25 de março de 2012

pensamento do dia, ou melhor, da viagem inteira

Fico assim sem você

Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-piu sem Frajola
Sou eu assim sem você
Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
Vão poder falar por mim
Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você
Tô louca pra te ver chegar
Tô louca pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo
Por quê? Por quê?
Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Árvore Preguiça, pertinho de Jericoacoara, no Ceará

PS. Era assim que nós ficávamos cada vez que a gente lembrava do pequeno viajante durante a nossa viagem de lua de mel ao Ceará, mais ou menos como essa árvore, que nós vimos por lá..."nós te queremos a todo instante, ficamos loucos pra te ter nas mãos, retomar o pedaço que fica faltando nos nossos corações...nós não existimos longe de você, e contamos as horas pra te ver de novo", meu amor!

Um comentário:

  1. Oi Claudia,

    Fui para Jeri em setembro-2012 e também sofri esse mix de emoções pois aproveitamos muitos mas sentimos muita falta das meninas, conforme relatamos no post (http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/2012/09/retorno-do-feriadao.html).

    Bjs Desirée

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...