21 de fevereiro de 2010

o bebê no avião

 
Não existe meio de transporte mais confortável para um bebê do que o avião. Tenho certeza de que é muito mais fácil voar com um bebê do que com uma criança de 2 anos. Não tenha receio. Comece a viajar cedo!

O Felipe pegou o primeiro vôo dele com 3 meses, um avião da TAM de Montevidéu, no Uruguai, para São Paulo, primeira escala em um vôo para New York, nos Estados Unidos.

Antes disso, eu era das que achavam que bebê e avião não combinavam: sempre que eu via bebês no embarque para um vôo longo, eu pensava “que droga, vai ter choradeira a noite toda!” Lembro de sempre ficar pensando “porque essa gente não fica em casa com essa criança?”
 


O pior é que os bebês, a bem da verdade, nem incomodam tanto. Muito pior do que um bebê chorão é um chato roncando que nem um trator, ou um fedorento...além de preconceituosa, eu era injusta com os pequenos viajantes!
 
Se você for viajar com um bebê, avise a companhia aérea com antecedência: algumas empresas têm uns bercinhos que vão presos na frente da primeira fila de poltronas. Mas para que você possa usar um destes caixõezinhos (é, a primeira impressão é bem ruim, parece um caixãozinho), é imprescindível que você tenha assentos na primeira fila, o que nem sempre é fácil de conseguir, mesmo que você tenha avisado com antecedência. Apesar da má impressão que os tais bercinhos nos passam, estou convicta de que não existe lugar mais confortável no avião. Não esqueça de levar uma cobertinha, se você for daquelas que não gostam de usar as cobertinhas de avião no seu nenê, porque durante o vôo pode ficar bem friozinho dentro do avião...

A melhor maneira de evitar a pressão nos ouvidos do bebê durante o pouso e a decolagem é dar de mamar, ou até mesmo água, durante a decolagem e a aterrissagem, já que, de qualquer modo, nesses momentos o bebê terá que ficar no seu colo. Se ele estiver de barriga cheia, pelo menos enfie uma chupeta na boca dele! O importante é que ele esteja sugando, pois a oscilação da pressão do ar é mais desconfortável nos ouvidos dos bebês.





O Felipe já pegou 4 vôos conosco e, miraculosamente, nunca deu show. Entra no avião, toma água na decolagem e apaga. Quando acorda, já chegamos. Quando farejo que teremos incomodação, dou um Tylenolzinho e era isso.
 
É tudo muito menos difícil do que eu pensava. Quando você voa com um bebê, toda a tripulação e os outros passageiros acabam sendo muito mais simpáticos. Todo mundo que passa para ir ao banheiro pára para brincar com o bebê. As trocas de fraldas durante o vôo são poucas, e eu uso o bercinho, o assento ao lado ou até a mesinha das refeições!!! A última opção, definitivamente, é o toalete, que é abafado e depois de meia hora de vôo já está um nojo...
 

 
 
 
 
Ao aterrissar, normalmente os passageiros ao redor vêm elogiar o Lipinho, e é engraçado de ver as caras de alívio deles...porisso, eu recomendo: voar com bebês de 3 a 4 meses é moleza, comece logo! No nosso próximo vôo, o Felipe terá 11 meses, e com certeza já não será tão fácil, porque ele já estará muito mais serelepe!!!
 
 

20 comentários:

  1. Apesar de ja ter visto varios posts no blog de vcs, eu não tinha visto este aqui! Muito lindo! Adorei as fotos todas!
    Bjs
    Sut-Mie

    ResponderExcluir
  2. parabens pelo blog...vai me ajudar muito pois é a minha primeira viagem de familia e a Lais so tem 2 meses.rs!
    bjx

    ResponderExcluir
  3. Vou viajar com meu Antonio de 4 meses e estou muito anciosa, pois é a primeira viagem dele. Em geral ele é bem comportado, espero que tbm seja durante o voo. depois volto pra contar como foi. Parabéns pelas dicas, adorei.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo blog.
    Me diga uma coisa, em se tratanto de uma viagem Brasil x EUA com um bebe de 4 meses, vc acha melhor voos diurnos ou noturnos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade acho que pouco importa o horário do vôo para um bebê tão pequeno, pq eles acabam dormindo o tempo todo! já no caso de uma criança um pouco maior, como o Felipe, q já está com 3 anos, eu escolheria, se possível, um vôo noturno, q com certeza ele ia dormir a viagem toda - e, em todo caso, sempre levo um "muricalmizinho" na bolsa!!!

      Excluir
  5. Para ler mais sobre bebês, aviões e aeroportos, veja este outro post:

    http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2010/02/no-aeroporto-com-o-bebe.html?showComment=1344199329474

    ResponderExcluir
  6. Muito bom ler sua história. Meu marido viajará para Antártica por 6 meses a trabalho e a única oportunidade de encontrá-lo será no Natal, em Punta Arenas - Chile, quando nosso filho terá 4 meses. Ele agora tem 14 dias e estou muito preocupada com esta viagem, até porque a pediatra já desaconselhou. Além do vôo minha preocupação é ficar 10 dias é ele ter algum problema de saúde e termos dificuldades tratá-lo. Como esta pediatra já desaconselhou, nem temnhocomo pedir orientações para uma kit SOS ( caso tenha febres, resfriados etc...). Irei a outra pediatra e vou esperar o mês de dezembro para tomar minha decisão final. Você tem alguma outra dica? Obrigada, Roberta

    ResponderExcluir
  7. Roberta, o teu bebê tem algum problema de saúde? Não entendi porque a pediatra desaconselhou a viagem, que boba! Imagina, se ele não tem nenhum problema de saúde, qual é o problema? E mais, além de não ver problema, vejo uma grande vantagem: vai fazer muito bem para o nenê conviver com o papai, e mais ainda para a mamãe, e como tu sabes, mamãe feliz=bebê feliz! Imagina, o Chile é um lugar super civilizado (mais que o Brasil!) e tu vais fazer um seguro-saúde, então qual o problema??? Te digo que a pediatra do Lipe, que é uma gênia, nunca nos desaconselhou a nada, muito pelo contrário, nem mesmo no ano pssado, quando contamos que viajaríamos com o Lipe por 5 meses mundo afora! O que ela fez foi nos dar o kit de remédios e vacinas que teríamos que levar/fazer - que está no blog, dá uma conferida - e quando tivemos problema ela nos ajudou pelo MSN - isso que é pediatra de categoria, hihihihihi! Não espera nada, compra logo tua passagem que isso vai te dar mais tranquilidade para aguentar a saudade e conseguirás vôos mais baratos! Qualquer dúvida, escreve de novo - estou fazendo um post sobre vôos com crianças, vou ver se posto logo para te incentivar! bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Nós viajamos para o Chile e subimos a cordilheira dos Andes quando nosso filho tinha 4 meses. E o pediatra dele também sempre incentivou, nunca foi contra... Vai logo comprar a passagem! Abraços.

      Excluir
    2. Obrigada pelas informações tão motivantes! As passagens já estão compradas! Ele não tem problemas de saúde, já mudei de pediatra, até porque não tinha gostado da primeira médica pela postura dela com crianças no consultório. Um grande abraço, Roberta

      Excluir
  8. Eu como avô de primeira viagem estou muito satisfeito com suas informações, ,já que em dezembro todos da família, inclusive o mais novo membro, nósso DANIEL (filho de minha filha Caról), que nascerá provavelmente em junho, estaremos fazendo uma viagem para Maceió, e estávamos preocupados com os cuidados que teremos que ter com o bebe na viagem de avião .Suas informações foram muito importantes e esclarecedoras.Abraços sinceros, Mauro.

    ResponderExcluir
  9. Mauro, tu nem imaginas como nós ficamos felizes de saber que contribuímos para incentivar vcs a viajarem com o pequeno viajante Daniel que ainda nem nasceu! esse vai ser fera, nem nasceu e já tá ganhando o mundo! volte sempre!

    ResponderExcluir
  10. oi! gostaria de saber se vc pode me informar as respeito de levar agua quente numa termica para a mamadeira, ou liguidos em geral leite em pó... comigo no avião...
    Obgda!!! Evelynn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelynn, eu já tentei fazer isso e não me deixaram passar com a água quente na térmica :-( claro que tudo depende da cia aérea e da segurança do aeroporto, mas em geral eles não permitem...só deixam passar com a água dentro da mamadeira mesmo, e ainda te fazem provar na frente deles, às vezes...o leite em pó pode levar sim, ou numa lata fechada ou num pote tipo tupperware. Eles fornecem a água quente para a mamadeira no avião, mas nunca na hora que tu queres e nem na temperatura certa :-( leva uma mamadeira bem quente pronta pro aeroporto que daí na hora da decolagem que tu precisa dar pra ele ainda vai estar morninho!
      Bjo

      Excluir
  11. A primeira viagem do meu filho foi com 4 meses. Fomos pra Curitiba e de lá pra Porto Alegre. Como ele ainda estava só no peito foi super tranquilo. Mamou o voo inteirinho, rsrsrs. A mais velha viajou pela primeira vez com 1a7meses, tb foi bem tranquilo. Dezembro viajaremos novamente, ele já vai estar com 1a5m e ela, enfim, com 7 anos já não dá mais trabalho algum. Adoro o teu blog, é inspirador!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Trícia :) como são os nomes dos pequenos viajantes?

      Excluir
  12. Ola ,semana que vem viajo com meu casal de gêmeos para Palmas/TO com escala em Brasília!O que me preocupa é que eles ñ pegam chupeta e só mamam no peito ,eles tem 5 meses e a pediatra sempre me incentivou mas disse que tylenol só se tiverem dor!O que acha?falaram que eu posso dar meu dedo mindinho pra chuparem !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Andrea! Eles vão precisar sugar alguma coisa, senão vão morrer de dor no ouvido, tadinhos! Eles não tomam nem água na mamadeira???

      Excluir
    2. Ola Cláudia,minha última esperança era a chupeta da first years que eu tinha acabado de comprar e deu mais ou menos certo ,enquanto um mamava o pai segurava a chupeta na boca do outro rsrsrs!Na ida a viagem foi pela manhã e a Liz chorou um pouquinho,na volta a noite os dois dormiram!Não foi um bicho de sete cabeças e no ano que vem estamos planejando outro destino!A Gol não tinha bercinho para vôos domésticos!Fizemos escala no aeroporto de Brasília e que decepção com os bercarios!Novinhos em folha mas minúsculos ,apertados e sem nenhum conforto!Tinham apenas uma superfície de granito de trocador sem colchaozinho e muito apertadinho.Tanto que enquanto eu os trocava o secador de mãos acionava sozinho pq eu encostava toda hora rsrsNo geral deu tudo verto!!Agradeço as dicas e a fonte de inspiração!!!abraço grande;Liz,Enzo e Andrea!!

      Excluir
    3. Andrea, os nossos aeroportos são uma vergonha mesmo! Mas que bom que, no geral, a experiência não foi traumatizante kkkkkk...
      Boas viagens pa vcs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...