Menu

Enfermaria Militar de Jaguarão e o malfadado Centro de Interpretação do Pampa

A Enfermaria Militar de Jaguarão e o malfadado Centro de Interpretação do Pampa

Enfermaria Militar de Jaguarão

A Enfermaria Militar de Jaguarão e o malfadado Centro de Interpretação do Pampa
O retrato do desperdício de dinheiro público que assola esse país. A triste história de um projeto de revitalização natimorto.

Ainda lembro direitinho de assistir, na década de 80, a um super show de rock dos Engenheiros do Havaí na Enfermaria Militar de Jaguarão, prédio construído em 1883 em estilo neoclássico para servir de hospital militar, então em ruínas.

A Enfermaria, naquela época, era valorizada pelos jaguarenses, que usavam o local como ponto de encontro - no caso de nós, adolescentes, como lugar de boas aventuras.

Na década de 90, as ruínas foram tombadas pelo IPHAE como patrimônio histórico e artístico e, há mais de 10 anos atrás, inventaram de criar um tal projeto de revitalização "Centro de Interpretação do Pampa" que, se bem me lembro, era encabeçado pelo IPHAN e pela Unipampa.

As obras começaram há mais de 10 anos, e tinham um orçamento previsto de algo em torno de 3 milhões. Tempos atrás, li que já tinham sido gastos quase 12 milhões, e só 1/3 da obra estaria pronta.

A situação hoje? 

Essa que vocês veem na foto acima: o mato cresceu no entorno, as obras estão paradas há anos em alto processo de deterioração e, até onde eu sei, ainda não houve prestação de contas do uso dos 12 milhões de reais.

Antes do início das obras de "revitalização", a Enfermaria era um lugar bem ou mal desfrutado pelos jaguarenses, mesmo em ruínas. Com as promessas de revitalização, foi criada a expectativa de que fosse se tornar um espaço que a própria comunidade poderia usar de forma gratuita, com biblioteca e espaços educativos.

O que temos hoje? Uma obra cuja prestação de contas ainda é um mistério, 12 milhões de reais rasgados no lixo e um espaço antes usado para o lazer dos jaguareenses atualmente cercado, impedindo o acesso dos moradores.

O tão sonhado "Centro de Interpretação do Pampa" virou uma ruína antes mesmo de ser inaugurado. Mais um retrato da negligência e do descaso com que é tratado o dinheiro público no Brasil.

Sobre a Enfermaria Militar de Jaguarão

No Alto do Cerro da Pólvora, ponto mais alto da cidade de Jaguarão, foi erguida, entre 1880 e 1883, a Enfermaria Militar.

O prédio foi contruído com a finalidade de atender aos oficiais e praças do Exército Brasileiro da cidade e da região da campanha.

Localizada no melhor ponto de observação da cidade, a edificação acabou servindo, também, como posto de vigia, frente ao Uruguai e, mais tarde, como prisão militar e política.

Foi abandonada em meados dos anos 70, e assim, se deteriorou rapidamente.

Sobre o Centro de Interpretação do Pampa

O prédio da Enfermaria Militar de Jaguarão, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Estadual - IPHAE, no ano de 2011, estava sendo revitalizado - a passos de tartaruga - e, no local, deveria ser construído o Centro de Interpretação do Pampa - CIP, que teria a missão de agregar as funções de museu, biblioteca, centro de
pesquisa e cultura, com exposições sobre a temática do bioma pampa, desde sua formação geológica até a sua ocupação humana, além de anfiteatro a céu aberto e auditório subterrâneo.

Atualmente o local está cercado e abandonado, e as obras estão completamente paradas.

Quem não tem um exemplo como este de desperdício de dinheiro público na sua própria cidade?

Para ler mais sobre Jaguarão, é só clicar aqui

Abaixo, fotos de uma época - março de 2011 - logo antes do início das obras, em que os jaguarenses ainda podiam desfrutar da Enfermaria Militar de Jaguarão. 

Levamos o Lipe, que então ainda não tinha nem completado 2 aninhos, e fizemos uma "sessão de fotos" com ele lá - parece até que estávamos adivinhando que os bons tempos de curtir a Enfermaria estavam com os dias contados... 😖

Enfermaria Militar de Jaguarão

Enfermaria Militar de Jaguarão

Enfermaria Militar de Jaguarão

Enfermaria Militar de Jaguarão

Enfermaria Militar de Jaguarão

Enfermaria Militar de Jaguarão


Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: