22 de outubro de 2011

o DVD player que garantiu a nossa sanidade mental

Antes de ir viajar, nós usávamos para o Lipe o DVD player que o vovô tinha emprestado, já bem antiguinho. 

Praticamente na véspera da viagem, raciocinamos: "vamos levar este aparelho já velho, vai estragar certo e vamos ter que comprar outro - então porque já não levamos um novo?" 

Quando o avião não tem um monitor para cada passageiro, o pequeno viajante usa o dele - um viajante precavido vale por 2!!


Acabamos comprando um modelo da marca NORDMENDE, que foram os U$ 100 mais bem aplicados da minha vida! Junto com o aparelho, levamos também vários DVDs, os preferidos do Felipe: "Carros", "Madagascar", "Backyardigans", "Toy Story", "A Galinha Pintadinha", "A Fuga das Galinhas", e por aí vai...

Nosso único arrependimento foi não ter levado ainda mais DVDs, porque enjoamos de ouvir tantas vezes os mesmos, e acabamos memorizando todas as falas de cada um deles...mas foi a melhor coisa que fizemos na nossa vida, e a única garantia da nossa sanidade mental durante a viagem.


na ferrovia transiberiana, o DVD portátil garantia a diversão da galerinha

O pequeno viajante gostava de ver filminhos, mas não chegava a ser viciadinho - pois durante a viagem acabou ficando! E não sei o que teria sido de nós se não fosse assim. O tal DVD player nos salvava a pele nos vôos, nas viagens de trem e de ônibus, às vezes nas mesas de restaurantes e até na praia! O guri já não conseguia dormir sem ver um filminho - era um sonífero melhor que o bico.


neste hotel de Bangkok ("Buddy Lodge", nosso preferido) o Felipe assistiu as aventuras do Alex (Madagascar) umas 50 vezes!!

nos ônibus de Mianmar (este, entre Bagan e Mandalay), só o DVD portátil garantia a nossa paz
(e a diversão do pequeno viajante!)


quando nós queríamos usar a internet, nada melhor do que cada um com o seu brinquedinho
 - em Vang Vieng, Laos


O papel mais importante dos DVDs era no hotel: chegávamos na nossa "casinha", o Lipe tomava banho e deitava na cama direto para ver "os bichos" (Madagascar). Às vezes ele não queria nem que a gente secasse ele, de tão enlouquecido para ver os tais filminhos!!! E esses eram os momentos de paz que a gente tinha durante a viagem - nesses momentos de calmaria que a gente aproveitava para usar a internet, fazer postagens no blog, ler os guias de viagem, fazer reservas de vôos ou hotéis...

nos hotéis indianos (esse, em Bodhgaya), diversão para pais e filhos...

nos trens tailandeses, garantia de sossego

Portanto, essa é uma das melhores dicas de viagem que eu posso dar: não esqueça de levar o DVD portátil, ele vai garantir a sua sanidade mental!!!


na praia, em Pulau Perhentian, na Malásia, só uns minutos na frente do DVD eram capazes de fazer o gordinho entender que era hora de tirar uma soneca

nos trens transiberianos, o DVD player do Lipe sempre atraía uma turminha de russinhos para a nossa cabine - todos assistindo "A Fuga das Galinhas" em português!!!



Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...