8 de outubro de 2018

Viajando de motorhome pela Suíça: Basel, Lucerna e Zurique

motorhome suicaEste post é sobre a nossa viagem de motorhome pela Suíça

Como estivemos lá no inverno, no mês de dezembro, e havia muita neve e gelo nas montanhas, resolvemos não nos arriscar de motorhome por estradinhas perigosas, e fizemos um roteiro pelo norte da Suíça, que incluiu as lindas cidades de Basel, Lucerna, Zurique e Rapperswil, por onde passamos a caminho de Vaduz, em Liechtentstein, que seria nosso próximo destino. 

Para quem tem vontade de conhecer estas cidades suíças, especialmente Lucerna, que é a coisa mais linda, e adoraria fazer essa viagem pela Europa de motorhome, seguem nossas dicas.

E para mais informações sobre viagens de motorhome pela Europa, leia também:
 

Basel, Suíça
Basel, Suíça

Basel, Suíça
Basel, Suíça

Lucerna, Suíça
Lucerna, Suíça

Lucerna, Suíça
Lucerna, Suíça

Lucerna, Suíça
Lucerna, Suíça

Zurique, Suíça
Zurique, Suíça

Como é viajar de motorhome pela Suíça
viajando de motorhome pelas incríveis estradas suíças

Chegando na Suíça


Saímos cedo de Colmar na França para Basel na Suíça, passando por Eguisheim no caminho (em breve vou escrever também sobre Eguisheim e outras lindas vilas francesas da Alsácia, veja mais sobre a França clicando aqui). 

De Colmar a Eguisheim foram 8Km, e de Eguisheim a Basel mais 63Km. 

Pegamos mais um dia lindo de céu azul no inverno suíço. 

Suíça: Basel, Lucerna e Zurique
viagem de motorhome pela Suíça

Suíça: Basel, Lucerna e Zurique
foto ruim e desfocada só para ilustrar como são as estradas suíças - em cada colina, uma fortaleza ou um castelo


Fronteira, selo de pedágio e francos suíços


Uma placa na estrada indicava que a fronteira suíça fica fechada à noite das 20hs às 9hs. Não sei se não é possível entrar no país durante este período por esta fronteira terrestre. 

Chegando na fronteira, não há controle de passaportes. Nos pararam apenas para verificar se tínhamos o selo do pedágio necessário para rodar pela Suíça. 

Como não tínhamos, compramos o tal selo (um adesivo verde) e ele já colocou no nosso para-brisa - custou € 40 = 40 francos suíços. 

Entregamos uma nota de € 50 para pagar, pois não tínhamos francos, e ele nos devolveu uma nota de 10 francos de troco. 

Eles aceitavam euros em todo lugar, mas faziam uma cotação desfavorável para nós, de 1x1, quando, na cotação oficial, na época em que estivemos lá, o euro valia um pouquinho mais do que o franco suíço (não pesquisei como está a cotação atualmente, pesquise quando for viajar!).  



selo de pedágio suíço


cédula de francos suíços

moeda de francos suíços

Hospedagem na Suíça


Já publiquei 2 posts aqui no blog com todos os detalhes sobre os hotéis em que nos hospedamos na Suíça - não vou repetir tudo aqui, então veja nos links a seguir:



nosso quarto de hotel em Basel

Basel


Basel é uma cidade suíça que fica na fronteira com a França e a Alemanha. 

A linha do bonde que pegamos no centro da cidade para ir pro hotel tem seu ponto final na Alemanha, por exemplo, e o aeroporto que serve a cidade fica em território francês! 

Chegamos e fomos direto para o Hotel Stücki

Não, não abandonamos nosso motorhome - ele ficou lá no estacionamento do hotel, guardadinho - mas o Visit Basel, órgão de turismo da cidade, nos convidou para conhecer esse hotel maravilhoso, e a gente não podia dizer não, né? 😂

Confesso que, depois de mais de 2 semanas viajando num motorhome, o mega chuveiro do hotel me pareceu a entrada no paraíso! 

Tínhamos a opção de ficar num outro hotel mais central, mas os hotéis do centro histórico não possuem grandes estacionamentos, seria péssimo rodar por lá de motorhome, então optamos pelo Hotel Stücki, que se revelou uma ótima opção! 

Se você estiver viajando de carro pela Suíça, recomendo fazer o mesmo: se hospedar fora do centro histórico e usar o bonde para se locomover, como nós fizemos. 

Usamos o ticket que o próprio hotel nos forneceu para uso gratuito do transporte público

Do Hotel Stücki, é só pegar a linha cor de rosa do bonde (número 8) em direção a Neuweilerstrasse e descer numa das paradas do centro (Marktplatz ou Barfüsserplatz). 

Depois do seu passeio a pé, pegue o mesmo bonde para voltar, direção Kleinhüningen. A estação fica a poucos metros do hotel. 

O Hotel Stücki é muito, muito bom. Ele fica colado num super shopping center, que tem McDonald's e loja da H&M, entre muitas outras, embora eu nem de longe recomende a Suíça para compras! É tudo carérrimo lá!

Basel, Suíça
mapa de Basel

 

 
nas máquinas de venda de bilhetes, você pode optar por francês, italiano ou inglês



O que fazer em Basel


Passeamos por todo o centrinho histórico a pé em menos de 2hs. 

Vale a pena ver: 

* a ponte Mittlere 

* a Marktplatz, onde fica a Rathaus, vermelha, linda e cheia de afrescos 

* a Münsterplatz, onde fica a catedral do século 12

* a Theaterplatz, onde fica a Fonte Tinguely, super divertida para crianças 

* a torre do portão Spalentor, de 700 anos

* o Kunstmuseum e a Fundação Beyeler

* a Barfüsserplatz 

* o campus da Novartis 

Basel, Suíça
Rathaus de Basel, na Suíça

A Rathaus (Prefeitura) de Basel, na Marktplatz, é o prédio mais bonito da cidade, com um incrível pátio interno cheio de afrescos!

Como havíamos prometido ao Lipe, fomos comer no McDonald's, que fica exatamente ali na frente da Rathaus, e fiquei impressionada com o preço, quase R$ 130,00 para nós 3 na época - até o McDonald's é mais caro na Suíça do que no resto da Europa! Só valeu a pena pelas vistas 😙

A cidade tem um ar bem suíço, completamente diferente do que vimos na França, Alemanha ou Bélgica, mas não aquele ar suíço de caixa de chocolate - um jeito suíço chique, elegante, sério. 

Gostei de conhecer, se for parte do seu caminho vale a pena passar um dia, mas não é uma cidadezinha apaixonante, sabe?



Basel, Suíça
da janela do McDonald's, uma linda vista da Marktplatz


Basel, Suíça


Basel, Suíça



 







mapa de Basel do guia Lonely Planet da Europa

Mudança de planos nas estradas suíças


No dia seguinte, a previsão era de passarmos o dia em Zurique, mas acabamos mudando radicalmente os planos, o que me deixou muito feliz, porque tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais da Suíça, e justamente a melhor parte dela (essa sim, uma cidade apaixonante!)! 

Eu já conhecia o país, de uma viagem há muitos anos atrás, quando fiz com a minha mãe um bate e volta desde o Lago di Como, na Itália, até Lugano, bem ao sul da Suíça. 

Desta vez, a ideia era ficar mesmo pelo norte, entre as cidades de Basel e Zurique, que estavam na nossa rota, pois, como já contei, não tínhamos coragem de ir para o interior do país por causa da neve/gelo nas estradinhas de montanha. 

Subir os alpes suíços de motorhome e sem correntes para os pneus (tinha a opção, mas não alugamos - alugamos apenas os pneus especiais de inverno) definitivamente não é uma boa ideia. 

Mas aí...mudamos completamente o nosso roteiro, fomos parar em Lucerna e...que felicidade! Que cidade linda, a receita de um lugar perfeito, a Suíça que eu sempre imaginei...

Saímos de Basel para Zurique depois do excelente café da manhã do Hotel Stücki.

São 80Km de estrada com pequenas vilas rurais bem bucólicas e muitos túneis até Zurique. 

Sol e céu azul no inverno suíço. Aliás, vale dizer que só vimos sol e céu azul todo o tempo que passamos na Suíça!

Chegando em Zurique, vimos que Lucerna estava ali, tão pertinho...e resolvemos dar uma 'esticadinha' até lá! 

viajando de motorhome pela Suíça
viajando de motorhome pela Suíça

viajando de motorhome pela Suíça

viajando de motorhome pela Suíça

Lucerna


Foi uma ideia sensacional, porque, ao fim e ao cabo, o tempo estava lindo, sem nada de neve nem gelo nas estradas, e Lucerna foi a cidade mais linda que visitamos na Suíça - merece fazer parte de qualquer roteiro pelo país. 

O caminho até lá é lindo e as estradas, perfeitas, parecem um tapete. Dá para ver que os francos suíços que pagamos pelo selo do pedágio é de fato revertido em asfalto de primeiríssima qualidade! 

Em Lucerna, estacionamos na Murbacherstrasse, quase esquina com a Obergrundstrasse, com parquímetro. Aliás, vale ressaltar que o parquímetro aceitou moedas de euros como se fossem francos! Experimentamos e deu certo! 

Você marca no parquímetro a vaga na qual quer colocar crédito (pelo número pintado no chão ao lado do carro) e coloca ali 4 francos para ficar 2hs, que é o tempo máximo permitido nas vagas desta rua entre as 7 e 19hs. 

Depois das 19hs, até às 7 da manhã, pode ficar 12hs - dá até para fazer free camping, mas aí já fica meio carinho...para dormir lá em Lucerna eu procuraria uma vaga mais afastada do centro, numa região de parquímetros mais baratos. 

vaga com parquímetro em Lucerna pertinho do centro histórico



viajando de motorhome pela Suíça
Lucerna, Suíça

viajando de motorhome pela Suíça Lucerna, Suíça

Lucerna Suíça

Colocamos 2hs no parquímetro e foi tempo suficiente para uma boa caminhada pelos principais pontos turísticos da cidade! Mas, se você puder ficar mais tempo, é claro que eu recomendo! A cidade estava linda iluminada à noite quando fomos embora, e teria sido delicioso fazer um passeio noturno lá. Sempre acho que cada cidade merece pelo menos uma noite!

Para ver algumas ótimas opções de hospedagem em Lucerna, clique aqui

Embora ela seja pequeninha, há muito o que ver e é tudo tão lindooooo...foram 2hs de puro colírio para os olhos, uma overdose sensorial, pois eles de fato têm lá a receita de uma cidade perfeita! 

Para mim, o trajeto que fizemos a pé foi ideal, indo para a Cidade Velha pela ponte coberta Kapellbrücke, de 1333, e voltando pela outra ponte coberta Spreuerbrücke, com os lindos e super bem preservados painéis da 'Dança da Morte'. 

As pontes atravessam o Rio Reuss, e a Old Town fica ao norte do rio. 

A cidade também é ótima para quem chega de trem, pois a estação central fica logo ao sul do rio, bem pertinho da Kapellbrücke. 

No caminho, você se maravilhará com as pontes, o Lago de Lucerna, as torres das igrejas, as ruelas da Cidade Velha, as muralhas, torres e castelos, os prédios do século 15 com fachadas pintadas, as praças ensolaradas, as montanhas nevadas ao redor, e o casario colorido refletido no rio. 

Não é por nada que Goethe, Wagner e a Rainha Vitória já adoravam passar férias lá ainda no século 19! 

Só fiquei com pena que não fomos conhecer a famosa estátua do leão de Lucerna esculpida na pedra - isso que dá querer viajar sem planejar roteiro antes - esqueci completamente desta atração "obrigatória"! Pelo menos agora tenho uma boa desculpa para voltar lá! 

Saímos de Lucerna para Zurique à noite, depois de jantarmos. 

Abaixo, muitas fotografias da cidade suíça pela qual me apaixonei irremediavelmente, porque foi muito difícil escolher menos fotos 😍

Lucerna Suíça

Lucerna Suíça
Lucerna Suíça

Lucerna Suíça

Lucerna Suíça

Lucerna Suíça

Lucerna Suíça


Lucerna Suíça

Lucerna Suíça



Lucerna Suíça


Lucerna Suíça

Lucerna Suíça

Lucerna Suíça




Lucerna, Suíça

Zurique


Chegando em Zurique, fomos direto para o 25hours Hotel Zürich West, que havia nos convidado para ficarmos hospedados lá e conhecermos o hotel para contar tudo a vocês.

A rede @25hourshotels tem hotéis em várias cidades bacanas da Europa, e nos convidaram para conhecer as unidades de Zurique e de Frankfurt, que estavam no nosso roteiro! 

O hotel de Zurique 25hours Hotel Zürich West é lindo, aconchegante, cheio de detalhes de design...eu já estava quase, quase abandonando o motorhome, gente! Se esses suíços continuassem nos mimando desse jeito com esses convites de hospedagem em hotéis incríveis teríamos que voltar em breve!

Ele fica na Pfingstweidstrasse 102, em Zurich West, que é o bairro da moda, afastado do centrinho da cidade, ao lado do Hotel Sheraton. 

Assim como em Basel, achei ótimo ficar hospedada em Zurique fora do centro histórico e me locomover de bonde pela cidade. 

As cidades suíças têm um sistema de transporte público invejável e, por isso mesmo, possuem muitas áreas nos seus centros históricos que são reservadas apenas para pedestres e não são nada amigáveis para quem anda de transporte próprio. 

Se eles não querem saber de carros circulando, imagine motorhomes! A dica é estacionar afastado do centro e usar os impecáveis bondes!

zurique
o transporte público em Zurique é excelente

Dica de free camping e estacionamento


Nosso hotel 25hours Zuerich West tinha estacionamento, mas era coberto e, obviamente, não tinha altura suficiente para entrarmos com o motorhome. 

Por sorte, acabamos encontrando uma vaga perfeita para estacionarmos a nossa 'casinha', a apenas 2 quadras de distância do hotel, e que já serve de uma ótima dica de free camping para vocês, porque eu sou uma queridona: chegando na frente do Hotel Sheraton, quem vem entrando na cidade em direção ao centro, é só dobrar à direita, pro lado oposto ao do hotel, que vai ver essas vagas de estacionamento gratuito, abaixo do viaduto. 

O único problema foi que, na Suíça, a maioria das vagas de estacionamento de calçada fora do centro histórico são até gratuitas (sem parquímetro), mas têm tempo limitado (restrição de horas permitidas para estacionar), e você precisa ter um reloginho para colocar no para-brisa informando o horário que chegou. 

Neste local onde estacionamos, por exemplo, o estacionamento era grátis, mas limitado a 15hs de permanência. 

E nós, é claro, não tínhamos o tal reloginho (no motorhome que alugamos na Nova Zelândia já vinha esse reloginho, que também é bem usado lá). 

Acabei 'fabricando' um arremedo de reloginho numa folha de papel e depois, por sorte, comentei na recepção do hotel e eles foram super queridos e um funcionário do hotel conseguiu um reloginho para nos emprestar! 

Então fica a dica: para dirigir carro ou motorhome na Suíça, além do selo do pedágio, providencie também o reloginho e os pneus de inverno e correntes, caso queira ir para os Alpes no inverno! 

esta placa significa que você tem que usar o relógio, e que, entre as 6 e as 20hs, pode ficar no máximo 4hs ocupando a vaga

esta era a placa localizada nas vagas próximas ao nosso hotel: usar o relógio e, entre segundas e sábados, só pode ocupar a vaga por 15hs
consegue ver onde nossa casinha passou a noite estacionada?

esse foi o "relógio" que eu improvisei, para deixar registrado que chegamos na vaga as 19hs

esses são os relógios que devem ser usados sempre que você for estacionar na Suíça

Zurich Cards


No dia seguinte, pela manhã, depois do ótimo café da manhã do hotel 25hours, passeamos em Zurique, usando nossos Zurich Cards fornecidos pelo Visit Zurich, órgão que promove o turismo na cidade. 

Esses cartões servem para uso ilimitado de transporte público na cidade e ingresso nas atrações turísticas, além de oferecer alguns bons descontos. 

Para 24hs custava CHF 24 e, para 72hs, custava CHF 48, na época em que estivemos lá.  

Se você ficar 1 ou 3 dias na cidade, usando os bondes para se deslocar, e quiser visitar várias atrações, vale a pena comprar esse cartão. Só o preço de uma viagem de trem entre o aeroporto e o centro da cidade ida e volta já soma CHF 13,60, para vocês terem ideia de como as coisas são caras por lá! 

Ele inclui entrada gratuita no Landesmuseum Zürich e na Rathaus, por exemplo. 

O cartão precisa ser validado nas máquinas que ficam nas plataformas antes de serem usados nos transportes públicos. 

Zurich Cards
Zurich Cards

zurique

zurique

zurique
usando o transporte público em Zurique

O que ver em Zurique


Fomos e voltamos de bonde até o centro histórico - tem uma parada praticamente na frente do hotel 25hours, a parada Toni-Areal da linha 4. 

No centro de Zurique, não deixe de dar uma caminhada pelos 2 lados do Rio Limmat e até o Lago de Zurique e ver:

* Bahnhofstrasse, a rua de compras mais elegante 

* Fraumünster, a catedral do século 13

* Grossmünster

* St Peterskirche, com um relógio de quase 9m de diâmetro que é o maior da Europa

A estação de trens fica bem no centro da cidade, ótima para quem chega de trem. 

Na frente dela tem um Starbucks lindo, super aconchegante (e com banheiros!). 

zurique
Zurique, Suíça

zurique

zurique

zurique

zurique

zurique

zurique
 
zurique

zurique

zurique

zurique

zurique

zurique

mapa de Zurique

Rapperswil


De tarde, seguimos 34Km pela Seestrasse até Rapperswil. 

Essa Seestrasse é a estradinha que vai margeando pelo lado sul o Lago de Zurique e tem paisagens lindas no percurso, com as montanhas nevadas ao fundo e as casinhas nas encostas das montanhas ao norte. 

No caminho, vimos algumas boas vagas para estacionar às margens do lago - pode ser uma linda opção para pernoitar de motorhome grátis

Atravessamos a ponte que cruza o lago para dar uma voltinha em Rapperswil, que é uma pintura de cidadezinha suíça com o obrigatório castelo-fortaleza, e logo voltamos para continuar margeando o sul do lago em direção a Liechtentstein

Abastecemos diesel 5 francos suíços = deu apenas 3 l = custou 1,59 por litro. Impressionante como é caro o diesel na Suíça! Na verdade, só abastecemos para gastar os francos suíços que tínhamos recebido de troco quando pagamos (com euros) o selo do pedágio, como contei acima!

Rapperswil

viajando de motorhome pela Suíça

combustível super caro na Suíça

Esse percurso, depois que termina o lago e a estrada segue para Vaduz, é lindo de morrer, em meio às montanhas, atravessando túneis, costeando lagos e apreciando as vilas charmosas nas encostas das montanhas, com muitas vaquinhas e torres de igrejinhas, além de um castelo aqui e uma fortaleza acolá. 

Tudo aquilo que a gente imagina quando pensa na Suíça. Paisagem de embalagem de chocolate! E o dia estava novamente espetacular, com muito sol e céu azul. 

Tem gente que ama praia - eu gosto, mas o que me derruba mesmo são as montanhas! Acho que isso é coisa de quem nasceu e se criou no Pampa gaúcho: não pode ver uma montanha que começa a babar!

Tirei mais de 100 fotografias ali naqueles poucos quilômetros! Pena que não existem mirantes, acostamentos ou lugares bons para parar na estrada no caminho e tirar fotos - de dentro do motorhome, e em movimento, elas ficaram bem ruinzinhas!

motorhome na Suíça
de motorhome pelas lindas estradas suíças
 
motorhome na Suíça

motorhome na Suíça

motorhome na Suíça

motorhome na Suíça

Onde comer na Suíça


Como sabíamos que tudo na Suíça é muito caro, nós nos precavemos e abastecemos a despensa do motorhome de comida, já sabendo que não iríamos comer em restaurantes na Suíça. 

Como contei lá em cima, fomos ao McDonald's em Basel e ficamos impressionados com o preço altíssimo! 

Mas acabamos descobrindo, durante a nossa viagem pela Suíça, um bom lugar para comer bem sem deixar o rim: os supermercados e restaurantes da rede Coop - você vai se servindo numa bandeja e depois paga pelos itens que pegou no caixa. 

Nas estradas é muito comum encontrar esses mercados/restaurantes junto com postos de combustíveis. Não são baratinhos, mas são boas opções para refeições 'pagáveis' na Suíça.


os mercados da rede Coop têm até pracinhas para os pequenos viajantes brincarem um pouquinho






De Rapperswil até Vaduz, capital de Liechtenstein, são 78Km. Mas isso já é assunto para o post sobre Liechtentstein.

Você já viajou pela Suíça? Nós adoraríamos ter as contribuições de vocês aqui no blog! Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

No próximo post, continuamos contando sobre a nossa viagem de volta ao mundo - não saia daí! 

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só ir na # e ver todas as muitas dicas que já postamos:

#LipeVoltaaoMundo
#LipenaEuropa

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem por lá!


* Sobre a 
Espanha
* Sobre o Marrocos
* Sobre Portugal
* Sobre a Finlândia
* Sobre a Alemanha
* Sobre Liechtentstein
* Sobre a Bélgica
* Sobre a França
* Sobre a Suíça
* Sobre Luxemburgo
Sobre a Holanda
* Sobre a Áustria
* Todos os posts sobre a nossa viagem de volta ao mundo 
* Todos os posts sobre as nossas viagens de motorhome


Precisa reservar um hotel para a sua viagem à Suíça?

Em Basel, ficamos no 
Hotel Stücki, e em Zurique ficamos no 25hours Hotel Zürich West, e recomendamos muito ambos!

Clique abaixo para conferir os preços na data da sua viagem e fazer a sua reserva:



Veja fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante. 

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...