Menu

Tour du Mont Blanc: um trekking pela Suíça, França e Itália

Descubra como é o Tour du Mont Blanc, um trekking pela Suíça, França e Itália
Tour du Mont Blanc

A Silvana Marangon fez o Tour du Mont Blanc em agosto de 2022, e aqui ela conta como foi fazer uma das trilhas mais bonitas do mundo, percorrendo França, Itália e Suíça, com a família e amigos

* Por Silvana Marangon

Em 2019, o meu filho Giovanni (@gbmarangon), a nora Adriana (@adri_schied), e os amigos Daniel (@danielandreolio), Marina (@mariinaferrari) e Felipe (@m4rin1), planejaram um trekking nas montanhas da Europa, o Tour de Mont Blanc, conhecido pela sigla TMB.

Trata-se de um percurso nos Alpes que passa por 3 países - Suíça, França e Itália, e contorna o maciço de montanhas de Mont Blanc, uma montanha de aproximadamente 4.800m de altitude, na divisa da França e da Itália.

O percurso possui aproximadamente 170Km, dependendo das variantes tomadas, com uma altimetria total de aproximadamente 10.000m. 

O trekking é realizado através de subidas e descidas acentuadas, exigindo preparo físico e persistência, havendo diferentes tipos de terreno: pedras soltas, rochas, terra batida, travessia de córregos, pontes e até mesmo neve nos pontos mais altos.

As trilhas são, em sua maioria, extensas e estreitas, exigindo atenção do caminhante, a fim de evitar acidentes. 

Eu e meu marido fomos convidados a participar desta aventura. Eu já havia ouvido falar da beleza desse percurso, mas não imaginava como era caminhar naquele tipo de geografia. 

Veja também:

Tour du Mont Blanc: como é a trilha de 170Km pela França, Itália e Suíça

As 10 melhores trilhas do mundo: lista de sonhos de trekking


Tour du Mont Blanc

Como é o Tour du Mont Blanc

Em 2018, percorremos os 880Km do Caminho de Santiago de Compostela na Espanha - o Caminho Francês - no período de 34 dias.

Imaginei que caminhar 170Km por 10 dias seria mais fácil - que engano!!!

No primeiro momento, disse não ao convite, mas, passados alguns dias, lendo e assistindo vídeos sobre o TMB, resolvemos aceitar o desafio.

O grupo de amigos iniciou a pesquisa e as reservas nos refúgios foram se concretizando. 

Há um site que serve de “guia” para o caminhante fazer as reservas: Autourdumontblanc

Foram enviados e-mails para os refúgios para verificar a disponibilidade de vagas para o grupo nas datas previstas. Foi necessário adaptar os locais e as distâncias a percorrer em função dos alojamentos. 

Não são todos os percursos em que há disponibilidade de hospedagem, daí a necessidade de fazer encaixar as distâncias diárias a percorrer com o refúgio.

Importante saber que há alguns pontos de parada em que não há nada mais além do próprio refúgio. Ou seja, não existem supermercados, farmácias ou lojinhas onde você possa comprar lanches para o dia seguinte. 

O percurso pode ser realizado nos 2 sentidos: horário ou anti-horário. O nosso grupo optou pelo sentido anti-horário.

Não há sentido mais fácil, ou mais difícil, pois o velho adágio é verdadeiro: “Tudo o que sobe, desce!”

Passagens compradas, refúgios reservados, compra de alguns itens (meias, camisetas, botas...), leituras, vídeos...

A aventura estava prevista para o mês de julho de 2020 (no período de férias da faculdade).

No entanto, em março de 2020 o mundo começa a enfrentar uma fera desconhecida, o COVID-19. Nas primeiras semanas, imaginávamos que tudo passaria, e nossa viagem se concretizaria. Que engano!

Os dias, semanas e meses foram passando e as notícias eram as piores possíveis. Fronteiras fechadas, voos cancelados. 

Nosso sonho ficou adormecido até agosto de 2022! 

Com as notícias de previsão de volta “à normalidade”, retomamos o planejamento da viagem. Novos planos, novas datas, novas reservas.

O percurso é no formato circular, ou seja, você inicia e conclui no mesmo local.

O nosso grupo optou por iniciar o trekking em Les Houches (França).

Alguns caminhantes optam por iniciar por Chamonix (França), outros por Courmayer (Itália), etc. A escolha é sua!

Importante saber que há um percurso “oficial” do TMB, e há incontáveis “variantes”. Nem todas estão sinalizadas nos mapas físicos ou online. Ou seja, há outras trilhas que podem ser mais curtas ou mais longas, mais fáceis ou difíceis.

A escolha vai depender muito da localização do refúgio reservado para pousar/descansar, da quilometragem desejada a percorrer, e do clima. 

Costumávamos conversar com as pessoas que vivem nas comunidades para saber sobre rotas alternativas. 

Tour du Mont Blanc

Chegando em Genebra, na Suíça

Em 09 de agosto de 2022, partimos de Porto Alegre à Lisboa, e de Lisboa (Portugal) para Genebra/Genéve (Suíça).

Lemos em vários blogs que a retirada dos tickets grátis para o transporte público do aeroporto até o hotel em Genebra seria feita na sala da retirada da bagagem - infelizmente, a informação está desatualizada. 

Por conta disso, foi necessário comprar os tickets do aeroporto até o albergue em Genebra. 

Dica importante: quando você faz a reserva nos hotéis, em Genebra, 24hs antes do check-in você deve receber por e-mail os tickets para usar nos transportes públicos (trem ou ônibus). Esse sistema substitui a retirada dos bilhetes grátis na sala de desembarque no aeroporto. 

Caso você não receba os tickets por e-mail 24hs antes da sua chegada a Genebra, você deve reiterar por e-mail/telefone com o seu hotel.

Antes de iniciarmos o TMB, ficamos hospedados por 2 dias em Genebra, conhecendo um pouco desta bela cidade, sede da ONU (Organização das Nações Unidas), e do CERN - Conselho Europeu para Pesquisa Nuclear (é o maior laboratório de física de partículas do mundo). 

Tour du Mont Blanc
Genebra, na Suíça


Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
sede da ONU

Tour du Mont Blanc
teve até banho no Lago de Genebra! 

A Cadeira Quebrada é obra do escultor Daniel Berset.

Pesa 5,5 toneladas e possui 12m de altura.

Sua mensagem é simples: lembrar das vítimas de minas terrestres, incentivando o governo a banir as minas terrestres.

Tour du Mont Blanc
Cadeira Quebrada

Tour du Mont Blanc
maior laboratório de física de partículas do mundo


Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Começando o Tour du Mont Blanc em Les Houches

Dia 12 de agosto de 2002, dia de partir rumo ao Tour de Mont Blanc! 

O portal oficial de partida/chegada do TMB encontra-se na praça central da pequena Les Houches.

Para chegar a Les Houches a partir de Genebra, tomamos um trem até Annemasse (França) (aproximadamente 30min).

Para esse percurso, utilizamos o ticket fornecido pela rede hoteleira de Genebra. 

Tour du Mont Blanc
trem de Genebra até Annemasse


Na Estação de Trens de Annemasse, compramos os bilhetes para Les Houches, na França.

Estes tickets também podem ser comprados online.

Na estação em St Gervais Les Bains Le Fayet, trocamos de trem e seguimos em direção a Les Houches.

Neste percurso, de aproximadamente 2hs, inicia-se a subida dos Alpes, com belíssimas paisagens; picos nevados começam a surgir na janela do trem!

Chegamos a Les Houches ao meio dia. 

Tour du Mont Blanc
Les Houches, o início da trilha

Tour du Mont Blanc
hora de encontrar o 1º refúgio - Gite Michel Fagot - que fica localizado no centrinho do povoado

Tour du Mont Blanc
o refúgio estava fechado para o check-in e aguardamos no jardim até as 15hs


Tour du Mont Blanc

Les Houches é um pequeno povoado em que vivem aproximadamente 3.000 pessoas.

Há restaurantes, cafés, lojas e supermercado (Carrefour).

Aproveitamos para comprar o lanche para o 1º dia de trekking, bem como o nosso almoço.

No refúgio Gite Michel Fagot, ficamos alojados todos no mesmo quarto.

Sistema de albergue, camas beliche e banheiros coletivos, como a maioria dos refúgios do TMB.

Nos refúgios em que estivemos hospedados, a temperatura era agradável, desnecessário o uso de saco de dormir. Usávamos apenas o 'liner'.

Optamos pelo sistema meia-pensão. Além da hospedagem, estavam incluídos o jantar e o café da manhã.

Hora de partir!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

1º dia do TMB

13 de agosto de 2022 - sábado

De Les Houches, França, a Les Contamines, França

Refúgio: Gite Le Pontet (trata-se de um refúgio localizado dentro de uma área de camping)

Distância: 16,150Km

Café da manhã, mochilas nas costas, bastões em punho, hora da tradicional foto no portal oficial do TMB!!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Na 1ª parte do percurso do dia, optamos por usar o teleférico, pois seria bastante íngreme, uma vez que o trajeto encontra-se inserido no meio da mata de coníferas e sem muitas vistas.

Percurso de 16,150Km, com várias paradas para observar a paisagem e algumas fotos.

Optamos por seguir a rota de Col de Voza.

Tour du Mont Blanc


Tour du Mont Blanc

O percurso do 1º dia passa por pequenos vilarejos e oferece paisagens deslumbrantes!

A “amostra” do que iríamos encontrar nos próximos dias deixou a todos entusiasmados.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Atravessamos a charmosa e pitoresca cidadezinha de Les Contamines-Montjoie, compramos o nosso lanche do dia seguinte (no Carrefour) e nos dirigimos ao nosso refúgio (Gite Le Pontet).

Tour du Mont Blanc

2º dia do TMB

14 de agosto de 2022 - domingo

De Les Contamines, França, a  Bourg-Saint-Maurice, França 

Refúgio: Refuge de La Croix du Bonhomme

Distância: 13Km

Neste dia teríamos um longo percurso - as placas no início do trajeto anunciavam 4h50min de caminhada.

Esse percurso foi bastante difícil - no caminho há um ponto com banheiro e abastecimento de água.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
nos primeiros quilômetros, um caminho de pedras e em ascensão…

  

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
passamos pelo 1º rebanho de ovelhas 


Tour du Mont Blanc
passamos pelo 1º gelo acumulado nas montanhas 


Tour du Mont Blanc
um terreno difícil, que exigia atenção na escolha de onde pisar

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Quando nos aproximávamos do Col de Bonhomme, começou a esfriar e surgir neblina, dificultando a caminhada.

No topo, há um abrigo, que usamos para nos vestir melhor e colocar as capas de chuva nas mochilas. 

Seguimos a nossa caminhada até o refúgio de La Croix du Bonhomme (2.443m).

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Para nossa sorte, ficamos todos no mesmo quarto, e foi possível estender um varal entre as camas para secar as nossas roupas molhadas. 

Nesse refúgio não foi possível tomar banho.

A água no local é escassa, não há sinal de internet e não há acesso de carro ou moto.

Os produtos/alimentos necessários ao funcionamento do refúgio são transportados por mulas ou helicóptero. 

No entanto, a precariedade do local é recompensada pela vista oferecida ao caminhante!

Sem dúvida, uma das mais belas e estonteantes paisagens do tour. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
muitos caminhantes optam por acampar ao longo do caminho

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
no entardecer, surpresa: as cabras ibex apareceram próximo ao refúgio!

3º dia do TMB

15 de agosto 2022 - segunda-feira

De Bourg-Saint-Maurice, França, a  Val Veny,  Courmayer, Itália

Refúgio: Rifugio Monte Bianco Cai Uget 

Distância: 26,500Km

Neste dia deixamos a França e partimos ao encontro da Itália!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

As fotos deste percurso não conseguem mostrar a grandiosidade das montanhas que são vistas.

Pelo caminho foi possível visualizar os glaciares por muitos ângulos, e eles nos acompanharam por quilômetros. 

O ponto mais alto deste percurso foi no Col de Fours, com 2.665m. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
o ponto mais alto deste percurso foi no Col de Fours com 2.665 m 


Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Depois de horas subindo, iniciamos a descida, e passamos pelo conhecido Rifugio Elisabetta, localizado num lugar privilegiado.

Foi possível compreender porque as vagas nesse refúgio são tão concorridas!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc


Tour du Mont Blanc

Foram 26,500Km até chegarmos ao nosso refúgio. 

A vista do local onde teríamos as nossas refeições deixou a todos encantados!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

4º dia do TMB

16 de agosto de 2022 - terça-feira

De Val Veny, Courmayer, Itália, a Mont De La Saxe, Courmayeur, Itália

Refúgio: Rifugio George Bertone

Distância: 12,500Km

Neste dia, aproveitamos para descansar e lavar as roupas em uma lavanderia no centro, enquanto “turistávamos” um pouco por Courmayer.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Essa é uma cidade para retornar muitas vezes.

Flores, jardins, lojas, restaurantes e muitas opções de trilhas. 

Roupas limpas, almoço feito, hora de voltar à trilha! 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

5º dia do TMB

17 de agosto de 2022 - quarta-feira

De Mont de La Saxe, Courmayeur, Itália, a Ferret, Suíça

Refúgio: Hotel Du Col de Fenêtre

Distância: 18,880Km

Este dia foi puxado - dia de subir até o Grand Col Ferret, com 2.537m de altitude, na fronteira entre a Itália e a Suíça.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Descida interminável por La Fouly.

Nesse percurso, a vegetação estava árida, vento soprando incessantemente, e o som dos sinos das ovelhas pastando nos acompanharam por horas.

Ouvíamos os sinos e não enxergávamos onde elas estavam! 

Tour du Mont Blanc

Olhando atentamente, víamos uma “linha branca” se movimentando no alto da montanha.

Tentei fotografar, mas, nas fotos, os animais ficaram imperceptíveis. 

No meio da tarde, chegamos a Ferret.

Que linda surpresa! Um vale de beleza ímpar, casinhas com jardins, flores impecáveis!

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

6º dia do TMB

18 de agosto de 2022 - quinta-feira

De Ferret, na Suíça, a Champex, na Suíça

Refúgio: Realais d’Arpette

Distância: 18Km

Um dos mais belos percursos da trilha.

Passamos pela pequena La Fouly, Praz de Fort, Les Arlaches, Issert, até chegarmos a Champex-Lac.

Um lindo lago no centro da cidade. Restaurantes no contorno. 

O almoço foi no centro de Champex - provamos pratos típicos da Suíça. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

7º dia do TMB

19 de agosto de 2022 - sexta-feira

De Champex, Suíça, a Trient, Suíça

Refúgio: Hotel La Grand Ourse

Distância: 11,700Km

Infelizmente, nosso dia começou com chuva.

Sabíamos que, para seguir pela variante Fenêtre d´Arpette, era preciso condições climáticas perfeitas.

Não existe trilha sinalizada no percurso, você deve caminhar por um “mar de pedras” e traçar o melhor caminho para chegar ao próximo refúgio.  

Conversamos com as pessoas que atendem no hotel e nos recomendaram, por segurança, a fazer a rota alternativa.

Informaram que a rota pela variante Fenêtre d´Arpette não se recomenda com chuva, pois torna-se escorregadia e perigosa. E também não teríamos a visibilidade da paisagem. 

Foi preciso mudar os planos e retornar a pé ao centro de Champex. Tomamos um ônibus até a estação de trem para seguirmos para Martigny, de onde retomamos a nossa caminhada. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Martigny possui uma zona agrícola e está rodeada de parreirais! Comemos alguns cachinhos de uva pelo caminho.

Nesse dia, tivemos um trajeto difícil: aproximadamente 7Km de subida, com uma inclinação forte.

A chuva nos acompanhou por quase todo o percurso. 

O lanche foi realizado sob a aba de uma casa. 

Depois de aproximadamente 4hs de caminhada, chegamos ao Col de Forclaz, com 1.527m de altitude. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
depois de aproximadamente 4hs de caminhada, chegamos ao Col de Forclaz, com 1.527m de altitude 


Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
Trient, na Suíça


Era hora de começar a descida no meio da floresta de coníferas.

A descida exigia atenção em razão do tipo de terreno e pelo perigo de escorregar.

Antes de iniciar a descida pela floresta, foi possível avistar (e que vista!!) a pequena Trient e o hotel que nos acolheria.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

8º dia do TMB

20 de agosto de 2022 - sábado

De Trient, Suíça, a Chem. du Moulin des Frasserands, Chamonix-Mont-Blanc, França

Refúgio: Gite Le Moulin

Distância: 16,600Km

Dia de voltar para a França. 

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Saímos de Trient em direção ao Col de Balme, com 2.191m de altitude. 

Ao atingir o cume, não tínhamos visibilidade, em razão da espessa neblina.

Fizemos uma pausa para um café em um refúgio e, em seguida, iniciamos a descida até Gite Le Moulin.

O percurso de descida não é difícil, e pode-se avistar diversas trilhas pelas montanhas.

O dia ficou espetacular, podíamos enxergar longe.


Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

9º dia do TMB

21 de agosto de 2022 - domingo

Chem. du Moulin des Frasserands, Chamonix-Mont-Blanc, França, a Les Houches, Chamonix, França 

Distância: 14,800Km

Último dia do Tour! 

O percurso de hoje foi mais fácil! Seguimos em via paralela à rodovia.

No centro de Chamonix, deixamos nossas mochilas e seguimos até Les Houches para fechar o circuito e retirar nossas malas, que ficaram guardadas no albergue onde iniciamos o tour.

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc
vista linda do entardecer, quando o sol reflete na neve nos picos da montanha

Tour du Mont Blanc

Embora os brasileiros se façam presentes em todos os “cantinhos” deste mundo, durante os dias que fizemos o trekking encontramos apenas uma brasileira.

O meu filho e amigos seguiam na frente e, enquanto descansavam um pouco, esperavam por mim e pelo meu marido, sempre atrasados...hahaha...ou seja, aqui também vale: cada um no seu ritmo!

Os dias de caminhada são duros, é preciso ser persistente e seguir em frente.

As distâncias, o terreno, o sol ou a chuva vão se apresentando de forma diferente durante o trekking. Você precisa vencer um obstáculo por vez!

A sensação de vitória ao atingir o topo da montanha, ou chegar na base, só experimenta quem faz o percurso!  

Quando chegamos ao portal, encerrando o percurso, não há palavras que descrevam a sensação de felicidade!

Os medos, a insegurança, tudo já faz parte do passado.

Agora, apenas boas memórias, e a recomendação para que outras pessoas também se aventurem no Tour de Mont Blanc!

Tour du Mont Blanc

Sobre o Tour du Mont Blanc

Tour du Mont Blanc: como é a trilha de 170Km pela França, Itália e Suíça

As 10 melhores trilhas do mundo: lista de sonhos de trekking

Tour du Mont Blanc

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: