15 de março de 2016

2 dias em Milão, na Itália, pela Pati Papp

A minha querida amiga Patricia Papp tem um blog, o Viajo com Filhos, onde escreve sobre as suas viagens em família, mas ela é, assim como eu, a favor de viajar seja como for - com filhos, com a família, com o marido ou com amigos. 

Neste post, ela faz um relato cheio de dicas de um fim de semana em Milão, sem filhos! Desta vez, ela viajou com 2 amigos de infância, o Vicente e a Fer

Eu estive em Milão 3 vezes - sozinha mochilando, com a minha mãe, e com o Peg e meus pais - e nunca escrevi um post sobre a cidade, então adorei a oferta da Pati de fazer um relato da viagem dela aqui no blog!



Com vocês, Patricia

Nossa passagem por Milão foi bem rápida, foram 48 horas. Mas foi o suficiente para visitar os principais pontos turísticos e ainda conhecer restaurantes que eu adorei!

Eu já tinha ido a Milão há mais de 20 anos - lembro pouco desta minha passagem pela cidade - de certa forma, parecia que eu estava indo pela primeira vez.

Hotel

Ficamos hospedadas num local super central (e super bacana) na Via San Raffaele, número 6, no The Gray, um hotel de design bacanérrimo. 

Ficamos em um quarto que acomodava bem 3 pessoas - com uma cama de casal e uma de solteiro, ou seja, bom para famílias. 

O Duomo di Milano (a Catedral de Milão), a Galeria Vittorio Emanuelle e o tradicional Teatro Scalla estavam a poucos passos do hotel.


A região das lojas super-hiper bacanas (chiquérrimas e totalmente inacessíveis) do Quadrilátero da Moda de Milão (ao redor da Via Montenapoleone) também ficava muito próxima. 

Mesmo para alguém sem intenções de compra, vale a pena ver as vitrines e passear por ali!


Duomo di Milano 

A visita ao Duomo não pode deixar de ser feita. 

A Catedral é imensa. Por dentro, os vitrais são lindos, mas para mim, a parte mais legal é a subida no terraço. 

Lá em cima é possível apreciar os detalhes das colunas góticas e a vista da praça em frente e de toda a cidade é muito bonita!


Design 

Milão é super conhecido pelo design

Para quem gosta de conhecer lugares diferentes ou é fã de design, recomendo o Atelier Rossana Orlandi

O espaço é uma mistura de studio, atelier e loja. Fomos a pé, mas confesso que foi uma caminhada um pouco maior do que planejamos. 

De qualquer maneira, valeu a pena. No Atelier, com obras de arte e peças que são vendidas, também há um café.


Onde comer 

10 Corso Como 

Bem pertinho do Eataly, fica um dos lugares que mais gostei na cidade, o 10 Corso Como

Este espaço reúne uma galeria, uma loja com uma curadoria de designers super legal e um restaurante/café muito simpático, cheio de plantas e um menu gostoso! 

Veja o site aqui

Cioccolati Italiani

Hora do doce!

Na esquina do nosso hotel, ainda ficava uma das sorveterias/chocolaterias mais concorridas da cidade: Cioccolati Italiani

Fomos atraídas pelas filas IMENSAS que se formam todas as tardes, e posso dizer que o waffle de chocolate vale a pena cada minuto da muvuca na frente do balcão!

Mais informações aqui

Para terminar o dia

É muito difícil descrever o The Small, porque ele é muito autêntico! 

Um restaurante bem pequeno (o nome já diz tudo), cheio de informação, de cores, objetos antigos e inusitados, flores e velas. E o cardápio é delicioso. 

Os donos estão sempre por perto e garante uma noite inesquecível!


Obrigada, Pati

Adorei o post, vê se aparece por aqui mais seguido com as tuas dicas :)

Para ler todos os nossos posts sobre a Itália, clique aqui


Você também conhece Milão? Deixe as suas dicas nos comentários!


Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebook, e os vídeos você assiste no YouTube ou no Vimeo - aproveite e já se inscreva lá nos nossos canais!

Você também nos encontra aqui:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...