26 de setembro de 2013

El Calafate: chegada, hospedagem, restaurantes, aluguel de carro, Perito Moreno, passeio de barco, Glaciarium, Laguna Nimez, Mountain Park e mais!

Dia 9 (continuação)

Fomos de táxi para o aeroporto (50 pesos) de Ushuaia e pagamos 84 pesos de taxa de embarque para nós 3 - custa 28 pesos por passageiro, inclusive crianças, para vôos domésticos.

O vôo de Ushuaia para El Calafate é bem rápido, e o aeroporto de Calafate é bem melhor e mais novo e moderno que o de Ushuaia. Chegando lá, depois de recolher suas malas na esteira, não fique se enrolando muito, porque logo estará saindo uma van da VES Patagonia, que é a melhor maneira (e a mais econômica) de ir do aeroporto para o seu hotel.



É um serviço de transfer que leva você do aeroporto ao seu hotel e, na volta, pega você no seu hotel e te leva ao aeroporto, no dia e hora marcados. Engraçado que até as pessoas hospedadas em hotéis 5 estrelas estavam usando o transfer da VES.

São 23km e custa 50 pesos cada trecho por pessoa (100 pesos ida e volta).

Reservas (não é necessário): pelo e-mail reservas@vespatagonia.com ou pelos telefones 494355/ 490755/ 497355. 

Em El Calafate, ficamos nas Cabañas Normana Inn, e gostamos tanto que voltamos para lá 2 vezes mais (depois da nossa ida ao Chile e depois da ida a El Chaltén). O Pablo - que nos atendeu lá - é bem gente boa e as cabanas são ótimas, com um quarto com uma cama de casal e outra de solteiro, banheiro, e sala com cozinha (com geladeira, fogão, balcão de pia, microondas e utensílios). Tem wifi, o chuveiro é bom e tem estacionamento (e balanços para crianças!). O único senão é que não tem café da manhã - mas como tínhamos cozinha, não fez falta. A localização também é meio longe do centro, mas o táxi é barato e, como estávamos de carro alugado quase todo tempo, isso também não foi problema para nós, muito pelo contrário: a vista do lago era linda!



tinha até balanço nas nossas Cabañas!





Para quem ficar hospedado nas Cabañas Normana Inn, dica de telefone de taxista com ponto nas proximidades (é só chamar por telefone que chega em 4min!): 495444.

Outro telefone útil é o da empresa Hielo & Aventura, que faz o minitrekking no Perito Moreno: 492205 ou 495608.

Telefone da Navegación Todo Glaciares: 491154 ou 491993.

Jantamos no "La Lechuzita" (dica do Erik Stengrat), um restaurante suuuuuuuper child friendly na San Martín (rua principal). É praticamente um playground em forma de restaurante - o Felipe adorou e voltamos lá váaaaaarias vezes!



Dia 10

Fomos de táxi até o centrinho e alugamos um carro na Fiorasi Rent a Car por 610 pesos, com um limite de 200km (que mania eles têm nas locadoras aqui de limitar a quilometragem em 200Km/dia! coisa mais chata!). Saiu caro, mas era um carro um pouco maior (um Siena, porque eles não tinham nenhum Corsa disponível), e como era de última hora e não queríamos perder tempo procurando outro, foi aquele mesmo!

Vale alertar que, nesses casos em que a quilometragem é limitada, tem que sempre indagar bem quanto custará cada Km extra – a gente nunca sabe quando vamos sair do roteiro e abusar – no nosso caso, seria 90 centavos de peso, bem barato, por isso topamos...

Fiorasi Rent a Car: San Martin, 1341 (Av. Libertador) ou stand no aeroporto
Telefone: 495330
E-mail:fiorasifte@cotecal.com.ar

Compramos uns "belisquetes" no mercado e seguimos direto para o Parque Nacional de Los Glaciares:



muito gelo na estrada!


esta é a entrada do Parque Nacional, onde paramos pra pagar o ingresso

uma lebre, conhecida aqui como vizcacha


Bastante gelo na estrada no Parque Nacional Los Glaciares - se vier no inverno, dirija com muito cuidado, e pneus com "clavos" ou correntes são fundamentais! Além de um bom motorista, claro...

Entrada no Parque Nacional Los Glaciares: 90 pesos.

Safari náutico (passeio de barco) da empresa Hielo & Aventura - concessionária do Parque Nacional: 120 pesos. Para crianças, tudo grátis.

O safári náutico foi super legal, porque o barco estava simplesmente vazio: era um barco imenso e fomos apenas nós e outros 2 casais, um deles com 2 filhos um pouquinho maiores que o Felipe (e foi um sufoco tirar os 3 da frente do tablet e fazê-los se interessarem pelo Perito Moreno!!!). Essa é outra das vantagens de viajar na baixa temporada...



um barco enorme só pra nós! 
#adoro



todo mundo encantado com o Perito Moreno!



muito gelo!

e muitos dentes!!!

Não vou detalhar muito mais aqui sobre a visita ao parque nacional porque voltamos lá outras vezes no decorrer da viagem, onde as informações serão mais detalhadas (e as fotografias das outras visitas ficaram bem melhores também, porque havia sol!).

O que vimos de muito interessante nesta primeira visita foi um filhote de huemul, que é um cervo que vive no sul dos Andes e está em sério risco de extinção! Claro que eu não consegui fotografá-lo, porque ele se mandou mato adentro antes que eu sequer raciocinasse que deveria tirar uma fotografia, mas EU VI!!!

Nem pensei que isso fosse tão relevante...pensei que fosse comum vê-los por lá, já que é justamente o habitat deles – só fiquei sabendo que é raríssimo enxergar um huemul muitos dias depois, em El Chaltén, quando comentamos com um guarda-parques que havíamos avistado um em Calafate.

Na mesma hora o moço quis saber todos os detalhes, me fez preencher um formulário que perguntava até a cor das cuecas do tal huemul (ah, se arrependimento matasse...pra que fui abrir meu bocão?!?), e passou todas as informações via rádio para a portaria do Parque Nacional Los Glaciares imediatamente (embora isso já tivesse acontecido muiiiiiitos dias antes!!!).

Outra coisa que eu não posso deixar de comentar sobre essa nossa primeira “avistagem” do Perito Moreno é a emoção que é...quando a gente faz uma curva na estrada e vê, pela primeira vez, aquele marzão de gelo, fica até emocionado!



Perito Moreno: a primeira vista, a gente nunca esquece! 
#amoràprimeiravista

Aquela primeira parada no Mirador de Los Suspiros, que não é, nem de perto, uma das melhores vistas que se pode ter do glaciar, é de tremer as pernas do viajante mais experimentado – afinal, é “o” highlight de uma viagem à Patagônia Argentina!

Tenho pensado muito nisso - por mais que a gente viaje, nunca deixo de me encantar com tudo, as paisagens, a comida, as pessoas, os passeios...talvez por isso eu tire tantas fotos, para tentar levar um pouco de tudo para casa - então eu nunca vou ser aquela que fica olhando as geleiras da Patagônia com ar blasé; provavelmente eu vou ser aquela que vai estar lá babando, querendo abraçar tudo com os olhos, com cara de boba, olhos brilhando e certamente correndo atrás de um menino que estará tentando se atirar no Lago Argentino!!!!





 os argentinos estão mandando muito bem lá nas "passarelas" do Perito Moreno: 
o glaciar é SUPER acessível, são vários os percursos possíveis (mais longos ou mais curtos), 
tudo bem sinalizado...

 ...e tem até elevador para cadeirantes!

 a gente fica assim: com cara de boba!

olha o sorrisão!

Na volta, depois de muito passear pelas passarelas que ficam bem na frente do glaciar, ainda paramos no Glaciarium, o Museu do Gelo Patagônico, que fica a 5 minutos de El Calafate, na estrada que vai para o parque nacional - MUITO legal. Muito mais bacana que todos os museus de Ushuaia juntos! Tem até um filme 3D lindo da região!



Aliás, talvez por ser uma cidade que tem crescido muito, tudo em El Calafate é mais novo e arrumado que Ushuaia. A avenida principal então nem se fala - achei a de Ushuaia meio caída; aqui em El Calafate o centrinho é um amor de bonitinho, ótimo para um passeio!

Eles só precisam melhorar os restaurantes de El Calafate (achei os de Ushuaia MUITO superiores) e os preços, tanto do comércio de bugigangas e presentinhos quanto dos passeios...


o prédio do Glaciarium, que imita um iceberg

Lá no Glaciarium fica também o Bar de Gelo, cuja entrada é paga separadamente do museu, e a gente não quis ir. Também tem um café com uma vista linda, muito aconchegante, e lojinha.

Se você estiver no centro de Calafate e não quiser pagar um táxi até lá, existem transfers gratuitos que saem em determinados horários da Secretaria de Turismo que fica no centro da cidade – informe-se sobre os horários e você pode ir e voltar de graça!

Custo: 95 pesos por pessoa
Telefone: 497912


       Jantamos no La Tratto, outro restaurante super child friendly em El Calafate, na San Martin (claro, a avenida principal aqui também se chama San Martin!!!): comi ossobuco de cordero com risotto milanês e o Peg comeu cannelloni de verdura e o Lipe brincou até cansar no excelente espaço kids que eles têm.



Dia 11

Foi uma função conseguir um carro para alugar para continuar nossa viagem rumo ao Chile e El Chaltén! Devíamos ter feito isso com mais antecedência, porque para cruzar para o Chile com o carro alugado é necessária uma autorização especial da aduana chilena que a Budget, com quem fizemos reserva pela internet 3 dias antes, só nos avisou que não tinha como conseguir na véspera!

Por sorte, depois de ligar para várias que cobravam mais de 550 pesos/dia, liguei para uma locadora local (adoro coisas locais!!!), a Nunatak, que nos cobrou 400 pesos/dia e mais 500 pesos pelo "permiso" chileno!!!

Nunatak Rent a Car - telefone: (02902) 491987 ou cel: (02966) 15341323
Rua Gobernador Gregores, 1075
Site: aqui 

Fizemos um passeio pelo parque que fica na San Martín, almoçamos novamente na Lechuzita para agradar o pequeno, fomos até a Laguna Nimez (Reserva Ecológica Municipal) e depois até Calafate Mountain Park, que é a mais nova estação de esqui da Patagônia Argentina, ótima para principiantes, no Cerro Huyliche.







dá para ver muitos animais na Laguna Nimez, principalmente pássaros

A estação fica a 10km da cidade e tem transporte gratuito desde a Secretaria de Turismo (perto da pizzaria Lechuza), 2× por dia (confirme os horários), para ir e voltar. O caminho até lá é lindo!

Chegando na base do teleférico você sobe nas cadeirinhas e chega no parque, que tem todo tipo de atividades possíveis na neve: aulas de esqui, raquetas, tubing, motos de neve, etc...

Para quem quer aprender a esquiar é barato e bom, porque tem as esteiras que são ótimos meios de elevação para principiantes!





É recomendável chegar cedo para aproveitar bem e ir bem abrigado, porque a subida de teleférico é de encarangar de frio! A vista lá de cima da cidade e do Lago Argentino é lindaaaaaaa...

No verão, pelo que me disseram, o parque também funciona, com circuitos em 4x4, caminhadas, mountain bike, etc...

Mais informações e preços neste site aqui

O dia estava muito bonito, céu bem azul, e o fim de tarde foi glorioso. O Lago Argentino estava muito verde e vimos muiiiitos flamingos cor de rosa na Bahía Redonda de El Calafate.







Na Lechuzita o Lipe participou do aniversário de um menino argentino. Depois, no hotel, foi brincar com uma menina na cabana ao lado da nossa e ficou horas lá! De tanto interagir com os argentinos, já está entendendo espanhol! Ele sente falta de amiguinhos para brincar, então onde quer que exista alguma possibilidade de brincadeira com outras crianças, a gente incentiva bastante!



Dizem que tem que comer 'calafate' para voltar aqui...na falta da frutinha, já garanti na geleia e no heladito!!! Fomos comer sorvete na "Ovejitas de La Patagonia", uma sorveteria e chocolateria na rua principal onde encontrei sorvete para concorrer com o Freddo, além de cafés, tortas, geleias e chocolate - precisa mais???

Telefone Helados Ovejitas de La Patagonia: 491318



Passeamos a pé pela rua principal da cidade (que obviamente se chama San Martín!), comprei artesanato indígena, vimos várias ótimas lojas de roupas, como North Face, Timberland (tudo caaaaaro!)...e confirmamos nossa tese de que a cidadezinha de El Calafate é muito mais bonitinha que Ushuaia - aqui tudo é novo, arrumadinho, organizado, parece que acabaram de inaugurar a cidade e está tudo a pleno vapor.


lojinha "cuticuti" no centro da cidade

Talvez tenhamos tido essa impressão porque a alta temporada está para começar e é claro que os negócios da cidade voltados ao turismo - a grande maioria - estão a 1000 por hora...

A avenida 'costanera' que está sendo construída, onde ficam nossas cabanas, é o maior exemplo do desenvolvimento da cidade! Isso para não mencionar a quantidade de novos hotéis na cidade!!


eu não ia achar ruim ter uma avenida costanera dessas aqui em Jaguarão!

Gasolina para rodar 200km: 80 pesos
Aluguel de carro com 200km livres por dia: 400 pesos/dia
Km extra: 1 peso
Autorização para passar para o Chile com carro alugado: 500 pesos
Caixinha de Band Aid: 6 pesos
Gase para curativos: 14 pesos
Artesanato: 165 pesos
2 bolas de sorvete: 23 pesos
Coca-cola 600ml no mercado: 8,5 pesos
Quilmes long neck no mercado: 9 pesos
Quilmes long neck em restaurante: 22 pesos


Dia 12

El Calafate (Argentina) --> Puerto Natales (Chile)

Pagamos 858 pesos por 3 noites nas Cabañas Normana Inn (que, para eles, equivalem a U$ 159, com a cotação a 5.4) - para nós foi equivalente a U$ 102. Foram 3 noites a U$ 34 por noite!!!

Nem albergue é tão barato, e tínhamos uma cabana inteira, COM COZINHA E SALA, só para nós! Essa diferença na cotação está sendo uma MEGA economia - VIVA!!!




Deixamos no Normana Inn (aos cuidados do Pablo) algumas coisas que não vamos precisar no Chile, comidas que não podem entrar lá, calibramos os pneus do nosso Golzinho, e partimos rumo a Puerto Natales, no Chile, onde continua a nossa aventura pelo lado chileno da Patagônia!!!


Quer conhecer o Glaciar Perito Moreno, em El Calafate? 

Veja este videoclipe, aqui ou no nosso canal no YouTubeaqui - não esqueça de selecionar a opção para assistir em HD, alta definição! 


Nos próximos posts, mais sobre a nossa viagem pela Patagônia - fique ligado!

Cotações (no momento da nossa viagem): 

R$ 1 = AR$ 3,47 / U$ 1 = R$ 2,42 / U$ 1 = AR$ 8,40 

Você também nos encontra aqui:


Veja mais fotografias desta viagem nas nossas redes sociais, em #felipeopequenoviajante e #operaçaofimdomundo2013

Assista todos os minifilmes da nossa aventura "patagônica" no Facebook (aqui) ou os filminhos maiores no YouTube (aqui).


Para ler mais, todas as nossas postagens sobre a Patagônia estão organizadas aqui

17 comentários:

  1. Respostas
    1. É sim, Deise! Foi o museu mais legal da viagem! Ainda mais lá, porque a gente acaba se interessando em saber mais sobre o gelo, depois de ver tantos glaciares!
      Bjokas,
      Claudia
      @pequenoviajante

      Excluir
  2. Olá Claudia! Estou indo com minha família agora em agosto/2014 para El Calafate e Ushuaia. Você poderia me dar uma dica de onde alugar roupa de neve em El Calafate?

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei te dizer! :-(

      Como a gente leva nossas próprias roupas, não prestei atenção nisso!

      Em Ushuaia, a gente vê na rua principal muitas lojinhas que alugam roupas impermeáveis, assim como em Bariloche, mas em Calafate eu não vi nenhuma desse tipo!

      Mas para que tu queres alugar roupa de neve em Calafate? Se for para fazer o mini trekking, não precisa! Se fores com muita roupa podes sentir até calor, porque é uma caminhada bem puxada! O importante é o sapato, que tem que ser um tênis forte e impermeável - a roupa só tem que ser quentinha, mas não precisa ser específica para neve! ;-)

      Excluir
  3. Oi Claudia! Vc sabe se eles são flexíveis para idade no mini trekking? Minha família tem gente em excelente condições físicas mas com mais de 65 anos.
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que eu soube Valeria, fui recentemente lá, pessoas acima de 65 anos não podem fazer a trilha. :(

      Excluir
  4. oi Valeria!
    Acho que eles são super rígidos com a questão da idade no mini trekking, infelizmente :(

    É aquele tipo de coisa que eles dizem que é questão de segurança e nem discutem...mas não custa tentar, né? Acho q se a pessoa aparenta menos de 65, capaz de nem pedirem documento...

    Tu leu nosso post sobre o mini trekking? http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2013/10/mini-trekking-no-glaciar-perito-moreno.html

    ResponderExcluir
  5. Olá, Claudia
    Estou adorando seus posts. Muito boa as dicas!
    Mas ainda não entendi direito como vc fez com o câmbio que conseguiu economizar. Pode me explicar?
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Fernanda, fizemos o câmbio no Uruguai, onde a cotação do peso argentino X dólar é bem mais favorável!

      "O melhor truque que nós descobrimos nos últimos anos é comprar pesos argentinos no Uruguai! A cotação para o dólar é sempre muito melhor no Uruguai (tanto em Punta quanto em Colônia) do que na Argentina...

      Por exemplo: no Uruguai, U$ 1 valeu AR$ 8,40, enquanto que aqui na Argentina eles estão pagando apenas AR$ 5 ou 6 por U$ 1!!!"

      Excluir
  6. Olá Claudia!!! Lindos os seus artigos!!!
    Amo viajar, mas desde que tive minha filha apenas viajamos para lugares proximos.
    No próximo ano desejo ir a El Calafate com ela, que terá por volta de 2 anos. O frio de lá é suportável para uma criança dessa idade, há necessidade de roupas especiais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana, o frio é super suportável, nada demais...de onde vcs são? Escrevi um post explicando como se vestir pra enfrentar o frio, olha aqui:

      http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2013/09/como-se-vestir-para-enfrentar-o-frio-e.html

      Excluir
  7. Olá, vc poderia me ajudar a fazer um passeio. ?.Na verdade estou querendo saber se dá pra sair de ushuaia para fazer estes passeios em el calafate?
    De barco de preferência, já que estarei hospedada em Ushuaia por 6 dias e gostaria de ver estas geleiras...obrigada pela ajuda. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, do jeito que tu falou não dá não...El Calafate fica muito longe de Ushuaia, não é um passeio bate-e-volta...dá para ir de carro, ônibus ou avião, mas não como daytrip...(desculpe a demora na resposta, não tinha visto teu comment aqui!)

      Excluir
  8. Olá, Claudia! Tudo bem? Chegaremos a El Calafate no dia 19 de agosto com retorno no dia 28 e gostaríamos de alugar um carro principalmente para ir a Torres del Paine. Contudo, entrei em contato com a Nunatak, por email, e me responderam que não estarão operando nessa data. Fiquei bem preocupada com isso, pois estou programando ir a Torres del Paine no dia 23, que cai numa terça-feira, e com receio de não encontrar nenhuma locadora que disponibilize essa permissão para atravessar a fronteira rapidamente. Você pode sugerir uma outra empresa? Se não conseguir alugar um carro com essa permissão para o dia 23 há empresas de ônibus que levam até puerto natales, de modo que eu consiga alugar um carro por lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacqueline, tem outras empresas sim, nós alugamos um carro com uma delas outro dia, para ir até o Perito Moreno, pelo que me lembro, mas o problema é a permissão...nenhuma delas faz de uma hora pra outra. Tu não conseguiu reservar com nenhuma???
      Sim, tem até empresas que fazem o passeio bate-e-volta a TDP, que eu não recomendo, mas, em último caso né? Com certeza deve ter ônibus até Puerto Natales também...será que tu não consegues descobrir isso nos sites das empresas de ônibus na internet? Já deu um google?

      Excluir
  9. Olá Claudia, encontrei seu blog sem querer procurando sobre El Calafate. Primeiro de tudo, parabéns pelo relato.. uma baita aventura do pequeno Felipe.. .rsr...
    Uma dúvida, estamos eu e minha esposa partindo para El Calafate dentro de 2 dias, e gostaria de saber se vale a pena alugar carro para ir até o parque ou se vale mais a pena contratar um passeio "pronto"?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora para responder! Nós achamos que valia a pena alugar um carro para termos mais liberdade e podermos fazer nossos próprios horários, não gostamos muito desses passeios em grupo! Financeiramente falando eu não saberia te dizer, só fazendo os cálculos...
      Boa viagem!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...