13 de abril de 2017

Granada, Espanha - roteiro para 2 dias com muitas dicas

Chegamos em Granada, na Espanha, vindos de Madrid num motorhome alugado na McRent na manhã de uma sexta-feira, no começo de fevereiro de 2017.

Achamos muito difícil estacionar no centro histórico da cidade - não há vagas nem para carros, quanto mais para motorhomes, e a circulação é restringida em várias das principais vias de circulação, sob pena de multa. 

Sim, você será multado simplesmente por passar por ali, se a placa do seu veículo não tiver uma autorização especial da Prefeitura. 

Então resolvemos ir procurar um lugar para estacionar mais longe e usar ônibus para ir pro centro e, coincidentemente, acabamos estacionando num lugar bem próximo de um ótimo ponto de ônibus! 


circulação restrita a veículos autorizados - você só conseguirá autorização se tiver uma reserva em hotel

passou ali, é multa na certa!

olha ali um dos ônibus vermelhos

Free camping em Granada

Fizemos free camping na Calle Curro Cúchares (fica bem longe do centro, para ir a pé - de bus é pertinho). 

Totalmente grátis (não tem nem parquímetro). 

Veja o local exato nos prints abaixo:


nosso ótimo estacionamento grátis em Granada - ali nós pernoitamos



Como se locomover em Granada 

Fomos e voltamos para o centro de ônibus

Custa € 1,20 por pessoa (pagamos € 3,60 para nós 3) e tem que comprar os tickets nas máquinas de venda automática antes de entrar no ônibus. 


máquina de venda automática de passagens de ônibus



de ônibus em Granada

leia as regras antes de subir no ônibus!

Granada Cards

Com os Granada Cards que recebemos do escritório de turismo de Granada, o ônibus foi grátis na volta - mas tem que validar os cartões nos ônibus vermelhos - nos ônibus azuis pode andar grátis também mas neles não tem como validar os cartões, então tem que pegar um ônibus vermelho primeiro para validar o seu Granada Card antes de poder pegar um ônibus azul! 

Buscamos os nossos Granada Cards no Escritório de Turismo do Ayuntamiento de Granada, na Plaza del Carmen, 9 (que funciona das 9am às 7pm). 

Eles foram uma cortesia para o blog, e agradecemos a gentileza. 

Leia também: Segóvia - superando todas as nossas expectativas


vale a pena passar na oficina de turismo, eles têm muito material bom

Escritório de Turismo do Ayuntamiento de Granada, na Plaza del Carmen

mesmo usando os Granada Cards eles te dão recibo no ônibus

Passeios no 1° dia em Granada 

A lista de locais a seguir é uma sugestão de roteiro em Granada, do jeito como fizemos o nosso trajeto, mas obviamente não listei tuuuudo abaixo - nos caminhos entre cada um dos pontos turísticos listados abaixo existem várias outras atrações não enumeradas, ok?


Lipe fez muitos amigos em Granada

Bairro Sacromonte em Granada


cenas de Granada

Alhambra, em Granada

um pôr do sol incrível em Granada

* Catedral de Granada 

Entrada grátis com os Granada Cards, com direito a áudio-guia. 

Impressionante Catedral, vale muito a visita, embora o áudio-guia seja meio aborrecido (muito longo) para quem visita com crianças. 

Simplesmente ignore o áudio, ou vá pulando paradas 😒



detalhes da Catedral de Granada, Espanha





o incrível órgão da Catedral de Granada, Espanha


detalhes da Catedral de Granada

com o Granada Card, a visita à Catedral é grátis

* Capela Real

Capela onde estão os túmulos dos reis Fernando e Isabel - não pode fotografar!

Entrada grátis com os Granada Cards

Preste atenção aos horários de visitação (fecha para a siesta, como quase tudo na Espanha). 



* Plaza Bib-Rambla 

Linda, alegre e colorida - uma autêntica 'plaza' espanhola!

Para sentar e tomar um cortado vendo a vida passar. 





* Plaza Nueva

Pegamos o ônibus vermelho C2 para Sacromonte (ônibus grátis com os Granada Cards). 

Tendo fôlego e tempo de sobra, o ideal é ir caminhando até lá pela Carrera del Darro e pelo Paseo de los Tristes

O ônibus C1 também sai do mesmo local para o Albaicín.

Relembrando: para começar a usar o seu cartão, tem que validar nos ônibus vermelhos antes de embarcar num ônibus azul!




mapa de Granada fornecido pelo escritório de turismo da cidade

no próprio centro de informações eles nos indicaram as melhores linhas de ônibus para turistas

* Bairro Sacromonte

Antigo bairro de ciganos granadinos, situado em uma colina de frente para a Alhambra, com vistas lindas e um belo casario todo branquinho, ruelas estreitas e moradias trogloditas em cavernas, de onde ouvíamos as guitarras de flamenco - descemos o Camino del Sacromonte.

Fundamental para "entender" Granada. 


bairro dos ciganos granadinos





vistas lindas de Sacromonte

* Cuesta del Chapiz

O caminho mais panorâmico para quem desce do Sacromonte caminhando até o Albaicín.


caminho cênico para quem desce de Sacromonte, com vistas privilegiadas da Alhambra

ruelas estreitas de Sacromonte

lá vai o Lipe subindo a ladeira





* Bairro Albaicín

O bairro turístico mais famoso da cidade - passear pelas ruelas estreitas e labirínticas do Albaicín é um 'must' em Granada.

Leve um cartão de memória extra para a sua máquina fotográfica. 





hahahahaahhaha...




* Mirador San Nicolás

O melhor mirante para quem quer uma vista panorâmica da Alhambra, e também o mais lotado e apinhado de gente nos finais de tarde.

Chegue cedo para garantir o seu lugar na mureta - ou prepare-se para desembolsar uma graninha extra pelas vistas nos restaurantezinhos charmosos por ali. 


foto obrigatória da família no mirante mais famoso de Granada


tem que chegar cedo para pegar lugar na mureta kkkk

enquanto a gente fotografava, o Lipe fazia amigos

fazia amigos e arte!

olha só onde eles estavam nas fotos acima: tinham simplesmente "escalado" a capela e sentado lá em cima!


os restaurantes por ali são bemmmm inflacionados - paga-se pelas vistas

e que vistas!
  


* Mirador de la Lona

O San Nicolás é certamente o mirante mais famoso, mas o Mirador de la Lona merece uma paradinha também! 

Ele garante uma bela vista do centro histórico de Granada.


lindas vistas deste 'mirador' 

muitas antigas igrejas, monastérios e conventos no caminho


* Calle Calderería Nueva

Rua com muitas 'teterias' (casas de chá) e lojas vendendo produtos marroquinos e orientais.

É um bom lugar para comprinhas, mas tem que ter muito cuidado para não pagar preço "de turista". 


lustres lindos, a melhor compra de Granada





o Lipe também foi às compras hehehe
* Calle Elvira

No centro da cidade, um bom lugar para comer barato. 

Jantamos num cafofo de comida árabe baratinha - é o que mais tem por lá!


cafofos de comida árabe na calle Elvira

dá para comer muito bem e barato!

eu amoooo durüm tavuk desde a primeira vez que experimentei um, nas ruas de Istambul, há muitos e muitos anos

Gastos 

° Camiseta Felipe - € 6,50

° Ímã de geladeira - € 2

° Janta de comida árabe na Calle Elvira - € 10 

° 3 passagens de ônibus - € 3,60



temperos são outra ótima compra em Granada - é sempre um bom presentinho



mercado de artesanato no centro de Granada (este fica bem pertinho da Catedral)

Passeios no 2° dia em Granada

No nosso 2° dia em Granada, fomos à Alhambra

Para mim, foi uma ótima estratégia aproveitar o nosso primeiro dia em Granada para sentir a cidade, passear pelo centro histórico, conhecer os principais pontos turísticos e tal, e então poder dedicar o segundo dia integralmente à Alhambra - é um passeio super exaustivo, e você não vai ter fôlego - nem ânimo - para fazer muito mais turismo depois que sair de lá. 

Vai estar esgotado, com os olhos doendo de ver tanta coisa linda - absorver a Alhambra em um dia é mais do que suficiente - turistar depois é impossível. 

#EuAvisei



Alhambra, em Granada

detalhes dos palácios da Alhambra


Mirante

Depois que saímos de lá da Alhambra, paramos num outro mirante (bem pertinho do estacionamento), onde almoçamos no motorhome e voamos o drone

De lá, com muito pesar, já pegamos a estrada para seguir viagem para Ronda

Por mim, ficaria pelo menos mais uns 2 dias passeando em Granada, but the show must go on...


voando o drone em Granada, Espanha

vista de cima, a cidade de Granada é ainda mais linda

Ficou para a próxima vez 

Ficou para a próxima vez - afinal, nunca dá tempo de fazer tudo - como sempre digo, mesmo viagens longas de volta ao mundo nunca são longas o suficiente, e a gente precisa fazer escolhas! 

* Monastério de la Cartuja

* Monastério de São Jerônimo

* Museu Parque das Ciências








Chip de celular

Na Espanha - e em todo o resto da nossa viagem de volta ao mundo, com exceção do Marrocos - usamos um chip de celular da Easysim4u, que apoiou a nossa viagem. 

Recebemos o chip em casa, antes de sair do Brasil, colocamos ele no celular ainda no avião e já chegamos na Europa com internet funcionando no telefone! 

Para quem vai viajar por vários países, a facilidade e comodidade que esses chips da T-Mobile (revendidos no Brasil pela Easysim4u) oferecem são imbatíveis :)

Nós não vendemos esses chips através do blog (nem nenhum outro produto, pois o pequeno viajante não visa lucro, é um hobby mesmo) - então dê uma olhada direto lá no site deles - Easysim4u - para ver como comprar esses chips e recebê-los em casa no Brasil antes de viajar.


ótimas estradas e boa sinalização de trânsito a caminho de Granada

oliveiras a perder de vista nas estradas espanholas


Já esteve na EspanhaDeixe as suas dicas na nossa caixa de comentários! 

No próximo post, continuamos contando sobre a nossa viagem de volta ao mundo - não saia daí! 

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só ir na # e ver todas as muitas dicas que já postamos: 

#LipenaEuropa
#LipeVoltaaoMundo

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!


E, ainda, veja nossas imagens pelo interior da Espanha:






Precisa reservar um hotel para a sua viagem à Espanha?

Em Madrid, nós ficamos várias noites no Madrid Centre Apartments e recomendamos muito!

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:



Veja fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 


Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!


Você também nos encontra aqui:



3 comentários:

  1. Espero que tenham gostado! Morei alguns anos na cidade e alguns passeios eu só fiz depois que saí da cidade. Anota aí na listinha pra próxima visita na cidade:

    - uma visita aos baños árabes (Hammam Al-Andaluz). Uma delícia, não é muito baratinho mas depois das subidas e descidas, vale cada centavo!
    - um passeio pelo bairro do realejo para ver os grafites do artista El Niño das pinturas (ele mora pelo bairro e com sorte vocês podem até cruzar com ele pintando alguma parede. Ele é muito querido pelos moradores e os grafites dele são obras de arte)
    - uma visita as cuevas do Sacromonte (existe duas possibilidades seguras: a primeira é ir até o museu cueva que fica no topo do sacromonte, é um museu que conta um pouco da história do povo cigano e como eles foram se instalando em Granada. É um museu simples, mas cumpre seu objetivo; a segunda é ir a um espetáculo flamenco em uma das cuevas (a noite e aproveitar para passar rapidinho pelo mirador San Nicolás para ver a Alhambra iluminada). Eu já fui a duas e gostei das duas, a Cueva del Rocio e a Venta el Gallo. Você pode comprar um ingresso para o show com ou sem jantar (em um terraço com vista para a alhambra, claro) e é uma experiência incrível. Os artistas da Cueva del Rocio são famosos e o flamenco é de altíssima qualidade. Além dessas duas possibilidades, tem grupos de excursão - que eu não curto muito. Fora essas opções, eu NÂO recomendo nenhuma outra visita a nenhuma cueva. Falo isso porque é muito comum os turistas irem até o monte no minibus 34, e descerem o caminho a pé, na descida são abordados por ciganos que se oferessem para apresentar as cuevas, depois cobram horrores. Já ouvi relatos de turistas que foram até ameaçados. Então cuidado!
    - a Huerta de San Vicente (museu casa de Garcia Lorca)
    - os jardins do Generalife
    - umas paradinhas para comer umas tapas pelos bares (e não se espante se encontrar crianças e até bebes nos carrinhos nos bares. As tapas são uma instituíção espanhola, mas só funcionam mesmo no sul, basicamente em Granada mesmo. Funciona assim, você pede uma bebida e ganha um petisco. O grande lance é que o petisco é quase um lanche, tem lugares que servem mini hamburgueres, bruschettas e por aí vai. Em vários, tem uma tabela e você escolhe o petisco, é super em conta.
    - assistir a um espetáculo. Granada é muito cultural, a cidade respira arte e volta e meia tem grande espetáculos em lugares espetáculares. O grande forte é o flamenco, claro. É comum ter espetáculos em locais que são históricos como o Corral del Carbon, o Palácio Carlos V, além da Escola Internacional de Flamenco Manolete (que tem uma das melhores vistas da Alhambra), então estando pela cidade vale a pena das uma olhadinha na programação cultural para saber o que está rolando. Abraços, Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei as dicas, Maria! Muito obrigada!
      Dicas de bares de tapas?

      Excluir
    2. Oi Claudia, só vi a msg agora...
      O Más que Tapas costuma ser muito bom, preços justos e o atendimento é ótimo, às vezes enche, mas pensando bem que bar de tapas não enche naquela cidade cheia de universitários e turistas? O Bar La Riviera também tem umas opções super em conta e você pode escolher o que quer de tapas. No Paseo de los tristes costuma também ter umas boas opções e de quebra você ainda tem a vista (agora não lembro o nome de um que frequentava lá, se lembrar volto e aviso :). Uma dica é sempre olhar no bar se eles têm um menu de tapas para você escolher, em alguns lugares é um mini cardápio, em outros é um quadro negro atrás da barra. Nem todos oferecem essa opção de escolha. Abç, Maria

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...