20 de agosto de 2014

Ljubljana: roteiro de 1 dia e os passeios imperdíveis na capital da Eslovênia

A primeira vez que eu ouvi falar em Ljubljana foi em 1999, #aos20 e poucos anos, quando viajava de mochila pela Europa. Mas, naquela época, na ânsia de conhecer as grandes capitais europeias (Roma, Londres, Paris, Madrid...), a pequena Eslovênia acabou ficando em segundo plano. 

Desde então eu sonhava em conhecer a capital eslovena e, este ano, quando decidimos viajar pelos Bálcãs, eu já sabia que a nossa primeira parada tinha que ser em Ljubljana!

O plano era ficar 2 dias/1 noite na cidade e seguir para Bled, um pouquinho mais ao norte. 

Infelizmente, com todos os contratempos do nosso voo para Zagreb, que eu contei em detalhes aqui, acabamos tendo menos de 24hs para ver a cidade - foi pouco, mas o suficiente para nos apaixonarmos!

Como contei aqui, quando escrevi sobre o aluguel do nosso motorhome, saímos de Novo Mesto em direção à capital do país por volta das 17hs.  



Chegamos em Ljubljana direto na casa da Paloma Varón para uma visita! 

A Paloma é uma daquelas pessoas que a gente acaba conhecendo pelo Facebook e fica com muita vontade de conhecer pessoalmente e ela colaborou tanto com dicas para a nossa viagem que eu queria muito mesmo conhecê-la :)

O Lipe adorou mostrar o motorhome para a Cecília e a Clarisse - ficou num exibimento só! E as meninas, pelo jeito, também adoraram a ideia de viajar de motorhome



Foi ela quem nos indicou o super E.Leclerc

Existe também uma outra rede de supermercados na Eslovênia que tem lojas por todos os cantos, chamada Mercator, mas, segundo a Paloma, que mora lá, o E.Leclerc é beeem mais barato, assim como a rede alemã Lidl

Quando a gente pega um motorhome para uma viagem, a primeira providência é sempre passar num mercado para se abastecer. Nós compramos um monte de coisas e gastamos € 62,50, achei bem razoável. 

No super, já aprendemos a nossa primeira palavra em esloveno: pivo (=cerveja). 


Jantamos uma massa ótima na nossa casinha sobre rodas, tomamos um vinho esloveno, arrumamos nossas coisas nos armários, usamos a internet wifi no estacionamento de um posto de gasolina bem pertinho do super e resolvemos passar a noite no próprio estacionamento do super, que fica bem em frente ao shopping da cidade

É um lugar ótimo para free camping, um estacionamento imenso e deserto, sem nenhuma placa dizendo que seja proibido estacionar. 

Pretendíamos ir ao centro da cidade, mas a chuva e o cansaço nos desmotivaram e venceram - quando olhei no relógio, já eram 1 da manhã! 

Foi uma pena, porque eu adoraria ter visto a cidade à noite, toda iluminada - tenho uma teoria de que a gente sempre precisa ver as cidades durante o dia e também à noite, porque são coisas completamente diferentes, mas, naquele dia, cansada, com jet lag e abaixo de chuva, não dava mesmo :(




No dia seguinte, fomos direto para o Castelo de Ljubljana, passeio que eu contei em detalhes neste post aqui

Foi lá que nós encontramos, pela primeira vez, a Manu, Fê & Lalá, que imediatamente se tornou amiga íntima do Lipe! Saiba mais sobre esta história aqui





Quando descemos do Castelo, estávamos todos mortos de fome, e fomos almoçar bem ali pertinho, na área dos mercados.  

Se você descer do Castelo pelo funicular, é só atravessar a Krekov Trg (praça), que logo chegará a uma área da cidade cheia de mercados e restaurantes. 

É ali que ficam o Open Air Market (mercado ao ar livre), o Covered Market (mercado coberto), o Fish Market (mercado do peixe) e também um restaurante muito bem recomendado, o Ribca (endereço: Adamic-Lundrovo nabrezje 1).  

Havia uma feira de frutas e verduras com produtos maravilhosos (morangos lindos!) e nós escolhemos uma banquinha que tinha exatamente aquilo que queríamos experimentar: burek (massa recheada com carne ou queijo) e cevapcici, as comidas mais "típicas" dos Bálcãs!











restaurantes em Old Town, na base do Castelo



Depois de saciar o estômago, fomos até a esquina, ver uma das pontes mais famosas da cidade, a Dragon Bridge, com lindos dragões de cada lado que são o símbolo de Ljubljana. 


 olha um motorhome igual ao nosso cruzando a ponte!


A melhor maneira de ver Ljubljana sem dúvida é a pé, e o nosso "walking tour" pela Cidade Velha continuou passando por Vodnikov Trg, cruzamos o Rio Ljubljanica pela Triple Bridge (famosa ponte tripla = Tromostovje), e chegamos à Presernov Trg e ao Palaca Urbanc

Presernov Trg é a praça central da cidade, ligando o Centro à Cidade Velha. Fica lá o Monumento Preseren, dedicado ao poeta nacional.  




De lá, descemos pelos calçadões que ocupam todo o centro da cidade (áreas para pedestres, fechadas ao trânsito de veículos) e vimos a Kongresni Trg, descemos a Vegova ulica, vimos a Biblioteca Nacional, a Trg Francoske Revolucije (Praça da Revolução Francesa) e o Krizanke (monastério). 

Outras praças que nós passamos e que também merecem uma visita são a Novi Trg, Dvorni Trg, e Stari Trg, não necessariamente nesta ordem. 





O que eu mais gostei em Ljubljana foi justamente isso: além do Castelo, não existem muitos outros passeios "obrigatórios". 

Em muitas capitais europeias, o viajante de primeira viagem fica, por vezes, até meio "estressado", tantas as atrações "imperdíveis"! Já na capital eslovena, imperdível é caminhar sem rumo pelo centro histórico da cidade, acompanhando os canais, curtindo os infinitos cafés espalhados pelos calçadões e ao longo do rio verde esmeralda que corta o coração da cidade...

É uma cidade para se perder caminhando pelas ruazinhas, não para ficar apegado a mapas, entende?




Aliás, os passeios supostamente "obrigatórios" não apresentaram nada demais: a Biblioteca da Universidade, por exemplo, obra do arquiteto esloveno Joze Plecnik, famoso pelo design minimalista, não tem, na minha limitada visão (kkkkk), nada de sensacional!  



Como estivemos lá no começo da primavera, os cafés já estavam colocando suas mesas pelas calçadas e terraços e, em pleno dia de semana, no meio da tarde, parecia até feriado nacional, ou uma festa ao ar livre, com as mesas apinhadas de gente feliz :) o que, aliás, foi uma cena constante também por todos os outros países que visitamos na região.  



Do outro lado do rio, para onde voltamos depois, veja também as 5 casas medievais nos números 7 a 15 de Gornji Trg (Upper Square), que é, na verdade, uma extensão da Stari Trg (Old Square). 

Um pouco mais ao norte, ficam a linda Prefeitura e a famosa Robba Fountain, em Mestni Trg (Town Square). 



Essas são as principais atrações do centro histórico da cidade e, logo que você sai desta área, dá de cara com pequenas plantações nos quintais das casas! 

Ljubljana é, com certeza, a capital mais "verde" da Europa. Só o fato de todo o centro da cidade ser dedicado somente a pedestres e ciclistas já deixa a capital muito menos barulhenta e poluída, parecendo uma cidadezinha pequena de interior, embora seja uma capital europeia onde vivem quase 300 mil habitantes. 




A cidade também tem vários museus, mas não sentimos vontade de nos entocar dentro de um museu - o dia estava tão lindo, com tanta gente lagarteando no sol, que a vontade era ficar batendo perna o dia todo!

Alguns museus recomendados: Museu da Cidade, Museu Nacional, Museu de História Natural, Galeria Nacional e Museu de Arte Moderna.

Aliás, uma coisa precisa ser dita: em Ljubljana, para ver arte, você nem precisa entrar nos museus - tem muita coisa ao ar livre, obras lindas espalhadas pela cidade :)





Saímos da cidade quase 18hs, com destino a Skofja Loca, mas isso já é assunto para o próximo post


O que faltou

1. Comer um horse burger no Hot Horse

2. Conhecer Metelkova Mesto 

3. Subir no Neboticnik para um café com vistas espetaculares

Teremos que voltar, sem dúvida! 

Como você pode notar, em apenas uma manhã e uma tarde nós andamos por todo o centro histórico da cidade, mesmo com uma longa visita ao Castelo de Ljubljana e uma longa parada para almoço (e 2 crianças a tiracolo!). 

Claro que eu poderia passar uma semana inteira passeando por aquelas ruazinhas fofas, mas se você tiver apenas 1 ou 2 dias, já dá pra ter uma boa ideia da cidade ;)





Você conheceu Ljubljana? Qual a sua atração preferida na cidade? Conte para nós!

No próximo post, nossa viagem de Ljubljana a Bled, conhecendo Skofja Loca e Radovljica no caminho - fique ligado! 

Leia mais

videoclipe da nossa viagem pela Eslovênia você assiste aqui

Ficou com vontade de saber mais sobre a Eslovênia? É só clicar aqui.  

Nosso roteiro de 34 dias pelos Bálcãs: aqui.  

Para saber como é e quanto custa viajar de motorhome pelo Leste Europeu, clique aqui.

Nosso "manual" de perguntas e respostas sobre aluguel de motorhome na Eslovênia/Croácia está aqui

Dicas para planejar uma viagem pelos Bálcãsaqui

Todas as nossas postagens sobre viagens de motorhome estão organizadas aqui

As postagens sobre os Bálcãs estão aqui.



Veja mais fotografias desta viagem no Instagram @claudiarodriguespegoraro, nas hashtags #FelipenosBalcas ou #Felipeopequenoviajante

No Twitter, procure por @pequenoviajante. No Google+, você nos adiciona aqui.

Não esqueça também de curtir a fan page do Felipe, o pequeno viajante no Facebook para acompanhar as nossas aventuras! 

Assista todos os minifilmes desta viagem de motorhome pelos Bálcãs no Facebook. Os nossos vídeos você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal! 

Você também nos encontra aqui:





4 comentários:

  1. Ah, comer o Burek da Nobel Burek. Considerado o melhor da cidade. E que cidade. Tambem amei Ljubljana. Apaixonei totalmente por ela.
    Agora, concordo com vocês . O melhor é só andar pela cidade, tentando se perder pelas ruas. Tudo tão pequeno e lindo. Nem parece uma capital.
    Metelkova Mesto é interessante mas não imperdivel. Lugar que fica melhor nas fotos que ao vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso, Leo, fiquei meio frustrada que não deu tempo de ir lá...
      E que bom ter notícias de vocês! Onde andam??? E o sabático, terminou?

      Excluir
  2. Cláudia, demais o post! E que fotos! A cidade é linda, hein? A impressão que fiquei é que parece com Praga, só que é mais autêntica, menos maquiada e menos ocidentalizada... Muita, muita, muita vontade! Um abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Liliane! Eu já sabia q ia me apaixonar, queria ir lá há muiiiiitos anos! E a maior vantagem é que não tem os turistas de Praga!
      Bjokas

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...