24 de julho de 2017

Bus Hostel e SadCars - a dobradinha perfeita de albergue e locação de carro para curtir Reykjavík e arredores em modo econômico, na Islândia


Dica de albergue e aluguel de carros baratos em Reykjavík, na Islândia. 

Já comentei com vocês que a Islândia é cara para dedéu - tipo a Suíça - e nós fizemos tudo para viajar pelo país da forma mais econômica possível, começando por alugar uma campervan para rodar toda a ilha. 

Mas, ao final de 10 dias rodando pela Islândia em um carro adaptado com uma cama atrás sem banheiro, nós já estávamos meio que 'desesperados' por um pouco mais de espaço e um banho decente. 

A solução era encontrarmos alguma hospedagem barata na capital Reykjavík, para ficarmos depois de fazer um círculo ao redor da ilha - sim, a nossa viagem começou pela capital, onde pegamos nossa campervan alugada, e terminou também em Reykjavík, onde devolvemos a camper depois de circular a ilha toda em 10 dias.


Pesquisando hotéis e albergues em Reykjavík, encontramos o Bus Hostel, um albergue localizado um pouco distante do centrinho turístico da capital, e por isso mesmo com preços super acessíveis. E o melhor de tudo: esse mesmo hostel tinha também uma locadora de veículos conhecida por oferecer os carros com as melhores tarifas de aluguel do país!

Fechou todas: nós tínhamos que devolver a nossa campervan até às 3 da tarde e precisávamos mesmo de um carro para ficarmos motorizados até o dia seguinte às 6 da manhã, horário do nosso voo, então chegamos na véspera, passeamos por Reykjavik, ficamos hospedados no Bus Hostel e, no dia seguinte, fizemos check-out do albergue e já saímos de lá com o nosso carro alugado pela SadCars - tudo super prático, conveniente e, mais importante de tudo, econômico! 


Bus Hostel - hospedagem barata em Reykjavík



Porque precisávamos de um carro?

Como falei, na Islândia é tudo super caro. 

Na ponta do lápis, estando em 2 ou mais pessoas, o carro alugado é mais econômico até do que os transportes que eles oferecem de ônibus! Se fôssemos sair do albergue, ir até a Blue Lagoon, e depois seguir até o aeroporto de ônibus, tudo vezes 2, o valor dos bilhetes já superaria o valor do aluguel de um “SadCar” (mesmo porque, como já mencionei, a SadCars é famosa por oferecer as melhores tarifas de aluguel de carros na Islândia). 

Sendo assim, valia muito a pena pegarmos um carro alugado para irmos até a locadora devolver a camper e já sairmos de lá devidamente motorizados em direção à Blue Lagoon

A única parte mais chatinha desse plano é que eu tive que ir dirigindo o carro alugado praticamente “perseguindo” o Peg, que ia dirigindo a camper na minha frente, até a sede da Happy Campers, porque ele estava com o GPS e eu não podia me perder hehehe...tudo porque fiquei sem bateria no celular...mas imagine se, depois de devolver a campervan, em Keflavik, tivéssemos que chamar um táxi para nos levar até a Blue Lagoon??? Só isso já ia custar praticamente o valor de uma diária do carro alugado! Captou?

Na verdade, nós já tínhamos usado esta estratégia outras vezes, em Las Vegas e também em Calgary, no Canadá, quando pegamos carros alugados antes mesmo de devolvermos nossos motorhomes, para ficarmos motorizados até o momento de ir para o aeroporto - porque nunca demos a sorte de alugar uma camper ou motorhome que, assim como carros alugados, pudessem ser devolvidos em aeroportos - esse tipo de veículos sempre são locados em locadoras situadas longe de aeroportos. 

É uma estratégia que sempre funciona para economizar e não ficar dependendo de transporte público ou táxis caros, mas lembre-se que, para fazer isso, você precisa estar viajando junto com outra pessoa que também dirija. 


SadCars - as melhores tarifas em locação de carros na Islândia

nosso 'SadCar' estacionado na Blue Lagoon

Os SadCars

O procedimento para pegar o carro locado foi super simples e rápido, feito na própria recepção do albergue, no momento do check-out

O único cuidado que você tem que ter neste momento é o de não cair na tentação de incluir um monte de “extras” e seguros opcionais que eles oferecem, o que pode acabar encarecendo bastante o seu aluguel. Nós tínhamos o seguro do cartão VISA e não pegamos nenhum seguro opcional deles. 

Veja nas fotos abaixo quais são os extras e seguros opcionais que eles oferecem, e os preços deles:



E, se o procedimento para pegar o carro foi simples, o procedimento para devolver foi 'inexistente' - nós já tínhamos passado por situações de simplesmente deixar as chaves de um carro alugado em um quiosque da Thrifty, no Galeão, no Rio de Janeiro, ou jogar as chaves de uma moto alugada pela fresta da janela da locadora, na ilha de Samos, na Grécia, mas desta vez, em Reykjavík, foi simplesmente surreal: eles nos disseram para deixarmos o carro alugado estacionado em qualquer vaga que encontrássemos, perto do aeroporto de Keflavik, com a chave na ignição!

Sim, você ouviu bem! Imagina a cena de um islandês bem ingênuo explicando para uma brasileira que ela deveria deixar um carro alugado estacionado “em qualquer lugar”, com a chave na ignição!?!? Eu perguntei a ele quanto tempo ele acha que esse carro duraria se estivéssemos no Brasil, e ele riu, dizendo “mas estamos na Islândia”. 

Eu retruquei que assim não dava, que eu não ia conseguir fazer isso, mas ele me garantiu que nunca tiveram problemas, e que, para que eu ficasse ainda mais tranquila sobre a devolução do carro, que eu tirasse uma foto do lugar onde deixamos o carro estacionado e mandasse por Whatsapp pra ele, para que eles soubessem onde exatamente deveriam “resgatar” o carro no dia seguinte. 

Inacreditável, mas é tudo verdade, uma verdade islandesa, muito, muito longe da realidade brasileira. 

Alguém aí já viu algo parecido? Conte para gente!

deixamos o carro com a chave na ignição e tiramos uma foto!

Quanto ao carro, era um Toyota RAV 4 automático bem bom e espaçoso, com CD e ar condicionado - o único detalhe que eu não gostei foi sobre a limpeza interna do veículo, que achei meia boca. 

Ora, é sabido que os SadCars são carros simples e que a frota é antiga (o que, em termos islandeses, não é nada preocupante), por isso mesmo que eles conseguem oferecer tarifas tão baixas, em comparação com outras locadoras, mas mesmo carros antigos podem ser entregues bem limpinhos por dentro, né?

Eles nos entregaram o carro com tanque cheio e o devolvemos com tanque cheio - e ainda te dão um chaveiro que garante desconto no abastecimento em uma determinada rede de postos de combustíveis (Orkan). 

Sobre o tema de qual a melhor maneira de viajar pela Islândia, posso afirmar que, com certeza, é de carro - seja carro alugado ou numa campervan (nós usamos um pouco de cada opção) - mas tenha seus próprios pneus, não dependa de vans, excursões ou ônibus (transporte público)!

A não ser que você esteja viajando sozinho e o aluguel de um carro ou camper fique muito caro sem ter com quem dividir, vai o nosso aviso: a Islândia é um lugar que pede para ser explorado por conta própria, palmo a palmo, sem pressa...não é um lugar para esse tipo de economia ou de “medinhos” - aliás, #ficaadica: a Islândia não é para os fracos ou medrosos 😉 





abastecendo com desconto



Bus Hostel

Esse albergue, localizado no mesmo endereço da locadora, é muito, muito bom. 

A internet wifi funciona bem em todo o albergue, a recepção funciona 24hs, o estacionamento é grátis e farto e o fato de não ser situado no centrinho da cidade não faz nenhuma diferença se você tiver o seu próprio meio de transporte - não achamos nada complicado estacionar no centro de Reykjavík, inclusive a poucos metros da famosa Hallgrímskirkja


Fazia um bom tempinho que não nos hospedávamos em um albergue, e eu já tinha esquecido do quanto eu gosto da atmosfera de hostels, da possibilidade de interação com outros viajantes, das cozinhas comunitárias, da simpatia na recepção, da facilidade de se conseguir informações e dos lounges aconchegantes. Mais ainda se o albergue em questão não tiver nenhum dos pontos negativos que também são comuns a alguns hostels: barulho e banheiros sujos. 

Muito pelo contrário: no caso do Bus Hostel, o burburinho fica no bar anexo à recepção, e os quartos são situados nos andares superiores do prédio, então não há qualquer barulho perto dos quartos. 




Muita gente ainda tem aquela ideia antiquada de que albergues possuem apenas quartos compartilhados. Pois fique sabendo que a moda dos quartos compartilhados por dezenas de beliches ficou no passado há muito, muito tempo. 

Acredito até que ainda existam albergues assim, mas há muitos anos já temos ficado em albergues sempre em quartos de casal ou, no máximo, quartos triplos, de Londres a Zagreb, de Lisboa a Ulaan Bator, de Calgary a Reykjavik.

O que ainda é comum são os albergues, como é o caso do Bus Hostel, que têm quartos com banheiros compartilhados no corredor

O nosso quarto era bem compacto, mas não chegava a ser apertado, com uma boa cama de casal. 

O quarto tinha ainda cortina blackout, um janelão e boa iluminação, piso flutuante, mesinhas de cabeceira, lençóis e edredons branquinhos e toalhas vermelhas, travesseiros e colchão bons, espelho, abajur, um armarinho e calefação boa. 

quarto de casal é regra em albergue hoje em dia!






O banheiro, como falei, era no corredor do nosso andar e super limpo, além de ser bem grande, tanto que dava tranquilamente para usarmos o banheiro “em família”, os 3 ao mesmo tempo. 

banheiro compartilhado no corredor


A cozinha comunitária era super completa, com todos os utensílios possíveis, e foi lá que, depois de um longo dia de passeios, nós fizemos uma jantinha “econômica” em Reykjavik. 

Aliás, vale dizer que, se você quer economizar na Islândia, comece escolhendo uma hospedagem que te permita cozinhar, pois não tem gasto maior por lá do que aquele que se tem com comida. Até um cachorro-quente em banquinha na rua custa caro! 

Nós comprávamos absolutamente tudo nos mercados Krónan, Netto, Bónus ou Hagkaup (como já contei em detalhes aqui) e fazíamos altas comilanças na nossa “cozinha improvisada” na campervan e, neste último dia, na cozinha compartilhada do Bus Hostel

O café da manhã do hostel não é incluído na diária, você paga à parte e, como ainda tínhamos sobras de comida da nossa viagem de campervan, decidimos tomar nosso café por conta própria na cozinha compartilhada do albergue e, de novo, economizar - até porque eu não ia jogar fora no lixo aquele iogurte islandês maravilhoso! 

cozinha compartilhada do albergue


Mas a parte mais legal do hostel, sem dúvida, era o bar/lounge no térreo, aberto também a não-hóspedes.

Sabe aqueles lugares cozy, aconchegantes, com poltronas fofas, decoração vintage, jogos de mesa à disposição, iluminação fraquinha, música boa e bons drinks, de onde não dá vontade ir embora? Assim é o lounge do Bus Hostel

Você também não vai querer sair mais de lá.








  
Para verificar os preços do albergue na época da sua viagem e fazer uma reserva, clique aqui: Bus Hostel

A nossa hospedagem e o aluguel do carro foram cortesias, e agradecemos a gentileza. 

Já esteve na Islândia? Onde você se hospedou?? Alugou carro? Deixe a sua dica na nossa caixa de comentários!


Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só ir na # e ver todas as dicas que já postamos: 

#PVnaIslandia
#PVemBerlim

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!

Na época em que estivemos lá (outubro de 2016), a cotação da coroa islandesa era de 110 coroas = U$ 1 (exemplo: 1100 coroas = U$ 10). 


Vídeos da Islândia


Veja algumas imagens dos nossos melhores momentos viajando pela Islândia - não esqueça de selecionar, lá no YouTube, a opção 1080p ou 720p para assistir em HD (alta definição)! 

As imagens ficam incomparavelmente melhores!

Clique abaixo no play e aumente o som:

        
        
        
        



Precisa reservar um hotel para a sua viagem à Islândia?

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:






Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante.

Você também nos encontra aqui:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...