14 de outubro de 2014

Disney Babble Brasil: "Destinos improváveis com filhos" - a entrevista completa

Fico muito faceira sempre que nos convidam para uma entrevista, porque é uma oportunidade para falar sobre viagens em família para leitores que ainda não conhecem o nosso blog

Lá no Disney Babble Brasil, o pequeno viajante já foi apontado como um dos top 10 blogs brasileiros de famílias viajantes, neste link

Meses depois, o nosso canal no YouTube foi indicado pelo Disney Babble Brasil como uma de 4 famílias viajantes que documentam suas andanças pelo mundo em vídeos, neste link.

E agora, na semana passada, eles publicaram uma matéria sobre viagens para destinos improváveis com filhos, com a nossa participação, e eu fiquei muito feliz com a oportunidade de dar dicas de lugares fora do comum para curtir férias inesquecíveis com os pequenos.

Mas, nestas entrevistas, a gente sempre responde a um monte de perguntas e, na edição, eles são obrigados a cortar grande parte do que contamos, resumindo um pouco a nossa "novela" - então vou publicar aqui a entrevista integral, para quem tiver interesse, como já fizemos aqui, com a entrevista dada para a Revista Pais & Filhos ou aqui, com a entrevista que demos para o portal Delas, no IG

- A partir de quantos anos os pequenos já estão prontos para enfrentar a estrada? A primeira vez que pegamos a estrada com o Lipe ele tinha menos de 1 mês de vida - fizemos uma viagem curta para Montevidéu e Punta del Este. O primeiro voo foi aos 3 meses, quando fomos para New York e, de lá, seguimos de carro para o Canadá. A primeira viagem "exótica" foi aos 11 meses, quando fomos para a Colômbia e viajamos por todo o país, usando diversos meios de transporte. Depois disso, fomos a Noronha, fizemos uma viagem de 5 meses de mochila de volta ao mundo...eu acredito que não há idade certa para os pequenos enfrentarem a estrada - a idade certa é quando os pais estiverem preparados!

Contei mais sobre a primeira viagem do pequeno viajante aqui.



- O que é preciso estar atento na hora de definir um roteiro que será feito com crianças pequenas? Um roteiro com crianças pequenas deve ter uma programação pensada também para eles, com muitas paradas em pracinhas e programas infantis. Ao contrário do que as pessoas costumam pensar, lugar bom para viajar com crianças é o lugar para o qual a família sonha viajar, o lugar que os pais sonham conhecer. As pessoas têm filhos e pensam que, daí em diante, só poderão viajar para resorts, hotéis-fazenda, e isso está longe de ser verdade. Basta você incluir uma pracinha no roteiro e o seu filho será tão feliz em Ulaan Baatar, na Mongólia, quanto em qualquer outro lugar!

Leia mais sobre a nossa viagem à Mongólia.



- O que torna um destino inviável de ser visitado - se é que existe algum que podemos classificar dessa forma. Eu acho que não existem lugares inviáveis, a não ser aqueles onde existam epidemias, como ocorre com o ebola, na África Ocidental, hoje em dia, ou em zonas de guerra. Todos os outros lugares são perfeitamente "visitáveis" com crianças, tanto que existem crianças (e comida de criança, e fraldas, e remédios) em todos os lugares do mundo, não é? A única diferença é que, em alguns lugares, devemos ter cuidados específicos: se você vai para um lugar muito frio, tem que levar roupas apropriadas para a criança; se vai para a Índia, tem que dar a vacina da febre amarela; se vai para a praia, tomar os cuidados óbvios com o sol...

- Qual o arsenal básico que você costuma levar na mala quando viaja com os pequenos? Os itens que eu considero imprescindíveis são brinquedinhos pequenos, livros de colorir e lápis de cor, kit de remédios, carrinho confortável e, no avião, uma muda de roupas extras (para o caso de algum "acidente") e algumas guloseimas, além da obrigatória mamadeira, para a criança sugar na decolagem e na aterrissagem e não ter problemas e dor no ouvido.

Fiz alguns checklists úteis para ajudar na hora de arrumar as mochilas.



- Para finalizar, gostaria que você me indicasse de 2 a 3 destinos "improváveis" para fazer com as crianças, contando um pouco das características desses locais, porque é legal ir com crianças e como foi sua experiência lá.

A Patagônia é um lugar que as famílias com crianças costumam evitar, principalmente no inverno, por medo do frio excessivo. Nós estivemos lá com o Felipe aos 4 anos e foi uma as viagens mais gostosas que já fizemos: ele andou de trenó puxado por cachorros na neve, aprendeu a esquiar, fez esqui bunda, andamos de moto de neve, vimos icebergs, glaciares e ele aproveitou cada passeio!

Leia mais sobre a nossa viagem à Patagônia.



Outra coisa que as famílias evitam fazer depois que têm filhos é acampar - e não há criança que não adore acampar, não é mesmo?!? A solução que nós encontramos foram as viagens de motorhome: fizemos 3 grandes viagens de motorhome com o Felipe, pela Nova Zelândia, Estados Unidos e Leste Europeu, e o nosso pequeno viajante está viciado, não pode ver um motorhome que já quer saber quando será a próxima viagem na nossa "casinha com rodas"!

Sobre viagens de motorhome.



Outro destino que me desaconselharam muito foi Fernando de Noronha. É um lugar ainda bem rústico, mas o Felipe adorou todos os passeios, viu golfinhos, nadou com os peixinhos, viu as pegadinhas das tartarugas, fez todas as trilhas conosco e até desceu no buraco do Sancho pendurado no papai.

Assista o videoclipe da nossa viagem a Fernando de Noronha.




Por último, a maior de todas as aventuras que nós já fizemos em matéria de destinos "improváveis" em família foi a nossa longa viagem de volta ao mundo, quando viajamos pela Ferrovia Transiberiana, atravessando a Rússia, Mongólia e China - o Lipe comemorou seu aniversário de 2 aninhos no trem, brincando com as inúmeras outras crianças russas e mongolianas que viajavam no nosso vagão. De lá, seguimos para o Nepal e a Índia, lugares que causam um choque cultural imenso nos maiores mochileiros, imagine num casal viajando com uma criança de 2 anos! Foi uma experiência incrível, e o Felipe teve mais facilidade de se adaptar com a comida apimentada do que nós! Para terminar, seguimos para o sudeste asiático, onde visitamos a Tailândia, Birmânia, Laos, Malásia, Cingapura, Indonésia...todos lugares incríveis para se viajar com uma criança! A comida é excelente (muito arroz, massinhas), as pessoas são amistosas e adoram crianças, tudo é muito barato, você pode interagir com macacos, tigres, elefantes...enfim, tudo o que se pode esperar de um lugar "exótico"! Hoje o Felipe já conhece 38 países, com apenas 5 aninhos de vida (viajou de avião 78 vezes), mais do que a maioria dos adultos que eu conheço!

Leia mais sobre as nossas andanças pelo Sudeste Asiático





Você também nos encontra aqui:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...