27 de junho de 2014

roteiro de uma roadtrip de 30 dias do RS até Ushuaia (e volta!), com orçamento incluído, pela Marisa Bertoldo

A Marisa Belle Bertoldo já é nossa "sócia" aqui no blog, colaboradora das mais antigas e frequentes, afinal, o Pedrinho é um pequeno viajante de primeiríssima grandeza, tão descolado quanto o Lipe.

Eu adoro as viagens da família, talvez porque sejam do mesmo estilo das nossas: eles ficam em albergues, fazem viagens econômicas, totalmente independentes e adoram natureza e paisagens bonitas! Acabaram de voltar de uma linda viagem à Colômbia, e eu espero que esse relato também venha logo!

Olhem as outras dicas que a Marisa e o pequeno Pedro já deixaram aqui no blog:



Mas o relato de hoje é sobre a viagem que eles fizeram em março deste ano, quando rodaram, de carro, mais de 13 mil quilômetros até o fim do mundo, em 30 dias!

Uma viagem alucinante, por paisagens deslumbrantes, que deveria estar na wishlist de todo mundo, e que é de deixar morrendo de vergonha quem não viaja com os filhos com a desculpa de que "é muito longe"! 

Essa roadtrip esteve na nossa wishlist por muito tempo, e acabou nunca saindo, olha aqui. Acabamos indo de avião, como eu conto aquishame on us!!!



Vou repetir: TREZE MIL QUILÔMETROS!!! Deu vergonha na cara? Então vamos ao relato da Marisa:




Pedro dentro do carro: levamos IPAD e DVD portátil com conversor para tomada 220 v


"Resumo da nossa viagem até o fim do mundo: 30 dias, 13.017Km rodados e a natureza com toda sua plenitude.

Nossa viagem foi inspirada aqui no blog e depois usamos todas as dicas: passeios, hospedagens, pracinhas...mais uma vez, muito obrigada, Claudia! 

Nós adoramos praia, snorkeling, então uma viagem para a Patagônia nunca passou pela nossa cabeça...mas, depois de ver as fotos da viagem do Pequeno Viajante, nos encantamos. Como natureza também é com a gente, começamos as pesquisas e o planejamento. Decidimos que iríamos de carro, moramos no RS.

Estávamos com o pé atrás...policia caminera com fama de corrupta, relatos de falta de combustível na Patagônia, estradas de rípio, muita quilometragem em alguns dias, cansaço, sono, frioooo...Pois não é que deu tudo certo?? Não tivemos nenhum perrengue!!!! Nós “criamos” uns fantasmas, mas depois que pegamos a estrada não queríamos mais voltar...

Nesta roadtrip até o fim do mundo, fomos eu, meu marido e nosso filho Pedro. Saímos dia 01/03/14 e retornamos 30/03/14 de madrugada.

Somos diurnos, então optamos por hospedagens com cozinha, e levamos uma geladeira portátil no carro que foi bem útil. 

Preferimos hostels, mas em alguns locais eles não aceitavam crianças ou não tinha onde deixar o carro, aí ficávamos em cabañas ou hotéis. As reservas foram pelo Booking.


a geladeirinha portátil


O roteiro

Foram 13.017Km de estrada, seguimos até Ushuaia pela RN3 e retornamos, em grande parte, pela RN40, que está com a pavimentação bem avançada: dos 744Km previstos de rípio, tivemos somente uns 300Km e em bom estado.

Nosso roteiro está bem detalhado, já que esta foi a parte mais difícil em virtude de quase não haver relatos de viagens de carro com crianças (só encontrei o Viajando de Carro).

Depois de várias alterações, esta foi a rota que fizemos e aprovamos: 



Santa Maria – Rivera – Tacuarembó – Fray Bentos – Gualeguaychú – Luján (1diária) – San Miguel del Monte – Azul – Tres Arroyos – Cnel. Dorrego – Bahia Blanca (1d.) – Carmen de Patagones – Viedma – San Antonio Oeste – Sierra Grande – Puerto Madryn (2 d. visita à Península Valdés) – Trelew – Punta Tombo (visita à pinguinera) – Comodoro Rivadavia – Caleta Olivia (1d.) – Puerto San Julian (circuito costero) – Rio Gallegos (1d.) – Rio Grande (1d.) – Ushuaia (3 d.) – Bahia Inútil (visita ao Parque Pinguino Rey) – Puerto Natales (1d.) – (visita à Cueva de Milodón) – Co. Castillo – Parque Nacional Torres del Paine (1d.) – Esperanza – El Calafate (3d.) – El Chaltén (3d.) – Tres Lagos – Gobernador Gregores – Bajo Caracoles – Perito Moreno – Los Antiguos (1d.) – Perito Moreno – Rio Mayo – Esquel – El Bolsón (1d.) – San Carlos de Bariloche (3d.) – Vila La Angostura – Po. Cardenal Antonio Samoré – Entre Lagos – Ensenada – Puerto Varas (3d.) – Osorno – Valdivia – Villarrica – Pucón (2d.) – Po. Tromen o Mamuil Malal – Junin de los Andes – Piedra del Aguila – Vila El Chocón (visita ao Museo Municipal – Gigantosaurus) – Neuquén – Gral. Roca (1d.) – Casa de Piedra – Santa Rosa – Trenque Lauquen – 9 de Julio (1d.) – Mercedes – Zárate – Colón – Paysandú – Rivera – Santa Maria.






Fomos com um carro 4WD, mas não é necessário, vimos kombi, carro 1.0, o importante é um veículo revisado, porque se der pau o socorro pode demorar...Em Puerto Piramides, na Península Valdés.




Quanto custou



Não sabíamos quanto dinheiro levar, então trocamos um pouco de R$ por US$, Pesos Uruguaios, Argentinos e Chilenos em Rivera. 



A cotação mais em conta que conseguimos foi 1R$ = 4PA. 

Usamos também o cartão de crédito, mas em muitos lugares só aceitavam efectivo (dinheiro). Em Puerto Natales trocamos mais R$, lá tem casas de câmbio com ótima cotação.

Nossos gastos, já convertidos:

Combustível: R$ 2.882,00

Pedágios, ferry boat: R$ 229,00

Passeios, teleféricos, entradas de parques: R$ 1.159,00

Hospedagem: R$ 4.257,00


Achamos a viagem muito em conta, e gastamos pouco com alimentação, já que íamos no supermercado e fazíamos a comida em casa.

O total mesmo, até com a revisão do carro em Bariloche, foi de R$ 10.627,00.

Gostamos tanto da experiência que já estamos organizando nossa próxima roadtrip, para o Deserto do Atacama



O Pedro passa falando sobre as geleiras, a neve, os vulcões, as trilhas, montanhas e os animais diferentes que ele viu. Fez e segue fazendo desenhos sobre a viagem. Mostramos e ensinamos ele a respeitar a natureza. É mágico ver o mundo através dos olhinhos dele.



Bom, poderia escrever páginas sobre cada lugar que visitamos, mas as imagens dizem mais. Quem tiver dúvidas é só perguntar.





Em Luján, Argentina.


Punta Norte, Península Valdés, colônia de lobos e elefantes marinhos, também é ponto de observação de Orcas. Passeios para avistar a baleia franca austral de junho a dezembro. Em Puerto Madryn, Argentina.



Area Natural Protegida de Punta Tombo, maior colônia de pinguins de Magalhães. Aberta de setembro até abril. Em Chubut – Patagônia – Argentina.



Brincando com a neve, em Ushuaia, fazendo a trilha até o glaciar Martial, Argentina.



Parque Pinguino Rey, Bahia Inútil, Chile. Dica de um amigo português no Hostel de Ushuaia.



Pracinha em Puerto Natales, muito frio, e o Pedro bem faceiro! No Chile.


Parque Nacional Torres del Paine, lindo.


Próximo à Portaria Lago Sarmiento avistamos um puma, “lagarteando”, paramos o carro e ficamos um tempão observando o grande felino, inacreditável, um safári na América do Sul. Chile.


Glaciar Perito Moreno, hipnotizante! El Calafate, Argentina.


Seguindo o safári: encontro com um casal de huemul na RN23 em direção ao Lago del Desierto. A observação destes animais é rara e deve ser registrada no centro de visitantes do Parque Nacional los Glaciares – Zona Norte. Em El Chaltén, Argentina. 


RN 23 na chegada a El Chaltén, Argentina.


Cerro Campanário, em San Carlos de Bariloche. O acesso é através de um teleférico, mas nos disseram que a trilha até o topo tinha 1 e era tranquila...claro que nós decidimos subir a pé, mas não foi uma boa ideia: a trilha é bem íngreme e tem terra e pedras soltas, e 1Km só se for em linha reta! Resultado: descemos de teleférico. Argentina.


Na RN 231, circuito todos os lagos. Argentina.


Em Frutillar, Chile. Ao fundo: Vulcão Osorno e Lago Llanquihue.


Fim da trilha, nos pés do Vulcão Osorno. No Parque Nacional Vicente Pérez Rosales, em Puerto Varas, Chile.


Leões Marinhos em Valdívia, Chile. 


Vulcão Villarrica, ativo, com fumaça no topo. Existem excursões que sobem até lá, mas só aceitam crianças a partir de 9 anos, teremos que voltar!!! Em Pucón, no Parque Nacional Villarrica, Chile.


Vulcão Lanín, o mais alto desta região, 3.747mts. No Paso Mamuil Malal, retornando para a Argentina. 


Fim da viagem...mas loucos para continuar..."

PS. Legenda da primeira foto do post: Passeio de barco pelo Lago Argentino visitando os glaciares Upsala, Spegazzini e Perito Moreno. São 7hs de navegação, é caro, mas vale a pena. Em El Calafate, Parque Nacional Los Glaciares, Argentina.


Marisa, nem preciso te dizer que fiquei louca de inveja desta viagem, né??? Não acredito que nós não vimos o puma :(

E feliz da vida de saber que tivemos uma participação nela! É uma delícia ver a carinha de alegria do Pedrinho nas fotografias - eu sei perfeitamente o tamanho da felicidade que é mostrar o mundo aos nossos filhotes!

Muito obrigada por este relato incrível e detalhadíssimo! :)

Tenho certeza que muita gente vai agradecer demais pelas informações detalhadas do roteiro e, principalmente, dos custos, que é o grande "medo" de todo mundo!

Esperamos ansiosos os relatos da Colômbia e do Deserto do Atacama (já estivemos lá, qualquer dúvida, grita!)...


Nós também fizemos uma longa viagem pela Patagônia, quer ler sobre ela? AquiGostaria de ler outros relatos de viagens dos nossos amigos viajantes mundo afora? Aqui

Você também fez uma viagem maravilhosa em família e gostaria de fazer o seu relato aqui no pequeno viajante? Entre em contato pela caixa de comentários ou através das nossas redes sociais!

Assista todos os minifilmes das nossas aventuras no Facebook. Os videoclipes você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal!

Veja fotografias das nossas viagens no Instagram @claudiarodriguespegoraro. No Twitter, procure por @pequenoviajante. No Google+, você nos adiciona aqui

Não esqueça também de curtir a fan page do Felipe, o pequeno viajante no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Na Argentina:





Você também nos encontra aqui:

Facebook / Twitter / Instagram / Pinterest / YouTube / Google+



10 comentários:

  1. Obrigada por fazer e compartilhar o post, é muito gratificante ver a nossa viagem aqui! Agradeço também todas as tuas dicas, tu não imagina como isso nos incentiva a viajar.

    ResponderExcluir
  2. Que viagem legal! Deu vontade de fazer, obrigado por compartilhar. Maria.

    ResponderExcluir
  3. Minha nossa estou hipnotizada. Essa é uma das viagens do meu sonho e meu marido... desde antes de nossa filha que atualmente esta com 9 meses. Gostaria de fazer uma pergunta, como foi legar tanto tempo de estrada com o pequeno? Sempre me preocupo com isso... penso em deixar essa viagem para quando filhota tiver uns 4 anos ou aceitar melhor o carro....mas tenho receios. Obrigada por compartilharem!!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenhas receio Nathaly Nunes, cada idade da criança tem as suas peculiaridades, quando decidirem é só pegar a estrada! De carro temos mais liberdade com os pequenos, podemos levar um "monte de tralhas": brinquedos, livros, giz de cera, bloco de desenho, tablet, celular, DVD portátil, comidinhas, enfim tudo que possa distraí-los. O Pedro adora pracinhas, levamos em muitas, 23 diferentes no total!!! Ele ia contando e eu anotando. A de El Calafate é ótima, nós já tínhamos visto o vídeo do Felipe algumas vezes, então ele ficou doido quando pode, finalmente, brincar até cansar... Com certeza tua filhota vai adorar. Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  4. Olá!
    Gostaria de saber se vocês conseguiram ver neve na viagem *-*?
    Vi uma foto, mas não fica branquinho de neve, né?

    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani Cunha, nós vimos neve só em Ushuaia, os flocos caindo... é lindo, o Pedro adorou. Mas, como fomos no verão, não chega a acumular, por isso o chão não fica branquinho. A vantagem é que nenhuma estrada fica bloqueada. Beijos.

      Excluir
  5. Marisa, obrigada pela resposta!
    Uma dúvida: o seu carro é muito econômico? Sabe quantos Km por litro ele faz?
    Fiz algumas contas para uma viagem semelhante, considerando 9km por litro (considerando que as estradas não sejam tão boas), e deu quase 5mil reais só de gasolina oO. Será que estou sendo exagerada?

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, nosso carro fez 14Km/l porque a gasolina da Argentina é excelente e, na Patagônia, ela é subsidiada, então pagávamos menos de R$2,00/l! Acredito que tu não vais gastar isto tudo... No Uruguai e no Chile é tudo mais caro, prefira sempre abastecer na Argentina. Outra dica; encha o tanque em El Bolson porque em Bariloche já não tem mais o subsídio. Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...