5 de agosto de 2011

Madre Teresa de Calcutá - que grande mulher

Em Calcutá, na Índia, fomos conhecer a sede das Missionárias da Caridade, que era a casa da Madre Teresa

É, na verdade, a casa que ela criou para abrigar a missão religiosa que ela fundou. 

Mais conhecida em Kolkata como Motherhouse, fica no número 54A da AJC Bose Road.

Adorei o lugar. 

Motherhouse

O túmulo da Madre Teresa está lá, o quarto onde ela trabalhou e morou de 1953 a 1997 também, as sandálias, o sari branco, e tem um pequeno museu no local que conta toda a história da vida dela (eu não sabia, por exemplo, que ela era albanesa!), e foi isso o que mais me impressionou: ela parece tão frágil nas fotos, mas ela era demais!

Além de ganhar o prêmio Nobel da Paz em 1979, ela foi beatificada pelo Vaticano em 2003, o primeiro passo para se tornar oficialmente santa. Mas a "santa das sarjetas", como ela era chamada, não é uma unanimidade na Índia, como nós descobrimos em Calcutta

Os moradores do lugar, orgulhosos de viverem numa cidade que é por muitos considerada a capital cultural da Índia, e predominantemente hindu, não gostam nada, nada de ter a sua cidade conhecida e mundialmente associada a uma heroína católica que mostrou ao mundo justamente o lado podre e miserável da cidade.

Muitos também criticam o fato de a missão aceitar doações de ditadores e corruptos, além da falta de preparo médico das missionárias para cuidar dos doentes. 

A crítica mais razoável - e com a qual eu concordo integralmente, é aquela relativa à posição (equivocadíssima, na minha opinião) da Madre Teresa contra os métodos contraceptivos, especialmente em se considerando a enorme quantidade de vítimas da AIDS e de hepatite na cidade.

Mas, para encurtar a história, o Lipe ganhou um rosário de uma das missionárias, correu por tudo - elas adoram crianças, e saímos de lá com um sentimento bom. 

Se cada um fizesse um pouquinho do que ela fez, o mundo seria tão melhor...

PS. Eles aceitam doações e voluntários. 

Saiba mais no site. 

 este é o refúgio que ela abriu em 1952, Nirmal Hriday, o primeiro de muitos que ela inaugurou, oferecendo abrigo e dignidade para doentes e idosos abandonados

Kalighat



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...