Menu

Caminhos de Caravaggio: como é a rota de peregrinação da Serra Gaúcha

Saiba tudo sobre os Caminhos de Caravaggio, uma rota de peregrinação de pouco mais de 200Km que passa por 5 cidades da Serra Gaúcha.

Caminhos de Caravaggio

Saiba tudo sobre os Caminhos de Caravaggio, uma rota de peregrinação de pouco mais de 200Km que passa por 5 cidades da Serra Gaúcha.
Eu estava com pensamento fixo na trilha até o Everest quando, num belo dia, do nada, a Gabi Lucchese, que eu conhecia das trilhas da Indiada Buena, me manda um direct no Instagram dizendo que ela e umas amigas estavam planejando fazer os Caminhos de Caravaggio, se eu não queria ir junto?

Eu nem conhecia as tais amigas da Gabi, não tinha férias por agora, mas pensei "porque não aproveitar o feriadão e fazer ao menos parte do Caminho"?

A vida é o que acontece enquanto estamos ocupados fazendo outros planos, não é mesmo? Adoro essa frase - sei que é um cliché, mas é tão verdadeiro. 

A gente fica sempre adiando nossos sonhos, esperando o momento certo, esperando as férias, esperando ter $$$, e a vida vai passando. Agarre as oportunidades - elas podem não voltar mais. Em outras palavras...quando o cavalo passa encilhado, a gente monta! Não dá para desperdiçar VIDA.

Além de parceiras de peregrinação, ainda ganhei 6 amigas queridas!

Então, no último feriadão, me juntei com minhas novas 6 amigas e partimos para os Caminhos de Caravaggio num animado grupo de 7 "gurias". 

Quem vem conosco nesta aventura??

Leia também: 


Caminhos de Caravaggio
6 amigas queridas com quem percorri os Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
os Caminhos de Caravaggio são uma rota de peregrinação de pouco mais de 200Km na Serra Gaúcha

Caminhos de Caravaggio

Infelizmente, eu não tinha como tirar 10 dias de férias agora, mas não queria perder a oportunidade de fazer pelo menos um pedaço desta caminhada/peregrinação que estava há tempos na minha lista de desejos, então fui com as gurias aproveitando o feriadão e fiz apenas uma parte do trajeto - do total de 10 trechos, eu fiz 7.

Mesmo tendo feito apenas uma parte do percurso (aproximadamente 125Km), voltei encantada, e quero compartilhar com vocês algumas dicas para quem tem vontade de fazer esta linda jornada pela Serra Gaúcha.

Espero que este post inspire vocês a embarcarem nesta caminhada pelos Caminhos de Caravaggio, uma rota de peregrinação que os romeiros já percorriam há muito tempo, indo de Caxias do Sul ao Santuário de Farroupilha, principalmente no mês de maio, que é quando se comemora a aparição de Nossa Senhora de Caravaggio, em 1432, na Itália.

A peregrinação ao Santuário de Caravaggio é, tradicionalmente, ligada ao culto à Nossa Senhora de Caravaggio, mas, hoje em dia, as pessoas buscam o caminho pelos mais diversos motivos: seja a turismo, seja pelo desafio físico, seja para desbravar algumas das mais belas paisagens naturais da Serra Gaúcha, seja para agradecer alguma conquista, para promessas, enfim...independentemente da sua motivação para fazer uma peregrinação ao Santuário de Caravaggio, será certamente uma experiência transformadora - os Caminhos de Caravaggio são realmente especiais, e proporcionam autoconhecimento, uma chance única de exercer o seu espírito peregrino e também de superar limites físicos e mentais.

Caminhos de Caravaggio
Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Como são os Caminhos de Caravaggio

Os "Caminhos de Caravaggio" que percorremos atualmente são uma rota de caminhada, turismo e peregrinação de 200Km, que foi criada em 2019, passando por 5 municípios: Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Farroupilha.

O turismo é forte na Serra Gaúcha há muito tempo, mas esses municípios perceberam a importância de integrar as cidades turísticas da região para fortalecer ainda mais os destinos, oferecendo um roteiro de turismo diferenciado, de qualidade, com a intenção de oferecer mais oportunidades de desenvolvimento para as comunidades ao longo do trajeto, o que de fato vem ocorrendo: a maioria dos turistas "típicos" da Serra Gaúcha jamais conheceria Vila Oliva, Santa Lúcia do Piaí ou Vila Cristina, por exemplo, não fossem os Caminhos de Caravaggio. 

A rota ainda não completou 2 anos de vida, não esquecendo que vivemos uma pandemia há mais de 18 meses, o que me deixou surpresa com a quantidade de pessoas que já "descobriram" os Caminhos de Caravaggio - a rota ficou super conhecida em pouquíssimo tempo, por mérito próprio, pois é lindíssima e está super bem organizada. 

O trajeto liga os Santuários de Caravaggio de Canela e Farroupilha, unindo as regiões turísticas das Hortênsias e da Uva e Vinho.

A rota foi idealizada pelos 5 municípios do trajeto, com incentivo do Seu Gilberto Galafassi, que até hoje trabalha voluntariamente na manutenção dos Caminhos de Caravaggio. 

Conhecemos ele no Caminho, tiramos fotos e, no final, foi ele quem nos recebeu no Santuário de Farroupilha para entregar certificados e tocar o sino - é tocante ver a dedicação dele aos Caminhos: no porta-malas do carro, uma maleta de ferramentas com as setas azuis e amarelas que mostram a direção a seguir. 

Eu fiquei ainda mais tocada ao conhecê-lo, pois ele é muitíssimo parecido com o meu pai (que morreu há alguns anos) - até pessoas amigas que viram as fotos ficaram impressionadas com a semelhança hehehe...

Caminhos de Caravaggio
fazendo selfie com seu Gilberto Galafassi, que trabalha voluntariamente na manutenção dos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
pelo que ouvi, o então Prefeito de Farroupilha foi um dos grandes incentivadores do projeto Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio X Caminho de Santiago

A inspiração para a criação dos Caminhos de Caravaggio na Serra Gaúcha em 2019, pelo que eu soube, veio do antigo Caminho de Santiago de Compostela na Espanha, e olha só que interessante: a rota de peregrinação dos Caminhos de Caravaggio é filiada ao Caminho de Santiago, e você pode usar os quilômetros percorridos aqui para completar os Km que serão percorridos na Espanha (um dia eu vou!).

Leia mais sobre o Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago de Compostela é uma das trilhas de peregrinação mais movimentadas do mundo desde a Idade Média: peregrinos se dirigiam de todos os lugares da Europa para fazer a caminhada até o noroeste da Espanha, onde acredita-se que o apóstolo Tiago esteja enterrado.

E as semelhanças dos Caminhos de Caravaggio com o Caminho de Santiago não se restringem apenas ao turismo religioso e à beleza natural, mas abarcam também todo o envolvimento cultural de uma região cheia de descendentes europeus, com uma forte herança de superação deixada pelos imigrantes italianos e alemães que se instalaram na Serra Gaúcha

Aliás, um dos pontos altos da rota de peregrinação da Serra Gaúcha é justamente a gastronomia com influência italiana e a hospitalidade e o acolhimento por parte das comunidades e dos anfitriões ao longo do trajeto.

Caminhos de Caravaggio
encontramos várias referências ao Caminho de Santiago ao longo dos Caminhos de Caravaggio

Qual o melhor sentido e como se orientar nos Caminhos de Caravaggio

O percurso foi planejado para que os peregrinos caminhem no sentido Canela - Farroupilha, mas não tem nenhum problema se você optar em caminhar no sentido inverso (Farroupilha - Canela). 

Por isso o nome 'CaminhoS de Caravaggio'.

Os dados técnicos do Guia Oficial do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio foram divididos em 10 trechos, e as distâncias, altimetrias e classificações de dificuldade são configuradas no sentido Canela - Farroupilha, mas os Caminhos são sinalizados com placas nos 2 sentidos: as setas amarelas indicam o sentido Canela - Farroupilha, e as setas azuis mostram a rota no sentido Farroupilha - Canela.

Caminhos de Caravaggio

A inspiração veio do Caminho Português de Santiago, onde as setas amarelas levam a Santiago e as setas azuis indicam o caminho até Fátima.

O Caminho é muito bem sinalizado/demarcado, com uma seta bem próxima da outra. Não nos perdemos nenhuma vez e nem sequer tivemos dúvidas sobre se estávamos ou não no trajeto certo!

Aliás, o município de Farroupilha está de parabéns pelas lindas placas com frases inspiradoras que espalhou por todo o trajeto dentro dos limites da cidade!

Só não espere encontrar placas com indicações sobre a quilometragem/distâncias já percorrida/a percorrer - foi a única coisa que senti falta!

Como sugestão ao pessoal dos pontos de apoio, eles poderiam ao menos colocar mais placas indicativas de quanto tempo/quilômetros faltam para chegar ao próximo ponto de apoio - desta forma, já estarão fazendo "propaganda" do seu negócio, e o peregrino fica mais tranquilo sabendo que, daí a tantos Kms, terá acesso a água, alimentação ou banheiros, por exemplo!

Alguns pontos de apoio já estão fazendo isso, mas, por enquanto, são poucos! Numa das fotos abaixo, uma ótima iniciativa da Casa Colombo de colocar placas sinalizando quantos quilômetros faltam para chegar ao próximo ponto de apoio!

Como nós fizemos a caminhada no sentido Canela - Farroupilha, vou focar nesta rota neste post!

Caminhos de Caravaggio
nos Caminhos de Caravaggio, as setas amarelas indicam o sentido Canela - Farroupilha, e as setas azuis mostram a rota no sentido Farroupilha - Canela

Caminhos de Caravaggio
os Caminhos de Caravaggio atualmente estão muito bem sinalizados - com um pouco de atenção, não tem como errar a rota ou se perder

Caminhos de Caravaggio
nos Caminhos situados dentro do território do município de Farroupilha, foram colocadas lindas placas com frases inspiradoras

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Como registrar a sua caminhada nos Caminhos de Caravaggio

Se você estiver realmente com medo de se perder (como eu já disse, isso é quase impossível, pois os Caminhos são muito bem demarcados e sinalizados com setas), pode usar aplicativos para seguir as trilhas, que também já servirão para registrar o teu desempenho. 

Eu uso sempre - e usei nos Caminhos de Caravaggio também - os aplicativos de celular Strava e Wikiloc, que considero os melhores. 

Ambos registram não só a quilometragem percorrida e o trajeto que você fez no mapa, mas também o tempo que levou, o tempo que ficou em movimento e a altimetria do percurso, dentre outros dados bem úteis para monitorar o seu desempenho nos Caminhos. 

E ainda permitem carregar fotografias - no final, fica uma boa recordação/registro da sua jornada!

Eu uso a versão gratuita do Strava (a pão-dura aqui acha a versão paga do aplicativo muito cara). Já no Wikiloc eu uso a versão paga, porque é bem mais baratinha - pelo que me recordo, paguei menos de R$ 40,00 pelo plano anual. 

Veja nos prints abaixo alguns dos registros:

Caminhos de Caravaggio
dia 2 dos Caminhos de Caravaggio registrado no aplicativo Strava

Caminhos de Caravaggio
estatísticas que a versão gratuita do Strava te fornece

Caminhos de Caravaggio
estatísticas fornecidas pelo aplicativo Wikiloc

Caminhos de Caravaggio
um dos dados que eu mais gosto de acompanhar é a mudança na elevação, que dá para monitorar "ao vivo" no Wikiloc

Vale lembrar que as quilometragens e altimetrias registradas por estes aplicativos nunca são exatas: eu mesma uso os 2 aplicativos no meu celular e cada um deles faz registros bem diferentes, tanto de quilometragem quanto de altimetria! 

O tempo de movimentação até que fica o mesmo, mas os Kms e o ganho de elevação SEMPRE são diferentes no Strava e no Wikiloc. 

E mais: as gurias também usam o Strava, e os aplicativos nos telefones celulares delas sempre marcavam dados diferentes do meu! Às vezes a diferença chegava a mais de 500m! 

E ainda tem mais: os seus registros nunca vão bater exatamente com os dados do guia oficial do peregrino! No nosso caso, nem um dia sequer foi igual ao previsto! 

Tenha em mente que as quilometragens e ganhos de elevação previstos no guia são uma mera estimativa, e não exatos!

Mesmo assim, é bem interessante ter todas estas "estatísticas" das suas caminhadas e ainda poder seguir as trilhas dos outros caminhantes, não acha?!

Caminhos de Caravaggio
o mesmíssimo percurso que no Strava deu 17,5Km e 574m de altimetria...

Caminhos de Caravaggio
no Wikiloc deu 16,84Km e 524m de altimetria: Wikiloc sempre nos boicotando!

Ponto negativo dos Caminhos de Caravaggio

O único ponto negativo dos Caminhos de Caravaggio, na minha opinião (foi a maior reclamação que ouvi de outros peregrinos também) é que, em alguns trechos, o trajeto passa por estradas asfaltadas - inclusive por rodovias bem movimentadas, com tráfego de caminhões - nesses percursos, é necessário muito cuidado e atenção dos peregrinos, pois estas estradas não têm acostamento 😒

No trecho de Caxias do Sul, passa-se por uma ponte bem perigosa - é preciso ter cuidado com motoristas imprudentes que não dão a distância de segurança dos pedestres que seria necessária!

Mas, na sua maior parte, os Caminhos de Caravaggio seguem por estradas de brita (pedriscos), ou de terra batida - e, se chover muito, de lama.

No mais, você vai se encantar com as paisagens encantadoras de vinhedos, igrejas centenárias, construções históricas da época da imigração alemã e italiana, morros, estradas de chão e trilhas, rios e pontes.

É um caminho de superação de desafios físicos e mentais, de fé, de muito contato com a natureza e de autoconhecimento. Os poucos trechos onde é necessário ter mais cuidado durante a caminhada ficam minúsculos perto das muitas belezas do trajeto!

Se você percorreu os Caminhos de Caravaggio e tem sugestões a fazer, o melhor é escrever um email diretamente para as Secretarias de Turismo dos municípios que fazem parte do consórcio: Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Farroupilha. 

São eles quem podem resolver problemas de infraestrutura ou sinalização ao longo dos Caminhos, sendo cada um responsável pelos trechos situados dentro dos limites do território de cada município. 

Caminhos de Caravaggio
pelos Caminhos de Caravaggio, você passará por ruas de paralelepípedo...

Caminhos de Caravaggio
calçadas...

Caminhos de Caravaggio
parques...

Caminhos de Caravaggio
mas também alguns trechos de asfalto sem acostamento

Caminhos de Caravaggio
e muitas, muitas estradas de chão

Caminhos de Caravaggio
de todos os tipos...

Caminhos de Caravaggio
mais ou menos enlameadas, dependendo das chuvas...

Caminhos de Caravaggio
às vezes, é preciso andar pelos Caminhos de Caravaggio em fila indiana

Passaporte do Peregrino e Certificado

No início do trajeto, o peregrino recebe uma credencial, que deverá carimbar em cada parada, para assim comprovar a rota percorrida e, no fim da jornada, poder receber um certificado.

Para ganhar o certificado de realização dos Caminhos de Caravaggio, é necessário que o seu passaporte do peregrino esteja carimbado com, pelo menos, 2 carimbos por trecho (são 10 trechos no total).

Você pode retirar gratuitamente o Guia e o Passaporte do Peregrino em diversos lugares, mas o mais comum é os peregrinos retirarem na Central de Atendimento ao Turista de Canela, que fica localizada na Praça João Correa, e aberta das 12 às 18hs, diariamente.

No nosso caso, conseguimos pegar os passaportes antecipadamente na Secretaria de Turismo de Farroupilha. Os passaportes também estão disponíveis no restaurante Bem-te-vi, ali na frente do Santuário do Caravaggio de Farroupilha.

Caminhos de Caravaggio
o Guia e o Passaporte do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio são gratuitos

Caminhos de Caravaggio

Junto com o passaporte, o peregrino recebe um Guia Oficial do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio, que mostra o roteiro completo do percurso, dividido em 10 trechos, e também tem algumas dicas de pontos de apoio - locais para se alimentar e pernoitar - onde você pode carimbar o seu passaporte. 

Carimbar o passaporte no Caminho foi bem fácil - passamos por vários pontos de apoio ao longo do Caminho e todos tinham o carimbo à disposição dos peregrinos.

Na foto abaixo, essa fofura de menina carimbou os nossos passaportes no ponto de apoio da Família Marcon, na Linha Bonita em Gramado:

Caminhos de Caravaggio
a Júlia ganha os corações de todos os peregrinos que passam por lá, uma querida!

No mesmo local (a Família Marcon, em Gramado), mesmo que esteja fechado, eles deixam o carimbo à disposição dos peregrinos! Iniciativa muito legal!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
no final dos Caminhos de Caravaggio, seu passaporte estará cheio de carimbos, com as melhores recordações

Caminhos de Caravaggio
carimbamos nossos passaportes também com o Seu Colombo, na Vinícola...

Caminhos de Caravaggio
com o Brezolla, no bar mais cheio de personalidade de Gramado...

Caminhos de Caravaggio
Passaporte do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio

Aliás, sobre esta questão do certificado de conclusão dos Caminhos de Caravaggio, acho que vale um comentário, diante de algumas coisas que presenciamos ao longo do Caminho: ficamos sabendo que tem muita gente fazendo uns poucos Kms da rota, 'peregrinando' em vans com ar condicionado e com malas de rodinhas, e querendo chegar ao Santuário tocando o sino, e pegar certificado como se tivessem concluído a peregrinação de 200Km - eu pergunto: estão querendo enganar a quem? A si mesmos ou a Nossa Senhora de Caravaggio?

Qual o sentido de solicitar um certificado de que você concluiu uma rota de peregrinação de 200Km se você não fez, de fato, o Caminho? Vai guardar o certificado numa pastinha para mostrar à Nossa Senhora quando chegar no céu?? Ou é para servir de souvenir? Para tirar foto e postar nas redes sociais?

Pessoal, o certificado é para quem fez o Caminho a pé! Não é para #turisgrinos que percorrem a rota de van! 

Tenha um mínimo de consciência peregrina nesse momento 😄

Caminhos de Caravaggio
certificado de conclusão dos Caminhos de Caravaggio para quem percorreu toda a rota - ou pelo menos a maior parte dela - a pé ou de bicicleta (de carro ou van não vale!)

Caminhos de Caravaggio
Seu Gilberto Galafassi preenchendo os certificados das gurias que completaram a peregrinação no campanário do Santuário de Caravaggio em Canela

Quanto tempo precisa para percorrer os Caminhos de Caravaggio

Como já falei, a rota foi dividida em 10 trechos, com a ideia de que você possa completar o percurso de pouco mais de 200Km em 10 dias, mas muita gente acaba 'aglutinando' alguns trechos para fazer o Caminho em menos tempo - fazer em 8 dias é bem viável para quem está com um bom preparo físico, percorrendo uma média de 25Km/dia. 

Muitos dos peregrinos que conheci acabaram unindo e fazendo em um dia só os trechos 1 e 2 e o 8 e 9, assim como eu! Se você me perguntar como pode fazer a rota em menos de 10 dias, a minha sugestão é justamente essa: juntar os trechos 1 e 2 e o 8 com o 9 e fazer os Caminhos de Caravaggio em 8 dias. 

Fazer em menos de 8 dias já fica bem puxado!

Os trechos diários sugeridos variam de 15 a 28Km/dia, mas você pode dividir os 200Km como preferir, no seu ritmo. 

Se não tiver de 8 a 10 dias de férias, também pode, como eu, fazer apenas alguns trechos, e voltar em outra época para fazer os trechos que faltaram! Ou não! 😁

Também é possível fazer o percurso de bicicleta (ciclistas fazem todo o percurso em 3 ou 4 dias).

Caminhos de Caravaggio
é possível percorrer os Caminhos de Caravaggio também de bicicleta, em 3 ou 4 dias

Caminhos de Caravaggio
ilustração da rota dos Caminhos de Caravaggio, com as principais paradas

Caminhos de Caravaggio
a dica é juntar os trechos 1 e 2 (no mapa acima) e o 8 com o 9, para percorrer os Caminhos de Caravaggio em 8 dias

E mais uma dica: se você quiser turistar em Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Farroupilha ou Bento Gonçalves, é aconselhável programar vários dias "extras", pois estas cidades possuem inúmeras atrações turísticas!

Sabia que os famosos "Caminhos de Pedra" de Bento Gonçalves ficam a apenas 8Km do Santuário de Caravaggio em Farroupilha?? Dá para ir caminhando! Já fiz este trecho a pé algumas vezes, e é lindo!

Veja aqui algumas dicas de passeios:


Enfim, cada um faz o seu próprio Caminho como quiser! Como já dizia o poeta,
Caminante, no hay camino
Se hace camino al andar
A única regra do Caminho de Caravaggio, para nós, estava bem clara: divirta-se!

Caminhos de Caravaggio
e como nos divertimos!

Caminhos de Caravaggio

10 trechos do guia oficial dos Caminhos de Caravaggio

Veja o roteiro clássico de 10 dias do guia oficial dos Caminhos de Caravaggio abaixo:

1º TRECHO - 14,3 KM do Parque do Saiqui - Santuário de Caravaggio - Canela até o Corpo de Bombeiros - Gramado

2º TRECHO - 18,3 KM do Supermercado Rissul até a Pousada Colina de Pedra - Gramado

3º TRECHO - 20,8 KM da Pousada Colina de Pedra - Gramado até a Pousada Dona Solange - Vila Oliva - Caxias do Sul

4º TRECHO - 15,6 KM da Pousada Dona Solange - Vila Oliva até o Seminário - Santa Lúcia do Piaí - Caxias do Sul

5º TRECHO - 23,1 KM do Seminário em Santa Lúcia do Piaí - Caxias do Sul até a Hospedaria Bom Pastor - Nova Petrópolis

6º TRECHO - 19,3 KM da Hospedaria Bom Pastor até a Pousada da Chácara - Nova Petrópolis

7º TRECHO - 24,1 KM da Pousada da Chácara - Nova Petrópolis até o Hotel Fazenda Vale Real - Caxias do Sul

8º TRECHO - 15 KM do Hotel Fazenda Vale Real - Caxias do Sul até a Capela Caravaggeto - Farroupilha

9º TRECHO - 15,5 KM da Capela Caravaggeto até a Vinícola Colombo - Farroupilha

10º TRECHO - 22,5 KM da Vinícola Colombo até o Santuário de Caravaggio - Farroupilha

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
cada pedacinho mais lindo da Serra Gaúcha que encontramos pelos Caminhos de Caravaggio - não saberia dizer qual o trecho mais lindo!

Como chegar ao ponto inicial dos Caminhos de Caravaggio

Como expliquei, você pode fazer essa peregrinação em ambos os sentidos, ou seja, de Canela a Farroupilha, ou de Farroupilha a Canela - mas, como o trajeto que parte de Canela é bem mais percorrido, e foi o que fizemos, vou focar nele. 

No nosso caso, fretamos uma van que nos levou de Bento Gonçalves até Canela - pagamos R$ 65,00 por pessoa, com direito a uma parada na nossa pousada no centro de Canela para largar mochilas e depois ele ainda nos levou até o Santuário de Canela.

Para quem quer ir de Porto Alegre até Canela, existem vários horários e opções de transportes seguros e confortáveis.

Se você voar até o Aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre, a companhia Citral tem um guichê ao lado da área de desembarque, e oferece vários horários de ônibus até a rodoviária de Canela.

Outra opção do aeroporto é o transfer da Brocker Turismo, que também tem um guichê na área de desembarque do aeroporto e oferece transfers a Canela.

Também é possível chamar um Uber...

Já escrevi um post específico aqui no blog sobre esse transfer: Como é o transfer do Aeroporto de Porto Alegre para Gramado com a Brocker Turismo

Se você vai partir de Caxias do Sul para Canela, que fica a menos de 80Km de distância, também encontrará opções de transfers e de ônibus desde o Aeroporto Hugo Cantergiani, que é um aeroporto pequeno, mas recebe voos da Azul e da Gol.

Caminhos de Caravaggio
fretamos uma van que nos levou de Bento Gonçalves até Canela

Caminhos de Caravaggio
transfer do Aeroporto de Porto Alegre para Gramado com a Brocker Turismo

É melhor fazer os Caminhos de Caravaggio sozinho ou acompanhado, através de agência ou de forma independente

É possível fazer a caminhada pelos Caminhos de Caravaggio sozinho ou acompanhado, como você preferir. 

Assim como em qualquer outra caminhada mundo afora, nunca é aconselhável ir completamente sozinho, pois você pode se machucar (torcer um pé, por exemplo), e ficar em dificuldades, já que, na maior parte do trajeto, não há cobertura de celular, e você estará offline. 

Nestes casos, conseguir ajuda pode ser complicado (embora os moradores de todas as localidades por onde passamos sejam super hospitaleiros e solícitos). 

Até por questão de segurança, o ideal é sempre fazer qualquer caminhada com, pelo menos, um amigo. 

Se você não tiver um amigo interessado em percorrer os Caminhos de Caravaggio com você, e não quiser ir sozinho, existem agências que organizam caminhadas em grupo - neste caso, você terá até um carro de apoio, que poderá levar a sua bagagem de uma hospedagem à outra - algumas empresas de turismo já oferecem este tipo de serviço. 

Neste caso, você só vai precisar carregar a sua mochilinha com água e os itens que precisa para algumas horas de caminhada.

Mas, para desfrutar desse luxo, você não precisa necessariamente contratar uma agência - também é possível despachar as mochilas de um ponto a outro dos Caminhos de Caravaggio, como vou explicar abaixo, sendo um peregrino "independente". 

Veja mais:


Caminhos de Caravaggio
percorremos os Caminhos de Caravaggio num grupo de 7 amigas - achei um número ótimo!

Caminhos de Caravaggio
fizemos a caminhada sem apoio de nenhuma agência - carreguei na minha mochila tudo o que era necessário para a minha sobrevivência no Caminho de Caravaggio

No nosso caso, fizemos a caminhada sem apoio de nenhuma agência - então precisávamos carregar nas nossas mochilas tudo o que era necessário para todos os dias do caminho.

Depois de uns dias, as gurias decidiram despachar as mochilas em alguns trechos - mais adiante explico como é possível fazer isso.

Além destas questões de segurança e de despacho das mochilas, outros pontos devem ser considerados na hora de decidir se você quer fazer os Caminhos de Caravaggio sozinho, acompanhado, de forma independente (peregrino-raiz) ou através de uma agência (peregrino-Nutella). 

Uma das principais questões a ser levada em consideração na hora de tomar essa decisão, no meu ponto de vista, são os custos: se for de forma independente, é óbvio que gastará bem menos, pois não estará pagando pelos serviços do guia/agência, mas, por outro lado, terá que organizar e planejar sozinho a sua viagem, fazer as reservas, estudar a rota, etc...

Tudo na vida tem seus pros e contras, é uma questão de escolha.

E, além desta questão de organização da viagem, outras coisas que precisa pensar são se você gosta de viagens em grupo, se prefere caminhar sozinho, se vai se sentir muito solitário...enfim, é uma decisão bem pessoal!

Caminhos de Caravaggio
eu normalmente detesto viagens em grupo, mas essa turma me fez rever meus conceitos hehehe...

Sobre a questão da solidão, posso dizer o seguinte: há um tempo atrás, quando haviam poucos peregrinos nos Caminhos de Caravaggio e a rota era pouco conhecida, acredito que era possível percorrer o Caminho inteiro sem ver muita gente; mas, hoje em dia, com a quantidade de gente que tem vindo percorrer os Caminhos, é quase impossível ficar muito tempo sozinho no trajeto (a menos que você queira isso!). 

Eu voltei ao Caminho no último fim de semana com a ideia de percorrer sozinha os trechos 8 e 9 num único dia (pois as minhas amigas fizeram estes 2 trechos em 2 dias, como recomendado pelo guia oficial), mas meu objetivo de caminhar sozinha não durou 5 metros: logo no início do trecho 8 já encontrei outros 3 peregrinos e percorri os 26Km seguintes junto com eles!

Minha conclusão é que, se não quiser, ninguém caminha sozinho! Sempre será possível fazer amigos peregrinos pelos Caminhos de Caravaggio! 

Na nossa última noite no Caminho, na Pousada Vinícola Casa Colombo, éramos mais de 20 peregrinos hospedados lá - se você não for um chato de galochas, certamente encontrará companhia para peregrinar pelos Caminhos!

Caminhos de Caravaggio
hoje em dia, com a quantidade de peregrinos que têm vindo para os Caminhos de Caravaggio, acho muito difícil você não encontrar companhia - só se não quiser!

Caminhos de Caravaggio
nossa última noite no Caminho, na Pousada Vinícola Casa Colombo: éramos mais de 20 peregrinos hospedados lá

PS. Muitas pessoas perguntaram se nós organizamos essas caminhadas em grupo, e a resposta é não, gente! Claro que não! Tenho minha profissão, não sou guia de caminhadas e não organizo viagens em grupo (aliás, detesto excursões e nunca viajo através de agências hehehehe...). 

PS 2. Ainda estou tentando convencer uma das minhas amigas-peregrinas, a Tuca, que já percorreu os Caminhos de Caravaggio 2 vezes, a organizar um grupo para fazer essa caminhada, já que muita gente tem me perguntado sobre essa possibilidade, mas ela ainda não está bem convencida! Se ela se decidir, eu aviso vocês!

PS 3. Não me peçam para indicar agências que ofereçam este roteiro, pois eu não fiz (e nem faria) essa caminhada com uma agência, e nunca vou indicar aqui no blog um serviço que eu não usei, que não conheço. Aliás, ouvi reclamações de alguns peregrinos no Caminho, que se sentiram "enganados" por determinada agência, pois pensaram que fariam a caminhada completa e, no fim das contas, foram levados de van grande parte do trajeto. Então, a minha dica é que, se você decidir percorrer os Caminhos de Caravaggio com uma agência, informe-se detalhadamente sobre o roteiro, para não ficar frustrado depois!

Caminhos de Caravaggio
estamos tentando convencer a Tuca, que já percorreu os Caminhos de Caravaggio 2 vezes, a organizar um grupo para fazer essa caminhada - mas prepare-se, pois vai ser um grupo de peregrinos-raiz-com-direito-a-espumante

Onde ficar e onde comer nos Caminhos de Caravaggio

A estrutura de hospedagem e alimentação ao longo dos Caminhos de Caravaggio é ótima, não sendo necessário carregar barraca ou material de camping. 

Existem pousadas e restaurantes/lancherias/mercados ao longo de todo o trajeto, mas é recomendado que você faça todas as reservas de hospedagem com antecedência para não passar perrengue e planeje bem a sua rota e alimentação (leve lanchinhos!), pois, em alguns trechos, pode ser necessário percorrer 20Km ou até mais para encontrar a hospedagem/restaurante mais próximos!

Em alguns trechos, também é necessário carregar pelo menos 2 litros de água, pois você vai percorrer grandes distâncias sem encontrar água potável no trajeto!

Para organizar a sua mochila, leia este post: O que levar na mochila nos Caminhos de Caravaggio: checklist completo

Caminhos de Caravaggio
em último caso, use purificadores de água

Atenção: no Guia Oficial do Peregrino tem os contatos de todas as hospedagens para você fazer as suas reservas com antecedência, e há uma tarifa melhor para peregrinos - identifique-se como peregrino quando for fazer a sua reserva!

O ideal é tomar café da manhã e jantar nas acomodações. 

Quando a hospedagem não oferece jantar, sempre há um restaurante ou lancheria por perto, ou as pousadas chamam um transporte para levar você a um restaurante próximo.

Na hora do almoço, comíamos lanches, comida de trilha ou frutas que levamos ou comprávamos/colhíamos pelo caminho.

Nos cafés da manhã servidos nas pousadas nós já preparávamos um lanche que, horas mais tarde, nos serviria de almoço. Todas as pousadas em que nós ficamos hospedadas permitem essa prática sem nenhum custo extra - aliás, eles mesmos fornecem saquinhos plásticos ou embalagens para a gente poder carregar o "almoço"!

Caminhos de Caravaggio
não é difícil encontrar frutas que você pode colher ao longo dos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
essas ameixinhas são deliciosas!

Caminhos de Caravaggio
só tenha cuidado com ONDE você vai colher frutas...

Caminhos de Caravaggio
não vá entrar em terrenos privados, lugares com cachorros, pomares alheios para pegar frutas!

Caminhos de Caravaggio
você vai encontrar bergamotas e laranjas em abundância nos Caminhos de Caravaggio - até vale a pena levar um canivete para descascar laranjas!

Caminhos de Caravaggio
paradinha para lanche em Gramado

Caminhos de Caravaggio
as pousadas em que nós ficamos hospedadas nos forneceram saquinhos plásticos ou embalagens para a gente poder carregar o "almoço" - no Hotel Di Capri, preparamos sanduíche no café da manhã para levar

As pousadas e restaurantes que servem como pontos de apoio no caminho também são super acolhedoras com pessoas que possuem restrições alimentares, mas você precisa avisar no momento da reserva. 

No nosso grupo, por exemplo, tínhamos peregrinas com intolerância à lactose - nós avisamos quando fizemos as reservas e eles providenciaram leite e queijo sem lactose. São pousadas simples, sem luxos, então achei bem legal eles terem esse cuidado com os hóspedes.

Uma coisa é certa: não vá para os Caminhos de Caravaggio com pretensões de emagrecer com a caminhada hehehe...eu fui achando que me ajudaria a emagrecer e só engordei! 

Como todo mundo sabe, a comida da Serra Gaúcha é um desbunde de carboidratos, com pães, salames, grostoli, massas, polenta, galeto, espumantes e muito vinho - você certamente comerá muito bem, sem culpa (pois, para caminhar 25Km/dia, realmente precisa de bastante energia), mas emagrecer não rola!

Caminhos de Caravaggio
ninguém consegue emagrecer com o café da manhã da Pousada dos Anjos...

Caminhos de Caravaggio
...com o jantar da Pousada Sartori...

Caminhos de Caravaggio
ou com os grostoli da Casa Colombo!

Outra coisa importante: é legal se hospedar nas pousadas e hotéis que são cadastrados como pontos de apoio a peregrinos nos Caminhos de Caravaggio porque, além de descontos para peregrinos, eles já estão mais acostumados a atender às necessidades dessa turma "diferentona" dos turistas em geral, fornecendo, dentre outros, os seguintes serviços:
  1. carimbos para o seu passaporte
  2. lavanderia
  3. água
  4. traslados de mochilas (explico melhor adiante)
  5. café da manhã beeem cedinho
  6. lanchinho para o almoço (como já expliquei)
Caminhos de Caravaggio
lanchinho para o almoço preparado no café da manhã da Pousada dos Anjos

Lista de hospedagens em cada trecho dos Caminhos de Caravaggio

Para te ajudar na hora de fazer as reservas de hospedagens, fiz uma lista das principais oções de hotéis e pousadas em cada trecho dos Caminhos de Caravaggio. 

Essas são as hospedagens que os peregrinos costumam usar com mais frequência, seja pela localização, custo, conveniência, por serem "peregrino-friendly" ou por estarem listadas no guia oficial. 

Não é que não existam outras opções - especialmente nos trechos 1 e 8, em Canela e em Farroupilha, existem diversas outras pousadas e hotéis - mas essas são aquelas que estão mais "acostumadas" a receber peregrinos e já conhecem as suas necessidades, como expliquei acima. 

Coloquei links dos que eu encontrei no Booking para facilitar:

Trecho 1 Canela
Pousada dos Anjos (nossa escolha)

Trecho 2 Gramado
Pousada Sartori (nossa escolha)

Trecho 3 Vila Oliva - Caxias do Sul
Pousada Dona Solange 
Casa da Juventude do Colégio Anchieta (nossa escolha)

Trecho 4 Santa Lúcia do Piaí - Caxias do Sul
Seminário Divina Providência (nossa escolha)

Trecho 5 Nova Petrópolis
Hospedaria Bom Pastor (nossa escolha)

Trecho 6 Nova Petrópolis
Pousada dos Plátanos (nossa escolha)

Trecho 7 Vila Cristina - Caxias do Sul
Famiglia Pezzi (nossa escolha)
Hotel Fazenda Vale Real (ouvi várias pessoas reclamando do atendimento deles) 

Trecho 8 Farroupilha
Hotel Di Capri (nossa escolha)

Trecho 9 Farroupilha
Vinícola Casa Colombo (nossa escolha)

Trecho 10 Farroupilha

Já tinha me hospedado algumas vezes no Hotel Bem Te Vi com o Peg e o Lipe, e escrevi um post específico sobre este hotel de Farroupilha aqui no blog: Hotel Bem Te Vi em Caravaggio, Farroupilha - opção de hospedagem BBB na Serra Gaúcha

Caminhos de Caravaggio
Hotel Bem Te Vi (na frente do Santuário de Farroupilha)

Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Anjos

Caminhos de Caravaggio
Pousada Sartori

Caminhos de Caravaggio
Pousada Colina de Pedra

Caminhos de Caravaggio
Casa da Juventude do Colégio Anchieta

Caminhos de Caravaggio
Pousada Dona Solange

Caminhos de Caravaggio
Seminário Divina Providência

Caminhos de Caravaggio
Hospedaria Bom Pastor

Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Plátanos

Caminhos de Caravaggio
Famiglia Pezzi

Caminhos de Caravaggio
Hotel Di Capri

Caminhos de Caravaggio
Vinícola Casa Colombo

Pontos de apoio nos Caminhos de Caravaggio

Além dos hotéis e pousadas que servem como pontos de apoio para pernoite e alimentação nos Caminhos de Caravaggio, ainda existem inúmeros outros locais cadastrados como pontos de apoio aos peregrinos ao longo dos Caminhos. 

É importante ressaltar que nem todos os pontos de apoio estão cadastrados no Guia Oficial do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio

O guia foi impresso há muito tempo e, com o sucesso mais recente desta rota de peregrinação, inúmeras pessoas que vivem ao longo da rota estão se interessando por apoiar peregrinos ao longo dos Caminhos e, assim, ganhar uma graninha extra!

Fiquei sabendo até de umas fofocas de alguns locais que, no início, quando contatados para participarem dos Caminhos como pontos de apoio, não tiveram nenhum interesse, mas, mais recentemente, vendo os "vizinhos" ganharem dinheiro com a grande quantidade de peregrinos que têm vindo percorrer a rota, resolveram participar também - o que, diga-se, é compreensível!

Então o importante é que você saiba que, além dos lugares listados no guia oficial, você vai encontrar vários outros locais que também estão servindo como pontos de apoio no trajeto - muitas vezes identificados com algum tipo de placa alusiva aos Caminhos de Caravaggio.
Sempre que entrar em algum mercadinho ou botequinho ao longo do percurso, ou até na casa de um particular, pergunte se eles não têm carimbo!
Importante: quando for carimbar o seu passaporte de peregrino, ou pedir para usar o banheiro em um ponto de apoio, contribua de alguma forma!

Uma boa maneira de incentivar os moradores locais a participarem dos Caminhos de Caravaggio como pontos de apoio é comprar algo nos mercadinhos - por mais simples que seja, como uma garrafa de água ou um café, por exemplo. 

Assim você contribui com os pequenos comerciantes do Caminho - como um agradecimento ao apoio. Entendeu?

Vários desses pontos de apoio que fotografei abaixo não estão cadastrados no Guia Oficial do Peregrino dos Caminhos de Caravaggio, mas é bem fácil identificá-los pela sinalização - visite-os, carimbe seu passaporte e contribua de alguma forma:

Caminhos de Caravaggio
Família Marcon

Caminhos de Caravaggio
Casarão Zio Pietro

Caminhos de Caravaggio
Memórias Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Bisa D'Italia

Caminhos de Caravaggio
Parada dos Caminhantes

Lista de pontos de apoio em cada trecho nos Caminhos de Caravaggio

Para te ajudar (já que muitos pontos de apoio não estão listados no guia oficial, como comentei acima), fiz uma lista dos pontos de apoio mais "conhecidos" dos Caminhos de Caravaggio. 

Vale fazer um 'print' desta lista e usá-la para encontrar hospedagens, pontos de alimentação, banheiros, água, compras e, especialmente, onde carimbar seu passaporte ao longo dos Caminhos de Caravaggio:

Trecho 1 
Santuário de Caravaggio em Canela
Bar ao lado do Santuário
Igreja de Pedra de Canela 
Pousada dos Anjos
Pousada das Araucárias
Central de Atendimento ao Turista de Canela
Hotel Serra Nevada 
Loja Gaudério Adventure

Caminhos de Caravaggio
Igreja de Pedra de Canela

Caminhos de Caravaggio
Loja Gaudério Adventure

Trecho 2
Supermercado Rissul
Cantina Linha Bela
Moinho Cavichion
Família Marcon
Bar do Brezolla
Memórias Caminhos de Caravaggio (pouco antes de chegar na Pousada Sartori)
Casarão Zio Pietro
Bisa D'Italia
Pousada Sartori
Bebidas Cavichion
Pousada Colina de Pedra

Caminhos de Caravaggio
Supermercado Rissul

Caminhos de Caravaggio
Moinho Cavichion

Caminhos de Caravaggio
Bar do Brezolla

Caminhos de Caravaggio
Memórias Caminhos de Caravaggio

Trecho 3
Estalagem Reserva da Colina
Pousada Dona Solange 
Restaurante Reis
Casa da Juventude do Colégio Anchieta

Caminhos de Caravaggio
Casa da Juventude do Colégio Anchieta

Trecho 4
Seminário Divina Providência

Caminhos de Caravaggio
Seminário Divina Providência

Trecho 5
Bar do Seu Guerino 
Fábrica de Alfajores Mukli 
Hospedaria Bom Pastor

Caminhos de Caravaggio
Bar do Seu Guerino

Trecho 6 
Supermercado de Linha Imperial 
Igreja de Linha Imperial 
Pousada dos Plátanos
Pousada da Chácara

Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Plátanos

Trecho 7 
Tenda Pouso das Águias 
Pousada Recanto das Águias 
Famiglia Pezzi
Hotel Fazenda Vale Real

Caminhos de Caravaggio
Famiglia Pezzi

Trecho 8
Parada dos Caminhantes (1Km depois de sair do asfalto)
Capela Caravaggeto 
Hotel Di Capri

Caminhos de Caravaggio
Hotel Di Capri

Trecho 9
Vinhos Slomp 
Vinícola Casa Colombo

Caminhos de Caravaggio
Vinícola Casa Colombo

Trecho 10
Vinícola Cappeletti
Capela São José 
Centro Comunitário de São José 
Hotel Bem Te Vi
Restaurante Família Brunetta
Santuário de Caravaggio em Farroupilha

Caminhos de Caravaggio
Restaurante Família Brunetta

Caminhos de Caravaggio
Santuário de Caravaggio em Farroupilha

Qual a melhor época para percorrer os Caminhos de Caravaggio

Os Caminhos de Caravaggio podem ser percorridos o ano inteiro mas, com certeza, existem épocas mais favoráveis aos peregrinos.

Acredito que o verão deve ser bem complicado, porque alguns trechos têm subidas fortes em áreas que não têm sombra nenhuma - deve ser matador encarar um subidão daqueles debaixo de um sol de 35°C. 

Pegamos uma dessas subidas matadoras (depois da Ponte do Raposo) com trechos sem sombra a 27°C em setembro, num dia de muita umidade, e já foi dureza...

Caminhos de Caravaggio
os Caminhos de Caravaggio têm uma paisagem natural lindíssima

Caminhos de Caravaggio
mas muitos trechos dos Caminhos não têm sombra

Caminhos de Caravaggio
imagino o quão difícil deve ser percorrê-los nos dias quentes do verão

Além disso, alguns trechos contam com poucos pontos de apoio para se conseguir água e, no verão, a gente precisa de muita água para percorrer 25Km!

No inverno, igualmente, o frio é duro! 

Para quem não é friorento, ok; mas quem não curte passar frio deve pensar 2x antes de vir percorrer os Caminhos de Caravaggio abaixo de geada entre junho e agosto - nessa época, lembre-se de se vestir em camadas, estilo cebola!

Aliás, vale lembrar que estamos na Serra Gaúcha, e aqui pode esfriar até mesmo nas noites de verão, então lembre de trazer algumas roupas mais quentes, mesmo se vier no auge do verão!

Percorremos os Caminhos de Caravaggio no fim de setembro, em plena primavera, e usamos desde blusas térmicas com fleeces e jaquetas corta-vento (3 camadas) até camisetas de manga curta e bermudas - a variação climática é grande o ano inteiro!

Leia também: 


Caminhos de Caravaggio
usamos tudo o que levamos nas mochilas: de casaco e fleece...

Caminhos de Caravaggio
até bermudas e camisetas...

Muita gente me pergunta se tal ou tal época é mais chuvosa e, sobre chuvas, eu nem me atrevo a palpitar

Estou morando já há alguns anos aqui na Serra Gaúcha e é impossível afirmar que essa ou aquela época do ano é mais chuvosa - depende muito do ano, varia muito! Em alguns anos, chove mais no verão, às vezes, no inverno, no outono...este ano, por exemplo, choveu muito em setembro!

Se alguém disser a vocês "venham neste X mês, que não vai ter chuva", desconfiem - é impossível prever quando teremos chuvas por aqui!

Caminhos de Caravaggio
em setembro, pegamos bastante chuva nos Caminhos de Caravaggio...

Caminhos de Caravaggio
e até granizo...num mês em que, teoricamente, não deveria chover tanto!

Em resumo, na minha opinião, as melhores épocas do ano para peregrinar nos Caminhos de Caravaggio são o outono e a primavera, que têm temperaturas mais amenas e a beleza natural da Serra Gaúcha fica ainda maior, com as folhas dos plátanos alaranjadas entre abril e maio e muitas flores e frutas entre setembro e meados de novembro!

Quem já veio pode nos contar nos comentários que época do ano fez e como foi?

Abaixo, fotografias das belezas da natureza nos Caminhos de Caravaggio em setembro de 2021 (tirei 1600 fotos, difícil escolher apenas algumas poucas):

Caminhos de Caravaggio
pegue a estrada da felicidade e siga em frente toda vida!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
para ver o que você ainda não viu, é preciso andar por onde nunca andou 😉

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
primavera nos Caminhos de Caravaggio 🌺🌷🍀🌸

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
das alegrias e prazeres dos Caminhos de Caravaggio: as flores e frutas colhidas direto no pé, um bom café, uma água geladinha, a cachorrada, muito contato com a natureza, o nascer e o por do sol!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
primeiras hortênsias da temporada

Caminhos de Caravaggio
amanhecer nos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Carrego nas costas meu mundo
E junto umas coisas que me fazem bem
Fazendo da minha janela
Imenso horizonte, como me convém.
[Luiz Marenco]
Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
a cada passo dado, uma emoção vivida! 

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
segue o caminho que faz o teu coração sorrir, que faz a tua alma vibrar e o teu corpo se alegrar!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Caminante, son tus huellas
El camino y nada más
Caminante, no hay camino
Se hace camino al andar
Al andar se hace camino
Y al volver la vista atrás
Se ve la senda que nunca
Se ha de volver a pisar
Caminante no hay camino
[Joan Manuel Serrat]

Quanto custa fazer os Caminhos de Caravaggio

Para fazer o roteiro Caminhos de Caravaggio você não precisa de muito dinheiro - na verdade, serão férias bem em conta!

Você vai gastar apenas com a sua hospedagem e alimentação - a não ser, é claro, que queira fazer despesas extras, como comprinhas ou despacho de mochilas. 

Lembre-se que terá que carregar tudo o que inventar de comprar! Nada de garrafas de espumantes, por favor! 

Vou colocar aqui abaixo alguns dos gastos que tenho anotados, para que vocês tenham uma boa ideia dos custos - lembrando que, para fazer os Caminhos de Caravaggio em si, não é preciso pagar NADA: o guia oficial e os passaportes são distribuídos gratuitamente e não é necessário pagar nenhum tipo de taxa ou autorização para percorrer os trechos. 

Mais: como já expliquei, os lanches para o almoço são sempre fornecidos gratuitamente pelas hospedagens, ou seja, você só paga pelo almoço se quiser comer alguma coisa diferente no trajeto do dia (um xis, ou um pastel, por exemplo).

Caminhos de Caravaggio
pra mim, a maior 'tentação' em matéria de compras nos Caminhos de Caravaggio são os espumantes da Casa Colombo - vontade de levar vários!

Caminhos de Caravaggio
cardápio do restaurante onde jantamos em Canela

Caminhos de Caravaggio
os lanches para o almoço são sempre fornecidos gratuitamente pelas hospedagens

Caminhos de Caravaggio
cardápio de um dos lugares onde peregrinos param no Caminho para lanchar

Quanto à água para tomar nos Caminhos de Caravaggio, você pode pegar na torneira de qualquer pousada! A água que sai das torneiras aqui na Serra Gaúcha é boa o suficiente para beber - nunca ouvi falar de alguém ter diarréia por tomar a água das torneiras por aqui! 

Uma boa forma de economizar! 

Todos os preços listados abaixo são por pessoa:

Trecho 1 
Bar ao lado do Santuário: R$ 3,00 a água
Pousada dos Anjos: R$ 100,00 a diária com café da manhã (pagamento em dinheiro dá desconto)
Jantar Bistrô Santê: em média R$ 60,00 por pessoa com vinho

Trecho 2 
Família Marcon: R$ 3,00 o café
Bar do Brezolla: R$ 3,00 a água
Memórias Caminhos de Caravaggio: R$ 3,00 a água
Pousada Sartori: R$ 150,00 a diária com café da manhã e jantar
Transporte de mochilas: R$ 100,00 pelo transporte até Vila Oliva, independente do número de mochilas

Trecho 3
Jantar Restaurante Reis: em média R$ 43,00 por pessoa
Casa da Juventude do Colégio Anchieta: R$ 120,00 a diária com café da manhã
Transporte de mochilas: R$ 70,00 pelo transporte até o Seminário, independente do número de mochilas

Trecho 4
Seminário Divina Providência: R$ 100,00 a diária com café da manhã e jantar 

Trecho 5
Hospedaria Bom Pastor: R$ 75,00 a diária com café da manhã
Almoço: pastéis na Banca de Produtos Coloniais Vó Flora na Linha Imperial (cada pastel - enormes! - custa em média R$ 15,00)
Jantar: R$ 6,00 por pessoa, pois foram comprados ingredientes no supermercado e o jantar foi feito na própria hospedaria
Transporte de mochilas: R$ 10,00 por mochila

Trecho 6 
Pousada dos Plátanos: R$ 100,00 a diária com café da manhã
Jantar: tele-entrega de pizza R$ 22,00 por pessoa

Trecho 7 
Almoço Tenda Pouso das Águias: em média R$ 20,00 por pessoa  
Famiglia Pezzi: R$ 120,00 a diária com café da manhã e jantar

Trecho 8 
Parada dos Caminhantes: R$ 3,00 a água
Hotel Di Capri: R$ 127,00 a diária com café da manhã, traslados ida e volta, água e transporte de mochilas
Jantar Restaurante Buttellinho: em média R$ 67,00 por pessoa

Trecho 9
Vinícola Casa Colombo: R$ 160,00 a diária com café da manhã e jantar
Refrigerante: R$ 6,00
Espumante: R$ 35,00

Caminhos de Caravaggio
nossas "despesas extras" nos Caminhos de Caravaggio foram com cafés...

Caminhos de Caravaggio
espumantes...

tele-entrega de pizzas

Caminhos de Caravaggio
e os famosos pastéis gigantes da Banca de Produtos Coloniais Vó Flora na Linha Imperial em Nova Petrópolis

Qual é o grau de dificuldade dos Caminhos de Caravaggio e como se preparar

Este capítulo também poderia se chamar "sobre a jornada de uma ex-sedentária rumo aos Caminhos de Caravaggio".

O grau de dificuldade de qualquer trilha, trekking ou caminho de peregrinação é muito subjetivo. O que é fácil para um, é dificílimo para outros, dependendo das experiências anteriores, da boa (ou má) forma física, da idade (sim, faz diferença!) e, mais do que tudo, da sua motivação.

Ainda, mesmo para quem está em ótima forma física, pode acontecer de ter uma diarreia, machucar os pés, estar mal dormido ou, por qualquer outra razão, estar em um dia ruim, e aí uma trilha fácil se torna aparentemente impossível.

Mas, de um modo geral, os Caminhos de Caravaggio são classificados num grau médio de dificuldade. As distâncias percorridas a cada dia são relativamente longas (entre 20 e 25Km/dia) e a altimetria não é de desconsiderar, chegando aos 956m em um dos trechos. 

Caminhos de Caravaggio
a altimetria nos Caminhos de Caravaggio não é de se desconsiderar

Mas, de outro lado, as acomodações são confortáveis (você fica hospedado em pousadas aconchegantes e não precisa acampar, por exemplo), a comida é excelente (já ouviu falar nas delícias da Serra Gaúcha?), e a receptividade das pessoas que a gente encontra pelo caminho é um caso a parte. 

E, acredite, todos esses fatores influenciam muito na maneira como você percebe a dificuldade de uma caminhada.

Claro que não dá para comparar uma rota de mais de 800Km percorrida em 35 dias com um caminho de 200Km percorrido em 9 ou 10 dias, mas conheci pessoas que fizeram tanto o Caminho de Santiago na Espanha, quanto o Caminho de Caravaggio (não é Sil?), e foram unânimes em me assegurar que, se considerarmos os trechos individualmente, o Caminho de Caravaggio é bem mais puxado, devido à sua altimetria que, de modo geral, é bem maior que a rota de peregrinação espanhola. 

grande variação de altimetria é uma constante nos Caminhos de Caravaggio - prepare-se para o eterno sobe e desce!
Minha dica: lembre sempre que, além do preparo físico, não pode esquecer de preparar também o seu psicológico - 70% da sua força está na cabeça, e apenas 30% está nos músculos das suas pernas!
Caminhos de Caravaggio
atualizamos as definições de altimetria nos Caminhos de Caravaggio!

Como fatores de dificuldade, além da altimetria e dos trechos longos, também o frio (dependendo da época do ano), o sol forte em alguns trechos sem sombra e a chuva podem dificultar um pouco as coisas, mas, com os equipamentos adequados e uma atitude positiva, essas dificuldades são facilmente contornáveis.
Quando a coisa estiver parecendo muito difícil, coloque pra tocar a playlist da Rádio Peregrina, a "rádio espanta-fauna" (criada pelas gurias), e saia cantando Caminho afora a plenos pulmões!
Uma dica importante durante os Caminhos de Caravaggio é fazer alongamentos todos os dias, assim que terminar o trecho do dia. 

Na hora que você chega cansado na pousada ao final de cada etapa, o alongamento nem parece tão importante, mas se alongando direitinho você evita dores e fadiga muscular nos dias seguintes! Não esqueça!

Resumindo, dá para dizer que uma pessoa saudável, com bom preparo psicológico e físico (sedentários passarão perrengue), poderá fazer o Caminho de Caravaggio sem maiores problemas.

Caminhos de Caravaggio
nos Caminhos de Caravaggio - ou em qualquer peregrinação - é importante se divertir, desfrutar do momento, das paisagens e das amigas

Caminhos de Caravaggio
quando as coisas estiverem difíceis, toque a playlist da Rádio Peregrina, a "rádio espanta-fauna" que criamos, e cante como se não houvesse amanhã!

Se você está planejando fazer o Caminho, comece já a fazer longas caminhadas onde você mora. 

Comece com 5Km e vá aumentando para caminhadas de 10Km, 15Km, 20Km, até chegar aos 25Km. É fácil alcançar esse ritmo em 3 ou 4 meses, caminhando pelo menos 3 ou 4 vezes por semana. 

Se você vive num lugar plano, recomendo treinar nas escadas do seu edifício também - meu prédio tem 14 andares e eu comecei subindo 3x os 14 andares e, no final, já estava subindo 9x 14 andares! 

Para quem não tem escadas em casa, aparelhos como step nas academias também são treinos ótimos para o sobe-desce que você vai enfrentar no Caminho de Caravaggio!

E o mais importante: no mês anterior à sua caminhada, faça treinos com carga na mochila! Coloque 6Kg de peso na sua mochila e suba 50 andares de escadas - desta forma você ficará em ótima forma física para percorrer os Caminhos de Caravaggio!

#MinhaDica


Veja como organizar a sua mochila para percorrer os Caminhos de Caravaggio aqui: o que levar na mochila - checklist completo

Caminhos de Caravaggio
é importante fazer treinos com carga na mochila, assim você não sentirá tanto o peso nos ombros, costas, nas cadeiras e nos joelhos nos primeiros dias da caminhada

Para os sedentários, o ideal é começar a se preparar com uns 6 meses de antecedência.

Eu passei por essas placas da fotografia abaixo várias vezes (nas minhas caminhadas de Bento Gonçalves até o Santuário em Farroupilha), mas chegar lá depois de caminhar aproximadamente 125Km nos dias anteriores foi uma emoção sem tamanho! 

Se me dissessem, há um tempo atrás, que eu estaria hoje em dia, aos 45 do segundo tempo, caminhando 125Km por puro prazer, nem eu acreditava 🙏

Uma coisa é certa: se você nunca fez uma peregrinação ou trekking antes, as suas definições de "caminhadas" e de "altimetria" serão definitivamente atualizadas ao longo dos Caminhos de Caravaggio! 

Sempre conto que eu era aquela pessoa que caminhava 5Km e ficava cheia de bolhas, com os calos ardendo...eu nunca acreditaria se me dissessem que poderia caminhar 35Km num único dia! E mais: carregando uma mochila com 8,5Kg!?

Você começa com 5Km, depois vai aumentando as suas caminhadas para 10Km, 12Km, 16Km, 23Km...até chegar aos 30Km! E começa a querer cada vez mais! Acho que é esse "vício" que faz com que uns loucos acabem enfrentando aquelas ultramaratonas de 50, 70Km...

E o mesmo com relação à altimetria: você começa achando que uma trilha com altimetria de 200m é muito...e depois de um tempo já está procurando desafios maiores - nos Caminhos de Caravaggio, chegamos a um desnível de 956m em um dos trechos.

No final, nós já estávamos dizendo: "Ah, hoje foi SÓ 22Km com 607m de ganho de elevação! Uma merrequinha! Pra caminhar 22Km eu nem saio de casa!" 😂

Definições de 'caminhadas' e de 'altimetria' atualizadas com sucesso hehehe...

Caminhos de Caravaggio
chegar ao Santuário de Caravaggio em Farroupilha depois de caminhar aproximadamente 125Km nos dias anteriores foi uma emoção sem tamanho!

Caminhos de Caravaggio

E uma última dica: tire o peso das suas costas. Quando partir para a sua jornada, não leve o passado na mochila. Essa frase é do @allandiascastro e, de fato, ele tem toda razão! 

Nossas mochilas carregam muito mais que o peso dos objetos que colocamos nelas: elas carregam todo o peso das nossas expectativas, das saudades, dos nossos medos, o nosso passado inteiro...as frustrações e alegrias que carregamos pela vida afora. Quando partimos com nossas mochilas para uma longa pernada, o melhor é deixar todo esse peso pra trás e recomeçar tudo do zero, passo a passo!

Passo a passo, você chega lá! Lembre que seu corpo pode suportar quase tudo - é a sua mente que você tem que convencer!

Às vezes, a gente acaba percorrendo grandes trechos do Caminho em silêncio, porque o barulho do lado de dentro está grande demais...

Essa semana li no livro do Beck Weathers - 'Deixado Para Morrer' - sobre a sua aventura no Everest, que o esforço extenuante e focado que precisava fazer nas montanhas aliviava, pelo menos por algum tempo, o seu problema de depressão. Ele diz no livro: "as montanhas nos forçam a viver o momento; ficamos absortos pelo esforço e pela paisagem, física e emocionalmente livres do mundo lá embaixo." 

Guardadas as devidas proporções, o mesmo acontece nessas rotas de peregrinações: caminhar é a melhor terapia! A gente sempre termina com os tênis sujos e a alma limpa 😊 

Caminhos de Caravaggio
tênis sujos e alma limpa nos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
caminhar é a melhor terapia

Caminhos de Caravaggio
sonhos que salvam

Caminhos de Caravaggio
sobre a jornada de uma ex-sedentária nos Caminhos de Caravaggio

Traslados de mochilas nos Caminhos de Caravaggio

Como já mencionei, existem agências que organizam caminhadas pelos Caminhos de Caravaggio em grupo. Se for com uma destas agências de viagens, provavelmente terá um carro de apoio incluído, que poderá levar a sua bagagem de uma hospedagem à outra.

Neste caso, você só vai precisar carregar a sua mochilinha com água e os itens que precisa para algumas horas de caminhada.

Mas, para ter essa "ajudinha" nos Caminhos de Caravaggio, você não precisa necessariamente contratar uma agência: ao longo do trajeto, descobrimos que é bem fácil despachar as mochilas de um ponto a outro dos Caminhos, mesmo sendo um peregrino "independente". 

Pelo que percebemos, em cada trecho dos Caminhos de Caravaggio já tem alguém da própria comunidade prestando esse tipo de serviço. Os Caminhos de Caravaggio são uma rota de peregrinação bem recente, mas já estão bem estruturados nessas questões de alimentação, hospedagem, sinalização, organização e inclusive para o despacho de bagagens.

No nosso caso, fizemos a caminhada sem apoio de nenhuma agência - então precisávamos carregar nas nossas mochilas tudo o que era necessário para todos os dias do Caminho.

Caminhos de Caravaggio
fizemos a caminhada pelos Caminhos de Caravaggio sem apoio de nenhuma agência - éramos peregrinas "independentes"

Mas, depois de uns dias, algumas das gurias decidiram despachar as mochilas em alguns trechos, então descobrimos que esse serviço é bem comum ao longo dos Caminhos. Sempre tem alguém, seja na sua hospedagem, ou alguém ali da localidade, que faz o "despacho de mochilas" - é só chegar na sua pousada e perguntar como é o esquema de despacho de bagagem para o trecho seguinte. 

Alguns exemplos que eu sei que algumas das gurias usaram: 

Ainda em Gramado, o seu Ildo (proprietário da Pousada Sartori) cobra R$ 100,00 para levar as mochilas da Pousada Sartori até o Colégio Anchieta ou a Pousada Dona Solange, na Vila Oliva. 

Algumas das gurias ficaram com os ombros bem doloridos e resolveram despachar as mochilas por ele no dia seguinte, e então dividiram esse custo de R$ 100,00 entre 5 peregrinas, pagando R$ 20,00 cada uma. 

Já em Vila Oliva, o Reis, do Restaurante Reis, onde jantamos, também presta este serviço: ele leva bagagens tanto para o Seminário em Santa Lúcia de Piaí, quanto na direção contrária, para a Pousada Sartori. 

No trecho Vila Oliva - Santa Lúcia de Piaí, ele cobra R$ 70,00, então as gurias novamente dividiram esse custo entre aquelas que queriam despachar as mochilas de carro! Elas deixaram as mochilas aos cuidados do Irmão Paulo na Casa da Juventude do Colégio Anchieta (onde pernoitamos) e, no dia seguinte, ele mesmo se encarregou de entregar as mochilas ao Reis do Restaurante Reis.

Da Hospedaria Bom Pastor até a Pousada dos Plátanos, em Nova Petrópolis, eles cobram R$ 10,00 por mochila para transportá-las de um ponto a outro. 

Como vocês veem, em alguns trechos, o serviço é cobrado por mochila; em outros trechos, eles cobram um preço fixo, independente do número de mochilas - o custo é pela "corrida". 

Aí você terá que se informar melhor em cada parada, porque, como eu não usei desta comodidade, não tenho informações mais completas, nem sei os valores cobrados!

Simmmm, eu continuei firme carregando a minha mochila em todos os 7 trechos dos Caminhos que percorri - na verdade, nos 3 primeiros dias eu terminei dolorida nos ombros, no ossinho da "saboneteira", ou nas cadeiras (ali abaixo da cintura, onde a mochila se apoia), de carregar a mochila com 8,5Kg, mas, no 4° dia, já não senti mais dor nenhuma, em lugar nenhum. 

Já achei até bem tranquilo carregar o mochilão - acho que vale a pena insistir um pouco, se você tem vontade de encarar o desafio de carregar a sua própria mochila, pois é normal sentir dor nos primeiros dias e, se você insistir, a dor vai passar no 4° ou 5° dia!

Pelo menos esta foi a minha experiência, e eu me senti muito feliz de me sentir "capaz" de carregar todo o peso do meu conforto 😉



Caminhos de Caravaggio
com certeza é bem mais fácil caminhar leve...

Caminhos de Caravaggio
quando tirávamos os mochilões das costas, parecia que tínhamos criado asas e que sairíamos voando, de tão "leves" que nos sentíamos

Caminhos de Caravaggio
nas paradas, tínhamos que sentar um pouco, porque nos primeiros dias parecia que a mochila pesava 15Kg!

Caminhos de Caravaggio
mas, no final, fiquei feliz por ter conseguido carregar comigo todo o peso do meu conforto - me senti gratificada por ter conseguido atingir meu objetivo graças ao meu próprio esforço 😌

Lavar roupas nos Caminhos de Caravaggio

Lavar roupas sujas não foi uma grande dificuldade no Caminho. 

Em alguns lugares, pessoas como a Dona Marisete, da Pousada Sartori, colocavam as nossas roupas sujas na máquina de lavar. Em outros, como no Colégio Anchieta, eles nos disponibilizaram a máquina de lavar e nós mesmas fazíamos a função na lavanderia. 

Quando não tinha máquina de lavar roupas disponível, sempre era possível lavar as camisetas, calcinhas, tops ou meias sujas na pia do banheiro ou no chuveiro. 

Dificuldade mesmo era SECAR as roupas lavadas de um dia pro outro: pegamos alguns dias bem úmidos e, se lavássemos roupas mais tarde, no dia seguinte não estariam secas para usarmos!

Caminhos de Caravaggio
a Dona Marisete, da Pousada Sartori, é uma queridona, e quebrou nosso galho no final do 2º trecho

Os cachorros e outros animais dos Caminhos de Caravaggio

Ainda em Canela, um cachorro super querido começou a nos seguir. 

Ficamos muitos quilômetros correndo com ele, tentando espantá-lo de perto de nós, mandando ele voltar para casa, mas não havia o que fizesse ele largar do nosso pé! 

Depois de um tempo, a Berna o apelidou de Miguel, porque na noite anterior ela havia rezado e pedido a São Miguel Arcanjo que nos protegesse no Caminho, e no dia seguinte o Miguelito apareceu e seguiu atrás de nós logo que começamos a caminhada! 

É muito ruim quando os cachorros vão atrás de peregrinos, porque podem se perder dos donos!

Neste dia, o Miguelito caminhou pelo menos uns 25Km conosco - como ele conseguiria voltar para casa!?

Já estávamos pensando o que faríamos se ele seguisse atrás de nós por todo Caminho! A Juca já estava até decidida a ficar com ele, se não encontrássemos o dono através das redes sociais...

O pessoal querido da Família Marcon já tinha até conseguido um pouco de ração e água para darmos a ele, quando vimos que ele não ia largar do nosso pé de jeito nenhum! 

O Miguel acabou virando nosso mascote por um dia, nos protegendo dos cachorros do Caminho - e nós protegendo ele (dos cachorros e de ser atropelado!).

Mas, no final do dia, quando paramos numa igreja, pouco antes de chegar à Pousada Sartori, ele simplesmente desapareceu, do nada, assim como havia aparecido! 

Chegamos à conclusão que era um cachorro-peregrino, um espírito independente...ou talvez ele fosse mesmo um enviado de São Miguel...vai saber!?

Caminhos de Caravaggio
o famoso Miguelito

Caminhos de Caravaggio
não havia o que fizesse o pestinha ir embora!

Caminhos de Caravaggio
Miguel, o cachorro-peregrino

Mais adiante, quando fiz os trechos 8 e 9 do Caminho, um outro cachorrinho querido, todo musculosinho, nos perseguiu novamente o dia inteiro. Não importava quantas vezes a gente mandasse ele embora, ele não nos largava! Até que, do nada, depois de uns 15Km nos acompanhando, desapareceu também!

Resolvi escrever sobre isso aqui para alertar outros peregrinos que NÃO É LEGAL dar atenção para os cachorros que a gente encontra pelos Caminhos. 

Sei, por experiência própria, que às vezes eles são insistentes, e aí não há mesmo muito que a gente possa fazer para espantá-los, mas, na medida do possível, não dê carinho, não chame, não alimente cachorros que você encontrar pelos Caminhos de Caravaggio!

Além do perigo de serem atropelados, eles ainda atiçam outros cachorros pelo Caminho, brigam, ficam machucados, podem trazer problemas para os próprios peregrinos (já pensou levar uma mordida numa briga entre cachorros!?)...e já aconteceu também de peregrinos chegarem com cachorros no Santuário de Caravaggio em Farroupilha e abandoná-los lá - isso NÃO PODE ACONTECER de jeito nenhum!

Seja um peregrino responsável 🙏

Caminhos de Caravaggio
esse musculosinho nem ganhou nome, pra não ter perigo de a gente se apegar!

E, além dos cachorros, saiba que você vai encontrar também muitos outros animais ao longo dos Caminhos de Caravaggio - de vacas, cavalos, cabras e ovelhas a gansos, patos, galinhas, pavões, Quero-Queros, tucanos, borboletas coloridas e até porquinhos-da-Índia e coelhos!

Fui na expectativa de ver jaguatiricas, cobras gigantes e aranhas cabeludas, mas não dei "sorte": vimos uma mísera cobrinha, e nada mais que desse uma pitada de emoção aos Caminhos. 

Vá tranquilo (a): animais peçonhentos definitivamente não são uma preocupação ao longo dos Caminhos de Caravaggio - é mais perigoso você ser sacaneado/boicotado/sabotado por sua própria mente do que atacado por algo vindo de fora; os Caminhos são seguros. 

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
uma mísera cobrinha pra contar história

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Igrejas nos Caminhos de Caravaggio

No final do trecho 2, visitamos a Capela São Paulo na Linha Furna de Gramado, uma das únicas igrejas que encontramos abertas nos Caminhos de Caravaggio!

O Padre Lucas, que nos recebeu ali, foi muito querido e nos deu uma benção muito bonita 😇

Outras igrejas que também ficam normalmente abertas são a Matriz de Canela e o Santuário de Caravaggio em Farroupilha. 

No Colégio Anchieta e no Seminário de Santa Lúcia de Piaí também fomos hospedadas por padres/seminaristas muito simpáticos, que terão muito prazer em abençoar todos os peregrinos.

Mas, embora existam mais de 30 igrejas ao longo dos Caminhos (li essa informação em uma das placas que sinalizam os Caminhos, mas não cheguei a contabilizar todas as que vimos), muitas delas estão atualmente fechadas, seja por falta de padre (será?) ou por motivos de pandemia...

Fato é que, para quem é bem religioso e faz a peregrinação por motivos religiosos, isso pode ser um pouco decepcionante!

Caminhos de Caravaggio
Padre Lucas na Capela São Paulo na Linha Furna de Gramado

Caminhos de Caravaggio
a Matriz de Canela vale visitar por dentro - é muito bonita!

Caminhos de Caravaggio
Igreja de Vila Oliva em Caxias do Sul

Caminhos de Caravaggio
Capela do Colégio Anchieta com o Irmão Paulo

Caminhos de Caravaggio
Igreja de Santa Lúcia do Piaí

Caminhos de Caravaggio
igrejinha no interior de Farroupilha

Caminhos de Caravaggio
passamos por inúmeras igrejas ao longo dos Caminhos de Caravaggio, mas a grande maioria estavam fechadas

Roteiro nos Caminhos de Caravaggio

Vou deixar aqui pra vocês o meu "diário de bordo" - anotações sobre assuntos aleatórios que fui fazendo ao longo dos dias nos Caminhos de Caravaggio (quando sobrava tempo e energia).

Lembre que dividimos os trechos da forma que fazia mais sentido pra nós - você pode "copiar e colar" o nosso roteiro (que, modéstia à parte, ficou muito bom), pode fazer o roteiro sugerido pelo guia oficial dos peregrinos de Caravaggio, ou pode "customizar" o seu próprio trajeto. 

Esta é apenas uma sugestão de roteiro que, para nós, foi simplesmente perfeito. 

Eu não mudaria nada se fosse fazer de novo!

Caminhos de Caravaggio
nosso roteiro pelos Caminhos de Caravaggio ficou perfeito

Caminhos de Caravaggio

Dia 1

Do Santuário de Caravaggio em Canela até a Pousada dos Anjos em Canela.

Bem vindo à Serra Gaúcha! 

Chegamos, Canela! Te prepara que vamos te usar - desta vez percorrendo cada pedacinho das tuas estradas pelos Caminhos de Caravaggio com as nossas próprias pernas - porque não tem jeito melhor de conhecer um lugar...e de se conhecer a si mesmo!

Em Canela, nos hospedamos na Pousada dos Anjos, e pagamos R$ 100,00 a diária por pessoa com café da manhã. Se você paga em dinheiro, tem desconto, pergunte!

Gostei muito dessa pousada para ficar em Canela! Bem pertinho da Igreja Matriz e muito boa, com excelente custo-benefício!

Nos acomodaram 2 em quartos, tudo muito limpo, bonito, confortável, atendimento atencioso na recepção e um café da manhã de cinema, daqueles típicos da Serra Gaúcha, que mais parecem um café colonial! 

Aliás, pedimos para tomar café da manhã antes do horário que eles costumam servir aos hóspedes, e eles disseram que não havia problema em nos servir o café às 6h30min. 

No banheiro tinha toalhas, shampoo e sabonete, então você não precisa carregar esses itens na sua mochila!

Caminhos de Caravaggio
em Canela, nos hospedamos na Pousada dos Anjos

Caminhos de Caravaggio
nosso quarto na Pousada dos Anjos

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Anjos

Outras opções de hospedagem em Canela que são peregrino-friendly: 


Neste 1º dia, a van que contratamos para nos transportar de Bento a Canela nos deixou na Pousada dos Anjos para largarmos os mochilões e depois ainda nos levou até o Santuário de Caravaggio de Canela. 

As gurias nos surpreenderam com várias lembrancinhas para celebrar o início da nossa peregrinação: teve imagem do meu Santo Antônio, tercinho e brownie da Berna, os doces maravilhosos da Juca (que saudade de poder comer aquelas gordices todas sem culpa!) e uma Nossa Senhora toda feita à mão pela @applehandmande.599 que a Tuca mandou fazer e nos deixou emocionadas!

Caminhos de Caravaggio
já começamos com muito carinho...

Caminhos de Caravaggio
e com emoção: a surpresa da Tuca nos pegou desprevenidas e já começamos a caminhada caindo no choro!

Caminhos de Caravaggio
essa fofura de Nossa Senhora de Caravaggio nos acompanhou durante todo o Caminho 💓

Visitamos o Santuário, nos emocionamos - finalmente estávamos começando nossa peregrinação! - e ainda pegamos nosso 1° carimbo nos passaportes num mercadinho ao lado do Santuário de Canela, com o seu Milton.

Nesse bar ao lado do Santuário ele vende água a R$ 3,00.

Como já era tarde quando chegamos em Canela, caminhamos apenas 8Km neste 1° dia, do Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio de Canela até a Pousada dos Anjos, no centro da cidade (abaixo de muita chuva!).

Já estreamos todo o nosso equipamento de chuva nos primeiros quilômetros do Caminho: capas, sombrinhas, capuz e lá fomos nós!

Foi uma ótima estratégia fazer este 1° trechinho de 8Km já na chegada, pois assim já adiantamos esses Km da quilometragem do dia seguinte, que seria longa, pois resolvemos fazer o 1° e o 2° trechos de uma vez só!

Caminhos de Caravaggio
Santuário de Caravaggio em Canela

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
começamos nosso Caminho com chuva e com emoção

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
estreamos todo o nosso equipamento de chuva já nos primeiros Kms do Caminho de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
pegamos nosso 1° carimbo nos passaportes num mercadinho ao lado do Santuário, com o seu Milton

Caminhos de Caravaggio
a 1ª seta amarela do Caminho a gente nunca esquece hehehe...

Caminhos de Caravaggio
o Santuário de Caravaggio fica a apenas 7Km do centrinho de Canela

Depois da caminhada, fomos direto jantar, esfomeadas. 

Jantamos no Santê Bistrô, que fica a uma quadra da praça da Igreja Matriz de Canela. O preço do jantar, em média, foi de R$ 60,00 por pessoa com vinho. 

Eu já conhecia esse bistrô bonitinho e bem localizado de outras viagens a Canela e recomendo muito - a comida é deliciosa! Mas achei o talharim à carbonara que eu pedi muito pesado...se fosse você, eu escolhia um prato mais leve!

No caminho para a nossa pousada, ainda passamos pela Igreja Matriz exatamente no horário que começava o show de luzes e som, um verdadeiro espetáculo!

Não lembro exatamente qual era o horário, então se informe logo que chegar a Canela, para não perder esse show - uma linda maneira de celebrar o início da sua peregrinação!

Caminhos de Caravaggio
jantamos no Santê Bistrô, no centro de Canela

Caminhos de Caravaggio
 não perca o show de luzes e som na Igreja Matriz de Canela

Dia 2

Neste 2º dia, fizemos a maior parte do trecho 1 e o trecho 2, da Pousada dos Anjos em Canela ao Supermercado Rissul em Gramado e do super até a Pousada Sartori em Gramado.

Com o Passaporte do Peregrino em mãos, era hora de começar a caminhar, e lá fomos nós para os primeiros 27Km - torcendo que a Nossa Senhora de Caravaggio, o meu Santo Antônio e todo o alto escalão do divino nos acompanhassem! 🙏

Acordamos às 6hs, tomamos um super café da manhã e saímos às 7h30min da Pousada dos Anjos em Canela, levando conosco um lanchinho, que pegamos no café da manhã do hotel, para almoçar mais tarde (todo peregrino faz isso, não precisa ficar com vergonha). 

Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Anjos

Caminhos de Caravaggio
café da manhã dos campeões da Pousada dos Anjos em Canela

Caminhos de Caravaggio

Neste trecho a gente atravessa uma área bem urbana de Canela (todo o centrinho da cidade!) e Gramado, com bem pouca variação de altimetria e, justamente por essa razão, muitos peregrinos optam por fazer em um dia só estes 2 trechos, que são os mais fáceis de todo o Caminho. 

Se você não se preparou bem e não está no auge da sua boa forma física, fazer estes trechos em 2 dias é uma boa oportunidade para ir se "adaptando" aos trechos mais difíceis que virão depois. Mas, se você está bem preparado, vai tirar de letra esses 27Km!

Chegamos no Supermercado Rissul em Gramado - fim do 1° trecho - por volta das 9h30min.

É um bom local para carimbar seu passaporte e comprar uma água. 

Caminhos de Caravaggio
caminhamos por dentro de um parque lindo que eu nem sonhava que existia em Gramado!

Caminhos de Caravaggio
o Supermercado Rissul em Gramado é o fim do 1° trecho dos Caminhos de Caravaggio

A saída do trecho 2 é no Supermercado Rissul, e o Caminho segue então em direção ao interior da cidade, onde Gramado nasceu. 

Esse trecho é cheio de paisagens lindas, mas é feito, em grande parte, em estradas de asfalto sem acostamento - então vá com cuidado. 

O trajeto segue em direção ao distrito de Linha Bonita, onde imigrantes italianos se instalaram, e depois na direção de Linha Nova - o 1° distrito de Gramado, fundado por antigos tropeiros.

Essa é uma Gramado que os turistas ainda não conhecem. A Gramado das construções centenárias, dos moinhos coloniais, das casas de secar fumo, quedas d'água, igrejinhas charmosas, parques escondidos, bodegas, borboletas e flores, muitas flores! 

Uma Gramado que pertence apenas aos peregrinos que caminham pelos Caminhos de Caravaggio.

Fizemos um almoço-piquenique com os lanches que havíamos levado na frente da Casa Centenária, um dos vários pontos turísticos do trajeto. 

Alguns dos locais onde nós paramos e carimbamos nossos passaportes neste dia:
  • Família Marcon: R$ 3,00 o café (tem banheiro)
  • Bar do Brezolla: R$ 3,00 a água
  • Memórias Caminhos de Caravaggio: R$ 3,00 a água
Outros pontos de apoio por onde você vai passar nestes 2 trechos dos Caminhos de Caravaggio:
  • Pousada das Araucárias
  • Central de Atendimento ao Turista de Canela
  • Hotel Serra Nevada 
  • Loja Gaudério Adventure
  • Cantina Linha Bela
  • Moinho Cavichion
  • Casarão Zio Pietro
  • Bisa D'Italia
Caminhos de Caravaggio
Casa Centenária

Caminhos de Caravaggio
esse trecho é cheio de paisagens lindas, mas por estradas de asfalto sem acostamento

Caminhos de Caravaggio
uma Gramado que os turistas ainda não conhecem

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
antigas casas de secar fumo

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Toscana? Não, Gramado!

Caminhos de Caravaggio
ponto de apoio aos peregrinos Memórias Caminhos de Caravaggio

Pouco antes de chegar à nossa hospedagem, já no final do trecho 2, paramos na Capela São Paulo na Linha Furna de Gramado, uma das únicas igrejas que encontramos abertas nos Caminhos de Caravaggio, como já comentei acima!

O Padre Lucas foi muito querido e nos deu uma benção muito bonita 😇

Além de toda a função com o Miguelito (nosso mascote-cachorro), neste dia ainda "enfrentamos" vários Quero-Quero

Esses pássaros ficam histéricos quando a gente passa perto de ninhos onde eles tenham filhotes, e várias vezes tivemos a impressão que eles iam realmente nos "atacar". 

Tem que cuidar para não irritar os bichinhos, porque comentaram conosco que eles atacam mesmo, se se sentirem ameaçados, para proteger os filhotes.

Caminhos de Caravaggio
pensa num Quero-Quero furioso!

Chegamos na pousada às 17hs. Caminhamos com toda a calma, paramos inúmeras vezes, em diversos pontos de apoio, batemos papo com os moradores locais, tomamos café, fizemos lanches...foi um dia longo e lindo!

Nos hospedamos na Pousada Sartori (que custa R$ 150,00 por pessoa, com ótimo jantar e café da manhã incluídos). 

É uma pousada bem simples, mas bem limpinha, com anfitriões queridíssimos, um banho quentinho e uma cama boa! 

Tem tolhas e sabonete - não precisa levar!

Na chegada, a Dona Marisete já deixou alguns biscoitos e frutas à nossa disposição. 

No jantar teve suco de uva e vinho colonial incluído. E a Dona Marisete ainda lavou uma máquina de roupas sujas pra nós.

Caminhos de Caravaggio
nosso quarto na Pousada Sartori

banheiro na Pousada Sartori

Caminhos de Caravaggio
Pousada Sartori

Como já expliquei, o seu Ildo (proprietário da pousada, esposo da dona Marisete) cobra R$ 100,00 para levar as mochilas da Pousada Sartori até o Colégio Anchieta ou a Pousada Dona Solange, na Vila Oliva. 

Algumas das gurias ficaram com os ombros bem doloridos neste dia, depois de percorrer os 27Km, e resolveram despachar as mochilas por ele no dia seguinte, daí dividiram esse custo de R$ 100,00 entre elas. 

Eu estava bem determinada a continuar carregando a minha mochila enquanto conseguisse - obrigada, Cassi, pelo estímulo!

Outra opção de hospedagem neste trecho, logo ali pertinho da Pousada Sartori, é a Pousada Colina de Pedra.

Terminamos o 2° dia de caminhada com cerca de 27Km percorridos em 6hs. No total, levamos 9h30min, contando com todas as paradas (das 7h30min às 17hs).

Fui dormir neste dia super animada com o que vinha pela frente, agradecendo aos céus pela luz linda do amanhecer em Canela, pelo dia maravilhoso (e sem chuva!) que tivemos, e agradecendo à minha estrelinha da sorte por meus pés terem sobrevivido à caminhada!

Eu era aquela pessoa que caminhava 5Km e ficava cheia de bolhas, com os calos ardendo como se eu estivesse pisando em brasas...quando na vida eu ia pensar que poderia caminhar 27Km num dia?? 

Pior: carregando uma mochila com 8,5Kg!?

Se você é dessas, que acredita que nunca poderia fazer isso, e tem interesse em saber como eu me tornei um ser caminhante desprovido de calos e bolhas, podexá que eu vou fazer um post específico aqui no blog com todos os detalhes sórdidos!

Caminhos de Caravaggio
maturidade, não temos por aqui 🤪

Dia 3

No dia 3, fomos da Pousada Sartori em Gramado ao Colégio Anchieta em Vila Oliva - que é um distrito de Caxias do Sul (trecho 3).

Acordamos às 5h30min e saímos às 7hs, depois de um excelente café da manhã na Pousada Sartori, com direito a ovos, pão feito em casa, presunto e queijo, nata, várias geleias, suco de uva, café, bananas, mamão, biscoitinhos, etc. 

E ainda fizemos super sanduíches para levar para o almoço - a Dona Marisete nos forneceu até as embalagens para prepararmos o lanche do almoço, uma querida!

Caminhos de Caravaggio
café da manhã de peregrino na Pousada Sartori

Caminhos de Caravaggio
Quase lá! Faltavam apenas uns 170Km 🤣

O percurso até a Ponte do Raposo, que liga Gramado a Caxias do Sul, sobre o Rio Caí, é um dos mais bonitos do Caminho.

O trajeto vai costeando os morros da região até a chegada no rio - um excelente lugar para almoçar e se refrescar nas cachoeiras geladas que beiram a estrada ali pelos arredores.

O Rio Caí é conhecido como o coração dos Caminhos de Caravaggio - a gente enxerga ele dos mais variados ângulos, de morros e cruzando sobre pontes - certamente é o marco natural mais importante de todo o trajeto, até por toda a história de desenvolvimento das localidades ao longo do seu curso.

Caminhos de Caravaggio
o Rio Caí é o coração dos Caminhos de Caravaggio

Além de ser um dos trechos mais bonitos, dizem também que o 3° dia de caminhada nos Caminhos de Caravaggio é um dos mais desafiadores de toda a rota, com a descida e subida ao Raposo!

A Ponte do Raposo foi trazida da Alemanha e inaugurada em 1936, para encurtar a distância do transporte da produção da região para os entrepostos comerciais.

Para cobrir o investimento, era cobrado um pedágio para cada tipo de transporte e travessia (a pé, a cavalo, de charrete, de caminhão, etc).

Foi um dos primeiros pedágios da região, unindo Caxias do Sul a Gramado.

Mas tudo o que desce (até o rio), tem que subir! Depois do almoço na Ponte do Raposo, o trajeto a seguir é um desafio: 300m de subida em 2Km.

Quando se preparar para os Caminhos de Caravaggio, tenha sempre uma regra em mente: não existe descida grátis - tudo o que desce, sobe!

Este trecho, especialmente, foi na raça!

Depois de caminhar 20Km carregando um mochilão com 8,5Kg, a gente começa a precisar de muita argumentação interna pra se motivar a seguir em frente 😜

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
o 3° dia de caminhada nos Caminhos de Caravaggio é um dos mais desafiadores de toda a rota

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Ponte do Raposo

Caminhos de Caravaggio
mais um ângulo do Rio Caí

Caminhos de Caravaggio
a Ponte do Raposo é super fotogênica

Caminhos de Caravaggio
uma área de piquenique ao lado da Ponte do Raposo, às margens do Rio Caí

Caminhos de Caravaggio
muitas cachoeiras e quedas d'água neste trecho dos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
Ponte do Raposo vista ao longe, de um ponto da subida mortal que veio depois dela
Na tal subida do Raposo, por Deus, achei que a Nossa Senhora de Caravaggio em pessoa estaria lá em cima pra nos recepcionar no céu!
Além dos tais 300m de subida em 2Km, o brabo mesmo foi que pegamos um calorão de 28°C e umidade de 92% numa subida terrível sem uma única sombra 🥵

Caminhar no calorão e num dia úmido é, na minha opinião, muito pior do que caminhar no frio e na chuva!

Foi desafiador, mas passamos bem pelo teste do Raposo!

Terminamos o 3° trecho com cerca de 23,4Km em 6hs, com um ganho de elevação 855m. O tempo total foi 7h45min, contando com todas as paradas (das 7hs às 14h45min). 

Caminhos de Caravaggio
testando limites do corpo e, principalmente, da mente!

Neste dia, nos hospedamos no Colégio Anchieta em Vila Oliva, Caxias do Sul (que cobra R$ 120,00 a diária por pessoa com café da manhã - e o pagamento deve ser feito com cartão de crédito). 

Eles oferecem lugar onde os peregrinos podem cozinhar o jantar e, logo na chegada, o Irmão Paulo, que cuida do local, já nos ofereceu um super café da tarde (com direito a licor!).

A Casa da Juventude do Colégio Anchieta tem uma super estrutura, é um lugar fantástico para ficar nos Caminhos de Caravaggio!

Piscina, lavanderia, quartos imaculadamente limpos, banheiros excelentes (com tolhas e sabonete), sala de estar, cozinha para uso dos peregrinos, salas de jogos, etc. Isso tudo e mais uma mini-fazendinha, com um monte de animais fofos como patos, gansos, galinhas, coelhos, ovelhas, porquinhos da Índia, etc.

Caminhos de Caravaggio
Colégio Anchieta em Vila Oliva

Caminhos de Caravaggio
aA Casa da Juventude do Colégio Anchieta tem uma super estrutura

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
um lugar fantástico para ficar nos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
com direito a relax na piscina e tudo!

Caminhos de Caravaggio
sala de jogos no Colégio Anchieta em Vila Oliva

Caminhos de Caravaggio
logo na chegada, o Irmão Paulo, que cuida do local, já nos ofereceu um super café da tarde

A paisagem nos arredores também é um espetáculo à parte, além da receptividade e da gaita do Irmão Paulo! Simmmmm, não satisfeitas de caminhar 24Km, ainda fizemos hidroginástica na piscina e, para completar, teve arrasta-pé ao som da gaita do Irmão Paulo!

Fomos jantar no "centrinho" de Vila Oliva - pedimos 'a la minuta' no Restaurante Reis (que custa R$ 30,00) - estava muito bom! 

Esse restaurante fica na rua principal do distrito, bem pertinho da igreja, e eles têm carimbo para carimbar seu passaporte!

Foi uma noite bem divertida, conhecemos outras peregrinas, jantamos juntas, trocamos ideias...estávamos felizes!

Como já mencionei, neste trecho o Reis (o mesmo do restaurante onde jantamos) faz o transporte de mochilas: ele cobrou R$ 70,00 para levar as mochilas das gurias até o Seminário, independente do número de mochilas.

Em Vila Oliva também tem a opção de ficar na Pousada Dona Solange, mas nós concordamos que a Casa da Juventude do Colégio Anchieta é a melhor opção lá! Conhecemos outros peregrinos no Caminho que ficaram na Pousada Dona Solange e foi ok, mas recomendo tentar primeiro uma reserva no Colégio, e deixar a Dona Solange como plano B.

Caminhos de Caravaggio
jantamos no Restaurante Reis

Caminhos de Caravaggio
e ainda teve arrasta-pé ao som da gaita do Irmão Paulo!

Dia 4

No 4º dia, fomos do Colégio Anchieta em Vila Oliva até o Seminário de Santa Lúcia do Piaí em Caxias do Sul (trecho 4). 

Acordamos às 5h30min e tomamos um ótimo café da manhã no Colégio Anchieta em Vila Oliva, com a ideia de sair às 7hs em direção ao Seminário de Santa Lúcia do Piaí em Caxias do Sul. Mas daí o Irmão Paulo, com toda a sua hospitalidade, quis nos levar até a Capela, ficamos nos enrolando e, quando finalmente estávamos todas prontas para partir, com as mochilas nas costas, já de capas de chuva, do nada chegou o tornado e a chuvarada de granizo.

Vou contar mais sobre o maldito tornado abaixo, mas antes vale dizer que, no Colégio Anchieta, o café da manhã foi bem bom, com mamão, ovos cozidos, pão, presunto, queijo, salame, geleias, doce de leite, cuca, café, etc. 

E, assim como nas pousadas anteriores, o Irmão Paulo também nos forneceu saquinhos plásticos para fazermos um sanduíche extra no café da manhã para levarmos para o almoço.

Caminhos de Caravaggio
café da manhã no Colégio Anchieta em Vila Oliva

Ah, preciso ressaltar o seguinte: tanto no trecho 3, quanto no trecho 4, entre a Pousada Sartori (ou a Pousada Colina de Pedra), o Colégio Anchieta e o Seminário de Santa Lúcia do Piaí, praticamente não existem pontos de apoio da rota. 

Nos 2 dias nós não carregamos água suficiente e não havia um boteco sequer onde pudéssemos comprar uma garrafa d'água. A solução foi parar e pedir água nas poucas casas de moradores locais pelas quais passamos no Caminho.

Então a dica é: leve lanche pro almoço nestes trechos e carregue bastante água (pelo menos 2L).

A caminhada neste dia 4 foi razoavelmente tranquila, com quilometragem mais curta que nos dias anteriores, e 2 igrejas fechadas no caminho. 

A 1ª foi a Igreja de Nossa Senhora do Caravaggio e, na 2ª igrejinha - Igreja de Santo Izidoro (a azul), você tem que começar a subir em direção ao Seminário, para, no dia seguinte, descer tudo de volta para fazer o 5° trecho em direção à Hospedaria Bom Pastor, em Nova Petrópolis.

Almoçamos os lanches que havíamos levado na Igreja de Santo Izidoro, recuperando as energias para a temida subida final até o Seminário de Santa Lúcia do Piaí.

Caminhos de Caravaggio
almoço na Igreja de Santo Izidoro

Caminhos de Caravaggio
neste 4º trecho, você sobe até o Seminário, para, no dia seguinte, descer tudo de volta para fazer o 5° trecho em direção à Hospedaria Bom Pastor

E essa é justamente a parte mais difícil da 4ª etapa do Caminho de Caravaggio: a subida final em direção ao Seminário de Santa Lúcia de Piaí - mais uma daquelas subidas que não são de Deus! 

Tem um momento em que a gente vê a igreja do vilarejo de Santa Lúcia do Piaí ao longe, no alto da colina, com uma subidona de asfalto inclinada para chegar lá, e pensamos que definitivamente não vamos dar conta. 

Eu já estava pensando em fingir um ataque e pedir pra chamarem o SAMU pra me guinchar até lá em cima kkkkk...mas nessas horas uma boa programação mental é tudo: decidi que ia subir sem parar e fui morro acima com meu mochilão sem parar. 

Quando dei por mim, já estava chegando à linda igreja, que antes parecia inalcançável no alto da colina. 

Foi uma sensação muito boa de vitória sobre mim mesma. De saber que meu psicológico é mais forte do que a vozinha que insiste em me sabotar. Obrigada pela força de novo, Cassi!

Mas, quando a gente chega lá em cima, percebemos que era tudo 'fake news' - a igreja não é o seminário hehehehehe e, para chegar ao tal Seminário, ainda falta um bom bocado de caminhada! Mas aí o trajeto é plano e, no plano, todos os santos ajudam!

Caminhos de Caravaggio
quem fez os Caminhos de Caravaggio jamais esquecerá dessa subida final ao Seminário de Santa Lúcia do Piaí 🤣🥵

Caminhos de Caravaggio
vista do alto do Seminário de Santa Lúcia do Piaí

É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas,

Mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros,

Mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça. [Cora Coralina]

Terminamos o 4° dia de caminhada no Seminário de Santa Lúcia do Piaí com cerca de 17,5Km em 3h45min, com um ganho de elevação de 574m.

O tempo total foi de 5hs, contando com todas as paradas (das 8hs às 13hs).

Neste trecho, a hospedagem é no Seminário Divina Providência de Santa Lúcia do Piaí, que cobra R$ 100,00 por pessoa pela diária com café da manhã e jantar.

O Seminário é outro excelente lugar para se hospedar ao longo dos Caminhos de Caravaggio. Limpíssimo, quartos amplos, arejados e um banheiro coletivo no corredor com banho bom.

Atrás da porta do quarto, havia a tabela de preços do Seminário, com tudo o que importa para o peregrino: lavanderia, o almoço do dia seguinte e, claro, o combustível 🍷🍇

Caminhos de Caravaggio
nosso quarto no Seminário de Santa Lúcia do Piaí

Caminhos de Caravaggio
banheiro coletivo no Seminário de Santa Lúcia do Piaí

Caminhos de Caravaggio
atrás da porta, tudo o que interessa ao peregrino!

Tornado em Vila Oliva e Santa Lúcia do Piaí

Foi muito impressionante. Nunca tinha visto nada parecido com aquilo - o vento parecia que ia carregar tudo (e depois vimos que realmente carregou tudo o que encontrou pela frente). 

Tudo não durou mais do que uns 3min, mas o povo de lá vai demorar meses pra se recuperar. Tivéssemos saído 5min antes, o tal tornado teria nos pegado com tudo no Caminho, sem proteção nenhuma! Pedras de gelo do tamanho de bolas de golfe. 

Até agora me arrepio de lembrar! 
Pelo jeito, todo o alto escalão do divino estava de fato nos protegendo nos Caminhos de Caravaggio! Nos livrou bonito! 🙏
Caminhos de Caravaggio
se o Irmão Paulo não tivesse nos levado até a Capela da Casa da Juventude para fazer uma oração antes de colocarmos o pé na estrada, o maldito tornado teria nos pegado em cheio, com toda a sua força 😱

Caminhos de Caravaggio
tudo não durou muito mais do que uns 3 minutos

Caminhos de Caravaggio
mas foi muito assustador

Caminhos de Caravaggio
e o resultado...parecia que tínhamos chegado a uma estação de esqui!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
pedras de granizo do tamanho de bolas de golfe

Caminhos de Caravaggio

Nessas matérias jornalísticas que li depois, ficamos sabendo que a área atingida em cheio foi justamente o trecho em que estávamos: entre Vila Oliva e Santa Lúcia do Piaí!

Veja aqui a matéria na Gaúcha ZH e aqui a reportagem no site Metsul Meteorologia.

Eu bem que tinha recebido um tal alerta laranja no celular, mas ali dizia que o risco era a partir das 12hs, e justamente por isso nos programamos para sair para a nossa caminhada do dia às 7hs da manhã, bem cedinho, mas a tempestade se antecipou. 

Observe que é preciso estar sempre ligado na previsão do tempo e ter um plano B!

Depois que fui pesquisar, e então fiquei sabendo do significado das cores dos alertas, de acordo com a Defesa Civil: o tal alerta laranja indica "severidade", "risco alto", "situação meteorológica perigosa".


o tal alerta laranja indica "severidade", "risco alto", "situação meteorológica perigosa" - você sabia?

Se o dia anterior foi de muitas risadas, cantorias e alegria no Caminho de Caravaggio, este foi o dia do choque, do choro e do aperto no coração. 

Cada passo, uma emoção. 

Quando o tufão passou, saímos serelepes para a rua, prontas para continuar nossa caminhada munidas de capas e sombrinhas. O que não imaginávamos eram as cenas de horror, tristeza e destruição que nos esperavam pelo Caminho. 

Partindo de Vila Oliva, caminhamos uns 7Km pelo que parecia um cenário de guerra. O maldito tornado deixou um rastro de destruição por onde passamos. Plantações de maçãs, morangos e pêssegos arrasadas (eles não têm seguro, perderam tudo), inúmeros postes de luz derrubados e atravessados na pista, animais mortos, casas destelhadas, dezenas de árvores arrancadas e caídas pelo Caminho e o pior: pessoas ainda em choque, tentando consertar telhados antes que a chuva voltasse e salvar um pouco do que restou. 

Mas sabem o que mais nos impressionou, de tudo o que vimos nesse filme de terror? A atitude das pessoas que encontramos pelo Caminho! 

Víamos os moradores e não sabíamos nem o que dizer para consolá-los, só conseguíamos lamentar os prejuízos. 3min de uma força absurda da natureza destruiu o trabalho de meses. As pessoas perderam o pouco que tinham. 

E a resposta de todos eles era sempre a mesma, unânime: "estamos vivos, isso é o que importa". 

Até que essa moça da foto abaixo, engolindo o choro, resumiu tudo numa frase: "eu já perdi minha filhinha; perder bens materiais não é um problema de verdade".

às vezes, a gente precisa de uns tapas na cara para lembrar do que realmente importa na vida...

Depois disso, quem teria coragem de abrir a boca para reclamar do barro no Caminho, da chuva incessante, dos pés e roupas encharcados? 

Era o Caminho de Caravaggio nos ensinando na marra o que realmente importa na vida 🙏

casas destelhadas...

o tal tornado deixou um rastro de destruição no nosso Caminho



vários postes de luz caídos

e muitas árvores arrancadas

mas o que importa é que estavam todos vivos

esta cena foi muito impressionante: várias árvores caíram e nenhuma delas acertou na casa ao lado 🙏

Caminhos de Caravaggio
até a cachorrada estava assustada 👀

muitas estufas destruídas...


cenas muito tristes pelos Caminhos de Caravaggio



Caminhos de Caravaggio

Dias 5, 6 e 7

Nestes dias, fizesse chuva ou sol, o boné peregrino seguiu firme na sua jornada me representando! 

Aos que perguntaram porque "abandonei" o Caminho de Caravaggio pela metade - teve até quem me perguntasse se eu "desisti" porque me machuquei! 🙈 - segue a explicação: 

Não foi nada disso, gente! Infelizmente, como já mencionei lá no início, eu não tinha como tirar 10 dias de férias agora, mas também não queria perder a oportunidade de fazer pelo menos um pedaço desta caminhada que estava há tempos na minha lista de desejos, então fui com as gurias aproveitando o feriadão de 20 de setembro (feriado dos gaúchos) e fiz apenas 7 dos 10 trechos da rota completa!

No fim de semana seguinte eu retornei ao Caminho, reencontrei as peregrinas + queridas do Brasil, e fiz mais alguns trechos da caminhada com elas! 

Esse era o meu objetivo desde o início, embora eu quisesse muitoooooo ter feito o Caminho de Caravaggio completo - mas, embora muita gente ache que eu "vivo viajando", na verdade eu vivo trabalhando hehe... 

Mas o que realmente importa esclarecer é o seguinte: como já falei, você pode dividir os 200Km dos Caminhos de Caravaggio como preferir, no seu ritmo. Se não tiver de 8 a 10 dias de férias, também pode, como eu, fazer apenas alguns trechos, e voltar em outra época para fazer os trechos que faltaram! 

Nessa - ou em qualquer outra caminhada da vida - o que importa não é chegar ao final, e nem sequer o caminho percorrido, como todo mundo gosta de dizer. O que realmente importa é dar o primeiro passo, é se lançar ao desafio. 

O resto é consequência. Pode dar certo ou não. Pode terminar ou não. Mas você terá sempre a tranquilidade de saber que tentou 💪 

Sobre o famoso boné peregrino, quando voltei para casa para trabalhar durante a semana, deixei um pedacinho de mim com as gurias, que continuaram a peregrinação, se não, era capaz de a @gabrielalucchese, @rossinicassiane, @sinarakunz, @jussaramariamattia, @benardetebettinelli e @m.gabriela.terapia.ocupacional morrerem de saudades de mim (ou me esquecerem completamente kkkk...) nos dias em que eu não estivesse lá com elas...

Essa é a "história" do boné!

Caminhos de Caravaggio
o boné peregrino fez história

Caminhos de Caravaggio
nunca tive um boné tão famoso

Caminhos de Caravaggio
fizesse chuva ou sol, o boné peregrino estava sempre lá!

Caminhos de Caravaggio
no final, o tal boné percorreu mais Kms dos Caminhos de Caravaggio do que eu!

Vou descrever aqui sucintamente o pouco que eu sei sobre estes 3 trechos que me faltam percorrer, pelo que as gurias me contaram, e vou postar fotos delas para que vocês tenham uma ideia melhor: 

No dia 5, elas foram do Seminário de Santa Lúcia do Piaí em Caxias do Sul até a Hospedaria Bom Pastor em Nova Petrópolis.

O pernoite foi na Hospedaria Bom Pastor, onde pagaram R$ 75,00 pela diária com café da manhã.

O almoço foi na Banca de Produtos Coloniais Vó Flora na Linha Imperial (cada pastel - enormes! - custa em média R$ 15,00).

O jantar custou R$ 6,00 por pessoa, pois foram comprados ingredientes no supermercado e o jantar foi feito na própria hospedaria.

Neste dia as gurias pagaram o despacho de mochilas: R$ 10,00 por mochila.

Pontos de apoio no trajeto: 
  • Bar do Seu Guerino (as gurias amaram conhecer esse senhor!)
  • Fábrica de Alfajores Mukli 
E ainda teve visita (gratuita) ao Pinheiro Multissecular de Nova Petrópolis, na localidade de Linha Imperial. 

Esse pinheiro tem uma idade estimada de 1000 anos, com 45m de altura, e a sua espessura é equivalente ao círculo formado por 7 adultos de mãos dadas! Como eu não estava lá, as gurias não conseguiram fechar o círculo ao redor dele!

O local abre diariamente, das 8 às 19hs. 

Caminhos de Caravaggio
Pinheiro Multissecular de Nova Petrópolis

Caminhos de Caravaggio
Nova Petrópolis

No dia 6, elas foram da Hospedaria Bom Pastor até a Pousada dos Plátanos em Nova Petrópolis.

Outra opção de hospedagem neste trecho é a Pousada da Chácara

Na Pousada dos Plátanos, elas pagaram R$ 100,00 pela diária com café da manhã. 

No jantar, pediram tele-entrega de pizza e gastaram R$ 22,00 por pessoa.

Pontos de apoio neste trajeto: 
  • Supermercado de Linha Imperial 
  • Igreja de Linha Imperial 
Caminhos de Caravaggio
Pousada dos Plátanos em Nova Petrópolis

No dia 7, as gurias seguiram da Pousada dos Plátanos em Nova Petrópolis até a pousada da Famiglia Pezzi em Vila Cristina, Caxias do Sul.

A hospedagem foi na Famiglia Pezzi, que cobrou R$ 120,00 pela diária com café da manhã e jantar incluídos. 

Neste trecho, se não conseguir vaga na Famiglia Pezzi, também tem a opção de ficar na Pousada Recanto das Águias - pelo que eu soube, ambas são opções melhores do que o Hotel Fazenda Vale Real (ouvi várias pessoas nos Caminhos reclamando do atendimento deles). 

O almoço neste dia foi um lanche na Tenda Pouso das Águias, que custou em média R$ 20,00 por pessoa. Não esqueça de pedir para carimbar o seu passaporte lá!

Tenda Pouso das Águias
Tenda Pouso das Águias

Tenda Pouso das Águias
a Tenda Pouso das Águias é local de almoço no trecho 7 dos Caminhos de Caravaggio

Tenda Pouso das Águias
super torrada de salame com ovo, tomate e pão caseiro da Tenda Pouso das Águias por R$ 10,00

Tenda Pouso das Águias
cardápio da Tenda Pouso das Águias

Caminhos de Caravaggio

Dias 8 e 9

No sábado seguinte, voltei aos Caminhos de Caravaggio, decidida a fazer os trechos 8 e 9 num dia só: percorri os quilômetros de estrada de chão até a Capela Caravaggeto em Farroupilha (fim do trecho 8) e, de lá, continuei imediatamente pelo trecho 9 até a Vinícola Casa Colombo, também em Farroupilha.

Para fazer essa logística, tive o super apoio do Hotel Di Capri em Farroupilha. 

O Di Capri é o hotel que os peregrinos ficam no final do trecho 8: terminando este trecho, na Capela Caravaggeto, há uma placa com o telefone do hotel (sim, pega internet wifi ali), e aí é só ligar que o pessoal do hotel Di Capri vai buscar os peregrinos lá gratuitamente. 

Sim, muito legal da parte deles: os traslados ida e volta do hotel a este ponto dos Caminhos de Caravaggio é totalmente gratuito!

Aliás, o Hotel Di Capri merece um capítulo à parte. Não é por nada que eles se intitulam "o melhor hotel 3 estrelas do Brasil" - é verdade! 

Deixei o meu carro estacionado lá (não cobram estacionamento), tomei um excelente café da manhã (do tipo café colonial), ganhei uma garrafinha de água (cortesia para peregrinos) e ainda ganhei o traslado até o início do trecho 8! Uns queridos, muito obrigada, pessoal do Di Capri!

Ainda descobri que eles fazem GRATUITAMENTE o transporte das mochilas até o trecho seguinte! Não é muita gentileza? 

As diárias para peregrinos no Hotel Di Capri custam R$ 127,00 com café da manhã, traslados ida e volta, água e transporte de mochilas incluídos. 

Os quartos do Hotel Di Capri também são excelentes, lindos, bem decorados, super confortáveis, com banhos excelentes. Eu nunca tinha me hospedado lá antes, e fiquei achando que é uma ótima escolha para quem vem turistar na Serra Gaúcha!

Uma ótima relação custo-benefício para quem quer ficar mais uns dias passeando pela região de Bento Gonçalves, Garibaldi e Farroupilha depois de concluir a caminhada pelos Caminhos de Caravaggio!

Caminhos de Caravaggio
Hotel Di Capri em Farroupilha

café da manhã no Hotel Di Capri

o melhor hotel 3 estrelas do Brasil

quarto do Hotel Di Capri

Para quem faz os trechos 8 e 9 em 2 dias e fica hospedado no Di Capri, a dica é jantar no Restaurante Buttelinho, um restaurante super tradicional de Farroupilha, que o Peg e o Lipe adoram! 

Eles buscam e levam peregrinos gratuitamente do hotel ao restaurante, e o preço é, em média, R$ 67,00 por pessoa.

Restaurante Buttelinho em Farroupilha

toda minha família adora!

dica para jantar em Farroupilha, com traslado grátis

Bom, depois que o pessoal do Di Capri me deixou na trilha para começar o trecho 8, foi um dia de primavera lindo e puxado, de muito sol e muitas flores e frutas pelos Caminhos de Caravaggio. 

Esqueci de dar 'play' nos aplicativos de celular logo no início da caminhada, mas, pelas minhas contas, foram 27Km e mais de 900m de altimetria em 6hs, aproximadamente. 

Como já comentei acima, minha ideia era percorrer sozinha os trechos 8 e 9 num único dia (pois as minhas amigas fizeram estes 2 trechos em 2 dias, como recomendado pelo guia oficial) e, no dia seguinte, um domingo, fazermos juntas o último trecho, da Vinícola Casa Colombo até o Santuário de Caravaggio em Farroupilha. 

Meu objetivo de caminhar sozinha, entretanto, não durou 5 metros: logo no início do trecho 8 já encontrei outros 3 peregrinos simpáticos de Caxias do Sul e percorri os quilômetros seguintes junto com eles!

Nossa primeira pausa para banheiro, água e carimbos no passaporte foi na Parada dos Caminhantes (1Km depois de sair do asfalto), onde um casal simpático recebe os peregrinos com a maior hospitalidade na casa deles!

A água mineral custa R$ 3,00 ali. 

Caminhos de Caravaggio
ponto de apoio Parada dos Caminhantes

No ponto final do trecho 8, na Capela Caravaggeto, além da placa explicando como chamar o traslado gratuito do Hotel Di Capri, vocês também vão encontrar internet wifi e uma pia, ao ar livre, com água potável! 

E ali já seguimos pelo trecho 9, cujo ponto final é a Vinícola Casa Colombo, depois de uma subida interminável (que, embora alguns peregrinos digam ser a pior de todas, não achei tão difícil assim!). 

Esse trecho, dentro dos limites do município de Farroupilha, é cheio de placas com mensagens inspiradoras muito bonitinhas - rendem muitas fotografias! 

Metros antes de chegar ao final do trecho 9, você ainda vai passar pela vinícola Vinhos Slomp, que merece uma paradinha também!

Caminhos de Caravaggio
ponto final do trecho 8, na Capela Caravaggeto

Caminhos de Caravaggio
aqui você encontrará uma placa explicando como chamar o traslado gratuito do Hotel Di Capri, e também internet wifi e uma pia com água potável! 

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
paisagens lindas no trecho 9 dos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
chega-se ao ponto final do trecho 9 depois de uma subida interminável, que começa neste trecho da foto acima - embora alguns peregrinos digam ser a pior subida de todas, não achei tão difícil assim!

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
este trecho, em Farroupilha, é cheio de placas com mensagens inspiradoras muito bonitinhas - rendem muitas fotografias! 

Caminhos de Caravaggio

Nosso pernoite na Vinícola Casa Colombo foi especial! 

Quando finalmente cheguei, depois das 16hs (e de umas 1000 fotografias nos trechos 8 e 9), as gurias já estavam lá há um bom tempo (elas tinham feito apenas o trecho 9 neste dia), e já estavam começando os trabalhos com uma garrafa de espumante gelado! 

Cheguei seca, com a garganta ardendo (minha água havia terminado na última subida), e matei a sede brutal com espumante geladíssimo - que delícia!

A Vinícola Casa Colombo é um local onde normalmente se reúnem muitos peregrinos (éramos mais de 20 hospedados lá nesta noite), pois muitos fazem os trechos 8 e 9 num dia só, como eu, e todo mundo está com o ânimo excelente, afinal, o dia seguinte será o 'gran finale'!

Todo mundo feliz, já naquele clima de despedida, e ainda hospedados numa vinícola com ótimos espumantes geladinhos à disposição hehehe...

O banheiro é comunitário, no andar de baixo, e o banho é bem bonzinho. 

A cozinha também fica liberada para uso dos hóspedes. 

Nossos quartos ficavam no andar de cima, com camas bem confortáveis e direito a ventilador. Tem sabonete e toalha disponíveis e ainda ganhamos um chaveirinho da vinícola como souvenir. 

Aliás, escrevi mais sobre isso no post específico sobre o que levar na mochila nos Caminhos de Caravaggio, mas já posso adiantar que não é necessário levar toalha de banho e nem sabonete na sua mochila, pois todas as pousadas onde ficamos hospedadas ofereciam esses itens!

Na chegada à Casa Colombo, já me ofereceram uns bolinhos bem gostosos, enquanto o jantar não saía. 

Caminhos de Caravaggio
Vinícola Casa Colombo

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
banheiro coletivo na Vinícola Casa Colombo

Caminhos de Caravaggio
nosso quarto na Vinícola Casa Colombo 

Caminhos de Caravaggio
não é necessário levar toalha de banho e nem sabonete na sua mochila

Caminhos de Caravaggio

Também teve visita guiada da vinícola com o seu Colombo, que é uma figura muito querida, com direito à degustação de vinho direto da pipa. 

Você pode comprar vinhos e espumantes e combinar com ele para buscar depois, ou que ele envie a caixa de bebidas compradas para algum outro hotel onde você vá ficar hospedado quando terminar a sua caminhada, como o Di Capri ou o Bem Te Vi. 

As diárias para peregrinos na Vinícola Casa Colombo custam R$ 160,00 com café da manhã e jantar. O refrigerante de 600ml custa R$ 6,00 e os espumantes da vinícola custam R$ 35,00 a garrafa. 

O jantar também foi muito bom: galeto e massa, com o típico sagu da Serra Gaúcha de sobremesa.

Caminhos de Caravaggio
visita guiada da vinícola com o seu Colombo

Caminhos de Caravaggio
degustação de vinho direto da pipa na Vinícola Casa Colombo

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
o típico sagu da Serra Gaúcha de sobremesa no jantar da Casa Colombo

Dia 10

Dia de percorrer o último trecho, da Vinícola Colombo até o Santuário de Caravaggio em Farroupilha.

O café da manhã na Casa Colombo foi muito bom, com grostoli, pão de milho, frios, ovos e tudo mais que os peregrinos esfomeados têm direito. 

Caminhos de Caravaggio
café da manhã na Vinícola Casa Colombo

Já estava começando a bater novamente aquela tristezinha de ver mais um projeto terminando...mas o Caminho sempre compensa, e neste último dia de peregrinação fomos mais do que recompensadas por um amanhecer lindo demais!

Logo que saímos da Vinícola Casa Colombo, olhei pro lado esquerdo e vi esta imagem da fotografia abaixo:

Caminhos de Caravaggio
só digo uma coisa: adicione os Caminhos de Caravaggio à sua lista de sonhos!

Eu estava esperando que este último trecho fosse bemmm puxado, pois muitos peregrinos falam de uma subida terrível na parte final, super inclinada, já quase na chegada ao Santuário, mas, talvez pelo fato de o corpo já estar acostumado ao esforço físico dos dias anteriores, não achei tão ruim assim - pra mim, foi até bem tranquila a tal subida, mesmo porque havia sombra (e, pra mim, caminhar no sol é que é difícil!). 

Foi um percurso bem bonito, cheio de paisagens típicas do interior da Serra Gaúcha, com uma parada numa banca de beira de estrada para ir ao banheiro e comprar água (ela não tinha carimbo ali). 

Logo depois desta parada na banca, tem um trechinho de asfalto bem ruinzinho, inclusive tem que atravessar a faixa de estrada para continuar do outro lado - bem que poderiam construir uma passarela para peregrinos ali! 

Nesta etapa também passamos por um trechinho meio "favelão", com muito lixo acumulado, coisa que não tínhamos visto em todo o resto dos Caminhos (e nem é comum ver na Serra Gaúcha, onde normalmente o povo é bemmm caprichoso). 

Ainda bem que esse é um trecho bem curtinho e logo a gente volta a percorrer estradinhas com paisagens lindas!

No total, foram 22,3Km percorridos em 4h40min, com 607m de altimetria. Levamos em torno de 5h15min para percorrer todo este trajeto, contando com as paradas. 

Caminhos de Caravaggio
um amanhecer digno da nossa despedida dos Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
um percurso cheio de paisagens típicas do interior da Serra Gaúcha

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio
parada numa banca de beira de estrada para ir ao banheiro e comprar água - precisa providenciar um carimbo de ponto de apoio para esta moça, que nos atendeu super bem!

A chegada ao Santuário de Caravaggio em Farroupilha é bem emocionante - acho que esta é a maior vantagem de se percorrer os Caminhos de Caravaggio no sentido recomendado pelo guia oficial do peregrino, de Canela a Farroupilha, e não o sentido inverso: chegar no Santuário de Canela no final do Caminho não deve ter a mesma emoção que chegar em Farroupilha!

A gente faz uma curva na estrada e páaaa: lá está a linda igreja bem à nossa frente!

Neste trajeto também tem algumas placas indicativas da distância que falta para chegar ao Santuário de Farroupilha. 

Aí a gente vai caminhando os últimos metros vendo o Santuário de Caravaggio ao fundo, bem à nossa frente, e vai passando um filme na cabeça, de tudo o que vivemos nos últimos dias...se eu, que não fiz o Caminho completo, direitinho, interrompi, voltei e tal, me emocionei, imagino a emoção de quem passou os últimos 10 dias peregrinando!

Caminhos de Caravaggio
chegada emocionante ao Santuário de Caravaggio em Farroupilha

Caminhos de Caravaggio
fizemos uma curva na estrada e, de repente, páaaa: lá está a linda igreja bem à nossa frente!

Chegar no Santuário, ser recebido pelo seu Galafassi, pegar o seu certificado de conclusão do Caminho e tocar o sino no Campanário é uma emoção! 

Aliás, saiba que o sino dos peregrinos tem um sinal sonoro diferente do sino da igreja, então, quando o sino do Campanário toca, todo mundo ali nos arredores da praça sabe que aquele sinal indica a chegada de peregrinos. Muito legal!

Outra coisa que achei bemmm diferente da nossa visita a Santiago de Compostela na Espanha é que, pelo menos por enquanto, os Caminhos de Caravaggio AINDA não têm um apelo comercial muito forte.

Não se vê sequer souvenirs dos Caminhos à venda! 

Acho isso bom (em Santiago achei a parte "comercial" do Caminho até meio exagerada), mas acredito que em breve, num futuro bemmmm próximo, já teremos camisetas e ímãs de geladeira dos Caminhos de Caravaggio à venda sim hehehehe...

Quem quiser pernoitar ali no Santuário de Caravaggio de Farroupilha, pode ficar no Hotel Bem Te Vi, que fica exatamente na frente do Santuário, e também tem mercadinho, lancheria e restaurante. 

Já tinha me hospedado algumas vezes no Hotel Bem Te Vi com o Peg e o Lipe, e escrevi um post específico sobre este hotel de Farroupilha aqui no blog: Hotel Bem Te Vi em Caravaggio, Farroupilha - opção de hospedagem BBB na Serra Gaúcha

Para comer comida bem típica da Serra Gaúcha ali no Santuário, a dica é o Restaurante Família Brunetta - uma perdição!

Caminhos de Caravaggio
os peregrinos são recebidos no campanário

Caminhos de Caravaggio
quando o sino do Campanário toca, todo mundo ali nos arredores da praça do Santuário sabe que aquele sinal sonoro indica a chegada de peregrinos

Caminhos de Caravaggio
e ainda fomos recebidas com os grostoli maravilhosos da mãe da Gabi: o que mais poderíamos pedir à Nossa Senhora do Caravaggio!?

DPP ou Depressão Pos-Peregrinação

Sabe quando tu viaja num grupo e não tem uma única chata, uma única pessoa que tu pensa "essa não precisava ter vindo"? A turma de peregrinas na qual eu me "infiltrei" aos 45 do segundo tempo para percorrer os Caminhos de Caravaggio era assim. 

Cada uma era única e insubstituível, todas queridíssimas, zero mimimi, mulheres que sabem rir de si mesmas - enfim, pessoas da minha geração 😊

Caminhos de Caravaggio
mulheres que sabem rir de si mesmas - eu já estava com saudade de conhecer pessoas assim!

Quando a festa, ops, o Caminho acabou, fiquei num estado de DPP - depressão pos-peregrinação - coisa que até então eu nem sabia que existia kkkk...

Minha DPP foi super light, porque não sou uma pessoa com tendência a me deprimir (até porque sempre tenho muitos planos para as próximas aventuras em vista), mas achei que valia a pena trazer esse assunto aqui neste post, porque pessoas que têm tendência à depressão precisam realmente ter um cuidado extra com essa questão. 

Depois de vários dias nessa rotina de peregrinação, é muito ruim acordar e não ter 25Km para caminhar. Acordar e sentar no computador para trabalhar. Por mais que eu ame meu trabalho, o corpo fica gritando pelas endorfinas que só o esforço físico dá!

Se, ao final de qualquer viagem, a gente já sente a famosa DPV (depressão pos-viagem), imagine depois de percorrer uma rota de peregrinação, que é uma experiência física e mental super intensa!? 

A cabeça e o corpo ficam gritando por mais! Uma saudade fatal de poder comer paçoquinhas sem dor na consciência...

No meu caso, que não sou uma atleta e nem uma pessoa muito religiosa, minha principal motivação era mesmo desfrutar das lindas paisagens da Serra Gaúcha em boa companhia, me divertindo, no que fui totalmente recompensada, e tenho certeza que as gurias também tiveram todas as suas expectativas alcançadas...seja a sua motivação religiosa, espiritual, turística ou mesmo um desafio físico ou mental, tenho certeza que, ao final do Caminho de Caravaggio, você se sentirá plenamente compensado!

Caminhos de Caravaggio
quando você termina a sua peregrinação, o corpo fica implorando por mais...quem diria!?

Caminhos de Caravaggio

Já estou contando os dias pra reencontrar essa turma boa e fazer novas caminhadas nos próximos finais de semana!

Quem diria que, em tão pouco tempo, os Caminhos de Caravaggio nos aproximariam desse jeito?! Que essa amizade perdure 🙏 

Aliás, fica registrado aqui o meu agradecimento super especial à Cassi, Gabi, Gabi Nozin, Tuca, Juca e Berna pelo convite pra me juntar a elas e por toda a ajuda na elaboração deste super guia dos Caminhos de Caravaggio! 

Se encontrarem informações incorretas, podem culpar elas hehehehehe... 

Caminhos de Caravaggio
Felicidade é uma taça de vinho com boas amigas! Ou de espumante, ou de café, ou de nozin...o que importa é encontrar motivos para brindar à vida todos os dias!🍷

Outras questões importantes 

Para quem vai percorrer os Caminhos de Caravaggio (ou fazer qualquer outra caminhada ou peregrinação de longa distância), existem outros 2 assuntos muito importantes - tão importantes que merecem posts específicos aqui no blog, pois tenho muito a dizer sobre cada um deles e esse texto aqui já se alongou demais:
Caminhos de Caravaggio

Bom caminho 🌹

Já percorreu os Caminhos de Caravaggio? Tem mais dicas que não coloquei aqui no blog? Discorda de alguma coisa que eu escrevi?? 

Por favor, deixe todas as suas dicas e informações nos comentários abaixo aqui no blog, assim você ajuda outros peregrinos, inclusive para que tenham outras opiniões além da minha!

Deixei muitas dicas salvas lá nos destaques dos stories no Instagram em @claudiarodriguespegoraro, espia lá! 

Veja todas as fotos que publiquei na #PVnosCaminhosdeCaravaggio no Instagram!

Caminhos de Caravaggio
Minha zona de conforto: caminhos por estradas de chão, paisagens espetaculares, comfort food, companhias que sabem rir de si mesmas, muita natureza, um pouco de perrengue e uma máquina fotográfica. 
Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Caminhos de Caravaggio

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

3 comentários:

  1. Claudia: como sempre suas postagens tem muitas qualidades. Meu marido, Silvano, e eu fizemos o Caminho exatamente 1 ano atrás e tenho acompanhando o interesse e crescimento do “Caminhos de Caravaggio”. Penso que nenhum Caminho se consolidou tão rapidamente ... uma conjunção de fatores e pessoas comprometidas colaboraram para o desenvolvimento desse “Caminhos”.
    Seu relato é excelente! Parabéns! Cleci e Silvano, de Morro Reuter (nos conhecemos quando moramos em Jaguarão). Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cleci! Que bom te ver por aqui! Sim, eu também fiquei impressionada de ver como esse Caminho ficou "famoso" tão rapidamente! Uma mistura de mérito próprio da Serra Gaúcha com pandemia, eu acho! Beijo pra vocês!

      Excluir
  2. Excelente seu texto. Parabéns. Rico em detalhes, informações e sugestões. Obrigada pelo compartilhamento no grupo Caminhos de Caravaggio -RS.
    Sugiro fazer referência a ACASARGS que, através de sua diretoria, é apoiadora do Caminhos de Caravaggio desde sua idealização e responsável pela efetivação do Caminhos de Caravaggio ser complementação ao Caminho Inglês a Santiago de Compostela. Nós colocamos a disposição para mais informações. Abraços

    ResponderExcluir