Sobre

Sobre

Recentes

Menu

Como é o Shabbat em Israel

Shabbat em Israel: os transtornos que o turista poderá enfrentar
Shabbat em Israel

Você provavelmente já ouviu falar no Shabbat em Israel, e como ele pode causar transtornos aos viajantes. Pois quero dizer que, com um pouquinho de planejamento, é possível sobreviver ao Shabbat.

Nós tivemos problemas, por exemplo, ao tentar reservar um carro para pegá-lo na sexta-feira, pois a locadora fecha as 14hs e só reabre domingo - então o jeito foi pegar o carro antes do que eu previa. É fácil resolver esse tipo de transtorno se você se planejar com antecedência e se adaptar/tiver um pouquinho de flexibilidade nos planos.

Caso você não saiba, em Israel o dia de descanso é o sábado ('shabbat'), não domingo, e esse descanso semanal é levado muito mais a sério do que o descanso dos cristãos aos domingos.

Ao mesmo tempo, em Israel, a sexta-feira tem a cara do nosso sábado - por isso, as coisas fecham mais cedo lá nas sextas, assim como ocorre aqui aos sábados, entendeu?

O Shabbat começa oficialmente no pôr do sol da sexta-feira e dura até o entardecer do sábado.

Como é difícil 'escapar' de pelo menos um Shabbat durante a sua viagem a Israel (você só conseguirá fugir se chegar ao país no domingo e for embora na quinta seguinte), o jeito é se preparar


Leia também:

Israel: 10 coisas que você precisa saber antes de ir
Guia de Israel: roteiro e dicas de viagem
Palestina: visitando Belém por conta própria
Onde ficar em Israel: dicas de hospedagem em Jerusalém e Tel Aviv

Quem mora em cidade pequena, está acostumado ao fato de que os serviços simplesmente não funcionam nos finais de semana - mesmo supermercados, farmácias e postos de gasolina fecham no interior aos domingos, sabia? Mas, quem é morador de cidade grande, onde você encontra todos os serviços necessários sempre funcionando, mesmo nos domingos, poderá se surpreender em como o descanso semanal é fielmente observado em Israel. 

Um bom conselho é que você compre as coisas que precisa de supermercado, bebidas ou farmácia na sexta-feira de manhã, pois à tarde esses negócios costumam fechar. Se realmente precisar de algo assim numa sexta à noite, terá que recorrer às lojas de conveniência - em Tel Aviv não é difícil encontrá-las, mas em Jerusalém pode ser bem mais complicado. 

Shabbat em Israel

Transportes públicos, por exemplo, como os ônibus do aeroporto até Jerusalém, não funcionam. Acho que as maiores dificuldades que os turistas encontram durante o Shabbat em Israel são justamente no que se refere aos deslocamentos/transportes. Os táxis funcionam, mas são caros. Na dúvida, o melhor é programar seus deslocamentos de uma cidade para outra em Israel em outro dia da semana. 

Para comer, sempre é possível encontrar um lugar aberto - menos os estabelecimentos 'Kosher', que fecham todos - mas esses poucos estabelecimentos que permanecem abertos estarão lotados. O mais recomendado é procurar lugares de comida árabe. 

Aliás, nessa mesma linha, uma dica boa é programar seu bate e volta a Belém durante o Shabbat, já que lá os palestinos não observam o descanso e as coisas funcionam normalmente (foi o que nós fizemos). 

As atrações turísticas quase sempre fecham durante o Shabbat, ou pelo menos têm os horários bem reduzidos. 

Ouvi relatos extremos de pessoas que não tiveram nem mesmo a chance de pegar um café de máquina nos seus hotéis durante o Shabbat, já que as máquinas de café estavam cobertas e desligadas (muito menos um café da manhã completo de hotel) - pois os mais ortodoxos entendem que nem mesmo as máquinas podem funcionar no Shabbat 😓 

Também li que os fiéis não podem dirigir, acender as luzes ou mesmo usar o celular! Mas acho que essas ocorrências são raras. 

O mais comum é ter dificuldade de trocar dinheiro, por exemplo, já que até os caixas eletrônicos ficam fora de funcionamento, pois lidar com dinheiro em pleno Shabbat é proibidíssimo pelos judeus ortodoxos.

Shabbat em IsraelShabbat em Israel

Shabbat em Israel

Fiz duas pastas de "destaques" de Israel lá nos stories do Instagram - espia lá que tem muitas dicas úteis! Uma delas é só sobre Jerusalém e a outra é sobre o Mar Morto e Tel Aviv. 

Leia também o post que o Lipe (nosso pequeno viajante de 9 anos) escreveu sobre esta viagem:

Minhas férias de volta ao mundo - uma longa viagem vista pelos olhos de uma criança

Para ver os melhores momentos desta viagem de volta ao mundo, assista este vídeo - se quiser, pode ir direto à parte sobre Israel, clicando no minuto 1:15
:


Você já esteve em Israel? Nós adoraríamos ter as suas contribuições aqui no blog! Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

Nos próximos posts, continuamos contando sobre a nossa viagem de volta ao mundo - não saia daí!

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook/Twitter/Instagram - é só procurar na # e ver todas as muitas dicas que já postamos: #Lipeem Israel #LipeVoltaaoMundo

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - muitas dicas desta viagem por lá!


Precisa reservar hospedagem para a sua viagem a Israel? 

Nossas sugestões são o Experience Jerusalem em Jerusalém, e o Great Apartment - Near Everything TLV Has To Offer em Tel Aviv. 

Clique abaixo para conferir os preços nas datas da sua viagem e fazer a sua reserva:



Você também nos encontra aqui:

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: