12 de julho de 2014

São Francisco - roteiro de 5 dias perfeitos

Finalmente chegamos em São Francisco, pessoal!

Como vocês sabem, subimos quase todo o litoral da Califórnia entre dez/2013 e janeiro deste ano, e todos os posts sobre esta viagem incrível já estão aqui no blog, no marcador Califórnia

Agora, chegou a vez de contarmos sobre os dias maravilhosos que passamos em São Francisco, uma das cidades mais bonitas do mundo!  


Já viu o videoclipe que fizemos com as nossas melhores imagens na cidade? Está aqui

Nós chegamos na cidade no dia 1º de janeiro, à noite, e só fomos embora no dia 5, depois de 4 noites (gratuitas!!!) por lá! 

Neste post vou contar tudo o que fizemos na cidade nos 3 primeiros dias, com todos os detalhes e as nossas dicas para você aproveitar tudo, e no post seguinte, que está saindo em conjunto com este, conto a programação dos 2 últimos dias - leitura obrigatória para quem visita a cidade com transporte próprio! 

Vamos lá?





Dia 1 

Chegamos! E 2014 já chegou matando a pau! 

Sem eira nem beira, chegamos em São Francisco de noite, vindos direto de Carmel e, depois de contornar todo o litoral da cidade, resolvemos cruzar a ponte Golden Gate para dar uma "olhadinha" do lado de cá, talvez achar um estacionamento para passar a noite...logo que terminamos de cruzar a ponte, vimos uma saída para um vista point à direita e viemos dar uma "espiadinha". 

Pois o tal mirante é um estacionamento que permite overnight de motorhomes, com banheiro e tudo, e o melhor: do ladinho da Golden Gate Bridge, de frente para a cidade de São Francisco toda iluminada, com uma vista de um milhão de dólares!!!! 

COMPLETAMENTE DE GRAÇA!!! 




Se alguém me dissesse "pode escolher qualquer hotel da cidade para ficar de graça nas próximas 3 noites", eu não trocava meu motorhome! ♡♡♡♡♡♡

PS. Só falta wifi e um chuveiro melhorzinho...mas a nossa vista nas próximas 3 noites não tem preço e compensa o banho meia boca do RV!!! 


O lugar é uma festa, cheio de gente que chega a todo momento em carros ou táxis para curtir as vistas. 

Além de nós, mais 3 RVs, com chineses, franceses e americanos (alguns deles em crise porque já haviam reservado e pago campings!). 



PS2. Duvido que alguém consiga dica de hospedagem em SFo melhor que essa!

O Peg está empolgadíssimo com as fotografias que está tirando e o Lipe ficou tão impressionado com a nossa empolgação que também resolveu abrir a cortininha da cama dele para "olhar a vista"!!!




Dia 2 

Como se não tivesse nada melhor para fazer em São Francisco, o Peg madruga e vai correr 11Km Golden Gate afora!!!! 

A bem da verdade, morri de inveja dele...não é todo dia que a gente pode correr na Golden Gate, né? 

O maluco também já deu suas corridinhas no Central Park de NY, atravessou a Brooklyn Bridge, desbravou o Death Valley (adorou correr lá por causa do ar seco do deserto!), correu na orla de Panama City, contornou o Lago de Bled na Eslovênia...bem que eu queria ter esse fôlego :(

Ele recomenda muito, e disse que o único trecho mais puxado nessa rota é a subida de Crissy Field para a ponte!






Enquanto isso, nascia o sol na Golden Gate Bridge, e eu fiquei curtindo o espetáculo!





Primeiro fomos a Sausalito, onde vimos muitos barcos, lojas, galerias de arte e casas barco.

Sempre lia sobre Sausalito nos romances da Danielle Steel (os romances dela sempre se passam em Carmel ou Sausalito, kkkkkk), e por isso queria muito conhecer a cidadezinha, que eu não vi na primeira vez em que estive em São Francisco. 

Na verdade, embora seja uma rica cidadezinha, não há muito o que ver. 

Diferente de Carmel, que dá gosto de passear, em Sausalito a gente dá uma volta no pier, vê as lojinhas e galerias de arte e tá visto. 

O que existe de mais interessante lá é a imensa comunidade que vive em casas-barco - tem desde mansões até barracos hippies!

Depois fomos, por uma estradinha de arrepiar os cabelos do motorista do motorhome, até Muir Woods National Monument - sem palavras para descrever o tamanho daquelas árvores!!!



A única coisa muito chata neste parque é que a área de estacionamento é mínima, e não tem espaço para motorhomes, então a gente teve que estacionar a mais de 1km da entrada do parque, num acostamento na beira da estrada, e voltar caminhando até chegar no parque e então poder começar a trilha de 1 milha chamada "Main Trail Loop", que é a principal trilha do parque e vai até Cathedral Grove, voltando por Bohemian Grove



Ainda bem que a trilha é fácil e acessível para carrinho, porque não há criança que aguente a pernada! E o que mais deu raiva é que tinha váaaaaarias vagas reservadas para ônibus, todas vazias! 

Se você puder, deixe para ir lá depois das 4PM, que daí eles liberam essas vagas para automóveis também!

Tem café e banheiros no parque, além da lojinha de sempre.

Esse monumento nacional fica a poucos Kms ao norte de São Francisco (12 milhas, pela Hwy 101), no Mt. Tamalpais State Park, mas parece outro mundo!  

As Redwoods são as árvores mais altas do mundo - chegam a alcançar 130m!!! 










A entrada no parque Muir Woods custa U$ 7 e não há motivo para deixar de vir até aqui - até os ônibus vermelhos hop on hop off têm uma linha que vem aqui!!!

O Lipe desenvolveu uma ótima técnica para apreciar as Redwoods!






De lá, seguimos para Berkeley, que fica na Bay Area

Passamos por Larkspur e cruzamos a ponte pela estrada #580, descendo até Berkeley, do outro lado da Baía de São Francisco. 

Eu normalmente adoro cidades universitárias. 

Já fomos a Oxford e Cambridge, na Inglaterra, a Burlington, em Vermont, a Harvard, em Cambridge/Boston, a Princeton e até a New Haven, conhecer Yale. Fiz questão de conhecer a NYU em New York e a UConn, em Connecticut, além da George Washington University em DC, dentre muitas outras...mas achei Berkeley nada a ver :-(

Fomos em todos os lugares sobre os quais eu havia lido, com exceção do restaurante Chez Panisse, famosérrimo, mas que estava fora do nosso orçamento $$$$$

University Avenue

Sather Tower

Telegraph Avenue

Gourmet Ghetto (Shattuck Avenue), 

Lawrence Hall of Science - onde estacionamos à esquerda depois de passar o museu para ver a Golden Gate muiiiito de longe...

Enfim, fizemos tudo o que havia para fazer por lá e achamos tudo muito fraquinho. Nem se compara com qualquer das outras cidades universitárias que eu mencionei antes...





Para vistas da ponte Golden Gate, fico com o nosso Vista Point 1000 vezes; para comer bem, o Ferry Building de São Francisco tem melhores opções; para ver prédios universitários lindos, fico com Yale ou Princeton, para não falar dos ingleses. 

Foi meio frustrante, porque Berkeley tem tanta história...tudo o que importa nos anos 60 aconteceu lá, todos os protestos contra a Guerra do Vietnam...enfim, fui com uma certa expectativa que nem de perto se concretizou. Não recomendo, a não ser que você tenha muiiito tempo disponível para "gastar". 

Se você foi a Berkeley e gostou, por favor conte aí nos comentários o que foi que eu perdi!!! :-(

De Berkeley, fomos até o Target de Albany, ali perto, pois precisávamos comprar "provisões", e voltamos para São Francisco pela Bay Bridge, da estrada #80, ainda mais linda que a anterior. Essa ponte tem pedágio de U$ 6. Na verdade, são 2 pontes, interligadas por um túnel, com Treasure Island no meio. 

Com essas últimas 2 pontes, "fechamos o cerco" ao redor de SFo: cruzamos todas as pontes da Bay Area!!!



Assim como ontem, fizemos o trajeto que é um must em São Francisco: a volta na cidade pelo litoral, desde a Bay Bridge até a Golden Gate, passando por:

Ferry Building

Embarcadero

Exploratorium, 

Coit Tower

Pier 39

Fisherman's Wharf

Marina

Crissy Field.


Dia 3

No nosso terceiro dia em São Francisco, resolvemos pegar o hop on hop off, aqueles ônibus vermelhos de 2 andares que a gente paga por dia e pode ficar subindo e descendo o dia todo nos diferentes pontos turísticos da cidade. 


Achamos que de motorhome seria difícil circular pelo centro da cidade, então resolvemos deixar nossa "casinha" estacionada em algum lugar e comprar o passe do City Sightseeing por 2 dias para passear por São Francisco, por U$ 50 (por pessoa, e o Lipe não pagou), o que, concluímos mais tarde, não foi uma decisão acertada, como vou explicar mais adiante. 

Pelo menos ganhamos um desconto de 10%, pois eu tinha guardado o bilhete do mesmo tour que havíamos feito com o ônibus vermelho no Panamá, e acabamos pagando U$ 90 (U$ 100-10% = 90).

#ficaadica: guarde o bilhete de seu tour no City Sightseeing e, no passeio seguinte, apresente o papelzinho, que eles dão o tal desconto!

Primeiro fomos de motorhome mesmo dar umas voltas e parar nuns mirantes da Golden Gate Bridge (coisa que você só consegue fazer tendo transporte próprio!). 





Saímos do nosso vista point, cruzamos a ponte em direção à cidade e andamos por todas as estradinhas do "Presidio", área de parques que fica do lado sul da ponte, parando em todos os mirantes. 








Vimos essa ponte de tantos lugares diferentes que dá para fazer uma lista: "10 lugares top para ver a Golden Gate!"



Depois seguimos para Crissy Field, para mais vistas lindas, e também para procurar East Beach, porque, segundo tinha me informado um outro "motorhomer", o estacionamento de East Beach seria o único lugar da cidade onde poderíamos deixar o motorhome parado o dia inteiro de graça - e ele tinha razão! 





Trata-se de um estacionamento enorme, na beira da praia, onde não há limite de tempo para estacionar e não tem parquímetro

Só não pode estacionar lá overnight

#ficaadica



Vencido o primeiro desafio, de estacionar a nossa "casinha", fomos caminhando até o Palace of Fine Arts, que era bem pertinho dali (veja a cúpula dele atrás do lugar onde o motorhome ficou estacionado na foto acima) - e seria a parada mais próxima do ônibus vermelho.

Ainda bem que fizemos isso - se não fosse assim, talvez nem descêssemos do bus no Palace, o que seria um baita erro pois, depois da ponte, foi o nosso lugar preferido em São Francisco

É um lugar lindo de morrer, tanto de dia quanto de noite, e rendeu fotos belíssimas!

Olhando aquelas colunas, a gente fica até em dúvida se realmente estamos nos EUA - poderia ser Turquia, Grécia, Egito ou Roma!




O bus vermelho passou ali antes das 10hs, na linha rosa, e nós embarcamos, cruzamos novamente a ponte com cabelos ao vento kkkkk e adivinhe a primeira parada??? 

O nosso vista point


Depois fizemos uma volta por Sausalito e voltamos para São Francisco onde, depois de algumas voltas, descemos em Fisherman's Wharf para fazer a conexão com a linha vermelha do ônibus, que faz a rota "Downtown".

Uma coisa boa desses ônibus é que os guias vão contando coisas interessantes sobre a cidade, os lugares, a história...mas prefiro os tours que têm as histórias gravadas e que a gente escuta com fones de ouvido, porque daí podemos ouvir todo o falatório em português ou espanhol, e evita-se o risco de pegar uma guia gritona, ou um guia debilóide contando piadinhas idiotas das quais só os americanos acham graça!


Nesse primeiro tour Golden Gate + Sausalito, a guia era bem legal e tocou uma trilha sonora perfeita no trajeto: 

* Sitting on the dark of the bay

* Be sure to wear flowers in your hair

* I left my heart in San Francisco

O tour seguinte, por Downtown, começa descendo a Barbary Coast, passa pelo Ferry Building e vai até Union Square, que é a zona chique da cidade, onde ficam as lojas bacanas, como a Macys, que estava linda, ainda com a decoração de Natal.




De lá, seguimos para o Civic Center, onde ficam os prédios públicos mais importantes da cidade: 

Asian Art Museum

Opera House

Ballet

Biblioteca, que é linda e tem ótimos banheiros e free wifi

United Nations Plaza

City Hall, que tem muita história para contar - assassinatos, casamentos gays, terremotos...





Descemos do ônibus lá e, depois de visitar a Biblioteca e o City Hall, almoçamos e o Lipe aproveitou para brincar muito nos 2 playgrounds que ficam na imensa praça!





De lá, resolvemos ir caminhando até Alamo Square, a ruazinha mais bonitinha da cidade, onde fica um conjunto super charmoso e bem preservado de casas vitorianas

Subimos pela Grove Street - prepare as canelas, porque é um subidão! 

Em Alamo Square, é uma delícia sentar no gramado que fica de frente para a Steiner St., onde ficam as casinhas famosas (dizem que uma delas foi vendida recentemente por U$ 34 milhões!). 

Detalhe: Alamo Square também tem banheiros e um ótimo playground.



Depois, pretendíamos embarcar de novo no ônibus para fazer o tour da linha verde, que vai até o Golden Gate Park, mas aí começaram os problemas com o City Sightseeing, que em São Francisco foi tão, mas TÃO ruim para nós, que eu pedi o dinheiro que havia pago de volta...e eles devolveram!!!

O primeiro problema foi que eles alteraram as paradas de Alamo Square e de Lombard Street, mas não colocaram as alterações no mapa, então ficamos um tempão esperando na parada perto de Alamo Square e eles não passaram nunca. 

Resultado: pegamos um táxi para voltar a Union Square, que eles me reembolsaram mais tarde, quando reclamei.

Depois, quando chegamos para fazer o tour noturno das 18hs, com 15min de antecedência, o bus já estava cheio! E não teriam o tour das 19hs, diferentemente do que dizia no folheto de propaganda. 

Mas como assim?!? 

Quando compramos o tour, eles não avisaram que haveria apenas um ônibus fazendo o tour noturno, e que teríamos que chegar cedo se quiséssemos garantir nossa vaga!

Durante o dia, eles têm pencas de ônibus circulando, e vendem o tour para centenas de pessoas, aí chega de noite e querem enfiar todo mundo que comprou o passe em um único ônibus?!?

Pedi e me devolveram o dinheiro (os U$ 90 que eu havia pago) na hora. A política de reembolso é boa, mas o tour é só meia boca, foi a nossa conclusão.

Mesmo com todas as eventuais dificuldades de circular/estacionar de motorhome, não há nada como ter as nossas próprias rodas e não depender de ninguém!!

Mas, reclamações à parte, continuando com o nosso roteiro, voltamos de táxi a Union Square, onde pegamos o bus da linha vermelha para terminar o roteiro "Downtown", passando por:

Chinatown

Financial District, onde fica um dos símbolos da cidade, a Transamerica Pyramid



North Beach, a "Little Italy" de São Francisco, e

Pier 39, que deve ter a maior concentração de focas por metro quadrado do mundo (nessa época - inverno, são mais ou menos 600!). 



Descemos do bus no Pier 39, que é o lugar mais "turístico" da cidade, onde ficam o Aquarium of the Bay, as focas mascotes de São Francisco, dezenas de lojas e restaurantes, e fomos caminhando até Fisherman's Wharf, outro ponto "pega-turista" da cidade, mas que não deixa de ser obrigatório no roteiro de qualquer turista. 






Essa caminhadinha do Pier 39 até Fisherman's Wharf é bem divertida, especialmente no final da tarde, quando tem muitos artistas de rua fazendo seus shows - o Felipe ficou empolgadíssimo com todas as apresentações que viu, e fez questão de fotografar (ele mesmo, com o tablet kkkkk) cada uma delas!




Jantamos no In'n'out e, depois de pegar nosso dinheiro de volta no escritório da City Sightseeing, fomos passear mais um pouco a pé, até Ghirardelli Square, onde nos divertimos muito vendo os bondes passarem!




Ali mesmo, nos arredores de Ghirardelli Squarepegamos um táxi até o Palácio de Belas Artes (lembra que eu falei que ele fica ao lado de East Beach, onde o nosso motorhome nos esperava?) - e o Palace estava ainda mais bonito à noite, fantasticamente iluminado!




De lá, voltamos ao  nosso mirante da Golden Gate Bridgepara mais uma noite de vistas maravilhosas :)

Detalhe: nesse estacionamento gratuito de East Beach tem um café com free wifi!


Dia 4

Continua aqui



Você conhece São Francisco?? Tem alguma dica especial para os nossos leitores? Deixe aqui a sua recomendação! 

Próxima parada: Yosemite National Park - fique por aí!!



Leia também

Post sobre o parque Disneyland - roteiro e melhores atrações

Para ler todos os nossos posts sobre a Disney, veja aqui



Assista todos os minifilmes desta nossa aventura de motorhome pelos EUA no Facebook. Os videoclipes você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal!

Veja mais fotografias desta viagem no Instagram @claudiarodriguespegoraro, nas hashtags #Lipenamotorhometrip ou #felipeopequenoviajante.

No Twitter, procure por @pequenoviajante. No Google+, você nos adiciona aqui

Não esqueça também de curtir a fan page do Felipe, o pequeno viajante no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Você também nos encontra aqui:


14 comentários:

  1. Gostei bastante do post! Vocês estão de parabéns! Estou planejando passar noite em San Francisco com RV. Poderia me passar a localização no google maps do Free Parking perto da Golden Bridge?

    ResponderExcluir
  2. Oi Eduardo, não tem erro, é só pegar a primeira saída da estrada à direita, logo que terminar a ponte!

    ResponderExcluir
  3. Claudia, este Parking perto da Golden Gate, eu posso Deixar a Rv estacionada por 4 dias e 4 noites, ou só posso passar a noite e pela manha teremos quer sair de lá ? Inicialmente iria fazer esta trip de carro, mas depois que conheci este Blog estou pensando seriamente em locar um RV rs, é muito difícil de se locomover e encontrar locais para estacionar nas grandes cidades ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo, não pode, não! Tem um limite de horas que pode permanecer lá! Agora não lembro se eram 12hs ou 24hs...durante o dia tem que sair de lá.

      Neste segundo post sobre São Francisco eu expliquei melhor isso, e a questão de como é se deslocar pela cidade de RV e estacionar: http://www.felipeopequenoviajante.com/2014/07/sao-francisco-roteiro-de-5-dias-parteII.html

      Dá uma olhada :)

      Excluir
  4. Pessoal, então quer dizer que é razoavelmente tranquilo achar um lugar para estacionar (só para visitar as atrações), por exemplo, ali na região do Fisherman's Wharf? De qualquer forma vi pelo Google Maps que tem uns estacionamentos (Parking) abertos ali perto, não é? Será que dá pra estacionar o Motorhome nesses estacionamentos? Em geral é permitido? Parabéns pelo Post! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo,
      Neste post eu explico melhor como estacionar e se deslocar de RV pela cidade de São Francisco: http://www.felipeopequenoviajante.com/2014/07/sao-francisco-roteiro-de-5-dias-parteII.html

      Em geral é permitido estacionar o RV em quase todos estacionamentos, a não ser os que têm teto muito baixo, onde o RV não passa, como alguns casinos de Las Vegas, por exemplo!

      Excluir
  5. Ola. Vi umas fotos que vcs estao na areia. Qual é esta praia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá explicado aqui: http://www.felipeopequenoviajante.com/2014/07/sao-francisco-roteiro-de-5-dias-parteII.html

      Excluir
  6. Pessoal, irei passar por São Francisco de RV em maio e acabei de descobri que não há local para pagar o pedágio lá na ponte! Como vocês fizeram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós tb descobrimos isso da pior maneira possível, Leonardo: quando recebemos a multa em casa kkkkk...
      Nós não sabíamos do pedágio e passamos várias vezes prá lá e prá cá sem pagar, e pra dizer a verdade, até hoje não descobri como se paga, parece que é online...se descobrires, por favor, volta para nos contar!

      Excluir
    2. http://goldengate.org/tolls/

      Aqui explica direitinho como pagar o pedágio.

      Excluir
  7. Oi Claudia, tudo bem?
    Estamos a um mês da nossa viagem, acertando os últimos detalhes. Tenho algumas perguntinhas sobre estacionamento. Quando vcs visitaram Sausalito, deixaram o RV estacionado onde? No Vista Point mesmo? Medinho de deixar lá, sair pra passear, voltar e encontrar uma surpresa.
    E pra passear em San Francisco. Vcs deixaram o RV no Crissy Field?
    Tenho procurado lugares onde podemos parar o RV, estacionamentos, mas n estou com muita sorte.
    Grata mais uma vez por toda a ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá na marina de Sausalito tinha estacionamento pago, Tiana, mas nós não paramos, só passeamos de RV mesmo. Lá no vista point não pode deixar, se não me engano a regra é apenas 8hs - durante a noite não tem problema passar um pouco disso, mas deixar lá durante o dia é guincho na certa! Para passear em SF deixamos ali em Crissy Field sim, no lugar que expliquei no post, e deu tudo certo!
      Boa viagem pra vocês!

      Excluir
  8. Seu blog está sendo essencial pro planejamento da nossa viagem. Muito obrigada por tudo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...