tours especiais pela torre ou pelas cozinhas - se você tiver interesse, verifique os tours atualmente disponíveis no site oficial

O Castelo de Windsor é uma das atrações incluídas no London Pass, caso você decida comprá-lo.

Castelo de Windsor, Inglaterra
ao lado da bilheteria, antes de passar pela revista de segurança e pegar o equipamento do audio-guide, aproveite para usar os banheiros antes de começar a sua visita ao Castelo de Windsor

Castelo de Windsor, Inglaterra
os ingressos para visitar o Castelo de Windsor têm valores salgados, mas o audio-guia é excelente!

Castelo de Windsor, Inglaterra
algumas áreas do Castelo de Windsor são fechadas em determinados dias da semana ou épocas do ano - na bilheteria eles sempre avisam que áreas estão abertas

Castelo de Windsor, Inglaterra
não fosse pelo audio-guide, a visita ao Castelo de Windsor não seria tão legal!

Como é a visita ao Castelo de Windsor

Chegando lá, vá direto para a fila de compra dos ingressos, ou então para a fila de quem já possui ingresso, que vai para a revista de segurança.

Existem banheiros ao lado da bilheteria, aproveite!

Tem que passar pelo detector de metais para entrar no castelo. 

Depois disso, você retira seu audio-guide gratuitamente (escolha a opção 'português brasileiro').

A área do castelo é enorme - uma verdadeira cidadela - mas apenas algumas partes dele estão abertas à visitação pública.

Abaixo vou explicar detalhadamente sobre cada uma das partes do castelo que podemos visitar. 

A área externa é bem impressionante, com paredões imponentes de pedra. É por ali que começa a visita. 

Uma das construções mais imponentes do castelo é a Torre Redonda, localizada lá no alto, bem no meio do complexo. O tour padrão não visita a torre, mas existem tours especiais que vão até lá. 

Na torre é hasteada uma bandeira, que nos ajuda a saber quando a soberana está 'em casa': quando a rainha não está no castelo, é hasteada a bandeira do Reino Unido; quando ela está, é hasteado o Estandarte Real, uma bandeira dividida em 4 partes que representa os países que fazem parte do Reino Unido - Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. 

No dia em que estivemos lá, a Rainha não estava em Windsor.

Já na parte interna do castelo, começamos o nosso tour autoguiado pela visita aos State Apartments, com entrada pelo North Terrace, e terminamos na Capela de São Jorge, que é um deslumbre. 

Adorei a visita ao Castelo de Windsor - mesmo já tendo visitado muitos castelos mundo afora, esse ainda impressiona!

Castelo de Windsor, Inglaterra
a famosa Torre Redonda do Castelo de Windsor

Castelo de Windsor, Inglaterra

Castelo de Windsor, Inglaterra
nesta parte inicial da visita ao Castelo de Windsor ainda é possível fotografar

Castelo de Windsor, Inglaterra
maquetes explicam como foi a construção do Castelo de Windsor ao longo dos últimos 900 anos

Castelo de Windsor, Inglaterra

Castelo de Windsor, Inglaterra
 Torre Redonda do Castelo de Windsor

O que ver no Castelo de Windsor

As principais áreas que se pode conhecer no Castelo de Windsor são:

Castelo de Windsor, Inglaterra
 fotografias e filmagens são proibidas dentro dos Salões de Estado e na Capela de São Jorge; permitidas apenas nas áreas externas do Castelo de Windsor

Salões de Estado e Semi-Estado

O interior do Castelo de Windsor é decorado com algumas das obras de arte mais preciosas da coleção real. Nas histórias de todas as monarquias, cada rei que passa a chamar o castelo de 'seu' gosta de dar um toque pessoal, 'redecorando' sua 'casinha'. 

Vocês vão encontrar nos State Apartments pinturas de Rembrandt, Canaletto, Gainsborough e Rubens, coleções incríveis de armaduras medievais, salões com tapeçarias imensas e obras de arte intermináveis. 

Como escrevi lá em cima, o Castelo de Windsor tem quase 1000 anos de história e já foi lar de 39 reis e rainhas, cada um deles querendo deixar a sua marca. Imagina o que não tem de história naqueles salões?!

Os Salões de Estado são as salas usadas para os eventos oficiais da monarquia britânica, e refletem direitinho os gostos dos seus ocupantes.

Os maiores 'redecoradores' foram Charles II (que reinou entre 1660 e 1685) e George IV (reinou entre 1820 e 1830). 

O Rei Charles modernizou os interiores do castelo, tornando-os grandiosos, com esculturas e tetos pintados. George IV, por sua vez, criou uma imponente escadaria na entrada e construiu o Salão Waterloo (para comemorar a vitória sobre Napoleão Bonaparte em 1815).

O incêndio de 1992 danificou mais de 100 peças do castelo, que já estão totalmente restauradas e hoje são frequentemente usadas pelos membros da família real para eventos em apoio das organizações que eles patrocinam.

Os Salões de Semi-Estado são os 'apartamentos particulares', famosos por serem os cômodos com a decoração mais suntuosa do castelo, e que são abertos ao público em geral para visitas durante algumas poucas semanas por ano, especialmente de outubro a março, pois são muito usados para eventos oficiais ou privados da família real.

Pra mim, o lugar mais impressionante foi o St George’s Hall, um salão de banquetes com uma mesa de jantar de 53m de comprimento, onde são recepcionados os convidados de Estado. É ali que se reúnem os Cavaleiros da 'Order of the Garter', a mais alta Ordem de Cavalaria Britânica, fundada em 1348 pelo Rei Eduardo III. O salão ostenta retratos e bustos de reis e dos membros da Ordem.

Outro dos principais salões é a Grande Sala de Recepção - Grand Reception Room, originalmente o salão de baile do castelo, todo decorado com candelabros e paredes vermelhas e dourado.

Castelo de Windsor, Inglaterra
State Apartments no Castelo de Windsor - a partir deste ponto da visita, as fotografias são proibidas

Castelo de Windsor, Inglaterra
adoro a mistura de estilos arquitetônicos que deixa transparecer os mais de 900 anos de história do Castelo de Windsor

Casa de Bonecas da Rainha Mary

A Queen Mary’s Dolls’ House é a maior e mais famosa casa de bonecas do mundo, cheia de milhares de objetos criados pelos principais artesãos da época. Mais de 1500 artistas trabalharam na criação desta incrível 'casinha de bonecas'!

Construída para a Rainha Maria entre 1921 e 1924, a Casa de Bonecas tem 2 m de altura, e é uma réplica perfeita em miniatura de uma residência de luxo da aristocracia britânica no período eduardiano, com todos os detalhes, incluindo eletricidade, água corrente quente e fria, elevadores em pleno funcionamento e descargas sanitárias, além de uma uma adega bem abastecida, uma biblioteca repleta de obras dos principais escritores da época, garagem com miniaturas de limousines e um jardim.

Na área ao lado da Casa de Bonecas são exibidas roupas e acessórios das bonecas, fabricados pelas principais casas de moda de Paris.

Castelo de Windsor, Inglaterra
Castelo de Windsor

Drawing Gallery

Todos os anos uma nova exposição é apresentada na Drawing Gallery, a Galeria de Arte do castelo.

Informe-se no site oficial para descobrir o que estará sendo exibido na época da sua viagem.

Castelo de Windsor, Inglaterra

Capela de São Jorge

Minha parte favorita da visita ao Castelo de Windsor - uma igreja tão linda e tão cheia de história que emociona e arrepia. 

A Capela de São Jorge é uma igreja de arquitetura gótica inglesa construída no século 15 dentro da cidadela do Castelo de Windsor, com capacidade para 800 pessoas. Nela estão os túmulos de 10 reis britânicos, incluindo Charles I e Henrique VIII e sua 3ª esposa, Jane Seymour.

A capela é também considerada o lar espiritual da Ordem da Jarreteira - a 'Order of the Garter', que eu já mencionei acima.

St George’s Chapel fica fechada para visitas turísticas nos horários das missas, mas os visitantes podem assistir aos serviços religiosos chamados 'Evensong', que são missas cantadas com apresentação do coro da capela. 

Verifique no site oficial os dias e horários em que a capela está aberta para visitas turísticas e não deixe de visitá-la - é um espetáculo!

Já participei do Evensong na Abadia de Westminster e é muito bonito, mas a Capela de São Jorge merece uma visita turística, quando você pode perambular pela igreja inteira...no Evensong você apenas entra e sai direto pro seu assento, não pode dar nem uma voltinha na igreja, entendeu?

Assim como no restante do castelo, é proibido fotografar o interior da capela. 

A Capela de São Jorge já era linda de morrer, mas ficou ainda mais famosa nos últimos anos porque foi lá que se realizaram em 2018 dois casamentos reais que despertaram a atenção mundial: o do Príncipe Harry com a californiana Meghan Marklen, e o da Princesa Eugenie com o inglês Jack Brooksbank. 

Em 2005, a igreja também foi palco do casamento do Príncipe Charles com Camila Parker-Bowles, a Duquesa da Cornualha.

Capela de São Jorge
a lindíssima Capela de São Jorge no Castelo de Windsor

Capela de São Jorge

Capela de São Jorge

Capela de São Jorge

Capela de São Jorge
fachada da Capela de São Jorge - você já deve ter visto fotos de vários casamentos reais que aconteceram aqui

Capela de São Jorge
esta é a visão que se tem da porta de entrada da Capela de São Jorge

Castelo de Windsor

Troca da Guarda em Windsor

A 'Guarda' do soberano britânico existe em Windsor desde 1660, e é composta por 2 regimentos de cavalaria - Life Guards e Blues and Royals, e 5 regimentos de infantaria - Grenadier, Coldstream, Guardas Galeses, Escoceses e Irlandeses.

Assim como ocorre diariamente no Palácio de Buckingham, em Londres, há também uma cerimônia de troca de guarda no Castelo de Windsor, com duração aproximada de 45min.

A cerimônia é muito legal, e acontece dentro das muralhas do castelo, no Lower Ward (ou no Quadrangle, se a Rainha estiver no castelo) - para assistir, é necessário ter ingresso para a visita interna ao castelo. Mas também é possível ver os guardas marchando do lado de fora do castelo!

Como é a Cerimônia de Troca da Guarda em Windsor: às 10h45min, a nova guarda, acompanhada de uma banda de música, deixa Victoria Barracks e marcha pela High Street de Windsor até virar à direita na Castle Hill, rua que leva à entrada do castelo.

Então, lá dentro das muralhas, a nova guarda chega, liderada pela banda, e a velha guarda transfere a responsabilidade pela guarda real, voltando para as Victoria Barracks, sempre acompanhada da banda regimental.

A Troca da Guarda ocorre às 11hs da manhã, de segunda a sábado, de abril a julho. De agosto a março, acontece em dias alternados. Não há troca da guarda aos domingos. A cerimônia pode ser eventualmente cancelada devido às condições climáticas ou à programação do British Army.

Consulte o site oficial para conferir se ocorrerá cerimônia de troca da guarda no dia da sua visita.

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra
Troca da Guarda em Windsor

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra
a multidão se organiza para assistir à Cerimônia de Troca da Guarda em Windsor, na Inglaterra

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra

Troca da Guarda em Windsor, Inglaterra
a 'Guarda' do soberano britânico existe em Windsor desde 1660

Lojas do Castelo de Windsor

Existem várias lojas espalhadas na cidadela do Castelo de Windsor, com souvenirs que você só encontra lá, coisas lindas e bem carinhas!

Muitos produtos são inspirados nas obras de arte da coleção real, coisas bem exclusivas: porcelanas,  brinquedos, livros, roupas, jóias, bichos de pelúcia e cartões postais. 

Vi lojas em frente à Torre Redonda, na Capela de São Jorge e no Lower Ward.

Castelo de Windsor
fantasias infantis à venda nas lojas do Castelo de Windsor

Castelo de Windsor

Castelo de Windsor
tem até cachorrinhos de pelúcia da raça criada pela rainha à venda nas lojas do Castelo de Windsor

Outras atrações turísticas em Windsor

Como falei antes, a visita ao Castelo de Windsor é a principal atração da cidade, e a razão de milhões de turistas visitarem Windsor todos os anos, mas a charmosa cidadezinha tem outros encantos que merecem a sua atenção também. 

A High Street é o centrinho de Windsor, e a Castle Hill é a rua que leva à entrada do castelo, fotografada abaixo.

Castelo de Windsor
cruzamento da High Street de Windsor com a Castle Hill 

The Crooked House of Windsor
The Crooked House of Windsor

Eton_Inglaterra
High Street de Eton

The Long Walk no Windsor Great Park

Fomos caminhando pela High Street até a Park Street, perto do pub The Two Brewers, onde é possível ver 'The Long Walk'.

The Long Walk é a alameda famosa do Windsor Great Park que leva a uma das entradas do Castelo de Windsor.

É uma longa avenida de mais de 4Km de comprimento e 75m de largura, com árvores alinhadas em ambos os lados, unindo o castelo ao Windsor Great Park, um parque com mais de 2 mil hectares de paisagens lindas, daquelas bem típicas do interior da Inglaterra, sabe?!

O parque é lar de muitos veados e outros animais selvagens, e foi, por muitos séculos, campo de caça privado do Castelo de Windsor. 

Hoje em dia ele é aberto ao público - grátis - um lugar incrível para uma caminhada ou um piquenique com uma vista privilegiada do Castelo de Windsor.

Aliás, aquela foto famosa e icônica do castelo visto ao final do longo caminho é tirada lá do final da The Long Walk, mas já aviso que não tem onde estacionar lá! Só indo a pé mesmo...uma long walk...

Indo de carro pela Albert Road A308 também dá para ver a vista mais famosa do Castelo de Windsor no momento em que a estrada cruza The Long Walk, mas ali não tem como parar o carro nem onde estacionar - acredite, nós bem que tentamos! 😌

Se quiser muito essa foto, vá caminhando e leve um bom zoom!

Foi justamente por ali que passou o cortejo do casamento real em 2018, então vocês devem lembrar de ter visto imagens da 'The Long Walk' e do Windsor Great Park na televisão.

The Long Walk no Windsor Great Park
a minha foto não ficou grande coisa, porque foi tirada numa passada rápida na Albert Road A308, de dentro do carro, e sem zoom suficiente na câmera

The Long Walk no Windsor Great Park
esta é a entrada do Castelo de Windsor que dá para o Windsor Great Park 

The Long Walk no Windsor Great Park
The Long Walk começa bem no portão de entrada do Castelo de Windsor

The Long Walk no Windsor Great Park
The Long Walk no Windsor Great Park

The Long Walk no Windsor Great Park
Park Street, rua no centro de Windsor que leva até The Long Walk no Windsor Great Park

The Two Brewers Pub em Windsor
The Two Brewers Pub em Windsor, ao lado da The Long Walk

Passeio de barco ou a pé pelas margens do Rio Tâmisa

Outra possibilidade de passeio em Windsor é um tour de barco ao longo do Rio Tâmisa. 

O passeio dura aproximadamente 40min, e dá para ver o Castelo de Windsor, o Eton College, a Mill House, o Windsor Racecourse, etc. 

Não sei exatamente quais são as empresas que fazem estes passeios, pois não fiz e não busquei muitas informações, mas fiz um pequeno passeio a pé pelas margens do Tâmisa, nos arredores do estacionamento onde deixamos nosso carro alugado estacionado em Windsor, e vi vários barcos de passeios por ali.

Pelo que vi, os passeios custavam em torno de £ 9.

Se quiser economizar, também dá para passear a pé pelas margens do rio, curtindo os cisnes, patos, barcos e a paisagem por ali. 

Também há um pub por ali, onde você pode almoçar.

passeios de barco em Windsor
passeios de barco em Windsor

Eton_Inglaterra
ponte peatonal que liga Windsor à vizinha Eton

The Crooked House of Windsor

Essa é uma das construções mais curiosas de Windsor, datada de 1592. 

'The Crooked House' é um dos prédios mais famosos da High Street, graças à sua inclinação. Era originalmente um açougue, mas, ao longo dos seus vários séculos de história, já abrigou uma joalheria, cervejaria, loja de antiguidades, etc.

Além da inclinação, contam que a Casa Torta de Windsor tinha uma passagem secreta, hoje em dia já bloqueada, que levava diretamente ao castelo e era usada para encontros secretos entre o Rei Charles II e suas amantes, e também para entregar produtos do mercado diretamente à cozinha do Castelo de Windsor.

A casa torta fica bem pertinho do castelo, e vale uma espiada e uma 'selfie' hehehehe...

The Crooked House of Windsor
The Crooked House of Windsor

Eton

Lembro que, quando eu tinha mais ou menos a idade do Lipe e fazia cursinho de inglês, meu livro didático mencionava uma escola privada inglesa só para meninos, super aristocrática, onde costumavam estudar os membros da realeza britânica. Essa escola era em Eton. 

Fiquei com esse nome na minha memória, e qual não foi a minha surpresa quando, ao pesquisar sobre Windsor, vi no Google Maps que a tal cidadezinha de Eton, onde fica o famoso e tradicional Eton College, fundado em 1440 pelo Rei Henrique VI, era 'grudada' em Windsor, praticamente uma coisa só?!

Aproveitamos é claro para conhecer a cidade de Eton, bem pertinho do Castelo de Windsor. 

Para ir de Windsor a Eton, basta atravessar a ponte de uso exclusivo para pedestres que cruza o Rio Tâmisa, o qual separa as 2 cidades. A ponte peatonal que leva até lá sai do lado do estacionamento Castle Car Park, onde deixamos nosso carro alugado estacionado, assim como os passeios de barco pelo Rio Tâmisa, que também saem dali. 

Depois, é só continuar caminhando pela High Street de Eton, a rua principal da cidade, que é um amor, toda enfeitada com bandeirinhas e cheia de lojas coloridas, floreiras e restaurantes.

É super tranquilo caminhar até o Eton College e a Capela de Eton. 

Aproveite para curtir as casinhas bonitinhas e floridas, a arquitetura típica, as vitrines bem decoradas...você verá muitas livrarias, lojinhas e pubs charmosos no caminho. 

Pelas calçadas, você vai cruzar com dezenas de estudantes vestindo casacas e professores de gravata borboleta. Quando estivemos lá, a escola não estava aberta à visitação do público, mas vimos pelas ruas muitos alunos vestidos com os uniformes tradicionais ❤

Quando chegar ao fim da High Street, depois de uns 10min de caminhada, encontrará o famoso Eton College.

Eton é uma das escolas mais exclusivas do mundo, e funciona em regime de internato para meninos de 13 a 18 anos. Lá estudaram muitos alunos hoje famosos, como 19 Primeiros-Ministros, os príncipes William e Harry e até o ator Eddie Redmayne, ganhador do Oscar em 2015 pela sua interpretação do físico Stephen Hawking, no filme 'A Teoria de Tudo'.

Mesmo que você esteja viajando como nós, com carro alugado, não é muito fácil encontrar vagas sobrando nas ruas para estacionar em Eton, então o mais conveniente é deixar o seu carro no estacionamento e ir a Eton caminhando mesmo, a não ser que você já esteja muito cansado de bater perna na sua visita ao castelo e no centrinho de Windsor.

Vale o passeio!

Eton_Inglaterra
High Street de Eton

Eton_Inglaterra

Eton_Inglaterra
arquitetura charmosa de Eton, na Inglaterra

Eton_Inglaterra
Capela de Eton

Eton_Inglaterra

Eton_Inglaterra
Eton College

Eton_Inglaterra

Eton_Inglaterra

Eton_Inglaterra
alunos do Eton College com seus uniformes tradicionais

Eton_Inglaterra
Eton College, Inglaterra

Frogmore House and Gardens

Frogmore House é uma grande casa de campo do século 17 que, assim como o Castelo de Windsor, é propriedade da Coroa Britânica, situada dentro do Home Park, a menos de 1Km de distância do castelo. 

Vários integrantes da família real britânica já chamaram o casarão de lar, mas atualmente ninguém reside no local.

A propriedade é muito utilizada para eventos privados e oficiais - foi lá, por exemplo, que as fotos do noivado do Príncipe Harry e Meghan Markle foram tiradas, e a festa de casamento do casal foi realizada na mansão.

Durante o verão, no mês de agosto, a casa é aberta à visitação pública através de visitas guiadas. 

Horários: terças, quartas, quintas e sábados, das 10 às 17hs, para grupos de 15 ou mais pessoas.

Ingressos: £ 10,30.

Para mais informações: Frogmore House.

Fizemos também uma tentativa frustrada de ir conhecer Frogmore Cottage, casa que foi reformada para abrigar o casal Harry e Meghan, mas não tivemos sucesso 😜 - a estradinha que dá acesso à propriedade é guardada por policiais em uma guarita e não conseguimos chegar nem perto!

Windsor, na Inglaterra
só vimos o casal Harry e Meghan em máscaras à venda em Windsor!

Legoland Windsor

Para quem viaja com crianças, a dica é ir passar pelo menos uma noite em Windsor e combinar a sua visita ao castelo e demais pontos turísticos com uma visita ao parque Legoland Windsor!

Legoland Windsor é um parque temático infantil para crianças entre 3 e 12 anos cujas atrações são uma mistura de brinquedos de parques de diversões com temas Lego e oficinais de construção. São mais de 55 brinquedos e réplicas feitas em Lego, que as crianças simplesmente amam. 

Em Windsor, o parque fica a aproximadamente 3Km do centro da cidade, e tem um shuttle ligando o centro ao parque.

O Lipe amava as "Legolândias" quando era menorzinho - visitamos parques da Lego na Flórida, na Califórnia e até no Japão - e não podíamos ver uma loja da Lego que ele queria entrar, de Gouda a New York, então imagino que o parque de Windsor seria um sucesso com o seu pequeno viajante também!

A minha dica seria: combine com o seu filhote que, se ele se comportar bem no dia de visitar o castelo dos cavalheiros, no dia seguinte vocês vão pro parque dos Legos! 😝 #ChantagemDoBem

A Cristiane levou o filhote na Legoland Windsor e contou que ele curtiu mais esse parque do que o Peppa Pig World, que é o parque da famosa porquinha. 

Dicas da Cris:
  • Levar sunga para o parque
  • Faça reserva no Bricks Restaurant - adulto custa 36 libras e criança 32,85, comprando com 7 dias de antecedência - até 3 anos é grátis
  • Trem desde Londres custa 20 libras, sentar à esquerda e descer em Windsor & Eaton Central
Leia todas as dicas da viagem dela aqui: Reino Unido e Irlanda: roteiro de 22 dias com crianças

Mais informações: 
  • Endereço: Winkfield Rd, Windsor SL4 4AY, Inglaterra
  • Horários: variam dependendo da época do ano e do dia da semana - confira no site oficial
  • Ingressos: valores variam dependendo do dia da compra - compre com pelo menos 7 dias de antecedência para pagar bem mais barato, entre £ 32 e £ 47
Se você pretende dormir uma noite em Windsor, veja abaixo a dica do Resort da Legoland, onde você pode passar uma noite inesquecível com seu pequeno viajante. 

Legoland Windsor
Legoland Windsor

Onde comer em Windsor

Windsor é uma cidade pequena, mas é cheia de opções gastronômicas super variadas. 

Dentro da cidadela do castelo não existem lugares para almoçar, mas na High Street tem muitas alternativas de restaurantes e pubs, para todos os bolsos:
Windsor_Inglaterra
The Duchess of Cambridge Pub em Windsor

Windsor_Inglaterra
bar de tapas em Windsor

Windsor_Inglaterra
a arquitetura estilo Tudor é tipicamente inglesa, mas a comida é thai

Windsor_Inglaterra
pub em Windsor

Windsor_Inglaterra

Onde comprar em Windsor

Além das lojas dentro do Castelo de Windsor, que vendem produtos exclusivos e caros, o centrinho de Windsor está cheio de lojas de souvenirs, roupas, etc. 

High Street: é a rua principal de Windsor, que circunda o castelo, cheia de lojas e pubs locais. Há também um calçadão somente para pedestres ali pertinho, onde são realizados mercados de rua - no dia em que estivemos lá, havia um 'farmers market' acontecendo no calçadão no centrinho da cidade - compramos 2 caixinhas de English raspberries na feira por £ 2, uma delícia! 

Windsor Royal Shopping Centre: no prédio anexo à estação de trens. São mais de 40 lojas de marcas conhecidas como como Gap e Zara, mas também lojinhas locais fofas de souvenirs, roupas, jóias, etc.

Windsor_Inglaterra
loja de lembranças na High Street de Windsor

Windsor Royal Shopping Centre
Windsor Royal Shopping Centre

Windsor Royal Shopping Centre
ruas para pedestres em Windsor

Windsor Royal Shopping Centre

Windsor Farmers Market
Windsor Farmers Market

Windsor Farmers Market

Onde ficar em Windsor

Se você decidir ficar hospedado pelo menos 1 noite em Windsor - eu certamente faria isso, se tivesse mais tempo - tenho essas 2 dicas de lugares ótimos e baratos onde ficar em Windsor:
Se você estiver viajando com um pequeno viajante, vale conferir o Resort da Legoland em Windsor, que não é barato, mas é um sonho para crianças. 

A Cristiane ficou lá num quarto quádruplo e pagou 350 libras/noite.

Ela conta que o resort tinha café da manhã e é acessível de trem. Fizeram essa opção porque, se fossem pagar translado para ir e voltar de Windsor para Londres, mais a diária do hotel, mais entrada do parque, seria quase o mesmo valor, já que quem está hospedado no resort tem algumas regalias.

O quarto em que ficaram tinha tema de Lego Pirata e um brinde para 2 crianças de Lego, que os pequenos tinham que encontrar dentro do quarto, como se fosse um mapa do tesouro. Imagina a alegria!!

Veja mais dicas da viagem dela aqui: Reino Unido e Irlanda: roteiro de 22 dias com crianças

Legoland Resort Windsor
quarto do Legoland Resort Windsor

Como chegar a Windsor

Se você for um pouquinho ousado - como nós - e quiser encaixar uma visita a Windsor no meio de uma roadtrip pela Inglaterra e Gales, a melhor solução é alugar um carro

Falei que tem que ser um pouquinho mais corajoso porque essa opção envolve ter que dirigir na mão inglesa! Em compensação, você pode fazer seu próprio roteiro, nos horários que bem entender - flexibilidade total.

Além disso, essa pode ser uma opção bem econômica, se você estiver num grupo de 3 ou mais pessoas, como era o nosso caso, mesmo considerando os custos com estacionamento e gasolina!

Leia mais aqui: País de Gales: roteiro de viagem de Cardiff até Snowdonia

Para quem prefere transporte público, é muito fácil chegar a Windsor de trem

Na verdade, a forma mais fácil de chegar em Windsor, para quem quer apenas fazer um bate e volta de Londres, é de trem. 

Existem 2 opções diferentes, cujos preços variam um pouco conforme o dia/horário:

👉 Saindo da estação London Waterloo, pegue um trem direto para Windsor & Eton Riverside. Tem 2 trens por hora. O Castelo de Windsor fica a 5min de caminhada da estação. A viagem ida e volta custa em torno de £ 13 por pessoa e dura menos de 1 hora. A dica é sentar no lado esquerdo do trem para ter as melhores vistas. 

👉 Saindo da estação London Paddington, desembarque na estação Slough e troque de trem rumo a Windsor - você chegará na estação Windsor & Eton Central, que fica a 8min de caminhada do castelo. Tem 3 ou 4 trens por hora. A viagem ida e volta custa em torno de £ 12 por pessoa e dura cerca de 30min.

Nas 2 estações - Waterloo ou Paddington - não é necessário reservar nem comprar as passagens com antecedência. Compre diretamente nos guichês ou nas máquinas de autoatendimento das estações, se preferir. Depois, é só verificar nos painéis de qual plataforma o trem sai (ou perguntar a alguém). 

Também há a opção de ir de ônibus - eles partem da estação rodoviária Victoria - Victoria Coach Station - para Windsor. A viagem leva cerca de 1h30min e as passagens custam a partir de £ 5.

viajando de carro alugado pelo interior da Inglaterra, na mão inglesa!

Onde estacionar em Windsor

Você vai precisar de no mínimo 5hs em Windsor e Eton para ver o básico, se for bem rápido. Se for sentar para almoçar ou tomar uma cerveja, precisará de mais tempo. Para caminhar pela 'The Long Walk', mais ainda! Se for fazer compras...nem é bom pensar! Pense que, só na visita ao castelo, se vão quase 3hs, ainda mais se você for assistir toda a cerimônia de troca da guarda!

Se estiver de carro, estacione no Castle Car Park e já coloque no mínimo 5hs no parquímetro com preço mega salgado: 14 libras! 

Se precisar esticar a sua estadia depois dessas 5hs, é só falar com a moça que trabalha lá e pagar as horas a mais. 

O parquímetro só aceita moedas, não aceita cartão, e ninguém das lojas e lanchonetes ali na volta troca notas por moedas se você não consumir/comprar alguma coisa. Leve no mínimo 14 libras em moedas! Foi um perrengue...

Existem outros estacionamentos mais baratos, mas ficam mais distantes do castelo e você terá que ter ainda mais tempo e fôlego para ir e voltar caminhando.

Nas ruas do centro de Windsor, apenas residentes com permissão especial podem estacionar entre 8hs e 22hs - nem perca tempo procurando uma vaga, porque você vai voltar e encontrar uma multa no para-brisa do carro!

Isso aconteceu conosco em Oxford e em Cambridge, até que aprendemos que, mesmo que não tenha placa proibindo, simplesmente não pode estacionar! Vá direto para um estacionamento ou procure um parquímetro!

No estacionamento que usamos em Windsor, podia deixar o carro gratuitamente entre meia-noite e 9hs da manhã - caso você decida pernoitar lá, já #ficaadica!

Vimos também um estacionamento em Eton, bem perto da ponte peatonal onde se cruza para Windsor e perto da High Street de Eton, que aparentemente era mais barato e bem localizado, entre as 2 cidades. Pode ser uma boa alternativa!

Ah, ali pertinho do estacionamento 'Castle Car Park' tem uma lojinha com souvenirs super baratos, canecas lindas e imãs de geladeira por 1 euro 😝

Muito mais barato do que nas lojinhas da High Street!

Windsor
estacionamento em Windsor: leve moedas, muitas moedas!

Windsor_Inglaterra

Windsor_Inglaterra
nas ruas do centro de Windsor, apenas residentes com permissão especial podem estacionar entre 8hs e 22hs

Trocando euros ou dólares por libras

Aviso importante para quem vai a Amsterdam E Londres/Windsor: compramos 100 libras por 113 euros em Amsterdam e 100 libras por 125 euros em Londres. A cotação na Inglaterra estava bem pior do que na Holanda!

Em Amsterdam, compramos libras com euros pela cotação de 1,13 euros por libra.

Em Windsor, ainda conseguimos trocar euros com a cotação de 1,17 euros por libra, mas em Londres a cotação estava abusivos 1,25 euros por libra! 😣

Ou seja: se você for a Amsterdam antes de ir à Londres, compre libras em Amsterdam! Vai ser uma boa economia!

Em qualquer caso, não troque dinheiro no Aeroporto London City de jeito nenhum: a cotação era absurda - 1,65 euros por libra!

Se alguém souber de algum 'money exchange' que faça por menos de 1,13 euros por libra a cotação em Londres, por favor deixe a dica na nossa caixa de comentários!

Windsor_Inglaterra
em Windsor, trocamos euros pela cotação de 1,17 euros por libra

Windsor_Inglaterra
a libra é a moeda usada no Reino Unido

Chip de celular para usar na Inglaterra

Durante a nossa viagem pela Inglaterra, País de Gales, Holanda e França, usamos o chip de celular da EasySim4U no plano 4G Europa o tempo todo, e funcionou super bem - vocês viram a quantidade de stories que eu fiz, né!!

Recebi o chip em casa pelo correio (levou uns 4 dias para chegar), coloquei no celular dentro do avião, ativei os dados móveis e já chegamos na Europa conectadíssimas, usando o Google Maps desde o aeroporto!

Nós não vendemos chips de celular através do blog - nem nenhum outro produto ou serviço, pois o pequeno viajante é um blog que não visa lucro, é apenas um passatempo nosso mesmo - então dê uma olhada direto lá no site deles - EasySim4U - para ver como comprar esses simcards e recebê-los em casa no Brasil antes de viajar. 

No site tu encontras os preços dos planos que eles oferecem de acordo com o destino e com os planos de dados e voz que forem mais apropriados para a tua viagem. 

Chip de celular para usar na Inglaterra

Você conheceu Windsor? Nós adoraríamos ter as suas contribuições aqui no blog! Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

Durante a nossa viagem pela Inglaterra, País de Gales, França e Holanda, usamos a hashtag #PVnaEuropa nas nossas redes sociais 😊

Fiz várias pastas de "destaques" desta viagem lá nos stories do Instagram - espia lá que tem muitas dicas úteis!


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos vídeos no YouTube - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!


Veja fotografias e dicas das nossas viagens no Instagram.


Você também nos encontra aqui:

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: