12 de julho de 2014

São Francisco - roteiro de 5 dias perfeitos (continuação)

No último post, eu contei como foram os nossos 3 primeiros dias em São Francisco, com as nossas dicas para você aproveitar tudo. 

Neste, que sai em conjunto com o anterior, conto em detalhes como foi a programação dos 2 últimos dias - leitura obrigatória para quem visita a cidade com transporte próprio!

Vambora, então???

Dia 4  

Outro dia de sol e céu azul - pelo jeito, não é dessa vez que vamos ver a famosa ponte vermelha envolta na neblina!!!!


Como eu comentei no post anterior, depois da nossa decepção com os ônibus vermelhos hop on hop off, no dia seguinte decidimos passear pela cidade inteira a bordo do nosso super motorhome


Primeira parada do dia: Baker Beach

Vale muito a pena ir até lá, para ver a Golden Gate Bridge de uma perspectiva completamente diferente, da praia. 






De lá, seguimos para o Golden Gate Park, que atravessamos inteirinho, de um lado a outro, e vimos bisões, a California Academy of Sciences, vários museus, o Jardim Botânico, o Japanese Tea Garden...é um parque lindo, passeio imperdível em São Francisco. 





Saímos do parque direto em Haight Ashbury, meca hippie, onde as coisas (e as pessoas) não parecem ter mudado muito desde a década de 60. 


Seguimos para Japantown, com parada para fotos no Peace Pagoda


Depois, achamos um lugar perfeito para estacionar (sem parquímetro!) a uma quadra de Lombard Street, na Larkin Street, ao lado do Sterling Park, para ver a ruazinha do Herbie ("se meu fusca falasse", lembram?). 




É a "crookedest street" de São Francisco, ruazinha cheia de curvas, que todo mundo quer atravessar, com vistas lindas da Coit Tower e de Alcatraz.

Infelizmente não pudemos descer a Lombard de motorhome, sob pena de ficarmos atravessados para sempre na primeira curva!!! 

Mas passeamos bastante pelas ruazinhas ao redor para ver as vistas esplêndidas e descemos e subimos a rua do famoso fusquinha a pé ;) (muito mais divertido!)






Aliás, tenho que ressaltar que não fizemos questão de ir até Alcatraz e de fazer o passeio de barco passando por debaixo da ponte porque eu já havia feito esses dois passeios na minha primeira visita a São Francisco, há muitosssss anos atrás. 

Além disso, a visita ao lendário presídio exige reservas antecipadas, que nós não tínhamos feito, e estávamos com preguiça de correr atrás - tão mais relax ficar passeando sem hora certa nem destino pré-programado pelas ruas da cidade...

Mas, para quem ainda não conhece, recomendo muito a visita - quando eu fui, em 1994, fiz um tour super bacana, com um ex-presidiário servindo como guia, contando as horríveis histórias da ilha, com direito a entrar nas celas e imaginar como devia ser terrível a vida por lá!


Apesar das dificuldades de andar pela cidade de motorhome e de encontrar vagas para estacionar, como em qualquer grande cidade brasileira, conseguimos fazer todo o roteiro que planejamos sem maiores problemas, e todas as vezes que quisemos estacionar acabamos conseguindo vagas ótimas, gastando só moedas nos parquímetros :-)

Com um pouco de paciência, tudo dá certo, acredite! Afinal, nós rodamos a cidade inteira num baita motorhome...




Da Lombard, fomos para Chinatown, onde também tivemos uma baita sorte e conseguimos uma vaga para estacionar a uma quadra do Dragon Gate (principal portão de entrada para Chinatown), na Bush Street, desta vez com parquímetro.






Almoçamos por lá (comida chinesa, claro!), subimos a Grant Avenue e atravessamos todas as vielas famosas - Waverly Place, Spofford Alley, Ross Alley... 

Foi muito legal passear por Chinatown

É uma área cheia de subidas e descidas e nós não levamos o carrinho do Lipe. Foi uma caminhada de 1,5 hora e o pequeno viajante foi tri parceiro, caminhou com a gente o tempo todo, tri querido, se divertindo e se distraindo com tudo o que via (tá certo, e ganhou um pouco de carona na cacunda do papai também :) 

Em determinados momentos, principalmente em Waverly Place, parecia que estávamos em um hutong de Beijing - para quem nunca foi à China, é uma ótima "iniciação". 








Não deixe de ir até a Golden Gate Fortune Cookie Company, onde foram inventados e continuam sendo fabricados os famosos biscoitinhos da sorte!



Grande parte do nosso passeio a pé já foi na área de North Beach, porque eu fiz questão de ir até a Jack Kerouac Alley, onde ficam a livraria City Lights e o Vesuvio, locais que o autor de "On the road" frequentava, e que eu tinha vontade de conhecer há mais de 20 anos, desde que li o livro pela primeira vez!!!










Muita gente vai a São Francisco e faz questão de conhecer Chinatown, ignorando completamente o bairro de North Beach, exatamente do lado, um lugar super legal para passear. 




Voltamos até o motorhome e resolvemos levar o Lipe para brincar um pouco numa pracinha, antes de continuarmos os "trabalhos". 

Passamos no Yerba Buena Gardens e seguimos até Civic Center Plaza, onde não tem apenas uma pracinha, mas sim duas, uma ao lado da outra, entre o City Hall e a Public Library, como eu contei, com fotos, no último post (tínhamos ido lá no dia anterior).  

Foi fácil achar uma vaga para estacionar ali também, na frente do State Building, e o bom é que lá tem free wifi - então a gente aproveita para usar a internet enquanto o Lipe se diverte no playground!

Como já estava quase escurecendo, voltamos pela Market Street, que é a rua das lojas de São Francisco, o centro comercial da cidade, uma avenida larga e linda, até o Ferry Building




Além de passear no Ferry Building, queríamos conhecer o Exploratorium, que fica ali perto, no Pier 15, e todo mundo dizia que era fantástico. 

De novo tivemos muita sorte e conseguimos estacionar na Mission Street, a uma quadra do Ferry Building, e não precisamos pagar nada nem no parquímetro, porque depois das 18hs é liberado o estacionamento naquela área. 

Primeiro fomos até o Pier 2, de onde se tem uma vista lindíssima da Bay Bridge, que está toda iluminada, há poucos meses, com milhares de luzinhas (LEDs)! 

As luzinhas dançam o tempo todo, é um show de luzes lindo de se ver. 



Muitas fotos depois, fomos conhecer a orgia gastronômica que é o Ferry Building, com aquele cheiro maravilhoso de café. 

Na primeira vez que eu vim a São Francisco, em 1994, esse lugar era um prédio decrépito, e agora virou um passeio super bacana, ótimo para caminhar e comer muito!

De lá, fomos até a Embarcadero Plaza, onde eles instalaram uma pista de patinação no gelo enorme (hoje era o último dia de funcionamento!), e eu, que adoro patinar, já fiquei louca para ensinar o Lipe...mas já estava tarde e nós muuuuuito cansados, então resolvemos deixar o Exploratorium para a nossa próxima visita a São Francisco, e pegamos o caminho de volta para o nosso vista point - camping, do outro lado da cidade (e da ponte!!!). 



E assim terminamos o nosso último e proveitoso dia em São Francisco! 

Eu sempre gostei dos ônibus de turismo hop on hop off, mas acho que estou ficando cada vez mais radical no fato de não gostar de depender de nada nem de ninguém...o nosso passeio de hoje, por exemplo, mesmo com as limitações do motorhome, foi muito mais proveitoso do que o de ônibus ontem! 

Claro que o hop on hop off continua sendo super recomendável para quem tem pouco tempo, ou para quem não conhece a cidade ainda e quer se situar - mas, no meu caso, que já conhecia a cidade, e queria fazer alguns passeios específicos que não havia feito na primeira vez em que estive na cidade, achei que o nosso giro de motorhome foi melhor do que o esperado!

Claro que não estou querendo dizer que ficar dando banda de motorhome numa cidade grande é a melhor maneira de conhecê-la - muito pelo contrário. 

O que nós concluímos, e eu quero compartilhar com vocês, foi apenas que, embora pensássemos que seria simplesmente impossível rodar de motorhome numa cidade como São Francisco (tanto que ontem compramos o tour de ônibus de 2 dias, como já contei), isso se revelou perfeitamente possível e, no nosso caso, super fácil e econômico!!!




Dia 5 

Começamos o nosso último dia na cidade nos despedindo do vista point que nos alojou por tantas noites maravilhosas - muitas fotos!






Depois, para a despedida de gala de São Francisco, fomos até o overlook de Marin Headlands, que fica um pouco acima do nosso vista point, à esquerda de quem acaba de cruzar a ponte.

Foi uma despedida fantástica!

Acho que é a vista mais bonita da cidade, porque de lá a gente vê a ponte de cima! Impressionante...



Depois, atravessamos a Golden Gate e a Bay Bridge pela última vez e seguimos para o Yosemite National Park, mas isso já é outra história...que continua a ser contada no próximo post :)




Você conhece São Francisco?? Tem alguma dica especial para os nossos leitores? Deixe aqui a sua recomendação! 

Próxima parada: Yosemite National Park - fique por aí!!


Leia também

Post sobre o parque Disneyland - roteiro e melhores atrações

Para ler todos os nossos posts sobre a Disney, veja aqui


Assista todos os minifilmes desta nossa aventura de motorhome pelos EUA no Facebook. Os videoclipes você assiste no YouTube - aproveite e já se inscreva lá no nosso canal!

Veja mais fotografias desta viagem no Instagram @claudiarodriguespegoraro, nas hashtags #Lipenamotorhometrip ou #felipeopequenoviajante.

No Twitter, procure por @pequenoviajante. No Google+, você nos adiciona aqui

Não esqueça também de curtir a fan page do Felipe, o pequeno viajante no Facebook para acompanhar as nossas aventuras!

Você também nos encontra aqui:




9 comentários:

  1. Muito legal o roteiro de vcs por São Francisco.
    Só fiquei com uma dúvida. Quando vcs não ficam em campings como fazem com os resíduos e a água?
    E em relação ao gerador?
    Estou em dúvida se loco o motorhome da Cruise America ou da El Monte. A Cruise está bem mais em conta mas como a Monte tem o gerador incluído não seu o que é mais vantajoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabi! Acho que os El Monte são tão legais quanto os da Cruise America, vimos muitos circulando por lá! É fácil encontrar postos de gasolina com "dump stations" para resolver os problemas de água e esgoto! O gerador funciona em qualquer lugar, não precisa estar no camping, é justamente pra isso que ele serve = para quando não estamos conectados na energia elétrica! Gastamos muito pouco com gerador, olha aqui: http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2014/01/quanto-custa-viajar-de-motorhome-pelos.html
      Se tem uma boa diferença de preço, fica com o mais barato, pq o gerador incluído não faz quase nada de diferença!
      Boa viagem!

      Excluir
  2. Oi Claudia, seu blog foi o que nos motivou para fazermos nossa viagem de fim de ano. Meu irmão mora em San Clemente, e este ano passaremos o Natal juntos. A família toda (7 adultos) resolveu desembarcar antes em San Francisco, alugar o motorhome e fazer o caminho inverso ao seu para encontrá-lo.
    Seus posts estão sendo super úteis.
    Pretendemos ficar uns 4 dias em San Francisco e pernoitar em Napa antes de descermos. Amamos a dica do free camping próximo à ponte, mas estamos em dúvida quanto às Dump Stations e uso de energia elétrica já que somos mais pessoas. A dúvida é se já alugamos assim que chegarmos ou deixamos para o dia de irmos a Napa.
    Só encontrei um campground em San Francisco, e é longe das principais atrações.
    Qual sua opinião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana, recebesse minha resposta? Não lembro se te respondi no FB ou por e-mail...

      Excluir
  3. Oi Claudia, respondeu sim, na sessão de dúvidas. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Oi Claudia! E os pedágios da Golden Gate e da Bay Bridge...vieram no seu cartão de crédito? Como é essa cobrança na Cruise America? Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Oi Brunna, vieram sim, na forma de multas kkkkkkkk...
    Sério, depois foi que descobrimos que havia um jeito de pagar o tal pedágio, que deveria ter sido pré ou pós-pago, agora já não lembro mais...vou tentar descobrir como deve ser feito e te falo! Dá uma pesquisada se fores cruzar a ponte, pq tem pedágio sim e tem que pagar senão vem multa!

    ResponderExcluir
  6. Olá Claudia!
    A minha duvida é a mesma da Mariana. Já que vcs ficaram cinco dias em São Francisco fazendo free camping, como e onde fizeram dump station na cidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ademar, é fácil encontrar postos de gasolina com "dump stations" para resolver os problemas de água e esgoto! Olha no site sanidumps.com que tem várias indicações de postos de gasolina que oferecem dump stations, seja grátis, mediante abastecimento ou por U$ 5 ou 10.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...