5 de agosto de 2013

Ilha Grande e Angra dos Reis com crianças - passeios e dicas de viagem


Como todo mundo sabe, uma imagem vale por 1000 palavras, e por isso mesmo este é quase um post "fotográfico". 

Não tem jeito melhor de "mostrar" a Ilha Grande do que com muitas fotografias das belezas daquele lugar. 

Saímos de Paraty em direção a Angra dos Reis de manhã, planejando passar antes na Marina Porto Frade

De Paraty até Angra são 94km, e a Marina Porto Frade, que queríamos conhecer, ficava a 16Km do centro, no nosso caminho.


Para entrar no condomínio (a Marina Porto Frade é um condomínio privado), basta se identificar na portaria, já que, no Brasil, todas as praias são públicas, e eles não podem impedir o acesso de ninguém, embora se trate de um condomínio de casas particulares.

Achamos interessante o passeio - muitas mansões e coisas bonitas para ver. Pena que a maioria dos restaurantes estavam fechados, e achei a praia meio suja de óleo. 


Saímos de lá direto para o centro de Angra e, como ainda era cedo para pegar a barca, decidimos fazer um passeio pela Estrada Turística do Contorno, um lugar muito lindo, que faz todo o contorno na península de Angra dos Reis. 

Fiquei abismada, porque não tinha lido absolutamente nada em lugar nenhum sobre esta estrada linda de morrer - muito pelo contrário: tudo que eu lia, a respeito de Angra, era que só as suas ilhas que valiam a pena, que na cidade não tinha nada para ver - ledo engano!

Bobo é quem vai a Angra e não aproveita para dar uma voltinha pela estrada do contorno!!!


Quando chegou a hora de embarcar, fomos estacionar o carro, e descobrimos, ali perto do Cais da Lapa (que é o cais turístico, bem no centro da cidade, e que de "turístico" não tem nada!), um estacionamento com diária de R$20,00

A melhor notícia da viagem foi o preço da barca entre Angra e Abraão: R$4,50 (e criança não paga). Beleza, né? Foi praticamente a única coisa barata que encontramos na viagem toda, kkkkk...

nosso pequeno mochileiro esperando a barca

e a cidade de Angra vai ficando para trás...

na barca

A barca, durante a semana, sai as 15h30min, é enorme e mesmo assim estava lotada. Os bancos são bem duros, mas espaçosos. A viagem levou 1h20min - pelo que entendi, o tempo varia um pouco dependendo das condições do mar. 

No caminho, passamos por uma plataforma da Petrobrás que, obviamente, lembrou o Felipe dos "Transformers"...



Para mais informações sobre as barcas até Ilha Grande, saindo de Angra e também de Mangaratiba, dê uma olhada neste site aqui. É importante prestar bastante atenção, pois há apenas uma barca por dia, e os horários variam nos finais de semana. 

No retorno, o horário também é diferente: saímos de Abraão para Angra as 10hs da manhã


a chegada em Ilha Grande

e lá vamos nós para a pousada, carregando a nossa "malinha"

Chegando na Vila do Abraão, principal povoado de Ilha Grande, fomos direto para a Pousada dos Meros, na Rua Getúlio Vargas, que havíamos reservado com antecedência pelo Booking.com.

O trajeto do cais das barcas até a pousada dá uns 10 minutos a pé, e é bem tranquilo de fazer com mochila nas costas ou com mala de rodinhas - para quem não sabe, o único jeito de andar lá é a pé, já que não existem automóveis na ilha

Nós gostamos muito e recomendamos a pousadinha. Ela é cheia de Budas, tem um recanto que lembra muito Bali, cheirinho de incenso e bolo de chocolate na recepção. 

a Pousada dos Meros e seu querido mascote


O quarto tem televisão pequena (quem vai até Ilha Grande para ver TV, afinal?!?), ventilador de teto, ar condicionado, frigobar e uma varanda. O banheiro é novo e nunca faltou água quente. O café da manhã é bem completo, com bolos, frutas, café, sucos, presunto, queijo e pães. O único ponto fraco, na nossa opinião, é a internet wifi, que funciona só quando quer, mas isso, ao que parece, é um problema que afeta toda a ilha. 

Outra coisa importante é lembrar de levar REPELENTE para borrachudos e pomada para picadas. Eu tomava banho de Off e Autan e não adiantava nada, eles me carneavam do mesmo jeito...


Depois de nos instalar, fomos passear pela Vila do Abraão e jantamos no Restaurante Gabi Biel - o peixe com legumes estava ótimo!

A ficha técnica de Ilha Grande, que eu havia pesquisado antes de viajar: centrinho Abraão, Lopes Mendes, Cachadaço, Aventureiro (coqueiro deitado) e passeios de barco.

Nós ficamos 3 noites na Ilha Grande. No segundo dia, resolvemos fazer o passeio de escuna até a Lagoa Azul



Aqui, um parêntesis: existem muitos passeios de barco na ilha, todos praticamente iguais e com os mesmos preços - a única coisa que varia é o barco e, mesmo assim, são todos bem parecidos. Não dói dar uma pesquisada, mas também não precisa se estressar...



Também vale dizer que todos os passeios saem depois das 9h30min - na verdade, a maioria sai as 10h30min, o que eu achei muito bom, porque a gente não precisa madrugar. 

Nós acabamos contratando os 2 passeios de barco que fizemos com a Caiçara Turismo, que ficava ao lado da nossa pousada e a moça era tão simpática que nos deu até umas boias de braço para o Felipe!




Depois de muito indagar, concluímos o seguinte: com crianças, o ideal é fazer os passeios de barco, que podem incluir caminhadas curtinhas. Não dá para fazer longas trilhas com crianças, né? A mais longa que encaramos, nesta viagem, foi até a Praia de Lopes Mendes, e foi bem tranquila - essa vale muito a pena, porque não tem barco que vá até lá, então o único jeito de chegar nesta, que é uma das praias mais bonitas do Brasil, é encarando a trilha!

Dos passeios de barco, chegamos à conclusão que os melhores a fazer com crianças são os de escuna, porque são um pouco mais curtos do que os de lancha e têm bem mais espaço para as crianças se movimentarem. 

Nosso primeiro passeio de escuna foi Lagoa Azul, Freguesia de Santana e Praia do Japariz. Custou R$30,00 por pessoa, e criança não paga. Esse passeio sai as 10h30min e retorna as 16h30min.

na Lagoa Azul nem precisa de snorkel para ver os peixinhos!


Nós alugamos snorkel e máscara por R$10,00, mas eu achei desnecessário, porque o passeio não passa em nenhum lugar excepcional para mergulhar. Na Lagoa Azul, que é maravilhosa, você nem precisa de snorkel para ver os peixinhos. 




Na Lagoa Azul há uma parada para banho de mar; na Freguesia de Santana, uma parada na praia, inclusive para conhecer a igrejinha que fica lá (foi o primeiro assentamento da ilha); e na Praia do Japariz há uma parada na praia para almoço.




Nos barcos, os preços são R$8,00 caipirinha e R$5,00 cerveja. E eles servem frutas e emprestam coletes salva-vidas e macarrões para as crianças

















Ficamos impressionados com a quantidade de gringos na Ilha Grande! Não sei se foi por causa da Jornada Mundial da Juventude que estava acontecendo enquanto estávamos lá, mas a gente ouvia mais inglês nas mesas dos restaurantes do que português!

Outra coisa que nos impressionou negativamente foi o quanto os brasileiros ainda não aprenderam a tornar seus estabelecimentos aconchegantes. A gente viaja pela Ásia e lá qualquer biboquinha parece mais aconchegante do que aqui. Eles usam colchonetes, almofadas, iluminação, velas, enfim, coisas simples que tornam o ambiente cozy. Já aqui no Brasil, embora estivéssemos num lugar super turístico, nota-se que ainda não existe essa preocupação, e os proprietários dos bares insistem em mesas e cadeiras de plástico de marcas de cerveja!

escuna para Lopes Mendes

No dia seguinte, resolvemos finalmente conhecer aquela que já foi apontada como uma das "10 praias mais bonitas do mundo": Lopes Mendes

Chegar lá é simples: você pega uma escuna que faz o traslado até a Praia do Pouso e, de lá, segue por uma trilha até a Praia de Lopes Mendes. Também é possível seguir uma trilha que vai da Vila do Abraão até lá, mas por razões óbvias nós nem cogitamos desta possibilidade, ok?


parecia até que estávamos chegando no paraíso...

Este traslado custa R$20,00 em todas as agências de turismo da ilha, ida e volta, por adulto (pechinchar). Crianças não pagam. Existem vários horários para ir e outros vários horários para voltar. Por exemplo: você pode ir no barco das 9h30mim, 10h30min ou 11h30min e voltar no barco das 15hs, 16hs ou 17hs, dependendo apenas da sua vontade. 

Praia do Pouso

Na ida o barco era bem grande e confortável, já na volta viemos num barquinho bem menor e apertado - não dá para prever. 


A Praia do Pouso não tem muita infra - apenas um restaurante, e em Lopes Mendes não tem infra nenhuma - apenas umas pessoas vendendo bebidas na praia. 




Sobre a trilha até Lopes Mendes: é bem tranquila, embora estivesse com alguns trechos bem embarrados. Recomendo levar a criança de tênis, porque (pelo menos o Felipe!) eles detestam embarrar os pés, então acho melhor embarrar os tênis, né?!? Levamos uns 25 minutos para ir até lá - na volta, mais 25min. 

fugindo do barro!

e eis que chegamos! colírio...

Eu achei a praia realmente linda, areia branca fininha e mar beeeeeeem azul, mas gosto mais de enseadinhas pequenas, e Lopes Mendes é daquelas praias imensas, compriiiiiiiidas mesmo, sabe? Não entrou na minha lista das top 10



Outros passeios famosos em Ilha Grande são os seguintes:

Meia volta na ilha - das 10 às 17h30min (lancha)
Volta completa na ilha - das 9h30min às 18 horas (lancha)
Ilhas de Angra - das 10h30min às 17h30min (escuna)
Super sul - das 10h30min às 18 horas (escuna)
Lagoa Verde - das 10h30min às 17h30min (escuna)

Como vocês podem ver, escolhemos o passeio da Lagoa Azul porque, além de clássico, era dos mais curtos (das 10h30min às 16h30min). 



caminho de volta

Tivemos a sorte de estar na Ilha Grande no mês de julho, quando eles comemoram as festas juninas com um arraial no centro da Vila do Abraão, com direito a música, banquinhas de comida, cama elástica e até quadrilha. Jantamos lá duas noites, pois adoramos o bobó de camarão de uma das banquinhas!

o Felipe adorou experimentar a slack line!


O que faltou? Quando o Lipe crescer, teremos que retornar com mais tempo para poder fazer algumas trilhas e passeios de barco que ficaram faltando, em especial para conhecer as Praias do Cachadaço e Aventureiro que não conseguimos conhecer desta vez!


Você conhece Ilha Grande e Angra dos Reis? Então deixe a sua dica na caixa de "comentários" abaixo ou nas nossas redes sociais, e não esqueça de mandar sua fotografia para publicação na Fan Page do Felipe, o pequenoviajante no Facebook!



Procure aqui a sua hospedagem na Ilha Grande:




3. Petrópolis e Teresópolis com crianças - passeios e dicas de viagem
4. uma "roadtrip" pela serra e litoral do Estado do Rio de Janeiro com crianças
5. um roteiro pelo litoral e serra fluminenses (compilação das melhores dicas)
6. as nossas pousadas em Petrópolis, Paraty, Ilha Grande e Búzios (e mais!)
7. Niterói, Rio das Ostras, Búzios e Petrópolis por quem conhece: estrelando, Mariana Arantes Moreira
8. dicas da serra & litoral do Rio de Janeiro das amigas viajadas e do pequeno Pedro
9. e quando viajar vira vício? 


Continue viajando com a gente! 

Aguarde que ainda vêm por aí outros posts sobre a nossa visita à Região dos Lagos do Rio de Janeiro (Costa do Sol - Saquarema, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Búzios)!

24 comentários:

  1. Muito legal Claudia, deu pra perceber que voces curtiram bastante! Seu post está bem completo! E Ilha Grande é de apaixonar mesmo...não tem como não sair de lá com "algo faltando", sempre tem algo que nos faz querer voltar pq faltou visitar!

    Nós já estivemos por lá também algumas vezes..e ainda tem coisa q eu não fiz!

    Mas no meu blog tem alguns post de alguns passeios q fizemos! E tem alguns videos tbem! Espero que gostem...

    http://blog.intrip.com.br/category/ilha-grande/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Obrigada, Fábio! Elogio assim de conhecedor é melhor ainda! Valeu! Pena não ter visto teus links antes de ir!!!
      Bjos, Claudia

      Excluir
  2. Oi, Cláudia. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalie!
      Adorei! A primeira vez na #Viajosfera a gente nunca esquece!
      Bjokas,
      Claudia

      Excluir
  3. Olá Cláudia,
    Estou indo pra um resort em Angra agora em dezembro, sou do Sul e não conheço a região.
    Vai eu, meu marido, nossos dois filhos um de 5 e outro de 3 anos e detalhe: estarei grávida de 6 meses!
    Claro que valerá a pena pelo resort que vamos que é bem aconchegante e preparado para receber crianças, mas temos curiosidade de conhecer a Ilha Grande.
    Achas que é possível irmos para Ilha Grande nestas nossas condições?
    A ideia é sair de manhã cedo de Angra e voltar no final da tarde, conhecer uma ou duas praias, almoçar num lugar bacana e aproveitar o mar azul de lá. Sem muito compromisso de conhecer lugares.
    Se tiveres algumas dicas, te agradeço!
    Obrigada desde já pelas dicas do blog!
    Ariádine Dias

    ResponderExcluir
  4. Oi Ariádine!
    Vale muito a pena conhecer a Ilha Grande! Pena que vocês já tem hotel, senão seria muito bom se pudessem passar pelo menos uma noite lá, para não ter correria de ir e voltar no mesmo dia! Mas, se for possível, acho que vale muito a pena irem até lá sim! Para o caso de vocês, o ideal seria ir de lancha, né? Já pesquisasse como é, quanto custa, saindo de Angra? Eles certamente têm muitas opções de passeios para te oferecer, saindo de lancha de Angra!
    Bjokas, Claudia

    ResponderExcluir
  5. Olá Claudia,
    Adorei suas dicas, estão me ajudando bastante, já que vou para ilha em dezembro.
    Levarei meu bebe de 1 ano e meio. Alguma dica em espcial para me informar ????
    Bjão e obrigada !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Que delícia deve ser a Ilha Grande nesta época!
      Leva repelente e bastante protetor solar! E uma boia de braço!
      E depois volta para contar como foi!
      Bjokas, Claudia

      Excluir
  6. dicas sobre MACEIO: http://deisoka.blogspot.pt/2013/03/maceio.html

    dicas sobre PORTO DE GALINHAS: http://deisoka.blogspot.pt/2013/08/porto-de-galinhas-pernambuco.html

    ResponderExcluir
  7. Hospedar-se em Angra dos Reis ou Ilha Grande?

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigado pelas dicas. Vou amanhã 20/01/14.
    Um grande abraço!!!
    Jefsu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Jefsu, como foi a tua viagem? Deixa as tuas dicas aqui para a gente!

      Excluir
  9. Acha que hospedar-se em Abraao da pra conhecer o restante da ilha numa boa?Eh o lugar mais barato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que sim, Aline! É o lugar mais barato, mais acessível, mais movimentado e de onde saem barcos e passeios para toda a ilha! O resto da ilha é bem mais selvagem, remota, difícil acesso!
      Bjo

      Excluir
  10. Acompanho o blog há um tempo, passamos os últimos doze dias viajando entre Paraty, Ilha Grande e Angra, e aproveitamos muitas dicas daqui. Facilitou muito na hora de escolher a hospedagem e passeios. Como dica sugiro, se for possível, conhecer a Ilha Grande fora da temporada de navios, que é de dezembro a abril, segundo nos informaram. Não é tão bom fazer trilhas e passeios com tanta gente descendo pra passar o dia, tivemos três dias assim. Como ponto negativo notamos a quase total falta de preocupação com a preservação. Apenas algumas placas sobre o lixo, com muito lixo na volta. Sem fiscalização, pequenas praias com muita gente, pisando nos corais, sem orientação dos guias. Ainda assim, adoramos o passeio, pretendemos voltar, e parabéns ao blog. Sucesso!
    Eliana Nolasco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que chato isso, Eliana!
      Nós fomos em julho, e não tinha nenhum navio, tudo bem limpo...turista é fogo! :-(

      Excluir
  11. Olá, poderia me ajudar, estava pensando em viajar para a região de ilha grande, Angra no mês de julho, gostaria de saber como está a temperatura nesta época se consigo aproveitar o mar os passeis naturais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você pode ver no post acima, nós fomos em julho e aproveitamos muito! ;-)

      Excluir
  12. Passeio de barco em Ilha grande que não passa em nenhum lugar realmente bom pra mergulhar??? Tem certeza que vocês foram pra Ilha grande??? Márcara e Snorkel são itens imprescindíveis em Ilha Grande... sou do Rio e já fui pra lá várias vezes... O post até que tá legal, mas para quem pretende ir para lá, desconsidere o comentários sobre dispensar máscara e Snorkel, a menos que não faça a menor questão de observar muita vida marinha embaixo d'água o que não se compara a ver um monte de peixe palhaço por cima d'água na lagoa azul que se aglomeram devido a comida que jogam para eles... Há muito mais para se ver embaixo d'água, e não precisa ser nenhum mergulhador. Até que não sabe nadar, pode observar muitos peixes e corais usando um colete ou espaguete... Quanto a Lopes Mendes, a parte mais bonita da praia é afastada de onde sai a trilha. Fica do outro lado da praia no final dela para o lado direito... a caminhada vale a pena! Pra quem tem disposição para passar o dia passeando de lancha, o melhor passeio de lá é a "Volta a Ilha". Em feriados a Ilha fica bem confusa. Pode faltar água e luz também. Como foi comentado neste post as pousadas no geral são bem rusticas, há também instalações bem mais confortáveis, basta estar disposto a pagar por elas, pois em se tratando de uma Ilha o custo sobre bastante. Boa viagem!

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    Pelas fotografias acho que, se vc realmente conhece Ilha Grande, dá para ver que realmente estivemos lá, né? Caso você não tenha percebido, o post é direcionado para famílias que vão a Ilha Grande com crianças. Dentro deste contexto, fizemos um passeio de barco em que o aluguel de máscara e snorkel foi, efetivamente, dinheiro jogado fora, já que não houve nenhuma parada em nenhum lugar realmente bom para mergulhar. E este passeio foi o mais recomendado por todas as pessoas com quem conversamos, ele inclui paradas na Lagoa Azul, Freguesia de Santana e Praia do Japariz e nenhum destes pontos é realmente especial para snorkel. Você já fez este passeio? Em qual destas 3 paradas usou máscara e snorkel? É óbvio que Ilha Grande é um dos melhores pontos de mergulho do Brasil, mas, para conhecer os pontos realmente bons para mergulho, não adianta nada fazer um passeio de escuna com um monte de turistas- tem que pegar um barco que leve vc até os pontos de mergulho, e eu não recomendaria esse programa para quem vai à Ilha com crianças, por motivos também óbvios...
    Por isso, a menos que vc curta jogar dinheiro fora, o aluguel de máscara é realmente dispensável se vc fizer este passeio de escuna acompanhado de crianças, exatamente como constou no post.
    Quanto a Lopes Mendes, eu não recomendo ninguém com crianças a ir até o outro lado da praia, porque a caminhada não vale a pena com crianças - o caminho de ida e volta até lá é puxadinho para os pequenos e as crianças ainda se cansam brincando na praia - se você ainda tentar a caminhada até o outro canto da praia, vai ter que voltar com o pequeno viajante nas costas :P
    O passeio de Volta a Ilha não é nem um pouco recomendado para crianças - não há criança que aguente ficar o dia inteiro sentada dentro de uma lancha!
    Quanto ao "post até que tá legal", obrigada :-)

    ResponderExcluir
  14. Oi Cláudia, volte mesmo para conhecer as outras praias, Ilha Grande é linda D+, eu moro no Rio e jamais me interessei em conhecer este lugar que fica tão perto, até que um dia fui e fiquei de cara com tanta beleza. Também postei no meu blog que acabei de criar. Me da muito orgulho ter um um lugar desses no estado onde vivo.

    http://aquisouperegrino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. olá...acabei de conhecer o blog e adorei!!! as dicas são bem completas isso é ótimo!
    estou justamente pesquisando um destino p junho, vcs recomendam Ilha Grande? somos casal com crianças 10 e 02 anos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...