29 de março de 2015

Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS em Porto Alegre - blogagem coletiva #MuseumWeek

Essa semana acontece a #MuseumWeek, uma semana dedicada a celebrar os museus ao redor do mundo e, para marcar a data, uma turma de amigos blogueiros da RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem - decidiu realizar uma blogagem coletiva sobre o tema, assim como já havíamos feito no ano passado. 

Veja o post que escrevi naquela ocasião, sobre o Museu Botero, em Bogotá, Colômbia. 

Nós, é claro, não poderíamos deixar de participar, já que a gente adora visitar museus nas nossas viagens e, desta vez, resolvi escrever sobre o último - ótimo - museu que nós visitamos, o Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS



Fomos ao Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS, em Porto Alegre, em janeiro deste ano, e adoramos o passeio (eu tinha ido há mais de 10 anos, nem lembrava direito como era!). 

A entrada custa R$ 24,00 para adultos e crianças até 6 anos entram de graça nos finais de semana (mais informações sobre os ingressos abaixo). 

O guarda-volumes também é de graça.



Só não gostei do preço do estacionamento: abusivos R$ 13,00 para até 4hs!

A entrada é uma pulseirinha e, com ela no pulso, você pode entrar e sair quantas vezes quiser durante o dia. É uma boa idéia dar uma paradinha no meio da visita para um lanche na cafeteria que fica ali do lado, porque o museu é bem grande e o passeio pode ser bem cansativo, principalmente para os pequenos viajantes. 



Nós ficamos 3hs lá, mas dá pra ficar umas 5hs tranquilamente, se você quiser ver todos os "experimentos" com calma, ler tudo... 

O museu é incrível, totalmente interativo, e a gente aprende muito numa visita! 




Adorei descobrir qual seria meu peso em Marte, o Lipe conseguiu medir a velocidade dele na corrida e o Peg ficou até de cabeça pra baixo! 

Eu não pude experimentar essa sensação de flutuar no espaço porque fui de vestido! 

Se você quiser brincar de astronauta, vá de tênis também! 





Também gostamos de ver o desenvolvimento do feto, como é uma boca pelo lado de dentro, como funciona o esqueleto, as maiores fossas oceânicas, as menores temperaturas do planeta, o ponto de congelamento da água, como se formam as cores, como se produzem as vogais... 

Tem uma área infantil (inclusive com banheiro só para crianças) muito boa, que o Lipe adorou, bem interativa e cheia de brinquedos e atrações para os pequenos visitantes. 

Luta foi conseguir tirar ele de lá na hora de irmos embora! Melhor deixar para conhecer essa área bem no finalzinho da sua visita ao museu...










No ano passado (2014), o MCT foi eleito como 8º melhor museu do Brasil na premiação Travellers' Choice, do TripAdvisor, destacando-se como único museu universitário e único representante da região sul do país na lista!

Na mesma premiação, foi também classificado como nº 1 entre as 130 atrações de Porto Alegre avaliadas! Bom sinal, né?!?

Outra coisa que eu achei muito legal: você pode comemorar o aniversário do seu pequeno viajante lá! Dê uma olhada aqui para saber mais informações sobre essa possibilidade. 

Há ainda uma loja no museu, onde você pode comprar produtos exclusivos com o mascote do MCT, o EuGênio

A intenção declarada do MCT é despertar a curiosidade e o gosto pelas ciências, e ele atinge bem o seu objetivo! 

Em resumo: um ótimo programa para adultos e crianças num sábado ou domingo à tarde em Porto Alegre! 




  
Pontos fracos

# Não recebemos nem um mapinha na entrada, nem um folheto sobre exposições temporárias ou coisa do gênero. Típico de país de terceiro mundo, né? Em que país de primeiro mundo você entra num museu e não te enchem de folhetos e mapas??? De qualquer maneira, depois que você se orienta lá dentro - são 3 andares, com um átrio central no piso térreo e os outros 2 andares com mezaninos ao redor - é bem fácil se localizar! Mas um mapinha seria bom, para você poder identificar e ir primeiro nas suas exposições preferidas/áreas de interesse. 

# O Peg, que ainda não conhecia o museu, esperava mais. Achou tudo muito básico e meio "atrasado", "desatualizado". E é um pouco mesmo: eu estive lá há mais de 10 anos e acredito que o museu não tenha mudado muito desde então. Não existem demonstrações de novas tecnologias, coisas mais modernas, sabe? É tudo estilo "ciência básica". Mas isso, claro, é opinião de adulto - as crianças adoram, porque o museu é bem interativo para elas! 

# O terceiro (e último) ponto fraco foi a quantidade de "experimentos" que estavam "fora de uso", "temporariamente indisponíveis"! Dá uma certa impressão de descuido, de que o lugar está meio abandonado, sem receber a manutenção adequada...tomara que seja só impressão minha! Pode ser que, justamente por ser bem "hands on", acabe estragando muita coisa... 






Informações práticas

Endereço: 

Av. Ipiranga, 6681, Partenon
Prédio 40
Telefone: (51) 3320.3521

Veja aqui como chegar ao campus da PUC de lotação ou de ônibus. 

Horário de funcionamento:

# de terças-feiras a quintas-feiras das 9h às 17h
# sextas-feiras das 9h às 21h
# sábados, domingos e feriados das 10h às 18h

Ingressos:

Público em geral: R$ 24,00
Meia-entrada: R$ 12,00 (visitantes até 15 anos, visitantes de 60 anos ou mais e estudantes e professores de qualquer instituição e diplomados PUCRS, mediante comprovação)
Planetário: R$ 4,00 (idade mínima 10 anos)

De terças a sextas-feiras, crianças de até 4 anos estão isentas do pagamento de ingresso.

Sábados, domingos e feriados, crianças de até 6 anos entram gratuitamente. 

Mais fotos de Porto Alegre e as nossas dicas para quem vai à capital dos gaúchos na hashtag #LipeemPOA









Solomon Guggenheim Museum, em New York





















Qual é o seu museu preferido?

Você conhece Porto Alegre? Já esteve no MCT? Deixe as suas dicas nos comentários abaixo então!

Queremos saber quais são os seus lugares preferidos para passear com as crianças na capital gaúcha :)








Mais fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro, na hashtag #Felipeopequenoviajante.

Não esqueça de curtir a fan page no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os nossos minifilmes neste link do Facebooke os vídeos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal!

Você também nos encontra aqui:



Leia também os posts dos outros blogueiros que estão participando desta blogagem coletiva!

Américas

Uziel Santos – Uzi Por Aí  Museu do Ouro (Bogotá, Colômbia)
Adriana Ramos – Sonhando em Viajar! – Museu Nacional da História Natural da Quinta da Boa Vista (Rio de Janeiro, RJ)
André Morato – Blog Meu Destino – Inhotim (Brumadinho, MG)
Antonio Rômulo Jr. – Retrip Viagens – Museu de Arte Sacra (São João Del Rey, MG)
Andrea Barros – Do RS para o Mundo – Museu Histórico de Veranópolis (Veranópolis, RS)
Eloah Cristina – Marola com Carambola – Memorial da Resistência de São Paulo (São Paulo, SP)
Carmem Batista – O que vi do mundo – Museu do Futebol (São Paulo, SP)
Talita Marchao – Me Deixa Ser Turista – Pinacoteca, Estação Pinacoteca, Dops e Museu da Língua Portuguesa (São Paulo, SP)
Cristiane Rangel – Pequeno Grande Mundo – Museu de Ciências Naturais do Bosque da Ciência – INPA (Manaus, AM)
Jamille Andrade – Rascunhos de Fotografia – Museu do Ceará, MAUC e Museu do Humor (Ceará)
Julia Motta – Quebrei a Bússola – Museo del Holocausto (Buenos Aires, Argentina)
Thiago Busarello – Vida de Turista – MALBA (Buenos Aires)
Camila Faria – E aí, Férias – American Museum of Natural History (Nova Iorque, Estados Unidos)
Liliane Inglez – Trilhas e Cantos – Museu Chileno de Arte Pre Colombino (Santiago, Chile)
Andrea e Luciano – Malas e Panelas – Vizcaya Museum and Gardens (Miami, Estados Unidos)
Mariana e Augusto – Embarque Portão 5 – Museo de Las Casas Reales (Santo Domingo, República Dominicana)
Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos – Field Museum (Chicago, Estados Unidos)
Camila Lisboa – O Melhor Mês do Ano – Tumbas Reales de Sipan (Chiclayo – Lambayeque, Peru)
Camila Torres – Colecionando Ímãs – Os Museus de Arte de Brasília (Distrito Federal) Cynara Viana – Cantinho de Ná – Instituto Ricardo Brennand

Europa

Heloisa Righetto – Aprendiz de Viajante – 5 museus não tão conhecidos para visitar em Londres (Londres, Inglaterra)
Deb Wal – Segredos de Londres – National Gallery (Londres, Inglaterra)
Fernanda Scafi – Tá indo pra onde? – Deutsches Historiches Museum (Berlim, Alemanha)
Nicole Plauto – Agenda Berlim – 3 museus para visitar na primeira vez em Berlim (Berlim, Alemanha)
Claudia Bömmels – Brasileiros Mundo Afora – Deutsches Technik Museum (Berlim, Alemanha)
Natália Gastão – Ziga da Zuca – Museu Judaico (Berlim, Alemanha)
Renata Inforzato – Direto de Paris – Hôtel de Soubise – o palacete que virou arquivo e museu (Paris, França)
Fabia e Gabi – Estrangeira – Museu Picasso (Barcelona, Espanha)
Roberta Martins – Territórios – Museu Dalí (Barcelona, Espanha)
Adriana Lima – Da Porta Pra Fora – Museu DOX (Praga, República Tcheca)
Ana Cristina – ITALIAna – Galleria degli Uffizi Florença (Florença, Itália)
Deyse Ribeiro – Passeios na Toscana – Museu Cappella Brancacci (Florença, Itália)
Aline Dota – Descobrindo a Alemanha – EL-DE-Haus – Centro de documentação do Nazismo (Colônia, Alemanha)
Larissa Andrade – Esto es Madrid, Madrid – Reina Sofía (Madri, Espanha)
Fani e Robson – Meu Mundo Por Aí – Museo Del Prado (Madri, Espanha)
Dalila Barakat – Mil e Uma Viagens  Mauritshuis (Haia, Holanda)
Simone Betoni – O Guia de Milão – Casa Museu Boschi di Stefano (Milão, Itália)
Solange Spiess – No Mundo com a Gente – Museu Casa de Rembrandt (Amsterdam, Holanda)
Poliana Cardozo – Comendo Chucrute e Salsicha – Museu de Belas Artes de Sevilha (Sevilha, Espanha)
Luciana Rodrigues – Turismo em Roma – Museu da Emigração Italiana (Roma, Itália)
Virna Mitrogiannis – Uma Brasileira na Grécia – Museu Acrópoles (Atenas, Grécia)
Cyntia Campos – A Fragata Surprise – Museu da Acrópole (Atenas, Grécia)
Carol Pascual  Londres com Crianças  Museum of London (Londres, Inglaterra)

Diversos

Mirella, Oscar, Martinha e Carina – Viajoteca – Te Papa de Wellington (Nova Zelândia) Vizcaya Museum & Gardens (Miami)
Thaissa Chagastelles – Viagem com a Thathá – Auckland Museum (Auckland, Nova Zelândia)
Marina Vidigal – Ideias na Mala – Angkor National Museum (Siem Reap, Camboja)
Nívia Guirra – Viagens Invisíveis – 5 Museus Palácios no Marrocos (Marrakech e Fez, Marrocos)

9 comentários:

  1. Clau, ficou lindo o saite! Parabéns! A gente foi ao Museu da PUC faz uns 3, 4 anos e eu, naquela época, já achei ele meio descuidado, com experimentos em manutenção, coisas muito detonadas. Não há dúvidas de que é um excelente museu para adultos e crianças, mas podia ser mais cuidadinho, sim!

    ResponderExcluir
  2. Nós adoramos o Museu da Puc!
    Quando tenho que ir na clínica lá na PUC, Dodô sempre pede para ir junto, aproveitar o museu.

    Beijão,
    Fran @ViagensqueSonhamos

    ResponderExcluir
  3. Levamos a Manoela e agora queremos voltar com a Juju, mas tive a mesma impressão de muitas atrações meio caidinhas. Ainda assim vale a visita!

    Beijo,

    Clau

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post e foi bom relembrar minha última ida há mais de 12 anos.. Está na hora de retornar.. :)

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cláudia!!! Td bem? Faltou incluir a lista dos outros blogs! Aqui no meu post tem, mas já adianto que está dando erro em muitos links...
    http://trilhasecantos.blogspot.com.br/2015/03/museu-chileno-de-arte-precolombino-em.html
    bjs!!!!

    ResponderExcluir
  6. Acho museus interativos os mais legais; Como você falou, uma pena as coisas serem um pouco descuidadas por aqui né? Mas tenho certeza que o Lipe se divertiu e deve ser um ótimo programinha para finais de semana!
    Adorei o post :) Obrigada por compartilhar!
    Beijos, Julia.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal Claudia! Eu tive a oportunidade visitar o Museu da PUC-RS, mas acabei priorizando outro passeio na cidade. Depois me arrependi. Vou deixar para a próxima visita a Porto Alegre. Abraço e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  8. Fico feliz que vocês tiveram a mesma impressão que eu! Achei que eu é que estava sendo muito cricri :P

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...