Sobre

Sobre

Recentes

Menu

Kuala Lumpur, Malásia: o que você precisa saber

Descubra tudo o que você precisa para conhecer Kuala Lumpur, a capital da Malásia: como chegar, onde ficar, onde comer, o que fazer, etc.
Kuala Lumpur: o que você precisa saber

Está pesquisando sobre Kuala Lumpur, na Malásia? Então você veio ao lugar certo! 

Descubra neste post tudo o que precisa saber para conhecer a capital da Malásia: como chegar, onde ficar, onde comer, o que fazer, etc.

Kuala Lumpur é uma cidade moderna, cosmopolita e multicultural, onde é bem fácil começar a "digerir" o Sudeste Asiático. 

Uma cidade com um aeroporto de 1º mundo, um ótimo sistema de transportes públicos, excelente oferta de hotéis 5 estrelas com preços bem acessíveis, bons restaurantes de comida típica e gastronomia internacional e exotismo na medida certa. 

De Little India a Chinatown, das ruas congestionadas aos arranha-céus, das mesquitas aos templos hindus, dos parques públicos aos mega shopping centers com ar condicionado, Kuala Lumpur certamente vai te agradar, e a cidade tem atrações turísticas suficientes para te segurar lá por pelo menos 3 dias.

Estivemos lá pela 1ª vez em setembro de 2011, quando o Lipe tinha apenas 2 aninhos, e voltamos em janeiro de 2019. Foi emocionante voltar a Kuala Lumpur depois de quase 8 anos! Já era hora de voltar e repetir a foto!

Quem vem conosco passear pela capital malaia?? Teve Batu Caves, teve mirante das Torres Petronas, teve até templo taoísta no roteiro! Muita diversão nos nossos últimos dias na Ásia!

Kuala Lumpur, esperamos não demorar mais 8 anos para te encontrar novamente!

Veja também:

Malásia: quanto custa viajar pelo país e dicas para quem vai pela primeira vez
Torres Petronas em Kuala Lumpur, na Malásia: o que você precisa saber
Langkawi, Malásia: o que você precisa saber
Malásia: 4 lugares incríveis para conhecer e dicas de roteiros
Malásia com crianças: vídeo de viagem
Petronas Towers: o último grande highlight da viagem
Conheça as Petronas através do cinema: Armadilha

Kuala Lumpur, Malásia
show noturno de luzes e águas nas Torres Petronas em Kuala Lumpur, Malásia 

Kuala Lumpur, Malásia
Templo taoísta Thean Hou em Kuala Lumpur

Kuala Lumpur, Malásia
Templo hindu Batu Caves, em Kuala Lumpur

Como chegar a Kuala Lumpur

Dá para chegar em Kuala Lumpur voando (existem inúmeros voos internacionais e domésticos para lá), de trem ou de ônibus.

Na nossa 1ª vez, fomos de ônibus até Kuala Lumpur. Saímos 11hs de Penang e chegamos à capital malaia às 17hs.

Ficamos 3 dias em Kuala Lumpur e, de lá, seguimos viagem de avião para Koh Samui, na Tailândia, com a companhia aérea Firefly (voo de 2hs).

Pegamos este voo num aeroporto bem menor do que o KLIA (Kuala Lumpur International Airport), mais próximo do centro de KL, em Subang (Sultan Abdul Aziz Shah Airport - sigla SZB).

Enquanto o aeroporto internacional KLIA fica em Sepang, 75Km ao sul do centro de KL, o pequeno aeroporto de Subang fica apenas 20Km a oeste do centro. 

Quando comprar suas passagens aéreas para voar de Kuala Lumpur, preste atenção para não ir ao aeroporto errado!

Veja o roteiro completo desta nossa 1ª viagem de volta ao mundo com o Lipe bebê aqui: Roteiro de uma volta ao mundo.

Na 2ª viagem, seguimos de Langkawi para a capital Kuala Lumpur, num voo low cost da Air Asia, que durou pouco mais de 1h.

Kuala Lumpur, Malásia















Nesta passagem pela capital malaia, ficamos hospedados no hotel de trânsito do Aeroporto Internacional de KL - o Tune Hotel KLIA - já que, no dia seguinte logo cedo, seguiríamos viagem para as Filipinas.

Na volta das Filipinas, ficamos mais 2 dias em Kuala Lumpur.

Como vocês percebem, entre idas e vindas pelo Sudeste Asiático, passamos diversas vezes pela Malásia. Kuala Lumpur é o hub da Air Asia, a maior companhia aérea low cost da região, então, para voar com eles, você acaba tendo que fazer conexões em KL.

Na hora de voltar para casa, pegamos outro voo de Kuala Lumpur para Londres, desta vez com a Malaysia Airlines. Foi muito bom voar com esta companhia aérea, embora a viagem seja longaaaaaa...

Para saber como compramos nossas passagens aéreas, contei tudo aqui: Como comprar passagens aéreas para uma volta ao mundo.

presentinhos da Malaysia Airlines para os pequenos viajantes

o voo da Malaysia Airlines de KL até Londres parece infinito!

Roteiros em Kuala Lumpur

Na nossa 1ª vez em Kuala Lumpur, nos hospedamos no Lotus Hotel Masjid India, na frente da estação de metrô Jamek Masjid. 

Nesta viagem, ficamos 3 dias muito bem aproveitados em Kuala Lumpur.

Visitamos o Colonial District, o Central Market, Chinatown, Petaling Night Market, o templo hindu Sri Mahamariamman, Little India, o bairro muçulmano, as Torres Petronas e muito mais. Fomos na Masjid Jamek, na Masjid Negara e na Praça Merdeka, onde vimos a igreja, o mastro da bandeira, o Royal Selangor Club e o lindo prédio Sultan Abdul Samad - neste local foi proclamada a independência da Malásia, em 1957.

Também fizemos um passeio nos ônibus turísticos hop on, hop off, que têm um roteiro muito bom, passando por todos os principais pontos turísticos de Kuala Lumpur.

Visitamos ainda a Menara Kuala Lumpur, uma torre panorâmica de 421m de altura, de onde se tem boas vistas das Torres Petronas e do resto da capital. 

Kuala Lumpur, MalásiaKuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Torres Petronas em Kuala Lumpur vistas do observatório panorâmico da Menara Kuala Lumpur
Na nossa 2ª viagem pela Malásia, ficamos mais 2 dias em Kuala Lumpur, hospedados na pousada Amethyst Love Guesthouse.

Visitamos lugares que já havíamos conhecido na 1ª vez que estivemos lá e também conhecemos atrações que não tínhamos visitado antes, como as Batu Caves, o museu interativo de ciências para crianças Petrosains Discovery Centre, o templo taoísta Thean Hou e o incrível Jalan Alor Food Night Market.

Essa é a vantagem de visitar uma cidade pela 2ª ou 3ª vez: a gente consegue finalmente fazer todos os programas que realmente queremos fazer, e não apenas os passeios turísticos "obrigatórios", não é assim com vocês?? 

Depois de riscar os top 5, os "must" da lista na 1ª viagem, na 2ª viagem ficamos livres para fazer o que faltou, repetir o que curtimos muito na 1ª visita...foi maravilhoso poder voltar a tantos lugares que eu amei!!

Kuala Lumpur, Malásia
na nossa 2ª viagem à Malásia finalmente fomos conhecer as famosas Batu Caves

Trocando dinheiro em Kuala Lumpur

A pior cotação que nós encontramos para o dólar na Malásia foi no Aeroporto de Kuala Lumpur: apenas 3,97 MYR por 1 dólar.

A melhor cotação que conseguimos para o dólar americano em Kuala Lumpur foi no Surya KLCC, o shopping center das Torres Petronas: U$ 1 = 4,1 MYR.

a pior cotação que encontramos para o dólar na Malásia foi no Aeroporto de Kuala Lumpur

a melhor cotação para o dólar em Kuala Lumpur foi na Western Union do shopping Surya KLCC nas Torres Petronas

Aeroporto de Kuala Lumpur na Malásia

O Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur - KLIA - é o 'hub' da Air Asia, e quase todos os voos da companhia aérea saem de lá ou fazem escala lá. Tem um terminal no aeroporto que é só da Air Asia.

Em Kuala Lumpur, na área de trânsito do aeroporto, tem um Starbucks para fazer uma boquinha, mas não tem uma única tomada das "nossas" ou entradas USB, então não esqueça de levar um adaptador universal na sua bagagem de mão, para carregar os seus equipamentos.

No resto, é um ótimo aeroporto, de primeiro mundo.

Já estivemos por lá muitas e muitas vezes, e nunca tivemos nenhum perrengue!

Na área de "departures" do terminal 2 (que é o terminal exclusivo da companhia aérea Air Asia), onde nos hospedamos no Tune Hotel KLIA 2 - Airport Transit Hotel, tem um verdadeiro shopping center, com lojas da H&M, Uniqlo, mercado, praça de alimentação, depósito de bagagens, casas de câmbio e até área de jogos eletrônicos para crianças.

Mais adiante eu conto tudo sobre o hotel de trânsito no aeroporto onde ficamos hospedados.

Na área de embarque internacional do KLIA, onde embarcamos para Londres, voando com a Malaysia Airlines, existem diversos lugares onde dá para fazer uma refeição. Jantei no 'Nööödles' e paguei MYR 27.

Assim como o Sri Lanka, a Malásia exige certificados de vacinação para febre amarela.

Por sorte, já tínhamos os nossos certificados 'for life' de vacinação contra a febre amarela.

Veja aqui como tirar a sua carteirinha de vacinação contra febre amarela, que é imprescindível para viajar para vários países, de Barbados à Tailândia (é grátis!).


na área de departures do terminal 2, exclusivo da Air Asia, tem um verdadeiro shopping center, com lojas da H&M, Uniqlo, etc...


tem até uma área de jogos infantis!

só não recomendo o depósito de bagagens do terminal 2 do KLIA, que é caríssimo!

embarcando para Londres em Kuala Lumpur

Aeroporto de Kuala Lumpur na Malásia

um prato como este, com refrigerante, no 'Nööödles' do aeroporto KLIA, custa MYR 27

Dica de hotel no Aeroporto de Kuala Lumpur

Nos hospedamos por uma noite no hotel de trânsito do KLIA - Kuala Lumpur International Airport, na nossa chegada à Malásia, e foi uma ótima experiência, que quero recomendar a vocês: Tune Hotel KLIA - Airport Transit Hotel.

Nosso quarto era da categoria Garden, com cama king-size, e pagamos no total MYR 302 pela diária para 3 pessoas, incluindo impostos, o que deu algo em torno de R$ 275,00.

Essa é uma ótima dica para quem tem uma longa conexão em Kuala Lumpur ou chega à noite no aeroporto e sai pela manhã.

No nosso caso, chegamos à noite no Aeroporto de KL e tínhamos um voo de Kuala Lumpur para as Filipinas na manhã seguinte - tínhamos que ir para o aeroporto às 6AM.

Como é bem longe para ir do KLIA até o centro de KL, é um bom negócio reservar um quarto nesse hotel, que fica no próprio terminal 2.

Você vai até ele em 5min caminhando, sem necessidade de nenhum tipo de transporte.

O hotel é bom, tem decoração bonita, moderna e o quarto é bem razoável.

Ficamos num quarto duplo e dormimos os 3 tranquilamente na cama king-size.

O banho é ótimo, tem produtinhos (shampoo, sabonete e tals), televisão, cofre, ar condicionado, secador de cabelos, água mineral cortesia...nossa reserva não tinha café da manhã incluído, então não experimentamos.

A única reclamação é que eu queria deixar uma mala lá no guarda-volumes do hotel (com nossas roupas de inverno) para pegar na volta das Filipinas, e eles não queriam aceitar, porque têm uma regra que o hotel só guarda malas dos hóspedes, mesmo mediante pagamento, se o hóspede tiver uma reserva futura no hotel.

Como o guarda-volumes do aeroporto tem preços absurdos (tipo 30 reais por dia para deixar uma mala grande guardada), eu insisti, a ponto de dizer que então faria uma reserva futura num quarto 'single' só para poder deixar a mala guardada lá.

Diante da minha insistência, a moça acabou "abrindo uma exceção" e aceitou guardar a nossa mala lá.

Cobrou MYR 55 por 8 dias de depósito, o que é uma pechincha, comparando com o preço do guarda-volumes do aeroporto. Mas já estou avisando, porque de repente você se hospeda lá contando em deixar uma mala e eles resolvem não "abrir exceção" para você.

Tune Hotel KLIA 2 - Airport Transit Hotel




Kuala Lumpur, Malásia
nosso quarto no Tune Hotel KLIA 2 - Airport Transit Hotel



Tune Hotel KLIA 2 - Airport Transit Hotel

Como ir do Aeroporto ao centro de Kuala Lumpur

Nosso voo de Manila (FIlipinas) para Kuala Lumpur (Malásia) era assim:

Z2 940 MNL Manila 4:50PM KUL Kuala Lumpur 8:50PM

Chegamos no Aeroporto de Kuala Lumpur às 10PM, porque teve atraso de 1h no voo da Air Asia. 

Como estávamos exaustos (ainda fomos até o hotel de trânsito do Aeroporto de KL pegar uma mala que havíamos deixado lá na ida para as Filipinas), nem nos informamos sobre a melhor maneira de ir para o centro de KL - vimos o trem expresso e fomos direto, mas achamos as passagens super caras do Aeroporto até KL Sentral (a estação central de KL): pagamos pelas passagens de trem MYR 135 (para nós 3) e mais MYR 8 pelo Grab (táxi) da estação ao hotel.

Então fui me informar e descobri que o Grab do Aeroporto ao hotel direto era apenas MYR 65, acredita??

Na volta para o aeroporto fomos de Grab e pagamos o preço fixo de MYR 65 e mais MYR 10 dos pedágios, que o motorista cobra à parte.

Ou seja, de táxi custou metade do preço do trem!

estação do trem expresso que vai do aeroporto ao centro de Kuala Lumpur

passagens do trem expresso do aeroporto de Kuala Lumpur ao centro da cidade

Kuala Lumpur, Malásia


viajando no trem expresso do KLIA ao centro de Kuala Lumpur
A dica é que, se você for viajar pelo Sudeste Asiático, baixe o aplicativo do Grab antes de viajar, porque, para se registrar no serviço, eles pedem uma senha, que é enviada para o número de telefone que você tem que informar, e é muito mais fácil fazer isso em casa.

O Grab é o equivalente ao Uber, e é o aplicativo de corridas de táxi mais usado em toda a Ásia (usamos muito na Malásia e em Cingapura).

O táxi de KL Sentral até a pousada Amethyst Love Guesthouse custou apenas 8 pilas pelo app Grab!

Vale muito a pena usar o Grab em KL, usamos para todos os nossos deslocamentos. Veja alguns valores que nós pagamos de corridas de Grab em Kuala Lumpur, para vocês terem uma ideia:
  • do Templo Thean Hou até as Torres Petronas - MYR 14
  • das Torres Petronas até o nosso hotel em Bukit Bintang - MYR 9
  • de Batu Caves até as Torres Petronas - MYR 17
De trem levamos uns 45 minutos, e de táxi levamos 1h, isso sem congestionamento.

Saia com antecedência, porque o aeroporto é bem longe do centro, e de táxi ainda há risco de pegar muito engarrafamento.

Se você quer muito economizar, a forma mais barata de ir é ônibus, mas tem que ver se realmente compensa, porque é bem mais demorado.

O trem expresso realmente está caríssimo, só vale a pena para quem viaja sozinho, porque se rachar o táxi entre 2 pessoas já fica muito mais barato!

Viu no que dá chegar numa cidade mega cansado e com preguiça de indagar??

Pelo menos o trem foi super rápido, mas, tarde da noite, o táxi também é rápido, porque não tem trânsito!

Kuala Lumpur, Malásia
interface do Grab, que equivale ao nosso Uber

Onde ficar em Kuala Lumpur

Na nossa última vez em Kuala Lumpur, ficamos hospedados numa pousadinha chamada Amethyst Love Guesthouse e eu recomendo muito! Ela é avaliada como 'fabulosa' no Booking.

É uma pousada bem barata e a localização é top, ao lado do fantástico night food market de Jalan Alor

A pousada também fica perto da Bukit Bintang Station do monorail. 

Endereço: 13, Jalan Rembia, Bukit Bintang.

Reservamos pelo Booking o "Deluxe Family Room with Private Bathroom", que tinha 1 cama de casal e 1 de solteiro, ventilador, ar condicionado, wifi e banheiro privativo.

O nosso quarto na Amethyst Love Guesthouse tinha também cofre e secador de cabelos, e podíamos usar a cozinha e a lavanderia da pousada.

Pagamos, no total, R$ 223,00 pela estadia de 2 noites para 3 pessoas (MYR 246,50).


nosso quarto na Amethyst Love Guesthouse



Amethyst Love Guesthouse em Kuala Lumpur
Na nossa 1ª vez em Kuala Lumpur, nos hospedamos no Lotus Hotel Masjid India, na frente da estação de metrô Jamek Masjid.

Ele era super bem localizado também, em Little India, a 500m da Praça Merdeka e 650m do Mercado Central de Kuala Lumpur.

Endereço: 45, Jalan Melayu.

O quarto tinha ar condicionado, cama grande, televisão com canais a cabo, bolachinhas e água mineral cortesia, internet wifi boa, banheiro privativo e amenidades de banho.

A recepção do Lotus Hotel Masjid India era 24hs, e o preço era excelente também, bem barato.


nosso quarto no Lotus Hotel Masjid India em Kuala Lumpur
Tenho também uma listinha de opções de hospedagem que posso indicar na capital malaia, se você preferir algo mais top.

É muito fácil encontrar hotéis bons e baratos em Kuala Lumpur - a oferta é enorme e os preços são ótimos, bem diferente da vizinha Cingapura!

Só tenham cuidado de sempre conferir se os quartos que vocês estão reservando possuem janelas e ar condicionado - é comum encontrar quartos de hotel sem janelas em KL, e o ar condicionado é fundamental naquele calor abrasador!

Se o seu orçamento não estiver muito apertado, aproveite para esbanjar numa estadia num hotel 5 estrelas - Kuala Lumpur é um dos lugares mais fáceis de se encontrar diárias pagáveis em hotéis 5 estrelas!

Confira estas opções clicando nos links abaixo:

Four Points by Sheraton
WOLO Kuala Lumpur
Royal apartment at Berjaya
Trinitry Suites at Times Square

Onde comer em Kuala Lumpur

Tomamos um café da manhã super típico com rotis, chapatis e fried rice por MYR 35 no Restaurante Al Sarifa, na esquina do nosso hotel Amethyst Love Guesthouse.

Outro lugar imperdível para um jantar super tradicional em Kuala Lumpur é o Jalan Alor Night Market, a uma quadra da guesthouse onde nos hospedamos. É um ponto turístico 'must see' de KL.

Um pad thai ali custa em torno de MYR 10, enquanto que um ice tea custa MYR 5.

Comemos também, mais de uma vez, na praça de alimentação do shopping Surya KLCC (nas Torres Petronas), um ótimo lugar para comer comidas típicas malaias, sushi, pizzas ou hamburgers.

Comemos no Fuel Shack, na praça de alimentação do 2º andar, e pagamos MYR 80 por hamburgers com fritas para nós 3.

Veja também:

Outro lugar legal para almoçar lá é o restaurante panorâmico da Menara Kuala Lumpur.

Para jantar street food barata, outras dicas: Central Market, Chinatown, Little India Night Market e Petaling Night Market.

No aeroporto - na área de embarque internacional do KLIA - existem diversos lugares onde dá para fazer uma refeição. Jantei no 'Nööödles' e paguei MYR 27. Tem Starbucks no aeroporto também.

Restaurante Al Sarifa, na esquina do nosso hotel Amethyst Love Guesthouse em Kuala Lumpur



café da manhã super típico com rotis, chapatis e fried rice no Restaurante Al Sarifa em Kuala Lumpur


aqui vocês podem conferir os preços do McDonald's em Kuala Lumpur

Jalan Alor Night Market em Kuala Lumpur



Kuala Lumpur, Malásia


Kuala Lumpur, Malásia
como falei, o Jalan Alor Night Market é um lugar para ver coisas típicas, que às vezes podem ser meio chocantes!

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
pad thai e ice tea: a melhor pedida no Jalan Alor Night Market

Malásia com crianças: vídeo de viagem

Este vídeo é da nossa 1ª viagem pela Malásia, quando o Lipe tinha 2 aninhos:


O que fazer em Kuala Lumpur

Como falei antes, Kuala Lumpur tem atrações turísticas suficientes para preencher no mínimo 3 dias bem corridos.

Se optar por ficar menos tempo, você já terá que começar a escolher seus passeios favoritos e deixar outros de fora do seu roteiro.

Abaixo fiz uma lista do que vimos em Kuala Lumpur, e contei mais detalhadamente sobre nossas atrações turísticas preferidas em Kuala Lumpur: as Batu Caves, as Torres Petronas e o Templo Thean Hou.

Para saber como é a visita às Torres Petronas e arredores, leia o post que já publiquei aqui:

Torres Petronas em Kuala Lumpur, na Malásia: o que você precisa saber

Outras atrações turísticas em Kuala Lumpur:
  • Ônibus turísticos hop on, hop off
  • Colonial District
  • Central Market
  • Chinatown
  • Petaling Night Market
  • Templo Hindu Sri Mahamariamman
  • Little India
  • Masjid Jamek
  • Masjid Negara
  • Praça Merdeka (igreja, mastro da bandeira, Royal Selangor Club e prédio Sultan Abdul Samad)
  • Menara Kuala Lumpur (torre panorâmica) 
  • Petrosains Discovery Centre (museu interativo de ciências para crianças)
  • Jalan Alor Food Night Market
Veja também:

Langkawi, Malásia: o que você precisa saber
Malásia: 4 lugares incríveis para conhecer e dicas de roteiros


Kuala Lumpur, Malásia
durian, a fruta mais fedorenta do mundo inteiro

Kuala Lumpur, Malásia
Menara Kuala Lumpur

Kuala Lumpur, Malásia
em Little India você vai encontrar muitos destes vendedores de guirlandas, que os hindus usam como oferendas aos seus deuses

Kuala Lumpur, Malásia
eu amo essas guirlandas de flores coloridas, mas o Lipe não curtiu muito, pelo sorriso forçado na foto hehehe...

Batu Caves

Fomos de Grab do nosso hotel até as Batu Caves por MYR 18. Nos disseram que, de transporte público, a corrida custaria uns MYR 12 para nós 3, então resolvemos nos dar o luxo de ir de táxi. 

As famosas Batu Caves ficam localizadas em Selangor, ao lado de Kuala Lumpur, 13Km a noroeste da capital.

O famoso templo hindu foi construído em uma caverna para Lord Murugan, o deus hindu da vitória. Visitar esse templo é uma ótima maneira de dar uma 'espiada' na cultura hindu sem ter que ir até a Índia.

Na verdade, são 3 cavernas existentes no local, mas a mais famosa é a Temple Cave, onde fica o santuário hindu, que é alcançado no alto de uma escadaria de 272 degraus.

A caverna principal tem mais de 100m de altura.

A entrada do templo é guardada por uma estátua de 43m de altura de Murga, a maior do mundo.

Kuala Lumpur, Malásia
 Batu Caves em Selangor, nos arredores de Kuala Lumpur

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
dentro da caverna principal, que tem mais de 100m de altura

Kuala Lumpur, Malásia

Quando fomos a Kuala Lumpur em 2011, esse templo não era tão famoso - ninguém falava nele, e nem tomamos conhecimento da sua existência. Mas, recentemente, ele vem se tornando um dos pontos turísticos mais famosos da Malásia, e desconfio que já receba mais visitantes/dia do que as Petronas.

Em agosto de 2018, eles pintaram super coloridas as escadarias que levam às cavernas do templo (que antes eram todas vermelhas), e o lugar simplesmente explodiu - todo mundo quer uma foto nessas escadas arco-íris!

Isso causou a maior polêmica na Malásia, porque o local é tombado como patrimônio nacional e os administradores do templo jogaram a tinta lá sem autorização de ninguém hehe...mas, polêmicas à parte, o resultado ficou sensacional.

A entrada no local e na caverna principal é gratuita, mas, para entrar em algumas "atrações" que existem lá no complexo, tem que pagar ingresso.

Não é permitido entrar nas Batu Caves de bermudas acima do joelho, embora isso não seja regra em templos hindus - já entrei em dezenas de templos hindus, da Índia ao Nepal, do Sri Lanka a Cingapura e até mesmo na Malásia, sempre de bermudas e pés descalços.

O Peg passou na 'inspeção' porque a bermuda dele era abaixo do joelho, mas a minha ficava com os joelhos de fora, então tive que alugar uma canga por MYR 5 para me amarrar na cintura e esconder as pernocas 😁

Água mineral nas Batu Caves - 1,50

De Batu Caves até as Torres Petronas a corrida de Grab custou MYR 17.

Kuala Lumpur, Malásia
hindus e suas oferendas

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

complexo de templos de Batu Caves

Kuala Lumpur, Malásia
tive que alugar um pano para cobrir as pernas - vá com uma bermuda abaixo do joelho

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
as crianças adoram os macacos de Batu Caves, mas eles são um perigo!
Tenha muito cuidado com os macacos ladrões que vivem lá pelas cavernas: eles são reis de roubar coisas dos turistas, e podem ficar até meio violentos no processo...nem cogite de levar comida na sua mochila quando for nas Batu Caves, porque é só dar uma bobeira que eles roubam a sua mochila mesmo!

E o pior: não alimente os macacos com porcarias! Vi turistas dando até bolachinhas para os macacos, pelamordeDeus...

Tivemos sorte de visitar o templo no mês de janeiro, quando ele está especialmente ativo em razão dos preparativos para o festival de Thaipusam, que se realiza lá desde 1890.

Coloque 'Thaipusam' no Google para dar uma espiada nos feitos masoquistas ops, de penitência dos peregrinos durante essa época do ano.

Mais de 1 milhão de pessoas lotam o templo durante os 3 dias de festividades e, quando estivemos lá, os preparativos estavam a 1000 para o festival, que aconteceria nos dias seguintes.

Veja algumas fotos dos peregrinos abaixo:

Kuala Lumpur, Malásia
o macaco ladrão roubou a sacola de bananas da turista gringa e, nesta foto, ela estava tentando recuperar a câmera GoPro que foi objeto do roubo também!

Kuala Lumpur, Malásia
não participe dessa prática ridícula de alimentar macacos com comidas inapropriadas!

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
durante o festival de Thaipusam, os pereginos fazem oferendas aos deuses hindus e atos de penitência terríveis nas Batu Caves

Templo Thean Hou

Para ir até o Templo Thean Hou, em Kuala Lumpur, chamamos um Grab (o Uber local). A corrida de Grab do hotel em Bukit Bintang até o templo chinês taoísta Thean Hou custou MYR 11.

A entrada no templo é grátis, e ele abre diariamente das 8 às 22hs.

O templo chinês taoísta Thean Hou fica numa área de Kuala Lumpur conhecida como Brickfields ou Little India.

É um dos maiores templos chineses fora da China, e um dos mais bonitos, com inúmeras estátuas e telhados delicadamente esculpidos. As imagens lembram figuras do Taoísmo, Budismo e Confuccionismo.

Tivemos sorte porque, como o Ano Novo Chinês deveria acontecer poucos dias depois da nossa visita, o templo estava incrivelmente decorado, com centenas de lanternas vermelhas, criando um cenário espetacular. 

Nós já tínhamos visitado um templo taoísta antes numa viagem ao Japão, mas eu não tinha prestado atenção aos detalhes - amei a visita a este templo, foi super interessante!

Mostrei tudo lá nos stories do Instagram, está tudo salvo lá na pastinha de destaques da Malásia, dá uma espiada!

Kuala Lumpur, Malásia
Templo Thean Hou em Kuala Lumpur

Kuala Lumpur, Malásia
Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

essa dupla adorou descansar na sombra no Templo Thean Hou - o calor que faz em Kuala Lumpur é indescritível!

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur, Malásia
o templo Thean Hou já estava todo decorado para as festividades do Ano Novo Chinês, que iam ocorrer poucos dias depois da nossa partida

Kuala Lumpur, Malásia
alguém aí já visitou um templo taoísta?

Vídeo da nossa viagem de volta ao mundo

O Lipe escreveu um post contando o que ele achou da nossa viagem de volta ao mundo, quando estivemos em Langkawi e Kuala Lumpur, veja aqui:


Para ver os melhores momentos desta viagem de volta ao mundo, assista este vídeo:

Chip de celular para usar internet na Malásia

Durante a nossa viagem pela Malásia, usamos o tempo todo um chip de celular da Easysim4u, que apoiou a nossa volta ao mundo.

Com o chip da Easysim4u no telefone durante a nossa viagem de volta ao mundo, cada vez que o avião pousava num novo país, eu recebia uma mensagem no celular me dando as "boas vindas", o que significava que eu já estava automaticamente conectada à internet, inclusive para usar o Google Maps e chamar motoristas de aplicativo também!

Já usamos os chips da Easysim4u em uns 30 países, e foram raras as vezes em que não tivemos cobertura - apenas em alguns lugares bemmmm remotos, ou em países onde eles mesmos avisam que não existe conexão.

Recebemos o chip em casa, antes de sair do Brasil, colocamos ele no celular ainda no avião, e já chegamos na Malásia com internet funcionando no telefone!

Para quem vai viajar por vários países como nós fizemos, a facilidade e comodidade que esses 'simcards' oferecem é imbatível 😏

Nós não vendemos esses chips através do blog - nem nenhum outro produto, pois o pequeno viajante não visa lucro, é um blog só para compartilhar dicas de viagem mesmo - então dê uma olhada direto lá no site deles - Easysim4u - para ver como comprar esses chips e recebê-los em casa no Brasil antes de viajar.

Chip de celular para usar internet na Malásia

Você já esteve em Kuala Lumpur? Nós adoraríamos ter as suas contribuições aqui no blog! Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários, por favor!

Para saber como compramos nossas passagens aéreas, contei tudo aqui: Como comprar passagens aéreas para uma volta ao mundo

Nos próximos posts, continuamos contando sobre as nossas viagens de volta ao mundo - não saia daí! 

Durante esta viagem, nós usamos as seguintes hashtags nas redes sociais Facebook / Twitter / Instagram - é só procurar na # e ver todas as muitas dicas que já postamos:

#LipenaMalásia #LipeVoltaaoMundo 

Acompanhe o nosso Instagram @claudiarodriguespegoraro - tem muitas dicas desta viagem lá nos stories - espia lá que está tudo salvo nas pastas de destaques da Malásia!



Você também nos encontra aqui:

Kuala Lumpur, Malásia: o que você precisa saber
Kuala Lumpur, Malásia: o que você precisa saber

Share

Claudia Rodrigues Pegoraro

Comente este Post:

0 comentários: