Menu

Sapecada de pinhão na grimpa: experiência autêntica nas Serras Gaúcha e Catarinense

O que é a sapecada de pinhão na grimpa e onde experimentar essa delícia típica das Serras Gaúcha e Catarinense.

sapecada de pinhão na grimpa

O que é a sapecada de pinhão na grimpa e onde experimentar essa delícia.
Sapeco de pinhão na grimpa, quem já experimentou?

No mês passado, conheci mais uma tradição do povo da Serra Gaúcha, herança dos tropeiros, que eu ainda não conhecia, mas muito já tinha ouvido falar: a sapecada de pinhão na grimpa, uma das formas mais tradicionais de se preparar o pinhão, semente que é colhida de abril a meados de julho.

sapecada de pinhão na grimpa
sapecada de pinhão na grimpa

sapecada de pinhão na grimpa
cascas de pinhões

Sapecada de pinhão na grimpa

O pinhão é a semente da araucária, parte comestível da pinha. Nativo da região sul do país, o pinhão era muito consumido incialmente pelos indígenas, e depois pelos tropeiros que por aqui passavam nos séculos 17 e 18. 

Sou apaixonada pelas araucárias (vocês já devem ter visto muitas fotos de araucárias publicadas nas nossas redes sociais e aqui no blog), assim como pelos baobabs - pra mim, são as árvores mais lindas que existem!

sapecada de pinhão na grimpa
araucária em São José dos Ausentes

sapecada de pinhão na grimpa

No sapeco de pinhão, os pinhões são assados no próprio espinho da araucária, enquanto o povo fica ao redor da fogueira se aquecendo - no nosso caso, depois de um dia inteiro de trilha com o pessoal da Indiada Buena num domingo gelado em Bento Gonçalves, foi providencial! 

Só faltou o vinho para acompanhar!

Sobre uma pilha enorme de grimpas (galho seco do pinheiro), eles colocaram bastante pinhões (uns 2 quilos), e então acenderam a fogueira - e o tempo de cozimento do pinhão é justamente o tempo que leva para a grimpa queimar - acredita!? 

A natureza é perfeita ou não é?

sapecada de pinhão na grimpa
no sapeco de pinhão, os pinhões são assados no próprio espinho da araucária

sapecada de pinhão na grimpa
os pinhões são colocados sobre uma pilha enorme de grimpas - o galho seco do pinheiro

sapecada de pinhão na grimpa
o tempo de cozimento do pinhão é exatamente o tempo que leva para a grimpa queimar

sapecada de pinhão na grimpa
no final, é só separar as brasas e os pinhões e comer as sementes quentinhas

Quando a grimpa estiver totalmente queimada, só sobram as cascas de pinhão tostadas por fora e as sementes assadas por dentro. Aí só tem que ir separando as brasas e os pinhões para poder comer enquanto está quentinho!

Como o pinhão estava praticamente "em brasa", fiquei com medo de me queimar os dedos descascando, mas que nada! Por incrível que pareça, é super fácil descascar o pinhão, porque esfria rápido e a casca fica bem soltinha - muito mais fácil do que quando fazíamos pinhão assado na lareira, quando a gente morava lá na fronteira!

sapecada de pinhão na grimpa
as pontas dos dedos ficam pretas das cinzas, mas o sabor do pinhão fica delicioso

sapecada de pinhão na grimpa
sapeco de pinhão na grimpa

sapecada de pinhão na grimpa
fogo de chão no Hotel Casa da Montanha em Cambará do Sul

E o sabor do pinhão também fica completamente diferente!

É engraçado perceber como, dentro de um mesmo estado, os costumes são tão diferentes - na zona sul do RS, área de fronteira com o Uruguai, onde vivíamos antes, o costume era comer o pinhão assado no fogo da lareira (eu nunca achei muita graça). Já aqui na Serra Gaúcha, e também na Serra Catarinense, onde estivemos mês passado, a curtição é comer o pinhão sapecado na grimpa!

Mas vale dizer que, nas suas andanças pelos restaurantes das Serras Gaúcha e Catarinense, não faltarão oportunidades de saborear também outros pratos feitos com pinhão - veja algumas possibilidades:

sapecada de pinhão na grimpa
risoto de pinhão no Bistrô Vallontano, no Vale dos Vinhedos

sapecada de pinhão na grimpa
farofa de pinhão e bacon no Restaurante Altos da Serra em São José dos Ausentes

bombom de pinhão
bombom de pinhão em Urubici, na Serra Catarinense

Então, se você vier visitar as Serras Gaúcha ou Catarinense nessa época do ano, e tiver oportunidade de participar de uma sapecada de pinhão na grimpa, não perca essa chance - é um programa bem divertido e autêntico aqui das regiões serranas do sul do país, ricas em araucárias e pinhões!

Para ler mais:


E, para mais dicas das Serras Gaúcha e Catarinense, veja #LipeemSC, #LipenaSerra ou #LipeemBento no Instagram

Já experimentou um sapeco de pinhão na grimpa? Onde? Conta pra gente! Deixe a sua dica nos comentários!

sapecada de pinhão na grimpa
sapecada de pinhão na grimpa

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: