Sobre

Sobre

Recentes

Menu

Viagem em família a Ushuaia

Relato de viagem em família a Ushuaia, com dicas para compra de passagens aéreas baratas, hospedagem em Airbnb, aluguel de carro, passeios e roteiro
Viagem em família a Ushuaia
Viagem em família a Ushuaia

* Por Lisiane Kleinick

Relato de viagem em família a Ushuaia, com dicas para compra de passagens aéreas baratas, hospedagem em Airbnb, aluguel de carro, passeios e roteiro.

Ushuaia – um lugar que superou nossas expectativas!

Fomos eu (Lisiane), meu marido e minha filha de 7 anos.


Comprando passagens aéreas para Ushuaia

Moramos em Curitiba – PR e, ao pesquisar, descobrimos que as passagens saindo de Puerto Iguazu, na Argentina, eram muito mais baratas do que saindo do Brasil.

Para conseguir comprar com um preço bom, adquirimos as passagens pelo site Kiwi.

Elas custaram cerca de U$ 800 (na época menos de R$ 3.000,00).

A desvantagem é que não conseguimos parcelar, cobrou em 1X só, mas, comparando com o preço que pagaríamos saindo de Curitiba, valeu muito a pena, pois estavam, em média, R$ 6.000,00 nessas mesmas datas (valores para nós 3).

Viagem em família a Ushuaia

Roteiro em Ushuaia

24/08 – Saímos de Curitiba para Foz do Iguaçu para dormir lá, pois nosso voo saia no outro dia cedinho. Chegando em Foz trocamos reais por Pesos Argentinos, que estavam bem mais em conta que em Curitiba, pois é cidade de fronteira. Valeu muito a pena, economizamos uns R$ 800,00 nessa troca.

25/08 – Nosso voo para Buenos Aires era 8:20hs da manhã, e fomos com bastante antecedência, pois não sabíamos como seria exatamente.

Compramos apenas 1 mala de 23kg para despachar e levamos as outras 3 de mão (lá é 8kg a de mão).

Deixamos o carro no estacionamento do Aeroporto de Puerto Iguazu e, para nossa surpresa, a maioria das placas eram de brasileiros.

O valor do estacionamento no aeroporto é de, aproximadamente, 374 pesos argentinos por dia. Não é muito barato, pois o carro fica sem vaga coberta, mas compensa bastante pela diferença de preço no Brasil das passagens.

Nossas passagens eram pela Latam e tínhamos medo deles pedirem algum documento que comprovasse nossa moradia na Argentina, pois havia lido que era uma tarifa especial para moradores da Argentina, mas não pediram nada. Apresentamos a carteira de identidade com menos de 10 anos e foi tranquilo o embarque.

Nosso voo tinha 1 dia de parada em Buenos aires e pegamos um hotel lá para passear um pouco. Chegamos em Buenos Aires e fomos até o hotel. Como já fomos várias vezes para lá, não tínhamos nenhum passeio específico para fazer, só passeamos no centro e no porto mesmo.

26/08 – Embarcamos para Ushuaia às 4hs da manhã. Como era no Aeroparque, foi tranquilo ir cedinho. Chamamos um uber do centro, que deu em torno de 200 pesos, e chegamos próximo das 9hs da manhã em Ushuaia. Foi um voo muito tenso, muita turbulência, tempestade na hora que estávamos descendo, foi tenso mesmo (eu e vários passageiros vomitamos muito, nunca passei por nada parecido), mas foi devido à tempestade.

Ao chegar no aeroporto, o pessoal da Discover rent a car estava nos esperando com uma plaquinha de identificação com nosso nome. Alugamos o carro direto no site e indico para vocês, pois foi maravilhoso o tratamento deles. Paguei na hora da retirada em dinheiro (pesos argentinos). Tratei tudo pelo Whatsapp indicado no site mesmo, o mais barato que achei e realmente muito bom.

O apartamento eu aluguei pelo Airbnb e foi maravilhoso, anfitrião maravilhoso, nos esperou com uma geleia e bolachas no apto, equipado com tudo que você precisa, máquina de lavar roupa, chão com aquecimento, internet muito boa, só elogios.

Nesse dia também levamos nossa pequena para a pista de patinação no gelo que tem no centro da cidade. Lá tem aluguel de patins e pista por 380 pesos a hora. É uma pista aberta, muito frequentada por moradores.

O bar que tem junto à pista tem preços muito bons nas bebidas e alimentação.

chimarreando em Ushuaia 

27/08 – Fomos esquiar no Cerro Castor.

Uma dica é que você alugue os equipamentos no centro de Ushuaia, é muito mais barato do que lá.

Pegamos os equipamentos na Outlet Popper, que fica na Avenida San Martín, esquina com 9 de Julio. Para adulto ficou em média 550 pesos argentinos (esquis), e lá no Cerro o preço é, em média, de 840 pesos a 1755 pesos (esquis).

Com os equipamentos já locados, pagamos apenas os passes para as pistas de esqui, que custam uma média de 1795 para adultos e 1255 para crianças (média temporada e em pesos argentinos).

Optamos por pegar apenas 1 dia, pois preferimos intercalar os dias de ir esquiar com alguns passeios também. O Cerro Castor estava com bastante neve, o pessoal é muito atencioso nos teleféricos e as pistas são muito boas, com ótimas indicações, principalmente para quem nunca esquiou. Foi um dia muito bem aproveitado.

Para quem precisar, tem as aulas de esqui também - não sei os preços, mas vi muitas famílias fazendo.

Cerro Castor

Cerro Castor

Cerro Castor

Cerro Castor
estação de esqui Cerro Castor em Ushuaia

28/08 – Estava bem frio e nossa pequena estava com uma gripe que já veio do Brasil, então acabamos ficando em casa com ela para recuperar melhor e curtir os outros dias.

29/08 – Meu marido foi esquiar e eu fiquei com a pequena um pouco mais em casa, para se recuperar melhor. À noite fomos novamente na pista de patinação do Yamana Bar.

30/08 – Fomos passear em direção ao Parque Nacional da Terra do Fogo.

Antes, passamos na Estação de Trem do Fim do Mundo, de onde parte o trem, mas optamos por ir de carro até o fim do trajeto do trem, pois não estava um dia muito bonito e o valor não achamos que compensasse o passeio.

Fomos de carro e entramos dentro do parque de carro sem problema algum. Estava um dia com uma garoa, rodamos cerca de 13Km dentro do parque, foi muito legal.

Fomos também no Museu do Presídio, vale conhecer!

À noite, levamos nossa pequena novamente na pista de patinação (ela adorou).

Estação de Trem do Fim do Mundo
Estação de Trem do Fim do Mundo em Ushuaia

Museu do Presídio
Museu do Presídio em Ushuaia

Do dia 31/08 a 03/09 – Fomos mais um dia para o Cerro Castor, mas minha filha preferiu patinar do que esquiar, então acompanhei ela. Tem uma pista no Cerro Castor que também é bem legal, e custa 400 pesos a hora, com os patins inclusos.

Nesses dias também tivemos a sorte de encontrar a turminha dos Detetives do Prédio Azul, que minha filha é super fã. Eles gravaram as cenas do filme que vai estrear em junho de 2020 - DPA Uma aventura no fim do mundo - ela ficou encantada de poder conhecer eles! Foi mágico pra ela!

Dia 04/09 às 9hs era nosso voo de volta, de Ushuaia para Buenos Aires e logo de Buenos Aires para Puerto Iguazu: tudo certinho com a compra das passagens aéreas, sem nenhum problema nos aeroportos.

Uma viagem maravilhosa...com certeza um dia voltaremos!

O pessoal em Ushuaia é de uma educação e hospitalidade como poucos lugares presenciamos 😆

Você também já viajou pela Patagônia? Foi até o fim do mundo? Por favor, deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários!

Viagem em família a Ushuaia

Viagem em família a Ushuaia
centro de Ushuaia


Se quiser ler mais sobre a Argentina aqui no blog, clique aqui.

Para ler sobre o Chile, veja aqui

Se você quiser ver todos os posts sobre a nossa viagem às Patagônias chilena e argentina, clique neste post índice, onde encontrará todos os links!

Para ler mais sobre Ushuaia, veja estes posts:



















A Patagônia inspira (post fotográfico)






Você também nos encontra aqui:

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: