20 de janeiro de 2011

os 10 melhores mercados do mundo

Eu simplesmente A-DO-RO um mercado. Não, não estou falando de supermercados, ou de lojas em shopping centers. É MERCADO mesmo. Pode ser feirinha de rua, ou um mercado gigantesco como é o Grand Bazaar, em Istambul, na Turquia (esse, aliás, já é muito arrumadinho e turístico demais, pro meu gosto). Gosto mesmo é da bagunça, dos cheiros, do barulho, da muvuca, de ver os locais fazendo compras e o que eles compram. Nada nos dá um insight tão perfeito de um lugar quanto um mercado espalhado e barulhento, cheio de barganhas e multidões. A Lonely Planet (é, sempre eles, já assumi que sou fã, né?!) fez uma pesquisa sobre quais seriam os melhores mercados do mundo, e não deu outra: Ásia na cabeça!

Dos 10 top markets, nós conhecemos 4 em nossas andanças pelo mundo. Primeiro conhecemos o mercado de Chatuchak, em Bangkok, na Tailândia: dá vontade de passar um mês lá dentro, compramos tantas coisas (tudo tão barato!) que até hoje não sei como voltamos até o nosso hotel em Khao San Road carregando tudo aquilo!!! Depois, conhecemos o mercado noturno de Temple Street, em Hong Kong - não achei tão fabuloso assim, até porque não gosto de coisas falsificadas (que são 90% das mercadorias à venda lá), mas se você gosta de comprar bolsas de marcas famosas e óculos falsificados, é o seu lugar no mundo (depois da 25 de março, em São Paulo, claro, hahaha!!!). Por último, numa viagem ao Oriente Médio, conhecemos o Grand Bazaar, na Turquia, que, como eu já disse, achei muito com cara de shopping center, e o Khan Al-Khalili, no Cairo, Egito, que também achei o máximo, não tanto para se fazer compras, como o mercado de Chatuchak, mas pela atmosfera, pelo lugar em si, com um labirinto de ruelas estreitas, cheio de cheiros, histórias e pequenas tendas vendendo de tudo. Lá também fica o famoso café  El-Fishawi, aberto 24 horas por dia há mais de 200 anos, lugar de reunião para os artistas locais que era freqüentado por Naguib Mahfuz, Prêmio Nobel de Literatura e um dos autores mais conhecidos do Egito.

Olha a lista dos 10 melhores:
1. Khan Al-Khalili, Egypt

The Khan dates back as far as 1382, and some of the delights on offer in its 900 shops include glassware, brassware, perfume and jewellery; a number of artisans practise their craft before eager shoppers, too. Go to the Street of the Tentmakers for something completely different: it’s a market within the market. It’s also Cairo’s last remaining medieval covered market, where tentmakers craft beautifully ornate tents. Head to the old gate of the courtyard that hosted the original market, halfway along Sikkit al-Badistan; the Khan also borders Muski Market to its west.






2. Chatuchak, Thailand

This Bangkok weekend market (actually a ‘minicity’) has to be seen to be believed. Over its 14 hectares Chatuchak contains between 9000 and 15,000 stalls (depending on what’s on and who’s doing the counting) and it attracts 200,000 visitors per day. Come here for Thai handicrafts and antiques among many other delights, but don’t come here on hot, humid days – pressed against all that flesh, you might faint or fade away. To get there take the skytrain to Mo Chit station or the metro to Suan Chatuchak station.




3. Temple St, Hong Kong

This famous night market in Yau Ma Tei sees a lot of action. Here you can try to beat the local chess geniuses or buy some ubiquitous jade, believed by the Chinese to ward off evil. Also choose from a huge selection of open-air restaurants and fortune-telling parrots. Temple St is also known as ‘Men’s Street’ because of the huge amount of men’s clothing for sale, because of the number of gangster films that are set here, and because of the variety of… um…’men’s pleasures’ that are on offer at the stalls. The open-air market usually starts around 2pm and is located in Yau Ma Tei, Kowloon.



4. Kashgar, China

5. Chiang Mai, Thailand

PS. Conhecemos os mercados de Chiang Mai na nossa grande viagem de volta ao mundo em 2011. Pelo que eu entendi, na verdade, em Chiang Mai não existe UM grande mercado, mas dezenas deles - um mais legal que o outro: comida, artesanato, roupas, tudo o que você imagina!!! Mas, com o pequeno viajante, visitar mercados não é tarefa fácil...

6. Camden, England

7. Tsukiji Fish Market, Japan


8. Grand Bazaar, Turkey

Istanbul’s Grand Bazaar is Turkey’s (and possibly the world’s) largest covered market, with around 4000 shops selling jewellery, carpets, brassware, leather goods, hookahs, ceramics, pottery – all under ornate, grandiose passageways spread across 60-odd streets. It gets a reputed 400,000 people per day, which equates to distilled madness. That’s not all: the bazaar, which dates from 1520, is also home to a mosque, 21 inns, two vaulted bazaars, seven fountains and 18 gates. Open Monday to Saturday 9am–7pm, the bazaar is a 15-minute stroll from the Blue Mosque.







9. Aleppo, Syria


10. Pike Place Market, USA



Um comentário:

  1. Fala sério, suas viagens é tudo que mais quero nessa vida!!!
    Ameeeeiii!!!
    Tenho um blog tb, mas sou bem iniciante no assunto, passa lá pra conhecer e seguir se gostar.
    beijos
    www.passeioscomcriancas.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...