22 de novembro de 2013

Riviera Maia: as dicas da Kelly Vieira

Acabam de chegar muitas dicas de viagem pela Riviera Maia na "redação" do pequeno viajante! 

A minha amiga "virtual" Kelly da Silva Vieira resolveu colaborar com a nossa próxima viagem mandando as dicas dela, e eu achei tão legais que pedi para publicar aqui também, que assim todos os leitores do blog podem aproveitar tantas dicas legais!

Com a palavra, a Kelly:

Primeiramente,  queria dizer que sou super fã do pequeno viajante e vocês já me inspiraram em muitas viagens. A Índia por exemplo foi uma delas (fui agora em outubro). Sempre tive um certo receio, mas me lembro de uma frase que colocaste no blog que me inspirou para este destino: “Se o Lipe sobreviveu à Índia, ele sobrevive a qualquer lugar”. Logo, se o Lipe sobreviveu, eu também iria sobreviver, heheh. E digo, foi uma das minhas viagens preferidas. Não conheço tantos destinos como vocês, mas posso dizer que a Índia foi muito mais que uma viagem, foi uma experiência de vida, amei aquele lugar.

Bom, sobre a Riviera Maya, vou tentar fazer um resumo:

Primeiro, não somos mochileiros como vocês. Eu até tenho um espírito aventureiro, mas meu marido gosta mais de conforto, bons hotéis, excursões…coisas desse gênero. Por isso, fomos para a Riviera Maya e ficamos num resort por uma semana. 

É uma ótima opção para quem vai com criança, pois normalmente está tudo incluído (comida, bebidas) e tens conforto (piscinas, playground, academia, praia privada, etc). Mas como vês, isso é pra quem quer ir de férias e relaxar. Para quem quer ir conhecer a cultura e descobrir um pouco mais, eu sinceramente não aconselho ficar num resort pois não vais aproveitar muito as instalações, escolheria um hotel barato perto da praia. 

Ficamos 6 dias num resort em Akumal, a 15 minutos de Tulum, 30 minutos de Playa del Carmen e 1h30min de Cancun (Gran Bahia Príncipe é o nome do complexo de resorts).

Durante este período fizemos 3 excursões organizadas: Parque Xcaret, Ek' Balam e Chichén Itzá e Cobá e Tulum.

O Parque Xcaret é lindo, oferece experiências incríveis como nadar com golfinhos, raias, tubarões, fazer snorkel, mergulho, etc. Também é uma espécie de zoológico, com um aquário, pumas, tartarugas gigantes e, é claro, a praia natural. 

No final da tarde tem dois shows super interessantes, um é por volta das 17hs e o outro por volta das 19hs que vale mesmo a pena assistir. Se tiverem tempo, eu sinceramente recomendo um dia no parque - se para mim foi uma maravilha, para as crianças então, nem se fala. 

tartarugas gigantes no parque Xcaret

show sobre a cultura mexicana no parque Xcaret




Existem também outros dois parques que são o Xplor e Xel Ha, que não chegamos a ir por falta de tempo, mas parecem interessantes. 

A outra excursão foi para Ek' Balam e Chichén Itzá

O primeiro é um dos últimos sítios arqueológicos descobertos e foi interessante pois pudemos subir na pirâmide e depois fomos até um cenote que é algo MARAVILHOSO que vocês não podem deixar de ir. 

Depois fomos até Chichén Itzá, e essa nem preciso falar, tem que ir. Ah, mas não pode subir na pirâmide.
 ruínas de Ek' Balam


essa nem precisa legenda, né?!

cenote

A outra excursão foi para as ruínas de Cobá e Tulum

Sobre Cobá não há muito o que dizer, tem a pirâmide que é mais alta que Chichén Itzá e pode subir até o topo, vários jogos de bola, enfim, tudo o que já tinha visto em Ek' Balam e Chichén Itzá. 

Pra mim, o que mais valeu a pena foi que lá perto passamos por uma aldeia maia, onde vimos como eles vivem, pudemos dançar e tirar fotografias com as crianças, pra mim essa foi a parte mais interessante. 

aldeia maia

Agora Tulum, essa tem que ir, porque é lindo!!! As ruínas estão na beira do mar e são super interessantes e do lado tem a praia El Paraíso que é um verdadeiro sonho. Praia plana com areia branquinha e aquele mar transparente, nossa, é imperdível.





ruínas de Tulum

Num outro dia fomos até Playa del Carmen na parte da manhã. Lá tem uma rua muito famosa que é a 5ª avenida. É bonitinha, com muitas lojinhas e restaurantes, e à noite é bastante movimentada. 


Ali em Playa del Carmen têm várias agências de viagens oferecendo excursões, e posso dizer que é bem mais barato do que no hotel. 

Na parte da tarde, fomos até a Ilha de Cozumel (é só pegar o barco ali mesmo na Playa del Carmen e custa 26 dólares ida e volta). 

A ilha é bem bonitinha também. Não chegamos a ir até as praias pois eram do outro lado da ilha e o recomendado é alugar uma moto para circular, pois o táxi cobra muito caro. Optamos apenas por fazer snorkel em Cozumel e foi uma ótima experiência, pois tem um recife magnífico.

Tentamos ir para Cancún num dia de manhã, chegamos lá e a chuva era tanta que nem conseguimos passear, o jeito foi voltar para o hotel, e lá, é claro, estava ensolarado.

Transportes: não sei onde pretendem ficar, mas existem umas vans que cobram 3 dólares e funcionam 24 horas. Existem vans que saem de Tulum e vão até Playa del Carmen e de Playa del Carmen têm vans que vão para Cancun e outros destinos. 

O trajeto é sempre 3 dólares ou 30 pesos. As vans param em qualquer lugar que você quiser, é só falar para o motorista onde quer descer quando entrar na van que ele vai parar. Foi pena descobrirmos isso só depois de ter ido ao Xcaret, pois nosso hotel era bem pertinho do parque e a van parava bem na frente, assim não precisávamos ter gasto tanto com a excursão.

Moeda: eles aceitam dólares, euros e pesos. Eu aconselho sempre pagar em pesos porque é mais fácil para negociar. Em todo lugar vão te pedir gorjeta (restaurantes, excursões), por isso estejam preparados. Existe uma taxa de 55 euros ou 1000 pesos (se não me engano) que devem pagar no aeroporto quando regressarem. Só aceitam euros ou pesos.

Clima: não sei em que época pretendem ir, eu optei por novembro pois já não é a época das chuvas. Na previsão do tempo dizia que teríamos chuvas e trovoadas todos os dias, eu quase estava surtando, mas chegando lá a coisa é diferente. Sempre tem sol e, se chover, é aquela chuva tropical que nós, brasileiros, já sabemos como é. Chove por 10 minutos, a nuvem passa e depois abre o sol. 

Eu consultei um blog de uma menina que havia ido e mandei um e-mail pra ela com algumas dúvidas sobre o tempo e ela foi super querida e me respondeu na hora. Como ela fez tudo por conta própria, se quiserem podem entrar em contato com ela, neste blog aqui

Também sugiro que levem muito repelente, porque os mosquitos lá são terríveis.

Bom, acho que é isso. Se precisarem de alguma informação estarei à disposição para ajudar. E depois quero muitas fotinhos do pequeno viajante nessa aventura. 



Pode deixar, Kelly! Com certeza voltaremos com algumas milhares de fotografias desta viagem!

Sobre a Índia, a tua definição foi perfeita: é muito mais que uma viagem, é uma experiência de vida!


Muito obrigada pelas dicas, o teu post ficou lindo! Adorei as tuas fotografias, essa aí de cima tá linda, é na aldeia maia que vocês foram? Vou aproveitar e te perguntar aqui mesmo qual é o nome do cenote que vocês foram, e se tu achas que é viável ir lá com criança??? 

Você também conhece a Península de Yucatán? Mande as suas dicas então, ou deixe seu link aí nos comentários!

Você também nos encontra aqui: 



6 comentários:

  1. Oi Claudia,
    vim deixar a minha contribuição de Cancun e Playa!

    Em Cancun, nós ficamos em um albergue bem em conta e quem tb tem quartos privados. Mesmo na época de Spring Break, nós não vimos muito barulho e festa. http://bit.ly/17VL2g5

    Pertinho desse albergue, fica o Mercado 28, o melhor lugar pra comprar artesanato e produtos típicos mexicanos. Dá pra pechinchar e levar presentes pra td mundo da família. rsrsrs http://bit.ly/18XomfI

    Em Playa del Carmen, nós ficamos em um party hostel que eu não recomento pra famílias e crianças, chamado Vive La Vida. A localização é muito boa mas é pra mochileiros mesmo. http://bit.ly/18XocVz

    A Kelly foi ao Xcaret e nós tb. Que parque maravilhoso. Chorei e tudo na hora de ir embora. hahaha Eu escrevi tanto que dividi em dois posts: http://bit.ly/1cIsgf3 e http://bit.ly/1i2GIW9

    Nós tb fomos ao Xel-há e amamos. Pra quem vai com crianças é maravilhoso, tem muita coisa legal pra fazer. Também dividi em dois posts: http://bit.ly/1jtHRl9 e http://bit.ly/1bZ2dSG

    Para quem quiser se locomover por Cancun, Playa, Isla Mujeres e Cozumel por conta própria, recomendo ler esse post. Ele explica tudinho, dos ônibus, vans, táxis e etc. http://bit.ly/1h7YAO5

    Ainda estou terminando de escrever os posts sobre Chichen Itza e Isla Mujeres mas adianto que nós fizemos tudo por contra própria e foi muito tranquilo. Vale a pena demais conhecer aquele região e o país como um todo. Nós amamos a capital, Cidade do México, e eu não vejo a hora de voltar pra conhecer mais.

    Abração,
    Debora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Debora, adorei!
      Vou lá ler todos os posts do Revista de Viagem e depois volto com as minhas dúvidas!
      Volta sempre, adoro quando complementam os posts com links de outros blogs, obrigada mesmo!
      Bjos, Claudia

      Excluir
  2. Oi Cláudia, adorei o post, ficou muito bacana! A foto é sim na aldeia maia, eu gostei muito e vale a pena.

    Não encontrei o nome do cenote que fomos visitar, mas te dou uma dica: existe um que é super famoso em Chichen Itza chamado Cenote Sagrado Ik-Kil. É muito mais bonito do que esse que fomos e acho que é mais fácil para vocês irem. Esse que fomos dava para levar crianças tranquilamente pois eles tinham coletes salva-vidas para alugar e existia uma parte que era uma espécie de plataforma onde a água não era funda (acredito que no Cenote Sagrado também tenha os coletes para alugar, por isso pode ir tranquila, pq vale mesmo a pena). Mas atenção, a água é geladinha. :D

    Esqueci de mencionar que no Xcaret existe um rio subterrâneo. Logo na entrada você pode atravessar o parque através do rio. Eles te dão uma mala para colocares todos os teus pertences, trancam com um cadeado e te dão a chave numa cordinha para colocares no pescoço. Para atravessar o rio te dão os coletes salva vidas e equipamentos de snorkel. Existem dois trajetos, um mais escuro e outro com mais claridade, mas sempre tens ou a iluminação natural ou então luzes para te guiar. Ao chegar do outro lado do rio tua mala está lá te esperando e é só abrires com a tua chave e pegares os teus pertences, achei super prático. E podes levar criança também, mas tendo em conta que a água é geladinha. :D

    Dá pra ver que adorei o Xcaret né heheh. Pretendo voltar para a Riviera pois há muito para conhecer, e é claro, vou voltar ao Xcaret. ;)

    Abraços.

    Kelly Vieira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kelly, vamos ir ao Xcaret com certeza! E, se der tempo, tb ao Xel-Ra...só o Xplor que, pelo que li, não é muito adequado para crianças, né?
      Quanto ao cenote, já tinha ouvido falar sobre esse Ik-Kil, vamos tentar ir lá então!
      Se lembrar de outras dicas, me fala!
      Bjão

      Excluir
  3. Olá!!
    Que bom que o meu blog ajudou vcs! Fiquei feliz ao ver que o mencionaram aqui!
    http://deisoka.blogspot.com.br

    Estou indo agora para a Republica Dominicana e em breve farei um novo post! Aguardem!!
    Bjs
    Deisoka

    ResponderExcluir
  4. É verdade, Deisoka, a Kelly te elogiou muito! ;-)
    E aí, como foi na Rep Dominicana? Gostou?
    Bjos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...