27 de novembro de 2017

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas, pela Mariane Bruno

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas* Post escrito pela Mariane Bruno, que prova que viajar sozinha com 2 crianças pequenas não só é possível, como também pode ser muito divertido!

Olá, meu nome é Mariane e tenho 2 filhos: o Guilherme de 4 anos e a Sofia de 2 anos. Nós também gostamos muito de viajar e temos ido devagar, no nosso ritmo e, na maior parte das vezes, vamos somente nós 3, eu e meus 2 pequenos.

Eu sei que a maior parte das pessoas não viajaria sozinha com as crianças, mas tem sido uma experiência maravilhosa para nós 3... 

Menina, você é louca?!


Eu encontro muito apoio sempre, mas também escuto coisas que não gosto, como “menina, você é louca?”

Gente, eu não sou louca, nem irresponsável. Sou uma pessoa que ama demais os filhos e que vive na maior correria para equilibrar todas as responsabilidades. Eu, mais do que ninguém, preocupo-me todos os dias com a segurança e bem estar dos meus filhos, e cada família faz isso do seu jeito, então não faço nenhuma loucura... 

Também não gosto muito quando dizem: “coitada, sozinha com esses dois!”

Sou muito grata por ter os melhores companheiros de viagem que eu poderia ter na vida!

Eu mandei mensagem agradecendo a Claudia por ter me ajudado com a última viagem ao Atacama e contei que fomos nós 3, e ela perguntou se eu não gostaria de escrever para o blog, contando como é viajar sozinha com as crianças. Eu fiquei muito feliz com o convite, não só por admirar demais o blog, mas também porque seria uma oportunidade de contar um pouco sobre nossas viagens e dar algumas dicas para quem tem vontade, mas acha que não dá para ir sozinho com os filhos.

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
No Vale do Arco-Íris vendo as lhamas

Sozinha com 2 crianças no Atacama


Vou contar sobre nossa última viagem, ao Atacama:

Fui para o Chile em julho. Saímos de São Paulo às 21:40 e chegamos ao nosso hostel-hotel às 12:00 do dia seguinte. Foi bem cansativo, mas as crianças ficaram muito bem, eles estavam empolgados com a viagem.

Gostaria de contar aqui que, além de ir sozinha, também fazemos viagens econômicas, pois meu orçamento não me permitira passar 15 dias em um hotel 5 estrelas, cheia de conforto. Logo, esse é outro ponto difícil que equalizar, porque normalmente hospedagens mais simples te dão menos estrutura. 

Quanto cogitei ir ao Atacama, tudo o que encontrava de pessoas que levaram crianças (e eram poucas) era o relato de algumas que ficaram em hotéis muito, muito caros. Quase desisti, pois, se tivesse que pagar pelo Tierra Atacama ou outro hotel desse nível, não viajaria mais pelos próximos anos 😝

Mas então vi o relato da Claudia, que também ficou em um hostel lá, enviei mensagem para ela e, apesar de não ter conseguido ficar no mesmo, fiquei em um com excelente custo benefício e que foi perfeito para nós...

Outra coisa que me preocupava era com os passeios, em função da altitude. Até agendei com uma agência brasileira antes de chegar lá, mas, depois que fiz as contas, achei que ainda estava muito mais caro do que as outras, então decidi fazer com agências comuns lá de São Pedro mesmo. Foi ótimo! 

Vi que a maior parte dos meus medos era infundada. As crianças não passaram mal, pelo contrario, ficaram ótimas! E estivemos em uma altitude de 4.400 metros. Eu também fiquei muito bem, somente uma dor de cabeça no 2º dia...

Foram 6 dias no Atacama e foi uma viagem muito especial para as crianças e para mim. Minha filha de 2 anos comeu pratos típicos como Poroto (uma sopa de feijão) e Cazuela (uma sopa de frango), vimos o Lascar e meu filho ficou realmente impressionado!

Vimos lhamas e as crianças se encantaram com elas. Os povoados de Toconao e Socaire são muito graciosos. Havia inclusive parquinho!

Fizemos o passeio astronômico. Foi demais! Vi Saturno (com aneizinhos e tudo) e Jupiter. E, claro, a Lua. Meu filho ficou conosco um tempo e depois dormiu. Sofia nem percebeu que saímos do hostel para essa aventura, rsrs...

Não fomos aos gêiseres. Os guias desaconselhavam. Acho que, se tivesse ficado mais um dia, eu iria sim.

Guilherme quer voltar quando tiver 7 anos para brincar naquele skate na areia do deserto...

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
encontramos neve no caminho para Piedras Rojas, em nosso último dia de passeios no Atacama, quando passamos de 4 mil metros de altitude

Santiago do Chile com crianças


Depois do Atacama, passamos 5 dias em Santiago

Consegui até visitar museus com os 2, embora quase tenha sido expulsa do Museu Pré-Colombino (eles estavam agitados naquele dia e não curtiram). 

As crianças adoraram as Casas do Pablo Neruda (conhecemos as 3).

Fomos 2 vezes ao Kidzania. O carro de bombeiros de lá anda de verdade e tem mangueiras com água e tudo para apagar um incêndio cenográfico. Eles amaram!

Em Santiago só não fomos ao Sky Costanera, que todos dizem fazer parte da rota turística, mas, de resto, acho que percorremos quase tudo!

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
tentativa de foto dos 3

De Santiago, fomos para Valparaíso e ficamos encantados com as cores da cidade. 

Comemos muito bem por lá. Acho que em toda a viagem. As crianças já curtem mais ir a restaurantes, embora queiram comer pizza quase sempre. No início de nossas viagens, comer era mais difícil, para não dizer um caos. Agora está sendo muito agradável e um momento especial entre nós.

Fomos de ônibus para El Quisco, num bate-volta a partir de Valparaíso, para ver a 3ª casa de Pablo Neruda. 

Eu expliquei para as crianças que ele ganhou um prêmio importante. Guilherme tem certeza de que o prêmio é dourado. Foi um passeio delicioso! Queria ter ido com mais tempo!

Guilherme preferiu a casa de Isla Negra (disse que queria morar na casa do Pablo “Nerudo”). A vista para o mar é reconfortante, realmente.

Vou mostrar algumas fotos, acho que contam melhor sobre nossa viagem:
 
Gui ganhou uma ajuda para subir nas pedras e ver os petróglifos (desenhos feitos nas rochas) - as pessoas normalmente são muito gentis e recebemos muita ajuda

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
Vale de La Luna

Guilherme no Salar do Atacama

Sofia brincando no Salar

parquinho em Toconao


Guilherme com a luz do Star Wars que chega nas estrelas - foi o passeio que mais tive receio de fazer, mas recebi um apoio sem igual do Jorge Corante - sem ele não teríamos conseguido ir

Gui e o gatinho Mochu - essa noite foi muito especial

Estevan e Karina do hostel fizeram uma fogueira especial para as crianças - muita gratidão 

Museu Pré-Colombino: aproveitaram um pouco, mas depois cansaram

ganhamos um guia privativo na Vinícola

Isla Negra

nossa casa favorita do poeta
 
em Valparaíso - nós amamos as casas coloridas, enquanto que Viña del Mar não nos encantou - pode ter sido influência do Neruda...

Juntos mundo afora


Um pouco mais dos lugares que já visitamos juntos:

Nossa 1ª viagem só nós 3 foi quando a Sofia tinha 7 meses e o Guilherme 2 anos e meio. Foi bem mais difícil e ficamos em um hotel confortável no Rio de Janeiro.
 

Em Buenos Aires, assistimos até a um show de tango.

Nessa foto, os pequenos estão nas escadarias do Café Los Angelitos, esperando começar o show, que foi lindo! 

Guilherme sempre pede para voltar lá!


Também já fomos a Salvador e a Gramado, onde comemoramos o aniversário do Gui com o Jack lá na Pizzaria Cara de Mau

Adoramos Gramado!






Em Paraty, seguimos o roteiro da Claudia, mas, nesta viagem, levamos também a vovó.

Eu só tenho recordações especiais das viagens com meus pequenos e sempre volto querendo ir mais longe, apesar de ter passado bons perrengues. 

Gui tem uma wishlist já: Londres, Japão, Espanha...e uma viagem de motorhome! 

Ainda teremos muitas histórias para contar!

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas

9 dicas para viajar sozinha com crianças


Minhas dicas são praticamente as mesmas da Claudia: 8 dicas para você viajar sozinha com seu filho pequeno

1) Faça muitas coisas com seus filhos no lugar que você mora. Podem ser saídas como uma ida ao supermercado ou a feira, mas também passeios ao parque, ao teatro, coisas que vocês gostem. Dessa forma, você começa a saber melhor como lidar com as situações que surgem e vai ganhando mais confiança;

2) Comece com pequenas viagens, com menos horas de voo ou de carro, para que vocês se acostumem com a rotina de viagens. As crianças começam a entender que têm que esperar na fila, fazer check-in, passar raio X, essas coisas, e vão ficando mais tranquilas, na minha opinião, mas nós também percebemos o que é mais difícil e, na próxima viagem, podemos melhorar, para determinado momento ser menos tumultuado;

3) Essa dica é da Claudia e concordo 100 %: tenha o melhor carrinho de bebê que você puder pagar. Eu não poderia fazer as viagens que já fiz, sozinha, sem ter um carrinho de bebê eficiente, ou teria sido bem mais difícil e mais limitador sem esse item. Eu tenho 2 crianças pequenas e uso um carrinho duplo que é muito confortável, mas também muito prático na hora de fechar, então as crianças têm um lugar para dormir, descansar, mas eu poderia fazer um post somente sobre esse assunto, de tanto que sou grata ao meu carrinho por nos acompanhar;

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
fomos na vinícola Santa Rita - esse é nosso carrinho guerreiro - os 2 estavam quentinhos aí dentro

4) Leve o mínimo possível de bagagem e não fique comprando muitas coisas no local (eu, nem que quisesse, não conseguiria, pois as crianças não me dão tempo de comprar nada). Para nossa última viagem ao Chile, de 17 dias, levei apenas o carrinho, uma mochila e uma mala média de 15 quilos. Tenho muito orgulho de ter conseguido reduzir nossa bagagem, pois eu vejo famílias com 4, 5 malas enormes e percebo como é lento e trabalhoso para eles lidar com toda essa bagagem. Para mim, seria impossível!

5) Não crie tanta expectativa com o destino, você não conseguirá fazer muitas coisas, mas aproveite o que puder fazer da melhor forma e não se culpe. Eu, por exemplo, quando fui à Argentina, não consegui ir à Casa Rosada, mas fomos a um show de tango lindo, andamos muito por Palermo, fomos naquela livraria enorme que foi um teatro, no Jardim Japonês, e no Kidzania, enfim, não tenho do que reclamar, nem as crianças. 


6) Fique o mais bem localizada que puder, pois andar a pé com a ajuda do carrinho é bem mais fácil e divertido do que enfrentar escadarias de metro e monta e desmonta acampamento para entrar em táxis;

7) Se precisar, peça ajuda, não se envergonhe por isso! Você vai se surpreender com a quantidade de pessoas boas dispostas a ajudar e, às vezes, nem é preciso pedir. Muitas vezes, pegam a minha mala na esteira, já me ajudaram a carregar uma das crianças no colo na saída do voo até encontrar o carrinho de bebê. Em um ônibus quando voltamos de El Quisco para Valparaíso, uma senhora carregou Guilherme até o táxi no colo e, quando ela nos deixou lá e deu orientações ao motorista, Guilherme falou para mim: “Mãe, ela foi muito gentil comigo!” Foi especial ver que ele tem essa sensibilidade.

8) Se tiver vontade, não deixe de ir só porque não tem uma outra companhia adulta. Eu me arrependo de não ter ido mais vezes, de não ter aproveitado minhas licenças-maternidade para viajar com eles. Não me arrependi de nenhuma viagem que fizemos - todas, desde as mais simples, foram especiais para nós e lembrarei delas para sempre;

9) Envolva as crianças nas viagens da melhor forma que puder. Para o Chile, eu contei para elas que iríamos ver um vulcão e, quando vimos o Lascar, de longe, com sua fumaça, pude ver os olhinhos deles encantados... 

Como vamos visitar Londres em janeiro, contei que lá tem um parque, o Kensington Gardens, que tem uma estátua do Peter Pan e que o escritor morava por ali quando escreveu a história. Eles se interessam de verdade, é muito legal!

A Claudia e a família dela me inspiram demais e não é pela quantidade de destinos não, é a simplicidade, o olhar especial para os destinos que eles viajam, a paixão por conhecer pessoas, lugares. Eu também acho que esses momentos são as melhores lembranças que podemos ter 💚

Obrigada de coração, Claudia, pelo espaço.

Como é viajar sozinha com 2 crianças pequenas
foi incrível, mesmo!
_______________________________________

Nós que agradecemos, Mariane! Teu post é incrível, e tenho certeza que vai inspirar muitas outras mães (e pais também!)! A gente só se arrepende do que não fez, certo??

Quantas vezes já ouvi a frase "eu gostaria muito de viajar assim com meu filho, mas sou divorciada e sozinha não dá" - tu provou exatamente o contrário!

Boa viagem para Londres, tenho certeza que os pequenos vão amar a estátua do Peter Pan, o Lipe amou quando estivemos lá!!

Você já viajou sozinho (a) com seu filhote? Conta pra gente, deixe as suas dicas aqui também!


Todos os posts escritos para o pequeno viajante pelos nossos amigos/colaboradores: Viagens dos amigos

Minha experiência viajando sozinha com o Lipe: 8 dicas para você viajar sozinha com seu filho pequeno


Veja fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:


10 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Ticiane! Fico feliz que tenha curtido...
      Beijo

      Excluir
  2. Mariane,
    Fiquei ate com vergonha de ficar com medo de viajar com meu filho sozinha para o navio da Disney :) Mas fomos no inicio desse ano eh deu tudo certo. Fui tb para o Canada mas estava com a minha mae e meu irmao e foi otimo fazer passeios que agradaram a todas as idades.
    Estou planejnado a proxima viagem, mas agora meu pequeno esta em uma idade que adora uma piscina, entao ainda estou na duvida se vale a pena ir para a Europa.
    Como moro longe da familia a prioridade eh juntar $$ para ir para o Brasil e se sobrar e a gente vai passear por aqui.
    Paraben Mariane pelo post e pela disposicao.

    Claudia,
    Meu sonho eh fazer uma viagem de de motorhome pelos parques nacionais da costa Oeste aqui nos EUA. Estou esperando meu filho crescer um pouco para me animar a dirigir sozinha.
    Beijos
    Tania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tania, obrigada pelo incentivo... As crianças amam o mar e se pudessem escolher tenho certeza de que não escolheriam outro lugar, mas não significa que eles não curtam outras coisas... curtiram o deserto, que todos achavam que não teria graça para eles... viajaremos em Janeiro e será muito frio, ainda assim acho que vão curtir muito...
      Tamnbém estou esperando as crianças crescerem para encarar o desafio de dirigir um motorhome... rs..
      Beijo

      Excluir
    2. hehehe Tania, não precisa se envergonhar - essas "viagens Disney" são as mais exaustivas que eu já fiz, não é fácil, não!!!
      Estamos loucos para voltar a Utah, Tania! É meu estado americano preferido! Vocês podem alugar um daqueles RVs bem pequenos (mas com banheiro) para fazer uma experiência num feriadão, por exemplo, perto de NYC, para depois se jogar pra costa oeste :)

      Excluir
  3. Olá Claudia (xará) e Mari (a íntima) eu amei o post tenho um filho de 3 anos e já fizemos duas viagens sozinhos Ilhéus e Recife. Agora estou planejando nossa primeira viajem internacional. Eu sempre escuto que sou louca de viajar sozinha ainda mais que o Arthur tem atraso no desenvolvimento então é como se ele tivesse 1 aninho ainda mais vamos que vamos tenho certeza que ele terá mtas histórias pra contar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia, muito legal sua disposição também ... e tenho certeza de que você entende a minha ... Eu também comecei aos poucos, para eu ter segurança... Espero que você também curta muito suas próximas viagens com o Arthur... beijão...

      Excluir
  4. Mari tem alguma rede social? Quero segui-lá hahaha

    ResponderExcluir
  5. Olá... no insta e marianecabruno , mas não público muito... vou tentar postar mais das viagens... obrigada pelo retorno ...

    ResponderExcluir
  6. Me inspirei agora. Sou mãe solo. Minha filha tem 2 meses, e depois que ela nasceu a sensação que não conseguiria viajar tão cedo...teria que esperar um tempo até ela ficar maiorzinha. Grata pelo relato de experiência

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...