Menu

Viagem de motorhome pela Califórnia: roteiro de 17 dias com muitas dicas

Planejando uma viagem de motorhome pela Califórnia? Veja aqui um relato completo sobre uma viagem de motorhome pela Califórnia com roteiro de 17 dias e muitas dicas práticas para quem quer viajar de motorhome
Viagem de motorhome pela Califórnia

* Por Ana Cristina Dias Netto Alves, o relato de uma viagem de motorhome pela Califórnia

Planejando uma viagem de motorhome pela Califórnia? 

Veja neste post um relato completo sobre uma viagem de motorhome pela Califórnia em família, com roteiro de 17 dias e muitas dicas práticas para quem quer viajar de motorhome!

A Ana Cris rodou 2480Km numa viagem de motorhome pela Califórnia com o marido e o filho adolescente, e nos conta tudo nesse relato super completo e bem humorado - aproveite as excelentes dicas dela!

Adorei ver como é viajar de motorhome com um adolescente - espero que o Lipe cresça para ser um adolescente legal como o Pedro! E também amei saber que, quando nossos pequenos viajantes viram adolescentes, podemos continuar tendo os momentos de intimidade e a convivência que temos com nosso filhote-criança hoje - é muito confortador saber que a nossa cumplicidade não se perde automaticamente quando eles crescem...já que eu pensava que todos os filhos viravam aborrescentes 😓

Veja também:

Roteiro de viagem pelo oeste americano: 28 dias entre Nevada, Utah, Arizona e Califórnia
Roteiro de viagem de motorhome de 18 dias pela Califórnia
15 parques nacionais nos EUA para viajar de motorhome


Viagem de motorhome pela Califórnia


Com a palavra, Ana Cris: 

Preparativos para a viagem de motorhome pela Califórnia

Adoramos os EUA! Já fomos 3 vezes pra Disney na Flórida, e fizemos boa parte da costa da Flórida no Golfo do México e Everglades. 

Também já fomos pra Las Vegas, Grand Canyon e Anaheim (Disney de novo). 

Acompanho a Claudia e o Felipe, o pequeno viajante, há alguns anos, sempre “babando” em suas aventuras de motorhome

Nosso sonho sempre foi fazer uma viagem de motorhome pela costa da Califórnia, e decidimos que esse sonho sairia do papel para comemorarmos os 50 anos meus e do meu marido. Ele fez aniversário em 02/09/2019 e eu em 09/02/2020! 

Bora viajar então no “meio do caminho” entre um niver e outro!

Meses preparando o roteiro, assistindo vídeos, lendo tuuuudo do blog Felipe, o pequeno viajante.

Compramos as passagens aéreas, reservamos hotel em LAX (Los Angeles), hotel na Cidade do México e aluguel de carro pela Decolar em agosto.

Alugamos, também em agosto, o motorhome pela Motorhome Trips - empresa no Brasil que representa a Cruise America. A Claudia que indicou! 

Pegamos um motorhome C25 (modelo para 5 pessoas), com franquia de 1500 milhas, seguro estendido do veículo e contra terceiros, e pagamos:

Aluguel USD 774 + impostos brasileiros USD 49,38 + taxas a pagar na retirada do veículo USD 70,51. 

Fomos super bem atendidos pelo Francisco, que até deu pitacos no nosso roteiro e teve uma suuuper paciência para nos explicar várias coisas sobre o funcionamento do RV (recreative vehicle = motorhome).

Viagem de motorhome pela Califórnia

Viagem de motorhome pela Califórnia
viajando de motorhome pela Califórnia com um adolescente

Roteiro de viagem de motorhome pela Califórnia

24/12/2019 - dia 1

Saímos de São Paulo - eu, Samuel (marido cinquentão) e Pedro (filhote de 16 anos) no voo da Aeroméxico para a Cidade do México:

GRU 10h25 - MEX 17h20 - Duração do voo 9h55

Conexão de 3h40 na Cidade do México

MEX 21h - LAX 23h29 - Duração do voo 4h29

Sobrevoamos Los Angeles era quase Natal - 23hs do dia 24 de dezembro, e foi a maior surpresa, tráfego intenso nas avenidas e estadas...Oi??? Esse povo não faz ceia, não? 

Chegada em Los Angeles e passagem pela imigração muito tranquila. A agente não fez nenhuma pergunta, na verdade nem olhou direito na nossa cara.

Pegamos o carro alugado na Álamo e fomos para o hotel que tínhamos reservado pertinho do aeroporto: Sheraton Gateway Los Angeles Airport (6101 W Century Blvd, Los Angeles, CA, EUA). Tomamos banho e cama.

Viagem de motorhome pela Califórnia
Samuel, Pedro e Ana Cris
25/12/2019 - dia 2

Acordamos cedo e fomos tomar café da manhã no restaurante IHOP para já entrar no clima americano (8600 S Sepulveda Blvd, Los Angeles, CA 90045, EUA).

Dia nublado e cinza em Los Angeles. Friozinho. Não vai rolar ver o pôr do sol no Observatório Griffith...peninha...

Depois fomos para a Calçada da Fama, Teatro Chinês, Dolby Theater e Hard Rock Café (101 Hollywood Blvd, Los Angeles, CA 90028, EUA). 

Estacionamos o carro no estacionamento mais caro da vida U$ 30. Só estavam abertas as lojas de souvenirs. Tudo lotado de turistas coreanos, chineses, japoneses e indianos. 

Andamos procurando nomes dos artistas nas estrelas. Pedro ficou frustrado, pois não achou o nome do Queen, nem do Freddie Mercury. 

Samuel comprou uma camiseta no Hard Rock Café e Pedro palhetas para guitarra - sim, tenho um filho roqueiro das antigas...curte Queen, Guns N´ Roses e até Beatles 💓

Saímos direto para conhecer Beverly Hills e tirar foto na placa famosa (9390 N Santa Monica Blvd, Beverly Hills, CA 90210, EUA). 

Rodeo Drive estava cheia de chineses e indianos, com suas famílias enormes. Todas as lojas fechadas, mas a rua estava iluminada e enfeitada pelo Natal. Vitrines maravilhosas e carros espetaculares. 

Passeamos a pé e depois demos uma volta de carro, passamos em frente ao hotel em que foi filmado o filme “Uma Linda Mulher” (Hotel Beverly Wilshire, 9500 Wilshire Blvd, Beverly Hills, CA 90212, EUA). A loja de roupas do hotel tem vestidos de festa sensacionais.

Fomos para o Letreiro de Hollywood (Lake Hollywood Park). Distante da região de Beverly Hills, passeamos pelas colinas de LA com mansões maravilhosas, carros caríssimos nas garagens. Tiramos foto no letreiro, que também estava lotado de indianos e chineses, mas vi alguns brasileiros lá.

Estávamos morrendo de fome e fomos para o Pier de Santa Mônica almoçar/jantar no Bubba Gump. 

Já estava anoitecendo e eram só 17hs. Tinha fila de espera e aproveitamos para passear pelo Pier enquanto esperávamos nossa mesa. Compramos imã para fazer um quadro de recordação da viagem. 

No Bubba Gump eu e Samuel comemos o Shrimp New Orleans (meu prato preferido!!!) e Pedro camarão frito com batata frita.

Na volta para o hotel, Samuel quis passar pela Rodeo Drive durante a noite, para ver as vitrines iluminadas. Bem legal!

Voltamos pro hotel bem felizes e ansiosos para pegar o motorhome no dia seguinte. 





26/12/2019 - dia 3

Finalmente nossa viagem dos sonhos começou!

Acordamos cedo no hotel Sheraton Gateway Los Angeles Airport. Entregamos o carro na locadora e chamamos um Uber XL (carros maiores, para caber as bagagens), que nos levou até a locadora de motorhomes Cruise America, localizada em Carson (U$ 36) - 2233 E. 223 rd Street.

O horário para a retirada do RV era às 10h30min - havíamos agendado antes da saída do Brasil.

Seguimos o conselho do Francisco e contratamos lá na locadora, na hora da retirada do motorhome, um seguro para nos isentar da franquia de U$ 1500, caso houvesse algum acidente. Pagamos nesse seguro U$ 167,30. 

Também contratamos a taxa de propano free - ou seja, não precisaríamos devolver o RV abastecido de gás. Pagamos U$ 39. 

Na retirada do RV obrigatoriamente temos que passar o cartão de crédito no valor de U$ 500, referente a um seguro. Esse valor depois é reembolsado.

Pegar o motorhome na Cruise America foi meio estressante... 

O atendente foi super grosseiro e sem paciência com nosso inglês precário...a água do chuveiro não esquentava e ele disse que demoraria 2h para aquecer...achei estranho, pois não foi a orientação que recebi.

Haviam outras 2 famílias de brasileiros pegando motorhomes na mesma hora, e pedimos para a atendente deles nos ajudar. Realmente nosso motorhome estava com problemas na bomba de água, e foi chamado um técnico para consertar...

Imagine se tivéssemos acreditado no primeiro atendente???? Ficaríamos sem água quente!!!!

Além disso, o motorhome veio BEEEEM sujo...pelo menos para o meu padrão de limpeza hahahhaha...

Saímos da Cruise America e paramos no primeiro posto de combustíveis para abastecer, pois o tanque veio com menos de ¼ de gasolina. Estávamos em jejum e fizemos o café da manhã/almoço numa lanchonete do posto - Jack in the Box = hamburguer para alegria do Pedro!

Depois fomos para um centro de compras (3055 Califórnia Ave Signal Hill, CA 90755), onde havia lojas Ross e Dollar Tree. 

Enquanto Samuel e Pedro faziam compras na Ross, passei na Dollar Tree e comprei aqueles potes de lenços de limpeza que já vêm com desinfetante e outros para passar no chão do motorhome. 

Depois fomos para o Walmart, onde iríamos pernoitar (2770 E Carson St, Lakewood, CA 90712, EUA), e tinha lá mais 2 motorhomes que pernoitaram também. 

Compras feitas e depois dá-lhe faxina na minha casinha, guardar as compras, desarrumar as malas e colocar tudo nos armários do motorhome...ficou tudo limpinho, cheiroso e organizado para passarmos 15 dias!

Tudo pronto para curtir a viagem de motorhome pela Califórnia dos nossos sonhos e comemorar em grande estilo os nossos 50 anos!

Vamos juntos! 





27/12/2019 - dia 4

O "caminho se faz caminhando” - li isso em algum lugar, e o que aconteceu nesse dia foi a prova do quão verdadeiro é esse ditado!

Trabalhamos no roteiro por vários dias, pesquisando, falando com várias pessoas, mas às vezes as coisas mudam e...

Nossa intenção era sair cedo de Los Angeles e ir pela I5 até Palo Alto, para conhecer as empresas de tecnologia e Nasa (Pedro estava doido para conhecer o clima dos nerds rsrrsrs). Mas a I5 estava interditada (acho que por causa da neve...) e o Waze e Google Maps nos jogaram na US 101. Super trânsito, mas aproveitei para tirar váaaaarias fotos legais...

Meu marido (e motorista) deu um mal jeito nas costas ao colocar as malas no motorhome e ficou meio dolorido...estava cansado e, ao passarmos por um camping, decidimos parar para almoçar com calma e fazer o primeiro dump (esgotamento sanitário), já que a estrada estava ruim para andar mesmo...

Paramos no Cachuma Lake - 2225 Highway 154, em Santa Barbara. 

Pagamos U$ 10 para usar o esgoto e água. Lugar LINDO, com um lago enorme e montanhas cobertas de neve láaaaa longe. 

Ainda não sabíamos ao certo quanto durava a água e o esgoto, e aproveitamos para tomar banho dentro do RV, almoçamos sanduíches e frutas, arrumei a cozinha. Fizemos o esgoto, abastecemos de água e gasolina e pé na estrada novamente. 

Andamos pouco até Pismo Beach, vimos um pôr do sol de tirar o fôlego mas demorooooouuuu muito...trânsito horroroso! 

Anoiteceu e Samuel estava mega cansado e decidimos procurar um lugar para jantar e dormir. Fizemos compras num supermercado (não sei onde rsrrsrs) e, depois de parar em 2 campings lotados, achamos o Le Sage Riviera - 319 HW1, em Grover Beach. 

O “zelador” foi um fofo, prontamente arrumou uma vaga pra nossa casinha e, como dissemos que sairíamos antes das 7hs da manhã e já eram quase 9hs da noite, nos deixou pernoitar de graça! Uhhhuuu camping com toda infra e FREE!!

Cozinhei pela primeira vez: capeletti de queijo com molho de tomate, salada de alface com molho caesar, morango com chantilly e cerveja (lóóóógico).

Durante a noite fez um baita frio e ainda não estávamos “craques” na regulagem da calefação e, às 3hs da madrugada, Pedro, de 16 anos e 1,85m de altura, veio perguntar se podia dormir na nossa cama, pois estava com muito frio! Ahhh, quanto tempo ele não fazia isso! Só quem é mãe de adolescente vai me entender kkkkkk...

Terminamos a noite os 3 agarradinhos na mesma cama!

Resumo do textão: seja flexível, esteja preparado para mudanças no roteiro. Não deixe que nada estrague sua trip. O caminho se faz caminhando...





28/12/2019 - dia 5

3º dia de viagem de motorhome pela Califórnia: descobrimos que a água é um recuso limitado...LITERALMENTE!

Acordamos às 6h30min da matina (ainda escuro) no camping em Grover Beach. Um “frio da moléstia” = 2 graus...

Fizemos o esgotamento, abastecemos de água o motorhome, desconectamos a casinha e partiu Vale do Silício.

Google Maps nos “jogou” de novo na US 101, desta vez sem trânsito e com paisagens lindas, vegetação coberta de gelo. Várias plantações - uva, morango, cereja e outras que não identificamos.

Dia lindo, céu azul sem nuvens! Montanhas, vales...show de bola! 

Fomos no Facebook, no Google, na garagem do Steve Jobs e no prédio da Apple. Haviam MUITOS orientais (japoneses, chineses e coreanos) e indianos! Impressionante!



Acabamos tudo eram 3hs da tarde. Estávamos famintos. Encostamos nossa casinha na mesma rua da Apple, só que numa zona mais residencial, e fiz almoço: fritada de legumes com camarão (comprei congelado no Walmart) e macarrão. Divino! Arrumei a cozinha usando bem pouca água, pois à noite teríamos free camping.

Quando acabamos, já tinha escurecido (17h30min). O ruim de viajar de motorhome pela Califórnia nesta época do ano é que os dias são muito curtos...

Partimos para São Francisco e fomos direto para Sausalito. Céu estrelado e lua minguante, fininha, fininha...

Cruzar a ponte Golden Gate pela primeira vez toda iluminada foi emocionante!

Sausalito é uma gracinha...mas às 8hs da noite já estava praticamente deserta. Lojas (super charmosas) e restaurantes (transados) todos fechados. Conseguimos encontrar aberto um restaurante mexicano chamado Copita, e jantamos lá. Pedro adorou as coxinhas de frango apimentadas. 

Na frente do restaurante fica a Marina de Sausalito, com estacionamento com parquímetro grátis das 10PM até 7AM. Lugar lindo! Víamos as 2 pontes iluminadas e as luzes de São Francisco - show!! 

Decidimos dormir lá mesmo! Outro camping 'free' (endereço: Humboldt Ave & Bay St, Sausalito).

Hora do banho! O painel que indicava os limites de água limpa, água cinza (esgoto das pias e chuveiro) e água preta (esgoto da privada) mostrava que estava tudo ok. Tomei banho rapidíssimo, fechando a água para me ensaboar e, quando saí do banho, meu marido disse que o nível da água cinza e da água limpa já tinha passado da metade. Oi?? Como assim?!

Marido e filho tomaram banho ultra rápido, morrendo de medo de acabar a água ou vazar o esgoto! Que estresse!!!

Pedro, já deitado na cama, solta: “Nunca imaginei que um dia fosse tomar um banho a seco!”

Caímos na risada e dormimos felizes!


29/12/2019 - dia 6

Sorte de principiante e o maior perrengue da vida! Tudo em menos de 24hs!

Acordamos no free camping em frente à Marina de Sausalito com o tempo super fechado. Na previsão tinha dado mesmo que choveria o dia todo. Lugar lindo! Em um dia ensolarado deve ter uma super vista da baía, mas...

Pagamos 2hs no parquímetro das 7 às 9hs, tomamos café e fomos andar pela cidade para conhecer. Frio e garoa, mas o lugar é muito pitoresco. Fomos até as casas flutuantes! Lindo! As pessoas moram nas casas de verdade! Que loucura! 

Andamos entre as casas, jardins com alecrim, lavanda, florzinhas...tudo super perfumado. 


Fomos num centro de compras que tinha Target e Ross - super vazia e organizada (194 Donahue St, Sausalito).

Já ouviram falar de SORTE DE PRINCIPIANTE? 

Pois num grupo do Facebook Pedro ficou sabendo sobre o “melhor hamburguer” em Sausalito e já veio com “lombriga” de São Paulo pro tal hamburguer.

Dia chuvoso e o menino só falava no tal hamburguer... 

“Tudo bem Pedro, a gente vai comprar o hamburguer, mas eu não saio do RV nessa chuva nem morta...você vai comprar e trazer para comermos dentro da casinha. Nem vai ter lugar para estacionar o motorhome...”

Eis que...encontramos uma vaga enormeee BEM na frente do restaurante! 737 Bridgeway Hamburgers.

Já estava anoitecendo e a chuva não parava, precisávamos fazer esgoto e abastecer de água. Fomos até um camping que tínhamos reserva para o dia seguinte e decidimos pernoitar lá, para ter mais tranquilidade com a água. Não estava a fim de tomar mais um banho a seco hahahahahha...

Camping: Marin Park 2140 Redwood Highway Greenbrae. 

Pagamos pelo pernoite U$ 106.

Pedro e Samuel fizeram as conexões na chuva (perrengue) e depois percebemos que estava vazando água pela clarabóia que ficava em cima da minha cama (perrengaço)!

Ligamos para o Francisco, que orientou ligar para a Cruise America. Complicado falar e entender em inglês (perrengue). 

Como já era noite, a atendente falou que não tinha o que fazer. Orientou irmos num Walmart e comprarmos alguma coisa para tentar conter o vazamento, e que no dia seguinte me ligaria para passar orientações de onde levar o motorhome para consertar. Good night, bye bye!

Quase tive um troço! Liguei novamente e o Francisco nos acalmou e deu a dica de dormirmos nas outras camas e comprar uma fita que veda água. Enquanto falávamos com o “santo” do Francisco, Samuel já entrou no Google, descobriu onde vendia a tal fita e foi com Pedro de Uber. 

Fiquei sozinha no motorhome, tirei a roupa de cama, estendi toalhas para tentar conter a água que escorria pelo colchão, sequei o chão, olhei em volta...a chuva não dava trégua, caia água por todos os cantos da clarabóia...

Me deu um ataque de riso como poucos na minha vida...abri um vinho e comecei a fazer o jantar. Arroz piaff com camarão. Ficou delicioso!

Os boys voltaram e a chuva não parava. A fita não grudou...

Cama cheia de toalhas e bora comer e beber...

Tudo fudido...fudido e meio...vamos curtir!

Depois das 11hs da noite, depois de algumas garrafas de vinho, muitos camarões, morango com chantilly e chocolates da Lindt, finalmente parou de chover, e eu com meu jeitinho consegui grudar a fita em volta de toda a clarabóia. 

Ufa! Trouxemos cordinha de varal do Brasil, e fizemos um super blaster varal dentro do motorhome para secar as toalhas. Ficou um luxo só!

Dormi com Pedro na cama de cima e Samuel na cama que fica no lugar da mesa desmontada - achamos melhor não arriscar e dormimos nos lugares secos. 

Resumo do dia: perregue acontece mesmo, e para isso temos vinho! Tim-tim!



30/12/2019 - dia 7

Depois da tempestade vem a bonança...literalmente foi o que aconteceu!

Acordamos cedinho no Marin Park. Céu azul sem NENHUMA nuvem!

Olhamos a previsão do tempo, não tinha mais previsão de chuva até o final da nossa viagem de motorhome pela Califórnia. Decidimos arriscar e não perdermos tempo levando o motorhome para arrumar.... 

Lavei MUITAS roupas na lavanderia do camping, dei uma limpada na casinha, tomamos café e fomos para São Francisco. 

Dia de conhecer São Francisco! 

Deixamos nossa casinha na 35, Marina Green Drive - estacionamento grátis e que pode ficar o dia todo, só não pode pernoitar. Fica na Marina de São Francisco, em frente a Alcatraz, e com vista para a Golden Gate Bridge. 

Dá-lhe bater perna!!! 

Fomos andando até Fisherman’s Wharf e pegamos o Cable Car linha Powell and Market - super legal subir as ladeiras pendurada no bondinho...igual nos filmes!

Descemos em Chinatown e Pedro queria conhecer uma loja de instrumentos musicais. Ele colocou no mapa do celular e fomos andando até a loja...toca subir e descer as ladeiras de SFO observando as casinhas e predinhos em estilo vitoriano. Lindo, lindo! 

Pedro se realizou tocando e experimentando várias guitarras que sempre sonhou...adolescente feliz, pronto!

Pegamos um Uber e o motorista era árabe e tinha um AK47 em miniatura pendurado no retrovisor - eu e Pedro apavorados e Samuel sem noção, passa a mão na minuatura e dá risada... 

Fomos para o Pier 39. Famintos! Almoço/janta no Restaurante Crab House, numa mesa ao lado de uma janelona que dava para assistir o sol se pôr na Bay Bridge e depois a cidade ir aos poucos se iluminando! Um camarão e uma olhadinha na ponte, uma perninha de caranguejo e mais uma espiada...

Passeamos pelo Pier 39 olhando as lojinhas e voltamos a pé até a Marina para pegar o motorhome.

Mortos com farofa!

Dormimos novamente no camping da noite anterior - Marin Park 2140 Redwood Highway Greenbrae. 

Para essa noite já tínhamos reserva feita no Brasil e pagamos U$ 136.

Decidi usar o banheiro do camping. Tenho que confessar que sou meio fresca e estava super receosa em usar um banheiro comunitário, mas fui surpreendida positivamente: banheiro limpo, grande e com chuveiro melhor que o do Hotel Sheraton que ficamos em Los Angeles. 

Sobre São Francisco, veja também: 


31/12/2019 - dia 8

Acordamos cedinho e nos despedimos do camping. Bora São Francisco!

No Brasil, comprei 1 dia de GO CARD SFO, com direito a várias atrações. Usamos o ônibus hop on, hop off, Madame Tussauds, San Francisco Dungeon e Aquarium of the Bay, mas há muitas outras atrações que não conseguimos fazer em um único dia! 

Deixamos o motorhome novamente na 35 Marina Green Drive.

Desta vez, pegamos um Uber até Fisherman’s Wharf. 

Pegamos o ônibus de 2 andares hop on, hop off - a parada 1 sai de lá. Tem áudio em português, explicando um pouco sobre a história da cidade, acontecimentos importantes, histórias e costumes dos bairros e outras curiosidades, adorei! 

Descemos na parada da Union Square, em frente a Macy’s - árvore de natal enorme e linda, pista de patinação no gelo (tem coisa mais Natal nos EUA do que isso?). 

Voltamos ao ônibus e descemos em Alamo Square e fomos caminhando até o parque para ver as casinhas em estilo vitoriano - Painted Ladies - lugar envolto em uma nuvem de maconha kkkkkk. Muitos turistas e também muita gente doida. Fazia mais ou menos 7, 8 graus e tinha um cara deitado na grama tomando sol vestindo SÓ um tapa-sexo, LITERALMENTE...

Voltamos pro ônibus e descemos no ponto para a Lombard Street. Quase morri! O ônibus deixa a gente longe da Lombard St. Subimos uma ladeira que, se não tinha 90 graus, tinha 88, - era quase uma parede.

Rua lotada de turistas indianos e asiáticos.

Voltamos para o Pier 39 - fizemos todo o percurso do ônibus, deu pra ter uma boa noção do que é SFO. 

Fomos no Aquário, no Museu de Cera Madame Tussauds e numa atração que fica ao lado do museu, chamada Dungeon - uma história meio de terror que você participa. Demos muita risada!!! Pedro se divertiu muito nessas atrações!

Jantamos camarão e batatas-fritas num restaurante nessa região, pegamos nossa casinha e fomos para o Vista Point.

2020 chegou! Nossa casinha coladinha na Golden Gate Bridge! 

Um pouco antes da meia-noite saímos e nos misturamos à muvuca - famílias com crianças pequenas e idosos, casais, turistas, jovens maconheiros, outros enchendo a cara - olhando ao longe São Francisco e a Bay Bridge, onde estouravam fogos (fraquinhos quando comparamos com o Brasil). 

Estávamos encapotados, de chinelo e meia (afinal, estávamos em casa), brindando com vinho em garrafa de plástico e Coca-cola (Pedro só tem 16 anos e nós não liberamos ainda bebidas alcóolicas). 

Após a queima de fogos, voltamos para nossa casinha, onde passamos a primeira noite do novo ano num free camping!

Desejo a todos nós que no ano novo tenhamos coragem para viver o novo, quebrarmos paradigmas, encararmos desafios e acreditarmos que no final TUDO DÁ CERTO!









01/01/2019 - dia 9

Happy New Year!! Família unida para sempre!

Acordamos mais tarde que o habitual, e nos despedimos de SFO com a Golden Gate Bridge meio encoberta pela névoa - como deve ser!

Amei São Francisco - cidade linda, limpa, acolhe e não discrimina gays, imigrantes e turistas. História linda! Foi lá o início do movimento hippie. Região que mudou completamente nosso jeito de ver e viver o mundo moderno.

Início da tão esperada Highway 1.

Paramos em Half Moon Bay - praia de surfistas que, por causa do tempo nublado, não estava muito cheia.

Depois fomos até Pigeon Point Lighthouse - vista linda! O diferente deste farol é que, ao lado, tem um albergue da juventude e é rota migratória das baleias entre os meses de março e maio.

Fizemos esgotamento sanitário numa dump station gratuita (1200 Veterans Drive, Monterey). 

Dormimos grátis no estacionamento do Walmart - 150 Beach Road, Marina. 

Fiz comidinha e ficamos jogando Uno e curtindo nossa casinha. Sempre fomos muito próximos. Pedro sempre contou de TUDO para mim e Samuel. Sempre ouvimos e acolhemos...aconselhamos ao invés de recriminar e punir, mas, especialmente nessa viagem, nossa família ficou MUITO unida! 

Cada um de nós tinha uma função, e a organização veio meio que espontaneamente...vivemos momentos de muita união e harmonia, que desejo, do fundo do coração, que todas as mães de adolescentes vivam!


02/01/2020 - dia 10

Acordamos cedo no estacionamento do Walmart e, durante o café da manhã e arrumação das coisas, um alemão que dormiu num motorhome ao lado do nosso veio perguntar se queríamos algumas comidas dele que sobraram, pois seria seu último dia de viagem. 

Família natureba e light - aveia, macarrão integral, arroz integral, bolachinhas de arroz, água, sal e pimenta. Claro que aceitamos e agradecemos muito. Um fofo, mas iria se espantar ao abrir meu armário e ver o tanto de vinho, chocolate e salgadinhos...

Fomos conhecer Monterey - uma antiga colônia de pescadores de sardinha, que hoje se transformou numa cidade charmosa! 

Primeiro fomos ao famoso aquário: sensacional! Vale super a pena! 




Almoçamos hamburguer do Jonny Rockets dentro do motorhome (o restaurante estava lotado e com uma mega fila de espera...como minha casa estava na frente, fiz um delivery!) e fomos conhecer a 17-Mile Drive Pacific Grove Gate

É uma rota cênica entre Monterey e Carmel. Paga-se U$ 10,50 para entrar e vale cada centavo! Paisagens de tirar o fôlego! Até me emocionei! 2019 foi um ano difícil para minha família e nos piores momentos só pensava e me apegava na viagem, pensando que tudo iria passar! E passou!!!! 

Viver aqueles momentos de união entre nós 3, naqueles lugares paradisíacos que sempre sonhamos! Foi a GLÓRIA!

Final da tarde chegamos em Carmel - cidade chiquetosa, lojas sofisticadas, gente bonita. 


Fomos logo para a praia assistir o pôr do sol (AMO e COLECIONO pôr do sol). Ficamos sentados num tronco de árvore e sentaram, ao nosso lado, uma família de americanos de Utah, muito simpáticos. A filha regia um coral de músicas em espanhol e me contou que fez uma apresentação no final do ano para mais de 5 mil pessoas, e uma das músicas que cantaram foi "Garota de Ipanema" - e aí rolou um 'magic moment': nós duas, no pôr do sol na praia em Carmel, cantando "Garota de Ipanema"!

Nem nos meus melhores sonhos seria tão perfeito!

Pernoitamos num camping muito fofo chamado Saddle Mountain RV Park - 27625 Schulte Road Carmel By The Sea. Pagamos U$ 75 sem reserva! Sorte! 

Tomei banho no banheiro comunitário: limpíssimo, mas o chuveiro do camping de SFO era melhor. 

Ficamos numa área comum do camping em volta de um fogareiro tomando vinho, batendo papo e ouvindo músicas da Rita Lee...

“Perto do fogo, como faziam os hippies, perto do fogo, como na idade média. Quero queimar minha erva, eu quero estar perto do fogo...”

Delícia de dia! Viva a música brasileira, que nos embalou no pôr do sol e na fogueira do camping em Carmel!








03/01/2020 - dia 11

Sonho realizado! Conhecer a Big Sur!

Dia de sol e céu azul praticamente sem nuvens. Fizemos o percurso de Carmel a San Luis Obispo.

Fomos conhecer a famosa Big Sur que, pra mim, foi o ponto alto da viagem! 

Penhascos com o mar verde-azulado lá embaixo e as ondas batendo com força nas pedras fazendo a maior espumarada. Às vezes aparecia uma névoa sobre o mar que deixava a vista ainda mais linda! 

Pedras pontiagudas enormes parecem emergir do mar.

Florzinhas silvestres e até lavanda, menta e alecrim nos pontos que parávamos para tirar fotos. Montanhas com o gado pastando e o mar ao lado. Florestas de ciprestes enormes, troncos super grossos (nunca tinha visto assim) e o mar ao lado com as ondas batendo forte nas pedras. 

Dependendo da posição que estávamos, o sol refletia no mar e deixava a água dourada. Conforme nos aproximamos do Parque Júlia Pffeifer, começaram a surgir plátanos com folhas amareladas e avermelhadas e um riozinho que vai serpenteando junto à estrada...não tem como ficar mais bonito...

Andando mais um pouco e 25374849 fotos depois, chegamos nas McWay Falls, uma cachoeira enorme que despenca no mar! Sensacional!

O trecho entre a cachoeira e San Luis Obispo é de uma serra com milhões de curvas super fechadas. Pedro adorou! Falou que estava numa montanha-russa!

Fiquei tão emocionada e extasiada com o que vi na Big Sur que me deu um sono...uma falta de energia, que fui dormir e Pedro assumiu o posto de co-piloto até San Luis Obispo. Soninho rejuvenescedor! Acordei ótima!

Achamos uma vaga com parquímetro no centro de San Luis, e colocamos moedas para 2 horas de estacionamento. 

Fomos na rua das lojas. Na Ross comprei roupas para o Pedro e meus sobrinhos adolescentes, um chinelo pro Samuel. Estava a maior fila para pagar e, como tínhamos pouco tempo, Samuel e Pedro foram para uma pizzaria ali perto para já pedir e agilizar. Na hora de pagar, a atendente me disse que não tinha sacola para colocar as compras...mico da viagem: fui andando pela rua com as roupas e o chinelo na mão. Ainda parei na Victoria Secrets para comprar creme. Hilário como todos me olhavam!

Almoço na pizzaria Woodstock no centro de San Luis Obispo.

Dormimos num camping em Solvang: Flyin Flags (180 Avenue of the Flags Buellton, CA 93427). Sem reserva por U$ 60. Área comum com lareira ao ar livre e filme no telão, aproveitamos a lavanderia e lavamos roupa. Banheiro ótimo com chuveiro excelente! 

No camping tinha uma adega e compramos um vinho de mais ou menos U$10 MA-RA-VI-LHO-SO! Arrependimento mostro de não ter comprado mais para trazer! Jantamos arroz temperado e congelado do Walmart com coxinhas de frango mega apimentadas e salada caesar.

À noite, dentro da nossa casinha, ouvimos músicas, jogamos Uno e demos muita risada! Juntos, cúmplices e UNIDOS! Cuidamos das roupas na lavanderia, dobramos, guardamos, organizamos...tudo junto e misturado!

04/01/2020 - dia 12

Fomos conhecer Solvang, uma gracinha de cidade! 

Nem parecia que estávamos nos EUA! Me senti na Europa! Compramos ímã pro quadro de recordação que faremos, passeamos sem pressa entre as casinhas e lojas de estilo dinamarquês e depois fomos para Santa Barbara. Estrada linda com ciprestes dos 2 lados.

Santa Barbara é linda! 

A cidade que mais gostei!!! Igrejas da época da colonização espanhola, orla cheia de palmeiras, pier super charmoso, casas maravilhosas em estilo espanhol, lojas lindas, avenidas largas e arborizadas, gente bonita! 

Em volta da cidade tem montanhas que ficam lindas vistas da praia. 

Almoçamos no Pier de Santa Barbara num restaurante ótimo - Shellfish Company - com um garçom lindo (não contem pro Samuel!). Comi macarrão com lagosta, Samuel um prato com frutos do mar e Pedro macarrão com camarão. Da janela do restaurante, ficávamos vendo a farra das gaivotas nos telhados.

Vimos o pôr do sol em Santa Barbara! Apaixonada de verdade por essa cidade! Uma super vibe!

Passamos pelo Outlet em Camarillo, mas, com o dólar nessas alturas, não deu coragem de fazer muitas compras e, pra falar a verdade, atualmente a minha vibe é outra - viver mais e acumular menos!

Dormimos num camping em Malibu: Leo Carrillo State Park 35000 W. Pacific Coast Highway Malibu 90265 (U$ 45). Não tínhamos reserva, sorte novamente! 

Nesse camping, na nossa vaga, não tínhamos ligação de água, energia e esgoto. Se quisesse ter energia, o valor era U$ 60. Para abastecer de água e fazer esgotamento, tinha que levar o motorhome numa estação dentro do próprio camping.

Noite de curtir a família dentro da casinha e nanar feliz!




05/01/2020 - dia 13

De manhã conhecemos Malibu, mas não tinha lugar para estacionar o motorhome. Samuel ficou me esperando num lugar onde era proibido estacionar e eu desci para fotografar o pier e comprar o ímã para o nosso quadro. Lugar chique no último! Só gente bonita! Uma beleza! Casas nas montanhas de cair o queixo! Literalmente é onde os ricos e famosos se encontram!


Passamos por Santa Monica, mas nem paramos lá, pois já conhecíamos.

Paramos em Venice Beach, como diz o Pedro: "Praia da Maconha". 

Andamos no calçadão - cheio de turistas, ciclistas, patinadores e skatistas e também gente “estranha”. Juntando tudo, virava a música do Renato Russo “festa estranha, com gente esquisita”. 

No mar surfistas, lembrando a música do Lulu Santos “viver a vida sobre as ondas”. Nos animamos e tiramos o sapato para andar na areia - uma faixa enorme até o mar. Colocamos o pé nas águas do Oceano Pacífico: gelada igual água de degelo! 

Em Venice, deixamos o motorhome numa rua paralela à praia e, sem querer, passamos por um quarteirão com muitos drogados acampados, dormindo na rua. Parecia a cracolândia de São Paulo! Deprimente! Triste! Deu medo, mas os pais encararam para dar um choque de realidade no filho adolescente! Bom ver o outro lado das drogas...

Depois de Venice Beach, passamos por Marina Del Rey, Manhatan Beach - casas super charmosas e bonitas! Praia chique, mas não tirei fotos, pois deu pau no meu celular. Um dia quero voltar com calma em Manhatan Beach.

Chegamos em Long Beach no final da tarde. Cidade grande, prédios altos e modernos. Fomos até a orla, num lugar chamado Shoreline Village, uma espécie de pier, lindinho, super charmoso, com muitos restaurantes e lojinhas e um parque com gramado, palmeiras e um farol. 

Desse lugar vimos a Marina, e lá está atracado o Queen Mary, um transatlântico construído em 1937, que fez mais de mil travessias do Oceano Atlântico, entre Europa e EUA. 

O Queen Mary parou de funcionar como navio transatlântico em 1967 e está atualmente aberto à visitação, mas não fomos conhecer. 

Ali perto fica o Outlet The Pike, todo iluminado, com uma roda-gigante. Não fomos em nenhuma loja, mas almoçamos/jantamos no Outback (a costelinha barbecue no Brasil é mais gostosa). 

Assistimos o por do sol em Shoreline Village. Lindo de morrer!

Fomos dormir no Camping KOA em San Diego - tínhamos reservado no Brasil e pagamos U$ 88: 111 North 2nd Avenue Chula Vista, CA 91910. 

Leia mais: 


06/01/2020 - dia 14

Dia de parque! Pedro e Samuel preparados e ansiosos pelas montanhas-russas do Sea World!

Ao acordar no camping KOA de San Diego, pudemos ver melhor a imensidão do lugar!

Cheio de motorhomes de todos os tamanhos e tipos. Tem também lugar para montar barracas e uma ala com chalés de madeira. Piscina, quadras. O camping é tão grande que os funcionários se locomovem em carrinhos elétricos e há bicicletas para serem alugadas pelos hóspedes.

Tomamos café no motorhome e preparei lanches para levar pro parque (mesmo esquema que faço em Orlando).

Dia do Pedro gastar adrenalina nas montanhas-russas! O parque estava SUPER vazio! Zero filas! Pedro e Samuel foram 5 vezes na Eletric Eel...loucura! Estou me soltando nas 'rides', mas ainda tenho muito medo! Dessa vez me superei: fui 2 vezes na Manta! 

O parque Sea World de San Diego é menor que o de Orlando, e achei meio fedido a peixe.

A área das belugas e das morsas (imensas! colossais!) é interessante, mas confesso que me senti mal em ver aqueles animais enormes presos em tanques.

Veja também:


Saindo do parque, fomos ao Fiesta de Reyes (2754 Calhoun St) - um complexo de lojas de artigos típicos mexicanos, um restaurante com pátio ao ar livre e apresentação de shows de dança e músicas típicas do México. Adoro artesanato e fiquei louca nas lojinhas!

Samuel tinha programado para passarmos a noite numa estação de esgotamento grátis, onde ficam caminhoneiros e outros motorhomes, bem pertinho do Sea World - S Shores Park Drive, San Diego, 92109.

Chegamos, fizemos o esgotamento, abastecemos de água o motorhome e estacionamos. Havia carros, RVs e caminhões. Fiz o jantar - precisava acabar com as comidas estocadas, pois a viagem estava acabando. Nesta noite, fiz camarão com arroz temperado e congelado. Ficou bom demais. Sobremesa: morango com chantilly.

Um vinho aqui, uma musiquinha ali, muitas risadas...jantamos e, de repente, olhamos para fora e não tinha mais nenhum veículo no estacionamento!

Oi?! Ué?! Cadê todo mundo?

Pedro olha pra fora e, todo preocupado, solta a pérola da viagem:

"Gente, esse lugar foi indicado pela Claudia, né?!"

Eu respondo:

"Não. Foi seu pai quem achou."

Ele completa:

"Agora fudeu! Se a Claudia não indicou, deve ser furada!"

😅😅😅😅

Eram 23h30min e decidimos procurar um camping para pernoitar. Fomos até o Santa Fé RV Park (5707 Santa Fé St, San Diego) e já estava fechado.

Samuel e Pedro super preocupados e eu levinha, levinha com minhas taças de vinho!

Acabamos pernoitando num estacionamento do supermercado Food 4 Less - 4840 Shawline St, San Diego - onde haviam outros RVs estacionados. 

Lição do dia: mesmo com tudo planejado, às vezes temos que ter um plano B, ou C, ou até mesmo o plano D...





07/01/2020 - dia 15

Acordamos mais tarde no estacionamento do supermercado. Compras no Walmart, que ficava na frente desse estacionamento, e fomos conhecer La Jolla

Fiquei meio frustrada por não ter conseguido ver as focas e leões marinhos, mas, graças à tecnologia, minha irmã, que mora em Cravinhos (cidade minúscula perto de Ribeirão Preto - SP), passeou conosco pela praia! Viva as chamadas em vídeo do WhatsApp!


Almoçamos no Red Lobster...estava com muita saudade! Amo aquele pãozinho que vem de entrada!

Na saída, paramos na Ross para comprar chocolates para presentear os parentes. Sem querer descobrimos um chocolate maravilhoso, que só encontramos na Ross. Foi a minha perdição durante a viagem!

San Diego é uma cidade grande, limpa, bonita! Não vi tantos indianos e chineses como em São Francisco. Mansões enormes e casas super bonitas rodeadas de palmeiras nas colinas dão um charme especial à cidade.

A viagem para Los Angeles foi cansativa. Trânsito pesado em LA até chegar ao camping. Da entrada da cidade até o camping pela autoestrada foram 60Km!

Decidimos ficar num camping perto do parque da Universal (seria o programa do dia seguinte), para economizar tempo: Hollywood RV Park - 7740 Balboa Boulevard, Van Nuys. Pagamos U$ 70.

Chegamos sem reservas, super cansados do trânsito, e o zelador nos recebeu super bem! Um fofo! Tinha vaga, sorte master! Ele ajudou o Samuel a manobrar a casinha e ainda fez a ligação da energia!

Camping grande, super transado! Aqui se hospedaram os atores durante as filmagens do filme Jurassic Park. Ao lado do camping fica o estúdio de gravação do programa Hells Kitchen, do Gordon Ramsey. Chique, né?

Banheiro individual. Limpo e com chuveiro ótimo! Você recebe a chave, entra, usa e, no check-out, devolve.

O Pedro estava pedindo para comer no In 'N Out desde que chegamos. Esse menino só pensa em hamburguer! Samuel foi até lá de Uber para fazer a vontade do filho (não basta ser pai). 

Comecei a organizar as malas (a viagem já estava na reta final), tomei banho e fui dormir! Morta!

08/01/2020 - dia 16

Dia de parque da Universal

O parque de Los Angeles é bem menor que o de Orlando, e estava vazio. A área do Harry Potter é idêntica à de Orlando, mas só tem o simulador do castelo e a 'ride' do Hagrid. 

Ficamos frustados, pois o brinquedo do Jurassic Park estava fechado. Dia de superação total: fui 5 vezes na 'ride' da Múmia!

O parque tem “2 andares”, ligados por escadas rolantes enormes. Da parte de cima, tem-se uma vista super bonita de LA. O pôr do sol foi lindo e vimos a lua nascer. Já estávamos quase na lua cheia! Quando iniciamos nossa viagem, a lua estava fininha, fininha...

Jantamos no Bubba Gump que fica no CityWalk. Amo esse restaurante, e novamente comi Shrimp New Orleans.

Viagem acabando e começamos a fazer o balanço: coincidentemente nosso primeiro jantar também foi no Bubba Gump, mas no Pier de Santa Monica. 

Dormimos no camping Golden Shore RV Resort - 101 Golden Shore - Lon Beach, CA 90802. Não tínhamos reserva e tinha lugar! Sorte novamente! Pagamos U$ 69.

Camping com esgoto, água e energia ao lado do motorhome. Banheiro com senha - limpo, mas o chuveiro era mais ou menos.

Escolhemos esse camping por ficar perto da locadora do motorhome. Teríamos que devolver o veículo no dia seguinte de manhã, e não queríamos cruzar Los Angeles com o trânsito infernal de costume.

Hora de terminar de arrumar as malas e adivinha: não coube! Novamente terei que comprar malas. Trouxemos muitas roupas que nem usamos, erramos a mão feio! Além disso, comprei vinho, chocolates da Ross, algumas roupas para o Pedro e só.







09/01/2020 - dia 17

Acordamos cedo e fomos para o Walmart onde fizemos o nosso primeiro free camping, que ficava perto da locadora do motorhome - 2770 E Carson St, Lakewood. Compramos uma mala e sanduíches prontos para o café da manhã.

Depois do café, terminei as malas e limpei o motorhome. Bateu a maior nostalgia-alegria-orgulho...um monte de sentimentos misturados. Terminamos a viagem no mesmo estacionamento de Walmart onde começamos.

Nesses 15 dias viajando de motorhome pela Califórnia tantas coisas legais aconteceram. Tantos lugares e experiências incríveis. Foi tudo tão perfeito! Até os perrengues foram perfeitos!

Pai, mãe e filho adolescente unidos, formando um time! Todos se ajudando e participando de tudo! Foi muito TOP!

Fomos devolver nossa casinha com um aperto no coração.

Na locadora me senti no Brasil: 2 famílias brasileiras também devolvendo motorhomes e mais 3 pegando - todos brasileiros!

Imagina se não viramos todos “amigos de infância”, né?! Fizemos a maior bagunça, risadas, falando alto, partilhando dicas e informações com os “novatos”!

Dei água, mantimentos que sobraram e travesseiros para o pessoal que sairia de viagem.

A devolução foi muito tranquila. A moça que recebeu o motorhome olhou a quilometragem (passaram 47 milhas do que contratei, e ela não cobrou nada a mais). 

Contei sobre o vazamento de água na clarabóia, apresentei a nota da fita que usamos para vedar e o custo com o Uber para a compra da fita e imediatamente ela fez o reembolso no meu cartão. Pediu desculpas pelo transtorno e me reembolsou também em uma diária. Esse reembolso foi creditado na hora no meu cartão de crédito! Adorei!

Não olhou os níveis de água e esgoto, e nem de combustível, mas eu deixei exatamente como peguei.

Não contratei o kit cozinha, mas veio no motorhome. Ao devolver, falei isso, e ela também não cobrou. 

Demoramos bastante na devolução, pois haviam vários motorhomes fazendo a devolução também e ficamos batendo papo com a brasileirada. Como tínhamos tempo até o voo, relaxamos e curtimos.

Um Uber nos levou até o Aeroporto de Los Angeles. Almoçamos hambuguer (a pedido do Pedro, affff...) no aeroporto e ficamos passeando pelas lojinhas para fazer hora. 

O nosso voo era LAX 18h26 - MEX 00h10. Duração do voo 3h44min.

Conexão de 9hs na Cidade do México. Dormimos no Hilton Mexico City Airport, hotel que fica situado dentro do aeroporto. Cama e banheiro bom! Delícia ter mordomia novamente!

Voo MEX 9h15 - GRU 22h15.

Foi de longe a melhor viagem da vida! Perfeito comemorar 50 anos dessa forma!














Número$$$$ da viagem de motorhome pela Califórnia

HOTEL MÉXICO - R$ 636,82 - Hilton Mexico City Airport

PASSAGENS AÉREAS + HOTEL LAX - R$ 11.747,55 - Sheraton Gateway Los Angeles Airport

ALUGUEL RV CRUISE AMERICA C25 - R$ 3.647,52

GASTOS COM CAMPING E DUMP STATION - U$ 659

SEGURO SAÚDE - R$ 1.483,44 - OMINT SEGUROS

ALUGUEL CARRO EM LAX (2 diárias) - R$ 871,00 - MINI VAN

GASTOS COM COMBUSTÍVEL - U$ 500

GASTOS COM PROPANO - U$ 28

DISTÂNCIA PERCORRIDA - 2480Km


15 coisas que eu gostaria de ter sabido sobre o motorhome antes da viagem

1) Dá para lavar o cabelo no chuveiro do RV?

Nunca lavei. Acho que não daria certo, pois gastaria muita água. Só lavei nos banheiros dos campings.

Pitaco da Claudia, de metida no post da Ana Cris: nas nossas viagens, quase nunca ficamos em campings, então eu só tenho que lavar meu cabelo no chuveiro do RV, e sempre deu certo - acho que sou "econômica" nos banhos! Sempre tomamos 3 banhos, lavando 3 cabeças, e a água nunca nos deixou na mão!

2) Dá para usar secador de cabelo?

Sim! Numa boa! Fiz até escova! Quando estávamos no camping, conectava o RV na energia do camping, e quando fazíamos free camping, usava o gerador.

3) Dá para tomar um banho relaxante e demorado?

Nunquinha! Nem pensar! Banho tem que ser rápido, fechando o chuveiro enquanto se ensaboa.

4) A água do chuveiro é quente?

Sim! Super quente! Do chuveiro, da pia do banheiro e da cozinha também, mas tem um limite de água quente. Um dia arrumei a cozinha com água quente e depois fui tomar banho - quando meu filho entrou no banho, logo depois, a água quente acabou...tadinho! Tinha que ter esperado um pouco para a água aquecer de novo. 

5) Que tamanho de lençol levar para as camas?

A cama que fica ao lado do banheiro pode ser lençol de casal padrão. Na cama de casal que fica em cima da cabine do motorista, melhor usar lençol king size. 

Pitaco da Claudia: sempre usamos lençol com elástico, para não ficar saindo!

6) Os colchões são bons?

Sim! Nada a reclamar!

7) A geladeira funciona bem? Como armazenar os alimentos?

Geladeira ótima! Gela super bem e o freezer também é bom. Comprei uma caixinha com 6 ovos e coloquei na gaveta de legumes “calçada” por 2 pés de alface. Quando fui usar, 4 ovos haviam quebrado. Tem que ter cuidado ao abrir a geladeira, pois às vezes podem cair garrafas e potes que se deslocaram.

8) O aquecimento interno funciona bem?

Na primeira noite sofremos, pois não sabíamos regular o aquecedor. Nas outras noites, pegamos o jeito e ficou super confortável. Deixávamos a calefação ligada a noite toda, e nunca tivemos problema. Faz barulho, mas depois a gente acostuma. Ao longo da noite, ele desliga e liga automaticamente e, às vezes, a gente acorda com o barulho, mas isso não nos atrapalhou em nada.


9) Níveis de água e esgoto?

São controlados por um marcador, mas acho que o marcador do meu motorhome era meio louco...os níveis baixavam muito rápido! No final da viagem, já não acreditávamos muito neles, e nunca ficamos sem água.

Veja aqui um tour do motorhome

10) É difícil liberar o esgoto? 

Isso se chama DUMP, e é super simples, sem sujeira, sem cheiro. Tudo super explicadinho no vídeo que somos obrigados a assistir antes dar pegar o RV na locadora. A maioria dos esgotamentos sanitários foram feitos pelo meu filho de 16 anos.

Veja aqui um vídeo explicando direitinho como fazer! 


11) Barulhos?

O motorhome tem motor de caminhão, então por si só já faz mais barulho do que um carro. Estranhamos muito a barulheira logo que saímos da locadora - talheres soltos na gaveta, cabides batendo dentro do armário, grelha solta do fogão - era uma sinfonia. 

Coloquei uma toalha de rosto na gaveta dos talheres para abafar o barulho. Com as roupas no armário, os cabides pararam de bater. A grelha do fogão batia mesmo e não tinha o que fazer e, no final, nos acostumamos com a barulheira. 

Levei um pen drive com músicas que gravei para ouvir na viagem e não consegui usar, pois no rádio não tinha entrada USB. À noite, ouvíamos música no celular.

12) Como carregar aparelhos?

Compramos aqui no Brasil (R$ 15,00 no Mercado Livre) um carregador que entra na tomada veicular e tem 3 saídas de USB e carregava os celulares e carregadores portáteis de celulares com o carro em movimento. 

Compramos também aqui no Brasil um inversor de eletricidade entrada de 12v e saída 110v (R$ 60,00 no Mercado Livre) e usamos para carregar o computador e os celulares durante a noite, com o carro desligado. 

Levamos uma extensão com filtro com 4 tomadas, pois no inversor só tem uma tomada. Levamos o computador e usamos muito pouco! Da próxima vez, não levaremos.



13) Segurança?

Li relatos de furtos em camping, então sempre que saíamos trancávamos e verificávamos todas as portas e janelas (mesmo que fosse somente para ir até o banheiro do camping). 

Ao parar na rua e em estacionamentos, deixávamos sempre todas as cortinas fechadas, para que os de fora não vissem o interior do motorhome. No estacionamento do Outlet em Camarillo, deixamos uma luz acesa dentro do RV, enquanto fazíamos compras. Fiquei encanada com umas pessoas estranhas e resolvi me precaver. 

O dinheiro andava sempre conosco na doleira. 

14) Dá para cozinhar?

Sim! Fiz arroz, massa, ovo, camarão e tortilhas usando o fogão. Usamos também o microondas para comidas congeladas. Fizemos uma super economia com alimentação.

Viagem de motorhome pela Califórnia
viagem de motorhome pela Califórnia
15) Limpeza?

Usando paninhos com detergente e panos de chão com detergente e uma espuma para a privada, que comprei na Dollar Tree. 

Também comprei um rodo no Walmart. Super tranquilo! Sem estresse, pois estava de férias!

Sobre viagens de motorhome pela Califórnia, leia

Sobre a Califórnia, veja também


Há alguns anos, nós fizemos um roteiro de 18 dias pela Califórnia, veja nossos posts aqui:



Não esqueça de curtir a nossa fan page no Facebook e de nos seguir no Instagram para acompanhar nossas aventuras!

Assista todos os nossos mini vídeos neste link do Facebook, e os vídeos completos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

3 comentários:

  1. Clau, tem o roteiro no google Mpas desta viagem da Ana Cristina? estou montando nosso roteiro estudando as viagens de voces!!!! beijos obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ela não salvou, não deu print do Google Maps, Lu :(
      Vou perguntar!

      Excluir
    2. vou fazer um rascunho. Alias amei sua dica do maps. Estou fazendo por ele. depois te mando e te marco bjus

      Excluir