Menu

moleskines, ou diários de viagem





Não sei fazer uma grande viagem sem anotar as nossas lembranças em um caderninho. Há pouco tempo, descobri que estes caderninhos têm até nome: moleskines.

Eu chamo de diário de viagem, tenho muitos já (uns 15 - só na viagem do ano passado, em 5 meses, usei 3 destes caderninhos), e posso garantir que, junto com as fotos, são a melhor lembrança de qualquer viagem.

Claro que a gente pouco lê essas memórias, mas, quando lê, é como se estivesse viajando de novo. Porisso, eu recomendo: tenha o seu diário de viagem - mesmo que você não goste muito de escrever, não tenha muito tempo durante a viagem, tenha preguiça e tal, faça um esforço e anote pelo menos os grandes momentos, o roteiro, as estórias engraçadas, emocionantes, peculiares ou inesperadas - ao reler estas recordações, você vai se sentir de novo na estrada!

Share

Claudia Pegoraro - FPV

Comente este Post:

2 comentários:

  1. Sempre tenho o meu Diário de Bordo à mão para qualquer anotação. E guardo todos eles. E volto a eles sempre que preciso. Amo muito tudo isso!

    ResponderExcluir