1 de janeiro de 2011

como enfrentar o caos aéreo com um bebê???


Não sei.

Não é mole. Chegamos em São Paulo, Guarulhos, onde tínhamos uma conexão para Natal, no Rio Grande do Norte, e o aeroporto estava nesse estado calamitoso. Em uma única sala de embarque, pessoas esperando para embarcar em uns 6 vôos diferentes, alguns embarques acontecendo quase que simultaneamente pelo mesmo portão, enfim: caos generalizado. 

Na verdade, aquele dia, o problema era o mau tempo, que fez com que o avião ficasse quase uma hora dando voltas pelo céu do litoral de São Paulo, esperando autorização para pousar em Guarulhos, que estava tendo um mega engarrafamento de aterrisagens por causa da chuva torrencial que caía (e que causava uma baita turbulência também!!!). 



Imagina um bebê correndo por uma sala de embarque superlotada, com pessoas atiradas pelo chão na falta de cadeiras, podres de cansaço, sem a menor paciência??? Ainda bem que durou pouco!!!

Como a viagem já estava durando muito mais tempo do que havíamos inicialmente calculado, acabamos ficando sem leite para ele nas bagagens de mão. Por sorte, na única lancheria que havia naquela sala de embarque, eles tinham leite para vender: comprei uma mamadeira cheia, por absurdos R$ 5,00, e depois de tomar aquele leitinho o pequeno viajante apagou no colo do papai - como ele está superacostumado a dormir com luzes acesas, barulho e confusão na volta dele, não foi difícil.

Mas, definitivamente, não recomendo a experiência!!!


Um comentário:

  1. Atrasos realmente atrapalham e muito, mas ainda bem que o pequeno conseguiu tirar sua soneca né?!
    O meu também está acostumado com isso, e mesmo assim ainda me pego super preocupada ás vezes. Coisas de mae...

    Beijocas, e um 2011 de muita saúde, paz e viagens para vocês 3 :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...