Menu

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro: você sabia que viajar com um filhote canino é mais complicado do que viajar com um bebê?!

 Viajar com filhote de cachorro

Você sabia que viajar com um filhote canino é mais complicado do que viajar com um bebê?!

Apresento a vocês a Laika, nossa nova filhota, nosso novo amor ❤

A nova mascote do #FelipeoPequenoViajante era há muito tempo aguardada, mas, como acontece com todos os filhos adotivos, chegou no momento certo para tornar a nossa família mais completa!

Nossa bebê chegou há apenas uma semana, e já nos inundou de um amor infinito, noites mal dormidas e novas descobertas!

E a primeira descoberta que queremos compartilhar com vocês é a seguinte: você sabia que viajar com um filhote canino é mais complicado do que viajar com um bebê??

Viajar com filhote de cachorro
terceira viagem de carro da Laika - já estamos pegando o jeito!

Viajar com filhote de cachorro
nossa filha canina chegou na hora certa para completar a família!

Laika, a Vira-Lata Viajante

Como muita gente me perguntou de onde veio esse nome - pois é, pelo visto o pessoal mais novo não conhece a Laika original 😜 - eu explico: Laika era uma cadelinha vira-latas das ruas de Moscou, que foi o 1° ser vivo a viajar ao espaço, na cápsula russa Sputnik.

Como a nossa Laika também é uma vira-latinha de pai desconhecido, resgatada dos matos do Caí, e o Peg teve uma Laika quando era criança (como tanta gente da nossa geração), achamos que dar à nossa filhota o nome de uma grande viajante traria boas energias - o nome foi escolha do Lipe, que sabe tudo sobre a Guerra Fria.

E, nesses tempos de redes sociais, ela já tem até hashtag: #laikaaviralataviajante 😜

Viajar com filhote de cachorro
a Laika foi resgatada do mato cheia de pulgas e carrapatos

Viajar com filhote de cachorro
já tomou 3 banhos com sabonete especial e ainda não conseguimos exterminar todas as pulgas

Viajar com filhote de cachorro
ela ganhou até um apelido nobre: Princesinha das Pulgas

Viajar com filhote de cachorro
Laika, a vira-lata viajante

Viajar com filhote de cachorro

Gente do céu. 

Viajar com o Lipe bebê era tão fácil, que eu não lembrava que viajar com um filhote canino fosse tão complicado!

Sim, viajar com um filhotinho de cachorro, pelo menos para quem é responsável, pode ser bem complicado, especialmente porque eles ainda não têm a imunização completa, e há um perigo enorme de contraírem parvovirose ou cinomose, doenças gravíssimas que podem ser fatais para filhotinhos.

A Laika, com apenas 40 dias de vida, ainda não tomou as doses mínimas de vermífugo e as vacinas necessárias para se imunizar e poder sair por aí, então precisamos ter muito cuidado com os lugares onde vamos com ela, e não dá nem pra soltar ela no chão pra fazer número 1 e número 2 em qualquer lugar, pois em qualquer lugar pode ter passado um cachorrinho antes e deixado o vírus fatal!

Olha só alguns exemplos que comprovam que viajar com um bebê é mais fácil do que viajar com um pet: com um bebê, você não precisa ter nenhuma preocupação sobre onde ele vai fazer cocô & xixi, e para que não faça no lugar errado, pois o bebê faz tudo na fralda, em qualquer lugar e a qualquer hora. 

Com um doguinho, se você viaja de carro, por exemplo, tem que parar no meio da estrada, num acostamento, para ele poder se aliviar. E, como eu disse, tem que ter muito cuidado com o lugar onde vai soltar ele no chão.

Viajar com filhote de cachorro
diferente de um bebê, um filhotinho de cachorro não pode fazer xixi e cocô em qualquer lugar - no Desfile Alegórico da Vindima em Bento Gonçalves

Viajar com filhote de cachorro
nos lugares frequentados por outros cachorros, temos que ficar com ela sempre no colo

Outra: com um bebê, você não precisa ficar se preocupando se pode frequentar os lugares, se os destinos são childfriendly, porque a imensa maioria é. Com exceção de alguns raros hotéis e restaurantes para casais, é quase inimaginável chegar num lugar e dizerem que você não pode entrar lá com seu bebê. 

Com um cachorro, é exatamente o oposto: você sempre precisa ligar antes para indagar se o restaurante/café/hotel/ponto turístico que quer visitar é petfriendly.

Viajar com filhote de cachorro
para ir a qualquer lugar com um doguinho, você sempre precisa ligar antes para indagar se o local é petfriendly

Mais uma: com um bebê, comida não é preocupação (com exceção daquele 1° mês mais chato quando eles começam a comer papinha). 

Pra nós, pelo menos, encontrar comida para o Lipe nunca foi um problema: primeiro eu tinha o leite dele nos seios, e depois, em qualquer restaurante tinha um ovinho, bifinho, arrozinho ou feijãozinho pra salvar a pátria. Afinal, crianças comem o que os pais comem (ou, pelo menos, deveriam comer). 

Já filhotinhos caninos não comem (ou pelo menos não deveriam comer) comida de humanos. Então você tem que sempre levar a comidinha deles, pois não é tão simples encontrar comida pro seu pet - ninguém viaja para ficar frequentando pet shops, né?

Viajar com filhote de cachorro
filhotinhos de cachorro não devem comer comida de humanos

E, pra finalizar, o carrinho. 

Com um bebê, você sempre tem a solução do carrinho. Tá num restaurante, o bebê fica ali no carrinho do seu lado; tá passeando num museu, o bebê vai no carrinho, faceiro da vida; bebê dormiu? Põe no carrinho e segue a vida. 

E com o filhote canino, que não pode ir ao chão porque ainda não tem todas as vacinas, como faz?? Colo o tempo todo, até na hora de comer no restaurante!

Pelo menos hoje em dia já existem caixas de transporte e bolsas de viagem para cachorros que podem ajudar nessas horas - minha mãe e minha irmã, que estão em Punta del Este, no Uruguai, já andaram furungando nas lojas de luxo para pets da Calle Gorlero e me mandaram as fotos abaixo:

Viajar com filhote de cachorro
mala para transportar cachorros

Viajar com filhote de cachorro
carrinho para cachorro - é muita dondoquice, não??

Viajar com filhote de cachorro
já imaginou sair por aí com seu cachorrinho numa mala dessas??

Mas acho que eu vou é resgatar o sling que eu usava com o Lipe - vai ficar perfeito para a Laika (e eu não vou me sentir uma dondoca sem noção passeando de carrinho com um cachorro).

E isso que ainda nem tive experiência de viajar de avião ou cruzar fronteiras com um doguinho - deve ser uma função MUITO maior do que viajar com um bebê, inclusive as exigências da vigilância sanitária!

Olha, talvez eu ainda esteja um pouco inexperiente com bebês caninos (na última vez que eu e o Peg tivemos um filhote canino, lá nos idos de 2005, já pegamos o Choco - um labrador chocolate fofo - maiorzinho), mas, por enquanto, estou convencida de que viajar com um bebê humano é MUITO mais fácil!

Por isso, todas as dicas de pais e mães de cachorros viajantes são muito bem-vindas por aqui! Aguardo as dicas dos nossos leitores, e espero logo poder compartilhar com vocês as nossas dicas de viagem com cachorro por aqui!

Já temos até a nossa primeira descoberta de lugar petfriendly para compartilhar com vocês, e também um convite para participarem da nossa Campanha Pet Viajante!

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro

Viajar com filhote de cachorro

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

O @nonnaludovina é um restaurante sobre o qual já falei lá no Instagram, adoro ir lá: comida boa, com preço bom, num lugar bonito e, de quebra, embaixo tem um café/padaria com doces incríveis 😋

E a boa notícia é que ele fica situado em Portão, bem no meio do caminho entre Porto Alegre e Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, então é um ótimo lugar para fazer uma parada de almoço com seu filhote no meio da viagem!

Mandei mensagem pelo Instagram perguntando se poderia levar minha filhotinha e eles logo responderam que sim - eles têm 4 mesas ao ar livre (numa área coberta) onde é possível levar os pets! Quando chegamos lá, já haviam reservado uma mesa pra nós 😊

Claro que, com esse calorão absurdo que anda fazendo, eu teria preferido o ar condicionado, mas, pra poder levar a Laikosa junto, tá valendo qualquer coisa!

E elas me disseram que faz mais de um mês que não aparecem clientes com pets para comer lá! Até me animei a soltar a Laika no chão um pouquinho 😄

Restaurante Nonna Ludovina em Portão
Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Restaurante Nonna Ludovina em Portão

Campanha Pet Viajante

Acho que o pessoal já tem tanto medo que não pode ir com os filhos caninos a quase lugar nenhum, que já nem saem de casa para ir a restaurantes com eles - mas, desse jeito, a situação não vai melhorar nunca!

Se quem tem cachorro não ficar cobrando que seus restaurantes favoritos se adaptem para se tornar petfriendly, a coisa não progride! 

Aposto que, se um monte de gente começar a mandar mensagens pros seus restaurantes preferidos perguntando se podem ir almoçar/jantar com seus pets, logo, logo os donos dos restaurantes vão começar a pensar com mais carinho nessa demanda dos seus clientes!

Eu já estou super engajada na Campanha Pet Viajante, e convido vocês a começarem também a inundar as caixas de mensagens dos seus hotéis/lojas/cafés/restaurantes e passeios preferidos com pedidos de "posso levar meu pet?"

Vamos mudar as coisas??


Restaurante Nonna Ludovina em Portão
já tem gente seguindo as nossas dicas de restaurante petfriendly, olha só!


Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: