14 de dezembro de 2014

Bósnia: como ir de Hvar a Mostar, conhecendo Pocitelj e Medugorje no caminho

Quando fui organizar nosso roteiro na Bósnia, eu só sabia que queria conhecer Mostar e Sarajevo, mas aí comecei a ler e descobri tantos outros lugares "imperdíveis" por lá que foi uma luta encaixar tudo nos poucos dias que pretendíamos passar no país. 

Estávamos na Ilha de Hvar, na Croácia, e, de lá, seguiríamos para a Bósnia. Mas por onde?

Bom, de Hvar, seguimos em direção a Bacina, um lugarejo com um lago incrivelmente bonito, no meio das montanhas, ainda em solo croata. 



A fronteira, pelo que vimos no GPS, ficava em Metkovic, e então seguimos para lá, achando tudo um pouco estranho, pois não estávamos em uma estrada, mas sim no meio de uma cidade! 

Quando chegamos no posto de fronteira para onde o GPS nos levou, o policial nos informou que aquela fronteira era só para locais (bósnios e croatas), e que não podíamos passar por ali. 

Como o inglês dele em bem parco, não conseguimos maiores explicações sobre aonde seria a "nossa" fronteira, e fomos tateando até que chegamos lá. 




Carimbaram nossos passaportes e foi o primeiro lugar em que pediram os documentos do motorhome

Já havíamos cruzado fronteiras na Itália, Eslovênia e Croácia e, até então, ninguém tinha se importado com os documentos do veículo, talvez porque todos os países fossem parte da Comunidade Européia (ou quase!). 

Sobre a Bósnia & Herzegovina

Geograficamente, a B&H é dividida em duas áreas: 

1) Bósnia (mais para o norte, onde fica Sarajevo) e 

2) Herzegóvina (mais para o sul, onde se localiza Mostar). 

Politicamente, também: 

1) Federação Bósnia e Herzegóvina e 

2) Republika Srpska (nas regiões que fazem fronteira com a Sérvia e Montenegro, área dominada pelos sérvios, onde predomina o alfabeto cirílico).

 política nas pichações também!

A moeda é o marco da Bósnia, conhecido pela sigla KM, que nós compramos pela seguinte cotação:

1 euro = 1,93KM

Seguimos então em direção a Capljina, pois sabíamos que lá perto ficava um lugar lindíssimo: Pocitelj



Pocitelj

Chegando em Capljina, descobrimos que Pocitelj ficava 4km para o norte, e lá fomos nós, sem ter muita idéia do que íamos encontrar.

Pocitelj fica ao lado da estrada principal que vai de Split (Croácia) a Mostar (Bósnia). Vários ônibus de linha passam por lá. 

Se você tiver transporte próprio, tente ir no fim da tarde, antes do pôr do sol - horário que nós fomos - quando as multidões de turistas já desapareceram e a luz está maravilhosa para fotografias! 


Estacionamos bem na entradinha da cidade (grátis) - a cidade toda é só para pedestres, e imediatamente vimos que tínhamos acertado em cheio! Pocitelj é o máximo! 

Trata-se de uma vila fortificada da era otomana, com apenas 350 habitantes, que vem a ser simplesmente um dos mais bonitos - e fotogênicos - conjuntos arquitetônicos da B&H!!

Localizada num anfiteatro rochoso super inclinado, o vilarejo é uma confusão de escadinhas prá lá e prá cá, por onde você vai subindo e tendo vistas cada vez mais impressionantes, por cima dos telhados das casinhas. 









O que tem lá?

Mesquita Hadzi Alijna - construída em 1563, foi reconstruída depois das destruições da guerra durante os anos 90. 


Torre Gavrakapetan - é o prédio mais famoso, uma torre em fomato octagonal no Forte do vilarejo, que ainda está muito destruído. 

Suba o máximo que conseguir - quanto mais alto, mais bonitas as vistas! 






Entramos pela torre-portão que é a entrada para a cidade velha, toda fortificada, onde comprei cerejas deliciosas.

Por ali ficam vários nativos vendendo todo tipo de produtos produzidos na região - adoro! 





Vindos da Croácia, já notávamos a diferença entre um e outro país: mais muçulmanos, muitas pichações e sujeira espalhada, o que definitivamente não se vê na Croácia, que tem um padrão bem "europeu" de limpeza pública.

O melhor passeio em Pocitelj é simplesmente se perder pelas ruelas e escadarias espalhadas pelo vilarejo. 

Depois de muito caminhar, subir e descer (não leve carrinho!), era hora de seguir viagem.  

De Pocitelj, tínhamos que voltar os 4km até Capljina para pegar a estradinha que segue para Medugorje, nosso próximo destino. 






Medugorje 

Quando descobrimos que Medugorje estava no nosso caminho, tratamos de incluí-la no nosso roteiro.

Quem nunca ouviu falar nesse lugar especial para os católicos??

No dia 24 de junho de 1981 a Virgem Maria fez uma aparição lá para 6 adolescentes, transformando a cidadezinha num dos mais importantes centros de peregrinação católica no mundo, que continua a crescer, embora o Vaticano não tenha reconhecido oficialmente a legitimidade das visões. 


Chegando lá, em pleno domingo, o lugar estava botando pelo ladrão! 

Estacionamos no estacionamento gratuito que fica na parte de trás da Igreja de St James e fomos dar uma bisbilhotada na missa dominical que estava acontecendo. 

Não era possível entrar na igreja, que estava lotada, mas acompanhamos pelo telão do lado de fora :)




O lugar é uma mistura de peregrinos emocionados com gente que está lá para ganhar a vida com a fé alheia, o que significa uma sucessão interminável de lojinhas de souvenirs, tudo com preços ótimos, que rendem lembrancinhas perfeitas!

Comprei um monte de coisinhas e a conta final deu € 9.

Se você já esteve em Aparecida do Norte, ou em Lourdes, na França, ou em Fátima (Portugal) - que eu não conheço - deve ter uma boa idéia de como é Medugorje. 



Passeamos pelos arredores, tiramos fotos, pegamos água benta para trazer para casa, e fizemos um lanche ali na frente do santuário (bem barato: € 6 para os 3). 






nem em Medugorje os larápios dão folga!

Cerro da Aparição

Depois da visita à igreja, que fica no centro da cidade, resolvemos que - já que estávamos lá mesmo - tínhamos que ir até o local onde efetivamente aconteceram as aparições originais em 1981, o Cerro da Aparição.    

Este cerro fica, na verdade, no vilarejo de Podbrdo, a 3Km do centro da cidade, e se chama Brdo Ukazanja



A subida até o topo do cerro é punk - eu realmente fiquei impressionada de ver como aquelas senhoras idosas conseguem, algumas de pés descalços...só com muita fé, mesmo! 

Não existe uma trilha pré-fabricada, mas sim uma verdadeira escalada pelo meio de pedras afiadas e muita terra vermelha! Assustador! 

Muito diferente do que eu imaginava...

começo da subida

No local também há estacionamento gratuito e muitas, mas muitaaaaaaaaas lojinhas de souvenirs e produtinhos religiosos. 

Como já estava anoitecendo, e não estávamos na pilha de enfrentar a subida carregando o Lipe, nos contentamos em ver o cerro e voltamos correndo para o conforto do nosso motorhome ;)

Para mais informações sobre Medugorje, veja aqui e aqui

Não deixe de assistir o nosso videoclipe da Bósnia Herzegovina, onde você verá imagens de todos esses lugares!




Vale a pena?

Se você me perguntar - mas vale a pena ir a Medugorje? A resposta é sim! 

Primeiro, porque eu acho que tudo vale a pena; e segundo porque eu sempre gosto de conhecer lugares sobre os quais eu sempre ouvi falar, nem que seja só pra riscar da lista, sabe? 

Foi, sem nenhuma dúvida, o lugar onde mais vimos turistas (e peregrinos) em toda a viagem!

Não é um lugar essencialmente bonito, mas há toda uma emoção no ar, que nem todo o exército de vendedores de quinquilharias consegue mascarar, e não custa nada, se você estiver de passagem, fazer uma visitinha de 1 ou 2 horas para conhecer, né???

Já havia anoitecido quando deixamos a cidade para trás, e pegamos a estrada novamente, por 45 minutos, desta vez em direção a Mostar, assunto do nosso próximo post

Você já esteve na Bósnia? Conhece Pocitelj ou Medugorje? O que achou? Deixe as suas dicas na nossa caixa de comentários


Videoclipes desta viagem

Já estão no ar diversos videoclipes de lugares por onde passamos nesta mesma viagem:

Outros países desta viagem

Leia ainda as nossas dicas sobre os outros países que visitamos nesta mesma viagem:

Eslovênia 
Itália
Croácia
Bósnia
Montenegro
Albânia
Macedônia
Grécia
Kosovo
Sérvia
Portugal

Leia também


Redes sociais

Veja mais fotografias desta viagem no Instagram @claudiarodriguespegoraro, nas hashtags #FelipenosBalcas ou #Felipeopequenoviajante.

Assista todos os minifilmes desta viagem de motorhome pelos Bálcãs neste link do Facebook.


Os nossos vídeos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal para receber os novos vídeos que postarmos por e-mail! É grátis, kkkkk...

Você também nos encontra aqui:

Um comentário:

  1. Ótimo post com fotos impecáveis!!!
    Estive em Pocitelj, Medugorje e Mostar com um tour desde Dubrovnik.
    Gostei muito, mas em grupo acaba-se ficando pouco tempo nos lugares.
    A liberdade de ir por meios próprios é muito mais atrativa e prazerosa ;)
    Abraços
    Junior

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...