1 de abril de 2017

Seul, Coreia do Sul - roteiro de 5 dias e as nossas dicas práticas

Na nossa última viagem de volta ao mundo, passamos 5 dias inteiros em Seul, capital da Coreia do Sul, durante o mês de janeiro de 2017.

Neste post vou contar, bem resumidamente, como foi o nosso roteiro nestes 5 dias, para que vocês tenham uma idéia geral do que existe para fazer por lá e quais são os principais pontos turísticos de Seul para colocar na sua listinha.  

E, para completar o pacote, o vídeo com os melhores momentos da nossa passagem por terras sul-coreanas 😉

Vambora???



Vídeo de Seul

Esse vídeo mostra bem a cara da Coreia do Sul

Um país amistoso, de pessoas amistosas (quase mimosas), que tentam sempre te ajudar - até mesmo quando não sabem uma letra de inglês, que sorriem e dão tchauzinho com as duas mãos. 

De um povo pequeno na estatura, mas grandioso de coração. 

Um país com uma capital onde tudo funciona - o sistema de metrô, por exemplo, é extremamente eficiente e facílimo de se entender e usar (parece brincadeira, mas é sério). 

Os preços regulam com os do Brasil e a comida...bem, a comida, às vezes, se mexe no teu prato!


povo coreano queridíssimo

bicho da seda fritinho é iguaria coreana

tentando "decifrar" a culinária coreana

metrô eficientíssimo de Seul

povo simpático

Enfim, neste vídeo, algumas imagens das nossas andanças por Seul! 

Divirta-se 😉

Não esqueça de selecionar a opção para assistir em HD (alta definição)! As imagens ficam incomparavelmente melhores!

Clique abaixo no play para assistir e aumente o som:


Queremos a opinião de vocês, tá?

A edição do vídeo foi feita com o software Sony Vegas Pro 12.

Escolha outros videoclipes para assistir no nosso canal no YouTube

Ainda não se inscreveu lá?? Faça isso já :)

Assista também os vários vídeos que já estão lá no nosso canal no Vimeo!

com a máquina fotográfica sempre a postos (e essa também grava bons vídeos)

Quanto tempo ficar

Nem mesmo em uma longa viagem de volta ao mundo é possível fazer tudo o que queremos. 

Se tivéssemos mais tempo, poderíamos ficar um mês inteiro rodando pelos lindos parques nacionais da Coreia do Sul, e certamente tentaria conseguir o complicado visto para ir até a Coréia do Norte

Veja aqui uma sugestão de roteiro de 13 dias pelo país: Coreia do Sul com crianças - roteiro de 13 dias


é melhor ir com calma e curtir mais cada passeio

Mas, como o nosso tempo não permitia, ao invés de fazer uma correria para tentar ver o máximo possível em pouco tempo, decidimos investir os 5 dias inteiros que tínhamos disponíveis passeando em Seul, com apenas um tour bate e volta à DMZ - zona desmilitarizada ao norte da capital, na fronteira com a Coreia do Norte

Saiba mais sobre este passeio aqui: One Korea special tour

Aqui, o post que eu escrevi sobre o meu passeio à DMZ

Claro que Seul tem atrações suficientes para muito mais tempo, mas posso dizer que 5 dias foram suficientes para ver os lugares turísticos mais importantes, contando com um dia dedicado ao passeio à DMZ. 

Se você tiver menos de 5 dias, já vai ter que começar a selecionar e cortar alguns passeios. 

Como eu disse, nunca dá para ver tudo na primeira vez, e Seul é uma cidade onde eu adoraria voltar!


passeio até a fronteira norte coreana

Como é a comunicação

Não é fácil conversar com os coreanos. 

Eles até falam inglês, é verdade - o problema é que, assim como na China, o sotaque é tão carregado que, mesmo quando falam inglês, é difícil entendê-los, como regra. 

Por outro lado, para ser justa, preciso esclarecer que, se conversar foi difícil, se comunicar não foi nem um pouco complicado.

Eles são amáveis, cordiais, educados e, com raras exceções, ávidos em ajudar. 

Com um pouco de mímica, paciência e bom humor, se resolve tudo. E, se não resolver, pergunte o que precisa ao Google Maps ou leia com atenção as placas - nas estações de metrô, por exemplo, tem tudo sinalizado em inglês. 





Onde se hospedar em Seul 

Nós ficamos várias noites no Mini Hotel Dalkom e recomendamos muito!


Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:


Roteiro de 5 dias em Seul

Dia 1 (quarta) 

Frankfurt 10:55am – Londres Heathrow 11:50am (voo da British Airways)

Londres Heathrow 12:55pm – Seul Incheon 9am (voo da British Airways)

Leia mais: Voando British Airways para Seul e as providências iniciais no país



Dia 2 (quinta)

Chegada no Aeroporto de Seul Incheon 9am.

Providências iniciais

Brasileiros não precisam de visto para visitar a Coréia do Sul a turismo por alguns dias. 


eles carimbam o passaporte na chegada e era isso

Trocamos um pouco de ₩₩₩ no aeroporto e fomos de trem + metrô pro Mini Hotel Dalkom – em Dongdaemun station (havíamos reservado 5 noites).


cédulas e moedas sul coreanas

Jetlag - se ir da Europa para a Ásia nos deixou com um baita jetlag, imagine ir direto da América até lá! Não programe muita coisa para este primeiro dia, mesmo que você vá chegar lá cedo. Dê tempo ao seu corpo para se acostumar com a enorme mudança de fuso horário!

Compramos T-money cards para usar os transportes em Seul (dá para pagar inclusive táxi com estes cartões) - saiba mais sobre os T-money cards

Vale muito a pena, pela economia e praticidade!


T-money cards

Almoço típico coreano perto do hotel em Dongdaemun.


almoço típico coreano em Seul


comida coreana

Fizemos também algumas comprinhas de bebidinhas e comidinhas numa lojinha de conveniência chamada CU próxima do hotel - apesar do nome engraçado para nós, essas lojinhas CU existem em cada esquina de Seul e são as mais baratas e completas (são tipo as 7/11, sabe?). 


loja de conveniência CU em Seul

as lojinhas CU vendem de tudo

Passeios nos arredores do hotel

1 Seoul City Wall Museum

2 Portão Heunginjimun

3 Dongdaemun Design Plaza

4 Córrego Cheong-gye-cheon 

Dongdaemun Design Plaza

Dongdaemun Design Plaza

vista a partir do Seoul City Wall Museum

Portão Heunginjimun

Córrego Cheong-gye-cheon à noite

Córrego Cheong-gye-cheon de dia

Córrego Cheong-gye-cheon em ponto diferente

Dia 3 (sexta)

Nos dividimos neste dia. 

Passeio até a fronteira norte-coreana

Eu, Claudia, fui fazer o One Korea special tour - passeio de dia inteiro até a zona desmilitarizada (DMZ) ao norte de Seul, na fronteira norte-coreana, que saía do Koreana Hotel às 9am e retornava no final da tarde. 

Nos dividimos porque haviam nos informado que crianças não poderiam visitar a DMZ, então teríamos que nos revezar para fazer o tour sem o Lipe. 

Depois, acabei descobrindo que justamente este passeio desta agência chamado One Korea special tour, que eu havia escolhido especialmente porque ele é acompanhado por um desertor norte-coreano, excepcionalmente permite a presença de crianças, pois não vai até a área mais "perigosa" na fronteira, que é patrulhada e depende de autorização da ONU para a visita. 

Ou seja, poderíamos ter ido juntos e levado o Lipe! Imagina a raiva que eu fiquei...

É como eu sempre digo: nós vamos antes, passamos o perrengue primeiro, para vocês irem depois sem perrengue kkkk...

Já tinha lido uns 10 relatos sobre este passeio, em um monte de sites diferentes, e NUNCA tinha encontrado um único lugarzinho que dissesse ser permitido levar crianças - ao contrário, todos diziam ser proibido. Pois bem, este é o único tour que permite crianças! 

Vá sem medo! 

Leia tudo sobre este passeio neste postPasseio à DMZ - zona desmilitarizada entre as 2 Coreias


na fronteira com a Coreia do Norte

De volta a Seul

Na volta a Seul, visitei também: 

1 City Hall 

2 Metropolitan Library

3 Seoul Plaza

4 Estátua do Admiral Yi Sun-Sin




Museus para crianças em Seul

O Peg e o Lipe, que ficaram sem mim em Seul, foram fazer "programas de meninos" - não que esses passeios não me interessassem, mas achei que seria legal para eles fazerem isso juntos (e sozinhos): foram ao National Museum of Korea e ao The War Memorial of Korea, que tem um Museu das Crianças

Saiba mais sobre o Museu Nacional da Coreia.

Saiba mais sobre o Memorial da Guerra da Coreia

Acertei na mosca, pois eles adoraram, como vocês podem ver no vídeo no início deste post: quando nos reencontramos à noite, eles estavam cheios de histórias para contar, muito impressionados com todos os tanques e histórias de guerra que haviam visto e o Lipe estava enlouquecido com uma área de brinquedos que eles encontraram por lá. 

São atrações super childfriendly em Seul, e, detalhe: totalmente gratuitos








Passeio noturno ao Mercado Gwangjang

À noite fomos jantar no Mercado Gwangjang que, na nossa opinião, é um dos mercados mais incríveis da Ásia - e olha que já estivemos em dezenas de mercados asiáticos de todos os estilos!!

No vídeo no início deste post você verá muitas cenas gravadas lá, inclusive de algumas comidas que se mexiam no prato 😏 

Veja também algumas fotos nesse incrível mercado:








Dia 4 (sábado)

1 Escultura Spring na Cheong-gye Plaza



2 Praça Gwanghwamun



3 Palácio Gyeonbokgung - troca da guarda











4 National Children's Museum

5 Protestos e shows em favor do impeachment - esse foi um sábado de muitos protestos em Seul contra o governo corrupto





6 Bondinho Namsan até a N Seoul Tower






7 Mercado Namdaemum





8 Portão Sungnyemun



9 Palácio Deoksugung



10 Jantar: churrasco coreano




a carne é cortada com tesoura!!!

Dia 5 (domingo)

Passamos o dia inteiro no parque de diversões Lotte World, um dos maiores parques temáticos indoor do mundo! 




Passeio noturno

À noite, depois que saímos do parque, ainda sobrou energia para irmos conhecer a Banpo Bridge, com a sua Rainbow Fountain e as ilhas artificiais de Some Sevit



Dia 6 (segunda)

1 Bukchon Hanok Village (em especial a Gahoe-dong Alley)







2 Palácio Changdeokgung



3 Templo budista Jogye-sa




4 Ruas de compras Insa-dong-gil e bairro Ikseon-dong

5 Templo Jongmyo




6 Jantar típico coreano






Dia 7 (terça)

Seul Incheon 10:25 – Osaka Kansai 12:10 (voo da Peach)



Chip de celular

Na Coréia do Sul - e em todo o resto da nossa viagem de volta ao mundo, com exceção do Marrocos - usamos um chip de celular da Easysim4u, que apoiou a nossa viagem. 

Recebemos o chip em casa, antes de sair do Brasil, colocamos ele no celular ainda no avião e já chegamos na Ásia com internet funcionando no telefone! 

Para quem vai viajar por vários países como nós fizemos, a facilidade e comodidade que esses chips da T-Mobile (revendidos no Brasil pela Easysim4u) oferecem são imbatíveis :)

Nós não vendemos esses chips através do blog (nem nenhum outro produto, pois o pequeno viajante não visa lucro, é um hobby mesmo) - então dê uma olhada direto lá no site deles - Easysim4u - para ver como comprar esses chips e recebê-los em casa no Brasil antes de viajar.



Na nossa viagem à Coréia do Sul e ao Japão, usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só ir na # para ver todas as dicas que já postamos: 

# LipenaCoreia
#LipenoJapão
#LipeVoltaaoMundo

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas da nossa viagem à Coréia do Sul e ao Japão por lá!

Já foi à Coreia do Sul? Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários!


Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Nosso snapchat é @pequenoviajante.

Você também nos encontra aqui:

2 comentários:

  1. Claudia, Adorei as fotos e o relato!!!! Na expectativa para chegar lá!!! :-)

    ResponderExcluir
  2. Acho que tu vais gostar muito de Seul, Gi! Boa viagem! Depois me conta!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...